Sexta, 19 Outubro 2018 - 20:06

Parnaso quer criar nova sede em Petrópolis

Parque recebeu, só este ano, 14.954 pessoas até setembro que passaram pela entrada do município. Nova estrutura deverá aumentar o movimento de visitantes

A unidade de conservação está entre os principais pontos turísticos da cidade

De janeiro a setembro deste ano, passaram pela entrada de Petrópolis do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, o Parnaso, quase 15 mil pessoas. A maior parte do território do parque está na Cidade Imperial. É aqui a entrada da travessia Petrópolis-Teresópolis, considerada a mais bonita do Brasil. E é por isso que o município deverá ganhar uma nova sede. O parque já está em fase final para a viabilização de um terreno que deverá abrigar uma grande estrutura – processo que vem desde 2011. A ideia é que o lugar funcione como meio de hospedagem, alojamento para, por exemplo, pesquisadores e brigadistas, área para camping, além de loja de souvenir, informações, entre outros, semelhante à estrutura já existente em Teresópolis.

O Parnaso é uma das unidades de conservação mais conhecidas e visitadas do Brasil, e o terceiro Parque Nacional mais antigo do país. Só no ano passado, o parque registrou um total de 42.021 mil pessoas passando pela entrada de Petrópolis.

O investimento no ecoturismo tem um segundo ganho para a cidade: ajuda a conservar as riquezas naturais porque traz à região um público que preza pelo Ambiente e também estimula estar atentos à preservação.

“Estamos em fase final no processo de desapropriação do terreno para a nova sede. O próximo desafio será a implementação desse espaço. Atualmente só temos uma portaria em Petrópolis, e nossa expectativa é de que uma nova sede aumente a visitação. As pessoas procuram muito esse contato com a natureza, muitos que vivem em cidades conturbadas procuram espaços mais calmos e tranquilos, como aqui”, destaca o chefe do Parnaso, Leandro Goulart.

Petrópolis tem seguido a tendência mundial de valorização do turismo sustentável, de natureza e ecoturismo. Cercado de opções para lazer e prática de esportes ao ar livre, o Parnaso é só um exemplo de que o município vem se consolidando como referência nesse tipo de atividade.

“O ecoturismo é uma das vocações da cidade. Somos um município plural, com diversos circuitos turísticos, mas o turismo de natureza está entre os nossos principais atrativos. Temos uma cidade linda, rodeada de verde e com grande parte do Parnaso, que atrai visitantes do mundo inteiro”, frisa o prefeito Bernardo Rossi. “Os turistas têm, cada vez mais, procurado por destinos onde é possível esse contato com a natureza. E o Parnaso oferece atividades para todos os gostos, como caminhadas leves ou mais pesadas, cachoeiras, trilhas, entre outras”, completa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.  

Com a nova sede no Parnaso também será possível ampliar o número de brigadistas no local, já a parte de Petrópolis é a que mais sofre com problemas relacionados à incêndios florestais.

O Parnaso é uma Unidade de Conservação Federal de Proteção Integral, subordinada ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Em Petrópolis, o acesso é feito por Corrêas. A Travessia Petrópolis-Teresópolis é um dos atrativos mais conhecidos do parque, feita em dois ou três dias, percorrendo 42 km de trilhas. Banhos de cachoeira e as caminhadas para apreciar a vegetação e a fauna da Mata Atlântica também estão entre as opções. Criado em 1939 para proteger a paisagem e a biodiversidade daquele trecho da Serra do Mar na Região Serrana, são 20.024 hectares protegidos nos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim. O Parque abriga mais de 2.800 espécies de plantas, 462 espécies de aves, 105 de mamíferos, 103 de anfíbios e 83 de répteis, incluindo 130 animais ameaçados de extinção. O parque funciona de 8h às 17h.

Será o terceiro local na cidade onde é possível trocar o material reciclável por descontos na conta de luz

Instalação da estrutura está planejada para o mês de novembro

Os moradores da região do Quitandinha vão ter mais facilidade para participar da coleta seletiva do município e conseguir descontos na conta de luz. O bairro vai ganhar um ecoponto em frente à sede da Comdep. O planejamento é para instalação da estrutura no mês de novembro. Será o terceiro local na cidade onde será possível levar o material reciclável. Nos outros dois, 40,5 toneladas de resíduos foram entregues por quase 1,2 mil participantes de janeiro a julho.

Todo trabalho será feito em parceria entre a Comdep e a Enel Distribuição Rio, como já acontece na Mosela e em Itaipava. A estrutura é similar à que fica no Parque Municipal, com a concessionária disponibilizando um contêiner para recepcionar o material reciclável e os equipamentos usados no serviço (computador, balança, etc.), enquanto a Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis vai ceder funcionários para fazer o cálculo do desconto.

Esse é um trabalho que já é feito no município e que tem dado certo, não só por dar a destinação correta para o lixo que pode ser reaproveitado, mas também pelos descontos na conta de luz. O objetivo é ampliar os serviços feitos no município e não é diferente com a coleta seletiva. Por isso, agora será instalado o ecoponto, dessa vez em frente à Comdep, o que vai facilitar ainda mais para quem quer participar e mora no Quitandinha, Independência, Dr. Thouzet, São Sebastião, Siméria, ao longo da Cel. Veiga.

Hoje, qualquer pessoa pode levar voluntariamente para os ecopontos da Mosela ou de Itaipava papel, plástico, alumínio, vidro, óleo de cozinha, entre outros tipos de material, e reduzir o valor da conta de luz. Mas com certeza ter um ponto mais próximo vai estimular ainda mais pessoas a participar da coleta seletiva no município.

O ecoponto será feito em contêineres com 2,5 metros de largura e oito metros de comprimento. Ele vai funcionar de 8h às 17h30, mesmo horário de funcionamento da Comdep.

Qualquer cliente, pessoa física ou jurídica, pode participar do programa. Para isso, basta apresentar a conta de energia na primeira vez que levar o material reciclável ao ecoponto. Pelo número do cliente, é feito um cadastro e o morador ganhar um cartão. A partir da segunda vez que for levar o material reciclável ao ecoponto, basta apresentar o cartão. O desconto será computado no cartão e o abatimento virá na próxima fatura.

Materiais devem ser limpos

 A coordenadora de educação ambiental da Comdep, Jussara Gatto Justen, explica como deve ser feita a separação para entrega dos materiais.

“A primeira coisa que o morador deve separar é o lixo orgânico do lixo seco. O ecoponto não recebe alimentos, com exceção do óleo de cozinha. Outro cuidado é que os materiais devem estar limpos, porque se não os materiais podem ficar contaminados e impedir o reaproveitamento deles. É bem simples: uma caixinha de leite ou uma garrafa pet, por exemplo, basta lavar com água e depois levar para o ecoponto”, exemplifica.

Papel e papelão; garrafas de plástico de refrigerante (garrafas pet); latas de cerveja e refrigerante; embalagens tipo longa vida; embalagens de vidro (garrafas de cerveja, refrigerantes, copos, vidro de café solúvel, aguardente,etc); ferros em geral; plásticos (embalagens de detergente, água sanitária, margarina, copos, etc.) são alguns exemplos do que pode ser entregue e gerar descontos na conta de luz.

Uma boa maneira de saber se aquele material é reaproveitável é procurar o símbolo da reciclagem, um desenho com três setas apontando uma para outra formando um triângulo. Elas representam o ciclo do produto no mundo: a primeira representa indústria que fabrica o produto; a segunda, o consumidor que faz o uso dele; e a última, o retorno desse resíduo para a cadeia produtiva (através da reciclagem).

Até julho, a Mosela tinha 942 participantes e 24 toneladas recolhidas. O ecoponto fica Rua Mosela, sem número, em frente à Cruz Vermelha (funcionamento de segunda a sexta, de 7h30 e 16h30). Já em Itaipava, o endereço é Estrada União e Indústria, 10.000 (aberto todos os dias, de 8h às 17h). Nos sete primeiros meses do ano, eram 247 pessoas cadastradas e 16,5 toneladas entregues.

Coleta seletiva em Petrópolis

Em Petrópolis, o material reciclável também é recolhido em seis bairros pelo programa “Porta a Porta” – Bingen (segunda), Mosela (terça), Valparaíso (quarta), Morin (quinta), Alto da Serra (sexta) e Bairro Castrioto (sábado) – e mais três locais – Centro, Corrêas e Araras – contam coma coleta eventual. São cerca de 60 toneladas de materiais como plástico, papel, metal e vidro recolhido por mês.

“A coleta seletiva traz a preservação do meio ambiente, porque retira da natureza materiais que demorariam anos, décadas, até séculos para se decompor, mas também tem impacto direto no dia a dia da população. Ao reaproveitar corretamente algo iria para o lixo sem necessidade, melhora a limpeza da rua, diminui a poluição de solo, água e ar, é possível gerar empregos com a reciclagem. Os benefícios são inúmeros para o planeta e para a sociedade”, ressalta o diretor técnico-industrial da Comdep, Marcos Albuquerque.

Parceria da prefeitura com estado está beneficiando moradores de localidades próximas a regiões de preservação ambiental

O Serviço de Castração gratuita de cães e gatos chegou, nesta sexta-feira (19.10), ao décimo dia de trabalhos. Foram 200 animais esterilizados desde o início da campanha, uma parceria da prefeitura com a Secretaria de Estado de Ambiente e o Instituto Estadual do Ambiente (INEA). Um contêiner foi montado no Parque Municipal de Itaipava. A previsão é que mais 400 animais passem pelo procedimento até o dia 7 de novembro, beneficiando moradores de 12 localidades no entorno de áreas de preservação.

A gestão reativou o Serviço de Castração Gratuita em julho, promovendo mais de 900 castrações em Corrêas. O controle da população de animais de rua é um trabalho muito importante, questão de Saúde pública. A parceria com o governo do estado vem  auxiliar neste trabalho desenvolvido pelo município. A prefeitura quer permitir que ainda mais pessoas tenham acesso a este serviço.

Estão sendo atendidos moradores de regiões próximas a áreas de preservação ambiental: Araras, Rocio, Vale das Videiras, Vista Alegre, Santa Luzia, Poços Peixes, Caititu, Santa Isabel, Bonfim, Castelo São Manoel, Caxambu e Tapera. A ideia é diminuir os riscos de impactos ambientais nestes locais.

“Por isso buscamos atender os moradores destes locais, para evitar ninhadas indesejadas próximos a áreas de conservação, reduzindo a possibilidade de riscos ambientais. A castração, ainda, ajuda a prevenir doenças, como o câncer de próstata e de mama. Fomos muito bem recebidos pela prefeitura e a estrutura é muito boa”, destacou o veterinário responsável, Mateus Moreira.

As castrações vão se estender até o dia 07 de novembro. Os cadastros já foram feitos por agentes da Rebio Araras, nos bairros. A ação é por meio do Projeto Ambiente Animal, da SEA e do Inea, que leva o mutirão de castração para cidades do interior do estado. Ele é executado e desenvolvido pelo Viva Rio Socioambiental que firmou Termo de Cooperação Técnica com a clínica veterinária Can&Fel, com recursos da Câmara de Compensação Ambiental. O Projeto foi lançado em maio, na capital, e já passou por Vassouras e Valença.

“Nossa entidade filantrópica cuida de mais de 200 animais e sei bem a importância que tem ações como esta. Estou trazendo quarenta animais para castrações, cinco por dia. É um serviço muito bacana”, disse o fundador da entidade Dogs Heaven, Guilherme Agnew.

 Em novembro, a Prefeitura vai realizar mais uma etapa do serviço de Castração Gratuita, que vai esterilizar mais de mil cães e gatos de Itaipava, ação que acontece entre os dias 22 e 29 de novembro, também no Parque Municipal. Agentes comunitários estão percorrendo as comunidades para cadastrar os moradores que quiserem o serviço, que será restrito para beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF). Mais 1,2 mil cadastros foram abertos para esta etapa.

 

Iniciativa é do Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação

Cuidadores escolares concursados que atuam nas escolas da rede municipal poderão participar do curso “Formação Básica para cuidadores: compreendendo o aluno com deficiência e o processo de Inclusão Escolar", que será realizado pelo Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação, nos próximos meses.

Os participantes receberão certificado de participação de acordo com a frequência. As aulas ocorrerão no Centro de Referência em Educação Inclusiva João Pedro de Souza Rosa nos dias: 22 de outubro (13h às 17h); 5 de novembro (8h30 às 12h30); 26 de novembro (13h às 17h) e no dia 10 de dezembro (8h30 às 12h30).

Cursos e oficinas são oferecidos regularmente pela Secretaria de Educação com o objetivo de fortalecer a relação entre os servidores e os próprios alunos. Através das trocas de ideias e informações, o poder público consegue projetar cursos e projetos que podem orientar o trabalho nas instituições escolares, pensando sempre no melhor atendimento para os alunos.

O objetivo, segundo a Secretaria de Educação, é o de apresentar os fundamentos técnicos sobre a paralisia cerebral e a deficiência intelectual.

“O curso vai abordar, ainda, a importância do processo de inclusão escolar, suas dificuldades e o que pode ser feito para facilitar a ambientação dos alunos. Os cuidadores também poderão falar sobre as suas vivências e tirar dúvidas”, afirma a secretária de Educação, Samea Ázara.

As aulas serão ministradas por Marcia Ladvocat, professora e doutora na área de educação. Serão trabalhados quatro módulos – 16 horas de aulas, segundo os temas: Atitude do cuidador na pratica educativa e vivência profissional, Fundamentos teóricos sobre a paralisia cerebral e vivência profissional, Fundamentos teóricos sobre a deficiência intelectual e vivência profissional e Integração e Inclusão.

O CREI – Centro de Referência em Educação Inclusiva João Pedro de Souza Rosa fica na Avenida Koeler, nº 87.

São aulas de ginástica e alongamento, dança e futsal gratuitas para a população

O Agita Petrópolis está com vagas abertas para novos alunos no Siméria, Madame Machado, Bataillard e Vila Rica. O programa atende nestes locais cerca de 300 pessoas, entre crianças e adultos, com aulas de ginástica e alongamento, futsal, futebol society e dança, de maneira gratuita para a população. Os interessados em participar das atividades devem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou através do telefone: 2233-1218.

Criado na gestão do prefeito Bernardo Rossi, o Agita Petrópolis tem o objetivo de combater o sedentarismo oferecendo as mais diversas modalidades esportivas nos bairros da cidade. A ideia é proporcionar mais saúde e bem-estar para a população, além de democratizar o acesso ao esporte. Além desses quatro locais, o programa atende ainda outras nove localidades.

A ideia é oferecer o Agita Petrópolis em mais comunidades da cidade a partir do ano que vem. O município oferece outras ações gratuitas que levam o esporte para os bairros, como o Festival das Comunidades e o Programa de Esporte e Lazer da Cidade (PELC).

A cidade inaugurou também o primeiro Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) do Estado, que fica no Caxambu e que atende cerca de 500 pessoas com atividades esportivas gratuitas. Desde o início do governo, foi criada uma série de ações para atender a todos os distritos, com atividades para crianças e adultos. A proposta é manter a população ativa, na contramão do sedentarismo.

Além do Agita Petrópolis, a prefeitura mantém parcerias com projetos sociais e trabalha de maneira integrada, com a Superintendência de Esportes e Lazer e as secretarias de Saúde e de Educação, oferecendo diversas modalidades esportivas nos Postos de Saúde da Família (PSF), nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. No ano passado, por exemplo, mais de cinco mil pessoas foram beneficiadas, somando todas as atividades.

Além dos benefícios para saúde, o esporte é uma importante ferramenta de formação. A Superintendência de Esporte e Lazer está trabalhando em conjunto para oferecer ainda mais atividades neste ano. O Governo Federal é grande parceiro do município no fomento à prática de esportes.

O Ministério do Esporte aprovou o Programa Segundo Tempo na cidade, que vai beneficiar 500 crianças e adolescentes de cinco locais do município. O CIE no Caxambu se tornou uma ferramenta importante no fomento ao esporte no município. A ideia é aumentar o número de atividades esportivas gratuitas para a população no ano que vem.

O Parque Municipal, em Itaipava, recebe, até domingo (21.10), o 5º Encontro Nacional de Campismo, do Grupo Amigos do Rio, que reúne motorhomistas de todo país. Ao todo, estão em Petrópolis cerca de 130 pessoas, em 70 motorhomes vindos não só de cidades do Rio de Janeiro, como também de Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Distrito Federal, entre outros estados. O encontro comemora os 12 anos de fundação do grupo e tem movimentado restaurantes, comércio e atrativos da região.

Em verdadeiras casas sobre rodas, com direito a quartos, banheiro e até cozinha completos, os veículos estão parados no estacionamento do parque. Os motorhomistas começaram a chegar na última segunda-feira (15.10) e desde então têm promovido atividades coletivas, inclusive com passeios pela cidade. Grupos já visitaram a Rua Teresa, a Cervejaria Itaipava, entre outros atrativos. Eles também têm aproveitado o comércio e restaurantes da região.

“Gostamos muito de Petrópolis. Esse é o quinto encontro oficial, mas já viemos várias outras vezes para a cidade. Alguns motorhomistas vêm puxando seus carros de passeio e têm aproveitado para sair, passear pela cidade, ir a restaurantes. É um intercâmbio muito bom com colegas de outras cidades”, destaca o presidente do grupo, Vicente Alparone.

O evento é apoiado pela prefeitura, através da Turispetro. Em contrapartida, além contratarem atrações locais e movimentarem a economia da região, cada motorhome trouxe cinco quilos de alimentos não perecíveis para serem doados na cidade. Durante o encontro, eles trocam experiências, fazem refeições comunitárias, e comemoram com atrações culturais.

“O primeiro motorhome do meu marido foi de 1976, e já estamos no 16º modelo. É a nossa casa em qualquer lugar do mundo. Somos aposentados e moramos em Araruama. E conseguimos ir para qualquer lugar com ele. Adoramos”, explica a aposentada Eliane Moreira, lembrando que o casal ainda leva em todas as viagens sua cachorrinha.

Desde o ano passado a prefeitura vem investindo em receber bem eventos como esse, que são importantes para a cidade. A prefeitura tem conseguido deixar o Parque Municipal movimentado o ano inteiro. É muito importante receber grupos de fora como esse. As pessoas consomem na cidade e isso movimenta a economia e gera empregos.

“Temos procurado apoiar a iniciativa privada em eventos que ajudem a fomentar o turismo da cidade”, completa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Segunda-feira (22.10), é o último dia para os servidores públicos realizarem as migrações das contas salário na Casa Santander, na Rua Ipiranga, 439 – Centro. O espaço está aberto para atendimento de 9h às 17h. Caso o servidor não realize o processo na unidade de atendimento - montada exclusivamente para este período de transição -  ele poderá ir até a agência mais próxima para formalizar a conta. Para garantir o recebimento dos salários deste mês é importante que servidor formalize a operação junto ao novo banco, que venceu a licitação e administrará as contas da prefeitura por cinco anos.

“Para receber o pagamento do mês de outubro, é muito importante que os servidores que ainda não buscaram o atendimento para fazer a migração – mesmo aqueles que pretendem fazer a portabilidade – formalizem a situação junto ao banco. Como já estamos próximos ao fim do mês, isso deve ser feito o quanto antes, para que não haja nenhuma dificuldade na hora do servidor receber o seu salário”, destaca a secretária de Fazenda, Elaine Nascimento.

O banco já realizou mais de 7 mil migrações. Os pagamentos pela nova instituição financeira serão feitos a partir de outubro.

Aqueles que estão fora da cidade, como aposentados que moram em outros municípios, receberão um comunicado por carta e poderão recorrer a alguma agência Santander mais próxima, para realizar a transição. Já para os que possuem contas ativas no banco o processo será efetuado automaticamente.

No espaço montado na Av. Ipiranga mais de 100 atendentes estão disponíveis para fazer o atendimento e oferecer orientações aos novos clientes. O local foi dividido em três ambientes de atendimento, além do prioritário. Na primeira etapa, a equipe realiza uma triagem junto aos documentos: originais de identidade, CPF e comprovante de residência. Em seguida, recebem o kit com a proposta de abertura de conta além de cartão, senhas digitais e wi-fi disponível para baixar o aplicativo no local e já usufruir do sistema on-line.

A Casa também oferece um espaço para tirar dúvidas sobre benefícios, portabilidades, isenção de pacotes, créditos consignados, operações on-line como aplicativos e vantagens da internet banking. Os servidores terão isenção de tarifa e anuidade de cartão de crédito por 12 meses, e os que já possuem conta ativa do banco não precisam ir até a unidade de atendimento. 

São cerca de 12 mil contas salário de servidores ativos, aposentados e pensionistas da administração direta e indireta do município – Secretaria de Saúde, Comdep, CPTrans e INPAS, que serão administradas pelo banco Santander nos próximos cinco anos. A instituição foi vencedora do processo de licitação e o contrato foi assinado em junho.

Taxa de efetividade atinge a 86%

Unidade do Centro de Cidadania ampliou a atuação do órgão no município

O núcleo do Procon em Itaipava acaba de completar um ano de atuação com 2.306 atendimentos realizados. Funcionando no Centro de Cidadania, o espaço conta com efetividade de 86% e foi inaugurado por iniciativa do prefeito Bernardo Rossi para garantir ampla defesa dos direitos do consumidor e trabalhar na conscientização de empresas e prestadores de serviços sobre as relações de consumo principalmente na área de Itaipava, Pedro do Rio e Posse. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, de 10h às 16h – mesmo padrão utilizado na unidade do Centro.

Os dados da unidade, inaugurada em 18 de outubro de 2017, dão conta que neste um ano, o maior número de problemas é relacionado às empresas de telefonia, seguido de bancos. A empresa Oi lidera com folga o ranking, seguido da Enel, Itaú, Águas do Imperador e Claro.

Levar a unidade do Procon para Itaipava é, sem dúvida, um avanço rumo a descentralização dos serviços oferecidos pela prefeitura e que fortalece ainda mais o Centro de Cidadania. A prefeitura garante, portanto, que os usuários que precisarem desse tipo de atendimento não precisem se deslocar até o Centro, podendo ir na unidade de Itaipava e resolver suas pendências. Desde que o governo assumiu a administração, é possível ver como o órgão cresceu e se fortaleceu e esse é mais reflexo da qualidade que a prefeitura está propondo.

Na unidade de Itaipava três atendentes estão disponíveis para efetuar os atendimentos de reclamação, consultas, efetuar encaminhamentos e esclarecer as dúvidas sobre problemas de relações de consumo. Os usuários também podem entrar em contato pelas três linhas oferecidas para atendimento pelos telefones: 2222-1418, 2222-7448 e 2222-7337.

O coordenador do órgão, Bernardo Sabrá, comemora o sucesso de um ano da unidade. “Essa era uma antiga demanda dos moradores dos distritos, que, até então, precisavam se deslocar até o Centro da cidade para que recebesse o atendimento presencial. Nossa gestão tem levado à população facilidade no atendimento, por isso também temos página no Facebook, WhatsApp Denúncia, página na internet e estamos trabalhando na criação de um aplicativo para o próximo ano”, enumera Sabrá.

Para moradores demais moradores, o  Procon disponibiliza atendimento pela página do órgão no Facebook, o Procon Petrópolis, e pelo site www.petropolis.rj.gov.br/procon. Há ainda a opção de fazer denúncias pelo WhatsApp, no número 98857-5837 ou pelos telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. A unidade do Centro fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33. Já a de Itaipava está na Estrada União e Indústria, 11.860.

Interessados devem cadastrar seus currículos no Balcão de Empregos da prefeitura

A empresa Serede, que atua no ramo de telecomunicação - instalação de telefones e internet – está oferecendo 33 vagas para técnico de rede em telecomunicação. Os interessados em concorrer devem cadastrar o currículo no Balcão de Empregos do Detra – Departamento de Trabalho e Renda da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, no site da prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br

Para concorrer, não é necessário ter experiência. A empresa exige segundo grau completo, Carteira Nacional de Habilitação e veículo próprio. Os interessados devem cadastrar o currículo no Balcão de Empregos. O canal, gratuito, seleciona e encaminha os currículos para as empresas. Para facilitar ainda mais o contato entre as empresas que estão com vagas e os candidatos, a prefeitura vai promover em novembro uma feira de empregos. É importante que as empresas procurem o Detra e façam o cadastro para a feira.

As 33 vagas são para contratos com tempo indeterminado. “É uma chance para as pessoas que estão em busca de recolocação. O cadastro no Balcão de Empregos é bem simples, mas, caso ocorra alguma dúvida, os candidatos podem procurar o Detra, que funciona no Centro Administrativo da prefeitura. Nessa época do ano aumentam as ofertas de emprego e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico divulga semanalmente as vagas cadastradas”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

O diretor do Detra, Gil Magno, solicita que os candidatos mantenham as informações cadastrais atualizadas. “Se a pessoa mudar de endereço. Deve fazer a mudança no cadastro do Detra. O mesmo serve para telefone. O Balcão faz uma triagem nos currículos de acordo com as especificações das vagas oferecidas e encaminha o material para as empresas que ficam responsáveis pela seleção”.

Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113. Vale destacar que o balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846.

Feira de ofertas de empregos

A feira com ofertas de emprego será realizada no dia 12 de novembro na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanata. A ação ocorrerá das 9h às 17h. As empresas podem fazer o cadastro para a feira através dos telefones: 2233-8113 / 2233-8114/2233-8111.

Além da divulgação de vagas de emprego e cursos, na feira também poderá ser solicitada a emissão de Carteira do Trabalho, o cadastro de currículos no Balcão de Empregos e, ainda poderá ser feito o pedido de concessão de microcrédito pela AgeRio. As pessoas que precisam de segunda via de documentos poderão pedir, ainda, os formulários para gratuidade na expedição de documentos pela Fundação Leão XIII.

Obras de 20 artistas estarão reunidas na Coletiva Berner 2018, que estará em exposição na Galeria Van Dijk, no Centro de Cultura Raul de Leoni, a partir do dia 9 de novembro. Ao todo são cerca de 30 trabalhos do grupo Bernerartes – quadros em várias técnicas e tamanhos -, que poderão ser conferidas pelo público durante todo o mês. O responsável pela mostra é o artista Walter Berner, que tem 55 anos de dedicação e estudo das artes plásticas. A entrada é gratuita.

Além de obras do próprio Berner, a mostra conta com quadros de seus alunos, em técnicas como óleo, acrílica, pastel, aquarela, desenho, entre outras.

“Cada um tem seu viés de arte. E o tema da exposição é livre. Tem até quadros com cenários internacionais. A temática é bem variada. Nossa proposta é levar para o público nosso trabalho. E o público tem se mostrado muito receptivo, as exposições têm tido uma frequência muito boa”, destaca o artista, lembrando que entre os temas que serão expostos estão natureza-morta, paisagens, figuras humanas e/ou animais, entre outras.

Walter Berner mantém dois ateliês em Petrópolis e exerce diversas técnicas nas artes, como Desenho Técnico, Óleo, Aquarela, Acrílico, Xilogravura, Cerâmica, Esculturas, Tempera de Terra, Arte Sacra, entre outras. Desde 1964 vem participando de diversos salões, que acumula mais de 400 certificados. Já são mais de 2 mil obras de sua coleção espalhadas pelo Brasil e outros países pelo mundo.

Segundo o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Leonardo Randolfo, é importante ver as galerias do Centro de Cultura sempre movimentadas. “E a Van Dijk é mais um espaço de divulgação, principalmente, para o artista petropolitano, de expor seus trabalhos. E um lugar central onde as pessoas que gostam de arte podem apreciar belas obras”, disse.

A Galeria Van Dijk fica aberta de segunda a sexta-feira, de 10h às 17h. E sábados de 13h às 17h. O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá, 305, no Centro.

Pagina 1 de 1010

Notícias por data

« Outubro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Alvará Online - BANNER

DO

loa 2018

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

cpge

gabinete cidadania.fw

selo acesso informacao.fw

cmv-logo