O prefeito Rubens Bomtempo deu início a uma série de visitas às intervenções que estão sendo realizadas em diferentes pontos do município. As vistorias começaram pelas Ruas Antônio da Silva Ligeiro, no Taquara e na Rua Frei Leão, no Alto da Serra. Outras nove obras de contenção para a estabilização das localidades atingidas pelas chuvas de março de 2013 também estão em andamento.

“As obras estão sendo realizadas por meio de mais um lote do programa Somando Forças. O convênio com o governo do Estado, no valor de R$ 5,3 milhões garantirá mais segurança para as famílias nas áreas atingidas”, explica o prefeito Rubens Bomtempo.

Na Rua Frei Leão, no Alto da Serra, está sendo executada a estrutura de contenção em concreto armado sobre tela, recuperação da servidão com instalação de canaletas de drenagem e guarda-corpo. Em fevereiro, o local foi atingido por um desplacamento de rochas e cerca de 50 toneladas de pedras desabaram, levando risco aos moradores. A obra está orçada em R$ 287.646,14.

Já na Rua Antônio da Silva Ligeiro, será erguida uma estrutura de contenção em gabião junto à rua e contenção em concreto armado na parte superior da encosta, além do reflorestamento do talude com grama. Orçada em R$ 295.074,42, a obra já está em andamento.

As outras comunidades beneficiadas serão: Rua Rocha Cardoso, no Centro; Morro Florido, na Estrada da Saudade; Rua Gonçalves Dias, no Valparaíso; Avenida Estados Unidos, no Quitandinha; Estrada do Boa Vista, no Brejal; Rua José Peixoto da Costa, no Caxambu; no acesso ao Trono de Fátima, no Centro; Ponte Fones e Sargento Boening.

Quinta, 09 Janeiro 2014 - 09:28

Universidade americana visita Petrópolis

Um grupo especial de visitantes esteve em Petrópolis nesta semana. Estudantes e professores da Universidade de Drake, no estado de Iowa, nos Estados Unidos, estão em viagem de estudos pelo Brasil e escolheram a Cidade Imperial como primeiro destino do roteiro no país, que também inclui o Rio de Janeiro e Paraty. A visita pode garantir parcerias com instituições de ensino locais para o intercâmbio entre as duas cidades.

Em Petrópolis, a comitiva liderada pelas professoras Cristina Wildermuth e Bengu Tekinalp, foi recepcionada por representantes da Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, e visitou o Museu Imperial, a Catedral e o Palácio de Cristal. Além da história e da cultura da cidade, o grupo também conheceu um pouco mais sobre a área de negócios com o Sebrae e esteve na Rua Teresa para conferir a vocação têxtil do município.

Todos se mostraram seduzidos com Petrópolis e foram surpreendidos pela beleza, arquitetura e pelo nível da importância histórica da cidade.  “Vou me mudar para cá” brincou a professora Bengu Tekinalp afirmando em seguida, com convicção: “Eu quero morar aqui”. A aluna de psicologia MacKenzie Even, de 21 anos, ressaltou a importância de ter conhecido Petrópolis antes mesmo do Rio de Janeiro. “O Rio é uma cidade grande, moderna, como tantas outras. Acho que a visita a Petrópolis é mais importante para meu conhecimento de história e meu enriquecimento cultural.”

Quarta, 08 Janeiro 2014 - 09:18

Bomtempo vistoria obras da Praça de Nogueira

O prefeito Rubens Bomtempo vistoriou o andamento das obras da Praça de Nogueira, que depois de anos de abandono será entregue à população totalmente revitalizada. A previsão é a de que Petrópolis receba este equipamento público em março, mês de aniversário da cidade.

“Essa era uma reivindicação antiga dos moradores e que vamos conseguir entregar porque atualizamos o antigo projeto e recuperamos os recursos. Estamos não só devolvendo essa área totalmente reformada e com novas opções de lazer para a população, como também resgatando uma importante parte da história de Nogueira”, disse Bomtempo, ao lado do secretário de Obras, Aldir Cony, na manhã desta terça-feira (7/1).

A obra, realizada por meio de um convênio com o Ministério do Turismo, está orçada em R$ 892 mil. Dentro desse valor está a contrapartida de R$ 692.721,08 da Prefeitura, mostrando o comprometimento do município com a região. A praça, que fica na Avenida Leopoldina, tem pouco mais de quatro mil metros quadrados e está recebendo melhorias nos acessos, calçadas e mobiliário urbano. O parque infantil também receberá melhorias e o chafariz, que estava desativado, será totalmente revitalizado. A novidade será a construção de um anfiteatro, que poderá abrigar diversas atrações culturais.

“Este espaço estava abandonado. Ao assumir o governo o prefeito se comprometeu em resolver o problema e hoje podemos comemorar esta vitória. Estamos muito felizes por termos a praça recuperada”, afirmou o aposentado José Geraldo Machado, morador há mais de 50 anos em Nogueira.

A comunidade São João Batista, no bairro Duarte da Silveira, foi a primeira a receber, em 2014, um Núcleo Comunitário de Defesa Civil (Nudec). Cerca de 40 pessoas da região participaram do curso de capacitação na manhã desta terça-feira (7/1), no salão da Igreja São João Batista, na Rua Luiz Winter. O Nudec será um elo entre a comunidade e a Defesa Civil nos trabalhos de prevenção de desastres naturais e nos primeiros socorros no caso de novas tragédias das chuvas.

Já são 44 Nudecs em Petrópolis, totalizando mais de 400 voluntários formados. Neste ano, a Prefeitura, por meio da Defesa Civil, criará mais núcleos e capacitará mais moradores nos Nudecs instalados em 2013. O secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, frisa que a capacitação é contínua, já que sempre haverá reuniões, palestras, cursos e treinamentos para que os moradores estejam cada vez mais preparados para evitar desastres na comunidade.

“A ideia do Nudec é fazer com que a comunidade participe mais do processo de prevenção. Se não tivermos a cultura da prevenção, fica muito complicado. Uma obra de contenção é muito cara, às vezes R$ 1 milhão só para uma obra. Se todo mundo fizer um pouquinho, teremos uma cidade mais resiliente. A Defesa Civil acredita que Petrópolis só será um local mais seguro com a ajuda da comunidade. É uma ordem do prefeito Rubens Bomtempo investir em prevenção”, disse o secretário Rafael Simão, citando a capacidade de o município dar resposta a fortes chuvas, chamada de resiliência.

Ao fim da formação, os voluntários elegeram o coordenador e o subcoordenador do Nudec da São João Batista. Responsável pela Igreja São João Batista, Juracir do Amaral será a coordenadora do núcleo. Ela afirmou que a criação do Nudec é fundamental para deixar a comunidade mais segura. “Acho importante ter essa formação, porque faz com que os moradores fiquem mais atentos. Veio bastante gente fazer o curso”, disse.

O diretor administrativo da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, Gileno Alves, ministrou o curso e passou para os participantes noções básicas do que fazer para a prevenção de desastres, como não jogar lixo nas encostas, nas ruas ou nos rios. Também foi reforçada a importância de se colocar calha nos telhados, para evitar que a água que cai na casa encharque o terreno do imóvel.

Moradores do Vale do Cuiabá que foram prejudicados pelas chuvas de 2011 estão isentos do pagamento do IPTU. Como aconteceu no ano passado, 142 imóveis estão livres da cobrança e aqueles que receberem o carnê por engano, devem desconsiderá-lo e fazer a devolução do documento na sede da Secretaria de Fazenda.

Segundo o secretário Paulo Roberto Patuléa, o sistema da secretaria está sendo modificado e pode ter acontecido alguma falha técnica durante a migração dos carnês de IPTU desses imóveis. “Mas as famílias não devem se preocupar, pois estão isentas desse pagamento”, disse o secretário.

Todos os contribuintes do município estarão recebendo os carnês de IPTU até o dia 10 de janeiro. Os petropolitanos devem aproveitar os descontos, maiores que 2013, para o pagamento em cota única que chegam a 12%. Quem não receber o carnê do imposto deve procurar imediatamente a secretaria de Fazenda (Rua 16 de Março, nº 183) ou ainda emitir o documento pela internet no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

O reajuste do IPTU para este ano levou em consideração a média de dois índices: o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que foi de 5,99% e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), de 8,16%. Em cima dessa média ainda foi possível reduzir o reajuste para 2014 em 3%, alcançando um percentual de 6,86% de aumento.

Mas, de acordo com o secretário de Fazenda, os imóveis lançados em 2013 estão livres desse reajuste, como garante a lei 7131 de 12 de dezembro de 2013. “Proprietários dos imóveis incluídos no ano passado precisam fazer o comparativo e se constatarem que o aumento foi aplicado, devem procurar a secretaria para que a correção seja feita”, destaca Patuléa.

Os descontos de 12% valem para a primeira cota, que vence dia 21 de janeiro. Quem continuar optando pelo pagamento à vista ainda pode se beneficiar com os descontos de 10% com vencimento no dia 17 de fevereiro ou ainda 7% no prazo final de 17 de março.

Regularização de débitos - Para manter os descontos em cota única, os contribuintes que se encontram em débito devem procurar a secretaria de Fazenda e regularizar a situação. Postos de atendimento especial em dois locais foram montados: um na própria secretaria de Fazenda, na Rua 16 de Março, nº183 e outro na secretaria de Planejamento, na Rua da Imperatriz, nº264. As unidades vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h.

Quarta, 08 Janeiro 2014 - 09:13

Folia de Reis alegra Praça Dom Pedro

Petrópolis encerrou a programação do Natal Imperial com a apresentação do grupo de Folia de Reis Três Reis Magos do Oriente. Depois da performance no Palácio de Cristal no domingo (05/01), os foliões saíram à Praça Dom Pedro nesta segunda-feira, Dia de Reis, passando antes pelo Centro de Cultura Raul de Leoni, onde foi reeditada a tradição de o grupo entrar nas casas para louvar o nascimento de Jesus e ser recepcionado com um lanche ou refeição, para ganhar a energia necessária para seguir em frente, de casa em casa.

Nos lugares onde a tradição é forte, é comum os grupos saírem de casa na noite de Natal e só retornarem após a festa de encerramento no Dia de Reis, como conta Manoel Domingos Santos, que aos 88 anos ainda comanda a folia como o mestre do grupo. Ele, que foi peão de rodeio e trabalhou em circo, conta que na época do Natal deixava todas as tarefas para cumprir sua obrigação como devoto dos Reis Magos. “Recebi a obrigação do meu pai, que recebeu do meu avô, e me sinto muito feliz, é uma honra”, ele afirma.

Mestre Manoel aprovou a nova experiência de trazer a folia para o centro da cidade. “No Palácio de Cristal nós nos apresentamos para um público que conhecia a tradição e para outro que não conhecia. Eu me sinto muito feliz, porque é importante mostrar a Folia para que todos conheçam.”   

Resgatando a tradição

Para o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Juvenil Santos, a importância do evento está em ajudar a manter e resgatar a tradição de se comemorar o Dia de Reis.  “O evento é simples, mas tem uma importância enorme. É uma tradição forte que anda se perdendo em muitos lugares, como Petrópolis. Por isso, é necessário que os poderes públicos se preocupem e prestigiem os que a mantêm viva.”

Ele conta que no próximo ano outros grupos estão previstos. “Vários se apresentaram à Fundação depois do anúncio deste evento. Esse resgate é nossa função, assim como o fortalecimento de outras tradições que também estão se perdendo”, completou.

O encontro com moradores

Para o público que assistiu à Folia, foi uma surpresa. Algumas pessoas, como a empresária Eva Maria Marques, que viaja a trabalho pelas cidades do interior do estado, estão acostumadas a ver locais onde a tradição ainda é forte. “Em Vassouras, Três Rios, Paraíba do Sul e outros locais eu sempre vi. Em Petrópolis, só em alguns bairros, mas no Centro, nunca. O povo perdeu aquela coisa do folclore, que é importante manter vivo.” Ela doou de bom grado uma moedinha para o folião que pede ajuda, em nome do grupo, para prover alimentação. “Dá sorte para o ano todo”, disse Eva.

Para as três irmãs Nunes, Maria, Malvina e Nadir, com idades entre 73 e 80 anos, foi a surpresa que as levou de volta ao passado, quando encontraram o grupo na praça Dom Pedro: “Quando eu era criança, a gente ficava doida para chegar a Folia de Reis” recorda Maria. “Havia muitos grupos em Itaipava, batiam nas casas de dia, de noite de madrugada, era lindo”. Elas destacaram algumas diferenças entre o grupo atual e os do passado, como os dançarinos mascarados que, na versão do “Três Reis Magos do Oriente” representam o cortejo dos seguidores de Herodes.

Célia Regina, de 50 anos, operária de fábrica e dona de bufê de festas nos fins de semana foi outra a contribuir com uma moedinha para a folia. “Eu acredito que dá sorte, sempre fiz isso e sempre deu certo, graças a Deus!”. Ela conta que faz sua oração diante da bandeira, fazendo seus pedidos a Deus.  “Estou pedindo axé para nós, muita paz, muita saúde. Toda tradição que vem dos antigos, como esta, traz muita força, muita coisa boa”, aposta.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, realizou até o último domingo (5/1) a exposição Varal Cultural com os desenhos natalinos feitos pelos alunos das instituições municipais de ensino. A mostra pública foi um desdobramento do concurso de cartões do Natal Imperial que premiou os alunos da rede pelos desenhos mais significativos e ficou aberta à visitação no Palácio de Cristal desde dezembro. As crianças foram convidadas a liberar sua criatividade em desenhos que valorizavam o Natal como uma importante data para a humanidade. Trezentas e seis crianças, com idades entre 3 e 13 anos, participaram da exposição, durante todo o Natal Imperial, que promoveu diversas atrações de dança, música, teatro e contação de histórias em toda a cidade.

O projeto envolveu as seguintes instituições de ensino: Escola Municipal (EM) Stefan Zweig; Escola Municipalizada Santa Terezinha, EM Rotary; EM Hildebrando de Carvalho; EM Leonardo Boff; Escola Municipalizada Sérgio Ribeiro Rocha; Escola Germano Valente; EM Vereador José Fernandes da Silva; Escola Doméstica Nossa Senhora do Amparo; Centro Educacional (CEI) Irmã Dulce, CEI Professora Patrícia Ferreira e Silva Freitas; CEI Olívia Machado da Costa Nogueira; CEI Criança Santa Edwirges; CEI Deise Eloi Gomes; CEI da Casa da Solidariedade Nossa Senhora Aparecida; CEI Inês Belarmino de Souza; CEI São Charbel e CEI Jorge Rolando da Silva.  

Concurso de cartões do Natal Imperial - Onze alunos da rede municipal tiveram seus desenhos selecionados pelo concurso e foram premiados com kits de livros e com a bola oficial da Copa do Mundo 2014, a “Brazuca”, durante solenidade realizada no Centro de Cultura Raul de Leoni, no dia 19/12, com a presença da chefe de Gabinete Luciane Bomtempo. Os desenhos foram impressos e se transformaram no cartão de Natal oficial da Prefeitura, enviados a autoridades de todo o país como uma mensagem de paz, amor e solidariedade.

Segundo a secretária de Educação, Mônica Freitas, projetos extracurriculares como este sensibilizam os alunos para o espírito coletivo. “É um projeto especial e diferente, que nasce da emoção e do sentido de despertar o sentimento de solidariedade, fraternidade, respeito e amor ao próximo”, afirmou.

A Comdep está concluindo o desassoreamento do Rio São Rafael, que corta o Quarteirão Ingelheim. Iniciado na última quinta-feira (2/1), o serviço terminará nos próximos dias, evitando que moradores das casas da região sejam prejudicados em dias de chuvas fortes. Cerca de 20 funcionários estão trabalhando no local utilizando uma retroescavadeira, uma escavadeira hidráulica e um caminhão.

Com o rio assoreado, a água retorna às casas pelas galerias pluviais durante os períodos de chuva forte. Por isso, a ação da Comdep é fundamental.  Os moradores da região registraram aos funcionários da Comdep que não se lembram da última vez que uma ação deste porte foi realizada no local.

“Sabemos que é uma demanda antiga da comunidade. O rio é pequeno, assoreado e não dava conta da água que descia e jogava de volta para as casas”, explicou o presidente da Comdep, Hélio Dias. O trabalho já foi realizado no Parque São Vicente e no Retiro e a pedido do prefeito Rubens Bomtempo, a Comdep está identificando outros pontos da cidade para receber o mesmo serviço, como o bairro Duarte da Silveira, próximo da lista.

O vento de grandes proporções e a pancada de chuva na região de Corrêas na sexta-feira (3/1) geraram, neste fim de semana, um total de 50 ocorrências na Secretaria de Proteção e Defesa Civil: todas já atendidas e nenhuma com gravidade. A Prefeitura garantiu, mais uma vez, uma rápida resposta aos eventos naturais comuns no verão em Petrópolis.

Já na sexta-feira, o Plano de Contingência do município foi acionado pela Defesa Civil e outros órgãos foram chamados: as concessionárias Ampla e OI-Telemar, a Comdep e o Corpo de Bombeiros. Assim, a Comdep começou na mesma noite a limpeza e a retirada de árvores e galhos que caíram no pátio do Hospital Alcides Carneiro (HAC) e em ruas próximas. O trabalho envolveu 55 homens, continuou no sábado e nesta segunda-feira (6/11).

Mesmo com a queda de árvores na fiação da rede elétrica, os atendimentos no Hospital Alcides Carneiro não foram interrompidos e nenhum paciente foi prejudicado. Durante a noite de sexta-feira, a unidade utilizou geradores. Naquela madrugada, o fornecimento de energia foi normalizado. Duas pessoas foram atingidas por queda de galhos de árvores, sem gravidade. Elas foram prontamente atendidas e liberadas no mesmo dia.

No bairro da Glória, foram cerca de 50 casas destelhadas. Uma teve que ser interditada pela Defesa Civil, por ser uma construção precária e pela falta de manutenção. Nas demais, a Defesa Civil distribuiu lona para os moradores.

Neste verão, a população deve ficar atenta e seguir as orientações da Secretaria de Proteção e Defesa Civil. No caso de chuvas fortes, os moradores de áreas de risco devem sair imediatamente de suas casas e procurar locais seguros, como pontos de apoio ou casas de amigos e parentes que não fiquem em áreas de risco. Para a prevenção de desastres naturais, é preciso que a população não jogue lixo nos rios, ruas ou encostas. No sinal de qualquer instabilidade no imóvel ou no terreno, o morador deve ligar para a Defesa Civil, no 199, solicitando uma vistoria preventiva. O telefonema e o serviço são gratuitos.

Até o dia 10 de janeiro, todos os contribuintes estarão com os carnês do IPTU 2014 em mãos para pagamento. Os petropolitanos devem aproveitar os descontos, maiores que 2013, para o pagamento em cota única que chegam a 12%. Quem não receber o carnê do imposto deve procurar imediatamente a secretaria de Fazenda (Rua 16 de Março, nº 183) ou ainda emitir o documento pela internet no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

O reajuste do IPTU para este ano levou em consideração a média de dois índices: o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que foi de 5,99% e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), de 8,16%. “Em cima dessa média ainda reduzimos o reajuste para 2014 em 3% e chegamos a um percentual de 6,86% de aumento”, explicou o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa.

Os descontos de 12% valem para a primeira cota, que vence dia 21 de janeiro. Quem continuar optando pelo pagamento à vista ainda pode se beneficiar com os descontos de 10% com vencimento no dia 17 de fevereiro ou ainda 7% no prazo final de 17 de março.

Apenas o contribuinte que estiver em dia com o município terá direito aos descontos. “Não perderá essas condições especiais quem procurar a secretaria para regularizar a situação”, ressaltou Patuléa, informando ainda que os débitos podem ser quitados em até 120 parcelas.

Para isso, a Prefeitura montou um atendimento especial com dois postos: um na própria secretaria de Fazenda, na Rua 16 de Março, nº183 e outro na secretaria de Planejamento, na Rua da Imperatriz, nº264. As unidades vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h a partir desta primeira semana de janeiro.

Nome no Serasa - Os contribuintes, pessoa física ou jurídica, que possuírem cinco inscrições ou mais no cadastro imobiliário da secretaria de Fazenda e não estiverem em dia com os tributos relativos aos imóveis, terão seus nomes ou razão social inscritos nas instituições de proteção ao crédito enquanto não quitarem seus débitos com o município.

“Com essa iniciativa estaremos promovendo, sobretudo, justiça fiscal e preservando o contribuinte que realmente utiliza seu imóvel como bem de sua família e o bom pagador, aquele que está em dia com seus impostos e obrigações com o município”, finalizou Patuléa.

Notícias por data

« Agosto 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP