O primeiro Núcleo Comunitário de Defesa Civil (Nudec) de 2014 vai iniciar sua formação na terça-feira (7/01), com a capacitação de moradores do bairro Duarte da Silveira para a prevenção de desastres de chuvas será. Esta é mais uma medida da Prefeitura para reduzir os riscos de tragédias em Petrópolis. O curso será realizado das 8h às 12h, no salão da Igreja São João Batista, na Rua Luiz Winter, sem número. Os interessados devem se inscrever pelo telefone 2246-9163 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

O curso dará noções de Defesa Civil aos moradores, para que eles saibam como contribuir para a prevenção de desastres naturais e o que fazer no caso de fortes chuvas. “Todo morador de área de risco tem que saber o que fazer para deixar a casa mais segura, de como se proteger no caso de chuvas. Muitas pessoas, quando chove forte, se protegem dentro de casa, o que é errado. As pessoas devem sair de casa e ir para locais seguros, como pontos de apoio ou casas de amigos ou parentes que não fiquem em áreas de risco”, orientou o diretor administrador da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, Gileno Alves.

Com esse curso, a Prefeitura prepara ainda mais a cidade para as chuvas de verão. O governo municipal capacitou em 2013 cerca de 400 agentes comunitários voluntários, que serão um elo entre a comunidade e a Defesa Civil. A formação é contínua. Já são 43 comunidades com Nudecs. Em novembro, moradores do Duarte da Silveira foram capacitados, mas a formação do dia 7 de janeiro possibilitará que a comunidade tenha mais voluntários, deixando a região mais segura.

A Prefeitura de Petrópolis fechou o ano de 2013 com 21.170 famílias incluídas no Cadastro Único Social. Coordenado pelo Ministério de Desenvolvimento Social e de Combate à Fome (MDS), o sistema é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda e em situação de vulnerabilidade, permitindo que estas sejam incluídas nos programas sociais dos governos federal, estadual e municipal.

“Em dezembro conseguimos colocar em dia o nosso cadastro junto ao MDS. É importante manter estas atualizações junto com o governo federal, isso permite que o município trabalhe com dados reais e verdadeiros dentro da questão social”, destacou o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Jorge Maia, acrescentando que o município passou de 12 mil cadastros em janeiro de 2013, para mais de 21 mil em dezembro do mesmo ano.

O Cadastro Único permite conhecer a realidade socioeconômica dessas famílias, trazendo informações de todo o núcleo familiar, das características do domicílio, das formas de acesso a serviços públicos essenciais e, também, dados de cada um dos componentes da família. A partir deste cadastro, o poder público pode formular e implementar políticas específicas que contribuem para a redução das vulnerabilidades sociais a que essas famílias estão expostas.

De acordo com dados da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), das 21 mil famílias cadastradas: 11.300 recebem o Bolsa Família (benefício do governo federal); 4.980 contam com o Renda Melhor (concedido pelo Estado) e 7.346 famílias estão incluídas no castrado do Cartão Imperial (programa da Prefeitura). “É importante saber onde estão estas famílias, como estão e quantas são para desenvolvermos políticas públicas e trabalharmos no campo social ”, salientou Bolão.

O Cadastro Único pode ser feito nos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) ou na sede da Setrac (localizada na Avenida Ipiranga, 544 – Centro). É preciso levar documento de identificação, registro de nascimento e/ou casamento, certidão de nascimento das crianças menores e comprovante de residência.

Sexta, 03 Janeiro 2014 - 21:27

Boletim da Defesa Civil – 3/01 – 20h30

Uma ventania de fortes proporções atingiu, no fim da tarde de hoje (3/1), a região de Corrêas e Samambaia provocando a queda de árvores e o destelhamento de casas. Cerca de 20 árvores caíram na área externa do Hospital Alcides Carneiro (HAC), próximos às vias de acesso ao prédio principal e ambulatório. Duas pessoas tiveram ferimentos leves, foram prontamente atendidas na unidade e liberadas.

Algumas fiações da rede elétrica do hospital também foram atingidas e a unidade está utilizando os geradores até que a concessionária Ampla faça os reparos. Não há interrupção de atendimento médico. Parte do telhado do Instituto Médico Legal (IML) que fica na entrada do Hospital, também foi atingido, mas não houve necessidade de interdição. A chuva e a ventania duraram cerca de 10 minutos.

A ação da Prefeitura foi rápida. Vinte homens da Comdep, duas máquinas retroescavadeiras, quatro trucks e cinco caminhões realizaram a limpeza e a retirada das árvores e dos galhos que atingiram o pátio da unidade. Os trabalhos devem continuar este sábado (4/1).

A secretaria de Proteção e Defesa Civil foi prontamente aos locais atingidos e acionou o Plano de Contingência de Petrópolis, comunicando as concessionárias Ampla e OI-Telemar, a Comdep e o Corpo de Bombeiros. Ao todo, foram oito ocorrências, prontamente atendidas. Não houve registros graves e nenhum imóvel precisou ser interditado.

No bairro da Glória foi registrada a queda de árvore no telhado de duas residências. A Defesa Civil foi ao local, distribuiu lona para os moradores das casas destelhadas e acionou o Corpo de Bombeiros.

Há previsão de pancadas de chuvas isoladas para o fim de semana e a Defesa Civil continua orientando a população para que durante todo o verão fique atenta às condições climáticas. Qualquer sinal de instabilidade no terreno ou imóvel, o morador deve ligar para 199, o serviço é gratuito.

Sexta, 03 Janeiro 2014 - 09:50

HAC: primeiro bebê de 2014 é um menino

O pequeno Anthony foi o primeiro bebê a nascer em 2014 no Hospital Alcides Carneiro (HAC) – única maternidade da rede pública de Petrópolis. O menino nasceu de parto normal às 8h35 medindo 47 cm e pesando 2.9 quilos. “Foi o nosso presente de ano novo”, disse a mãe, Priscila Santana, de 28 anos.

Priscila contou que após a queima de fogos a bolsa rompeu. “Só vi os fogos e corri para o hospital. Foi uma surpresa”, registrou emocionada. Priscila tem mais uma filha de 10 anos. “O parto correu bem, eu e o Anthony estamos bem e prontos para irmos para casa”, concluiu, animada com a chegada do novo integrante da família.

A secretaria de Fazenda está monitorando a entrega dos carnês do IPTU 2014 pelos Correios. Nesta quinta-feira (2/1) os imóveis localizados no Centro Histórico receberam as guias do imposto. O contribuinte que optar por efetuar o pagamento em cota única poderá obter descontos maiores que em 2013: de até 12%.

“Calculamos o IPTU com base na média do reajuste de dois índices. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que foi de 5,99% e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), de 8,16%. Em cima dessa média ainda reduzimos o reajuste para 2014 em 3%”, explicou o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa ao lembrar que os descontos da cota única são atrativos e garantem ao município maior capacidade de investimento logo no início de 2014.

Quem não receber os carnês até o dia 10 de janeiro deverá solicitar segunda via na secretaria de Fazenda (Rua 16 de Março, nº 183) ou emitir o documento pela internet no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). Também precisa procurar a secretaria o contribuinte que teve o imóvel perdido nas últimas chuvas e mesmo assim recebeu a cobrança do IPTU.

Os descontos de 12% valem para a primeira cota, que vence dia 21 de janeiro. Quem continuar optando pelo pagamento à vista ainda pode se beneficiar com os descontos de 10% com vencimento no dia 17 de fevereiro ou ainda 7% no prazo final de 17 de março.

O secretário destacou que só tem direito aos descontos o contribuinte que estiver em dia com o município: “Não perderá essas condições especiais quem procurar a secretaria para regularizar a situação”, ressaltou Patuléa, informando ainda que os débitos podem ser quitados em até 120 parcelas. Para isso, a Prefeitura montou um atendimento especial com dois postos: um na própria secretaria de Fazenda, na Rua 16 de Março, nº183 e outro na secretaria de Planejamento, na Rua da Imperatriz, nº264. As unidades vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h a partir da primeira semana de janeiro.

Nome no Serasa - Os contribuintes, pessoa física ou jurídica, que possuírem cinco inscrições ou mais no cadastro imobiliário da secretaria de Fazenda e não estiverem em dia com os tributos relativos aos imóveis, terão seus nomes ou razão social inscritos nas instituições de proteção ao crédito enquanto não quitarem seus débitos com o município.

“Com essa iniciativa estaremos promovendo, sobretudo, justiça fiscal e preservando o contribuinte que realmente utiliza seu imóvel como bem de sua família e o bom pagador, aquele que está em dia com seus impostos e obrigações com o município”, finalizou Patuléa.

A Fundação de Cultura e Turismo divulgou a taxa de ocupação hoteleira durante as festas de fim de ano. O Réveillon realizado nos hotéis e pousadas localizados nos distritos impulsionou o aumento de turistas, fechando o período de 30 de dezembro a primeiro de janeiro com taxa de ocupação de 75,64%. No primeiro distrito e arredores a taxa ficou em 62,53%. A média de ocupação no município ficou em 69,08%.

“Foi um aumento pequeno, mas significativo. Mostra o interesse das pessoas por esse tipo de diversão”, ressaltou a diretora de turismo, Evany Noel. De acordo com dados da Fundação de Cultura e Turismo, a taxa média de ocupação dos hotéis e pousadas, entre os dias 27 e 29 de dezembro também foi considerada positiva: 59,19%. No 1º distrito  e arredores a ocupação foi de 56,79 e nos distritos (Corrêas, Nogueira, Itaipava, Araras, Pedro do Rio e Posse) foi de 61,58%.

Para atrair mais os turistas e impulsionar a rede hoteleira, o Natal Imperial e os festejos de fim de ano para 2014 já estão sendo programados. “A Prefeitura pretende preparar uma grande festa, fazendo um evento ainda maior para atrair os turistas aumentando ainda a taxa ocupação hoteleira para este período”, concluiu Evany.

Os festejos natalinos tradicionalmente só acabam no Dia de Reis (06/01). Em Petrópolis não poderia ser diferente. A Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, oferecerá atrações musicais gratuitas no Palácio de Cristal durante todo o final de semana. E também na segunda-feira, quando um cortejo, liderado pelo grupo Três Reis Magos, sairá da Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia), às 17 horas, em direção à Praça Dom Pedro.

Taís Guerino abrirá a programação do primeiro final de semana de 2014 no Palácio de Cristal. Nessa sexta-feira (3/01), a cantora se apresenta às 20h, com os músicos Zeppa Souza (violão) e Tadeu Santiago (teclado e acordeão). O trio vai interpretar canções de autoria própria e sucessos da MPB.

No sábado, também às 20h, o grupo Habanera vai apresentar o seu latin jazz. “Vamos tocar música latina em uma linguagem de jazz. No repertório, teremos muita salsa e alguns clássicos, como Mambo n° 5”, adianta Felipe Depoli, que toca baixo acústico e faz os arranjos da banda. A Habanera também tem como integrantes Eduardo Pinheiro (sax tenor e soprano), Igor Nicolai (sax tenor, clarinete e arranjos), André Mendes (piano), Yuri Garrido (percussão) e Coquinho Batera (bateria).

No domingo, às 11h, o Palácio de Cristal receberá pela primeira vez, a apresentação da Folia de Reis. Os Três Reis Magos vão contar a história do nascimento do Menino Jesus. Com 25 integrantes, o grupo foi criado em Petrópolis há mais de 50 anos e é liderado pelo Mestre Manuel. “A Folia de Reis é uma tradição para mim e toda a minha família, desde criança nós comemoramos”, conta Manuel, que tem em seu grupo uma irmã e sobrinhos. “Para nós é a maior emoção. Passamos o ano inteiro esperando ansiosos. Sempre pedimos a benção, pois temos fé nos Reis Magos”, afirmou Manuel.  

Confira a programação:

Palácio de Cristal

03 de janeiro, sexta-feira

20h: Taís Guerino e Duo

Acompanhada pelo duo formado por Zeppa Souza e Tadeu Santiago, Taís Guerino interpreta canções de seus dois discos (Outra Pessoa e Voz do Coração) e faz releituras de sucessos da MPB, com repertório e arranjo refinados.

04 de janeiro, sábado

20h: Latin Jazz, com o grupo Habanera

05 de janeiro, domingo

11h: Folia de Reis

Endereço: Rua Alfredo Pachá, s/ nº, Centro

Telefone: (24) 2247-3721

06 de janeiro, segunda-feira

17h: Folia de Reis

O cortejo sairá da Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia) em direção à Praça Dom Pedro.

Para mais informações

Disque Turismo: 0800 024 1516

As precipitações intensas dos últimos dias deixaram Petrópolis alerta, mas sem graves ocorrências. Durante três dias seguidos (30, 31/12 e 1º/1) com pancadas de chuvas, a Defesa Civil totalizou 17 ocorrências, sendo a maioria de pedidos de vistoria preventiva e alguns casos de queda de árvores. Na madrugada de quarta-feira (1º/1) para quinta-feira (2/1), houve o maior índice pluviométrico da semana: 75 milímetros em uma hora no Morin, mas sem problemas no bairro.

A Secretaria de Proteção e Defesa Civil manteve durante essas três noites de chuvas toda a equipe à disposição para as intervenções necessárias. Assim, o município virou o ano dando mais uma resposta positiva ao verão: sem vítimas e com a Prefeitura, por meio da Defesa Civil, realizando o primeiro atendimento a todas as ocorrências. Nenhuma sirene precisou ser acionada, já que as chuvas não atingiram o protocolo necessário para se ativar o Sistema de Alerta e Alarme.

“Por causa do bom comportamento do solo das regiões onde houve chuva intensa, não tivemos ocorrências graves. Além disso, o Plano de Contingência de Petrópolis foi acionado, e as equipes de intervenção se posicionaram para reduzir as consequências das chuvas”, disse o secretário de Proteção e Defesa Civil, tenente-coronel Rafael Simão.

A ocorrência mais complicada foi em Pedro do Rio, na Rua Paschoal Sagesse, com a queda de uma árvore na rede elétrica no dia 1º de janeiro. A região acabou ficando sem energia até que a concessionária Ampla fizesse os reparos necessários.

Para que o município, assim como aconteceu nos últimos dias, consiga superar as próximas chuvas que cairão em Petrópolis, é preciso que a população também faça sua parte: não jogar lixo nas encostas e nos rios, não construir ou fazer obras sem consultar a Prefeitura, colocar calha nos telhados. Além disso, no caso de chuvas fortes, é fundamental que o morador de área de risco deixe sua casa e vá para locais seguros imediatamente, antes mesmo do acionamento das sirenes.

Depois de promover 75 espetáculos gratuitos de música, dança, teatro e contação de histórias por toda a cidade, o Natal Imperial fecha sua programação na próxima segunda-feira (06/01), com a tradicional Folia de Reis. O grupo Três Reis Magos, criado em Petrópolis há mais de 50 anos, vai se apresentar no domingo (05/01), no Palácio de Cristal, às 11h, e no Dia de Reis, quando um cortejo sairá da Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia), às 17 horas, em direção à Praça Dom Pedro.
O Natal Imperial, promovido pela Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, começou no dia 29 de novembro e levou apresentações artísticas a centros culturais, igrejas e praças de Petrópolis por todo o mês de dezembro. No dia 7 de dezembro, o Palácio de Cristal recebeu a visita do Papai Noel. Na ocasião, o vice-prefeito, Luiz Fernando Vaz, representando o prefeito Rubens Bomtempo, entregou as chaves da cidade ao “bom velhinho”. Logo depois, foi inaugurada a versão sustentável da Casa do Papai Noel. Para a construção desta, juntamente com a decoração do Palácio, foram utilizadas mais de 19 mil garrafas pet, recolhidas por alunos de todas as escolas municipais. O material foi empregado na fabricação dos móveis (cama, poltronas e lustre da Casa) e nas guirlandas e “fitas” iluminadas com led.
“A intenção do Natal Imperial foi levar a magia dos festejos natalinos para toda a cidade. O Palácio de Cristal apresentou pela primeira vez uma decoração feita com garrafas pet, mostrando a preocupação com a responsabilidade ambiental. Já estamos trabalhando para 2014. A ideia é preparar as festas para projetar ainda mais a cidade no ano que se inicia”, afirmou o presidente da Fundação, Juvenil Santos.
Um pouco de história - Surgida em Portugal há mais de quatro séculos para festejar a visita dos Reis Magos ao menino Jesus, a Folia de Reis encerra o ciclo de comemorações natalinas. Esta tradição envolve a formação de grupos que saem às ruas em cortejos cantando, dançando e representando a história do nascimento de Jesus. Cada grupo, liderado por um mestre e um contramestre, cria seu próprio figurino, de inspiração medieval. Banda de instrumentistas e foliões vão contando a história de Jesus através das músicas e comemorando o nascimento dele, dirigindo também versos às pessoas na rua e em suas casas, para pedir uma pequena ajuda (comida ou moedinhas) para alimentar o grupo em sua a folia ao longo do dia.
Tradição muito forte no norte e nordeste do país, a Folia de Reis chegou a contar com 10 grupos em Petrópolis, graças à migração nordestina. Atualmente, existem apenas três. E, a Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, vem dar visibilidade a essa manifestação popular com duas apresentações, a primeira no Palácio de Cristal e, a segunda, na Praça Dom Pedro.

A Comdep iniciou na manhã do último domingo (29/12) o corte de uma figueira que estava infestada de brocas na base, ameaçando a queda em residências próximas. A operação aconteceu na Rua Hermogênio Silva, próximo ao número 2.020, onde um trecho da via foi fechado e o trânsito desviado para a ponte que liga a Estrada de Cascatinha em direção à Ponte Branca, no Samambaia. Agentes de Trânsito da CPTrans auxiliaram os motoristas.
Para realizar o corte foi preciso acionar as equipes das concessionárias de energia, de telefonia e de TV para a retirada temporária da fiação. A operação durou cerca de 10 horas, com a retirada dos galhos. Uma nova data para reinício da ação será remarcada pela Comdep.
De acordo com avaliação realizada após solicitação de moradores da região, uma engenheira da secretaria de Meio Ambiente identificou a infestação e a necessidade do corte. A figueira media aproximadamente 20 metros de altura e era centenária. As brocas são insetos que se alimentam de madeira. Quando instalados na base do tronco acabam por enfraquecer a raiz, trazendo o risco de queda.

Notícias por data

« Junho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP