A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Educação, realizou durante toda esta quinta-feira (12/12), eleições para os diretores das instituições de ensino do município. Cento e cinco instituições estão em processo de eleição. Destas, 27 são Centros de Educação Infantil (CEIs) e quatro são Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs). Os resultados serão divulgados na sexta-feira (13/12) e as nomeações publicadas em janeiro de 2014.
A secretária de Educação, Mônica Freitas, elogiou a atuação dos candidatos e das comissões de eleição que trabalharam para garantir que as votações fossem realizadas tranquilamente. “A maioria dos candidatos são os próprios diretores atuais. Para mim, isso demonstra que eles aprovam a transparência do trabalho da Secretaria de Educação e o investimento realizado pelo prefeito Rubens Bomtempo na área”, afirmou.    
As votações foram realizadas nas próprias instituições, das 8h às 20h. Os votantes foram os alunos maiores de 12 anos, pais de alunos menores de 12 anos e funcionários das instituições. Os mandatos durarão quatro anos. Os diretores eleitos poderão se candidatar à reeleição somente uma vez.  
Ângela Marques Celos é mãe de Isaac, de oito anos e Calebe, de 12 anos, ambos da Escola Municipal Clemente Fernandes. Ela conta que votou como responsável por Isaac e Calebe pôde votar sozinho. “Achei uma ótima oportunidade de as pessoas poderem se expressar. As crianças ficaram animadas em poder exercer esse direito. E, nós, mães, queremos legitimar nossas escolhas. É muito importante que a diretora do colégio dos nossos filhos seja uma pessoa comprometida com a educação, compreensiva e que dialogue com a comunidade”, afirmou.     
Eleições direitas
A lei instituindo a eleição para diretores de escolas municipais, municipalizadas, CEIs e EMEIs foi assinada pelo prefeito Rubens Bomtempo durante solenidade realizada no dia 19 de novembro, no Liceu Municipal Cordolino Ambrosio. Cerca de 200 pessoas, entre professores e pais de alunos, participaram do evento, assim como a secretária de Educação Mônica Freitas.
“Essa medida é um avanço importante e com uma gestão democrática estaremos deixando um bom legado para as futuras gerações. Assim será possível a construção de um projeto pedagógico que tenha sustentabilidade, garantindo que as ações tenham andamento independente do gestor”, disse o prefeito.
Com a nova lei, a comunidade escolar terá a oportunidade de participar da gestão das escolas e das ações de cada unidade de ensino. “O objetivo é que as eleições ocorram de forma organizada, participativa, transparente e acima de tudo democrática. A decisão da comunidade escolar será respeitada e os eleitos terão um grande compromisso com a educação do município, contribuindo para a construção de uma sociedade atuante, cidadã e consciente de seus direitos e deveres”, assegurou a secretária.

O Natal Imperial está recheado de atrações neste fim de semana. No Palácio de Cristal estarão se apresentando artistas locais de destaque e dois nomes da música brasileira de sucesso internacional: a harpista e cantora Cristina Braga e o Quinteto Villa-Lobos. Eles poderão ser vistos e ouvidos ao vivo, em shows inteiramente gratuitos. Pela cidade outras ótimas opções de lazer cultural com temas natalinos também poderão ser vistos.
Natal Brasileiro – O espetáculo desta sexta-feira, dia 13/12, tem tudo para emocionar. O show conta com entrelaçados, músicas e poemas sobre o Natal, escritos por poetas como Vinícius de Moraes e Manoel Bandeira. Os sons da harpa e voz de Cristina Braga, concertista com 17 discos gravados e lançados nos Estados Unidos, Europa, Taiwan, Austrália e Nova Zelândia também fazem parte do espetáculo. No show, que acontece às 20h, ela será acompanhada pelo acordeom de João Carlos Coutinho e o contrabaixo de Ricardo Medeiros.
Quinteto Villa-Lobos – O concerto do sábado, dia 14/12, às 20h, é imperdível para os amantes da música instrumental. Fundado há 51 anos, o quinteto carioca é um dos grupos de maior importância musical do Brasil. Já se apresentou em vários países da Europa, África e América Latina, divulgando a música de câmara brasileira. Convive com compositores da MPB - como Egberto Gismonti, Guinga e Joyce - e com os nomes da música de concerto, nacional ou contemporânea. A formação atual do quinteto traz os instrumentistas Rubem Schuenck (flauta); Luis Carlos Justi (oboé); Paulo Sergio Santos (clarineta); Philip Doyle (trompa); Aloysio Fagerlande (fagote).
A arte petropolitana
Alguns dos melhores grupos petropolitanos, incluindo música e teatro, também vão se apresentar no Palácio de Cristal no sábado e domingo (dias 14 e 15/12), dentro da programação promovida pela Prefeitura de Petrópolis e a Fundação de Cultura e Turismo. Na área das artes cênicas, o Teatro Circense Andança vai repetir o sucesso da apresentação do Auto do Boi, um espetáculo cômico, colorido e original. O grupo vem colecionando inúmeros prêmios em festivais pelo Brasil, em várias categorias, e já se apresentou também na Itália e na Áustria.  
Os shows musicais trazem o Mariano Trio com um excelente repertório de jazz e de músicas de cinema, além de surpreendentes arranjos para músicas natalinas; o Coral Dó Ré Mi, sob a regência do maestro Leonardo Randolfo, que tem encantado a cidade com seus concertos na fachada da Câmara de Vereadores e no Palácio de Cristal; e um concerto grandioso no Theatro D. Pedro, sob a regência do maestro Paulo Afonso dos Santos Filho. Dois corais irão se apresentar: o Coral Municipal de Petrópolis e Pro Tempore, além do Quartifuza Ensemble, conjunto instrumental/vocal especializado em música antiga. Eles receberão, também, convidados especiais: músicos da banda do 32º Batalhão de Infantaria Motorizado.
Veja a programação completa para este fim de semana.
Palácio de Cristal
Dia 13 de dezembro, sexta-feira
20h - Concerto Natal Brasileiro – Cristina Braga
 
Dia 14 de dezembro, sábado
Das 14h às 17h: Mamãe Noel e o Duende – recepção às crianças, com Hora do Conto às 15h
17h: Concerto Encanto de Natal – Coral Dó Ré Mi. Regência: maestro Leonardo Randolfo
20h: Show Quinteto Villa Lobos
Dia 15 de dezembro, domingo
11h: Espetáculo teatral O Auto do Boi – Cia. Teatro Circense Andança
15h: Hora do Conto com Mamãe Noel e o Duende
19h: Show Natal Jazz – Mariano Trio
 
Pela cidade
Dia 13 de dezembro, sexta-feira
19h30: Concertos Corais em Comunidades
Apresentação do Coral Voz Imperial. Regência: maestrina Mary Rios (Igreja Luterana, Centro)
20h: Concerto do Projeto Ação Social pela Música no Brasil. Regência: maestro Júlio Siqueira (Theatro D. Pedro)
20h30: Concerto Encanto de Natal – Coral Dó Ré Mi. Regência: maestro Leonardo Randolfo (Fachada da Câmara Municipal de Petrópolis)
 
Dia 14 de dezembro, sábado
20h: Concerto Natalino dos conjuntos Coral Municipal de Petropolis, Coral Pró-Tempore e Quartifuza Ensemble. Regência: maestro Paulo Afonso dos Santos Filho (Theatro D. Pedro)
20h30: Concerto Encanto de Natal – Coral Dó Ré Mi. Regência: maestro Leonardo Randolfo (Fachada da Câmara Municipal de Petrópolis)
 
Dia 15 de dezembro, domingo
11h30: Concertos Corais em Comunidades – Apresentação do Coral da Usimed
Regência: maestrina Fátima Brasil (Mosteiro da Virgem, Centro)
18h: Apresentação das seguintes bandas marciais:
Banda Marcial Imperial Petropolitana. Regência: José Geraldo Rocha de Oliveira (Praça D. Pedro); Banda Marcial Embaixador José Bonifácio. Regência: Luis Cláudio Lima (Praça Alcindo Sodré); Banda Marcial Trovão Imperial. Regência: Gabriel Gomes (Praça Paulo Carneiro); Banda Marcial Wolney Aguiar. Regência: Silvio Tesch (Praça dos Expedicionários); Banda Marcial Frei Aniceto. Regência: Rafael Rosa (Shopping D. Pedro); Banda Marcial Leila de Souza Castro. Regência: Adriano José da Cruz Loureiro (Praça da Inconfidência)
20h30: Concertos Corais em Comunidades – Apresentação do Coral Cant’Vox
Regência: maestro João Macedo (Igreja Nossa Senhora da Glória, Morin)
 
Em parceria
Dia 14 de dezembro, sábado
21h: Show de Isabella Taviani - Projeto Música no Sesc (Teatro Sesc Quitandinha)
Ingressos: R$ 16,00 / R$ 8,00 / R$ 4,00 (preço para associados do Sesc)

Quinta, 12 Dezembro 2013 - 13:45

Boletim da Defesa Civil – 13h

A Secretaria de Proteção e Defesa Civil demonstrou, mais uma vez, agilidade na resposta às chuvas que caíram em Petrópolis nos últimos dias. Das 35 ocorrências registradas entre quarta e quinta-feira (11 e 12/12), 70% já foram atendidas, e a expectativa é que, até o fim do dia, 100% tenham sido vistoriadas pelas equipes técnicas da Defesa Civil.

Não houve ocorrências graves, nenhuma sirene precisou ser acionada, e a Defesa Civil segue em estado de atenção, monitorando os índices pluviométricos. A maioria dos atendimentos foi para vistoria preventiva, já que moradores ficaram preocupados com a continuidade das chuvas ao longo da última noite.

Uma moradia foi interditada na Rua Alexandre Fiani, no Independência: localizada na beira do rio, ela foi descalçada por causa das chuvas. Os dois moradores do imóvel foram para a casa de parentes. Na Rua Lopes Trovão, no Alto da Serra, um deslizamento derrubou o muro dos fundos do imóvel, trincando uma parede da casa. A equipe técnica da Defesa Civil interditou a cozinha da moradia e recomendou que, em caso de novas chuvas, os moradores deixem o local.

DEFESA CIVIL CONTINUA ORIENTANDO A POPULAÇÃO

Para que as chuvas do próximo verão não causem desastres, é fundamental que poder público e população atuem juntos na prevenção. A Defesa Civil orienta a buscar autorização da Prefeitura antes de fazer obras. A população deve evitar fazer cortes em barrancos e movimentações de terra nesse período de chuvas, mesmo que regulares. Também é importante que o morador coloque calhas na casa, para a água das chuvas que cair no telhado não escorrer no terreno. Outra orientação é não jogar lixo nas encostas e nos rios.

Moradores do Vale do Carangola participaram de uma audiência pública com o prefeito Rubens Bomtempo, na noite de terça-feira (10/12). O tema debatido foi o Programa de Aceleração do Crescimento - PAC das Encostas, que está sendo iniciado no bairro. Bomtempo esclareceu dúvidas e ouviu sugestões da comunidade para o andamento do trabalho. Cerca de 100 pessoas participaram do encontro.

O prefeito abriu a reunião destacando que esse é o primeiro projeto empregado em Petrópolis, com o objetivo de cuidar da comunidade com obras preventivas contra as chuvas. “A ideia é prevenir, garantindo assim a segurança e tranqüilidade de todos os moradores. Vamos fazer antes de o problema acontecer”, disse.

A obra está orçada em, aproximadamente, R$ 4,8 milhões e, de acordo com o secretário de Obras, Aldir Cony, no pacote dos projetos estão incluídas a implantação de sistema de captação de águas pluviais com a execução de redes e de descidas d’água em degraus, assim como a construção de muros de contenção e barreiras dinâmicas contra queda de blocos de rocha. “Após a execução da drenagem e de contenções à margem da estrada de acesso ao Vale, a pavimentação será toda refeita com a implantação de calçadas”, destaca Cony.

A presidente da Associação de Moradores do Vale do Carangola, Ângela Maria Samuel da Silva, participou da reunião e ressaltou que a comunidade estava há 15 anos aguardando as ações preventivas. “E agora estamos sendo atendidos. Toda a comunidade está satisfeita e só temos a agradecer, pois o bairro está sendo reconhecido”, salienta Ângela.

O Vale do Carangola é uma das cinco comunidades que integram o primeiro lote de obras do PAC das Encostas. As Ruas Henrique Paixão, Alexandre Fleming, Casemiro de Abreu e Antônio Soares Pinto – 1º de Maio, também serão beneficiadas. Juntas, essas obras somam um total de quase R$ 18 milhões. “São R$60 milhões divididos em três lotes do PAC das Encostas. Ao todo 14 comunidades serão atendidas com essas medidas preventivas”, explicou o prefeito, que adiantou outra novidade para a região: a implantação de uma academia da saúde. A reunião aconteceu na sede da Escola Municipal Lúcia de Almeida Braga e contou com a presença dos vereadores Thiago Damaceno e pastor Sebastião, que reside na comunidade. O secretariado do governo também participou da reunião.

Durante reunião do Conselho Municipal de Saúde (Comsaúde), realizada nesta terça-feira (10/12) o secretário de Saúde, André Pombo, garantiu às mães de pacientes da Casa de Saúde Santa Mônica, que a unidade não irá fechar as portas sem que haja uma solução responsável para o problema. Cinco mães acompanharam a reunião e foram tranquilizadas pelo secretário de saúde, que anunciou a pactuação junto com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e o Ministério da Saúde (MS) de ações para manutenção das atividades.

“O governo municipal esteve o tempo todo ao lado da Casa de Saúde Santa Mônica, que é prioridade do prefeito Rubens Bomtempo. O governo não vai permitir que a unidade feche as portas de uma hora para outra e tampouco deixar que os pacientes de Petrópolis sejam transferidos para outras cidades”, afirmou André Pombo.

Entre as ações pactuadas com o Estado e o Ministério da Saúde está a elaboração de um cronograma para a implantação, até o primeiro semestre de 2014, de três residências terapêuticas na cidade; a transferência pelo governo do Estado de 35 pacientes de outros municípios e a manutenção dos recursos repassados atualmente pelo Ministério da Saúde. “Com o fechamento de outros hospitais psiquiátricos o governo do Estado passou a internar pacientes em Petrópolis. Atualmente estão no Santa Mônica cerca 60 pacientes de várias cidades do Rio de Janeiro. Com a transferência desses pacientes e a manutenção dos repasses do Ministério da Saúde acreditamos em uma melhora nos problemas financeiros da unidade”, explicou o secretário de Saúde.

André Pombo também anunciou a realização de um encontro, na próxima sexta-feira (13/12) com a direção da Casa de Saúde Santa Mônica para discutir a questão financeira da unidade. “Pedimos aos diretores que encaminhe à secretaria de Saúde uma planilha detalhada dos custos para juntos encontrarmos uma solução para o problema”, disse.

O coordenador da Saúde Mental, Rui Stockinger, também participou da reunião do Comsaúde. Ele falou sobre o censo que será realizado, em fevereiro, na Casa de Saúde Santa Mônica para identificar os pacientes que poderão ser transferidos para as residências terapêuticas. “Para o Ministério da Saúde todos os pacientes devem ir para essas casas, mas nós acreditamos que isso não seja possível. Por isso um levantamento será feito em conjunto com o governo do Estado para identificar esses pacientes”.

Rui Stockinger falou sobre a residência terapêutica instalada no bairro Atílio Maroti e que abriga oito pessoas que foram ex-pacientes do Santa Mônica. “A casa funciona muito bem e as pacientes estão integradas à sociedade e à família, como preconiza a política do Ministério da Saúde. Nas residências terapêuticas os pacientes são acompanhados pelo município, estado e o ministério. Eles são tutelados para que possam integrar a sociedade e sair da situação de exclusão social”, ressaltou Rui.

Reunião na Câmara Municipal – O secretário de Saúde, André Pombo esteve reunido na tarde desta quarta-feira (11/11) na Câmara Municipal, com familiares e funcionários da Casa de Saúde Santa Mônica. Durante o encontro o secretário teve a oportunidade de reafirmar o compromisso do município em encontrar uma solução responsável para a questão, citando as ações pactuadas com o estado e o Ministério da Saúde.

Esta quinta-feira (12/12), o Natal Imperial contará com a apresentação do mais conhecido e antigo coral infantil do Brasil: os Canarinhos de Petrópolis. O concerto será às 19h30, na Igreja Nossa Senhora do Amparo, no Centro, como parte dos Concertos Corais em Comunidades, que estende a diferentes pontos da cidade os espetáculos da programação de Natal promovida pela Prefeitura de Petrópolis, por meio da Fundação de Cultura e Turismo.  

O coral, regido desde 2009 pelo maestro Marco Aurélio Lischt, foi fundado há 71 anos e vem encantando plateias do Brasil e do mundo (em sete turnês internacionais, apresentou-se na Europa, Estados Unidos e Venezuela). Eles fazem espetáculos em salas de concertos, igrejas – como na apresentação desta quinta-feira – e participam de cerimônias, como as quatro presididas pelo Papa em que os meninos cantaram. O coro gravou discos próprios, participou de álbuns com nomes consagrados da MPB e teve um de seus CDs distribuído na Alemanha, o Christus est Natus. O disco, com músicas natalinas, foi gravado em 2009, com o patrocínio de uma instituição alemã de cunho social, a Missionszentrale.


Mais atrações no Natal Imperial

Continuando a programação do Palácio de Cristal, nesta quinta-feira apresentam-se um coral infantil e uma serenata natalina. Formado por crianças de 6 a 12 anos, o Coral Ecumênico Infantil da LBV (Legião da Boa Vontade) estará no palco às 18h, no espetáculo Natal Permanente da LBV, que inclui números de dança na abertura e uma encenação do nascimento de Jesus.

Às 20 horas, toma conta do Palácio um show onde todos poderão soltar a voz. É a Serenata Imperial, uma atração permanente e gratuita, que todo mês leva o público a cantar junto com os músicos antigos sucessos. Neste mês, os dos antigos natais compõem o repertório.  

A feira de artesanato e as barracas de gastronomia estão funcionando normalmente, das 10h até o final do último show. E o Papai Noel está à disposição da criançada das 16 às 21h, de quarta a sexta-feira, e das 10h às 21h nos sábados e domingos.

Endereços: A Capela Nossa Senhora do Amparo fica na Av. Roberto Silveira, 150, Centro. O Palácio de Cristal, na Avenida Pachá, s/nº, Centro.

Mais informações: Disque Turismo 0800 024 1516


Confira toda a programação do Natal Imperial da semana de 11 a 15 de dezembro:

Palácio de cristal

Endereço: Rua Alfredo Pachá, s/nº, Centro

Telefone: (24) 2247-3721

Atrações:

Feira de presentes de Natal, barracas de comidas e bebidas - de terça a domingo, das 10h até o último show de cada noite

Encontro com o Papai Noel – a criançada pode levar seus pedidos ao Palácio de Cristal nos seguintes horários: de quarta a sexta-feira, das 16h às 21h; sábado e domingo, das 10h às 21h

Dia 11 de dezembro, quarta-feira

20h

Apresentação do Coral das Meninas Cantoras de Petrópolis. Regência: Marco Aurélio Xavier

Os grandes clássicos de Natal vão ser interpretados pelas Meninas Cantoras de Petrópolis. A intenção é levar para o público a alegria do nascimento de Jesus e preparar os corações para essa festa de confraternização universal. Esta é a 38ª edição do tradicional Concerto de Natal das Meninas Cantoras de Petrópolis, realizado na cidade em todos os anos, desde 1976.

Dia 12 de dezembro, quinta-feira

18h

Apresentação Natal Permanente da LBV – Coral Ecumênico Infantil da LBV e Grupo de dança Boa Vontade. Regência: maestro Bruno César Bergkirchner

Com o tema Paz na Terra aos de Boa Vontade, o grupo apresenta um espetáculo de 50 minutos de duração que traz a dança na abertura e uma encenação do nascimento de Jesus. No repertório, músicas que exaltam a paz e os valores que dignificam o ser humano e o aproximam de Deus. O coral é formado pelas crianças atendidas pelo Centro Comunitário de Assistência Social, com idades de 6 a 12 anos.

 20h

Serenata Imperial de Natal

Um show para todos soltarem a voz e a alegria, cantando em conjunto as músicas de Natal que estão nas lembranças mais queridas de cada um. A Serenata Imperial é uma atração permanente e gratuita, que promove um encontro mensal entre os músicos e o público que gosta de cantar junto antigos sucessos, participando de uma verdadeira seresta. A edição de dezembro é toda dedicada ao repertório natalino.

Dia 13 de dezembro, sexta-feira

20h

Concerto de harpas Natal Brasileiro – Cristina Braga

Um programa que vai além das canções natalinas. A voz e a harpa de Cristina Braga, instrumentista conhecida internacionalmente, vêm acompanhadas pelo contrabaixo de Ricardo Medeiros e o acordeom de João Carlos Coutinho. Interpretam canções portuguesas e brasileiras que falam não somente de Natal, mas também de conselhos, de esperança e de fé. E mais: poemas sobre o Natal, escritos por Manoel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, Olavo Bilac e Vinicius de Moraes entremeiam as canções.

Dia 14 de dezembro, sábado

Das 14h às 17h

Mamãe Noel e o Duende – recepção aos visitantes, com Hora do Conto, às 15h

Histórias natalinas cheias de encanto e magia, além de curiosidades sobre o Papai Noel e o Natal, são contadas às crianças pela Mamãe Noel, com a ajuda do duende. Quem encarna os personagens são a contadora de histórias Cristina Loureiro Pinto e o ator mirim Paulo Roberto P. Foster, de 12 anos de idade.

17h

Encanto de Natal – Concerto do Coral Dó Ré Mi. Regência: maestro Leonardo Randolfo

O Coral Dó Ré Mi é o modelo do programa Canta Petrópolis, desenvolvido nas escolas municipais pelo Segmento de Canto Coral do Conselho Municipal de Cultura, em parceria com a Prefeitura de Petrópolis e Fundação de Cultura e Turismo.

20h

Quinteto Villa Lobos

Fundado em 1962 no Rio de Janeiro, o Quinteto Villa-Lobos tem no currículo uma das melhores discografias da música de câmara. A formação atual traz Rubem Schuenck (flauta), Luis Carlos Justi (oboé), Paulo Sergio Santos (clarineta), Philip Doyle (trompa) e Aloysio Fagerlande (fagote).

Dia 15 de dezembro, domingo

11h

O Auto do Boi – espetáculo da Cia.Teatro Circense Andança

Um espetáculo natalino leve, que utiliza os elementos da cultura popular brasileira para narrar o nascimento de um menino, traçando um paralelo com o significado maior do Natal. As músicas, danças e personagens do nosso folclore, as brincadeiras de rua e o Bumba-meu-Boi compõem o roteiro que mistura atores, bonecos, pernas-de-pau e cantadores em um universo mágico e cômico. Formado por atores, palhaços e arte-educadores, o Teatro Circense Andança, criado em Petrópolis em 1993, já se apresentou por todo o Brasil, assim como na Itália e na Áustria, e já ganhou inúmeros prêmios em festivais pelo Brasil.

 15h

Hora do Conto - com Mamãe Noel e o Duende

Histórias natalinas cheias de encanto e magia, além de curiosidades sobre o Papai Noel e o Natal, são contadas às crianças pela Mamãe Noel, com a ajuda do duende. Quem encarna os personagens são a contadora de histórias Cristina Loureiro Pinto e o ator mirim Paulo Roberto P. Foster, de 12 anos de idade.

 19h

Natal Jazz – show de Mariano Trio

Com arranjos do pianista e tecladista André Mendes, o trio acrescenta músicas natalinas ao seu repertório de clássicos do jazz, além de tocar músicas como As Time Goes By, do filme Casablanca e My Way, do filme Minha Maneira de Ser.

 

Pela cidade

Dia 12 de dezembro, quinta-feira

 19h30

Igreja Nossa Senhora do Amparo

Concertos Corais em Comunidades – Apresentação do Coral dos Canarinhos de Petrópolis

Regência: maestro Marco Aurélio Lischt

Av. Roberto Silveira, 150, Centro. Tel: (24) 2242-0868

Dia 13 de dezembro, sexta-feira

19h30

Igreja Luterana

Concertos Corais em Comunidades – Apresentação do Coral Voz Imperial.

Regência: maestrina Mary Rios

Avenida Ipiranga, 346 – Centro. Tel: (24) 2242-1703

20h

Theatro Dom Pedro

Concerto do Projeto Ação Social pela Música no Brasil

Regência: Maestro Júlio Siqueira

Praça dos Expedicionários, s/nº, Centro Histórico. Tel: (24) 2235-3833

Entrada Franca

20h30

Fachada da Câmara Municipal de Petrópolis

Encanto de Natal – concerto com o Coral Dó Ré Mi

Regência: maestro Leonardo Randolfo

Praça Visconde de Mauá, 89, Centro Histórico. (24) 2291-9200

Dia 14 de dezembro, sábado

20h

Theatro Dom Pedro

Concerto Natalino dos conjuntos Coral Municipal de Petropolis, Coral Pro Tempore e Quartifuza Ensemble. Participação especial de músicos da banda do 32º Batalhão de Infantaria Motorizada.

Regência: maestro Paulo Afonso dos Santos Filho

Clássicos de Natal do mundo inteiro serão apresentados em um show dividido em três partes. O coral Pro Tempore vai cantar cantigas natalinas tradicionais; o Quartifusa Ensemble, conjunto especializado em música antiga, apresentará trechos de uma cantata natalina; o Coral Municipal irá ampliar o repertório natalino com musicas de outros países no mundo, como Itália, França, Espanha e Inglaterra. Solicita-se a doação de um quilo de alimento não perecível ou de um brinquedo, que serão doados para comunidades carentes.

Praça dos Expedicionários, s/nº, Centro Histórico. (24) 2235-3833

Classificação indicativa: Livre

20h30

Fachada da Câmara Municipal de Petrópolis

Encanto de Natal – concerto do Coral Dó Ré Mi

Regência: maestro Leonardo Randolfo

Praça Visconde de Mauá, 89, Centro Histórico. Tel: (24) 2291-9200

21h

Sesc Quitandinha

Projeto Música no Sesc – Show de Isabella Taviani

A cantora se apresenta no projeto, interpretando clássicos da MPB

Av. Joaquim Rolla, 2, Quitandinha – (24) 2245-2020

Ingressos: R$ 16,00 / R$ 8,00 / R$ 4,00 (associados do Sesc)

Dia 15 de dezembro, domingo

11h30

Mosteiro da Virgem

Concertos Corais em Comunidades – Apresentação do Coral da Usimed

Regência: maestrina Fátima Brasil

Av. Ipiranga, 555, Centro. Tel: (24) 2242-2394

18h

Apresentação das seguintes bandas marciais: Banda Marcial Imperial Petropolitana (Praça D. Pedro), regência: José Geraldo Rocha de Oliveira; Banda Marcial Embaixador José Bonifácio (Praça Alcindo Sodré), regência: Luis Cláudio Lima; Banda Marcial Trovão Imperial (Praça Paulo Carneiro), regência: Gabriel Gomes; Banda Marcial Wolney Aguiar (Praça dos Expedicionários), regência: Silvio Tesch; Banda Marcial Frei Aniceto (Shopping D. Pedro), regência: Rafael Rosa; Banda Marcial Leila de Souza Castro (Praça da Inconfidência), regência: Adriano José da Cruz Loureiro.

20h30

Igreja Nossa Senhora da Glória

Concertos Corais em Comunidades – Apresentação do Coral Cant’Vox

Regência: maestro João Macedo  

Rua Augusto Severo, s/nº, Morin. Tel: (24) 2242-1514

*Programação sujeita a alteração

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer, entregou na tarde desta terça-feira (10/12) os troféus para os principais atletas vencedores do 49° Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (Jeups). O evento aconteceu no Centro de Cultura Raul de Leoni e contou com a presença do secretário da pasta, Renato Freixiela.

“O Jeups deste ano foi um sucesso absoluto, assim como os Jogos das Escolas Municipais (o XXIII Jems). Todos participaram ativamente, não houve reclamações, só boas notícias. Para o próximo ano, esperamos incrementar ainda mais os nossos jogos com eventos paralelos, de música, teatro e desfiles de moda”, disse Freixiela.

O 49° Jeups durou do dia 25 de outubro até 15 de novembro, envolveu 41 escolas municipais, estaduais e particulares e mobilizou mais de 1,6 mil estudantes-atletas do ensino fundamental e médio. Os jogos envolveram 10 modalidades esportivas: futsal, handebol, vôlei, basquete, futebol, atletismo, tênis de mesa, xadrez, natação e judô, divididos nas categorias Sub-13, Sub-15, Sub-17, feminino e masculino.

Maria Clara Mangabeira ganhou o troféu de melhor atleta do 49° Jeups. Ela jogou futebol, handebol e participou das provas de atletismo, pelo Centro Educacional de Itaipava (CEI). A estudante de 17 anos, que acaba de completar o ensino médio, conta que foi selecionada para jogar futebol nos Estados Unidos. “Jogo futebol desde os meus nove anos. Na época nem havia time feminino na minha escola, eu tinha que jogar com os meninos”, lembra. “Mas, isso acabou me possibilitando ter um desafio ainda maior. O esporte sempre foi minha paixão. Quando eu era pequena, saía correndo da aula de balé para a de futebol. Agora vou jogar no exterior, acho que vai ser uma experiência muito boa para mim”, afirmou.   

Confira a lista dos vencedores:

Futsal

Sub- 13 - Centro Educacional Itaipava - CEI (masculino); Colégio Gunnar Vingren (feminino)

Sub-15 – Escola Municipal Geraldo Ventura Dias (masculino); Colégio Bom Jesus (feminino)

Sub-17 – CEI (feminino e masculino)

Handebol

Sub-13, Sub-15 e Sub-17 – Colégio Bom Jesus (masculino)

Sub-13 – Colégio Bom Jesus (feminino)

Sub-15 – Colégio São Judas (feminino)

Sub-17 – CEI (feminino)

Vôlei

Sub-13 – Escola Municipal João Kopke (masculino); Colégio São José (feminino)

Sub-15 – Colégio São José (masculino e feminino)

Sub-17 – CEI (masculino); Colégio São Jorge (feminino)

Basquete

Sub-13 – Colégio Ipiranga (masculino); Colégio São José (feminino)

Sub-15 – Colégio São José (masculino); Colégio Ipiranga (feminino)

Sub-17 – Colégio São José (masculino); Instituto Petropolitano Adventista de Ensino – IPAE (feminino)

Futebol de campo

Sub-13 – Sesi (masculino)

Sub-15- Colégio São José (masculino)

Sub-17- Colégio São José (masculino)

Atletismo

Sub-13- Instituto Nossa Senhora de Lourdes (masculino); Colégio São Judas Tadeu (feminino)

Sub-15 – Colégio João de Deus (masculino); Colégio São José (feminino)

Sub-17 – CEI (masculino); IPAE (feminino)

Tênis de mesa

Sub-13 – Colégio Bom Jesus (masculino); Colégio João de Deus (feminino)

Sub-15 – Liceu Municipal Cordolino Ambrósio (masculino); Escola Municipal João Kopke (feminino)

Sub-17 – Liceu Itaipava (masculino); Colégio Estadual José Bonifácio (feminino)

Xadrez

Sub-13 - Escola Municipal João Kopke (masculino); Colégio Ipiranga (feminino)

Sub-15 – Colégio Ipiranga (masculino); Colégio São José (feminino)

Sub-17- Colégio Ipiranga (masculino); Colégio Ipiranga (feminino)

Natação

Sub-13 – Colégio Bom Jesus (masculino); Colégio São José (feminino)

Sub-15 – Colégio Bom Jesus (masculino e feminino)

Sub-17- Colégio Aplicação (masculino); Colégio São José (feminino)

Judô

Sub-13 - Comac (masculino e feminino)

Sub-15 - Comac (masculino e feminino)

Sub-17 - Colégio São José (masculino e feminino)

Os times do Boa Vista e de Araras foram os grandes vencedores da Copa das Comunidades de Futebol Soçaite 2013. O torneio, que começou dia 21 de setembro, teve sua final no último sábado (7/12), na Quadra Comunitária do Boa Vista. O evento contou com um público de 300 pessoas e com a presença do secretário de Esportes e Lazer, Renato Freixiela. Trinta e quatro equipes participaram da Copa, na qual cerca de mil jovens, entre 12 e 17 anos, disputaram nas categorias Sub-13, Sub-15 e Sub-17.

“Conseguimos atingir o nosso objetivo, que foi reunir importantes comunidades e detectar lideranças comunitárias esportivas, que nos serão imprescindíveis para incrementar a Copa de 2014. Pretendemos colocar novas modalidades esportivas, como vôlei e atletismo. Essa parceria com as comunidades vai nos possibilitar ampliar os nossos eventos”, disse o secretário.

O coordenador da Copa, Luciano Mathias, destacou a atuação não só dos atletas e torcedores, como também a dos árbitros: “Um destaque positivo desta fase final foi a arbitragem. Marco Aurélio Silveira e Flávio Bauer tiveram atuações irrepreensíveis, entendendo o caráter pedagógico, social e integracionista deste tipo de competição”, avaliou.

A Secretaria de Esportes e Lazer vai realizar uma reunião nesta quinta-feira (12/12), às 19h, com representantes das comunidades que participaram da Copa para avaliar os pontos positivos e negativos da competição e começar o planejamento para a competição de 2014.

Confira a lista dos campeões:

Sub-13: Boa Vista (bicampeão); Independência (vice-campeão); Morin (3º colocado)

Melhor goleiro: Jonathan (Boa Vista)

Artilheiro: Leonardo Simões (Independência)

Revelação: Leonardo Simões (Independência)

Sub-15: Boa Vista (bicampeão); Independência (vice-campeão); Vila São José (3º colocado)

Melhor goleiro: Felipe (Boa Vista)

Artilheiro: Gabriel Oliveira (Félix)

Revelação: Felipe (Boa Vista)

Sub-17: Araras (campeão); Taquara (vice-campeão); Morin (3º colocado)

Melhor goleiro: Igor Lisboa (Araras)

Artilheiro: Taylor (Araras)

Revelação: Alef (Taquara)

Troféu Comunidade: Morin

O prefeito Rubens Bomtempo lançou a pedra fundamental que marca o início da construção de 846 unidades habitacionais no Vicenzo Rivetti, pelo programa Minha Casa, Minha Vida.  Os investimentos de R$ 63 milhões garantem moradia segura e devolvem a tranquilidade a centenas de famílias vítimas das chuvas na cidade e que hoje estão sendo atendidas pelo aluguel social.

“Estamos encerrando o primeiro ano de governo dando uma resposta positiva a uma grande expectativa dos petropolitanos. É um sonho que está se tornando realidade para 846 famílias. Não estamos apenas oferecendo a conquista da casa própria, mas proporcionando uma nova vida a essas pessoas, garantindo que possam viver em paz”, disse o prefeito.

Além das unidades, a Prefeitura levará ainda mais benefícios para a população com a logística e infraestrutura necessárias na região: Bomtempo anunciou a construção de um centro de educação infantil, uma nova escola, um posto de saúde e um centro de referência em assistência social. Todos estes equipamentos públicos farão parte de um conjunto de medidas que precisam ser previstas quando se criam novos condomínios habitacionais, incluindo transporte público, abastecimento de água e tratamento de esgoto.

No local, a Prefeitura vai construir três condomínios com sete blocos cada. Um deles contará com 246 unidades habitacionais e os outros dois com 300 cada um. “Esta solenidade me faz lembrar da certeza que o prefeito tinha ao assumir mais esse mandato: a de construir muitas casas. E hoje estamos aqui tendo a oportunidade de iniciar estas obras porque a cidade tem um gestor que entende que cada casa entregue em Petrópolis significa menos uma vida perdida”, declarou o gerente regional de Construção Civil da CEF, Fábio Quintino.

Bomtempo destacou ainda que com as futuras unidades que serão construídas nos terrenos do Caetitu e da Hípica, no Independência, além de outras em locais que o município está avaliando, o atual governo cumpre o seu dever. “Fazer um pouco mais pelo povo é o que justifica o nosso terceiro mandato. Somos um governo popular e que tem como prioridade atender a quem está por último na fila”, ressaltou.

O representante da construtora Andrade Almeida, Fernando Kramer de Noronha Andrade, falou sobre o empenho do prefeito para viabilizar o projeto: “Tivemos muitas dificuldades no governo passado e o atual governo se empenhou para acabar com todas as barreiras de um convênio que estava praticamente perdido. Isso significa que estamos diante de um prefeito articulado e que tem compromisso com as principais questões que afetam a população”.

“O bairro do Carangola vive hoje uma grande alegria. Em alguns momentos tanto a Câmara Municipal quanto a própria população chegou a desacreditar que o programa chegaria a Petrópolis. Mas hoje está sendo dada a resposta a altura do que a cidade merece”, destacou o presidente da Câmara, Paulo Igor.

O presidente da Associação de Moradores do Vicenzo Rivetti, Gilberto Paulino, disse que a comunidade está de braços abertos para receber os novos moradores: “Todos serão muito bem vindos. Temos que agradecer ao prefeito Rubens Bomtempo que teve a sensibilidade de entender as necessidades do nosso povo. É um gesto de competência e grandeza. Sinal de que a cidade começa a avançar”.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, realizou nesta terça-feira (10/12) o primeiro simulado de evacuação no Vale do Cuiabá. Cerca de 60 pessoas, incluindo estudantes da Escola Municipal Dr. Theodoro Machado, participaram da atividade. Uma viatura da Defesa Civil circulou pela região com o equipamento de som simulando uma sirene. Essa é mais uma medida de prevenção de tragédias das chuvas.

O Vale do Cuiabá vem recebendo atenção especial do prefeito Rubens Bomtempo desde o início do governo. Já no começo do ano, Bomtempo criou a Secretaria de Proteção e Defesa Civil, sensibilizado pelo desastre de 12 de janeiro de 2011 na região. Nesta semana, a Prefeitura assumiu as despesas da pavimentação de mais de dois quilômetros da estrada Ministro Salgado Filho, depois de o Ministério das Cidades não liberar os recursos do convênio totalmente mal formatado e abandonado pelo governo passado.

A intenção do simulado desta terça-feira é que os moradores do Vale do Cuiabá e adjacências se familiarizem com o som do alerta para que, em caso de deslizamentos ou inundações, atendam ao chamado no momento do incidente, reduzindo assim o risco de vítimas. Um ponto de apoio foi instalado no campo de futebol do clube Boa Esperança, onde uma barraca da Defesa Civil foi montada. Se chover forte na região, os moradores de áreas de risco deverão ir para casas de amigos ou parentes que fiquem em locais seguros ou para o ponto de apoio.

As atividades da Defesa Civil nesta terça-feira na região, atingida pelo desastre das chuvas de janeiro de 2011, foram em parceria com a Secretaria do Estado do Ambiente (SEA), por meio do programa Mãos À Obra. O secretário de Proteção e Defesa Civil de Petrópolis, Rafael Simão, e o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, acompanharam as ações. Além do carro emitindo o alerta, a Defesa Civil realizou o planejamento das ações, cadastrou os participantes e entregou camisas. Já o estado formou 27 monitores do Mãos À Obra e entregou kits de emergência aos moradores, para que eles guardem documentos e remédios para assim poder deixar as casas com rapidez em caso de fortes chuvas.

“A Defesa Civil é um sistema. Para compor esse sistema, existem órgãos municipais, estaduais e a sociedade civil. Precisamos de pessoas da própria comunidade que vão colaborar na evacuação de pessoas com dificuldade de locomoção, como idosos e deficientes físicos. Esses voluntários vão saber onde estão essas pessoas. A Prefeitura formou neste ano quase 400 voluntários da Defesa Civil em 40 comunidades, e quem ganha com isso é Petrópolis”, disse o secretário Rafael Simão, destacando a importância dos 40 Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs) para a prevenção de desastres naturais no município.

Também nesta terça-feira, como acontece todo dia 10, a Defesa Civil fez o teste mensal das 18 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme instaladas em Petrópolis. Tanto o acionamento remoto quanto o manual funcionaram perfeitamente nas 18 sirenes. As sirenes estão instaladas em dez bairros: Quitandinha, Ferroviários, Vila Felipe, João Xavier, Sargento Boening, São Sebastião, Siméria, Independência, Dr. Thouzet e 24 de Maio. Os alertas não são dados quando vai chover, mas sim quando há risco de deslizamento na comunidade.

Notícias por data

« Junho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP