Quarta, 26 Março 2014 - 15:24

Conselheiros do CMPD são empossados

Os integrantes do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas (CMPD) tomaram posse nesta segunda-feira (24/3), durante solenidade no gabinete do Prefeito, na Avenida Koeler.  O CMPD foi reativado em agosto de 2013, após a aprovação pela Câmara Municipal do projeto de lei do prefeito Rubens Bomtempo. O conselho é deliberativo e constituído por 32 membros, divididos entre representantes do Poder Executivo, de entidades de classe e sociedade civil.
 
“Estamos complementando uma etapa que teve início com a reorganização do conselho. O CMPD vai permitir um aprofundamento do debate entre o poder público e a sociedade civil”, disse Bomtempo, acrescentando que a principal missão do conselho será apontar as políticas públicas para o enfrentamento às drogas. Desativado há pelo menos quatro anos, o conselho é órgão fundamental ao êxito na prevenção à dependência química.
 
O secretário de Saúde, André Pombo, destacou a cobrança do prefeito para reativar o conselho, que tem como principal meta a execução do programa Crack é Possível Vencer, do governo federal. “Petrópolis é signatário deste projeto e várias ações para o enfrentamento às drogas serão desenvolvidas por meio do programa”, destacou. Além do programa federal, o CMPD tem outras atribuições, como o desenvolvimento do Programa Municipal Antidrogas (Promad), a instituição do Recurso Municipal Antidrogas (Remad – fundo destinado exclusivamente ao atendimento das despesas geradas pelo Promad); o acompanhamento das ações de fiscalização e repressão executadas pelo Estado e pela União; além da elaboração da política municipal relacionada ao combate as drogas.
 
A primeira reunião do CMPD deve acontecer na primeira quinzena de abril. Na ocasião será eleita a mesa diretora do conselho. Além dos membros eleitos pela sociedade civil e os indicados pelo governo, o CMPD conta também com representantes da Polícia Civil; da Polícia Militar; do Juizado da Infância, Juventude e Idoso; do Conselho Tutelar; da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RJ); do Conselho Regional dos Médicos do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj); do Conselho Regional de Psicologia/RJ; do Conselho Regional de Enfermagem (Coren/RJ) e do 32º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMTZ).
 
Segue a lista dos membros do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas:
 
Poder Público:
 
Gabinete do Prefeito:
Luana Soliane Castro
Janaina do Carmo
 
Secretaria de Saúde:
André Luis Pombo
Marlene de Carvalho Barcelos
 
Promad:
Maria Cristina da Silva e Souza Kloh
Francisco Breysseyn
 
Técnicos da Coordenadoria de Saúde Mental:
Rui Stockinger
Osvaldo Alberto Filho
Marise Soares da Costa
Márcia Taveira Medrado
 
Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania:
Jorge da Silva Maia
Erika Rangel
Claudia Carneiro Farias da Silva
Sander Tadeu Gomes
 
Secretaria de Educação:
Mônica Vieira Freitas
Cecília Nan
 
Secretaria de Segurança Pública:
Luis Claudio Calixto Barbosa
Einar Silva de Assis
 
Secretaria de Esportes e Lazer:
Claudio Castro de Jesus
Vinicius Ramos
 
Sociedade Civil:
 
Instituição de Ensino Superior que desenvolva pesquisas na área
Fase
Estácio de Sá
 
Instituições ReligiosasMitra Diocesana de Petrópolis
Conselho de Ministros Evangélicos de Petrópolis (Comempe)
 
Organizações não governamentais que desenvolvam serviços na área de prevenção e tratamentoOficina de Jesus
Sal para Terra
 
Associações de Moradores
Forum das Associações
Centro Comunitário do Contorno
 
Entidade Estudantil
União Nacional dos Estudantes (UNE)
 
Usuários ou Familiares
Vanderleia Vieira de Oliveira Azevedo
 
Clubes de Serviços
Lions Clube de Petrópolis/Itaipava

Representantes do setor turístico de cidades da Região Serrana se reúnem nesta quarta-feira (26/3) em Petrópolis para uma tarde de estudos que em como objetivo incrementar a atividade turística na região. O grupo, que tem como integrantes representantes dos governo municipais e empresários, participará do Workshop de Inteligência Setorial e Temática do Sebrae-RJ, que será realizado para o setor de turismo na Cervejaria Bohemia, das 14h às 18h. A promoção do Sebrae tem a parceria do Conselho Serra Verde Imperial, entidade que reúne cinco cidades serranas: Teresópolis, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu e Guapimirim, além de Petrópolis.

A escolha da cidade para sediar o encontro foi feita pela coordenadora estadual de Turismo do Sebrae, Margareth de Souza Carvalho, que participou de reunião do Conselho Serra Verde Imperial, realizada no município no mês de fevereiro. Ela tomou a decisão após ouvir da representante da Prefeitura de Petrópolis, a diretora de Turismo da Fundação de Cultura e Turismo, Evany Noel, a importância de um trabalho conjunto, com estratégias conjuntas dos municípios.

No workshop serão abordados vários itens que contribuirão para que os envolvidos ampliem a visão, as técnicas e ferramentas para melhor estruturar o trabalho conjunto dos municípios com base nas particularidades de cada um. Evany destaca a importância do workshop que se realiza nesta quarta-feira. “Esta será uma ótima oportunidade de promover uma integração maior entre dirigentes de órgãos de turismo, instituições e empresários do setor. Além disso, vamos aprender mais sobre inteligência setorial, o que vai nos ajudar a traçar melhores estratégias para o desenvolvimento do turismo em nossos municípios”, lembra.

O procurador geral do município, Marcus São Thiago, participou nesta terça-feira (25/3) da audiência pública, no Rio de Janeiro, promovida pela Comissão Nacional da Verdade sobre a Casa da Morte de Petrópolis. Foram exibidos vídeos e fotos sobre o imóvel, na Rua Arthur Barbosa, no Caxambu, utilizado pela Ditadura Militar no início dos anos 1970 para torturar até a morte militantes contrários ao regime.

Durante a audiência, no Arquivo Nacional, o coordenador da Comissão Nacional da Verdade, Pedro Dallari, agradeceu publicamente ao prefeito Rubens Bomtempo e ao procurador Marcus São Thiago pela disponibilização do material que a Prefeitura possui sobre a casa. Além disso, a Prefeitura também recebeu peritos da comissão que apuravam a história do imóvel.

A comissão apresentou na audiência o relatório preliminar sobre a Casa da Morte, identificando a lista de torturadores e de vítimas que passaram pelo imóvel. Estava na audiência a única militante sobrevivente da casa, Inês Etienne.

“Foi um momento histórico para o país. A audiência da Comissão Nacional da Verdade com a presença de uma militante grandiosa como Inês Etienne, que confirmou todas as atrocidades cometidas neste centro de tortura. Nossa luta, a partir de agora, será garantir que a jornada travada por Inês Etienne para trazer à tona todos esses fatos não seja em vão. A criação do Memorial de Liberdade, Verdade e Justiça, além de reunir todo um acervo histórico sobre os militantes e o período em que viveram, visa alertar as futuras gerações para que essa afronta aos direitos humanos não se repita”, disse Marcus São Thiago.

A Prefeitura já conseguiu R$ 600 mil, por meio de emenda parlamentar da deputada federal Jandira Feghali, para a criação do memorial. O município, agora, busca verbas federais para a desapropriação dos dois imóveis que formam o conjunto da Casa da Morte.

O concerto que seria realizado pela Orquestra Sinfônica Nacional, da Universidade Federal Fluminense (OSN-UFF), no próximo sábado (29 de março) no SESC Quitandinha foi adiado. A apresentação, resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Petrópolis, o Sesc Rio e a OSN-UFF, integrava as comemorações pelo centenário de nascimento do maestro petropolitano Guerra-Peixe, completado no último dia 18. O adiamento foi motivado pela greve dos servidores técnico-administrativos das universidades federais, deflagrada no início da semana passada. A nova data do concerto ainda não foi definida.

Quarta, 26 Março 2014 - 11:03

Acesso garantido a pessoas com deficiência

A poucos dias da Conferência Municipal da Cidade 2014, que tem como tema a mobilidade urbana, equipes da Secretaria de Obras estão intensificando ações para a construção de rampas de acesso a faixas de pedestres. O objetivo é facilitar o deslocamento de portadores de deficiência, tema que será destaque na conferência – um dos eixos de discussão trata exatamente da acessibilidade urbana como direito de todos. Com as atenções voltadas para o assunto, operários estão indo às ruas diariamente, a fim de verificar os pontos onde a movimentação ainda é difícil.

Duas rampas – nas ruas Marechal Deodoro (em frente ao prédio do Ministério Público) e Roberto Silveira (em frente ao prédio da Cervejaria Bohemia), foram construídas recentemente. A idéia é garantir a quem tem dificuldades para locomoção o direito de ir e vir. “As equipes estão trabalhando na identificação dos pontos e construção de rampas e também na limpeza de ralos e reparos nas calçadas. Tudo isso contribui para ampliar a acessibilidade”, explica o secretário de Obras, Aldir Cony, lembrando que a preocupação do governo Bomtempo com o tema não surgiu agora.

“Este trabalho de construção de rampas na cidade é permanente. Ganhou ênfase principalmente após as obras de revitalização do Centro Histórico, quando a Rua do Imperador foi toda nivelada e ganhou almofadões, tornando a rua, de fato, acessível a todos. Com os almofadões, instalados até a altura das calçadas, mesmo quem tem dificuldades de locomoção passou a ter acesso com facilidade às faixas de pedestres”, lembrou.  

Segundo dados do último censo, feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2010, em Petrópolis existem cerca de 6 mil pessoas com alguma dificuldade motora. “Essas ações são permanentes e visam garantir uma melhor qualidade de vida a quem tem dificuldades para se locomover na cidade, promovendo, assim, a cidadania e o bem-estar”, concluiu Cony.

Moradores do Quitandinha que têm móveis inservíveis em casa devem ficar atentos: o prefeito Rubens Bomtempo determinou à Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) a realização da chamada “Operação Cata-Treco”. A ação, que está integrada ao mutirão de serviços que vem sendo realizado no bairro,s será realizada nesta quinta-feira (dia 27), das 8h às 16h. A intenção é auxiliar os moradores a dar destino correto a móveis, eletrodomésticos e outros objetos inutilizados, conscientizando os moradores sobre a importância de não despejar entulho ao redor de coletoras de lixo do bairro.

De acordo com o presidente da Comdep, Hélio Dias, os caminhões irão circular pelas rias do bairro durante todo o dia e todas as vias serão atendidas. “O serviço irá beneficiar toda a comunidade, promovendo ainda melhorias na qualidade de vida dos moradores e de quem passa pela região”, disse Hélio Dias. A expectativa é que a medida seja estendida para outras comunidades.

Com o mutirão, que reúne todas as secretarias do Governo (entre elas Obras, Comdep, CPTrans e Secretaria de Saúde), uma série de melhorias já foram garantidas à comunidade. Onze ruas já estão recebendo 20 novos pontos de iluminação pública. Na Rua Mato Grosso está em andamento às obras de pavimentação. A Rua Afrânio de Melo Franco, via alternativa à Rua General Rondon, está recebendo melhorias no asfalto, na calçada, no muro junto ao rio e no guarda-corpo.

As ações são uma determinação do prefeito Rubens Bomtempo, que vem buscando desde que assumiu a Prefeitura levar mais conforto e segurança para os moradores do Quitandinha.

Promovido pela Prefeitura por meio de uma parceria entre a Comdep e Secretaria de Educação, o programa Petrópolis Recicla premia amanhã (26/03) 60 escolas da rede municipal de ensino que participam do programa no recolhimento de garrafas pet e alumínio. O evento está marcado para as 10h, no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni.

Criado em 2005 pelo prefeito Rubens Bomtempo, o Petrópolis Recicla tem caráter pedagógico, ensinando aos alunos a importância da reciclagem para a preservação do meio ambiente. Os estudantes assumem a tarefa de ajudar na coleta seletiva e, semanalmente, levam para as escolas o material recolhido em casa. “Eles aprendem a importância da reciclagem e ganham consciência de que o lixo que produzem é responsabilidade de cada um deles”, explica a professora Maria Esmeralda Collares, coordenadora da Divisão de Educação Ambiental da Secretaria de Educação.

O trabalho dos alunos, além de contribuir para a formação de cidadãos mais conscientes, ainda prêmios em dinheiro. Os recursos são arrecadados pela Comdep, que vende as garrafas pet e de alumínio e repassa às escolas, levando em consideração a quantidade de material recolhido por cada uma delas. Além dessas quantias, as oito instituições de ensino que mais se destacam no programa recebem ainda premiações da Secretaria de Educação que variam entre R$ 1 mil e R$ 8 mil.

Além de introduzir por meio de estímulos e incentivos a adoção de hábitos, costumes, posturas e práticas socioambientais, o objetivo do programa é a sensibilização e conscientização, tendo a educação ambiental como principal base de cidadania.

Cerca de 20 mil famílias serão beneficiadas com a expansão do serviço de coleta de exames laboratoriais que vai ser implantado a partir desta semana em mais 10 postos de saúde. O programa foi iniciado no segundo governo de Rubens Bomtempo, em 2006. Na época o serviço foi instalado em 16 postos. Com a expansão, a coleta de exames passa a ser realizada em 26 unidades de saúde do município.

 “Estamos retomando esse programa que garante conforto ao paciente, que não precisa sair do seu bairro para realizar esse tipo de exame”, ressaltou o prefeito, acrescentando que a expansão do serviço faz parte do programa de governo. Bomtempo também explicou que o resultado do exame será entregue no posto.

 Com a inclusão de mais postos de saúde no projeto, a Prefeitura estará investindo cerca de R$ 50 mil por mês para que o serviço seja realizado nas 26 unidades. Serão oferecidas entre 40 e 50 vagas mensalmete. A coleta será realizada nos postos das seguintes regiões: Águas Lindas, Doutor Thouzet, Fazenda Inglesa, São João Batista, Castelo São Manoel, Menino Jesus de Praga, Vila Saúde, Alto Independência, Jardim Salvador e Caxambu.

 Além da expansão da coleta de exames, a Prefeitura está equipando 18 postos de saúde, que irão receber 370 aparelhos adquiridos por meio de uma emenda parlamentar do deputado Adrian Mussi, investimento em torno de R$ 303 milhões. A partir da próxima semana, os equipamentos começam a ser instalado nas unidades.

 Ao todo são 18 aparelhos de ar condicionado, 38 armários, 10 autoclaves, 36 balanças, 36 computadores, 18 aparelhos de eletrocardiograma, 36 focos refletores, 34 impressoras, 18 mesas, 36 mochos, 18 negatoscópios, 36 otoscópios, 18 projetores e 18 televisões 40. Os postos que irão receber os equipamentos são: PSF Alto da Serra, UBS Alto Independência, UBS Araras, PSF Bairro Castrioto, PSF Bonfim, PSF Carangola, PSF Castelo São Manoel, PSF Caxambu, UBS Itamarati, PSF Menino Jesus de Praga, PSF São João Batista, PSF Fazenda Inglesa, PSF Posse, PSF São Sebastião, PSF Secretário, PSF Vale das Videiras, PSF Vila Felipe e PSF Vila Saúde.

No Dia Mundial de Combate à Tuberculose, comemorado nesta segunda-feira (24/3), os usuários do Núcleo de Integração Social (NIS), no Alto da Serra, receberam a visita das equipes dos programas municipais de Controle a Tuberculose e de DST/Aids e Hepatites Virais. Cerca de 30 pessoas participaram das palestras, do sorteio de brindes e realizaram o teste rápido de HIV. Os usuários também ganharam bolo e cachorro-quente.

“O NIS é um grande parceiro do Programa de Controle da Tuberculose no combate à doença, por isso realizamos esta ação de conscientização”, disse o coordenador do programa, José Henrique Castrioto Cunto, lembrando que todos os novos moradores do NIS passam obrigatoriamente por consulta e exames que são repetidos periodicamente.

Segundo o coordenador, a tuberculose continua sendo um sério problema de saúde pública no mundo. O Brasil ainda hoje é um dos 22 países que detém 80% do número de casos. O estado do Rio de Janeiro continua sendo o campeão nacional da tuberculose (estado que tem a maior incidência, maior mortalidade, maior taxa de abandono e maior quantidade de casos resistentes). “Petrópolis está na contramão deste processo, já atingindo as metas de controle da Organização Mundial de Saúde, que prevêem cura em mais de 85% dos casos, detecção de mais de 70% dos casos e menos de 5% de abandono”, ressaltou José Henrique.

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões, mas também pode acometer órgãos como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro). Pessoas com AIDS, diabetes, insuficiência renal crônica, desnutridas, idosos doentes, alcoólatras, dependentes de drogas e fumantes são mais propensos a contrair a tuberculose.

As medidas preventivas básicas são: vacinação no primeiro mês de vida com a vacina BCG, que evita os casos graves de tuberculose, e manter locais arejados, já que a tuberculose é uma doença de transmissão respiratória. A tuberculose está relacionada ao estado imunológico das pessoas, ao etilismo, ao uso de drogas e ao contato com doentes.  A melhor forma de prevenir a transmissão da doença é fazer o diagnóstico precoce e iniciar o tratamento adequado o mais rápido possível.

O Dia Mundial de Combate à Tuberculose foi criado em 1982 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em homenagem aos 100 anos do anúncio do descobrimento do bacilo causador da doença, ocorrida em 24 de março de 1882, pelo médico Robert Koch. Segundo estimativas da OMS, um terço da população mundial está infectada pelo Mycobacterium tuberculosis  e em risco de desenvolver a tuberculose. Há cerca de 8,8 milhões de doentes e 1,1 milhões de mortes por ano em todo o planeta. O Brasil ocupa o 17º lugar entre os 22 países responsáveis por 82% do total de casos no mundo. Embora seja uma doença passível de ser prevenida, tratada e mesmo curada, ainda mata cerca de 4,7 mil pessoas todos os anos no Brasil.

Uma delegação da prefeitura de Caxambu, cidade de Minas Gerais, esteve em Petrópolis na última sexta-feira, 21 de março, para conhecer o serviço do passeio de vitórias, as famosas charretes que conduzem turistas pelas ruas do Centro Histórico. Com atendimento semelhante em sua cidade, porém não regulamentado, os visitantes vieram procurar soluções para os problemas que enfrentam com relação ao serviço realizado no município com apenas 22 mil habitantes.

“Viemos a Petrópolis ver como é o funcionamento e a regulamentação do serviço de charretes (vitórias). É importante ver como funciona o serviço em uma região onde este trabalho já deu certo”, explicou Dulcineia de Mello Belini, secretária de Assistência Social e primeira-dama da cidade mineira.

O grupo foi recepcionado por representantes dos diversos órgãos da Prefeitura ligados ao serviço das vitórias – a chefe de Gabinete da diretoria de Turismo da Fundação de Cultura e Turismo, Raquel Neves; a chefe do Núcleo de Bem Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente, a veterinária Rosana Portugal; e o chefe do setor de Fiscalização da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), Elrick Vieira Domingos. Juntos, eles assessoraram e orientaram o grupo mineiro durante a visita, prestando esclarecimentos, ouvindo os problemas relatados, oferecendo orientação e compartilhando experiências.

Durante o encontro foi detalhadamente estudado o Decreto de Lei que regulamenta a atividade em Petrópolis e explicadas as necessidades envolvidas para o sucesso do serviço, entre elas a integração dos setores do governo. Também foram discutidos a necessidade de capacitação aos condutores, que prestam um serviço turístico; a fiscalização, quanto ao manejo dos animais, à qualidade de atendimento ao turista e ao cumprimento das leis; e a estruturação de roteiros, como é feito aqui.

Também foi franqueado aos visitantes o material da capacitação fornecido aos condutores petropolitanos pela Diretoria de Turismo em 2013, que deixou um saldo muito positivo. O grupo também conheceu o ponto das vitórias e os condutores. Eles elogiaram a padronização, a uniformização e os roteiros pré-definidos, que evitam os transtornos vistos em Caxambú, tais como problemas no trânsito e de higiene. Também visitaram o Curral de Apreensões de Petrópolis, em Itaipava, que está sendo reformado pela Prefeitura. A obra vai melhorar as condições do local onde são abrigados os animais apreendidos em situação irregular na cidade.

Outros frutos para a Cidade Imperial - A representante do Caxambú Convention & Visitors Bureau, Simone Figueiredo, que integrou a delegação mineira ao lado dos representantes da prefeitura e do Sebrae daquela região, falou do interesse de Caxambú em se tornar cidade-irmã de Petrópolis, por conta da relação histórica, com as fontes de águas minerais que eram visitadas pela Princesa Isabel e pelo Conde D’Eu. Ela prometeu manter contato com os representantes do município, para que as duas cidades realizem atividades em parceria. Petrópolis amplia, assim, sua relação com outras cidades, como já acontece com os municípios serranos integrantes do Conselho Regional Serra Verde Imperial (Teresópolis, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macau e Guapimirim), cujos representantes foram recebidos na cidade em fevereiro, para traçar estratégias conjuntas que privilegiem as vantagens de cada um e estimulem a competitividade global da região.

Notícias por data

« Agosto 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP