As mudanças no trânsito promovida pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) foram fundamentais para o sucesso do primeiro fim de semana de Bauernfest. Com a inversão da mão da Rua Padre Siqueira, os mais de 150 mil visitantes que passaram pelos quatro pontos do evento de sexta a domingo não tiveram dificuldades para chegar à festa. Dados da Concer dão conta que 56.772 veículos passaram pela cidade neste período, sendo 39.961 pela Serra e 16.811 vindo de Areal. No período, a CPTrans registrou 152 ônibus com turistas durante a Bauernfest.

        A operação especial adotada para Bauernfest mobilizou todos os agentes da CPTrans orientando o trânsito. Eles são encontrados nos principais cruzamentos da cidade, em pontos onde houve alteração no entorno da festa e nas entradas do município. No domingo, durante uma hora, a equipe também atuou durante uma procissão que aconteceu na Montecaseros e, embora o trânsito tenha ficado mais carregado neste período, os veículos conseguiram trafegar sem dificuldades.

         A alteração da Rua Padre Siqueira serve como alternativa para quem utilizaria a Alfredo Pachá, fechada para a Bauernfest. A mudança afeta, principalmente, motoristas que seguem dos distritos e tem como destino o Quitandinha ou o Bingen. A mudança foi testada ao longo da última quinta-feira (22) pela CPTrans e apresentou bons reflexos no trânsito da cidade, segundo aplicada desde o primeiro dia de festa.

“Eu nunca vi o trânsito fluindo assim durante a Bauern. A cidade está cheia e a gente estava habituado a ficar retido em alguns pontos, mas agora não está assim. Ficou mais fácil e muito mais rápido chegar, além de vermos agentes de trânsito e guardas civis orientando as pessoas. A organização da festa está excelente”, elogiou a fã da festa, Mariana Lemos Ferreira, moradora de Itaipava, que visitou a festa no domingo com os filhos e o marido.

Alternativa para quem não segue para a Bauern é utilizar o trecho entre Itaipava e o Bingen, que além da BR-040, tem a opção de passagem subindo o Quarteirão Brasileiro e saindo na Mosela. A opção se dá para quem precisa fazer o caminho contrário. Alternativa entre o Bingen e o Quitandinha, evitando o Centro, é a passagem pelo Vila Militar, chegando no Valparaíso. Outra opção de passagem para o Valparaíso é a utilização da Comunidade Oswaldo Cruz – que dá acesso ao Cemitério Municipal. Entre o Itamarati e o Quitandinha, a rota alternativa é o Alto da Serra, pela Rua Santos Dumont.

Uma das pessoas que está utilizando um desses trechos é o comerciante Oswaldo José Júnior, morador do Bingen. “Eu sempre passei pelo Centro, mas acho que por hábito, desde que foi divulgado o caminho alternativo passando pelo Vila Militar, comecei a fazê-lo e, para mim, servirá não só para o período da Bauern, mas todos os outros. É uma mudança de cultura, mas o tempo economizo faz diferença”, conta. 

 Mudanças bem sucedidas permanecem até o final da festa


A Rua Padre Siqueira ficará com a mão invertida nos 10 dias de Bauernfest. A mudança acontece como opção para quem seguiria pela Alfredo Pachá, que está interditada por conta do burgo alemão montado para receber petropolitanos e turistas. Até 2 de julho, as ruas do Centro estão sujeitas à alteração com objetivo de minimizar os impactos causados pelo evento. A mudança foi testada ao longo da quinta-feira (22) pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) e apresentou bons reflexos no trânsito da cidade.  Toda a equipe da empresa responsável pelo trânsito e transporte da cidade está mobilizada para o atendimento da festa.

 

A mudança afeta principalmente para quem segue dos distritos e tem como destino o Quitandinha ou o Bingen. Alteração programada para acontecer pontualmente é a colocação da Montecaseros em mão única no sentido do Colégio Santa Catarina até a Avenida Piabanha. Os agentes da CPTrans deverão fazer alterações em horários de pico.

 

Uma desses alternativas se dá no trecho entre Itaipava e o Bingen, que além da BR-040, tem a opção de passagem subindo o Quarteirão Brasileiro e saindo na Mosela. A opção se dá para quem precisa fazer o caminho contrário. Alternativa entre o Bingen e o Quitandinha, evitando o Centro, é a passagem pelo Vila Militar, chegando no Valparaíso. Outra opção de passagem para o Valparaíso é a utilização da Comunidade Oswaldo Cruz – que dá acesso ao Cemitério Municipal. Entre o Itamarati e o Quitandinha, a rota alternativa é o Alto da Serra, pela Rua Santos Dumont.

 

Linha de ônibus vai atender a festa


A CPTrans solicitou ao Setranspetro a colocação de uma linha de ônibus que atende o público com destino ao Bauernfest. Com o letreiro indicativo com o nome da festa, os veículos têm previsão de saída do Terminal Bingen a cada 15 minutos com destino final na Rua Roberto Silveira, de onde retornar ao Terminal. O valor cobrado pelo trajeto é o já praticado pelas linhas executivas, de R$ 5. A linha exclusiva vai funcionar aos sábados e domingos de festa, além do feriado do dia 29 de junho. Além dessa linha, todas os ônibus do município que passam pela Bauern estão com o letreiro indicativo “Via Bauernfest”

 

            Folders serão distribuído com dicas para estacionamento


 Para que não haja dúvidas na hora de estacionar, a Prefeitura, em parceria com a CPTrans e a Sinalpark, está distribuindo o folder contendo todas as informações sobre o estacionamento rotativo. O material traz detalhes sobre o aplicativo Digipare – que entre outras vantagens oferece a possibilidade de prolongar o tempo de permanência nas vagas -, sobre como usar o Parquímetro, o serviço de valet, o horário de cobrança, entre outros serviços.


O estacionamento rotativo irá funcionar nos 10 dias de festa de 8h às 22h, ao custo de R$ 3 a hora, sem limite de tempo, no entorno da Bauernfest. As ruas que terão horário de rotativo ampliado são: Rua da Imperatriz, Barão do Amazonas, Irmãos D’Ângelo, São Pedro de Alcântara, Nelson de Sá Earp, Avenida Koeler, Avenida Tiradentes, Rua Roberto da Silveira, ruas 7 de Abril, Padre Siqueira, Avenida Presidente Kennedy, ruas 13 de Maio, Montecaseros, Frei Rogério e a Avenida Barão do Rio Branco – que será sinalizada.O serviço de valet vai funcionar na Avenida Roberto Silveira aos sábados, domingos e no feriado do Dia do Colono.


Ônibus e vans de turismo terão local exclusivo para estacionamento


            Os ônibus e vans de turismo que subirem a serra durante Bauernfest terão local de estacionamento garantido para estacionamento. Os ônibus, após fazerem o desembarque no Relógio da Flores, deverão seguir para o Quitandinha (a Avenida Getúlio Vargas ficará em mão única para que os veículos estacionem ao longo da via) e para o Bingen, próximo à Universidade Estácio de Sá. Já as vans ocuparão o espaço do estacionamento da prefeitura, na Rua do Imperador, aos sábados e domingos.

Objetivo é propagar a utilização do sistema, que oferece vantagens como a integração e o desconto de R$ 0,10 na tarifa

            Com o objetivo de expandir a utilização do RioCard, um quiosque foi montado no Terminal Itaipava para o cadastro de novos usuários no sistema eletrônico de passagens. Atualmente, cerca de 70% dos passageiros já utilizam o sistema, que traz, entre outras vantagens, a integração com outras linhas e o desconto de R$ 0,10 na tarifa.

            O quiosque fica ao lado do terminal de autoatendimento que já existe no local. Um promotor realiza o atendimento de 7 às 17h – com 1 hora de intervalo para almoço - de segunda a sexta-feira. A previsão é que o atendimento descentralizado continue no Terminal Itaipava pelos próximos dois meses.

            Atualmente, quem tem o cartão eletrônico pode fazer a recarga na loja da RioCard, no Centro, em oito máquinas de autoatendimento do município – além de uma em Areal, em pontos credenciados, além dos sites www.cartaoriocard.com.br e www.recargafacil.riocard.com.

            De acordo com a gerente de planejamento do Setranspetro, Carla Rivetti, levar o quiosque de atendimento até o Terminal de Itaipava é facilitador para os usuários que vivem nos bairros mais afastados do Centro.

“O sindicato e a RioCard entende que o serviço é essencial para os moradores dos distritos que muitas vezes, por falta de tempo, não conseguem fazer o cadastro no sistema e utilizar o cartão”, explica.

Confira onde estão as máquinas de recarga:

Posse – Bramil – Praça Presidente Castelo Branco, 429.

Itaipava – Terminal Itaipava - Rodovia Philuvio Serqueira Rodrigues, s/n.

Itaipava – Bramil – Estrada União e Indústria.

Corrêas – Terminal Corrêas – Av. Paulo Maurity, 2853.

Itamarati – Rua Bernardo Proença, 235.

Itamarati – Bramil – Rua Bernardo Proença, 154.

Bingen – Terminal Bingen – Rodovia BR-040, KM 82,9.

Centro – Terminal Centro – Rua Doutor Porciúncula, 75.

 

           Os controladores de estacionamento rotativo estão recebendo um treinamento com o foco no atendimento aos usuários durante a 28ª edição da Bauernfest. Com expectativa de 320 mil pessoas passando nos 10 dias de festa, o curso proferido pela turismóloga Marília Mills traz à tona a história do tradicional evento, além de informações sobre as atrações que compõem a festa. A preparação foi dada nesta quarta-feira (21.06) a 30 controladores e continua nesta quinta (22), para outro grupo de 30 profissionais da Sinalpark.

            A capacitação inédita tem como objetivo preparar esses profissionais, que, em muitos casos, são as primeiras pessoas com as quais os turistas têm contato ao chegar no município. O curso foi realizado graças a uma parceria entre a Prefeitura, por meio da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), Petrópolis Convention e Visitors Bureau, Sicomércio e Sinalpark.

            Para a controladora, Adriana Lemos, receber esse tipo de treinamento é fundamental, pois os profissionais são muito demandados pelos turistas pedindo informações sobre a cidade e sobre eventos que ocorrem no município. “Diferente do ano passado, que não fomos preparados, dessa vez recebemos informações adequadas que serão importantes no nosso dia a dia de trabalho”, conta.

            De acordo com a turismóloga, é essencial que os profissionais se sintam parte integrante do contexto turístico que Petrópolis tem. “Esse papel é fundamental na composição de uma cidade voltada ao turismo. E é bom que eles saibam como funciona cada detalhe para que possam prorrogar essa ideia”, destaca Marília.

            Durante os dias de festa, o horário de cobrança do rotativo vai ser expandido até às 22h no entorno da Bauern. O valor de cobrança dessas vagas será de R$1,50 cada meia hora, sem limite no tempo de utilização. Haverá, ainda, um serviço de valet, na Avenida Roberto Silveira, em frente à Escola Doméstica Nossa Senhora do Amparo, próximo à festa

 

Terça, 20 Junho 2017 - 18:41

Aviso interdição – Alfredo Pachá

Montagem da estrutura da Bauernfest

 

A Rua Alfredo Pachá será interditada a partir das 8h de quarta-feira (21.06) para a montagem da estrutura física de barracas e do pórtico da Bauernfest. A previsão é que todo o processo seja concluído até o início da tarde, sendo liberado para carros de passeio em seguida. O local ficará aberto para a passagem de veículos até às 10h de sexta-feira (23), data de início da Festa do Colono Alemão, quando será totalmente interditado.

 

Atendendo a uma solicitação dos comerciantes, o espaço ficará totalmente interditado até o dia 3 de julho, ao contrário do anunciado anteriormente, quando havia previsão de liberação da rua a partir das 4h.


Para oferecer opção de estacionamento aos visitantes que chegam à Bauernfest e ordenar o trânsito, a CPTrans vai estender até às 22h o rotativo no Centro Histórico, nas ruas de entorno da festa. A Sinalpark vai operar o estacionamento todos os dias da festa, de 23 de junho a 02 de julho até as 22h.  O valor de cobrança dessas vagas será de R$1,50 cada meia hora e R$ 3,00/hora. Quem quiser aproveitar a festa sem preocupação em buscar um local para a parada do veículo, poderá contar com o serviço de valet disponibilizado pela empresa, que vai custar R$ 30.

            O valet terá a área de estocagem, ou seja, local onde omotorista irá entregar seu carro e buscá-lo depois, na Avenida Roberto Silveira, em frente à Escola Doméstica Nossa Senhora do Amparo, bem próximo a festa. Os manobristas estarão devidamente identificados. Esse serviço estará disponível nos sábados (24 de junho e 1º de julho), nos domingos (25 de junho e 2 de julho) e no feriado do Dia do Colono (29 de junho).

            As ruas que terão horário de rotativo ampliado, com o período de cobrança diferenciado são: Rua da Imperatriz, Barão do Amazonas, Irmãos D’Ângelo, São Pedro de Alcântara, Nelson de Sá Earp, Avenida Koeler, Avenida Tiradentes, Rua Roberto da Silveira, ruas 7 de Abril, Padre Siqueira, Avenida Presidente Kennedy, ruas 13 de Maio, Montecaseros, Frei Rogério e a Avenida Barão do Rio Branco – que será sinalizada. A CPTrans ressalta que a demarcação de vagas ao longo da Barão do Rio Branco visa oferecer maior possibilidade de estacionamento ao público da festa.

 

 

Os ônibus de turismo com destino à Bauernfest deverão fazer o embarque e desembarque de passageiros no Relógio das Flores. A nova medida foi adotada após um teste com um ônibus identificar que os veículos poderiam atingir os galhos das árvores, da Avenida Koeler, local previamente anunciado para este fim. Já as vans ocuparão o espaço do estacionamento, na Rua do Imperador ( ao lado da CEF) aos sábados e domingos.


Nos dois domingos – 25 de junho e 2 julho -, estão programados os tradicionais desfiles da Bauernfest, a partir das 10h, e previsão é de que, pelo menos, 220 ônibus com turistas cheguem para acompanhar a festa pela manhã nessas datas. Após os ônibus efetuarem o desembarque no Relógio das Flores, eles deverão seguir para o Quitandinha, onde ficam estacionados até a hora do embarque dos turistas, programada de acordo com o critério de cada veículo.


Já as vans poderão realizar o desembarque em outros pontos da cidade, em locais que não comprometam o trânsito. Em seguida, deverão seguir para o estacionamento na Rua do Imperador (ao lado da CEF) onde será cobrado o valor de R$ 12 (tarifa única) para todo o dia.


Interdição na Rua Alfreda Pachá começa na sexta-feira (23)


A interdição da Rua Alfredo Pachá começa a partir da sexta-feira (23) às 10h para o trânsito de veículos. A motivo é a início da 28ª edição da Bauernfest, a festa do Colono Alemão. Até o dia 2 de julho, a rua em frente ao Palácio de Cristal interrompe o fluxo durante quase todo o dia para dar lugar às barraquinhas que compõem a segunda maior festa do gênero no país. As alterações nesses locais vão até às 4h, quando o fluxo de veículos é liberado para carros de pequeno.

 
 

 

         A CPTrans já contabiliza 218 novas placas instaladas ou substituídas em todos os cinco distritos da cidade. As melhorias na sinalização vertical foram realizadas em diversas ruas do município, mas o ganho viário também acontece com a melhoria na pintura da sinalização horizontal, que, só de faixa de pedestres, contemplou 238. Os quebra-molas também receberam atenção, com a sinalização de 68 deles.

            Para que as melhorias fossem possíveis, foram utilizadas 9 mil metros de tinta branca e 2.300 metros de tinta amarela. Um investimento de R$ 160 mil, que, em janeiro, já era superior a todo gasto com material de sinalização feito pela gestão anterior em 2016. A colocação de placa, muitas vezes substituídas por conta da ação de vândalos, também é importante para melhorar o trânsito, dando atenção especial às áreas próximas as escolas e unidades de saúde, e a pontos de retenção. As melhorias são alternativas pontuais e visam melhorar o fluxo de veículos no município.

            Nas ruas do Centro, além da pintura, foram realizadas a sinalização horizontal longitudinal (pintura de meio de pista). Um dos problemas de sinalização encontrados pela CPTrans é a demarcação inadequada das vias, o que compromete o andamento dos trabalhos das equipes, uma vez que é necessário reavaliar toda a sinalização daquele espaço.

            “Fazer essas correções é essencial para que o petropolitano e os turistas consigam dirigir pela cidade sem encontrar maiores problemas. Estamos hoje reorganizando todo o trânsito da cidade, uma tarefa que foi negligenciada por anos, pois demanda grande desgaste, mas que é extremamente necessária para que não vejamos o trânsito do município parar. A CPTrans está trabalhando com seus engenheiros em busca das melhores alternativas para a mobilidade do município”, explica o especialista em engenharia de tráfego e diretor técnico operacional da Companhia, Luciano Moreira.

 

Caminhos alternativos é opção para fugir do trânsito durante a festa do Colono Alemão

            A interdição da Rua Alfredo Pachá começa a partir da próxima sexta-feira (23) às 10h para o trânsito de veículos. A motivo é a início da 28ª edição da Bauernfest, a festa do Colono Alemão. Até o dia 2 de julho, a rua em frente ao Palácio de Cristal interrompe o fluxo durante quase todo o dia para dar lugar às barraquinhas que compõem a segunda maior festa do gênero no país. As alterações nesses locais vão até às 4h, quando o fluxo de veículos é liberado para carros de pequeno.

            Com a expectativa de 320 mil pessoas se dirigindo à festa em seus 10 dias, a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), está instruindo aos petropolitanos rotas alternativas para diminuir o impacto sobre as ruas do Centro Histórico, aumentando a fluidez para quem não tiver a festa como destino final e melhorando a mobilidade no trânsito.

            Uma desses alternativas se dá no trecho entre Itaipava e o Bingen, que além da BR-040, tem a opção de passagem subindo o Quarteirão Brasileiro, saindo na Mosela. A opção se dá para quem precisa fazer o caminho contrário. Alternativa entre o Bingen e o Quitandinha, evitando o Centro, é a passagem pelo Vila Militar, chegando no Valparaíso. Outra opção de passagem para o Valparaíso é a utilização da Comunidade Oswaldo Cruz – que dá acesso ao Cemitério Municipal. Entre o Itamarati e o Quitandinha, a rota alternativa é o Alto da Serra, pela Rua Santos Dumont.

            Por conta do grande fluxo de veículos que estará na cidade, a Alfredo Pachá também ficará aberta entre 4h e 10h, quando os veículos de pequeno porte estarão autorizados e passar pela via. A medida foi adotada porque, principalmente nos dias de semana, o número de veículos que passam pela rua é grande. 

Os 60 controladores de estacionamento rotativo tiveram o treinamento voltado à melhoria no atendimento ao usuário concluída nesta quarta-feira (14.06). A parceria entre a prefeitura, Convention Bureau, Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio) e Sinalpark, tem como objetivo tornar esses profissionais agentes do desenvolvimento do turismo expandido suas virtudes e dando tratamento individual e exclusivo a cada cliente. A qualificação foi promovida pela turismóloga, Marília Mills.

A qualificação teve início na semana passada e abordou conceitos como hospitalidade, qualidade, empatia, tolerância, satisfação, além da importância histórica de Petrópolis e sua vocação turística. De acordo com Marília, a capacitação é essencial para que os controladores sintam que fazem parte de um contexto turístico e que estão fortemente ligados a impressão que osvisitantes têm do município.

“Os controladores, muitas vezes, são o primeiro contato que o turista tem quando chega à cidade. Então, eles são referências para tirar dúvidas, esclarecer uma informação sobre os pontos turísticos. Para eles, saber a história da cidade é fundamental no exercício do trabalho. Acredito que esse é o primeiro passo da conscientização dos seus papeis no município”, diz a turismóloga.

Há um ano e meio trabalhando como controlador de rotativo, Luiz Carlos Assumpção achou o treinamento essencial para o exercício do seu trabalho. “Embora more em Petrópolis há 15 anos, tinha informações sobre a história da cidade que eu desconhecia e que será importante no dia a dia. Além disso, é importante que tenhamos mais conhecimento, principalmente, no que se refere ao trato com as pessoas, que muitas pessoas, às vezes, acabam não tendo noção de como proceder”, explica.

De acordo com o diretor da Sinalpark, Luiz Baltar, o município é reconhecido nacionalmente não apenas pelo seu patrimônio histórico e cultural, mas também pela qualidade de vida de seus moradores e pela forma de receber seus visitantes. “A Sinalpark tem como meta aprimorar e uniformizar o tratamento ao usuário do estacionamento rotativo, sendo este seu maior desafio institucional. Para um atendimento de excelência são necessárias novas práticas como cordialidade, postura adequada, respeito presteza e atenção com as pessoas. Buscamos, com esta iniciativa, capacitar nossos funcionários e fazê-los perceber a importância de sua atuação”, destaca.

Pagina 1 de 33

DO

LDO 2018

iptu

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

selo acesso informacao.fw