Quarta, 20 Junho 2018 - 21:47

Montagem da Bauernfest na reta final

A Festa do Colono Alemão vai contar com 43 barracas com comidas típicas, chope, souvenir e artesanato, além de seis palcos

Mais de 90 pessoas trabalham nesta reta final de montagem da estrutura da 29ª Bauenfest, que será aberta na noite de sexta-feira (22.06) e vai até o dia 1º de julho. Todas as 43 barracas do Palácio de Cristal, da Rua Alfredo Pachá e da Praça da Liberdade, que vão receber, por exemplo, comidas típicas, chope e artesanato já estão montadas, além do restaurante na Casa Visconde de Mauá. O prefeito Bernardo Rossi acompanhou pessoalmente, na manhã desta quarta-feira (20.06), os últimos preparativos da estrutura. A expectativa nesta edição é aumentar em 10% o público do ano passado, quando a festa recebeu 320 mil pessoas.

A prefeitura tem certeza de que será uma festa linda, uma grande homenagem aos colonos que ajudaram a construir a cidade. É o principal evento do calendário. Em 2017, a cidade começou a expandir e descentralizar a festa, o que deu muito certo. Este ano o sucesso será ainda maior, com as novidades nas atrações culturais, com mais palcos, além da expansão do evento pra Itaipava. São dezenas de trabalhadores envolvidos na montagem da estrutura, que estão trabalhando dia e noite para fazer essa festa acontecer.

O ônibus de videomonitoamento da Guarda Civil ajudará as forças de segurança da cidade no policiamento da festa. O veículo chegou nesta quarta-feira ao local e ficará estacionado até o último dia de evento. O Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop) também auxiliará no monitoramento.

Os palcos do Palácio e da Praça da Liberdade também já foram montados. Característica da festa, 32 barracas serão divididas entre alimentação e bebidas, souvenir e fotografia. Outras 10 terão artesanato e o moinho venderá souvenirs. Elas estão no Palácio de Cristal, na Rua Alfredo Pachá e na Praça da Liberdade. Já a Praça da Águia, onde ficará o Biergarten vai contar com 17 barracas de cerveja artesanal e 10 de comidas típicas, entre doces e salgados.

A estrutura do Biergarten, que este ano terá uma decoração especial, também já foi montada para receber dois dos palcos oficiais da festa. No local, haverá atrações culturais voltadas para o público jovem, com estilos que incluem até o rock alemão. O espaço terá 17 marcas de cerveja artesanal da cidade. Ao todo, a 29ª Bauernfest vai contar com seis palcos.

PM cruza imagens do CIOP e de câmeras de lojas para identificação

A tecnologia foi ferramenta fundamental para a polícia identificar e localizar o suspeito de estupro na Rua Teresa, crime registrado na segunda-feira (18.06) pela manhã. A Polícia Militar trabalhou com cruzamento de informações obtidas com imagens de circuito interno de câmeras de uma loja e do Centro Integrado de Operações Petrópolis (Ciop), aliado a denúncias anônimas e o serviço de inteligência. O homem foi detido nesta quarta-feira (20.06).  Em tempo real cinco câmeras na Rua Teresa geram imagens ao Ciop já em funcionamento.

De acordo com a PM, a câmera de uma loja mostrou o rosto do homem, enquanto as imagens gravadas pelo Ciop mostraram a presença dele próximo à cena do crime, uma escadaria utilizada pela vítima normalmente para chegar ao trabalho. Com essas informações e as denúncias anônimas, foi possível chegar à localização do suspeito.

A Rua Teresa conta com cinco câmeras de monitoramento, todas já instaladas e funcionando. Elas ficam distribuídas do início ao fim do polo de moda, dando ampla cobertura de segurança. O Ciop tem 46 pontos monitorados em toda cidade com câmeras de 360º e em cinco deles (entradas da cidade), também terão equipamentos com capacidade de leitura de placas, função que não será usada em aplicação de multas, apenas em identificação dos veículos.  Nesta segunda-feira, o prefeito esteve na sala de monitoramento, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, acompanhando os registros feitos pelas câmeras.  A inauguração está marcada para a próxima segunda-feira (25.06).

Em cidades como Niterói e Volta Redonda, de portes semelhantes a de Petrópolis, a tecnologia está sendo usado com resultados favoráveis. O Ciop vem somar ao policiamento nas ruas e a meta é mais segurança em pouco tempo.

Servidores municipais criaram quatro projetos inovadores para gestão pública a partir dos eixos temáticos destacados no programa Lidera Rio - iniciativa do Sebrae para formação de lideranças nos municípios. Um dos projetos, o do Espaço Empreendedor foi escolhido pelo Lidera Rio como a melhor criação de Petrópolis desde que o município aderiu ao programa, em 2017. A premiação ocorreu durante uma cerimônia no Centro Cultural Banco do Brasil na última terça-feira (19.06).

Durante a cerimônia foram eleitos os principais projetos criados por cada um dos oito municípios participantes – Petrópolis, Nova Friburgo, Niterói, São Gonçalo, Maricá, Mesquita, Três Rios e Nova Iguaçu.

“A participação de servidores em todo o processo de criação dos quatro projetos criados pela Prefeitura de Petrópolis foi muito importante. Essa fase do Lidera acabou, mas, continuaremos trabalhando para colocar todos os projetos criados. O projeto do Espaço Empreendedor foi o grande destaque para Petrópolis. Conseguimos, a partir de 2017, com o auxílio dos consultores do Lidera, dar a funcionalidade necessária para o espaço, tornando-o uma referência no atendimento àqueles que desejam empreender na nossa cidade”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Segundo o Lidera Rio, o Espaço Empreendedor tem o papel de contribuir para a promoção do desenvolvimento integrado e sustentável, na geração de emprego e renda a partir dos pequenos negócios, e do fortalecimento do papel dos gestores públicos como agentes de transformação da sociedade. Os servidores das oito cidades participaram de uma capacitação e formularam os projetos seguindo as orientações dos técnicos do Lidera. O programa estipulou que cada município criasse seus projetos segundo os eixos: planejamento urbano para o desenvolvimento, ambiente de negócios, sustentabilidade e resiliência, ambiente de negócios e diversificação da matriz econômica.

“O programa é realizado pela Gerência de Políticas Públicas do Sebrae com objetivo de capacitar lideranças e mudar a realidade dos municípios. Todos são ganhadores e tenho certeza que os projetos terão continuidade nas mãos desses agentes transformadores”, disse Carla Pinheiro, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Rio de Janeiro.

Os municípios participantes receberam uma placa parabenizando a participação no programa. As placas foram entregues por César Vasquez, Superintendente do Sebrae/RJ, Raimundo Ferraz, superintendente do Banco do Brasil no Rio de Janeiro, além de Glaucia Macedo, do Instituto República e Fábio Ono, do Centro de Liderança Pública, parceiros do Lidera Rio.

O projeto destaque de Petrópolis, o Espaço Empreendedor, pontuou a ampliação do alcance dos serviços. Os dados coletados pela equipe mostram que o fluxo de atendimento tem aumentado consideravelmente ao longo dos meses: em dezembro foram 423 atendimentos e em maio, 826. No EE os empresários têm em um mesmo espaço acesso a serviços como: Alvará, Autenticação de livro, Consultoria Jurídica, Jucerja - Junta Comercial do Rio de Janeiro, Micro Empreendedor Individual, Nota Fiscal Eletrônica, Registro de empresas, Viabilidade, Mais Valia (Secretaria de Obras), Departamento de Trabalho e Renda, Incentivos fiscais (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), Posturas e IPTU (Secretaria de Fazenda), atendimento ao produtor rural, Protocolo Geral, Secretaria de Assistência Social e Secretaria de Meio Ambiente. O Espaço Empreendedor funciona no Centro Administrativo Frei Antonio Moser, que fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2.846. O funcionamento é de segunda a sexta, das 10 às 17h.

O projeto prevê ainda que o EE passe a funcionar, futuramente em um local no Centro Histórico – com uma área especial para o oferecimento de cursos de capacitação e a disponibilização dos serviços também pela internet – que deve começar a funcionar no segundo semestre.

Além desses, a equipe de Petrópolis construiu mais três projetos: o da criação da Cooperativa de Processamento Alimentar de Petrópolis, cujo objetivo é o de constituir um local responsável pelo processamento de alimentos; o projeto de Plano de Bairro para o Bonfim, criado por Layla Talin, com metas para o desenvolvimento de agroturismo e aumento da produção de orgânicos, consolidação do Ecoturismo e de tecnologias sustentáveis e desenvolvimento de comércio e serviços com foco nos micros e pequenos negócios e o projeto criado por Ilana Gall, assessora técnica de apoio gerencial e legislativo do gabinete do prefeito que prevê a criação de um sistema integrado entre o Gabinete do Prefeito, Secretarias, CPTrans, Comdep e Câmara Municipal, para unificar o recebimento de indicações de serviços públicos.

Durante a cerimônia também foram revelados os melhores projetos criados a partir dos eixos estipulados pelo programa e o melhor projeto de todos os 28 criados, no total, pelos municípios participantes do Lidera Rio. O município que conquistou o prêmio de melhor projeto foi o de Niterói, com o planejamento de ampliação do parque solar em área de encosta.

Também participaram da solenidade Paulo Dantas, da Coordenadoria de Planejamento Estratégico, Layla Talin, responsável pelo Departamento de Urbanismo da Prefeitura de Petrópolis e o subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Dalmir Caetano, além de Claudia Pacheco, coordenadora do Sebrae na região serrana.

Organizada pela Coordenadoria de Políticas Sobre Drogas, evento reuniu 50 pessoas

A 20ª Semana Nacional de Prevenção às Drogas foi aberta no auditório da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FASE), na noite desta terça-feira (19.06). O evento, promovido pela Secretaria de Saúde por meio da Coordenadoria de Políticas Sobre Drogas, acontece até o dia 26, com ações, palestras, orientações em escola e apresentação das atividades do Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Drogas.

É muito importante ver todos os setores unidos na atenção e discussão de assuntos tão relevantes. É questão de saúde pública que deve ser trabalhada coletivamente. A Secretaria de Saúde vai continuar trabalhando, buscando parcerias e unindo as forças para traçar políticas seguras de prevenção ao uso e abuso de álcool e outras drogas.

A cerimônia de abertura contou com a participação do Coordenador de Planejamento e Avaliação da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), Hugo Torres do Val, da representante da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas (ABEAD), Maria Auxiliadora Soares, e da coordenadora do curso de Psicologia da FASE, Rovena Paranhos. Para a coordenadora de Políticas sobre Drogas do Município, Leandra Iglesias, o evento vem para reforçar o apoio das entidades na discussão de novas políticas.

“É uma felicidade muito grande poder organizar uma programação tão cheia e tendo a participação de tantos órgãos importantes neste trabalho. O SENAD e a ABEAD vêm a colaborar demais com o nosso propósito aqui, que é mostrar o que já tem sido feito no Brasil na prevenção ao uso e abuso de álcool e outras drogas e como é o nosso panorama atual”, explicou Leandra.

A primeira palestra da 20ª Semana Nacional de Prevenção às Drogas foi ministrada pelo Coordenador de Planejamento e Avaliação da SENAD, Hugo Torres do Val. Ele explicou sobre o panorama atual das políticas sobre drogas e as leis que instituem o assunto.

“É função da SENAD assessorar e assistir o Executivo quanto às políticas sobre drogas no país. Devemos articular e coordenar as atividades de prevenção do uso indevido, a atenção e a reinserção social de usuários e de dependentes de drogas e as atividades de capacitação e treinamento dos agentes do Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas. Para isso, organizamos informações, acompanhamos fóruns internacionais e promovemos atividades de cooperação com outros países, que tratem destas políticas”, explicou Hugo.

Cerca de 70 pessoas acompanharam a palestra. A 20ª Semana Nacional de Prevenção às Drogas terá sequência nesta quinta-feira (21.06) com Encontro na Escola, no Colégio Bom Jesus São José. Serão realizados workshops com alunos do oitavo ano do ensino fundamental ao segundo do ensino médio. No dia 22, acontece a palestra com a Dra. Analice Gigliotti, no auditório da Faculdade Arthur Sá Earp (FMP/FASE). Mestre em Psiquiatria pela Universidade Federal de São Paulo, Analice é chefe do Setor de Dependências Químicas e Comportamentais do Serviço de Psiquiatria da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro e vai falar sobre os mitos inseridos no meio da discussão em torno da liberação da maconha.

Para o presidente do Grupo Assistencial SOS Vida e representante da Clínica Vista Alegre, Antonio Carlos Pires, a 20ª Semana de Prevenção às Drogas mostra que o poder público está muito empenhado em debater e implementar novas políticas.

“Pude observar este comprometimento que está tendo o poder público municipal com este assunto, que, como bem lembrou o secretário de Saúde, é questão de saúde pública. É necessário, além disso, o envolvimento dos três poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário, nos níveis municipal, estadual e federal. Claro, com a participação da sociedade civil. Existe muita preocupação da sociedade com esta temática, que é um problema de todos nós”, comentou.

Estão previstas, ainda, durante a 20ª Semana, ações sociais para destacar os trabalhos desenvolvidos pelo Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Drogas (CAPS AD III). As ações vão acontecer nos dias 23, na Praça Dom Pedro, das 10 às 19h; e no dia 24, na Praça da Liberdade, das 9 às 14h. No dia 25, haverá ações das oficinas e grupos terapêuticos no CAPS AD III, das 9 às 17h, e assembleia dos pacientes e familiares, às 14h. O Encerramento, no dia 26, fica por conta da palestra Contribuições da Neurociência da Dependência Química. O encontro será ministrado pelo diretor geral científico da Associação Brasileira de Álcool e Drogas, Dr. José Mauro Braz Lima e acontece também na FASE, às 18h.

A principal novidade para esse ano é o apoio do drone da Defesa Civil aos órgãos ambientais

Dados do Corpo de Bombeiros do ano passado comprovaram a eficácia do trabalho antecipado

Com mais de 80 horas de treinamento envolvendo órgãos de atendimento e resposta, 19 instituições diferentes nas reuniões setoriais de elaboração dos planos de contingência e cerca de 150 pessoas preparadas para a resposta imediata em casos de incêndios florestais, a prefeitura lançou nesta quarta-feira (20.06) o Plano Inverno 2018 de Petrópolis. A principal novidade apresentada para esse ano são as ações em conjunto da Defesa Civil com órgãos ambientais no mapeamento de áreas sensíveis às queimadas do município com o apoio de um drone, dentro do eixo operacional. Também foram exibidas as matrizes de atividades e responsabilidades que cada setor deve assumir em caso de uma grande ocorrência. O objetivo do plano é reduzir os casos de incêndios florestais na cidade e organizar o pronto atendimento à população. Além disso, permanecem as ações do eixo humanitário, com a campanha de recolhimento de agasalhos na Praça Dom Pedro.

Dados do 15° Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Petrópolis comprovaram a eficácia da criação do primeiro plano de contingência de inverno do município no ano passado: foram registrados 116 casos de fogo em vegetação em 2017 contra 256 de 2016. Por conta elaboração do Plano Inverno, Petrópolis também recebeu o reconhecimento internacional da Organização das Nações Unidas (ONU) e ganhou nota máxima na avaliação do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Diante do cenário positivo, a importância do trabalho preventivo e antecipado buscando reduzir os casos de queimadas na cidade ganha destaque.

Desde o início da gestão, a prefeitura trabalha de forma preventiva aos desastres de origem natural. Foram realizadas uma série de atividades no ano passado, com treinamentos em conjunto com órgãos ambientais e a criação de uma metodologia pioneira no país com relação as ameaças de inverno. O reconhecimento nacional e internacional comprova que o município está no caminho certo em busca de uma cidade mais resiliente.

A principal novidade do Plano Inverno 2018 de Petrópolis para esse ano é o auxílio da Defesa Civil aos órgãos ambientais no monitoramento de áreas sensíveis aos incêndios florestais com o apoio de um drone. O trabalho já foi realizado em Araras, Corrêas e Caxambu – todos locais vulneráveis as queimadas – e conta com o apoio dos órgãos ambientais responsáveis pela manutenção e proteção dos locais, como o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso) e da Reserva Biológica Estadual de Araras (Rebio-Araras).

“Com a adoção de medidas preventivas, podemos agir no estágio inicial dos incêndios florestais e, até mesmo, evitar que o desastre aconteça, protegendo a fauna, a flora e ainda a vida humana com o emprego de práticas antecipadas e planejadas. São ações integradas, proporcionadas pelo Plano Inverno, que fazem com que alcancemos nossos objetivos, como foi no ano passado”, explica o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz.

Também como parte do Plano Inverno 2018 de Petrópolis, foi realizada uma operação preventiva aos incêndios florestais na manhã do dia 20 de junho em Secretário. A ação foi um pedido do Ministério Público Federal (MPF), com o objetivo de reduzir os casos de queimadas nas áreas mais vulneráveis da cidade, distribuindo notificações educativas, sem o teor de multa, alertando sobre os riscos e consequências das queimadas indiscriminadas. Participaram do trabalho de conscientização órgãos ambientais, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, Secretaria de Meio Ambiente além da própria Defesa Civil. No próximo dia 28 a ação será realizada no Brejal.

“O trabalho antecipado contribui para a redução do número de casos de incêndios florestais”, garante Eduardo Antunes, gerente da Rebio-Araras, contando que os casos na reserva diminuíram em 50% ano passado, em comparação com 2016.

Além do trabalho operacional antecipado e de resposta, estão previstas ações em conjunto com a Secretaria de Assistência Social (SAS) dentro do eixo humanitário. A primeira delas foi uma campanha de doação de sangue, realizada no dia 5 de junho, em apoio ao banco que fica no Hospital Santa Teresa. Além disso, permanece a campanha de arrecadação de agasalhos e cobertores. Uma barraca está montada na Praça Dom Pedro e segue até o dia 6 de julho - mesma data em que acontece uma Festa Julina solidária na sede da Defesa Civil encerrando as doações.

“Além da barraca, a nossa sede também está recebendo material. Sabemos que durante o inverno o frio em Petrópolis é intenso e a nossa campanha busca contribuir com as pessoas que mais precisam. Contamos com o apoio dos petropolitanos para o sucesso em mais uma campanha”, disse o secretário de Defesa Civil.

 O Plano Inverno 2018 de Petrópolis é um trabalho realizado em conjunto com o Ministério Público Estadual e Federal, Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Exército, Aeronáutica, Cruz Vermelha, SAMU, órgãos ambientais, sociedade civil e todos os setores da prefeitura. Os planos de contingência e as matrizes de atividades e responsabilidades estão disponíveis no site da prefeitura.

O canil da Guarda Civil e a Polícia Militar iniciaram na tarde desta quarta-feira (20.06) mais uma ação para coibir a entrada de drogas no município. Dessa vez, a atividade aconteceu na Rodoviária Leonel Brizola, no Bingen. Os animais farejaram malas e mochilas tanto dentro dos veículos quanto nos bagageiros. Nesta primeira ação, não foi encontrado drogas durante as buscas.

Durante a atividade foram revistados ônibus de diferentes itinerários, como Madureira, Duque de Caxias e São José do Vale do Rio Preto. A ideia de Guarda e PM é manter uma rotina de ações, como a desta quarta-feira, semanalmente em dias e horários alternados.

"A gente mantém esse trabalho pensando na união das forças. A rodoviária acaba sendo um local de passagem de muita gente que não é de Petrópolis e que pode tentar fazer do município uma rota para drogas. É isso que temos trabalhado para evitar", explica o coordenador técnico do canil, Leandro Lopes.

"Há uma interação grande entre a Polícia Militar e a Guarda, em especial o canil, e temos realizado uma série de operações em conjunto. A rodoviária é mais um local em que pretendemos manter uma atuação frequente", diz o capitão do 26º BPM, Plínio Garnier.

O canil de Petrópolis conta com 14 animais. Desde o ano passado, os dois cães que fazem a detecção de armas e entorpecentes encontraram mais de 25 mil pinos de cocaína e cinco quilos de maconha em operações de combate ao tráfico ao lado da Polícia Militar. Outros dois estão sendo preparados para realizar este serviço.

Além deles, são mais seis animais usados para contenção de distúrbios (por exemplo, para garantir a tranquilidade em eventos ou manifestações), dois animais fazem o trabalho de cinoterapia e outros dois estão sendo treinados para resgates em escombros.

Este tipo de ação foi bem recebido por passageiros na rodoviária, como a comerciante Glória Queiroz.

“Acho importante ter esse tipo de policiamento, principalmente dentro dos ônibus, porque ajuda a inibir esse tipo de prática”, afirmou ela.

App podem ser utilizados durante a Bauernfest e no dia a dia do petropolitano

CPTrans recomenda Waze, Vá de Ônibus, DigiPare e Táxi Net Petrópolis

 

Aplicativos para smartphone têm transformado as formas de ir e vir da população e podem ser grandes aliados no dia a dia e na mobilidade urbana. Às vésperas da principal festa da cidade, a Bauernfest, que tem previsão de receber mais de 320 mil pessoas em seus 10 dias de evento, a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans) recomenda quatro desses app para a utilização não só do público da festa, mas do petropolitano no dia a dia: Waze, Vá de Ônibus, DigiPare e Táxi Net Petrópolis podem fazer que com os itinerários sejam mais rápidos e menos cansativos.

As novas tecnologias surgem como forma de facilitar o dia a dia da população. No caso do Waze, por exemplo, o aplicativo de navegação utiliza a localização do celular para mostrar as rotas mais rápidas até o destino escolhido pelo portador do aparelho. O diferencial, no entanto, é que o usuário pode escolher, entre outras opções, chegar no destino pelo menor percurso ou pelo menor tempo. Ou seja, utilizando as condições do trânsito em tempo real, ele pode sugerir rotas fugindo das áreas onde o fluxo é intenso, fazendo com que o usuário chegue mais rápido ao seu destino.

“Estamos em constante contato com a equipe do Waze e, durante a Bauernfest, todas as alterações viárias que fizemos foi informada para a equipe do aplicativo, ou seja, o usuário vai ter o real cenário da condição de trânsito, uma vez que não haverá surpresa ao chegar em um certo ponto e se deparar com o rua fechada, por exemplo. Acreditamos que a utilização dos aplicativos de mobilidade, como este e alguns outros poderão facilitar muito o dia a dia da população petropolitana”, destaca o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

Para quem vai utilizar o transporte público, o Vá de Ônibus é uma excelente forma de saber onde o veículo está. Com o acréscimo de 15% na frota para a festa também, nos corujões – voltado principalmente para o público que trabalha no evento, o aplicativo permite que o usuário escolha o melhor itinerário para chegar ao destino desejado. Todas as alternativas de viagens são apresentadas, incluindo números e nomes das linhas, eventuais transbordos, distâncias percorridas, trechos a serem percorridos a pé e o valor total a ser pago. Ao fazer sua opção, seja ela por custo, distância, caminhada ou transbordos, o usuário terá acesso a todos os detalhes do percurso, ou seja, um passo a passo entre o local de origem informado e o local onde se pretende chegar.

Já para quem for de carro e pretende utilizar uma das mais de 1.600 vagas de estacionamento rotativo no entorno da festa, o DigiPare é a opção para o pagamento pela área sem a necessidade do auxílio do controlador ou uma terceira pessoa. O estacionamento nos dias de Bauernfest vai funcionar de segunda a domingo, de 8h às 22h, sendo cobrado de acordo com a área parada (branca R$ 2,50 a hora e azul R$ 3,50 a hora). Após baixa-lo, o usuário poderá utilizar o cartão de crédito para recarregar valores de R$ 5, R$ 10, R$ 50 e R$ 100. Depois disso é só definir a área e inserir o tempo pretendido de utilização. O aplicativo também tem um alarme que avisa quando esse tempo estiver acabando.

Para o diretor técnico e operacional da CPTrans, a utilização dos aplicativos de mobilidade no dia a dia da festa poderá diminuir o fluxo de pessoas no Centro, que conseguirá se planejar de maneira adequada para evitar perda de tempo. “Seja na hora de ir para o ponto de ônibus, estabelecer seus trajetos para chegar ao seu destino, pagar o estacionamento rotativo ou até para chamar um táxi, o usuário pode fazer pelo celular, facilitando seu dia a dia e reduzindo o tempo ocioso. Mas esses aplicativos também podem e devem ser usados no dia a dia do petropolitano”, destaca.

Quem for usar táxi no município pode contar com o Táxi Net Petrópolis (Android) e Táxi Cidade (iOS). Voltado ao usuário da cidade, o aplicativo oferece desconto de 30% nas corridas. Ele funciona de maneira inteligente, onde utilização a localização do aparelho que faz a solicitação como parâmetro para medir a distância até chegada do táxi. Ao definir o destino, o usuário pode, ainda, saber de maneira prévia o valor da corrida. Uma ótima opção para quem pretende aproveitar a festa para consumir as cervejas que serão oferecidas.

Todos os aplicativos estão disponíveis para download gratuito nas lojas on-line da Apple e Android. Os usuários devem baixa-los, autorizar os termos de uso e aproveitar a tecnologia ao seu favor para chegar mais rápido e de maneira mais simples aos seus destinos. 

A Coordenadoria de Juventude, por meio de uma parceria com a Turispetro, garantiu que os vencedores da “Feira do Jovem Empreendedor 2018”, tenham um espaço para expor seus produtos na maior festa da cidade, a Bauernfest. As empresas Bella’s confeitaria, Finessi Gastronomia e Dani eat fit, produtoras de doces artesanais da cidade, estarão com sua foodbikes dentro do Palácio de Cristal, comercializando torta alemã, bolo floresta negra, pão de mel, brownie, macarrrons, e outros doces que remeterão à festa alemã.

A “Feira do Jovem Empreendedor 2018” ocorreu em abril, e surgiu como uma maneira de dar incentivo aos jovens empreendedores da cidade. Foi uma oportunidade para a juventude expor seus projetos e negócios, e serem avaliados por profissionais como o embaixador da Nasa Science Days, Elifas Holodniak, e a representante do Sebrae-RJ, Renata Bento. 

As vencedoras da Feira relatam sua alegria ao serem convidadas a participar de um evento tão reconhecido como a Bauernfest: “É uma excelente oportunidade expor nossos produtos”, relatou Isabella Rocha de Carvalho de 21 anos, proprietária da Bella’s Confeitaria e vencedora do 1° lugar da “Feira do Jovem Empreendedor 2018”. “Além de ser uma grande conquista ter um espaço na Bauernfest, é uma ótima oportunidade para dar visibilidade a nossa marca. Fazer novas parcerias e conquistar novos clientes”, complementa Natasha Crivoi, proprietária da Finessi Gastronomia, e vencedora 2º lugar da “Feira do Jovem Empreendedor 2018”.

Sobre a parceria com a Coordenadoria de Juventude, o Secretário da Turispetro relata: “A partir de uma conversa entre a Turispetro e a Coordenadoria de Juventude, foi firmada uma parceria, na qual daremos oportunidade aos vencedores da “Feira do Jovem Empreendedor 2018”, de exporem suas foodbikes na maior festa da cidade. Também queremos expandir essa parceria, junto com a Coordenadoria de Juventude, para colocar estes jovens em outras festas, como Bunka-Sai, o Serra Serata, e o Natal Imperial. Com isso, fomentar a economia local e valorizar nossos jovens empreendedores”, pontua Marcelo Valente, secretário da Turispetro.

“A Feira do Jovem empreendedor, trouxe grandes resultados para a nossa juventude, mostrou aos jovens a importância de acreditar nas suas ideias e empreender. Para que os vencedores da feira continuem estimulados e empreendendo, firmamos uma parceria entre a Coordenadoria de Juventude e a Turispetro, na qual os jovens vendedores, terão a oportunidade de conquistarem o seu espaço na Bauernfest, e futuramente em outras festas da cidade. O governo está empenhado em dar oportunidade para os jovens, auxiliando – os na busca pelo trabalho e renda” destaca Wesley Barreto, coordenador de políticas públicas para a juventude.

Barracas ficarão nas Praças 14 Bis, Princesa Isabel e na Rua Padre Siqueira

Os petropolitanos que atuam com a venda de artesanato e produtos alimentícios terão espaço reservado para as vendas durante a Bauernfest no pátio do Palácio de Cristal, nas praças 14 Bis e Princesa Isabel, e também na Rua Padre Siqueira.  

“É importante que todos os que dependem das vendas possam aproveitar o movimento de turistas no entorno da festa para conseguir vender seus produtos nessa época do ano. Por isso a Secretaria de Desenvolvimento, em concordância com o Instituto Municipal de Cultura e Turismo separou espaços específicos para esse público atuar”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

No Palácio de Cristal ficarão dez barracas das associações e da Economia Solidária – nos jardins do Palácio – com a venda de artesanato. Já na Praça 14 Bis, onze barracas serão colocadas na calçada – para não atrapalhar o desembarque dos ônibus de turismo. Eles venderão, além de artesanato, produtos alimentícios.

“A preocupação do Departamento de Trabalho e Renda da Secretaria de Desenvolvimento Econômico é a de favorecer também os microempreendedores individuais durante os dias de festas. Todos os vendedores foram cadastrados e licenciados para a atuação nesses pontos específicos”, contou Gil Magno, diretor do Departamento de Trabalho e Renda.

Na Praça Princesa Isabel – localizada em frente à Catedral São Pedro de Alcântara – ficarão barracas com cervejas artesanais de Petrópolis, food trucks variados e quatro barracas com artesanato.

Já na Rua Padre Siqueira serão seis barracas, com a venda de produtos alimentícios como pipoca, algodão doce e maça do amor.

Praça Visconde de Mauá: barracas de artesanato nos domingos

Artesanato e antiguidades também poderão ser encontrados na Praça Visconde de Mauá nos domingos da festa – 24 de junho e 1º de julho. “Descentralizar a Bauernfest para outros espaços e disponibilizar a venda dos artesanatos foi uma ótima notícia. Acreditamos que mais de 80 pessoas poderão ser beneficiadas com essas vendas diretas durante os dias de festa. É uma boa oportunidade para aqueles que vivem e se dedicam ao artesanato na nossa cidade”, contou Marcelo Xavier, presidente do Conselho Municipal de Economia Solidária.

O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos de Pessoa com Deficiência (CMDDPD) realiza neste sábado (23.06) uma ação itinerante na Praça Corrêas. A ação tem o intuito de divulgar o trabalho realizado pelo conselho e levar para as ruas as questões sobre inclusão social, viabilidade, acessibilidade e a defesa do direito de pessoa com deficiência, entre outras que são discutidas durante as reuniões que acontecem mensalmente, também para a sociedade civil, na Casa dos Conselhos.

Nesta terceira edição, o evento ocorre de 9 às 15h, com várias ações programadas para a população. O plano de saúde “Cartão Para Todos” vai disponibilizar profissionais para aferir pressão e fazer testes de glicemia e o Instituto Mix de Profissões fará palestras sobre diversos assuntos, além de sorteios de brindes. Às 11h, o evento conta também com a apresentação musical dos alunos deficientes da Escola Municipal Paulo Freire.

“O objetivo do conselho itinerante é mostrar para sociedade de Petrópolis que existe um Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência e está lutando junto ao município para cumprir o estatuto da pessoa com deficiência. Petrópolis possui mais de 70.000 pessoas com algum tipo de deficiência e estando mais perto da população acreditamos que teremos mais visibilidade e motivação para continuar esta luta”, disse o Conselheiro representante da Sociedade Civil, Sérgio Servolo.

O presidente do CMDDPD Luis Felipe Cruz, destacou a importância de a ação chegar até os distritos da cidade. “Queremos chegar até a Posse. É muito importante que os direitos de pessoas com deficiência sejam discutidos por todos os grupos em vários locais. Conseguir levar as ações para os distritos, significa alcançar mais pessoas”, conta.

As reuniões do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência são realizadas sempre nas segundas sextas-feiras de cada mês, na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta, na Avenida Koeler, 260, no Centro e é aberta ao público.

Pagina 1 de 884

Notícias por data

« Junho 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30  

Alvará Online - BANNER

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

cpge

selo acesso informacao.fw

cmv-logo