A Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania - Setrac iniciou hoje (15-02) a abordagem de moradores de rua. O trabalho foi realizado, entre o Bosque do Imperador, entorno do Terminal do Centro e uma equipe volante circulando pelo Centro Histórico. Os acolhidos foram encaminhados para o NIS – Núcleo de Integração Social, no Alto da Serra. Sem data para terminar, a operação irá se estender até ao quinto distrito e a expectativa é que funcione diariamente de 8h a meia-noite. A estimativa é que 60 pessoas, a maioria delas de fora da cidade, estejam vivendo nas ruas do município.

“A ação de abordagem é uma prioridade do governo municipal, no sentido de atender essas pessoas que estão à beira da exclusão social”, explica o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Jorge Maia. Segundo ele, com o trabalho será possível mostrar aos moradores de rua que no NIS serão bem atendidos e terão alimentação e medicamentos, por exemplo. “Será desenvolvido um forte trabalho social, que contará, inclusive, com a realização de oficinas culturais, artesanato, entre outras. A ideia é que as famílias também sejam incluídas”, explica. Atualmente, 26 pessoas estão abrigadas no NIS e todas são petropolitanas.

Para a diretora de Proteção Social Especial da Setrac, Rosane Cross, o maior desafio será reconquistar a confiança dos moradores de rua, pois eles foram deixados de lado, e o trabalho no NIS acabou desacreditado. “Eles chegavam lá, mas não tinham mais o atendimento ao qual estavam acostumados. Nosso sistema de acompanhamento está dentro da política nacional de assistência social”, disse.

Durante a ação, aqueles que foram identificados como naturais de outros municípios e estados receberam o mesmo atendimento. “Essas pessoas serão encaminhados para as cidades de origem. Para isso, entraremos em contato com o serviço social de cada região para garantir o retorno”, explica o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania.

Outra medida que poderá ser tomada, segundo Jorge Maria, será o encaminhamento ao Centro de Atendimento Psicossocial – CAPS. A necessidade será diagnosticada pelos profissionais do
Departamento de Saúde Mental da Secretaria de Saúde, que também participaram da ação. “Alguns moradores de rua já possuem um histórico de distúrbios e deixaram, inclusive, de tomar os seus remédios. Se houver necessidade, serão encaminhados ao CAPS ou, nos casos mais graves, serão acolhidos num leito por 72 horas”.

Para a ação, foi necessária a realização de um levantamento para identificar os pontos mais vulneráveis do Centro Histórico, por isso, o trabalho deve ser iniciado pelos arredores do Terminal do Centro. Ao todo, dez profissionais devem ser mobilizados.

Os alunos das áreas rurais da cidade terão mais conforto e segurança para ir e voltar da escola.

O prefeito Rubens Bomtempo determinou a substituição de alguns veículos que realizam o transporte escolar e garantiu, com esta medida, a redução do custo do serviço e a ampliação da capacidade do transporte.

De acordo com o presidente da CPTrans, Gilmar de Oliveira, a iniciativa permitiu uma economia de mais de R$ 350 mil por semestre: “Com menos receita conseguimos otimizar o serviço e poderemos atender a mais crianças”. O valor de cada aluno que utiliza o serviço por viagem caiu de R$ 2,61, para R$ 1,71 mês.

A frota de 49 veículos tem agora capacidade para 180 mil lugares por mês. Doze mil a mais do que era oferecido pelo governo passado. “Esse é um governo comprometido com a qualidade com que gasta o dinheiro público. Fazemos mais com menos”, destacou Gilmar, ressaltando ainda que encontrou a CPTrans sem recursos, com diversas dívidas e que em breve essa discussão estará na pauta da cidade.

Sábado, 09 Fevereiro 2013 - 17:37

Prefeito reabre a Estrada do Catobira

Cumprindo o compromisso assumido há menos de 15 dias, o prefeito Rubens Bomtempo reabriu hoje (08/2) a Estrada do Catobira, ao lado do presidente da Concer, Pedro Jonsson. Com isso, os  motoristas voltaram a ter a opção de acessar a Rodovia BR-040 pista sentido Juiz de Fora, pelo local. A alça que dá acesso à via sentido Rio de Janeiro também já está pronta, dependendo apenas da sinalização horizontal, o que deve ser concluído em, no máximo, dez dias.

O trecho havia sido fechado em dezembro, após o governo anterior abandonar as obras, rompendo acordo firmado com a  Concer. “O termo de cooperação foi abandonado pela antiga administração, que não cumpriu o que tinha sido pactuado. Mas a concessionária assumiu o compromisso porque percebeu que essa via é importante para Itaipava como anel viário funcionando aqui”, disse o prefeito.  A Secretaria de Obrasconcluiu a pavimentação da estrada e a CPTrans instalou a sinalização de segurança para os veículos na saída da pista em direção à rodovia federal.

Na ocasião, o prefeito lembrou que o restabelecimento do acesso contribui para a melhoria no trânsito em Itaipava, que desde a interrupção do trecho, contava apenas com a ponte da Manga Larga, além da saída em Bonsucesso. “O objetivo é manter essa parceria com o município, preservar o diálogo. Dessa forma, além dessas obras, é possível realizar muito mais em prol do povo petropolitano”, disse Pedro Jonsson.

De acordo com a CPTrans, a estrada é tão importante para o planejamento do trânsito na região que existem outras propostas de utilização da via já incluídas no Plano de Mobilidade apresentado ao Ministério das Cidades.

Sexta, 08 Fevereiro 2013 - 09:46

Guardas Civis doam sangue

A Guarda Civil deu um verdadeiro exemplo de cidadania e solidariedade nesta quinta-feira (7/2). Cerca de 280 guardas se mobilizaram e doaram sangue para o Hospital Santa Teresa. Com a iniciativa, a corporação espera mobilizar toda população para a importância deste ato, principalmente no período do Carnaval.

Os cem agentes contratados para integrar o Programa de Controle de Roedores já estão atuando. O grupo foi dividido em quatro equipes, que estão subdivididas entre os bairros Bingen, Itamarati e Quitandinha. Um dos grupos está atendendo exclusivamente às solicitações, inclusive as que estavam acumuladas, na Coordenadoria de Vigilância Sanitária. Segundo o presidente da Comdep, Hélio Dias, a medida foi necessária porque desde setembro passado, a coleta de lixo vinha passando por dificuldade e o acúmulo de detritos favoreceu a proliferação de ratos.

"Essa ação vai diminuir os riscos de contaminação por doenças, como a leptospirose", diz Hélio Dias.

Devidamente uniformizados e identificados com crachás, os agentes começaram a atuar priorizando as regiões onde haverá eventos carnavalescos, por conta da concentração de um grande número de pessoas.

A ação está sendo coordenada pela Vigilância Sanitária e segue em ritmo acelerado. Apesar dos contratempos causados pela chuva, a produtividade do trabalho foi boa. Prova disso é que apenas uma das equipes conseguiu fazer mais de 200 aplicações.

Para garantir um melhor desempenho, a Vigilância Sanitária solicita que os petropolitanos contribuam com o trabalho, autorizando a entrada dos agentes nos espaços externos dos imóveis. No caso de alguma dúvida, basta entrar em contato com a Vigilância Sanitária, através do telefone 2291-1594.

Quinta, 07 Fevereiro 2013 - 09:41

Bairros terão eventos durante o carnaval

Oito bairros do município irão receber eventos carnavalescos durante os quatro dias de festa. Estão previstos bailes populares em Cascatinha, Posse, Praça Pasteur, Itamarati e Pedro do Rio, assim como Alto da Serra e Boa Vista, além do Banho à Fantasia no Itamarati, que será realizado de 10h às 15h de domingo. Em Corrêas, além do desfile do tradicional Bloco das Piranhas,  às 20h de sexta-feira, haverá a apresentação da Evolução e Samba, durante os quatro dias de folia.

Com o cancelamento do desfile oficial na Rua do Imperador, com o objetivo de garantir economia de R$ 1 milhão para investimentos na Saúde, a Fundação de Cultura e Turismo dará apenas apoio para os eventos nos bairros, por meio de uma ação conjunta dos órgãos de segurança, fiscalização de posturas e de atendimento em saúde.  A Polícia Militar está empregando todo o seu efetivo e vai atuar em todos os pontos do município, assim como o Corpo de Bombeiros e Guarda Civil.

Segundo o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Juvenil dos Santos, a fiscalização também será intensificada, buscando impedir a utilização de equipamentos que possam significar risco para os foliões.

Programação

PRAÇA DE CORRÊAS

Abertura: Bloco das Piranhas
Data: 6ª-feira, dia 08/fev.
Horário: 20h às 2h

Banda ao Vivo – Evolução e Samba
Data: Sábado / Domingo / 2ª e 3ª-feira
Horário Matinê: 16h às 20h
Horário Noturno: 20h às 2h

CASCATINHA 

Data: Sábado / Domingo / 2ª e 3ª-feira
Horário Matinê: 16h às 20h – recreação infantil sábado e terça feira)
Horário Noturno: 20h às 2h
Especial: Banho de Carnaval
Data: 3ª-feira, dia 12/fev.
Horário: 10h às 15h

ITAMARATI

Banda ao Vivo - Naftaxé
Data: 6ª-feira, dia 08 de fevereiro (abertura) / Sábado / Domingo / 2ª e 3ª-feira
Horário Noturno: 20h às 2h
Especial: Banho a Fantasia
Data: Domingo, dia 10/fev.
Horário: 10h às 15h

PEDRO DO RIO

Banda ao Vivo - Bambakerê
Data: Sábado / Domingo / 2ª e 3ª-feira
Horário Noturno: 20h às 2h

POSSE

Banda ao Vivo
Data: Sábado / Domingo / 2ª e 3ª-feira
Horário Noturno: 20h às 2h

PRAÇA PASTEUR

Data: Sábado / Domingo / 2ª e 3ª-feira
Horário Matinê: 16h às 22h – recreação infantil sábado e segunda feira

ALTO DA SERRA

Data: Sábado / Domingo / 2ª e 3ª-feira
Horário Matinê: 16h às 22h – recreação infantil domingo e terça feira

BOA VISTA

Data: Sábado / Domingo / 2ª e 3ª-feira  - recreação infantil sábado e segunda feira
Horário Matinê: 16h às 20h

A Comdep retirou uma árvore que ameaçava cair na Praça dos Expedicionários. De acordo com o laudo da Secretaria de Meio Ambiente, a espécie Casuarina, estava brocada (um vão de quase 1 metro no tronco) e precisava ser retirada. O serviço faz parte do trabalho de vistoria que está sendo realizado pela Prefeitura nas árvores localizadas nos passeios públicos do município.

“Constatamos a falta de manutenção por parte do governo anterior e por isso temos que intensificar este serviço para evitar a queda de outras árvores como a que aconteceu na semana passada na Praça Dom Pedro”, disse o secretário de Meio Ambiente, Almir Schimidt.

A Comdep também já iniciou o nserviçi de retirada de bromélias e galhos de árvores. As vistorias já aconteceram nas árvores do Palácio de Cristal, da Avenida da Imperatriz, Rua Ipiranga, Praça Oswaldo Cruz, Praça Dom Pedro e dos Expedicionários.

O prefeito Rubens Bomtempo é parceiro da concessionária Águas do Imperador na construção de um biodigestor no bairro Vila Rica, em Pedro do Rio. O equipamento, destinado à produção de biogás, irá tratar dois litros de esgoto por segundo e tem capacidade para atender 700 famílias, o que representa uma média de 1,8 mil habitantes, abrangendo ainda a escola da comunidade. O diretor adjunto da concessionária, Márcio Salles, participou da visita ao lado do Prefeito e secretários municipais.

O projeto para a construção do biodigestor no Vila Rica já havia sido apresentado ao Comitê Gestor da Bacia do Rio Paraíba do Sul e à sua Câmara de Compensação. Mas apesar de toda a contrapartida do município oferecida através da empresa Águas do Imperador, os recursos destinados ao trabalho ficaram retidos. “Estamos antecipando esse valor para que as obras pudessem ser iniciadas e, ao mesmo tempo, vamos trabalhar para conseguir liberar esses recursos, disse o prefeito, salientando que com a medida, começa a executar mais um compromisso que não teve tempo de concluir antes do fim de seu segundo mandato, em 2008.

Esse é o sétimo aparelho instalado pela concessionária no município, e não há cobrança de tarifa pelo tratamento. Cinco, dos seis biodigestores já implantados na cidade, foram construídos durante os dois primeiros mandatos do prefeito Rubens Bomtempo, como por exemplo, no Independência, Vila Ipanema e Vital Brasil, assim como no Bonfim e em Nogueira, além de um biossistema no Vale do Carangola. O próximo equipamento será construído no Quarteirão Brasileiro.

Os biodigestores não consomem energia elétrica, tratam o esgoto no local onde ele é gerado e, ao final do processo, o esgoto tratado é devolvido aos rios com até 85% de pureza em relação à carga orgânica inicial. Ouro fator importante é o custo de implantação de um biodigestor, que é cinco vezes menor do que de uma Estação de Tratamento de Esgoto convencional, cerca de R$ 60,00 por habitante. Os filtros são feitos com pneus e garrafas pet e não há cobrança de tarifa pelo tratamento.

Para a moradora Maria Rita Alves, que representa a Associação de Moradores do Vila Rica, o biodigestor irá aumentar a qualidade de vida da comunidade, principalmente por conta do mau cheiro causado pelo valão que passa pelo bairro. “É um cheiro muito forte, principalmente nos dias de sol. Ficamos empolgados com a providência e esperançosos, pois o governo mal começou e já começamos a ver os resultados”, disse.

Outro que elogiou a providência foi André Pitzer, de 40 anos. “É um benefício importante para a comunidade, porque o esgoto é jogado sem qualquer tratamento nesse valão. O mau cheiro irá sumir e a população de ratos irá diminuir consideravelmente”, disse, lembrando: “Ainda irá beneficiar a nossa creche, que passará a ser atendida pelo gás produzido pelo biodigestor”.

“É uma alegria fazer mais um biodigestor, que sem dúvida é a única maneira de tratar esgotos em determinados locais. Esse de Vila Rica, como os demais, contou com a participação efetiva da comunidade”, afirmou Marcio Salles, diretor adjunto da concessionária. A visita ao local contou com a presença dos secretários municipais, da equipe da Águas do Imperador, dos moradores da região e ainda do vereador Thiago Damaceno.

Segunda, 04 Fevereiro 2013 - 16:42

Vestibular Social atrai mais de 1,5 mil estudantes

Mais de 1,5 mil estudantes da rede pública participaram ontem (03-02) do vestibular, concorrendo a uma das 100 bolsas para o ensino superior, oferecidas através do convênio com a Fundação Dom Cintra e UCP com a Prefeitura Municipal. O prefeito Rubens Bomtempo, que firmou a parceria em 2008, esteve no local das provas e destacou a importância da graduação lembrando que os primeiros estudantes beneficiados com as bolsas, depois de cinco anos de muito empenho, já começaram a se formar.

“Hoje estamos oferecendo essas cem vagas e os contemplados terão a responsabilidade de ir até o final. Mas estamos satisfeitos porque percebemos a força de vontade desse pessoal que busca uma graduação. Nossa expectativa é que todos possam ter uma carreira vitoriosa, pois acreditamos que melhorando a vida de cada um deles, estaremos promovendo o mesmo para suas famílias”, disse o prefeito.

Os estudantes também estavam animados com a oportunidade. Bruna Gomes de Souza, de 18 anos, disputa uma vaga para o curso de Educação Física ficou animada quando soube que concorreria a uma bolsa de estudos integral. Outro que estava empolgado com a chance de cursar uma universidade gratuitamente era Marco Antônio Borges, de 44 anos. Morador do Pedras Brancas, ele  também resolveu correr atrás de seus objetivos. “Vou tentar uma vaga para o curso de Direito ou de Educação Física. Fiquei surpreso quando soube dessas bolsas e vi essa oportunidade com ótimos olhos, pois beneficia, principalmente, a juventude que sonha com o ensino superior”, opina.

A subsecretária de Educação, Rosilene Ribeiro, assim como o vice-reitor da UCP Marcelo Vizani, e a pró-reitora acadêmica da UCP, Regina Máximo, acompanharam Bomtempo na visita realizada a uma das salas. “Vejo esse convênio como um instrumento de inclusão social para os jovens. Sabemos que a grande maioria não teria condições de fazer um curso superior. A formatura dos primeiros alunos que ingressaram na faculdade através do convênio, há cinco anos, já começou e a maioria deles tem se destacado entre os melhores”, disse a subsecretária.

A prova foi elaborada com 50 questões de português, literatura, matemática, física, química, história, geografia e biologia, além de redação. Oito cursos atraíram o maior número de

inscrições. Apenas para Engenharias foram 421 inscritos, enquanto para o curso de Administração foram 194. Para os cursos de Direito noturno e diurno, foram feitas um total de 163 inscrições. A procura pelos cursos de Psicologia, Pedagogia, Fisioterapia, Biomedicina, Arquitetura e Urbanismo, aparecem logo atrás.

O convênio, firmado em 2008, já garantiu 800 vagas gratuitas para os alunos oriundos de escolas do município e do estado. O resultado do vestibular está previsto para ser divulgado no dia 6 de fevereiro e a matrícula dos aprovados para o dia 18 de fevereiro.

O prefeito Rubens Bomtempo acompanhou ontem (03-02) a vistoria da Defesa Civil realizada na Comunidade dos Ferroviários, no Alto da Serra, onde mais de 50 toneladas de pedra e terra desabaram no fim da tarde de sábado. A contratação emergencial de um geólogo, acionamento oficial do Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro – DRM-RJ,e a retomada da licitação para o desenvolvimento de um projeto básico de intervenções de infraestrutura para todo o bairro foram determinadas pelo prefeito.  O trabalho será feito de acordo com o Plano de Redução de Risco, elaborado durante o segundo mandato de Bomtempo, em 2007.

“As providências aqui precisam ser tomadas rapidamente. A partir do estudo realizado pelo geólogo será possível direcionar os trabalhos e determinar quais os melhores caminhos, pois o problema é sério e não podemos realizar uma obra paliativa. A nossa principal preocupação é garantir a segurança dos moradores”, disse Bomtempo. Ainda no domingo, o geólogo esteve em vistoria no local junto com a equipe técnica da Prefeitura para decidir quais medidas serão tomadas.

Hoje pela manhã (04-02), uma limpeza foi realizada no local. “Por orientação técnica, a maior parte desse material não pode ser removido. Outra medida importante foi tomada pela empresa Águas do Imperador, que providenciou os reparos na tubulação de esgoto, enquanto a Ampla toma providências em relação ao poste, que fica ao lado do barranco”, explica o tenente-coronel Rafael Simão, coordenador da Defesa Civil.

No domingo, o tenente-coronel Remo, da Secretaria de Estado de Defesa Civil, também acompanhou o trabalho,assim como Secretário de Obras Aldir Cony o secretário de Habitação Rodrigo Seabra,  o presidente da Comdep, Hélio Dias e o secretário Jorge Maia, da Secretaria de Trabalho Assistência Social e Cidadania. O prefeito lembra que no Plano de Redução de Risco, desenvolvido há alguns anos, ficou constatado que as áreas mais frágeis do 1° distrito estavam no Alto da Serra: “O que foi uma surpresa porque, na época, nossa preocupação era com outros bairros da cidade, como o Independência, por exemplo,”.

Cinco casas, uma delas geminada, foram interditadas e duas famílias precisaram ser imediatamente removidas, enquanto outras quatro também deixaram os imóveis em seguida, sob a orientação da Defesa Civil. As providências emergenciais já foram tomadas pela Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania – Setrac que agora realiza um levantamento para garantir que os benefícios sociais sejam oferecidos de acordo com as necessidades de cada família.

Não havia chuva no momento do desabamento e, na ocasião, dois agentes da Defesa Civil faziam uma vistoria prévia no local. Isso porque, duas pedras de pequeno porte haviam rolado durante o dia, levando preocupação para os moradores. Antes de deixarem o local, ocorreu o deslizamento das pedras e o muro de duas casas foram atingidos. Está sendo apurada ainda a informação de que entre as décadas de 50 e 60 havia uma pedreira funcionando no local. Ao longo dos anos, as rochas podem ter trabalhado, provocando um desplacamento, ocasionando o desmoronamento.  

Notícias por data

« Fevereiro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP