Assistência Social

Imprimir

Orientação, acolhimento, encaminhamento e proteção. A rede de assistência social é a porta de entrada dos programas sociais do governo federal e está presente em todo o Brasil, para que todos os brasileiros tenham seus direitos mais básicos garantidos.

O QUE FAZ

Oferece serviços, programas, benefícios e projetos que têm como objetivo melhorar as condições de vida da população atendida, por meio do fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários, do apoio à inclusão social, do enfrentamento da pobreza e da redução de situações como violência intrafamiliar, trabalho infantil e ato infracional.

O SUAS também oferece acolhimento (abrigo) para aquelas pessoas em situação de abandono, sem família ou que tenham que viver por algum período afastadas da família por decisão da Justiça.

ONDE OS SERVIÇOS SÃO OFERECIDOS

A Assistência Social conta com uma extensa rede de equipamentos públicos, dentre os quais:

CRAS – Centro de Referência de Assistência Social;

CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social;

Centro Pop – Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua;

Casa da Acolhida Masculina –

Casa da Acolhida Feminina –

NIS – Núcleo de Integração Social (abrigo para adultos)

NAPE/IJ – Núcleo de Atendimento Psicológico Especializado Infantojuvenil

Família Acolhedora - Serviço de Acolhimento Familiar

QUANDO PROCURAR A ASSISTÊNCIA SOCIAL

A Assistência Social é um direito de todos os cidadãos, mas há alguns casos em que os cuidados e a proteção dos serviços socioassistenciais são recomendados. Listamos abaixo alguns exemplos. Caso tenha dúvidas se você pode ser atendido pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS) entre em contato com a Secretaria de Assistência Social do seu município ou com a unidade mais próxima de sua residência, tais como o CRAS, CREAS ou Centro POP. 

Pessoas e famílias que estejam em situação de pobreza, beneficiárias do Programa Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Famílias com dificuldades de convívio familiar ou social, como aquelas que enfrentem situações de violência dentro da família, que tenham crianças ou adolescentes no trabalho infantil, dentre outras;

Pessoas com deficiência e idosos em situação de pobreza ou que estejam vivendo de forma isolada, sem participar da vida na comunidade ou em famílias que precisem de apoio para prover seus cuidados;

Adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de liberdade assistida e de prestação de serviços à comunidade;

Pessoas sem família ou em situação de abandono.

COMO A ASSISTÊNCIA SOCIAL PODE AJUDAR

Apoiando a família e a comunidade na superação de dificuldades de convivência.

Facilitando o acesso a programas, serviços e benefícios da assistência social e de outras políticas públicas, tais como saúde, educação trabalho e Justiça.

Apoiando as comunidades na criação de estratégias para o enfrentamento conjunto de problemas sociais.

Verificando se o idoso e as pessoas com deficiência têm direito ao Benefício de Prestação Continuada e fazendo as orientações necessárias para que possam acessá-lo;

Facilitando a inclusão da família no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, que possibilita acesso ao Programa Bolsa Família e a benefícios de outras políticas, como tarifa social de energia elétrica e Programa Minha Casa Minha Vida;

Oferecendo atendimento por profissionais, como psicólogos e assistentes sociais. 

SERVIÇOS DISPONÍVEIS

Pessoas e famílias podem ser atendidas nos programas e serviços do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), conforme suas necessidades, e também receber orientações e encaminhamentos sobre como acessar direitos, benefícios assistenciais e serviços de outras políticas.

Atendimento à Família

Os CRAS e CREAS oferecem atendimento às famílias realizado por uma equipe, que conta com assistentes sociais e psicólogos, além de outros profissionais. Nestes atendimentos as famílias podem compartilhar questões diversas, como as dificuldades de sobrevivência, cuidados com os filhos e até situações mais delicadas como violência doméstica. Os profissionais procuram compreender a situação de cada família e como a Assistência Social poderá contribuir para a melhoria de suas condições de vida e de suas relações familiares e comunitárias.

Assim, a família poderá ser encaminhada para acesso a serviços socioassitenciais e das demais políticas, para inclusão no Cadastro Único e acesso a benefícios, sempre que verificada a necessidade. Além disso, terão a possibilidade de participar do acompanhamento oferecido nestes equipamentos, fazendo parte de atendimentos individualizados, familiares ou em grupos. Neste acompanhamento, além das dificuldades concretas enfrentadas no cotidiano, as famílias poderão falar de seus relacionamentos e de seus projetos de vida. O atendimento poderá contribuir, igualmente, para o fortalecimento da autoestima, da autoconfiança e para a maior inclusão social e participação na vida comunitária.

As famílias que enfrentam situações como violência doméstica, exploração sexual ou trabalho infantil devem buscar atendimento no CREAS. As demais famílias são atendidas no CRAS.

cras.fw

creas.fw

centro pop.fw

casa acolhida.fw

nis.fw

nape.fw

familia acolhedora.fw

restaurante popular.fw

gabinete cidadania.fw

petropolis paz.fw