O levantamento foi feito com base nas notas de compra e venda enviada pelos estabelecimentos fiscalizados.

O Procon/Petrópolis-RJ, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, fez um levantamento do preço médio e da média de lucro (markup) que vinham sendo praticados na cidade na venda de álcool em gel, entre os meses de janeiro e fevereiro. Os dados servem para análise do órgão de defesa do consumidor, na hora de fiscalizar e apurar denúncias de preços abusivos.

Desde o início da pandemia da Covid-19, o Procon/Petrópolis-RJ tem atuado intensamente na fiscalização das farmácias, alvos constantes das mais de 300 denúncias diárias recebidas pelos canais de atendimento do órgão de defesa do consumidor.

Nas notas, a equipe de fiscalização identificou que o valor mais barato da embalagem de 420g do álcool em gel foi encontrado (no período da análise) na rede City Farma, por R$ 13,90. O valor mais alto, na rede Pizzer, por R$ 18. O preço médio para a quantidade ficou em R$ 16,32 (enquanto o de compra, R$ 10,10). Em relação à margem de lucro, quem aplicou o menor markup foi a rede de drogarias Galanti, 44,4%. Já o maior percentual, foi da rede Pague Menos, 172,4% (a margem é resultado de uma compra do produto, no valor de R$ 5,87 – bem abaixo do valor de compra das demais farmácias fiscalizadas). A média ficou em 68,46%.

Na embalagem de 500g, o menor preço de venda foi o da rede Tamoio, R$ 10,99. Também foi da rede o menor markup, 32,41%. Já o maior valor foi o da Albmed, que vendeu o produto a R$ 21. O maior markup foi o da drogaria Raia, 107, 31%.  Em média, o produto foi comprado por R$ 10,11 e vendido por R$ 16,78. A margem de lucro média ficou em 66,73%.

Para a embalagem de 60-70g foi também da drogaria Raia o maior preço, R$ 7,69. O maior percentual de lucro na Pague Menos, 197,02% (que comprou a R$ 1,68 e vendeu a R$ 4,99). O menor preço de comercialização foi o da Tamoio, R$ 2,90. E o menor markup o da Cristal, 39,38%. Em média as farmácias compraram a quantidade de álcool em gel por R$ 2,59 e venderam a R$ 4,95, com margem de lucro média de 86,5%.

Vale ressaltar que, mesmo com o atendimento ao público suspenso desde o dia 18 de março, o atendimento ao consumidor no Procon/Petrópolis-RJ segue sendo feito através dos canais de atendimento do órgão, através do telefone (24) 2246-8477 e WhatsApp (24) 98857-5837 (apenas mensagem de texto). O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, entre 10h e 17h

Nova logística vai garantir equipes 24h nos pontos de verificação

No enfrentamento ao corononavírus, a prefeitura vai reforçar o controle sanitário na cidade. Um novo ponto vai ser instalado na Estrada União e Industria, na altura do número 12.701. A partir desta terça-feira (07.04) esse ponto será o quinto montado pelo governo municipal. Outra modificação será a implementação de nova logística para o controle da entrada de carros provenientes de outros municípios, que contará com equipes se revezando 24h em todos os pontos ativos. Nos pórticos do Quitandinha e do Bingen, no Alto da Serra e no Trevo de Bonsucesso, os motoristas e passageiros são abordados sobre a origem, destino e motivo da viagem e o estado de saúde.

O Palácio Sergio Fadel, sede da prefeitura na Av. Koeler, está iluminado com a cor verde, marcando os esforços dos profissionais da saúde no combate ao coronavírus. A homenagem do governo municipal começou nesta segunda-feira (06.04) e vai permanecer durante todo o momento de crise.

O serviço de manutenção de iluminação pública continua sendo realizado pela empresa contratada pela prefeitura, a Vitorialuz. Até o meio de março, foram realizados 2.171 pontos de luz receberam reparos neste ano. A partir desta terça (07.04), os pedidos de manutenção só poderão ser apresentados junto ao Departamento de Iluminação Pública por telefone e pela internet. O atendimento presencial no Centro Administrativo não vai ocorrer até o dia 15 de abril. 

Essa medida é necessária porque o setor implementou o sistema de home office para os funcionários, seguindo o decreto municipal com ações de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus – vetor da Covid-19.

São dois números disponibilizados para os pedidos: 9 8132-9222 (atendimento entre 07h às 12h40) e 9 8188-5504 (atendimento entre 13h e 18h40). Também é possível apresentar solicitações pelo aplicativo de smartphone “Petrópolis IP”, disponível para celulares com sistema operacional Android e iOS. O terceiro caminho é o site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

A recomendação é que o morador verifique no braço da luminária ou mesmo no poste a numeração que identifica o ponto de luz – essa informação vai ajudar as equipes de trabalho a encontrarem o ponto com maior velocidade e precisão. Outra colaboração é indicar o serviço necessário, que pode ser desde troca de lâmpada que fica apagada a noite ou acessa durante o dia; lâmpada apagando e acendendo; luminária ou braço da luminária danificado; fiação partida na via; ou ainda luminosidade ruim. Essas duas informações ajudam a agilizar o atendimento da demanda.

Intenção também é a de reconhecer regiões com aglomeração de pessoas

Dando continuidade às ações de prevenção ao coronavírus, a prefeitura de Petrópolis estuda fazer o uso de uma ferramenta que analisada dados de deslocamento de pessoas por meio de dados do celular captados pelas antenas de telefonia. A ferramenta foi apresentada para o prefeito e secretários municipais pela empresa Claro / Embratel. Por meio do levantamento de dados poderá ser possível analisar a quantidade de pessoas que estão em deslocamento nas regiões, lugares que estão recebendo visitantes de fora e, ainda, comparar quantas pessoas estavam em determinadas regiões cerca de três semanas atrás e quantas estão hoje, já com as medidas de prevenção ao coronavirus em andamento.

A proposta será estudada pelo município. A partir dos celulares que utilizam o serviço da empresa – que é utilizada por 40% da população, será possível fazer uma estatística que mostra com possibilidade de 1% de erro, quantidade de pessoas por região, deslocamento entre bairros e entrada de pessoas na cidade. A plataforma também poderá ser utilizada no período pós-coronavirus, com destaque para o levantamento de informações em áreas como turismo e mobilidade urbana.

A plataforma permite, inclusive saber quantas pessoas estiveram em determinada região, na cidade, e que são de municípios diferentes, através do DDD. As informações são levantadas a partir da sincronização de dados ligados a antenas de telefonia. As informações coletadas ficam disponíveis para o poder público após 4 dias da coleta.

Abastecimento não poderá ser suspenso para nenhum morador e cliente

Também serão garantidas isenção para famílias de baixa renda e para comércio fechado

O prefeito determinou a ampliação do período de proibição de corte de abastecimento de água e coleta de esgoto. A medida se estende agora por 60 dias. Também foram estabelecidos isenção para famílias de baixa renda e para estabelecimentos comerciais fechados. Todas essas medidas foram discutidas com a concessionária Águas do Imperador e entram em vigor imediatamente.

A prefeitura já havia decretado no dia 17 a proibição do corte do abastecimento de água até o início de abril, mas agora a medida foi estendida por 60 dias. Essa medida será importante para garantir que a população conseguirá adotar ações de higiene pessoal, como a lavagem das mãos mais vezes durante o dia.

As famílias que tem acesso a tarifa social ficarão isento de pagamento no mesmo período. O benefício concede 50% de desconto para quem consome até 10m³ de água por mês.

Outra medida decretada é a isenção do pagamento da tarifa básica para os estabelecimentos comerciais que não registrarem consumo nos próximos dois meses.

Os clientes da concessionária também não poderão ter o nome incluídos em cadastros de restrição de crédito por inadimplência nesse período.

Equipes da prefeitura e da Águas do Imperador realizaram o trabalho nesta segunda-feira (06.04)

s serviços de higienização e desinfecção de bairros continuam sendo realizados pela prefeitura e pela Águas do Imperador. Nesta segunda-feira (06.04), o prefeito acompanhou o trabalho feito no Castrioto e no Duarte da Silveira pela concessionária. O reforço nas ações de limpeza é mais uma medida preventiva do governo municipal ao coronavírus – vetor da Covid-19.

Para o serviço de limpeza, as equipes da Águas do Imperador utilizaram água e hipoclorito de sódio, um tipo de alvejante. Além dos bairros atendidos pela concessionária, a Comdep realizou a faxina em ruas do Quitandinha, Alto da Serra e Centro Histórico hoje (06). A empresa utiliza água, sabão e cloro para realizar a higienização desses locais.

Esse mesmo trabalho de higienização e desinfecção de bairros também já foi realizado em outros locais, como Nogueira, Bela Vista, Nova Cascatinha, praça de Cascatinha e Itamarati, Boa Vista, Estrada da Saudade, Floresta, o entorno da UPA Itaipava e os terminais de Corrêas e de Itaipava. Mais locais serão atendidos ao longo da semana.

Iniciativa voluntária

Petrópolis tem, agora, um site que concentra as empresas que estão com serviço de delivery durante o período de isolamento social: o site www.deliverypetropolis.com.br. A ação é uma iniciativa voluntária, sem custos, que concentra todas as empresas locais que estão atendendo os consumidores com entregas em casa, em segurança e evitando aglomeração nas ruas da cidade. Os estabelecimentos essenciais, que precisam estar abertos ao público, também podem se inscrever no site e dar visibilidade ao seu negócio. A inserção é gratuita, já que a iniciativa não tem fins lucrativos.

De acordo com o os organizadores do projeto a ideia é que o site seja um ponto de encontro entre quem vende e quem compra. Com a pandemia, muitas empresas começaram a oferecer o serviço de delivery, mas tinham dificuldade em se comunicar com seus consumidores. Até então, grande parte do comércio vinha funcionando apenas com loja física, sem contato com clientes de forma digital, o que dificultou a divulgação do serviço.

Ao acessar o site, os consumidores podem consultar os serviços numa busca simples, que permite filtros pelo bairro, tipo de estabelecimento ou nome da empresa. Mais de 150 estabelecimentos já se cadastraram, em diferentes segmentos como restaurantes, supermercados, farmácias, doces e hortifrutis, como por exemplo.  O site foi construído para ser muito fácil de usar e funciona em celulares, computadores e qualquer outra plataforma digital.

O site www.deliverypetropolis.com.br é uma iniciativa que tem como apoiadores oficiais a Prefeitura de Petrópolis, Associação de Lojistas da Rua Teresa, Associação de Lojistas da 16 de março, Petrópolis Convention & Visitors Bureau (PCVB), Turispetro, Sicomércio e Polo Gastronômico de Valparaíso.

A iniciativa do projeto é da iDIGO – agência de Marketing Digital, que desenvolveu o site com uma equipe própria de profissionais, de forma voluntária e colaborativa com ajuda dos parceiros que apoiam a iniciativa.

“Num momento desses, a forma que de colaborar é oferecer à sociedade aquilo que sabemos fazer. Nossa equipe está trabalhando 14 horas por dia para colocar esse projeto em pé, mas nada disso seria possível sem ajuda dos nossos parceiros”, declara Joyce Jane Meyer, sócia-diretora do iDIGO.

O site já está aberto para que as empresas com serviço de delivery possam se inscrever, acrescentar ou corrigir informações (caso sua empresa já tenha sido cadastrada) 

Os consumidores também já podem acessar o site (www.deliverypetropolis.com.br) ou consultar o serviço pelas redes sociais ( Facebook/deliverypetropolis  e pelo  Instagram  na página @ deliveryempetropolis).

Objetivo é proteger internos e liberar ainda mais leitos para os possíveis casos de COVID-19. Ação aguarda adequações com foco na segurança dos internos

Novos leitos para abrigar pacientes de COVID-19. Cuidados especiais a pacientes psiquiátricos. A união de duas importantes medidas tomadas pela prefeitura de Petrópolis diante do cenário atual trazido pela pandemia. Na manhã desta segunda-feira, o HMNSE, unidade de referência aos casos de coronavírus na cidade, recebeu a inspeção do prefeito e a secretária de Saúde do município. 

Em reunião com médicos e representantes do hospital foram observados pontos importantes sobre o remanejamento dos pacientes, como local apropriado, espaço adequado, locais com disposição de oxigênio e atendimento de urgência em casos de necessidade.

“O hospital teve áreas reformadas há menos de vinte dias. Obras no telhado e nas enfermarias foram realizadas justamente para deixar o HMNSE totalmente preparado para receber os possíveis casos de coronavírus em Petrópolis”. A afirmação é do Diretor Geral do HMNSE, Nilson Wayand.

Segundo a secretaria de Saúde a transferência será realizada ainda esta semana. A ação é mais uma, entre diversas outras já realizadas pela prefeitura de Petrópolis, no preparo de unidades de saúde para enfrentamento dos casos de COVID-19 no município.

Representante da loja foi à delegacia prestar esclarecimentos.

A operação "Fica em Casa", deflagrada pela prefeitura de Petrópolis, com apoio de órgãos de segurança pública como Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, teve como braço de atuação a fiscalização de estabelecimentos comerciais. Equipes da Secretaria de Segurança, Serviços e Ordem Pública (SSOP) com auxílio do Procon/Petrópolis, percorreram lojas do Centro Histórico, para verificar denúncias funcionamento em desacordo com os decretos municipais, que determinam o fechamento do comércio não essencial, como medida de prevenção da disseminação da Covid-19. Doze estabelecimentos foram fechados. Três autuados em flagrantes. Entre eles a Lojas Americanas da Rua Paulo Barbosa, no Centro Histórico.

A loja foi flagrada descumprindo o artigo 2º do decreto municipal nº 1.103, que determina em seu inciso terceiro que "os estabelecimentos que continuarem funcionando deverão adotar medidas para evitar aglomerações e interações prolongadas, além das estritamente necessárias entre os consumidores". A loja já havia sido orientada em ação do Procon/Petrópolis-RJ a atender no máximo dez pessoas simultaneamente.

Em função do descumprimento do decreto, a SSOP determinou o fechamento da loja. No entanto, a funcionária responsável pelo estabelecimento no momento da abordagem se negou a cumprir a ordem dos agentes públicos. O caso foi encaminhado para a 105ª Delegacia de Polícia, no bairro Retiro, onde a representante das Lojas Americanas prestou esclarecimentos.

Além da autuação em flagrante nas Lojas Americanas, outros dois estabelecimentos foram autuados na ação da SSOP. Equipes de fiscalização flagraram uma loja de cosméticos atendendo clientes dentro do estabelecimento, o que está vetado pelo decreto municipal.

Um salão de cabeleireiros, no Vila Rica, na Rua Paulo Barbosa, foi flagrado atendendo clientes. A loja também foi fechada. 

A ação de fiscalização ainda resultou no fechamento de outros nove estabelecimentos que descumpriram o decreto. Em caso de reincidência, os estabelecimentos serão autuados.

Pagina 1 de 1459

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Abril 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo