Não há registro de casos de furto, roubo, agressão ou brigas nos locais da festa

O primeiro fim de semana da Bauernfest não teve registro de casos de furto, roubo, agressão ou brigas mesmo com um público de 150 mil pessoas circulando em apenas três dias de festa. O trabalho da Guarda Civil garantiu uma permanência do público com tranquilidade nos locais da festa. Mais de 40 homens estiveram posicionados em pontos estratégicos perto Palácio de Cristal e na Praça da Liberdade.

Os agentes estiveram na Av. Barão do Rio Branco, 13 de Maio, Av. Ipiranga, Montecaseros, Presidente Kennedy, Roberto Silveira e Padre Siqueira e coibiram infrações de trânsito, comércio irregular e garantiram a segurança.

O planejamento da Guarda incluiu diferentes ações nos locais da festa. No Palácio de Cristal, foi estacionado o ônibus de videomonitoramento, onde dois agentes fazem o patrulhamento e podem acionar os homens na rua e ainda fazer contato via rádio com CPTrans, Bombeiros, PM e Samu, caso necessário.

Na Praça da Liberdade, foi montada a estrutura para o trabalho dos cães, que atuam em revezamento ao longo do dia e são manejados por até 24 homens, entre integrantes da Guarda Civil e também do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil e do Batalhão de Ações com Cães (BAC) da Polícia Militar.

A Guarda Civil mantém a orientação para que os frequentadores evitem levar objetos desnecessários para a festa, como tablets e computadores, e guardem documentos, dinheiros e celular nos bolsos da frente. Outra recomendação é não fazer a combinação entre bebida alcoólica e direção – quem beber pode usar o transporte público.

 

29 estudantes de 8º e 9º ano tiveram a oportunidade de conhecer diversos serviços feitos pela corporação

Alunos da Escola Municipal Papa João Paulo II tiveram a oportunidade de se tornar “Guarda por um dia” nesta segunda-feira (26.06). Ação foi realizada com 29 estudantes de 8º e 9º do colégio do São Sebastião, que puderam conhecer alguns dos serviços realizados pela corporação: orientação do trânsito, patrulhamento de pontos turísticos, fiscalização do patrimônio ambiental e o trabalho com os cães.

A atividade marca o encerramento do Programa Promotores da Paz (Proppaz) e vai acontecer nesta terça (27.06) com alunos da Odette Fonseca (que fica no Duques) e na quarta-feira com estudantes da Jamil Sabrá (Cel. Veiga).

O dia começou com a ida ao Parque Natural Ipiranga, onde os adolescentes puderam entender como o Grupamento de Proteção Ambiental (GPA) atua. Eles também puderam conhecer o Núcleo de Integração Social (NIS), no Alto da Serra. Em seguida, foram à sede da Guarda, onde conversaram com o comandante Jeferson Calomeni e puderam conhecer a estrutura do canil. Na Casa Barão de Mauá, houve uma palestra sobre a cultura alemã. Depois, visitaram o ônibus de videomonitoramento no Palácio de Cristal e viram como este equipamento está ajudando no patrulhamento da Bauernfest. Por fim, todos fizeram panfletagem sobre trânsito consciente e seguro no Obelisco, no Centro.

“Achei interessante poder falar com os motoristas sobre o uso do cinto de segurança e sobre não beber e dirigir. O que mais gostei foi a visita ao Parque Natural e de conhecer o trabalho do Grupamento de Proteção Ambiental”, disse a aluna do 8º ano, Izabely Souza, de 13 anos.

O curso foi dado para 262 estudantes e agora eles terão a formatura, no mês de aniversário da Guarda Civil, que completa 93 anos em julho. O comandante da Guarda, Jeferson Calomeni, destaca a importância do Proppaz na vida dos participantes.

“Tenho certeza que os alunos não vão esquecer o que foi ensinado nas aulas e os momentos proporcionados nos jogos e no “Guarda por um dia”. O Proppaz é um programa que tem uma grande capacidade de modificar o futuro dos adolescentes que participam do curso, que espalham a cultura de paz em toda sociedade”, afirmou. 

Corporação vai utilizar sala no Parque Municipal para coordenar serviços de patrulhamento, orientação do trânsito e Ronda Escolar nos distritos

Os moradores dos distritos agora contam com mais um equipamento de segurança. A Guarda Civil inaugurou nesta quarta-feira (21.06) as novas instalações da sua base em Itaipava ocupando uma sala da Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP) no Parque Municipal. Com o novo espaço, a coordenação dos serviços de patrulhamento, orientação do trânsito e Ronda Escolar será otimizada e vai permitir a ampliação do trabalho realizado pelos agentes.

Uma das novidades é o início do patrulhamento por bicicleta, que vai cobrir o Parque Municipal. Dois guardas vão percorrer o local durante todo dia com o objetivo de coibir delitos de menor potencial ofensivo e garantir a tranquilidade para os frequentadores do espaço.

A GC de Itaipava fará o patrulhamento de Itaipava e adjacências com 10 agentes todos os dias e vai contar com uma moto e três carros, sendo um deles para a Ronda Escolar, melhorando o trabalho feito atualmente na área.

A base da corporação era junto ao alojamento, mas agora vai ocupar uma das salas da SSOP. Outra novidade que a nova base da Guarda vai proporcionar é o choque de ordem, demanda que já foi apresentada por moradores e pelo Conselho Comunitário de Segurança. Com o espaço, será possível planejar edições também nos distritos.

O presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Lédio Ferreira, acredita que a estrutura montada para a atuação da Guarda em Itaipava vai ajudar o trabalho das forças policiais.

“É de suma importância estender a segurança aos distritos. Com a Guarda aqui, Itaipava só tem a ganhar. A gente percebe o comprometimento do prefeito com a segurança de toda a cidade. E o Parque Municipal é uma referência do município. Isso vem para somar, é uma medida muito positiva. Nós do Conselho acreditamos que esse é o caminho e ficamos muito satisfeitos”, afirmou.

Serão mais de 40 homens por dia para fazer o patrulhamento e orientação do trânsito nas ruas da festa e do entorno


Ainda serão utilizados o ônibus de videomonitoramento e 15 cães da corporação e de parceiros


A Guarda Civil terá mais de 40 homens para fazer o patrulhamento dos locais onde será realizada a Bauernfest, a partir do próximo dia 23. Os agentes serão posicionados em locais estratégicos para garantir a segurança e dar orientação ao trânsito no entorno da festa. Além disso, o ônibus de videomonitoramento foi deslocado nesta segunda-feira (19.06) para a cobertura do evento. O planejamento da corporação também inclui o uso dos cães na Praça da Liberdade.


O público que acompanhar as atrações da Bauernfest vai poder encontrar agentes na Av. Barão do Rio Branco, 13 de Maio, Av. Ipiranga, Montecaseros, Presidente Kennedy, Roberto Silveira e Padre Siqueira. O objetivo é coibir infrações de trânsito, comércio irregular e qualquer problema entre os frequentadores. Durante todo dia, serão 20 homens usando cinco viaturas para deslocamento. Além disso, a corporação vai utilizar comunicação via rádio para fazer contato com CPTrans, Bombeiros, PM e Samu.


Assim como na Expo Petrópolis, que aconteceu no final de abril e início de maio, a Guarda vai utilizar o ônibus de videomonitoramento, que vai ficar no jardim do Palácio de Cristal. Dois guardas vão acompanhar a movimentação do público tanto dentro quanto no entorno do principal ponto do evento. Eles farão o patrulhamento a partir das imagens das sete câmeras do veículo e vão acionar as equipes em caso de necessidade.


Antes de ir para o Palácio de Cristal, o ônibus fez o monitoramento na Praça Marechal Carmona, próximo ao Terminal do Centro. Para lá, a Guarda Civil deslocou outra viatura, que fará rondas de patrulhamento durante todo o dia nas ruas próximas.


O comandante da Guarda também anunciou vai utilizar o ônibus como base do comando da corporação em alguns momentos durante a Bauernfest. Ele ainda dá algumas dicas que podem ajudar a aumentar a segurança dos frequentadores, como evitar levar objetos de valor sem necessidade e andar com documentos e dinheiro nos bolsos da frente, por exemplo. Ele também ressalta a importância de ficar atento quanto ao consumo de bebidas alcoólicas.


“É importante que o público tenha consciência de não abusar do consumo de bebida alcoólica. Claro que é uma festa com forte presença da cerveja, mas é possível se divertir sem exagerar. Outra coisa importante é que as pessoas não combinem álcool e direção. Quem beber tem a opção de usar o transporte público e ir e voltar para casa em segurança”, destaca


Cães


Em outro local com várias atrações da Bauernfest, na Praça da Liberdade, a Guarda vai usar os cães de contenção de distúrbios e detecção de drogas. Os oito animais adultos que formam o canil da corporação e mais sete cedidos por parceiros serão usados nos 10 dias do evento. A todo momento, serão usados de quatro a seis cães simultaneamente.


Ao todo, 24 homens farão o manejo dos cachorros, incluindo agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil e do Batalhão de Ações com Cães (BAC) da Polícia Militar, que vão aproveitar a festa como parte do treinamento prático. Isso acontecerá a convite da Guarda Civil de Petrópolis, que também conta com eles para o patrulhamento do evento.
Terça, 20 Junho 2017 - 18:39

Guarda Civil finaliza os Jogos Proppaz

Segunda parte do Programa Promotores da Paz no semestre foi encerrada com a Escola Odette Fonseca


Na próxima semana, os alunos do curso serão “Guarda por um dia”, conhecendo o trabalho da corporação

 

A Guarda Civil encerrou nesta terça-feira (20.06) a segunda parte da Programa Promotores da Paz (Proppaz). A Escola Municipal Odette Fonseca, que fica no Duques, participou dos Jogos Proppaz, com atividades esportivas e lúdicas orientadas pelos instrutores do curso na Casa de Portugal, no Quitandinha, para 17 alunos de 8º e 9º anos. Na semana que vem, será realizada a ação “Guarda por um dia”, em que os estudantes vão conhecer a rotina e o trabalho feito pelos agentes.


Nesta terça, os alunos puderam jogar futsal e vôlei, além de disputar cabo de guerra, pular corda e participar de uma brincadeira em que o objetivo era proteger uma bola de festa presa no pé e estourar a dos outros participantes. Estas atividades foram acompanhadas pelo guarda Rodrigo de Brito, que faz parte da corporação há 10 anos e se formou em Educação Física nesse período. Os instrutores Leandro Melo, Augusto Carvalho e Valéria Guimarães também participaram dos jogos e o comandante da Guarda Civil prestigiou o encerramento da segunda etapa do curso.

 

“Gostei bastante dos jogos, foi bem bacana, divertido. Difícil escolher o que gostei mais. O Proppaz foi maravilhoso, nessas semanas acho que não só eu, mas todos os alunos aprendemos bastante sobre tudo que foi passado. Acho até uma pena que já está acabando”, disse a aluna do 9º ano,Cássia de Oliveira da Silva, de 14 anos.


As outras escolas também já tiveram os jogos e os participantes do Proppaz vão terminar o curso na semana que vem com o “Guarda por um dia”. A ação será feita na segunda-feira (26.06) com 124 alunos da Papa João Paulo II (que fica São Sebastião), terça (27.06) com 35 da Odette Fonseca (Duques) e na quarta (28.06), com 103 da Jamil Sabrá (Cel. Veiga). A Secretaria de Educação vai fazer o transporte dos estudantes durante todo o dia e vai fornecer a alimentação também.


Eles vão conhecer o trabalho do Grupo de Proteção Ambiental (GPA) durante visita ao Parque Natural Ipiranga. Também vão a pontos turísticos como a Praça da Liberdade – onde irão ao posto fixo mantido pela instituição – Palácio de Cristal – onde está o ônibus de videomonitoramento, que vai cobrir a Bauernfest – a Casa Barão de Mauá e a Casa Santos Dumont. Ainda serão levados ao Núcleo de Integração Social (NIS), no Alto da Serra. Farão uma visita à sede da Guarda, quando terão uma demonstração com os cães e conversarão com o comandante. Estão previstas idas à Câmara de Vereadores, à Secretaria de Educação e à Prefeitura. Por fim, no Obelisco, vão acompanhar o trabalho de orientação de trânsito.


O diretor adjunto da Odette Fonseca, Sérgio Cunha, esteve presente na Casa de Portugal acompanhando os alunos e acredita que as atividades desenvolvidas no curso terão repercussão no futuro de cada estudante.


“A construção do ser humano passa pela formação moral. Isso é fundamental para o combate à violência e acontece através do esporte e do curso promovido pela Guarda. O impacto em toda a vida é muito grande”, destacou.


“Acho que é muito importante porque eles serão bons instrumentos dentro de seus lares, das suas comunidades, para que possam promover essa cultura de paz. E é isso que o programa vem abordando e vem dando resultado positivo”, afirmou o comandante da Guarda.

 


Grupamento de Proteção Ambiental acertou detalhes do planejamento de educação para combate a incêndios

 O Grupamento de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Civil e técnicos da Defesa Civil realizaram nesta segunda-feira (19.06) mais uma reunião antes da apresentação do Plano Inverno. O planejamento de atuação no combate a incêndios no período de estiagem será divulgado nesta terça-feira (20.06), às 14h, na Casa dos Conselhos. Neste encontro, foram acertados os detalhes para estratégia de conscientização que será feita com alunos da rede municipal de ensino sobre os riscos de queimadas.

Dez técnicos da Defesa Civil estiveram na reunião, que contou com uma apresentação do coordenador de educação da Guarda Civil, Leandro da Silva. O material que foi exposto será acrescentado ao que vai ser passado às crianças e adolescentes a partir do segundo semestre nas escolas da cidade.

“Não adianta só fazer o combate às chamas. Conscientizar também é importante. Por isso, estamos acertando esse material que será passado para os estudantes”, explicou Leandro.

Nesse encontro, foi falado de legislação municipal, sobre como é feita a atuação preventiva, o combate a incêndios e a repressão ao uso de balões. Também foi mostrado os equipamentos utilizados para apagar as chamas.

A Defesa Civil coordena o trabalho de combate que é feito conjuntamente com o GPA e os Bombeiros. O Grupamento de Proteção Ambiental é composto de 25 agentes e conta com carro, abafadores e bombas costais (mochila que serve de reservatório de água). O trabalho é intensificado nesta época do ano, em que o número de focos de incêndio aumenta por causa da estiagem. Por isso, a pasta reuniu órgãos como Ministério Público Federal (MPF), Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Exército, Aeronáutica, Cruz Vermelha, Samu, órgãos ambientais, sociedade civil e todos os setores da prefeitura para traçar um plano para enfrentar esse problema. No ano passado, a cidade registrou 150 focos de incêndio segundo os bombeiros – em 2017, antes mesmo do período mais frio, já foram 43.

.

 

Grupamento de Proteção Ambiental percorreu trilhas de acesso proibido ao público e se deparou com cinzas de fogueiras e utensílios domésticos abandonados

Fiscalização foi feita dentro do planejamento do Plano Inverno e passará a acontecer mensalmente

 O Grupamento de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Civil encontrou nesta quarta-feira (14.06) indício acampamentos irregulares em dois pontos do Parque Ipiranga. Esses acampamentos ficam em locais onde o acesso ao público não é permitido. Foram detectados cinzas de fogueiras e utensílios domésticos, como panelas, potes de plásticos, embalagens de alimentos, entre outros, que indicam a presença recente de invasores..

A fiscalização ocorreu dentro do Plano Inverno, mas a partir de agora, passará a acontecer mensalmente. O objetivo era coibir possibilidade de criação de focos de incêndio e também caça de animais – que pode ser tipificado pela Lei de Crimes Ambientais.

 Um dos possíveis acampamentos foi encontrado na divisa do Parque com a Estrada da Saudade. Neles, foram achados panela de pressão, talheres, potes de plástico e potes de temperos. O outro estava no início da trilha que dá acesso à Av. Barão do Rio Branco. Por ali, além de panelas, havia garrafas de refrigerante, copos descartáveis, vidro de álcool (provavelmente usado para acender fogueira) e cordas. Todos esses materiais foram recolhidos e descartados pelos guardas.

De acordo com o subcomandante e coordenador do GPA, Altenir Mendes, mesmo com a chuva que caiu na cidade na madrugada desta quarta, foi possível perceber que as cinzas das fogueiras são recentes.

“Isso é perigoso porque pode se transformar em um incêndio, que pode atingir moradores as comunidades que ficam às margens do Parque e trazer danos à vida e ao patrimônio deles, além de causar problemas de saúde por causa da poluição. Também pode causar prejuízo a fauna e flora, deixar o solo vulnerável e provocar erosão”, explica Mendes.

O Parque Ipiranga é unidade de conservação e possui trilhas abertas ao público. Por isso, não é permitido ocupar outros locais. Pela Lei de Crimes Ambientais, quem for pego causando “dano direto ou indireto às Unidades de Conservação” pode ser preso até cinco anos. Provocar incêndio em mata pode render até quatro anos de prisão. No caso de caça de animais, a reclusão pode chegar a um ano mais multa.

Esse tipo de fiscalização não ocorria há três anos e foi feita agora por sugestão do coordenador do GPA como parte do Plano Inverno, uma ação de combate aos incêndios em matas criado pela prefeitura e liderada pela Secretaria de Defesa Civil – o plano será lançado oficialmente no próximo dia 20. A intenção do grupamento é fazer um levantamento de áreas com risco de queimadas. Esse trabalho de fiscalização mais intenso é necessário porque o Parque não tem uma delimitação física. As invasões, segundo a Guarda, ocorrem pelas comunidades vizinhas. 

Corporação vai acompanhar eventos realizados na Catedral São Pedro de Alcântara e no Parque Municipal de Itaipava

A Guarda Civil vai fazer patrulhamento e orientação de trânsito durante missas e procissões de Corpus Christi nesta quinta-feira (15.06). Os eventos vão ocorrer na Catedral São Pedro de Alcântara e no Parque Municipal de Itaipava, a partir de 15h. O trânsito nesses locais será bloqueado apenas meia hora antes da passagem dos fiéis e será liberado logo em seguida. Para ambos, serão deslocados uma viatura e quatro agentes.

A Catedral fará uma celebração e, depois, sairá em procissão pelas ruas São Pedro de Alcântara, Av. Tiradentes, Imperatriz, Imperador (lado par), Nelson de Sá Earp e Av. Koeler, até retornar ao templo religioso.

Em Itaipava, haverá uma procissão dentro do Parque, sobre os tapetes montados pelos fiéis, seguido de uma caminhada externa, na Estrada União e Indústria, que vai até o colégio Educandário Menino Jesus.

 

 

Segunda Inspetoria ocupará sala no Parque Municipal e vai cobrir toda a região do distrito

 

A Guarda Civil vai inaugurar mais uma base de atuação. A corporação vai ocupar uma das salas da Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP) no Parque Municipal de Itaipava para que esteja mais próximos dos distritos, onde residem 100 mil moradores. O local vai abrigar o trabalho da Segunda Inspetoria da instituição e vai cobrir os serviços realizados pelos agentes na região.

 

O serviço operacional  ficará em uma das sete salas que a SSOP, a qual a Guarda é subordinada,  tem no Parque. No local também já existe alojamento e espaço para a refeição dos GCs. Com espaço mais amplo, o planejamento das rondas de patrulhamento, fiscalização e orientação do trânsito, de cobertura do próprio Parque Municipal e da Ronda Escolar ficarão melhores.

 

O patrulhamento ciclístico será realizado no interior do Parque Municipal. Serão duas bicicletas que ficarão rodando o espaço durante todo o dia, garantindo maior segurança aos frequentadores. A Guarda está finalizando os preparativos para efetivar esse serviço.

 

Outra novidade será a realização de edições do choque de ordem no distrito, que também já estão sendo planejadas pela Guarda. Esses serviços vão acontecer a partir de demandas apresentadas pelos moradores desse local.

 

“Alguns desses serviços já eram realizados por nós, como a Ronda Escolar, o patrulhamento do Parque e do entorno. Mas recebemos pedidos dos moradores para que outras ações acontecessem nessa região. A partir de agora, com essa estrutura, vamos poder atender essas demandas e proporcionar maior proteção a todos. E seguiremos contanto com a colaboração deles para melhorar nossa atuação sempre”, diz o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni.

Segunda, 12 Junho 2017 - 16:34

Guarda Civil faz prisão na Mosela

Prisão ocorreu no sábado (10.06) após uma briga

A Guarda Civil prendeu em flagrante um homem suspeito de esfaquear outro na Mosela, no sábado (10.06). A tentativa de homicídio teria acontecido após uma briga entre os dois e a GC que estava fazendo ronda nas proximidades foi acionada. O suspeito de agressão foi levado para a 105ª Delegacia de Polícia, no Retiro. Já a vítima foi encaminhada para o Hospital Alcides Carneiro com ferimentos nas mãos, mas já foi liberado.

A briga aconteceu em um bar, mas o agressor não contou qual foi a origem do desentendimento. Foram usadas duas facas para atingir o homem. O agressor será acusado de tentativa de homicídio e pode ser condenado a dois a 13 anos de prisão.

A vítima foi avaliada pela equipe de cirurgia do HAC, que suturou as mãos dele e fez curativos. O paciente foi liberado após a realização de exames e avaliação médica.

“Os guardas estavam no local fazendo patrulhamento da região e, quando foram acionados, estavam prontos atender à população. Temos trabalhado para garantir que todos os petropolitanos se sentam cada vez mais seguros e as rondas pela cidade tem essa função”, disse o comandante da Guarda Civil.

 

Pagina 1 de 13

DO

LDO 2018

iptu

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

selo acesso informacao.fw