Sexta, 20 Dezembro 2013 - 09:38

Petrópolis aperfeiçoa atendimento a turistas

Um curso de capacitação promovido pela Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis (FCTP), vai elevar o nível de qualidade na recepção ao turista na cidade. O curso é dirigido aos atendentes dos sete Centros de Informação Turística (CIT), dos atrativos gerenciados pela FCTP e do Disque Turismo. A primeira edição começou na semana passada e capacitou 12 recepcionistas.

Com oito horas de duração, as aulas possuem conteúdos que vão desde a História de Petrópolis à importância do turismo para a economia e sustentabilidade do município, passando por informações técnicas sobre atrativos turísticos, atendimento de qualidade ao visitante, postura profissional e noções de prevenção de incêndios. “Além de informar e receber os turistas com qualidade, temos como dever de casa encantá-los e mostrar tudo o que nossa cidade tem de melhor para oferecer, porque estamos o tempo todo lidando com os sonhos e a felicidade dessas pessoas”, ressalta a diretora de Turismo, Evany Noel. A proposta é continuar a capacitação em 2014 com novas turmas, até que sejam atendidos todos os funcionários do setor.

A iniciativa da Prefeitura contribui para solidificar a imagem positiva de Petrópolis como Destino Indutor do Turismo, reconhecido pelo ministério como um dos que conseguem induzir o fluxo de turismo na região. Ao mesmo tempo, valoriza e incentiva os funcionários a se comprometerem com uma recepção ao visitante feita com carinho, atenção e profissionalismo.

Quem passa pelos jardins do Centro Histórico e arredores se surpreende com a beleza das hortênsias plantadas recentemente. Desde o início do ano, a Prefeitura tem desenvolvido estudos sobre o comportamento da espécie em Petrópolis para resgatar a presença da flor que é marca registrada da cidade. Canteiros como os localizados no Quitandinha, Bingen, Praça dos Expedicionários e Praça Dom Pedro têm passado por manutenção e já mostram um novo vigor, revelado por um florescimento que encanta os petropolitanos. Mas novos jardins estão sendo plantados pela Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) como forma de restituir ao município a marca de “Cidade das Hortênsias”.

“Por determinação do prefeito Rubens Bomtempo estamos desde o início do ano estudando o comportamento dessa flor cujo plantio não estava mais dando certo. Então buscamos orientação junto aos produtores do município e descobrimos detalhes sobre características das mudas, do solo e das podas que garantem uma boa saúde das plantas e um florescimento vigoroso”, esclareceu o presidente da Comdep, Hélio Dias. Ele já realizou uma licitação para a compra de 60 mil mudas para garantir um florescimento ainda mais marcante nos próximos anos.

De acordo com Hélio Dias, um dos principais critérios, ao criar um novo jardim ou replantar um dos diversos canteiros que permaneceram sem manutenção nos últimos anos, deve ser a seleção de mudas bem enraizadas, o que só ocorre com aquelas que possuem entre quatro e seis meses de idade. Além disso, o ideal é que sejam plantadas diretamente na terra, sem adubo, pois este mantém o solo aquecido e acaba prejudicando o desenvolvimento das hortênsias. “O cuidado com essas plantas também envolve uma atenção à poda, que só deve ser feita depois dos dois primeiros anos de plantio. A segunda poda, apenas três anos depois da primeira”, orientou.

Mas a tarefa envolve testes, como os novos canteiros de hortênsias no Centro Histórico, na Rua do Imperador. Eles se caracterizam por pouca quantidade de terra e as mudas, plantadas já com flor no início desta semana, revelarão a capacidade das hortênsias se adaptarem a esse tipo de terreno.

A Prefeitura apresentou na manhã desta quarta-feira (18/12), no Theatro Dom Pedro, o Plano de Contingência de Petrópolis, definindo o que caberá a cada instituição no caso de nova tragédia das chuvas. A medida fecha o ano de 2013, marcado por avanços do governo municipal na prevenção de desastres naturais, como a criação da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, o aperfeiçoamento das 18 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme, a capacitação de 400 voluntários da Defesa Civil em 40 comunidades, a instalação de mais 39 pluviômetros, somados aos 26 já existentes, entre outras ações.

O prefeito Rubens Bomtempo apresentou as medidas do governo municipal, deixando claro que Petrópolis termina o ano mais preparada para enfrentar fortes chuvas do que estava no fim de 2012. Ele afirmou que há muito ainda o que avançar no sistema de prevenção, mas frisou que o governo vira o ano já trabalhando para que 2014 seja ainda melhor. A meta da Prefeitura é ter “mortes zero” mesmo em um cenário de chuvas fortes e constantes. Para isso, é fundamental que poder público e população atuem juntos.

O documento foi apresentado no Theatro em reunião ampliada do Comitê de Ações Emergenciais que contou com a presença de secretários de governo, diretoras de escolas municipais, membros do próprio Comitê de Ações Emergenciais, líderes comunitários e voluntários da Defesa Civil .

“Nos articulamos de forma cada vez melhor para que possamos dar segurança à população de Petrópolis neste verão que está por vir. Tivemos o cuidado de apresentar antes esse plano para o Ministério Público Estadual e para o Ministério Público Federal, para que o nível de questionamento seja o menor possível. Isso é aprendizado. O Plano de Contingência do próximo ano será ainda melhor. Estaremos sempre aperfeiçoando esse documento. As pessoas vão aprender a conviver com essas ferramentas”, disse Bomtempo.

O Plano de Contingência que irá vigorar em 2014 começou a ser produzido em setembro. No fim de novembro, a primeira versão do documento ficou pronta. Desde então, o plano foi encaminhado para as instituições participantes para ser revisado. Cada instituição apresentou a relação de recursos materiais e humanos existentes para o atendimento a emergências e desastres. Com o Plano de Contingência, a função de cada órgão fica bem definida na prevenção de tragédias.

O secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, esclareceu que o Plano de Contingência de Petrópolis para 2014 é o primeiro a ser feito sob a forma de matriz, ou seja, com as atribuições de cada órgão descritas em planilhas.

“O prefeito determinou que o plano fosse mais prático, seguindo um padrão internacional. Foram várias reuniões, de vários órgãos, para chegarmos a esse plano”, disse o secretário Rafael Simão.

A promotora do Ministério Público Estadual, Zilda Januzzi destacou a importância de órgãos municipais, estaduais, federais e comunidades caminharem juntos nas ações de prevenção.“De nada vai adiantar o esforço do poder público se a própria comunidade não se conscientizar dos riscos. Se todos nós, cada um no seu papel, fizermos a nossa parte, vamos conseguir um objetivo comum, que é evitar mortes. Espero que tenhamos anos melhores, sem desastres. Se houver desastres, que a gente consiga o objetivo, que é mortes zero”, disse Zilda.

O secretário de Saúde, André Pombo, apresentou nesta terça-feira (17/12) durante reunião com a comissão de funcionários e familiares da Casa de Saúde Santa Mônica a proposta de ajuda financeira à unidade. A partir de janeiro, a Prefeitura irá custear boa parte dos medicamentos usados na clínica. A medida irá desonerar a unidade garantindo a melhora na prestação do serviço. O encontro foi realizado na Câmara Municipal.

“Vamos montar um cronograma junto com a direção do Santa Mônica para pactuar essas compras. Outras ações, como a aquisição de insumos por parte do município também estão sendo estudadas”, disse o secretário de Saúde, acrescentando que a situação da Casa de Saúde Santa Mônica é prioridade para o prefeito Rubens Bomtempo. “Essas medidas têm como objetivo acabar com aquela tensão, tanto dos funcionários quanto dos familiares. A prefeitura está caminhando junto com vocês”, lembrou André Pombo.

A comissão ficou satisfeita com as ações apresentadas pelo secretário. “Sentimos que a prefeitura está mais comprometida e agora estamos sendo ouvidos”, disse Nadir Perone Corrêa, familiar de um paciente. Durante a reunião, o secretário de Saúde também falou sobre as ações pactuadas com o estado e o ministério da Saúde: a elaboração de um cronograma para a implantação, até o primeiro semestre de 2014, de três residências terapêuticas na cidade; a transferência pelo governo do estado de 35 pacientes de outros municípios e a manutenção dos recursos repassados atualmente pelo ministério.

A Prefeitura recebeu nesta quarta-feira (18/12) mais três ônibus escolares para atender os estudantes da rede municipal que moram em áreas de difícil acesso. No primeiro dia do próximo ano letivo, o município contará com 17 ônibus escolares próprios, fato inédito na rede municipal. Além de garantir o acesso à educação para crianças e adolescentes, a Prefeitura economizará mais de R$ 1 milhão por ano, valor gasto com o aluguel de veículos.

O prefeito Rubens Bomtempo e a secretária de Educação, Mônica Freitas, apresentaram ontem os três ônibus recebidos do governo estadual. Os veículos possuem elevadores para garantir acessibilidade de alunos com deficiência física. Dois deles têm capacidade para 48 estudantes sentados, cada. No terceiro, cabem 21 alunos sentados.

“Resolvemos, assim, o problema do difícil acesso. Desde 2002, a Prefeitura banca sozinha esse problema. Agora vamos economizar mais de R$ 1 milhão por ano, o que não é pouco”, destacou o prefeito.

A Secretaria de Educação conta com 11 ônibus adquiridos por meio do programa Caminhos da Escola do governo federal. Outros três são da Prefeitura, cedidos pelo governo do estado à gestão municipal passada. O atual governo encontrou esses veículos quebrados e hoje já estão em oficina especializada para este tipo de reparo.

Bomtempo também determinou a convocação de mais cinco motoristas concursados para operar os veículos. “Todos os motoristas são concursados e estão sendo treinados enquanto a Educação realiza o emplacamento dos veículos”, disse a secretária Mônica Freitas.

Começa nesta quinta-feira (19/12), a exposição ArteNatal, no Centro de Cultura Raul de Leoni, que exibe trabalhos de sete artesãs. Com produtos voltados para a decoração natalina e artigos para presentear, a mostra vem se juntar à exposição Criatividade e o seu Tempo, do artista plástico Cocco Barçante que tem o artesanato como base e está aberta à visitação no mesmo local. As mostram fazem parte da programação Natal Imperial.

“A exposição de Cocco Barçante mostra o patamar de arte que o trabalho artesanal pode atingir”, comenta o diretor de Cultura da Fundação de Cultura e Turismo, Cláudio Gomide. “E o artesanato é uma forte tradição na cultura petropolitana. Por isso, a Fundação abre o espaço para a ArteNatal. Queremos incentivar a atividade, valorizando o artesão, e dar um impulso para que seu produto vire uma opção de presente natalino”, completou.

O cenário para a exposição foi preparado pelo decorador e promotor de eventos Amaury Jaime de Lima e os objetos que a integram estarão à venda. A mostra está na galeria Djanira e pode ser visitada até o dia 23/12, segunda-feira, das 13h às 19h. O Centro de Cultura fica na Praça Visconde de Mauá, 305, Centro Histórico, e a Galeria Djanira tem entrada pela lateral do edifício, na Rua da Imperatriz. O telefone é (24) 2233-1200. Mais informações no Disque Turismo: 0800 024 1516.

O prefeito Rubens Bomtempo recebeu na tarde de hoje (18/12) um cheque no valor de R$ 1,5 milhão da Câmara Municipal. O recurso é fruto da economia feita pela casa legislativa no ano de 2013. Parte do dinheiro será usado na reforma, ampliação e compra de equipamentos do Instituto da Mulher, da Criança e do Adolescente (Centro de Saúde).

“O objetivo é modernizar a unidade, transformando o espaço em um instrumento importante na promoção da saúde da mulher, da criança e do adolescente. Essa devolução feita pela Câmara vai  garantir a dotação orçamentária para a compra de um mamógrafo e outros equipamentos para o instituto”, destacou o prefeito, frisando o trabalho desenvolvido pelo legislativo que demonstra “maturidade e equilíbrio financeiro”.

O presidente da Câmara Municipal, Paulo Igor, destacou o empenho dos funcionários da Câmara e dos vereadores para a economia superior a um milhão de reais. “Esta casa vive dos recursos públicos e por isso deve usá-los de forma consciente. Essa economia permite que a Prefeitura utilize o recurso para o benefício da população”, ressaltou. O secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa também participou da entrega. “É um dia muito importante na política petropolitana. É muito bom ver o Legislativo unido por um bem maior, pensando na população”, salientou.

Durante a solenidade o prefeito falou sobre os avanços para a construção de políticas públicas que irão se desdobrar a longo e médio prazo. Entre elas: a assinatura junto com o governo do estado do protocolo de intenções para o repasse de R$ 6 milhões para a reforma do Hospital Alcides Carneiro (HAC); a instalação de seis academias de saúde; a ampliação do CTI do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE) e a construção do Posto de Saúde da Família (PSF) no Caxambu. Além disso, destacou a conquista de duas emendas parlamentares dos deputados Glauber Rocha (R$ 1,3 milhão) e Jandira Feghali (R$ 1 milhão) que serão usadas na compra de equipamentos para o HAC.

“Todos esses projetos já contam com dotação orçamentária. São ações com verba carimbada conseguidas ao longo de 2013 e que serão desenvolvidas em 2014”, frisou o prefeito, acrescentado também ações e projetos para a área da habitação, como a compra dos terrenos para a construção das casas por meio do programa Minha Casa, Minha Vida. “É um novo momento do ponto de vista de gestão política”, concluiu.

As ações voltadas para o ensino infantil ao longo do ano foram apresentadas pela secretária de Educação, Mônica Freitas, na última reunião de 2013 do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, na noite desta segunda-feira (16/12). A chefe de Gabinete Luciane Bomtempo participou do encontro. Até agora, cerca de mil vagas foram criadas e até junho de 2014, a previsão é que esse número ultrapasse a marca de 1,8 mil crianças atendidas.

No encontro, Mônica Freitas frisou que uma das prioridades do prefeito Rubens Bomtempo é a educação infantil e logo nos primeiros dias de governo foi iniciada a elaboração de um plano estratégico elegendo as prioridades para o ano de 2013. Uma das primeiras medidas foi a visita das equipes de inspeção escolar nos Centros de Educação Infantil.

“A partir dessa ação encontramos espaços ociosos por falta de pessoal. Além disso, mudamos a maneira como as matrículas eram realizadas. Até o fim do ano passado as inscrições eram feitas diretamente nas instituições sem passar pela secretaria. Dessa forma identificamos a possibilidade de abertura de 705 novas vagas”, destacou a secretaria de Educação. “Alguns CEIs tinham a capacidade de atender 120 crianças, mas apenas 80 estavam matriculadas”, complementa.

Até janeiro, segundo Mônica Freitas o órgão recebia diariamente uma média de 30 a 40 mandados judiciais determinando a disponibilização de vagas para a educação infantil. “Não conseguíamos atender essa demanda. Agora, com as ações implantadas houve uma redução considerável”, salienta, destacando ainda a retomada de convênio com o CEI Recrear, no Carangola, absorvendo a uma demanda de 130 crianças.

A contratação de 739 profissionais da educação também foi citada pela secretária de Educação. A medida possibilitou que o CEI Olívia Machado, inaugurado pelo governo passado, mas não colocado em funcionamento, passasse a receber as crianças. Outros CEIs, como o Célia Lobo Paulo, no Independência e o CEI Professora Patrícia Ferreira e Silva Freitas, na Casemiro de Abreu, já foram entregues a população, assim como o Déa Lúcia Cordeiro, na Castelânea. “O novo CEI Dora Killer está quase pronto e a previsão é que inicie as atividades no primeiro semestre de 2014 atendendo a 120 crianças que, inclusive, já estão matriculadas”, explica.

Para 2014, de acordo com a secretária de Educação, mais uma série de medidas está sendo providenciada, como por exemplo, a desapropriação de terrenos no Bairro Castrioto e Independência para a construção de novos espaços para a educação infantil, além de obras de reformas e adaptações.

O prefeito Rubens Bomtempo renovou o convênio com a Fundação Dom Cintra e a Universidade Católica de Petrópolis, que garante bolsas gratuitas para o ensino superior aos estudantes da rede pública. Em 2014, serão 150 as vagas oferecidas para todos os cursos da instituição. As inscrições para o Vestibular Social tiveram início nesta terça-feira (17/12) e podem ser realizadas no site www.ucp.br.  As provas acontecem no dia 18 de janeiro.

“Deixamos o nosso segundo mandato, em 2008, com esse presente para os petropolitanos e nesse primeiro ano de governo demos mais um passo importante para ampliamos em 50% a quantidade de vagas oferecidas. Estamos consolidando esse projeto, incentivando os jovens e qualificando a nossa mão de obra”, disse o prefeito lembrando ainda que todos os estudantes contemplados com as bolsas da UCP, como contrapartida, fazem seus estágios nos departamentos públicos.

O convênio entre a prefeitura, a Fundação Dom Cintra e a UCP já garantiu, desde 2008, 800 vagas gratuitas para os alunos do município e do estado. Para concorrer às bolsas integrais os candidatos devem apresentar o certificado de conclusão de ensino médio de escola da rede pública (municipal ou estadual), no município de Petrópolis; ter cursado, no mínimo, duas séries do ensino médio em escolas da rede pública (municipal ou estadual) da cidade; não ser portador de diploma de graduação e ainda não ter concluído nenhuma disciplina, com aprovação, em cursos de graduação.

“Agora os estudantes já podem concretizar o sonho de ingressar numa universidade porque a Prefeitura dá essa chance. Esse é um vestibular que abre as portas da UCP para os alunos da rede pública. É a democratização do acesso à educação superior”, afirmou o reitor da UCP, padre Pedro Paulo de Carvalho Rosa.

A pró-reitora acadêmica, Regina Máximo, parabenizou o prefeito pela iniciativa e ressaltou que a cidade oferece uma nova perspectiva na área educacional: “São tantas as novidades que só podem estimular o estudante a investir ainda mais na formação e qualificação. Os alunos oriundos do convênio com a Prefeitura têm um desempenho exemplar no decorrer da formação”.

POLO EDUCACIONAL EM CASCATINHA TAMBÉM GARANTE ENSINO TÉCNICO PROFISSIONAL – Na manhã da última segunda-feira (16/12), o prefeito Rubens Bomtempo e o governador Sérgio Cabral inauguraram em Cascatinha o Centro Vocacional Tecnológico (CVT), da Fundação de Apoio à escola Técnica (Faetec), ligado à secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia. O espaço também abriga o polo educacional do Consórcio Cederj/Cecierj, para a Educação Superior e garante formação profissionalizante, técnica e futuramente a ampliação do Centro de Educação Infantil Carolina Amorim. A partir de janeiro, as inscrições estarão abertas para mais de 10 cursos profissionalizantes, além de dois níveis de Inglês e Espanhol.

“Esse equipamento significa um estímulo à capacitação profissional e dá ao bairro uma nova perspectiva. Quando fizemos essa parceria abrimos a possibilidade da UFF vir para Petrópolis e hoje esse sonho está sendo concretizado com a cessão do prédio do antigo Ciep no Quitandinha. Com isso, vamos ter o tão esperado Parque Tecnológico, o que vai mudar totalmente a realidade de Petrópolis com a criação de mais emprego e renda e a atração de novas empresas. O recurso humano é o maior capital que uma cidade tem para oferecer e estamos no caminho certo”, declarou o prefeito ao lembrar que no fim do seu último mandato, em 2008, inaugurou o Cefet, o que demonstra a responsabilidade e envolvimento de todo o governo com a educação.

O CVT Petrópolis vai iniciar 2014 com as inscrições abertas a partir de 10 de janeiro e oferecerá os seguintes cursos de qualificação profissional: Auxiliar de Cozinha, Cozinheiro Industrial, Garçom, Bartender, Operador de Computador, Operador de Telemarketing, Auxiliar Administrativo, Recepcionista, Promotor de Vendas, Inglês, Espanhol, além de Inglês e Espanhol Aplicado a Serviços Turísticos. A expectativa é a de que esses cursos, voltados para as áreas de Turismo, Hospitalidade e Lazer, formem mais de 2,6 mil profissionais por ano. Com a mudança de prédio, o polo Cederj Petrópolis ganhou uma estrutura mais ampla e moderna. São quatro salas de aula, quatro salas de tutoria, dois laboratórios de informática, dois de Biologia e um de Física, além de uma biblioteca e um auditório.

Agentes da secretaria de Proteção e Defesa Civil que salvaram vidas durante o desastre das chuvas de 17 de março foram homenageados nesta terça-feira (17/12), na cidade do Rio de Janeiro, pelo Corpo de Bombeiros. A Medalha Mérito de Defesa Civil foi entregue a sete agentes de Petrópolis que tiraram moradores com vida da Vila São Joaquim, no Espírito Santo, na madrugada do dia 17 para o dia 18.

A medalha foi entregue pelo secretário estadual de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Sérgio Simões. Os agentes Fernando Fernandes e Paulo Roberto Filgueiras, que morreram durante a ação da Defesa Civil no local, foram homenageados. Bruno Guimarães, filho de Fernando, e Fábio Filgueiras, irmão de Paulo Roberto, receberam as condecorações.

Na noite do desastre, uma barreira havia deslizado e atingido algumas casas. Os agentes da Defesa Civil atuavam no socorro aos moradores da região, quando outro deslizamento vitimou Fernando e Paulo Roberto. Ricardo Corrêa, que chegou a ficar 90 dias em coma após ser atingido pela barreira, também foi homenageado. Fisicamente ele está cada vez melhor e já trabalha para a Defesa Civil.

“É um orgulho saber que comecei voluntário e depois desses anos todos, estou aí, recebendo essa homenagem. Todo mundo que trabalhou lá teve o seu mérito”, disse Ricardo Corrêa. Também foram homenageados o diretor operacional da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, Ramon Camilo e os agentes Marco Aurélio Melo, Vitor Junior e Fábio Luiz Januário.

O secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, acompanhou a cerimônia. “A Medalha Mérito de Defesa Civil materializa o reconhecimento não só do Corpo de Bombeiros, mas da Secretaria Estadual de Defesa Civil, a esses heróis daquela noite e de muitas outras que salvaram vidas e mantiveram acesa a chama de esperança e de confiança do poder público. Existem outros heróis anônimos que, apesar de não terem sido agraciados com a medalha, também merecem muito respeito e consideração pelos relevantes serviços prestados”, disse.

O secretário estadual Sérgio Simões discursou sobre os desafios da Defesa Civil no estado do Rio. “As Defesa Civis dos municípios são a ponta de lança de todo um sistema de segurança e proteção civil que a sociedade tanto precisa. Sempre há um tipo de risco envolvido. Estamos sujeitos a cometer erros e só comete quem está na rua. A rua tem características próprias que nos desafiam todos os dias. A secretaria Estadual de Defesa Civil tem uma linha de pensamento aliada a uma estratégia internacional, para que as cidades aprendam a conviver com o risco e a se autoproteger. Mas ainda não podemos dizer que as prefeituras estão tão bem organizadas quanto às de Petrópolis, Caxias, Teresópolis, Nova Friburgo, que dotaram as Defesas Civis de quadros técnicos”, disse Simões, durante o evento no Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros, na Praça da República. “Hoje homenageamos os companheiros de Petrópolis que estavam naquele cenário de desastre. Parabéns a todos vocês”.

Do Corpo de Bombeiros foram homenageados com a Medalha Mérito Avante Bombeiro o segundo sargento Rene Giardini, o terceiro sargento Wagner Luiz Tardy Vidal e o soldado Julio Cesar Alvaraes Mussel, que também estavam na Vila São Joaquim, durante o desastre de 17 de março.

Notícias por data

« Junho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP