A programação – para todos os gostos – deste Natal Imperial tem agradado turistas e visitantes, mas, neste domingo (09.12) o destaque ficou por conta da Parada Iluminada, que emocionou o público com seus cerca de 300 desfilantes contando a história de Natal em plena Rua do Imperador, no Centro Histórico. As calçadas ficaram lotadas com, principalmente, crianças encantadas com as fantasias e os carros alegóricos. No próximo fim de semana, o evento será duplo, com desfiles no sábado (15.12), às 21h, e no domingo (16.12), às 20h.

“Dividido” em três setores, o desfile contou com a “Anunciação”, narrando o nascimento do menino Jesus, com anjos, estrelas, fadas e presépio vivo na primeira parte. Já no segundo, o público acompanhou todo o “simbolismo natalino”, com confeiteiros, soldadinhos, bonecas, e outros elementos desse período do ano. No terceiro, foi o “Reino Encantado de Papai Noel” com, claro, a presença do bom velhinho em um trenzinho totalmente renovado, além da presença de seus ajudantes gnomos. Os cantores Larissa Viana, Gabriel Silva, Valentina Francisco e Mila Matoso, que dão voz à trilha sonora do desfile, também participaram do evento.

Nas ruas, o que se via era, principalmente, visitantes de fora da cidade. A funcionária pública Rosemere Alves, que é nascida em Petrópolis, mas hoje mora em Brasília disse ter ficado encantada com o desfile e com toda decoração para o Natal. “Adorei, vim exclusivamente para a festa e achei tudo lindo. Nunca imaginei ver minha cidade assim”, disse. “No ano passado eu vim e achei lindo, então chamei a minha sobrinha para vir esse ano. Vou passar a vir todos os anos agora”, completou a tia dela, Alenyr Antunes, que é moradora de Cabo Frio.

Programação movimentou o domingo durante todo o dia

Entre os destaques da programação de domingo esteve a apresentação da cantora italiana Mafalda Minnozzi, na Praça da Liberdade – a Vila Imperial. A artista disse estar encantada com a festa. “Estou muito feliz em estar nessa cidade, que é um esplendor. O Natal Imperial por mais um ano está cheio de atrações. Hoje (domingo) mesmo estão acontecendo vários eventos por toda da cidade. Parabéns a cidade e ao Natal Imperial, esta festa tão linda”, destacou Mafalda

Ainda na praça, mais de 12 integrantes da Camerata Ação Social pela Música se apresentaram também no domingo. O grupo apresentou um repertório de música clássica aos melhores sons da música popular brasileira. “Amo Petrópolis, a decoração natalina está linda. Mesmo com a chuva de ontem, fizemos outros programas em lugares fechados, também aproveitamos bastante. Hoje estamos ansiosos para ver a decoração durante a noite e começamos bem ao som dessa orquestra maravilhosa aqui na praça”, contou a nutricionista moradora do Rio De Janeiro Daniela Rezende, que estava com toda a família e amigos.

No Palácio de Cristal, o Doce Natal também ficou lotado na tarde deste domingo durante a apresentação do Coral do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Pró-Tempore. Os 23 componentes da melhor idade cantaram um repertório amplo com músicas clássicas e sucessos da música popular brasileira.

Outro destaque foi o Túnel de Luz da Rua 16 de março, que esteve lotado em todas as apresentações e contou até com uma apresentação extra para o público.

Já no Quitandinha, a programação do Sesc encantou o público com a Orquestra Sinfônica Brasileira. Com clássicos do Natal como “O Quebra Nozes”, de Tchaikovsky e “Danúbio Azul”, de Stauss, o maestro Lee Mills regeu não só os músicos, mas o público que prestigiou o evento, que cantou aplaudiu o espetáculo de pé. 

O patrulhamento do trânsito acaba de ganhar reforço: nesta segunda-feira (10.12), quatro novas motocicletas às equipes de agentes da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans). No encontro, realizado na sede da prefeitura, os profissionais também receberam novos uniformes completos, além de 11 equipamentos de rádio para comunicação e capacetes para utilização nos novos veículos.

A renovação da frota de motocicletas ocorre quase nove anos depois das últimas seis compradas para os agentes, datadas de 2010. Os novos veículos são do modelo Crosser da Yamaha, cor branca e receberam adesivagem característica da CPTrans, além de já contarem com novo modelo de emplacamento. Os veículos também serão equipados com giroflex e baú – já adquirido e com previsão de entrega nesta semana. Um investimento de cerca de R$ 50 mil

O fardamento, agora, conta com novo padrão: as calças são de cor caqui, com camisas acinzentada. Nos dias mais quentes, camisas de malha identificadas também na cor cinza poderão ser usadas. Os agentes que atuam no patrulhamento também receberam novas botas de cor preta, além de luvas e todo os equipamentos de segurança necessários à função. Foram entregues dois conjuntos para cada profissional, além de a Companhia contar com fardamento reserva. A última vez que a equipe recebeu uniformes completos foi em 2011.

Agente de trânsito há 15 anos, Jerônimo Caixeiro da Cruz destaca que a nova frota irá agilizar o dia a dia no trabalho da equipe. “Já ocorreu de termos de deixar de atender uma ocorrência porque ficamos a pé com a motocicleta. Agora, com novo equipamento, conseguiremos ter mais dinamismo para atender um caso de acidente, por exemplo. Os uniformes também são importantes porque os antigos já estavam remendados. Com os uniformes e os novos materiais, nos sentimos felizes como funcionários públicos e cidadãos petropolitanos”, contou.

Responsáveis pela manutenção do trânsito, os agentes já atenderam a 3.971 demandas até o fim de novembro 2018. O serviço inclui o atendimento pelo 156, destinado às denúncias sobre irregularidades no trânsito, mas os agentes também atuam em eventos, fazendo desvio, fiscalizando as irregularidades, fazendo escoltas, entre outras ações.

O Balcão de Empregos da Prefeitura de Petrópolis cadastrou nessa semana 81 novas vagas. Há oportunidades para várias modalidades como funileiro, cozinheiro, mecânico, polidor e técnico de redes de telecomunicação. As vagas representam uma boa oportunidade para aqueles que buscam uma recolocação no mercado de trabalho.

Os números mostram o positivismo dos setores econômicos.  Os empresários podem aproveitar o Balcão de Empregos para cadastrar as vagas disponíveis nas empresas no Balcão da prefeitura. Para quem precisa realizar processo de seleção, o poder público também oferece o Espaço Empreendedor para que as entrevistas possam ser realizadas com tranquilidade. 

Quem já cadastrou o currículo no Balcão de Empresas deve ficar atento à atualização das informações cadastrais.

Em média, o Balcão recebe 500 novos currículos por mês. Nesse ano foram 4.796 currículos cadastrados, 208 vagas divulgadas e 1.402 candidatos encaminhados para entrevistas. Vale salientar que o passo a passo para o cadastro do currículo no Balcão de Empregos é bem simples e o link está disponibilizado no site da prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br

Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113. Vale destacar que o balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846.

Confira as vagas cadastradas:

Assistente Mecânico de motores de aeronaves - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio, curso técnico e curso preparatório

Costureira - 4 vagas - ambos os sexos - Experiência

Cozinheiro - 2 vagas - ambos os sexos - Experiência

Eletricista de rede de distribuição - 10 vagas - sexo masculino - Ensino fundamental completo curso técnico e conhecimento em redes de distribuição e normas regulamentadoras

Estágio de engenharia em processos de revisão de acessórios - 1 vaga - ambos os sexos - Cursando engenharia elétrica, mecânica ou de produção, conhecimento intermediário de inglês, noções do pacote Office.

Funileiro - 3 vagas - sexo masculino - Ensino fundamental e experiência

Instrutor - 1 vaga - ambos os sexos - Curso técnico em eletrotécnico e dominio do pacote office.

Mecânico diesel - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Montador de tubulação - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino fundamental completo e experiência

Operador de empilhadeira - 2 vagas - sexo masculino - Ensino fundamental e experiência

Polidor de metais - 1 vaga - sexo masculino - Experiência

Promotor de vendas – 25 vagas – ambos os sexos – Ensino médio completo

Serralheiro - 2 vagas - sexo masculino - Ensino fundamental e experiência

Soldador Mig - 3 vagas - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Soldador Tig - 3 vagas - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Técnico de rede de telecomunicação - 15 vagas - sexo masculino - Ensino médio, CNH e veículo próprio

Além dessas foram cadastradas 5 vagas para portadores de necessidades especiais. Confira:

Assistente de reparos - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino médio, curso técnico Senai e laudo atualizado

Assistente Administrativo - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo, conhecimento do pacote office e inglês intermediário, além de laudo atualizado

Auxiliar de RH - 2 vagas - ambos os sexos- Ensino superior completo ou cursando Gestão em RH, laudo atualizado

Com a programação e toda decoração da cidade por causa do Natal Imperial, Petrópolis tem ficado lotada de turistas. A prova disso são os números da taxa da ocupação hoteleira, que ultrapassou os 88% nos hotéis e pousadas do Centro Histórico neste fim de semana, de 07 a 09 de dezembro. Em toda cidade, a ocupação foi de 72%, de acordo com dados da Turispetro. Desde sexta-feira, ônibus e vans de excursão traziam visitantes de diversas cidades, como Rio de Janeiro, Niterói, Volta Redonda, Juiz de Fora-MG, entre muitas outras. O desfile da Parada Iluminada e o Túnel de Luz da Rua 16 de Março estiveram entre os destaques da festa.

Durante este segundo fim de semana de festa, o público pôde conferir apresentações musicais, como de orquestras, corais e bandas marciais; programação gospel; atividades para as crianças; desfile da Parada Iluminada; além, claro, de toda decoração e iluminação e ainda a gastronomia. Quem veio a Petrópolis especialmente para curtir a programação da festa aprovou. A professora universitária aposentada Angélica Costa, moradora de Duque de Caxias, foi uma delas.

“Viemos em um grupo de 30 pessoas e estamos hospedados aqui. Só vamos embora na segunda-feira. Todos estamos adorando. A cidade está de parabéns. Temos certeza de que aqui vai se transformar em uma nova Gramado. Fiquei encantada”, disse. “Já conhecia a cidade, mas essa é a primeira vez que venho no Natal e gostei muito. A cidade tem tudo para crescer ainda mais”, completa a amiga Dina Guerra, que é jornalista e advogada e mora no Rio de Janeiro.

Principalmente na sexta-feira e no sábado, muitos hotéis e pousadas do Centro Histórico chegaram a 100% de ocupação dos leitos. Nos restaurantes, o movimento também foi considerado excelente pelos empresários.

“Esta é a primeira vez que viemos especialmente para o Natal Imperial. Queremos assistir todas as festividades da cidade, que está cheia. Eu e meu marido estamos encantados, a decoração está muito linda e a toda hora tem uma atração. Esse coral tão bonito, estou encantada com a apresentação!”, contou Rita Andrade, moradora da cidade de Guarani na Zona da Mata de Minas Gerais, que assistia o concerto do Coral Pró Tempore no Palácio de Cristal.

O Vila Rica recebeu, nesta segunda-feira (10.12), capina, remoção de entulho, varrição, conserto de brinquedos em parquinhos, instalação de lixeiras de postes durante o mutirão de serviços realizado no bairro. Cerca de 30 funcionários da equipe regional da Comdep em Itaipava e do departamento de obras foram acionados para os serviços. O local também recebeu manutenção viária e vistoria de pontos de iluminação pública.

A Comdep está com equipes fazendo a remoção de entulho em diferentes pontos do Vila Rica desde a última semana. Desde então, até esta segunda-feira, foram retiradas 85 toneladas de restos de obras, mato, móveis e eletrodomésticos velhos descartados de forma irregular no bairro.

Também foi feita capina na Rua Augusto Ferreira da Silva, seguida de varrição para retirada de todo lixo verde gerado.

O departamento de obras da Comdep atuou em um dos parquinhos infantis do bairro, com reparo de brinquedos como gangorra e balanço. Além disso, outros equipamentos como o cavalinho foi retirado para receberem conserto na sede da Companhia e serão reinstalados novamente nos próximos dias. Outra ação no local será pintura, para dar novas cores ao local usado pelas crianças.

O bairro ainda ganhou novas lixeiras de poste, com capacidade de até 15 quilos de lixo de pouco volume, e uma coletora de alumínio com base de concreto com três metros de extensão foi construída próximo da Igreja de Santa Edwiges.

A Secretaria de Obras levou o programa Mais Asfalto para o bairro, com aplicação de cinco toneladas de material para a Rua Augusto Ferreira da Silva. Essa via serve de itinerário para 54 viagens da linha 713, mais três viagens da linha noturna que atende o bairro.

Uma equipe da empresa responsável pela manutenção da rede de iluminação pública, a Vitorialuz, também foi enviada para vistoriar os pontos de luz no bairro,mesmo sem nenhuma demanda pendente de atendimento. A comunidade já havia recebido 40 reparos nos últimos meses.

A moradora do Vila Rica, Ivania de Jesus, ressaltou que o mutirão reúne serviços importantes para o bairro.

“Acho muito bom esse mutirão, porque o povo precisa mesmo desses serviços. Limpeza, asfalto e iluminação é tudo o que a gente mais quer, então o Vila Rica vai ficar muito bom agora”, afirmou.

Essa foi a segunda vez que o mutirão de serviços passou pelo bairro. A ação ocorreu 33 vezes desde o ano passado em Mosela, Posse, Independência, Madame Machado, Siméria, Bonfim, São Sebastião, Vila Rica (em duas oportunidades cada bairro), Bairro da Glória, Nogueira, Secretário, Alto da Serra, Quitandinha, Estrada da Saudade, Morin, Meio da Serra, João Xavier, 24 de Maio, Duques, Bela Vista,VicenzoRivetti, Vila São José, Carangola, Rua Teresa e Itaipava.

Com salas de informática, quadra poliesportiva e piscina, a Monsenhor João de Deus Rodrigues, em Pedro do Rio, vai receber alunos da Nilo Peçanha, distante 500 metros. A medida é preventiva e visa a segurança e conforto dos alunos. A escola Nilo Peçanha, sem reforma desde 2009 tem rachaduras e infiltrações, por ser próxima a um córrego. A Defesa Civil recomendou a não utilização do prédio  depois de vistoria acompanhada pela Defensoria Pública.

São 364 alunos que iniciarão o ano letivo no prédio da Monsenhor João de Deus Rodrigues. Além do atendimento pedagógico normal, no prédio da EM Monsenhor João de Deus Rodrigues os alunos terão acesso à quadra poliesportiva, sala de informática e poderão ser matriculados nas aulas diferenciadas ofertadas na unidade escolar como basquete, dança de salão, voleibol, handebol e natação – de acordo com a idade mínima estabelecida em cada oficina.

O assunto norteou uma reunião realizada nessa segunda-feira (10.12) com os pais, responsáveis e funcionários da EM Nilo Peçanha e com integrantes da Secretaria de Educação.

Os pais e alunos visitarão a EM Monsenhor João de Deus Rodrigues para conhecer as instalações e não haverá mudança no sistema do transporte e também não há a intenção de mudar o uniforme. O objetivo é o de garantir o início do ano letivo de 2019 para esses alunos em um espaço adequado.

A Defensoria Pública aponta que a mudança também atende aos anseios dos alunos.

A Defesa Civil também vistoriou o prédio da EM Nilo Peçanha e destacou em seu relatório a existência de rachaduras, descalçamento, fissuras e trincas no prédio.

Os 364 alunos da EM Nilo Peçanha – matriculados do 4º período da educação infantil até o 5º ano do ensino fundamental – deverão ser atendidos no turno da tarde na EM Monsenhor João de Deus Rodrigues.

“Eu gostei da mudança. Acho que realmente os alunos serão bem atendidos lá na Monsenhor João de Deus Rodrigues e os pais ficarão tranquilos”, disse Jocélia de Paula Lima, mãe de Raissa (10 anos), Thalia (8 anos) e a Lara (5 anos), todas alunas da EM Nilo Peçanha.

Maria Ângela Pinha, mãe do Manoel, de 7 anos, também gostou da ideia. “Foi uma boa solução. Estávamos acompanhando essa questão das rachaduras com muita preocupação e acho que a mudança é necessária”.

A partir desta segunda-feira (10.12) quatro pontos de atendimentos estão em funcionamento na cidade para cadastrar famílias que perderam suas casas nas chuvas. Elas estarão inscritas em 1.028 unidades habitacionais, novos empreendimentos do Minha Casa Minha Vida em Petrópolis, que estão sendo conquistados pela Prefeitura. As pessoas que perderam ou estão com seus imóveis interditados, podem se dirigir, entre 9h às 17h, ao Calçadão do Cenip, aos terminais rodoviários do Centro e de Itaipava, e à sede da Defesa Civil (Rua Buarque de Macedo, 128 – Centro). A ação para a inclusão das pessoas ao programa Minha Casa Minha Vida será realizada até o dia 19 de dezembro.

 No primeiro dia de funcionamento das tendas de cadastramento do programa de habitação no município, muitas pessoas aproveitaram para tirar dúvidas, principalmente sobre a documentação. Equipes da Secretaria de Assistência Social estão efetuando os atendimentos e esclarecendo a população sobre como funciona o programa. Esse serviço também está sendo feito diretamente nas comunidades.

A prefeitura está apresentando projetos ao governo federal para garantir mais 1.028 unidades habitacionais. As unidades são destinadas para pessoas que perderam suas casas ou estão com os imóveis interditados em decorrência de desastres com as chuvas.Além dos postos fixos pela cidade, as equipes estão percorrendo as comunidades efetuando o chamamento para atualização dos dados e inclusão no programa.

As unidades habitacionais previstas para a cidade serão construídas nas localidades de Benfica, que receberá 120 imóveis; Vale do Cuiabá, 140; Mosela, 48 e Caetitu, com 720 moradias.

Os cadastramentos que tiveram início em 26 de novembro e estavam sendo feitos permanentemente na sede da Defesa Civil, ganharam o reforço com as tendas nos pontos estratégicos da cidade. A escolha dos locais levou em consideração a grande circulação de público. “Estamos com boas expectativas para os próximos dias, pois com essas tendas montadas nesses pontos centrais, muitas pessoas estão buscando informação e verificando que estão dentro do perfil”, destaca o Diretor do Departamento de Proteção Social Básica, Rodrigo Lopes.

Nesta segunda-feira (10.12), o morador do Alto da Serra, Robson Vinícius, 33 anos, foi com a família realizar o seu registro no programa. Deste janeiro de 2016 ele, a mulher e os três filhos, de 1, 3 e 10 anos de idade, vivem numa casa que tem o laudo de interdição pela Defesa Civil. Ele conta que o imóvel teve a estrutura danificada por conta da enchente que ocorreu na época. “Minha casa ficou tomada pela água, desde então há sempre o risco de a situação voltar a ocorrer. Não temos como nos mudar e viemos aqui com a esperança de conseguirmos sair dessa situação”, destaca o morador.

A auxiliar de serviços gerais, Gabriela de Oliveira, 29 anos, buscou o posto de atendimento no terminal rodoviário do Centro para completar a entrega da documentação. Desde que o cadastramento teve início ela buscou informações, mas estava dependendo da apresentação do laudo da Defesa Civil sobre a ocorrência em sua casa em 2013. Na época, a casa onde morava no bairro Lagoinha foi interditada por conta de risco de deslizamento. Desde então, Gabriela mora de aluguel no Sargento Boening. “Quando soube desse cadastramento logo busquei meus documentos. É a chance de eu recuperar a minha casa própria”, conta.

Segunda, 10 Dezembro 2018 - 19:05

Programa Mais Asfalto acontece em Nogueira

O programa Mais Asfalto atendeu Nogueira nesta segunda-feira (10.12). O serviço de manutenção viária ocorreu no entorno da praça do bairro e também na comunidade de Águas Lindas. Foram usadas cinco toneladas de material para melhorar as condições para o transporte público.

Em Águas Lindas, o trabalho já havia começado na última semana, quando também foram usadas cinco toneladas de asfalto desde o ponto final da linha 603. O ônibus que atende a comunidade faz 37 viagens por dia, além do executivo 672 (oito viagens) e da linha noturna 698 (duas viagens).

A comerciante Vanderleia Barroso tem padaria localizada em frente a um dos locais que recebeu reparos e conta que a melhoria traz segurança para a região. “Muito bom esse trabalho, esse trecho estava precisando, principalmente por causa da passagem de ônibus e também pelos carros dos moradores. Agora melhorou muito”, contou.

Em Nogueira, a Rua Braz Rossi, no entorno da praça do bairro, recebe ainda as linhas que atendem as comunidades Vila Epitácio e Calembe, com mais 38 viagens no total.

Também foi feita manutenção viária na Estrada União e Indústria, próximo ao Terminal de Corrêas, por onde passam 26 linhas de ônibus que fazem 781 viagens por dia. Esse trabalho ainda ocorreu em outro ponto da estrada, em Bonsucesso.

O programa também atuou em Vila Rica, na Rua Augusto Ferreira da Silva, por onde passam 54 viagens da linha 713 e três viagens da linha noturna 722. Na Rua Mato Grosso (Quitandinha), o trabalho beneficia 46 viagens das linhas 424 e 454.

O Mais Asfalto ainda passou por outras ruas movimentadas no Centro, como Av. Barão do Rio Branco, Floriano Peixoto, Alberto Torres, Fonseca Ramos e Washington Luiz, e ainda pela Bernardo Proença, em Cascatinha.

De acordo com a Secretaria de Obras serão atendidas ruas de outros bairros nos próximos dias, como Bingen, Quitandinha, Sargento Boening, Alto da Serra, Mosela, Duarte da Silveira, Quissamã, Cascatinha e Quarteirão Brasileiro.

Além dos bairros, o Mais Asfalto atua também nas vias de maior circulação da cidade. O programa já pavimentou quase sete quilômetros entre as ruas Santos Dumont, Souza Franco, Visconde de Bom Retiro, Aureliano Coutinho, Imperador, Dr. Sá Earp, 16 de Março, Roberto Silveira e entorno da Praça da Liberdade, no Centro.

Tenistas do município tiveram a oportunidade de participar de um torneio profissional com nomes consagrados da modalidade no último fim de semana. Após 17 anos sem receber uma competição deste nível, a Copa XP/ Hospital Santa Teresa – 1º Torneio Open de Tênis Pro reuniu 14 atletas na disputa pelo título, que ficou com Pedro Sakamoto, atual número 490 do Ranking Mundial da ATP. Ele venceu Osni Neri Junior, atual 1.558 da ATP por dois a zero, parciais 6-4 e 6-1. O evento foi realizado na academia Locatelli e contou com o apoio da prefeitura de Petrópolis através da Turispetro e da Superintendência de Esporte e Lazer.

Para o trade turístico, os eventos esportivos também movimentam o setor. “Temos procurado sempre firmar parcerias para trazer para Petrópolis eventos que aqueçam nossa economia, ocupem quartos de hotéis e pousadas e movimentem o comércio”, frisa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

A ideia é incentivar também novas gerações a se interessarem pela modalidade, que começou em Petrópolis ainda no século passado, e essas modalidades estão em ascensão em todo o país e ganhando cada vez mais espaço no recheado calendário esportivo de Petrópolis.

Além de Pedro e de Osni, outros nomes importantes do cenário internacional estiveram em Petrópolis, como é o caso de Christian Lindell, Carlos Eduardo Severino, João Okano e Fábio Costa. Segundo o professor e um dos organizadores do evento, Roberto Edler, a ideia é incentivar o crescimento do esporte na cidade.

“Conseguimos trazer atletas de alto nível, que já estiveram entre os 200 melhores do mundo. É importante que a gente incentive a modalidade entre os mais jovens, abrindo mais espaço para os atletas de Petrópolis competirem em alto nível", disse Roberto.

Após chegarem às finais da XII Copa Serrana de Basquete 2018 no último sábado (08.12), os alunos que da equipe de basquete sub-15 da EM Monsenhor João de Deus Rodrigues ficaram na 4ª colocação da disputa, motivo de comemoração para o professor e para os alunos: foi a primeira vez que a equipe petropolitana chegou tão longe em uma disputa fora da cidade.

Na ocasião os estudantes petropolitanos disputaram com a equipe de Volta de Redonda e também com Niterói. “Estamos felizes pela conquista deste ano. Nosso objetivo era chegar às finais. Claro que fica a vontade de ganhar, principalmente porque a disputa pelo terceiro lugar foi bem próxima. Mas, nossa equipe surpreendeu e isso nos enche de orgulho. Jogamos bem e tivemos a sensação que poderíamos vencer.  Muitas vezes o placar não reflete a quão apertada foi a partida, mas nossa atuação foi elogiada por todos e isso nos dá mais motivação para continuarmos treinando e seguindo em frente com o projeto.  Estamos felizes, realizados e já na expectativa para o próximo ano”, afirmou o professor Mauricio Manzini, responsável pelas aulas de basquete.

João Victor Davi de Oliveira Souza é um dos atletas da equipe da EM Monsenhor, disse que, apesar do nervosismo, a experiência foi válida. “Jogar uma final da Copa Serrana é uma sensação muito boa, você tem que jogar o seu melhor, porque a competição é feita com jogadores alto nível, que tem muita experiência e anos de treino no basquete. Pensei em todo o trajeto em dar o meu melhor. No começo senti aquele frio na barriga porque é uma final, você não pode vacilar, é um jogo que não pode ter erros, mas, foi uma experiência única jogar a final da copa serrana. Principalmente por jogar ao lado dos meus amigos. Eu vou levar esse momento para a vida toda”, disse.

Os resultados dos jogos foram na 1ª rodada: CSNVolta Redonda 53 x RBA Petropolis 32 e Celtics Juiz de fora 46 x  Central Niterói 50. Já na segunda os times conquistaram os resultados: Juiz de Fora 35 x  Petrópolis 24 e Volta Redonda 64 x  Niterói 56.

O diretor da EM Monsenhor João de Deus Rodrigues disse que toda a escola está orgulhosa da equipe de basquete. “Eles disputaram com equipes supercompetitivas e deram o melhor de cada um. Eles já são um orgulho para nossa escola e tenho certeza que no próximo ano também estarão presentes na Copa Serrana”, disse Ney Marcos de Paula Júnior.

Na EM Monsenhor João de Deus Rodrigues 80 alunos – de diversas escolas da rede municipal – participam das aulas de basquete. Os jogadores estão divididos nas categorias: iniciação sub-13 para meninos e meninas; Iniciação sub-15; Equipe sub-15 e Equipe sub 17. Os alunos interessados em participar do projeto devem procurar a secretaria da escola para fazer as inscrições. Localizada em Pedro do Rio, A E.M Monsenhor João de Deus Rodrigues atende do 2º ao 9º ano do ensino fundamental e ainda mantêm aulas do EJA (Educação de Jovens e Adultos) na parte da noite. Ao todo, a unidade atende 782 alunos em atividades diversificadas: basquete (80); dança de salão (20); voleibol (45); handebol (60), Inclusão Social e Esportiva (45), natação e hidroginástica (532).

Pagina 1 de 1059

Notícias por data

« Dezembro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Alvará Online - BANNER

DO

loa 2018

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

cpge

gabinete cidadania.fw

selo acesso_informacao.fw

EOUVmunicipios

cmv-logo