Estudantes matriculados nos 5º e 9º anos do ensino fundamental

Para incentivar o conhecimento sobre história e geografia de Petrópolis, a produção literária e o conhecimento da Língua Portuguesa e Matemática, a Secretaria de Educação realizou na última semana a Maratona Escolar Cidade de Petrópolis 2019. As provas, aplicadas para alunos do 5º e do 9º ano do ensino fundamental foram realizadas no Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio. Ao todo, 435 estudantes participaram da ação.

Nesse ano, participaram da maratona 234 alunos matriculados no 5º ano do ensino fundamental e outros 201 matriculados no 9º ano – os alunos são de 29 unidades escolares. Em 2018, 426 estudantes participaram da prova: 159 do 9º ano e 267 do 5º ano do ensino fundamental.

Cada unidade inscreveu três alunos e um suplente nas seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, História de Petrópolis e Geografia de Petrópolis. As questões das provas foram elaboradas de acordo com a proposta curricular da rede. As provas de Língua Portuguesa e Matemática contaram com questão objetivas e dissertativas. As provas de História e Geografia de Petrópolis tiveram uma parte aplicada (interpretação de tabelas, gráficos e mapas).

A comissão julgadora que contabilizará os resultados é composta por dois professores de matemática, dois professores de língua portuguesa, dois de história e dois de geografia. As quatro primeiras equipes colocadas, por área de estudo, receberão troféus e medalhas. O aluno que, individualmente, obtiver a maior nota entre todos os participantes de seu ano de escolaridade receberá troféu especial. Todos os participantes receberão certificados.

Vale salientar que a Maratona Escolar foi realizada pela primeira vez no ano de 1952 instituída pela Deliberação nº 355 de 07 de agosto de 1952, passando por regulamentações e deliberações até tornar-se lei em 1979. Atualmente, a lei 5.412 de 20 de agosto de 1998 é a que rege a prova.

Ação preparou petropolitanos para a II Conferência Municipal de Economia Popular e Solidária – COMESOL

Conferência será realizada no dia 7 de outubro

Mais de 30 pessoas participaram da oficina de introdução à economia solidária realizada nesta segunda-feira (16.09) na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta pela ONG Raízes do Ofício. A ação teve como objetivo mostrar a importância da economia solidária para a população. O evento precede a II Conferência Municipal de Economia Popular e Solidária - COMESOL, - que está marcada para o dia 7 de outubro, e terá como tema: “O Plano Municipal de Economia Popular Solidária de Petrópolis”.

Durante o evento, o presidente da ONG Raízes do Oficio, Marcelo Xavier, mostrou um vídeo sobre a evolução da economia desde o início dos tempos até a consolidação da economia solidária. “A economia solidária existe desde o início dos tempos e é uma forma de consolidação e fomento desse tipo de venda que valoriza o trabalho humano e a preservação da natureza, entre outros benefícios”, afirmou Marcelo Xavier.

O evento prepara a população para a II Conferência Municipal de Economia Popular e Solidária – COMESOL. “Momento importante em que discutiremos a economia solidária e o que deve ser feito para incentivar o crescimento do setor, além da valorização das pessoas que se dedicam a esse tipo de economia”, afirma Gil Magno, presidente do Conselho de Economia Solidária, Gil Magno.

As inscrições para a II Conferência Municipal de Economia Popular e Solidária - COMESOL, - podem ser feitas até o dia 20 de setembro. A conferência está marcada para o dia 7 de outubro e terá como tema: “O Plano Municipal de Economia Popular Solidária de Petrópolis”. As inscrições para delegados deverão ser feitas na sede da Casa dos Conselhos e Comissões Augusto Ângelo Zanatta, na Avenida Koeller, nº 260, Centro, das 09h às 16h em dias úteis.

Serão sete eleitos para as cadeiras da sociedade civil: um representante de Empreendimento Econômico Solidário da área de Cooperativas de Catadores; três representantes de Empreendimento Econômico Solidário das áreas de Produtos e Serviços; um representante de Empreendimento Econômico Solidário da área da Cultura e dois representantes de Entidades de Apoio e Fomento à Economia Popular Solidária. Os conselheiros da gestão pública, serão indicados pelo poder público. A eleição dos representantes da sociedade civil para a composição do CESP será realizada no dia da conferência, a partir das 13h.

As inscrições para a etapa "Blekaute" da Corrida do Shopping Center Pedro II seguem abertas até o próximo sábado (21.09) – dia em que acontece o evento. Os interessados podem garantir vaga pela internet, no site: www.browsports.com.br ou presencialmente na loja 22 do Shopping. Os kits disponíveis para os atletas custam de R$ 44,90 até R$69,90. A premiação atende a maior equipe inscrita na corrida, além dos três primeiros colocados no geral e por faixa etária de cinco em cinco anos. O evento conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer e da CPTrans.

A largada da corrida será às 21h na entrada do Shopping para um percurso de sete quilômetros pelas ruas do Centro Histórico. No mesmo local, pouco antes do início da prova, os corredores podem participar de uma aula de zumba como forma de aquecimento. "Também oferecemos uma estrutura grande, para toda a segurança dos corredores, em parceria com a prefeitura”, explica Paula Nunes, da Brown Sports, organizadora do evento.

Até dezembro, serão realizadas outras 12 corridas de rua em Petrópolis. O calendário esportivo completo, com todos os eventos previstos para Petrópolis neste ano, estão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

200 alunos participarão de atividades no 32º Batalhão

Oficinas, jogos e dança. Esses serão alguns destaques do Dia Paralímpico, programação especial que será realizada pelo Departamento de Educação Especial com auxílio do 32º Batalhão de Infantaria no dia 27 de setembro, na sede do Batalhão. A expectativa é de que 200 alunos participem das atividades. A programação ocorrerá das 8h30 às 13h.

As escolas interessadas em participar do evento podem se inscrever no Departamento de Educação Especial - Avenida Koeler, 87. Informações: 2246-8656 ou 2246-8912.

A expectativa é de que duzentos alunos, com idade a partir dos 8 anos, participem da iniciativa que contará com oficinas, jogos e provas, tais como corridas, capoeira, judô e dança. Segundo Bianca Caetano de Paiva, chefe do Departamento de Educação Especial, e uma das idealizadoras do evento, “ao oportunizar a prática esportiva escolar, reforça-se a difusão e a construção de valores éticos fundamentais, como cidadania, através dos princípios do movimento Paralímpico, direcionados para a elaboração de um mundo conceitualmente inclusivo, isento de discriminações, valorizando cada vez mais a diversidade humana,  e dentro do espírito de compreensão mútua, fraternidade, solidariedade, cultura da paz e o fair-play”, afirma Bianca.

Ainda segundo Bianca, a atividade contribuirá efetivamente para o desenvolvimento integral do aluno. “Como ser social, autônomo, democrático e participante, estimulando o seu pleno exercício da cidadania através do esporte”, completa.

Um dos destaques será a capoeira: atualmente, cerca de 150 alunos especiais participam de aulas de capoeira na rede municipal de Educação. “Os benefícios da capoeira para esses alunos são o fortalecimento da coordenação motora, melhor noção de espaço e lateralidade, além de promover a socialização entre as crianças. Eles adoram. Não há limitações quando estão na capoeira, cada dia um progresso”, explicou o professor Evandro de Souza, mais conhecido como Fumacinha.

Estímulo ao esporte nas escolas municipais

A rede municipal mantém atendimento especializado para os alunos inseridos na modalidade de inclusão. Na EM Monsenhor João de Deus Rodrigues, em Pedro do Rio, desde 2017 funciona o Projeto de Inclusão Social Esportiva – ISE. Os 45 alunos que participam das aulas de natação participarão do Dia Paralímpico.

“Um dos ganhos desse tipo de atividade é a integração entre os alunos, a melhora no desempenho motor, psicológico, melhora no convívio escolar e com outras crianças, além do fortalecimento da autonomia”, explica o diretor da EM Monsenhor João de Deus Rodrigues, Net Marcos de Paula Júnior.

A diretora da EM Paulo Freire, Ana Lúcia Rocha, acrescenta que será uma ótima oportunidade para os estudantes mostrarem as suas habilidades. “Essas atividades são importantes para a interação entre os alunos da rede, onde cada um pode, através do esporte, demonstrar habilidades e desenvolver potencialidades relacionadas a coordenação motora, agilidade e equilíbrio”. A escola levará para a ação, 67 alunos.

Dívidas de IPTU, ISS e taxas podem ser negociadas até o dia 29

Somados, cinco maiores devedores acumulam R$ 8,3 milhões em débitos

Recuperar aos cofres da prefeitura parte dos R$ 660 milhões em tributos municipais que deixaram de ser pagos por contribuintes para investir na ampliação de serviços em áreas de grande demanda como Saúde, Educação, além de possibilitar melhorias para os servidores. Este é o objetivo do programa de regularização tributária – Fique em Dia, que oferece condições especiais para que contribuintes devedores regularizem a sua situação até o dia 29 deste mês. Levantamento feito pelo setor de dívida ativa do município aponta que entre 25 mil imóveis com débito de IPTU, 200 acumulam débitos que somados alcançam R$ 56,4 milhões – juntos, somente os cinco maiores devedores acumulam R$ 8,3 milhões em impostos prediais territoriais e urbanos atrasados, entre 2008 e 2017. Podem ser negociados débitos de tributos vencidos até o ano de 2018.

A estrutura do Fique em Dia conta com 30 guichês para atendimento personalizado. Além da isenção de juros e multas nos casos de pagamento à vista, o programa prevê a redução de juros e multas para quem optar pelo parcelamento em até 12 meses. Quem parcelar o débito em quatro vezes, tem redução de 80% de juros e multas; quem dividir o pagamento em seis parcelas tem 70% de desconto de juros e multas; em oito parcelas, o desconto é de 60%, e dividindo o débito em 12 meses o contribuinte ainda tem 50% de desconto nos juros e multas.  Em todos os casos é aplicada a atualização monetária sobre o débito originário. As parcelas mínimas devem ser de R$ 50, para pessoas físicas e R$ 100, nos casos de débitos de pessoas jurídicas. As negociações podem ser feitas das 9h às 16h, no clube Petropolitano.

Do total de R$ 660 milhões em débitos a serem recuperados, R$ 398 milhões são referentes a processos acumulados entre os anos de 2008 e 2017 e já ajuizados em cartório para execução fiscal. Os devedores estão sendo convocados pelo setor de dívida ativa do município a regularizar seus débitos.

Este será o quarto local na cidade onde será possível trocar materiais recicláveis por descontos na conta de luz

Espaço será administrado em conjunto pela Comdep e pela Enel Distribuição Rio e será inaugurado ainda neste mês de setembro

Petrópolis vai ganhar mais um ecoponto de coleta seletiva, o quarto da cidade. Dessa vez, os oito mil moradores de Araras e comunidades da região poderão trocar os materiais recicláveis por descontos na conta de luz. O ecoponto vai ficar na Estrada Bernardo Coutinho, nº 3.435, onde já ficam a quadra poliesportiva e a UBS do bairro, e será administrado em parceria pela Comdep e Enel Distribuição Rio. A inauguração está marcada para a próxima quinta-feira (19.09), durante o Festival de Limpeza de Araras.

O município já conta com outros três ecopontos: Mosela, Itaipava e Quitandinha, esses dois últimos inaugurados pelo prefeito Bernardo Rossi ao lado da concessionária de energia. Juntos, eles somam 1.693 cadastrados que obtém redução nas contas de luz a cada entrega de materiais. Só este ano, foram levadas quase 81 toneladas de recicláveis para os três pontos até o fim de agosto.

O espaço onde funcionará o ecoponto – que pertence à prefeitura – está sendo preparado pela Comdep. Será feita adequação de uma área atrás do prédio, onde será feita a armazenagem dos materiais entregues pela população; limpeza e pintura da sala de atendimento; revisão da parte elétrica; e instalação dos equipamentos que serão usados para pesagem dos recicláveis e cálculo do desconto.

Para participar, também funcionará da mesma forma. Basta o morador levar uma conta de luz na primeira vez que for ao ecoponto – através do número do cliente, será feito o cadastro e entregue o cartão onde será registrado todos os descontos. A partir da segunda vez que o morador for ao ecoponto, é só levar o cartão junto. Todos os descontos registrados virão já na conta de luz seguinte.

“O Ecoenel é um projeto completo, pois atende todos os eixos da sustentabilidade – ambiental, social e econômico –, com criação de valor compartilhado para todos os envolvidos. O projeto permite a destinação correta dos resíduos para a reciclagem, além de exercer sua função social e econômica, na medida em que ajuda o cliente a pagar a sua conta de luz com os bônus concedidos com os resíduos”, afirma o responsável por Projetos de Sustentabilidade em Distribuição da Enel Brasil, Odailton Arruda.

É possível obter os descontos levando materiais como papel e papelão; garrafas de plástico de refrigerante (garrafas PET); latas de cerveja e refrigerante.

“Ao levar o material, basta ter dois cuidados: os materiais devem ser separados para que o cálculo possa ser feito; e devem estar limpos, porque senão não é possível reutilizar. Também é importante destacar que outros materiais podem ser levados, mas não geram descontos na conta de luz, como vidro, óleo de cozinha e lâmpadas não-fluorescentes”, explica o diretor técnico-industrial da Comdep, Carlos Alberto Salgueiro. Os materiais que não geram descontos são recebidos pela Comdep no ecoponto como doação.

Festival da Limpeza de Araras

A inauguração do ecoponto será mais uma atividade dentro do Festival da Limpeza de Araras, que acontece até o dia 28 de setembro. O evento é promovido pela ONG Projeto Araras e está na 20ª edição. A Comdep também irá participar do evento por meio de mutirões de limpeza, com ações como capina, remoção de entulho e varrição, que vão mobilizar entre 20 e 25 funcionários apenas da agência regional da empresa em Itaipava. O evento ainda conta com palestras e workshops sobre sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

Com reformulação do Ministério da Cidadania programa estenderá serviço a todas as famílias com perfil que tiverem o CadÚnico

Com o alcance de 17 mil visitas domiciliares o Programa Criança Feliz, estima ampliar ainda mais os serviços oferecidos e fazer a diferença na vida de famílias em risco social. O trabalho implantado em 2018 pela Secretaria de Assistência Social é voltado para o desenvolvimento de crianças na primeira infância e o estreitamento dos vínculos afetivos entre mães, pais, cuidadores e irmãos é um dos principais elementos para a obtenção de bons resultados. O pequeno Athur, de dois anos de idade, é uma das 448 crianças atendidas que passou a ter uma outra relação com a mãe, a dona de casa Pamela da Silva Valle, de 24 anos.

Mãe de outras duas crianças, de 5 e 7 anos de idade, Pamela encontrou dificuldades em estabelecer uma rotina saudável com os três filhos. Há um ano, o atendimento que iniciou com o pequeno Arthur, acabou envolvendo todos os filhos, que hoje conseguem brincar e se relacionar melhor. “Antes meus filhos mais velhos viviam brigando por causa de celular, não brincavam e meu filho mais novo estava indo para o mesmo caminho, além de apresentar dificuldades para o desenvolvimento da fala e de socializar. Eu não estava conseguindo resolver sozinha”, conta a mãe, ressaltando que o programa foi uma terapia para toda a família

“Esse é um trabalho de sucesso no município e vamos conseguir expandir ainda mais esses atendimentos. É muito gratificante ver o quanto esse trabalho muda a vida dessas crianças”, destaca o prefeito Bernardo Rossi. O Programa Criança Feliz passou por reformulação no Ministério da Cidadania que passou a estender o serviço a todas as famílias que possuem o registro no Cadastro Único (CadÚnico) para a inserção em programas sociais do Governo Federal. Anteriormente, o serviço era destinado apenas para as pessoas beneficiadas pelo Bolsa Família.

O Programa Criança Feliz é voltado para o atendimento a famílias em risco social, com gestantes, famílias com crianças com idade entre 0 e 3 anos de idade ou com deficiências, com idade de 0 a 6 anos. O programa consiste no acompanhamento do crescimento das crianças, propondo atividades diversas que estimulam o crescimento saudável e fortalecem o vínculo socioafetivo entre os familiares. Quando possível, o trabalho começa desde a gestação. Os cerca de 20 profissionais que atuam com as visitações, realizam o acompanhamento semanal das famílias. Cerca de 30 atendimentos são feitos a cada semana, ao todo, aproximadamente 2 mil visitas são feitas ao mês por assistentes sociais, pedagogos e enfermeiros.

O trabalho realizado contribui para o desenvolvimento motor, cognitivo, sempre recorrendo a atividades lúdicas, utilizando brinquedos e jogos confeccionados com material reciclado, encontrado nas próprias residências. O envolvimento da família começa a partir do estímulo para a confecção dos instrumentos que serão utilizados pelas crianças, sempre com o acompanhamento dos pais ou cuidadores. “Eu acabei me envolvendo mais com as atividades dos meus filhos, passei a brincar, dedicar mais tempo para o convívio com eles. Esse programa foi uma terapia para mim”, enfatiza a dona de casa, Pamela.

O programa tem trazido benefícios não apenas para o desenvolvimento educativo das crianças, mas a melhoria na qualidade de vida. “Esse é um programa de prevenção, para que estas crianças tenham um bom desenvolvimento e para que no futuro estejam bem preparadas, desenvolvendo habilidades que vão influenciar no bom desempenho por toda a vida”, reforça a psicóloga, coordenadora do programa, Márcia Grotz.

Segunda, 16 Setembro 2019 - 11:28

Últimos preparativos para a Serra Serata

Festa Italiana de Petrópolis acontece de quarta (18) a domingo (22) no Palácio de Cristal com entrada gratuita

O Palácio de Cristal já recebe os últimos preparativos para a Serra Serata. A Festa Italiana de Petrópolis será aberta nesta quarta-feira (18.09) e vai até domingo (22) com muita música, dança folclórica, teatro, entre diversas outras atrações para toda a família. Os jardins do atrativo já receberam as barracas que vão abrigar o artesanato inspirado nas cores e tradições do país europeu e também, claro, a gastronomia – o ponto alto do evento, já que a comida farta é uma das principais características da cultura italiana. A entrada é gratuita.

Logo no primeiro dia, a partir de 18h – com solenidade de abertura às 19h -, o público já vai contar com todas as barracas funcionando e ainda atrações culturais, como o show dos Três Tenores Brasileiros, às 20h. Durante toda a noite, o público poderá se divertir e registrar sua passagem pela festa com o famoso “gondoleiro”. Interpretado pelo ator Tatá Francisco, ele vai receber os visitantes em sua estilizada “gôndula”, que tem como cenário para sua “Veneza” o Palácio de Cristal. O público ainda vai contar com o casal em perna de pau Raul e Iza Lima.

Tanto na quarta, quanto na quinta-feira (19), a festa vai funcionar de 18h às 22h. Na sexta e no sábado será de 10h à meia noite. E no domingo de 10h às 22h. Durante toda a festa, os apaixonados pela cultura italiana vão poder aproveitar as delícias da culinária típica, como massas, foccacia, bruschetta, polenta, gnocchi, risotto, frittata, entre outras. Além disso, o evento conta com atividades para toda a família.

Evento vai ajudar a atrair turistas e manter o setor em alta

Baixa temporada, eventos como a Serra Serata ajudam a atrair turistas para a cidade ao longo do ano. Assim como no ano passado, a expectativa é a de receber milhares de visitantes, principalmente vindos de cidades vizinhas, como Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Três Rios, entre outras.. “É muito importante que o visitante chegue em Petrópolis em qualquer época do ano e encontre diferentes atrações, como é o caso da Serra Serata. Isso faz com que ele volte sempre. Os eventos ajudam a movimentar a cidade, o que aquece a economia de diversos setores do município”, analisa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Serviços foram oferecidos por profissionais da rede pública de diferentes setores

Cadastro Único (CadÚnico), orientação nutricional, jurídica, informações sobre obras, esclarecimentos sobre violência contra mulher, emissão de documentos, balcão de empregos, aferição de pressão, glicose, teste rápido e corte de cabelo são alguns dos serviços que oferecidos na 6ª edição da Ação Social, realizada neste sábado (14.09). Os moradores do Bairro Espírito Santo foram atendidos desde às 9h, na Escola Municipal Governador Marcello Alencar, na Avenida Amaral Peixoto, s/n. a expectativa é de que até o fim da ação, cerca de 300 pessoas passem pelo evento.

A ação social veio para facilitar a vida das pessoas. Nela, a prefeitura reúne uma série de serviços, de diferentes setores, levando o atendimento para perto da casa das pessoas no sábado, para que todos tenham acesso.  Além dos profissionais da rede, o evento conta com o apoio de profissionais, como cabeleireiros e barbeiros.

A moradora Jéssica Andrade, de 28 anos, aproveitou o evento para levar os filhos de 6 e 8 anos de idade, para cortar os cabelos. "Esse evento é muito bom. É a primeira vez que venho e estou aproveitando para trazer meus filhos", conta. A dona de casa, Márcia Lúcia de Matos, de 55 anos, aproveitou o atendimento de saúde. "Muito bom participar. Aproveitei para aferir pressão e glicose. Todos esses serviços são muito bons para essa comunidade", frisou.  A moradora Juliana Ferreira Dias, de 31 anos, levou o filho para fazer o documento. "Esse serviço ajuda muito, se não fosse assim, eu teria que ir com meu filho para o centro da cidade e durante a semana é sempre difícil. Assim já consigo resolver tudo aqui pertinho de casa mesmo", disse.

O evento agiliza a obtenção de documentos de identidade, a população é orientada sobre os benefícios aos quais pode ter acesso pelo CadÚnico, Cadastro Único para inserção em programas sociais, consegue informações sobre o balcão de empregos, esclarecimentos da Defesa Civil sobre construções, do CRAM sobre a prevenção a violência contra a mulher, além de atendimentos em saúde como avaliação nutricional, aferição de pressão e glicose, além do teste rápido para a identificação de infecções sexualmente transmissíveis.

Ao longo desse ano, aproximadamente 1,8 mil pessoas foram atendidas nas ações que atraem em média, cerca de 300 pessoas cada. Em 2018 foram realizadas 16 Ações Sociais por vários bairros da cidade. Ao todo, 10 mil pessoas foram atendidas pelos diferentes serviços oferecidos durante os eventos. Esse ano, os serviços já forma levados à localidades de Pedro do Rio, Caxambu, Comunidade do Alemão, Oswaldo Cruz e Independência. Também estão programadas ações na região de Duques, Arara, Atílio Marotti,  entre outras.

Além da manutenção da iluminação pública, município atuará em quatro frentes de trabalho: instalação de luminárias de LED em bairros e no Centro, extensão em locais com e sem rede de energia

Proporcionar mais segurança e conforto para a população, ampliar a rede de iluminação pública em toda cidade e gerar economia ao município. Esses são os objetivos do “Programa Petrópolis Iluminada”, anunciado pelo prefeito, que inclui quatro frentes de atuação: instalação de luminárias de LED nos bairros; substituição de lâmpadas comuns por LED no Centro; instalação de pontos de luz em locais com rede existente; e extensão da rede em áreas sem a rede de baixa tensão de energia (que precisa ser construída). Esses trabalhos acontecerão ao mesmo tempo que continua o serviço de manutenção do parque de iluminação, que conta hoje com mais de 41 mil pontos de luz.

A maior novidade é este último serviço – a prefeitura está preparando para outubro uma licitação para contratar uma empresa que vai levar a iluminação para onde não há rede de distribuição elétrica e é necessário construir essa rede. O mapeamento feito pelo Departamento de Iluminação Pública inclui 510 locais, principalmente servidões. Os demais trabalhos são executados pela empresa Vitorialuz, contratada para fazer a manutenção do parque de iluminação pública.

Desde fevereiro do ano passado, quando a empresa Vitorialuz iniciou atuação em Petrópolis, já foram feitas mais de 27,9 mil manutenções no parque de iluminação, instalados 500 luminárias de LED e criados 327 novos pontos de luz.

Extensão do parque de iluminação em duas frentes

O serviço de extensão de iluminação pública já ampliou a cobertura do parque em comunidades e servidões onde já existe rede elétrica. Nesses casos, é necessário colocar apenas as luminárias. Em alguns locais, foram reaproveitadas luminárias retiradas de ruas do Centro para dar lugar ao LED. Esse trabalho continuará sendo feito, mas agora terá um acréscimo.

Servidões que não contam com rede elétrica serão atendidas por uma nova empresa que vai criar 2.386 pontos novos, todos já em LED. Além disso, nos locais atendidos que já conta com iluminação em outro trecho, os pontos com lâmpadas comuns serão substituídos por LED, deixando o local padronizado. Esse serviço ainda inclui a previsão de instalação de quase 72 km de cabeamento de rede, postes e braços de luminárias.

Contando com a colocação de novos pontos e a substituição, a nova empresa contratada vai colocar mais de 17,3 mil luminárias de LED em bairros. A licitação está marcada para o dia 15 de outubro, no Centro Administrativo, e tem teto máximo de R$ 33,9 milhões. A ampla concorrência e o interesse de várias empresas no serviço farão o preço ser menor.

Levantamento vai apontar número de luminárias de LED nos bairros

Em paralelo, o serviço para tornar a rede mais eficiente continuará sendo feito pelo município. A segunda etapa do serviço, executada este ano, terá sequência pela Rua Teresa, indo da Aureliano Coutinho até o DPO da Polícia Militar no Alto da Serra. O maior polo de moda da cidade será atendido com 67 luminárias de LED. Depois, o planejamento continuará por Floriano Peixoto, Alberto Torres, Rua Dom Pedro, Barão de Teffé, Nilo Peçanha e Av. Ipiranga.

Para os bairros, o Departamento de Iluminação Pública já definiu alguns bairros que receberão o trabalho de substituição de lâmpadas comuns por LED. Mosela, Quarteirão Brasileiro, Retiro, Carangola, Duarte da Silveira, Estrada da Saudade, Cascatinha, Corrêas, Nogueira, Itaipava, Posse, Quitandinha, Castelânea, Indepedência e Siméria são alguns deles.

“Agora vamos nesses bairros fazer o levantamento dos pontos, priorizando o trajeto das linhas de ônibus que atendem as comunidades. A partir disso, vamos traçar o cronograma de trabalho e seguir tornando o parque de iluminação mais eficiente”, explica o engenheiro elétrico e um dos responsáveis pelo Departamento de Iluminação Pública, Leônidas Mattos.

O uso do LED permite iluminar mais nos espaços que hoje contam com lâmpadas de vapor de sódio, mercúrio e metálica, ao mesmo tempo que a tecnologia consome menos energia elétrica. Além disso, ela tem maior durabilidade, o que reduz a necessidade de manutenções constantes.

População pode continuar a solicitar manutenções

O serviço de reparos da rede de iluminação pública continua. A Vitorialuz mantém até cinco equipes trabalhando durante o dia e mais três para atuação noturna.

A população pode apresentar solicitações direto no Departamento de Iluminação Pública (Av. Barão do Rio Branco, 2.846 - Centro), de segunda a quinta entre 7h e 17h e sextas, de 7h às 16h. A população também pode fazer solicitações de manutenção da rede pelos telefones: 0800 024 1000 / 2246-8971 / 2233-8165. Outro caminho possível é fazer a solicitação pelo site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) e pelo aplicativo disponível para celulares com sistema operacional Android (Petrópolis IP).

A recomendação é que o morador verifique no braço da luminária ou mesmo no poste a numeração que identifica o ponto de luz – essa informação vai ajudar as equipes de trabalho a encontrarem o ponto com maior velocidade e precisão. Outra colaboração é indicar o serviço necessário, que pode ser desde troca de lâmpada que fica apagada a noite ou acessa durante o dia; lâmpada apagando e acendendo; luminária ou braço da luminária danificado; fiação partida na via; ou ainda luminosidade ruim. Essas duas informações ajudam a agilizar o atendimento da demanda.

Pagina 2 de 1319

Notícias por data

« Setembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo