Cidade tem média de ocupação hoteleira de 87% no Centro Histórico e arredores entre os dias 20 e 23

Principais pontos turísticos e atrativos de Petrópolis funcionarão normalmente neste feriado, de Corpus Christi, quinta-feira (20.06). Alta temporada no município, a expectativa é de que a cidade esteja movimentada e, por isso, são inúmeras as opções para curtir o feriadão no município, como museus, parques, restaurantes, ente outras atividades. A Cidade Imperial também terá intensa programação religiosa, com os tradicionais tapetes e procissão, e celebrações especiais. E ainda conta com o funcionamento da 30ª Bauernfest no período da noite, a partir de 19h30.

Hotéis e pousadas do município já comemoram as reservas para o feriado. Levantamento feito pelo Disque Turismo já aponta uma média de ocupação 87% no Centro Histórico e arredores e 80,1% em toda cidade entre o dia 20 e 23 de junho.

Quem escolher passar o feriado em Petrópolis vai poder contar com opções para todos os tipos de turismo, como os circuitos de compras; o cervejeiro; o ecorural; o carro chefe o setor na cidade: histórico-cultural. Instituições como o Museu Imperial, Museu Casa de Santos Dumont, Museu Casa do Colono, Palácio Quitandinha, entre outros, funcionarão normalmente. O Palácio de Cristal, que recebe a Bauernfest, também ficará aberto para visitação, mas as barracas estarão fechadas, assim como não haverá programação nesta data.

A Bauernfest vai funcionar a partir de 19h30 no feriado e retorna na sexta, já a partir da manhã, às 10h. O evento tem como núcleo o Palácio de Cristal, mas acontece também no entorno do atrativo e em outros pontos, como a Praça da Liberdade e a Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia), com o Biergarten (este apenas de sexta a domingo). Entre as atrações estão bailões com a Banda Germânica; concursos de chope a metro e de chapéu mais enfeitado, apresentações musicais, danças folclóricas, teatro, atividades para as crianças, Jogos Germânicos e muito mais.

A programação completa está disponível no site da festa: https://www.bauernfestpetropolis.com.br e na página do evento no Facebook: https://www.facebook.com/bauernfest/. Outras informações também podem ser obtidas pelo Disque Turismo, pelo telefone: 0800 024 1516.

Programação religiosa no feriado

Além de todos os circuitos turísticos que a cidade oferece, os visitantes e moradores também podem acompanhar a programação religiosa por toda a cidade. Na Catedral São Pedro de Alcântara, a principal igreja do município, a visitação acontece de 9h às 18h, sendo que as missas nesta data especial serão realizadas em três horários: 8h, 15h e 19h.

A Santa Missa de 15h será seguida da procissão com Santíssimo Sacramento pelas ruas do centro histórico. Os fiéis seguirão pela Avenida Tiradentes, Rua da Imperatriz, Praça D. Pedro, Rua do Imperador (lado par), Rua Dr. Nelson de Sá Earp, Praça da Liberdade e Av. Koeler (lado ímpar). O percurso é enfeitado com motivos sobre a Eucaristia. É dividido por paróquias e os materiais utilizados são em sua maioria: pó de café, flores, tampas de garrafa, cascas de ovo, etc.

Outras igrejas também têm celebrações especiais no feriado. Na Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, as missas acontecem às 7h e às 18h. E na Igreja Nossa Senhora do Rosário os horários são: 7h, 9h e 11h. As celebrações acontecem pelos quatro cantos da cidade, em 46 paróquias.

Referência da cultura germânica em Petrópolis, o Museu Casa do Colono é parada obrigatória para quem quiser curtir a Bauernfest e ainda entender a fundo como viviam os colonos que chegaram ao município a partir de 1845 para ajudar a construir a cidade. No período da festa, o público ainda vai encontrar uma novidade: uma exposição com trajes típicos cedidos pelos grupos de dança folclórica  Kaiserstadt Kulturkreis, Blumenberg Volkstanz e Rheinland-Pfalz. O museu tem entrada gratuita.

A herança deixada por esses colonos germânicos ainda é presença marcante na vida dos petropolitanos, que pode ser percebida nos nossos sobrenomes, nomes de ruas, bairros, na culinária, na arquitetura, nas manifestações culturais. E é por isso que, há 30 anos, Petrópolis celebra essa cultura com a Bauernfest.

No museu estão mobiliário, utensílios de uso doméstico e de trabalho, reproduções fotográficas, quadros e objetos de uso pessoal que chegaram até o museu através de doações feitas pelos descendentes de colonos germânicos, além do apoio do Clube 29 de Junho, o Instituto Histórico de Petrópolis e o Museu Imperial com empréstimo de acervos. Entre as atividades oferecidas no atrativo está o projeto de contação de história “Minha Cidade tem História para Contar”, com a historiadora Vânia Nicolau, que leva o público a uma viagem no tempo de forma lúdica e interativa.

Neste período da Bauernfest, a instituição também conta com uma exposição de trajes típicos utilizados por grupos de dança folclórica nas apresentações. Os trajes foram construídos através de pesquisas históricas e remetem à região de acordo com as danças apresentadas e o tipo cultural que os grupos representam.

O Museu Casa do Colono fica na Rua Cristovão Colombo, 1.034, na Castelânea. O atrativo fica aberto de terça a domingo, das 8h30 às 16h. O telefone de contato é: (24) 2247-3715 e o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Diversos setores da economia de Petrópolis, como o comércio, já sentem o reflexo da movimentação por conta da 30ª Bauernfest. O período da festa, que começou na última sexta-feira (14.06), tem atraído milhares de turistas à cidade, que aproveitam também para fazer compras, como por exemplo, na Rua Teresa. Só no primeiro fim de semana, mais 150 mil pessoas passaram pelo evento, sendo que parte dos visitantes chegou nos mais de 350 veículos de turismo registrados pela CPTrans. Em 15% deles, os passageiros informaram que tinham a intenção de passar pelo polo de modas.

Durante a Festa do Colono Alemão – que este ano vai até 30 de junho -, alguns lojistas chegam a registrar um aumento de até 30% nas vendas. “O movimento deu uma recuperada por conta da festa. E a expansão da Bauernfest para mais dias, um pedido antigo dos empresários, também será muito bom. Já nestes primeiros dias conseguimos perceber a influencia nas vendas”, explicou Nelson Baptista, empresário da Rua Teresa, lembrando que o movimento também é maior durante a semana. “Mesmo na segunda e na terça-feira notamos mais pessoas nas ruas”, completou.

Para atrair ainda mais o público da Bauernfest para à Rua Teresa, empresários, com o apoio da prefeitura, montaram uma série de ações, como divulgação dentro da festa e transporte gratuito durante o fim de semana. Uma van faz o trajeto entre a Bauernfest e a Rua Teresa para o público da festa. Os pontos de embarque e desembarque são na Rua Roberto Silveira, próximo ao Amparo, e na altura do número 122 da Rua Teresa. O serviço foi implementado no primeiro sábado da festa e transportou 176 pessoas.

“Tivemos também outras parcerias com a prefeitura, como atrações da Bauernfest acontecendo aqui na rua, o que deu muito certo. O movimento aumentou”, frisa a presidente da Arte, a associação dos lojistas da rua, Denise Fiorini.

A van faz o itinerário entre a Bauern e a Rua Teresa direto, sem paradas em outros locais da cidade. As viagens partem às 12h, 13h, 14h, 15h e 16h da Roberto Silveira e às 12h30, 13h30, 14h30, 15h30 e 16h30 da Rua Teresa de volta à festa.

Unidade de saúde vai atender a 3,5 mil moradores

Estão a todo vapor as obras do prédio onde será instalada uma nova unidade básica de saúde, na comunidade do Caxambu. A obra que estava abandonada desde a gestão anterior, está sendo recuperada com investimento aproximado de R$ 730 mil da atual gestão. Com previsão e conclusão no fim do ano, a partir da nova unidade, a Secretaria de Saúde vai garantir a cobertura da rede de atenção básica para aproximadamente 3,5 mil moradores.

As obras estavam abandonadas desde 2016 e o prédio, que fica no antigo campo do Lusitano, havia sido invadido tendo parte da estrutura danificada por vandalismo. A prefeitura conseguiu resgatar a obra e está sendo necessário recuperar o que foi danificado.

No bairro, o poder público também retomou a construção do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), que hoje é uma área de lazer e esporte para cerca de 2 mil pessoas que utilizam o espaço.  

A Secretaria de Obras atua para a recuperação do que foi danificado na estrutura do prédio, que tem a obra avançada em 50%. Cerca de 10 profissionais de construção civil, contratados pela empresa vencedora da licitação FCK, atuam para a conclusão da obra numa área de 200 m2. No local serão instalados dois consultórios médicos e um de odontologia, sala de procedimentos, de curativos, banheiros, dispensário de medicamentos, entre outras instalações para a administração da unidade de saúde.

A unidade básica de saúde vai funcionar com uma equipe de estratégia de saúde da família, que conta com um médico, enfermeiro, dentista, auxiliar de saúde bucal, técnico de enfermagem, cinco agentes comunitários da saúde e equipe administrativa. O morador Iago Leonel, 22 anos, destaca a importância do serviço. “Para a comunidade essa unidade vai facilitar muito o atendimento médico. É muito importante que essa obra seja concluída. Todos aqui que vão poder ter atendimento perto de casa, em uma unidade com estrutura nova e de qualidade”, reforça.

Faz parte do projeto da nova unidade a instalação de um escovódromo, onde serão realizadas ações voltadas para a saúde bucal e orientações de escovação para a prevenção de cáries.

Mais uma obra recuperada para ampliar o serviço de saúde pública

A unidade básica de saúde do Caxambu será a terceira instalação da rede de saúde recuperada. No primeiro semestre desse ano já foram concluídas e entregues as UBSs de Araras e da Posse. Ambas já estão em funcionamento, beneficiando ao todo 20 mil pessoas em suas respectivas regiões. As obras também estavam abandonadas e a partir da nova gestão, com recursos municipais e federais, as unidades foram entregues para a prestação de serviços à população. Para essas duas unidades, a prefeitura soma aproximadamente R$ 2,1 milhões em investimentos.

Academia de Saúde do parque terá programação de aulas de hidroginástica e natação

Natação e hidroginástica são as novas atividades da Academia da Saúde do Parque do Cremerie. A piscina, que estava fechada para manutenção, foi reaberta nesta quarta-feira (18.06). O espaço agora conta com cobertura e sistema de aquecimento de água para a prática das atividades. Com estrutura semiprofissional, a piscina tem 25 metros de comprimento e 12 de largura. Os interessados já podem se inscrever, no próprio local, para as aulas de hidroginástica e natação, que serão oferecidas toda terça, quarta e quinta-feira, gratuitamente. No fim de semana, o espaço será voltado para o lazer, sendo aberto para a população.

As turmas, com capacidade para 25 alunos, já estão sendo formadas. No primeiro dia de funcionamento, os alunos compareceram e participaram da primeira aula. Além da piscina, o poder público atua em 16 comunidades fazendo o trabalho esportivo com o Agita Petrópolis.

As unidades da Academia da Saúde foram implantadas pela Secretaria de Saúde como forma de oferecer novas alternativas de cuidado para a saúde. O município conta com outras três unidades que funcionam no Parque de Itaipava, Castelo São Manuel e Vale do Carangola. As academias fazem trabalho complementar à rede de atenção básica oferecendo atendimentos em fisioterapia, biopilates, ginástica funcional, alongamento, aulas de step, jump, dança de salão, teatro, além das Práticas Integrativas Complementares (PICs) como yoga, shiatso, shantala, acupuntura, fitoterapia, florais e outros.

A aluna Sueli Pinheiro, de 57 anos, foi uma das que compareceu logo no primeiro dia. Ela vai conseguir retomar a atividade que já praticava antes. “Isso aqui é muito importante para população. Temos aqui uma estrutura muito boa e é excelente para as pessoas que não têm recurso para pagar uma academia. Aqui encontramos tudo que precisamos. Estava muito ansiosa para voltar a ter as atividades na piscina”, destaca a usuária.

A recuperação da piscina teve a atuação da Comdep, que providenciou a reforma do filtro e de todo o sistema de aquecimento. Além da piscina, todo o parque recebeu manutenção nos jardins e brinquedos.

A coordenadora das unidades da Academia da Saúde, Márcia Verônica Ferreira ministrou, com a equipe, a primeira aula. “Estamos felizes com a reabertura da piscina. A população precisa muito desse serviço. Hoje retomamos as aulas de hidroginástica e natação para crianças, adultos, idosos. É um tratamento terapêutico oferecido pela rede de atenção básica, que está atuando na promoção da saúde, prevenção de doenças e agravos maiores. As inscrições estão abertas para toda a população”, destaca Márcia.

Para se inscrever basta levar a carteira do SUS, atestado médico, foto 3 x4 e identidade. Outras informações no telefone: 2243-4153.

Festival de esportes off-road para a família toda

A etapa inédita em Petrópolis do XTerra Brasil Tour -  festival de esportes off-road com corrida em trilha e montain bike  - está com inscrições abertas. Serão realizadas provas no estilo trail (trilha) de 5, 10 e 21 quilômetros, duathlon (dupla em corrida), kids (crianças) e a estreia do MTB Cup X6 (montain bike). A edição será realizada no Vale do Cuiabá, nos dias 24 e 25 de agosto, sendo que a disputa do mountain bike acontece no sábado às 8h. Os interessados em participar devem garantir a vaga no site oficial do evento: www.xterrabrasil.com.br. A iniciativa conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer e da Turispetro.

O XTerra Brasil Tour é um festival de esportes off-road que agrega toda a família para um final de semana de muita diversão, adrenalina e, principalmente, contato com a natureza. A cada ano o circuito escolhe novos destinos para apresentar aos atletas e proporcionar uma experiência completa de esporte e turismo.

"Petrópolis é uma cidade que conta com um fator logístico bastante favorável, pela proximidade do Rio de Janeiro. Além disso, somado às montanhas da região, ar puro e um visual alucinante farão da edição uma experiência inesquecível para todos, principalmente os amadores”, explica Gabriela Corrêa, gerente do XTerra no Brasil.

Trilhas, cachoeiras e mirantes são facilmente encontrados no percurso da prova, além de um centro comercial em Itaipava bem próximo do evento. A expectativa dos organizadores é que o evento consiga atrair turistas de todo o país para as provas. "A ideia é que a cidade entre de vez para o calendário oficial do X Terra Brasil Tour", disse Gabriela.

Neste ano, Petrópolis já recebeu uma etapa da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMB) reunindo mais de cinco mil pessoas em apenas um fim de semana. A prefeitura segue apostando em parcerias público privada para garantir que grandes eventos aconteçam na cidade.

Casacos impermeáveis, camisas, bonecas, brinquedos e vasos de porcelana são alguns dos produtos que estão à venda em um stand da Comdep no Palácio de Cristal durante a 30ª Bauernfest. São sete artesãos que aproveitam os mais diversos materiais que iriam para o lixo e transformam em produtos com nova utilidade. Além da exposição das peças, o espaço serve também para divulgar informações sobre o trabalho de coleta seletiva no município e a importância da reciclagem. O Inea é parceiro da iniciativa e participa com a distribuição de panfletos sobre preservação ambiental e com uma maquete que retrata o desmatamento nas grandes cidades.

Os artesãos que participam expõem seus produtos produzidos a partir de reciclagem e vendem artigos variados. São pessoas que trazem consigo não apenas a criatividade de enxergar novas possibilidades para os materiais, mas que possuem também a consciência de estar cuidando do meio ambiente ao retirar materiais que poderiam degradar a natureza por anos, séculos e até milênios. O stand funciona todos os dias da Bauernfest até às 23h.

“Eu sempre gostei desse tema de sustentabilidade. Um casaco pequeno eu uso duas sombrinhas, já um grande são três ou quatro. Tento fazer peças mais jovens, mais coloridas”, explica a estilista Juliana Pinto, que há pouco mais de um ano criou a marca “Relevo”. Ela está bastante satisfeita em participar no stand na Festa do Colono Alemão.

“Também é uma forma de divulgar o meu trabalho. Mesmo que a pessoa não compre, ela começa a seguir a página da minha marca nas redes sociais. O retorno acaba sendo muito bacana”, contou Juliana. Outra artesã, Marisa Fecher de Azevedo, também comemora o espaço na Bauernfest. “A quantidade de pessoas que a gente consegue atingir é enorme dentro da Festa. É importante para a nossa causa, já que a gente busca conscientizar as pessoas”, disse.

A cidade possui três programas de coleta seletiva: “Porta a Porta”, que faz o recolhimento em alguns bairros da cidade de segunda a sexta; “coleta eventual”, que atua no Centro, em Araras e em Corrêas sob demanda; e os ecopontos da Mosela, de Itaipava e do Quitandinha, onde a entrega de materiais recicláveis gera descontos na conta de luz.

Empreendimento terá 776 vagas de estacionamento e prevê instalação de Centro de Convenções

Em 2020, Petrópolis vai ganhar um complexo com centro de convenções, apart-hotel, lojas, salas comerciais, salas de cinema e estacionamento, com previsão de instalação de um centro de convenções, que atende a uma demanda antiga do setor empresarial da cidade. Serão 3 mil empregos diretos quando o empreendimento – Shopping Petrópolis -  no Centro Histórico, iniciar seu funcionamento. A obra, que está em fase final, tem hoje 200 operários trabalhando e segue em ritmo intenso.

Com 60 mil metros quadrados o empreendimento, instalado na Rua Marechal Deodoro, é um complexo com áreas integradas que unem um apart-hotel com 60 quartos, 113 salas comerciais, 128 lojas, praça de alimentação, cinco salas de cinema -  com capacidade para mil pessoas.

O empreendimento se destaca pela arquitetura diferenciada, com a valorização de áreas ao ar livre.  “Parte das salas, por exemplo, têm terraços e os espaços são muito bem elaborados e todas as áreas integradas. É um empreendimento diferente de tudo que existe na cidade e até mesmo no país”, frisa o arquiteto Rodrigo Simão, um dos responsáveis pelo empreendimento.

O espaço, no Centro Histórico, buscou harmonização e preservação. O local funcionou como um colégio durante décadas, com área sendo aproveitada de forma funcional. “ Tudo foi projetado com o objetivo de oferecer na cidade uma gama de atividades e serviços em um único lugar, um espaço moderno e diferenciado”, completa Rodrigo Simão.

Ele destaca ainda as vagas de estacionamento, como diferencial. “O uso do Centro Histórico em um ambiente que vai trazer muitas pessoas requer estrutura e estacionamento é essencial”, afirma. O objetivo, de acordo com o arquiteto é começar a comercializar os espaços no ano que vem, prazo em que as obras estarão em fase de conclusão. 

Edição dos JEDs contou com 150 jogos

Foram distribuídas 790 medalhas

Bernardo Gonçalves é aluno da EM Beatriz Zaleski, tem 12 anos e está no sexto ano do ensino fundamental. Ele participou dos jogos de handbol e futsal nos Jogos Estudantis dos Distritos – JEDs. “Adorei participar dos jogos. Conheci outras escolas, fiz amizades novas e agora estou por dentro das regras do handebol. Foi muito legal. Adorei minha medalha”, contou Bernardo durante a cerimônia de encerramento da 5ª edição dos JEDs - Jogos Estudantis dos Distritos, realizada nessa quarta-feira (19.06) no Esporte Clube Pedro do Rio. Na ocasião forma distribuídas 790 medalhas para estudantes de 13 escolas da rede municipal.

Nesse ano foram realizados 150 jogos. As competições ocorreram nas próprias escolas localizadas nos distritos e contaram com as modalidades: futsal, handebol, voleibol, basquete, futebol de campo, tênis de mesa e queimada. Foram distribuídas 720 medalhas do JEDs e 70 do ParaJeds.

“O diferencial nesse ano foi a realização do ParaJeds, quando os alunos do Projeto de Inclusão Social e Esportiva também receberam medalhas. Eles participaram de competições de natação, bocha e voleibol adaptados e mostraram que não há limitações no esporte, só talento” garantiu Ney Marcos de Paula Júnior, diretor da EM Monsenhor João de Deus Rodrigues e um dos organizadores do evento.

Todos os alunos que participaram dos jogos receberam medalhas. Tânia Kling é mãe de Guilherme Kling, de 16 anos, aluno da EM Moyses Furtado Bravo. Guilherme é autista e adorou receber a medalha.

“Ele está muito feliz. Nunca tinha recebido uma medalha. A alegria dele é a minha e fico emocionada todos os dias quando percebo o quanto ele evoluiu depois das aulas de natação. A medalha é linda", disse Tânia.

Participaram da competição as escolas: Theodoro Machado, Amélia Antunes, Paula Buarque, Celina Schechner, Augusto Pugnaloni, Liceu São José de Itaipava, Santa Teresinha, Dr. Barros Franco, Monsenhor João de Deus Rodrigues, Beatriz Zaleski, Moyses Furtado Bravo, Nilton São Thiago e Avelino de Carvalho.

Nicolas Otero, aluno do sexto ano da EM Beatriz Zaleski também ficou animado durante a competição. “Foi muito legal. Adorei os jogos e já quero mostrar a medalha para a minha familia", disse.

Estudantes da rede municipal poderão participar do 4º Festival de Literatura Ambiental, promovido pela Academia de Letras voltado ao Meio Ambiente e à Sustentabilidade. As inscrições poderão ser feitas a partir do dia 1º de agosto. Informações sobre a documentação exigida podem ser solicitadas nas instituições de ensino ou através do e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A Academia, criada em 2015 tem como objetivo promover e divulgar trabalhos em defesa da preservação, conservação e melhoria do Meio Ambiente e da Sustentabilidade através de intercâmbios, campanhas, debates, pesquisas, propostas e programas. O festival é destinado a estudantes do ensino fundamental, médio e de cursos preparatórios e busca promover a literatura ambiental através de poesias e crônicas, com temática ligada ao meio ambiente e à sustentabilidade.

Os participantes deverão ter pelo menos dez anos de idade na data da abertura. Cada participante poderá inscrever apenas uma obra.

Regras para submissão: texto no formato DOC ou DOCX (Microsoft Word) ou PDF (Adobe), com fonte Arial, tamanho 11, espaçamento duplo entre linhas, com 2 centímetros de margem em todos os lados; máximo de duas laudas; Todas as obras devem conter o texto, título e o nome do autor.

As inscrições poderão ser realizadas a partir do dia 1º de agosto de 2019 até o dia 30 de setembro de 2019. A comissão julgadora informará aos participantes sobre sua seleção até o dia 31 de outubro de 2019. Serão concedidos os seguintes prêmios: para todos que fizerem inscrição, certificado de participação. Os primeiros colocados, em número a ser definido pela Comissão Julgadora, serão premiados com medalhas.

Todas as obras inscritas serão incorporadas ao acervo da ABAL, para eventual edição de uma publicação digital ou em meio impresso. A premiação dos trabalhos selecionados acontecerá em cerimônia a ser realizada na última semana de novembro de 2019. A data será confirmada até o fim do prazo das inscrições.

Pagina 1 de 1236

Notícias por data

« Junho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP