Convênios de R$ 10 milhões são assinados com a CEF

Petrópolis inicia 2018 garantindo 15 intervenções, todas com recursos federais, que alcançam R$ 10 milhões e com contrapartida de apenas R$ 545 mil da prefeitura. Os recursos são oriundos de emendas parlamentares e também de articulação em vários ministérios. A assinatura do convênio para a liberação dos recursos foi realizada nesta segunda-feira (23.10) na presença dos representantes da Caixa Econômica Federal,os gerentes regionais Ricardo Hiller e André Pery, e o superintendente geral, Petrônio Garcia.

A crise financeira que a cidade atravessa é grave e a prefeitura está trabalhando duro para manter os serviços básicos à população como Saúde e Educação. Mas, a cidade, mesmo com dívidas e tendo a prioridade manter o salário do servidor em dia, precisa avançar. Então, são recursos que vão possibilitar que município faça investimentos voltados para comunidades e para o turismo, importante braço de nossa economia.

O superintendente da Caixa, Petrônio Garcia, destaca que os recursos vão servir para Petrópolis movimentar a economia.  “É um importante recurso extra ao orçamento do município, vindo direto da União, e que vai gerar empregos e renda. Com certeza será capaz de desencadear uma série de movimentos na construção civil e no comércio”, acredita.

A obra em fase mais avançada – já com projeto executivo pronto – é a de contenção e drenagem na Rua 1º de Maio, na Castelânea. A comunidade Vai Quem Quer, no Vital Brasil também terá obras de infraestrutura. Juntas, elas vão representar um investimento de R$ 1,7 milhão do Ministério das Cidades e ainda terão um acréscimo de R$ 140 mil por parte do município.

O maior volume de recursos que será investido com esses convênios vai para reforma do Palácio de Cristal. A Caixa repassa quase R$ 1,2 milhão para melhorias no segundo equipamento turístico mais visitado da cidade. Também serão repassados R$ 284 mil para iluminação de atrativos turísticos como os pórticos do Bingen e do Quitandinha, a Praça 14 Bis e Itaipava, permitindo alavancar o turismo noturno na cidade. Também serão investidos pelo governo federal R$ 1,2 milhão para pavimentação no Centro Histórico.

Nove quadras vão passar por intervenções: Taquara, Cascatinha, Madame Machado, Bairro da Glória, Amazonas, Vale do Carangola, Vila São José, Oswaldo Cruz e Comunidade do Alemão. As reformas e melhorias nas quadras somam R$ 4,7 milhões.  

Desse total, quase R$ 1 milhão já foi liberado, R$ 5,7 milhões estão sendo repassados agora e a terceira etapa é de R$ 2,5 milhões. A prefeitura precisa apresentar os projetos executivos das obras – com exceção da 1 º de Maio, já encaminhado à CEF. A expectativa é de que vinda esta parte e licitadas, as obras iniciam em fevereiro de 2018.

As emendas parlamentares foram pelos deputados Cristiane Brasil (PTB), Marcos Soares (DEM) e Sérgio Zveiter (Podemos).

Ação social terá continuidade ao longo do semestre com previsão de entrega de 500 óculos

“Eu estou muito feliz e prometo que vou usar os óculos todos os dias na escola. Vou mostrar para todos os meus amiguinhos o meu óculos roxo, esse é o mais bonito!”, comemora a pequena Lavínia, 7 anos. Moradora do Siméria,  a pequena é uma das 112 crianças da rede pública de ensino que receberam gratuitamente, neste sábado (21.10), óculos de grau na conclusão da primeira fase do projeto “Visão do Futuro” e, sessão de cinema realizada no auditório da Universidade Católica de Petrópolis (UCP),

Com olhares atentos e curiosos, as crianças aguardavam a entregas dos óculos que foi proporcionada por meio de uma ação social II Festival Imperial de Cinema de Petrópolis em parceria com a prefeitura. Após a entrega, foi exibido o filme “As Aventuras de Colombo” unindo a cultura ao bem-estar das crianças que puderam enxergar com plenitude cada detalhe da animação.

O município está em busca de zerar a demanda por óculos de grau entre os alunos da rede pública de ensino. E já iniciou o processo em parceira com a Carl Zeiss e a Óticas da Carol na doação das lentes e armações e da Secretaria de Saúde viabilizando as consultas oftalmológicas gradativamente na Clínica Santa Júlia, conveniada ao SUS, a expectativa é que 500 crianças sejam contempladas na nova fase do projeto “Visão do Futuro” já no próximo semestre.

Inicialmente o projeto do Festival Imperial de Cinema contemplava 200 crianças, mas das 1.720 avaliadas nas escolas, apenas 112 precisaram dos óculos de grau. Durante o processo 60 professores da rede pública foram capacitados para realizar o exame de acuidade visual e 261 consultas oftalmológicas foram disponibilizadas – 115 na Clínica Santa Júlia e 146 na Oftalmo Clínica de Petrópolis.

Programa em conjunto com a Educação, o Saúde na Escola vai dar continuidade nas seleções dos alunos e encaminhamentos para a Santa Júlia. Será de fundamental ajuda a integração com a Assistência Social no acompanhamento das crianças e das famílias para que elas mantenham o uso dos óculos diariamente.

A 2ª fase do projeto “Visão do Futuro”

Encerrando a primeira fase do projeto ‘Visão do Futuro’, o município começa a se estruturar para as próximas etapas. O Programa Saúde na Escola (PSE) irá realizar um levantamento sobre o número de estudantes, dentro dos 10 mil que serão assistidos pelo programa, que têm dificuldades para enxergar.  A meta é que esses alunos sejam encaminhados gradativamente até a Clínica Santa Julia, conveniada ao SUS, para realizar as consultas e exames oftalmológicos ao longo dos meses.

A oftalmologista Ana Luisa Quintella Aleixo, responsável pelo projeto Visão do Futuro explica que a segunda fase do trabalho será gradativamente construída junto ao município.

“Esperamos que as crianças atendidas nessa etapa possam usufruir de uma visão melhor, usando e cuidando dos óculos que ganharão. E que eles possam ser instrumento para um melhor desempenho escolar e qualidade de vida. A expectativa é que esse seja o pontapé inicial de um projeto mais abrangente. Que consigamos uma maior conscientização sobre a importância do exame oftalmológico e do uso dos óculos em parceria com a gestão do município”, avalia Ana Luisa Quintella Aleixo.

A Secretaria de Assistência Social realizará ações junto aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do município a fim de conscientizar sobre a importância do uso dos óculos e do retorno ao exame no próximo ano.

“Já estamos com a lista de todas as crianças e vamos acompanhar essas famílias e verificar se elas recebem algum beneficio social e promover a assistência junto aos CRAS de cada região incentivado o uso dos óculos e o retorno, após um ano, para os exames de rotina que estão contemplados na ação social do Festival de Cinema”, disse Denise Quintella, secretária de Assistência Social.

A alegria de construir um futuro melhor para as crianças

Com a união de parceiros, empresários e voluntários, 112 crianças saíram da sessão de cinema promovida pelo II Festival Imperial de Cinema de Petrópolis com uma nova perspectiva de futuro e aprendizado.

A proprietária da Óticas Carol, Elen Correa, explica que durante o processo das consultas oftalmológicas, as crianças escolheram as armações além de realizarem as medidas e ajustes para que os óculos não causassem nenhum incômodo.

“Essa foi uma experiência maravilhosa. Já temos um projeto social, o Pequenos Olhares pela rede Óticas Carol, e agora podemos fazer uma iniciativa semelhante no município. É uma emoção muito grande ver cada sorriso hoje após a entrega dos óculos”, disse Elen Correa.

A primeira dama, Sabrina Noel Rossi, participou da entrega dos óculos e se emocionou com a reação das crianças.

“É lindo presenciar essa reação, uma experiência única. Espero que as crianças usem os óculos e que os pais incentivem as crianças a usarem. Essa iniciativa será repetida ao longo do governo e espero que possamos mudar a vida de muitas crianças”, disse Sabrina Noel Rossi.

Mãe de um menino de 9 anos que já usa óculos, a dona de casa Juliana Carvalho se surpreendeu quando recebeu um bilhete da escola onde a filha Lavínia, de 7 anos estuda.

“A gente leva um susto na hora, mas depois eu fiquei muito satisfeita em saber que já conseguiria fazer o exame e ter os óculos de graça. A prefeitura está de parabéns pela inciativa e espero que tenha continuidade”, disse Juliana Carvalho.

Sobre o PSE: O Programa Saúde na Escola é uma estratégia de integração da saúde e educação para o desenvolvimento da cidadania e da qualificação das políticas públicas. As secretarias de Saúde e Educação se uniram para garantir que os estudantes estejam em dia com o calendário vacinal, recebam ações de prevenção à obesidade, cuidados com a saúde bucal, auditiva e ocular, aprendam a combater o mosquito Aedes aegypti, e tenham o incentivo à atividade física, além de prevenção ao uso de álcool, tabaco e drogas

 

Segunda, 23 Outubro 2017 - 19:16

Balcão de empregos tem 29 vagas disponíveis

Site da prefeitura é a ferramenta para os candidatos cadastrarem seus currículos

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem vinte e nove vagas disponíveis nessa semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura por intermédio do site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas por intermédio do telefone (24) 2233-8113.

Além dessas foram cadastradas três vagas para portadores de necessidades especiais. Duas delas são para ajudante de armazém, para ambos os sexos. É necessário ensino médio completo e laudo atualizado. A outra vaga é para técnico em enfermagem para ambos os sexos. Também é necessário ter ensino médio e registro atualizado além do laudo.

Vale destacar que O balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846. Confira as oportunidades:

- Ajudante de cozinha - 5 vagas - ambos os sexos - Possuir no mínimo três anos de experiência comprovada

- Auxiliar de serviços gerais - 2 vagas - sexo feminino - Ensino fundamental completo e experiência

- Copeiro - 5 vagas - ambos os sexos - Possuir no mínimo três anos de experiência comprovada

- Cozinheiro - 5 vagas - ambos os sexos - Possui no mínimo três anos de experiência comprovada

- Farmacêutico - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino superior completo e experiência

- Frentista - 3 vagas - ambos os sexos - Ensino fundamental completo e experiência

- Garçom - 5 vagas - ambos os sexos - Possuir no mínimo três anos de experiência comprovada

- Representante comercial - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino médio completo, possuir veículo próprio, disponibilidade para viajar e experiência na representação de produtos da construção civil

- Técnico de Segurança do Trabalho - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

 

Sinal analógico começará a ser desligado na quarta-feira (25)

O sinal analógico dos televisores será desligado a partir desta quarta-feira (25.10) no município. As famílias com Cadastro único para programa sociais (Cadúnico) têm até sexta-feira, dia 27 de outubro, para realizar a solicitação para retirada dos kits, gratuitamente, que ocorrerá até 11 de novembro. Muitos petropolitanos estão deixando para realizar o cadastro na última hora, o movimento nos Centros de Referência de Assistência Social dobrou com relação a última semana, com média de 120 atendimentos por dia.

A expectativa é que 22.197 kits com antena, conversor digital e controle remoto sejam distribuídos no município. Até o momento 17.382 kits foram entregues às famílias que possuem o NIS – Número de Identificação Social por receberem benefícios como Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica, Minha Casa Minha Vida, entre outros, e com renda mensal de até três salários mínimos. 

“Muitas pessoas estão deixando para a última hora para realizar o cadastro, por conta disso, o desligamento do sinal será gradativo para que as pessoas tenham tempo de realizar o cadastro, aguardar o agendamento e retirar os kits que pode ser feito nas três agências dos Correios – Centro, Rua 16 de Março e na Washington Luiz ou na Rua da Imperatriz 300 – sede da Intertv”, orienta a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

A representante do Seja Digital que orienta os usuários do CRAS Centro, Juliana Oliveira, explica que o agendamento é feito de duas formas, para os usuários com Cadúnico e àqueles que ainda não fizeram o cadastro único para programas sociais.

“Quem tem Cadúnico automaticamente fornece o número do NIS e nós já conseguimos realizar o agendamento. Mas àqueles que estão com o cadastro recente precisamos preencher uma ficha que é encaminhada ao Seja Digital para avaliação e lá a equipe da organização entra em contato com o usuário para a retirada do kit. O movimento nestas semanas é de cadastros recentes, então estamos orientando a população a vir o quanto antes realizar o cadastro pois é um processo que pode demorar alguns dias para a retirada do kit”, alerta Juliana Oliveira.

O morador do Alto da Serra, Adão José da Costa realizou o cadastro único recentemente e teve que realizar o preenchimento da ficha junto a Seja Digital.

“Eu fiz o cadastro semana passada e o meu número do NIS  foi liberado hoje, aproveitei para fazer o cadastro da TV Digital, agora é aguardar para eles me chamarem. Eu achei que fosse mais rápido, então já vou avisar meus vizinhos para vir logo fazer o cadastro”, disse Adão José da Costa.

Para se cadastrar o interessado precisa fornecer o número do NIS –  Número de Identificação Social por receberem benefícios como Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica, Minha Casa Minha Vida, entre outros, e com renda mensal de até três salários mínimos. A Seja Digital ficará responsável por entregar os kits aos moradores de Petrópolis. O cadastro deve ser feito por um formulário no site http://www.sejadigital.com.br  ou pelo telefone 147.

 Quinzenalmente, são sorteados pela Seja Digital 60 cartões com crédito no valor de R$ 2 mil cada. Para concorrer à promoção, o beneficiário precisa instalar em casa o kit gratuito entrar no site sejadigital.com.br/concorra.   

Os Centros de Referências de Assistência Social estão localizados nos bairros:

CRAS Quitandinha

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, sem horário de almoço - Rua Alagoas, s/nº – Quitandinha.

CRAS Centro

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, sem horário de almoço – Rua Dr. Sá Earp, nº 39 – Centro.

CRAS Retiro

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, sem horário de almoço - Rua Henrique Dias, 221 – Retiro.

CRAS Posse

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, sem horário de almoço - Estrada União e Indústria, S/N, ao lado do CIEP Gabriela Mistral (CEU da Posse).

CRAS Corrêas

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, sem horário de almoço. Rua Vigário Correa, 443 – Corrêas.

CRAS Vale do Carangola

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, sem horário de almoço. Rua Waldemar Vieira Afonso, 19 – Antiga ONG - Vale do Carangola.

 

CRAS Itaipava

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, sem horário de almoço. Estrada União e Indústria, 11.860 – Itaipava.

 

CRAS Madame Machado

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, sem horário de almoço. Rua Geraldo Lourenço Dias, s/nº (ponto final do ônibus 704) – Madame Machado.

 

Equipe de “Chacrinha – O Filme” já está na cidade; gravações começam nesta terça-feira

Cidade tem histórico como cenário de filmes, novelas e minisséries

De novelas de época a filmes contemporâneos, passando por séries de humor e programas de televisão, as belezas de Petrópolis servem constantemente como cenários para ilustrar belas histórias. Nesta terça-feira (24.10), uma equipe do longa-metragem ‘Chacrinha – O Filme’ dá início às gravações da longa que conta a trajetória do Velho Guerreiro. De pano de fundo: o imponente Palácio Quitandinha, o deslumbrante Theatro D. Pedro e a magnitude do Teatro Santa Cecília, entre outros locais.

Para a produção do filme, que terá Stepan Necessian na pele de Chacrinha, serão utilizados cerca de dois mil figurantes durante os 15 dias de filmagens– todos contratados na cidade. Petrópolis, aliás, não foi escolhida aleatoriamente pela equipe encabeçado pelo diretor Andrucha Waddington. Suas belezas naturais agregadas aos casarões históricos preservados dão o tom das produções filmadas por aqui.

“Com suas construções que remontam à chegada dos colonos germânicos a um período próspero da corte imperial no Brasil, a cidade tem potencial para ser um grande set ao ar livre. A natureza tem aspectos visuais de grande valor cenográfico e esse valor tem sido mostrado nas produções. Petrópolis vive um bom momento no audiovisual. Não é à toa que a cidade acabou de encerrar o II Festival de Cinema, que reuniu uma série de mostras e foi sucesso de público.

E as locações da Cidade Imperial retornam às telonas na próxima quinta-feira (26.10) com o lançamento do longa “De Repente, Eu Te amo”. Palácio de Cristal e FMP/Fase são alguns dos locais que serviram como cenário para a história contemporânea. O filme de Bruno Saglia conta a história de quatro personagens e tem, no seu elenco, nomes como Carlos Vereza e Marcello Melo Junior.

Recentemente, o filme “Benzinho” teve Petrópolis como a cidade em que seus personagens vivem a história de Irene e sua família, que vivem o drama da partida do filho para o exterior. Interpretada pela atriz petropolitana Karine Teles, tem em seu elenco nomes de peso como Otávio Müller, Adriana Esteves.

Do cinema às novelas

Em sua história, Petrópolis já esteve presente em diversos filmes: “A Suprema Felicidade”, dirigida por Arnaldo Jabor, foi filmado no Quitandinha em 2010. O antigo cassino, aliás, é o ‘queridinho’ dos cineastas e já foi cenário dos filmes “Não Me Digas Adeus”, “É Fogo na Roupa”, “As Sete Vampiras” e “Macunaíma”. Já o Palácio de Cristal foi cenário para adaptação cinematográfica de “O Xangô de Baker Street”.

 Outros filmes também foram ambientados em Petrópolis, entre eles Lost Zweig, que mostra como foi a última semana de vida do escritor Stefan Zweig e “Flores Raras”, que remonta a uma Petrópolis de 1950 e conta a história de amor poetisa americana Elizabeth Bishop e da arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares.

Apesar da cidade marcar presenta nos longas, são os novelistas que escolhem Petrópolis como seus cenários, seja por sua beleza ou pela proximidade com a capital do Rio. Do Belvedere, como cenário das duas versões de “Selva de Pedra”, ao Museu Imperial com as novelas “Quatro Por Quatro”, “Cidade dos Homens”, passando até pela Bauernfest, quando a tradicional festa alemã foi cenário de “Anjo de Mim”.

No Theatro D. Pedro foram filmados “Maysa”, “Dalva e Herivelto” e “Dercy”; o Pico do Açu teve cenas de “Avenida Brasil”; em Corrêa, o Castelo São Manoel foi cenário de “O Quinto dos Infernos” e “Eterna Magia”. A Catedral apareceu em “Escrito nas Estrelas”, “Anjo de Mim” e “Império” – que também usou casarões da Avenida Koeler para cenas da novela. E, por falar em casarões, outras foram usadas em “Anjo de Mim” e “Direito de Amar”. A Casa da Ipiranga apareceu em “Direito de Amar”, “Esplendor” e “Era uma vez...”.

Há ainda outros cenários, de incontáveis filmes, novelas e minisséries, e a perspectiva de um promissor futuro com novas produções despontando a todo tempo. Petrópolis não é escolhida ao acaso: cada canto tem pouco de história e seja pela arquitetura ou pela natureza, as imagens retratadas pelo cinema e pela TV, demonstram o seu diferencial.

Realizado no sábado (21.10), evento contou com 13 bandas tocando

Tradição na Cidade Imperial, o Festival de Bandas Marciais agitou o público presente em sua 9º edição, que foi realizada em frente à Câmara dos Vereadores, no último sábado (21.10). O Festival ganhou destaque neste ano graças à criação do Circuito de Bandas Marciais, iniciativa da Prefeitura, por meio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), em parceria com a Associação Petropolitana de Bandas (Apeban). Marcaram presença aproximadamente 600 estudantes, que animaram e emocionaram o público presente.

“Muita alegria estar aqui hoje, abrindo a 9ª edição do Festival de Bandas Marciais. Neste ano, o clima de comemoração é ainda maior, porque acontece durante o Circuito de Bandas Marciais. A nossa missão é valorizar a música e todas as suas vertentes. Queremos também as bandas marciais no Natal Imperial e, para o próximo ano, nossa intenção é só aumentar a agenda de apresentações”, destaca o diretor-presidente do IMCE, Leonardo Randolfo.

O Festival de Bandas Marciais foi criado em 2009 e vem crescendo a cada edição. Neste ano, o evento contou com a presença de 13 bandas, 11 filiadas à Apeban e duas convidadas. Das 11, oito são da rede pública municipal, duas de escolas estaduais e uma da rede particular. Duas outras bandas também estavam previstas para participar do Festival, mas não puderam  comparecer.

O presidente da Apeban. Luiz Cláudio Lima, classifica como emocionante a participação no evento. “Está tudo muito lindo e os componentes das bandas estão muito felizes por todo o destaque que estão recebendo neste ano. Além disso, a parceria com a secretaria de Educação, que viabilizou o transporte, foi fundamental para a realização do Festival”, declara Luiz Cláudio Lima, presidente da Apeban.

Os pais dos alunos aprovam a iniciativa. “É emocionante demais, pois todos tocam muito bem e melhoram a cada apresentação. O Circuito de Bandas ajudou muito, porque eles precisam se dedicar mais. O projeto está sendo muito bacana”, disse Cátia de Oliveira Silva, mãe de uma aluna de 13 anos da Escola Municipal Odette Fonseca. 

Compartilha de opinião parecida a técnica de enfermagem Cátia Helena Alves. “Minha filha tem 11 anos e adora. Eu fico muito orgulhosa e emocionada de ver a melhora dela. O comportamento dela mudou muito, e está gostando demais de aprender a lira. É a segunda vez que ela participa do Festival, e é uma honra vê-la tocando aqui pela primeira vez”. No ano passado, devido à chuva, a apresentação aconteceu no Liceu Municipal Cordolino Ambrósio.

“Ficamos sabendo do Festival pela internet, e como estaríamos na cidade, resolvemos vir. Nosso filho, de 5 anos, adorou os brinquedos, e está se divertindo muito. Eu e meu marido estamos gostando muito também, as bandas tocam muito bem! Parece uma iniciativa muito legal da cidade”, falou a pesquisadora Adriana Prado, moradora de Niterói.

O evento contou também com apresentação do músico Joãozinho do Cavaco, e, ao longo de todo o sábado, tinha disponível área de alimentação e recreação infantil. Após o Festival, continua a programação do Circuito de Bandas Marciais.

Programação do Circuito Imperial de Bandas

29/10, Domingo:

11h – CEU da Posse - Banda Marcial Frei Aniceto

11h – Praça da Liberdade - Banda Marcial Nilton Rocha 

04/11, Sábado:

16h – Pedro do Rio - Banda Marcial José Bonifácio 

12/11, Domingo:

11h – Praça de Corrêas - Banda Marcial Cavaleiros do Império 

25/11, Sábado:

11h – Praça de Nogueira - Banda Marcial Wolney Aguiar

 

A Secretaria de Educação vai assumir a direção da Creche da Mãe Comerciária a partir de janeiro de 2018. A decisão ocorreu após um entendimento entre o Sindicato dos Comerciários e a Secretaria de Educação e garantirá que as 158 crianças, de até cinco anos que estão matriculadas na creche, continuem a ser atendidas integralmente.

O município assume a administração total da creche – uma das maiores da cidade – que já recebia a merenda e valor per capita por aluno através de uma parceria firmada com o poder público. O imóvel onde está localizada a creche será alugado pelo município e a negociação está em fase de apresentação de documentos. As contas de água, luz e a manutenção serão arcadas pelo município.

Vale destacar que a fila de espera da creche que será repassada pelo sindicato será respeitada pela Secretaria de Educação. A medida é para garantir o atendimento. O secretário de Educação esteve na creche conversando com os funcionários. Todos serão aproveitados. Um encontro será marcado com os pais para que eles sejam ouvidos para tirar as dúvidas e conhecer as sugestões que eles têm, além de explicar como será o funcionamento em 2018.

A parceria com o Sindicato dos Comerciários não foi renovada porque a instituição não atende às especificações da lei federal 13.019 de 2014, que estabelece novas regras para a efetivação de parcerias. A lei entrou em vigor no dia 1º de janeiro desse ano.

É importante garantir que essas crianças sejam bem tratadas enquanto os responsáveis estão trabalhando. Então é manter as rotinas, o atendimento e partir para ainda melhorar mais o que for possível.

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias interditou duas residências na tarde desta segunda-feira (23.10). A primeira delas, na Rua Lopes Trovão, Meio da Serra, foi atingida por uma árvore que caiu no domingo (22.10) e a estrutura foi danificada. A outra, no Bairro da Glória, em Corrêas, ficou destelhada durante a madrugada. Nesta manhã, uma equipe técnica da Defesa Civil verificou que as paredes do imóvel estão fragilizadas e apresentam rachaduras, com risco de queda. Além disso, os agentes atenderam a mais quatro ocorrências, sendo três quedas de árvores.

Neste momento, a Defesa Civil está em estado de vigilância, já que os registros de chuva no município estão baixos. Nas últimas 24 horas, o maior índice pluviométrico foi no São Sebastiao, onde choveu 58 milímetros. No mesmo período, no Vila Felipe, foram 56. Existe a previsão que a chuva continue ao longo da semana e, por isso, todas as equipes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias seguem de prontidão para atender a população em caso de emergência. São 60 homens e guarnições à disposição. O órgão orienta a população a ter atenção, caso a chuva seja contínua, em função dos acumulados que deixam o solo encharcado.

“É importante que a população ligue para o 199 e informe caso tenha alguma ocorrência, já que nossas equipes estão de prontidão para realizar os atendimentos”, afirma o secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz, explicando ainda que o órgão mantém contato direto com os Núcleos de Comunitários de Defesa Civil (Nudecs).

“Caso seja necessário, vamos acionar as sirenes do Sistema de Alerta e Alarme e também abrir os pontos de apoio. É fundamental que a população acredite neste sistema. Também seguimos em contato direto com os Núcleos Comunitários e também pelas redes sociais”, completa o secretário.

Em caso de qualquer sinal de instabilidade na casa ou no terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva da Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos.

Segunda, 23 Outubro 2017 - 18:55

Dia do Aviador comemora primeiro voo do 14 bis

Acontecimento histórico faz 111 anos nesta segunda-feira (23.10)

Alberto Santos Dumont fez história ao realizar o primeiro voo homologado do mundo, no 14 bis, avião criado pelo inventor. O feito aconteceu no dia 23 de outubro de 1906, no Campo Bagatelle, em Paris, e a façanha rendeu ao aviador a primeira edição da Taça Archdeacon, primeiro prêmio de aviação da história. A data é comemorada no Brasil como os dias do Aviador e da Força Aérea Brasileira (FAB).

O 14 Bis, também conhecido como Oiseau de Proie (ave de rapina, em francês), percorreu 70 metros em sete segundos, a aproximadamente dois metros de altura, sendo considerado o primeiro vôo da história. Em 12 de novembro do mesmo ano, o avião realizou um vôo de 220 metros.

Em um de seus testes em Paris, onde residia na época, Santos Dumont caiu com um de seus dirigíveis em um árvore que pertencia à propriedade do Castelo D’eu, onde se encontrava a Princesa Isabel, que levou lanches ao aviador enquanto o mesmo consertava a máquina. Após o ocorrido, a Princesa estava presente na maioria das apresentações das novas invenções de Dumont, dando início a uma grande amizade.

A partir desta amizade, o inventor foi convidado a conhecer Petrópolis, e instantaneamente se apaixonou pela cidade, decidindo construir ali uma casa de veraneio. A casa, chamada de “A Encantada” por Santos Dumont, foi construída em 1918, e conta com o chuveiro à álcool, primeiro aquecedor de água que não utilizava fornalha ou fogão à lenha para esquentar água, outra invenção do mineiro.

Atualmente, a casa funciona como o Museu Casa de Santos Dumont, um dos pontos turísticos mais visitados da Cidade Imperial. Em 2017, foram 132.660 visitantes até o mês de setembro, uma média de 14.740 visitas ao mês.

Serviço

Endereço: Rua do Encanto, 22 - Centro
Telefone: (24) 2247-5222
Visitação: terça a domingo, das 9h às 17h30
Ingresso: R$ 8 (inteira) / R$ 4 (meia)
Bilheteria até às 17h
Crianças de até 6 anos e maiores de 65 anos têm acesso livre

Os alunos matriculados no ensino fundamental I (1º ao 5º ano) da Escola Municipal Dom Pedro de Alcântara, na subida da Serra passarão a contar com a educação integral a partir de 2018. A medida vai beneficiar a 67 alunos da rede. A escola também aumentará o número de vagas para o 4º e 5º período da educação infantil – são 18 vagas a mais que ficam disponíveis.

A escola, em muitos governos, chegou a ter seu fechamento planejado. Houve a tentativa de transferir as crianças para escolas de Duque de Caxias, município vizinho, e o fechamento da unidade. Agora, a escola permanece aberta e com ensino integral. 

Os alunos da escola D. Pedro de Alcântara do 6º ao 9º ano vão passar a estudar na Odette Fonseca, também na serra, escola mais próxima da unidade. São 57 alunos do ensino fundamental II que com a mudança passam a estudar nas salas de acordo com o ano de escolaridade, acabando com a turma multisseriada. A Secretaria de Educação também vai proporcionar o transporte desses estudantes, disponibilizando um veículo escolar.

 Nada mais justo do que proporcionar aos alunos o ensino regular, respeitando a grade curricular vigente. Vale destacar que a E.M Odette Fonseca tem uma estrutura confortável que atenderá muito bem esses alunos, inclusive com laboratório de informática.

“Fiquei tranquila em saber que vai ter o transporte e aceitei o convite da secretaria para conhecer a nova escola para onde minhas filhas vão. E quero repassar estas informações para outros pais também. Acredito que a adaptação delas vai ser tranquila”, afirma Maria Aparecida, mãe de meninas de 8 e 11 anos, que iniciarão o ano letivo na escola Odette da Fonseca.

Educação Integral  

A educação em tempo integral provocará uma mudança no atendimento das crianças. Além das matérias regulares haverá reforço escolar e atividades de esporte e cultura. O reforço no ensino é essencial para que os alunos tenham um desempenho ainda melhor no ensino fundamental II e ensino médio, inclusive com reforço escolar e oficinas artísticas.

Hoje apenas quatro escolas das 115 unidades da rede têm ensino integral, o que representa 3,5% das unidades. São apenas 504 alunos estudando o dia todo.  A transformação dos espaços para atender integralmente os alunos está prevista no Plano Nacional de Educação, editado em junho de 2014 e com cumprimento atrasado em Petrópolis. A meta estabelece que até 2025 o município tenha ensino integral em até 50% das escolas públicas.

Pagina 1 de 648

Notícias por data

« Outubro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

DO

loa 2018

plano-plurianual-final

iptu

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

cpge

selo acesso informacao.fw