O Conselho dos Direitos da Mulher (Comdim) promove nesta sexta-feira (13/9), a partir das 9h30, no auditório da Faculdade Arthur Sá Earp (Fase), o I Encontro de Conscientização sobre a Doença Falciforme. O objetivo é esclarecer a população sobre a enfermidade, que é hereditária e se caracteriza pela alteração nos glóbulos vermelhos do sangue. O encontro contará com a participação de médicos especialistas em hematologia, profissionais da Secretaria de Saúde, portadores da doença e suas famílias e é aberta ao público.

A primeira palestra, às 10h30, será da médica hematologista do Hospital Alcides Carneiro e professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis, Carla Andréa Ferreira, que vai explicar o que é a doença, suas complicações e os avanços da medicina no assunto. Logo após, haverá um debate que contará com a participação de pessoas portadoras da doença e suas famílias. Na parte da tarde acontece a palestra Linha de Cuidado na Doença Falciforme, do médico hematologista pediátrico do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro Paulo Ivo Cortez de Araújo. Ele também é coordenador do Programa de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro.

Os portadores da doença falciforme possuem hemáceas em formato de foice e textura enrijecida, o que diculta a circulação do sangue e o transporte de oxigênio para os tecidos. O diagnóstico precoce pode ser realizado por meio do Teste do Pezinho, já na primeira semana de vida do bebê e antes mesmo de a criança nascer, pelos exames pré-natais. Caso positivo, o parto não pode ser o normal ou natural e deve ser realizado no 8º mês de gestação, sempre com o acompanhamento do obstetra. Toda a população precisa estar atenta a esses cuidados e aos sintomas mais comuns como anemia profunda, dor nas articulações, dores generalizadas, febre, cor amarelada nos olhos e infecções.

Mais informações:

Endereço: Avenida Barão do Rio Branco, 1003, Centro

Horário: das 9h às 16h

Inscrição: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A implantação de uma unidade móvel itinerante para o atendimento a mulheres de áreas mais afastadas e a formalização de um consórcio para a disponibilização de uma casa de passagem para vítimas de violência doméstica foram apresentadas na noite da última terça-feira (10/09), durante a reunião do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher – Condim, no gabinete do Prefeito Rubens Bomtempo.O encontro contou pela primeira vez com a presença da subsecretária de Estado de Políticas Públicas para Mulheres, Adriana Mota, que esteve em Petrópolis conhecendo as ações do município, de auxílio às mulheres.  

Junto com a superintendente de Enfrentamento de Violência Contra a Mulher, Marcelle Lyra, Adriana Mota se reuniu com a presidente do Condim, Luciane Bomtempo e com a coordenadora do Centro de Referência e Atendimento a Mulher – CRAM, Drica Madeira. “Estamos nos articulando e a casa de passagem, por exemplo, é uma ferramenta importante de auxílio à mulher. O consórcio deve ser formalizado, pois com a casa estaremos oferecendo uma alternativa para as vítimas”, disse Luciane. 

Durante a visita, a subsecretária elogiou o trabalho realizado pelo CRAM e destacou o “papel de protagonismo” de Petrópolis na Região Serrana, que ainda em 2007 inaugurou o espaço. “A medida  mostra o interesse do governo no assunto. A ideia é fortalecer e trazer outras políticas públicas voltadas para os direitos das mulheres”, disse a  subsecretária.  

Duas unidades móveis de atendimento a mulher, segundo a subsecretária, estão sendo adquiridas e Petrópolis estará incluída no cronograma de visitas. O ônibus onde as mulheres serão recebidas conta com profissionais de diferentes áreas, desde assistentes sociais a advogados e psicólogos. 

Já a casa de passagem funciona como uma acolhida temporária para onde as mulheres podem ser levadas para permanecerem alguns dias até definirem qual caminho seguir, se para casa de parentes, outros municípios ou até mesmo para uma casa-abrigo, onde ficariam por tempo indeterminado.

Quinta, 12 Setembro 2013 - 10:21

Bomtempo abre “Costura Rio”

O prefeito Rubens Bomtempo abriu oficialmente a primeira edição do “Costura Rio”, uma feira de negócios totalmente voltada ao setor têxtil e de confecção da região. Durante a solenidade, que aconteceu na noite de terça-feira no Theatro Dom Pedro, Bomtempo anunciou que o “Costura Rio” fará parte do calendário oficial de eventos da cidade.

“O setor têxtil é a nossa principal vocação e essa é uma realização que gera um importante impacto econômico e estimula cada vez mais a nossa indústria criativa. O evento está fixado no calendário e tenho certeza que para as próximas edições envolveremos ainda mais parceiros”, disse o prefeito.

O “Costura Rio” acontece entre os dias 11 e 14 de setembro no Hiper Shopping ABC. A expectativa do Sindicato das Indústrias de Confecções de Petrópolis (Sindcon) e da Prefeitura, realizadoras do evento, é a de que três mil pessoas passem pela feira. O volume de negócios deve ultrapassar os R$ 80 milhões no decorrer do ano.

O presidente do Sindcon, Addison Meneses, explicou que a feira reúne prestadores de serviço, fornecedores de maquinário e de matéria-prima, além de profissionais da área de tecnologia. O Sebrae, a Firjan e o Senai Moda Design também estão presentes e apresentam novidades para técnicas de venda, além de abordarem a situação atual do mercado e as possibilidades de crédito.

Rodadas de negócios, palestras e seminários técnicos estão entre a programação do “Costura Rio”, que teve como primeiro palestrante o estilista Walter Rodrigues. Também participaram do evento a coordenadora regional do Sebrae, Cláudia Pacheco, a gerente de moda do Senai, Cristiane Alves e o representante da Kappauns, Jorge Kappaun.

Depois da festa do colono alemão no início do inverno, chegou a vez de Petrópolis celebrar suas raízes italianas: a primavera vai chegar à cidade ao ritmo de tarantela da Serra Serata – a Festa Italiana de Petrópolis, que será realizada no Palácio de Cristal. A abertura será no dia 18, quarta-feira, com programação noturna. Na quinta, às 12h, abre-se o espaço de gastronomia, que funcionará todos os dias à tarde e à noite. Os shows acontecem à noite nos três primeiros dias e, no sábado e domingo, a alegria se estenderá pelo dia inteiro.

A festa é promovida para valorizar o legado deixado para a cidade e o povo petropolitano pelos imigrantes italianos e também para homenageá-los. Vindos para trabalhar nas primeiras fábricas de tecidos, eles acabaram se tornando os antepassados de um terço da nossa população. Segundo estimativas, são mais de 100 mil descendentes de italianos, que ostentam cerca de 15 mil sobrenomes das famílias vindas, principalmente, da região do Vêneto.

Para começar, a Serra Serata irá destacar, a partir deste ano, personalidades importantes no cenário nacional que sejam de origem italiana e tenham vivido em Petrópolis. Como primeira homenagem, uma exposição de fotos e trajes de luxo vai contar a história das lendárias irmãs Mena Fiala e Cândida Gluzman. Mena, a diretora da famosa Casa Canadá, centro de moda no Rio de Janeiro durante os anos dourados, e Cândida, a estilista, compartilharam as honras e o esforço de colocar o Brasil na modernidade, em termos de moda. Nos 33 anos que estiveram à frente da Casa Canadá (de 1934 a 1967), elas introduziram no país todos os avanços e o glamour da alta-costura parisiense de então.

 

Mais novidades

Neste ano, a Serra Serata inaugura um novo formato. Terá cenografia especial, com três atrações irresistíveis: uma exposição das famosas máscaras típicas dos carnavais de Veneza, uma autêntica gôndola – expressão do romantismo daquela cidade – e um painel reproduzindo uma vila da Toscana, diante do qual o visitante poderá se fazer fotografar como se estivesse sentado ao sol da Itália.

Na área da programação, outra novidade: a dança agora é para todos, não apenas para ser vista em shows. Um baile no Palácio de Cristal – feito nos moldes dos tradicionais bailes de máscaras do Carnaval de Veneza – irá garantir isso, dando espaço para todos expressarem sua alegria com descontração e muito charme. Serão distribuídas, na entrada do palácio, máscaras de papel, reproduzindo as originais.

As demais atrações também estão na medida certa para contagiar a cidade: a celebrada gastronomia, lembrando os sabores da mamma, as apresentações de danças folclóricas, a poesia, as artes circenses, o artesanato, a música, nos variados estilos da tradição italiana – da animada tarantela a peças eruditas, passando pelas canzones românticas. Nos shows, cantores, bandas vocais, conjuntos instrumentais, orquestras e corais – estes, uma das tradições italianas que se tornaram forte traço da cultura petropolitana. E um destaque: o ator e cantor Daniel Boaventura, que gravou o álbum Italiano quando atuava na novela Passione, no papel de um policial e cantor.

A Serra Serata é uma realização da Prefeitura de Petrópolis e Ministério da Cultura, organizada pela Fundação de Cultura e Turismo e Casa D’Italia Anita Garibaldi.

 

Serviço:

“Serra Serata 2013 – A Festa Italiana de Petrópolis”

Data: 18 a 22 de setembro de 2013.

Local: Palácio de Cristal

Endereço: Rua Alfredo Pachá, s/nº - Centro - Petrópolis/RJ. Tel: (24) 2247-3721

Horário de funcionamento: quinta e sexta, das 12h às 23h; sábado e domingo, das 10h às 0h.

Entrada franca

Informações: Disque Turismo - 0800 024 1516

A prefeitura começará a colocar em prática no dia 29 de novembro – Dia Municipal de Redução de Desastres – o Plano de Contingência de Petrópolis. O documento será construído em conjunto pela Defesa Civil e demais secretarias de governo e órgãos estaduais. O plano tem como objetivo otimizar a resposta do município aos desastres das chuvas. A intenção do governo é que o número de mortes em Petrópolis chegue a zero no caso de fortes chuvas.

A apresentação do cronograma do plano aconteceu na noite da última segunda-feira (09/09), na sede da Defesa Civil, na Rua Buarque de Macedo, no Centro. O vice-prefeito Luiz Fernando Vaz, secretários de governo e representantes do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), do Ministério Público e da Câmara Municipal participaram da apresentação feita pelo secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, e pelo diretor de Administração da secretaria, major Gileno.

O plano será elaborado até o dia 30 de outubro. A ideia é que cada instituição participante apresente a relação de recursos materiais e humanos existentes para o atendimento a emergências e desastres. Com o Plano de Contingência, a função de cada órgão ficará bem definida na prevenção de tragédias. No dia 31 de outubro, o plano será assinado pelo prefeito.

“O governo tem investido muito em prevenção. Este é o período que temos para preparar, não só a Defesa Civil, como a população para as chuvas de novembro a abril”, disse o secretário Simão. O vice-prefeito Luiz Fernando Vaz completou que a prevenção de tragédias é uma tarefa que abrange todo o poder público municipal e estadual. Ele também afirmou que é preciso um trabalho conjunto nesse setor.

Sirenes testadas para garantir bom funcionamento no verão – No dia seguinte à apresentação do cronograma, a Defesa Civil realizou o teste mensal das 18 sirenes instaladas em Petrópolis. Os equipamentos compõem o Sistema de Alerta e Alarme – principal ferramenta da Defesa Civil para a prevenção a curto prazo de tragédias causadas pelas chuvas.

Cinco sirenes foram acionadas remotamente, pela internet, da sede da Defesa Civil. As outras 13 tiveram que ser acionadas manualmente. Antes do próximo verão, todas as 18 poderão ser acionadas à distância, por meio de fibra óptica e internet 3G. O secretário Rafael Simão, explicou que o teste mensal das sirenes, a cada dia 10, é a garantia da secretaria de que o sistema está sendo melhorado.

“É a melhor ferramenta que a Defesa Civil possui hoje para avisar as comunidades. Quando temos a confirmação de uma chuva forte em um dado espaço de tempo, fazemos o acionamento. As pessoas que moram em locais de risco vão buscar um local seguro, não necessariamente um ponto de apoio. Pode ser a casa de um amigo ou parente”, disse o secretário.

Ao todo, a cidade também possui 27 pluviômetros automáticos instalados pela Defesa Civil em parceria com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Cerca de mais 30 pluviômetros semiautomáticos estarão em funcionamento ainda neste mês, e estão previstas outras dezenas de equipamentos para Petrópolis. Com os pluviômetros, a Defesa Civil acompanha em tempo real a incidência de chuvas nas áreas de risco, podendo acionar as sirenes.

Até o fim do ano, serão criados 50 Núcleos Comunitários De Defesa Civil (Nudecs), formando 1,5 mil agentes comunitários, que passarão a atuar na prevenção de desastres. Eles ajudarão na orientação dos moradores no casos de as sirenes serem acionadas.

Esta quarta-feira (11/9) será o dia da abertura da Maratona Escolar Cidade dePetrópolis, que consiste na realização de provas de português, matemática, história e geografia de Petrópolis a serem realizadas a partir de 12h30, no Liceu Cordolino Ambrósio, campus I. O projeto acontece desde 1952 e tem como objetivos incentivar o estudante a conhecer a história e a geografia do seu município, promover a produção literária e o conhecimento da língua portuguesa e da matemática.

Cada unidade escolar participante inscreveu para as provas três alunos e um suplente de 5º ou 9º anos em cada disciplina. As quatro primeiras equipes que se saírem melhor nos exames receberão troféus e medalhas. Além disso, todos os alunos participantes receberão certificados.

Para o desenvolvimento do projeto, há uma comissão formada por onze professores que trabalham na elaboração e correção das provas, além de um professor coordenador.

A Academia Brasileira de Poesia, na Casa Claudio de Souza (Praça da Liberdade, 247), receberá nessa quarta-feira (11/9), às 9h, alunos das escolas municipais Anna Mohammad e Monsenhor João de Deus Rodrigues. O encontro faz parte do projeto Visita à Casa da Poesia, desenvolvido desde o início de maio por meio de uma parceria da Academia com a Secretaria de Educação.  

Segundo a presidente da Academia, Catarina Maul, o projeto tem o intuito de promover um encontro entre alguns membros da entidade, suas histórias, sua obra e os estudantes.  “Essa visita permitirá uma experiência única na vida de muitos que sonham conhecer de perto um escritor. Além disso, a entidade deve ser um espaço de movimento, integração e que se preste ao verdadeiro papel de utilidade pública para com a sociedade”, afirmou Maul.

A abertura da visita contará com uma explanação acerca da história da Academia, leituras de poemas dos patronos, demais titulares ocupantes das cadeiras, ativos ou falecidos. Os acadêmicos presentes irão relatar suas experiências com a poesia, o início do seu envolvimento com ela e realizar leituras e declamações, incentivando os alunos a participem, resultando em um sarau. Alguns livros também serão doados pela instituição para a biblioteca das escolas envolvidas.

A Secretaria de Educação recebeu na tarde desta segunda-feira (9/9) a substituição dos gêneros alimentícios devolvidos aos fornecedores no dia 27 de agosto, por estarem com o prazo de validade avançado. O estoque recebido contabilizou 1.373 kg de gelatina em pó; 281,6 kg de biscoito Cream Cracker e 15,5 kg de aveia em flocos.

Para a secretária de Educação, Mônica Freitas, essa ação tem por finalidade valorizar o dinheiro público: “Quando uma diretora de escola descarta alimentos por estarem fora da validade, ela está desperdiçando o dinheiro público. O nosso trabalho aqui é preventivo. Com essa troca de mercadorias, poderemos garantir que alimentos não sejam desperdiçados”, afirmou. “Esse foi o objetivo desde o início das trocas negociadas com os fornecedores”, finalizou.

A Secretaria de Educação vai apresentar todos esses recibos referentes às trocas de mercadorias na reunião do Conselho Municipal de Educação (COMED), a ser realizada amanhã.

Começou nesta segunda-feira (9/9) o curso de Capacitação para Condutores de Vitórias, oferecido pela Prefeitura aos charreteiros da cidade. Serão sete aulas, realizadas às segundas-feiras, na Fundação de Cultura e Turismo. A aula inaugural teve como tema as doenças dos equídeos e foi ministrada pelo veterinário do Núcleo do Bem-Estar Animal, Fábio Lopes. A chefe do Núcleo, Rosana Portugal e a diretora de Turismo da Fundação, Evany Noel, também estiveram presentes.     

Rosana Portugal explicou que o curso é obrigatório para os 22 condutores de Vitórias da cidade. No final, será aplicada uma prova e os participantes receberão diplomas. “Falaremos sobre assuntos básicos, como a importância da higiene e da vermifugação, além de aulas sobre a história de Petrópolis e leis de trânsito. Essa é mais uma ação que demonstra que estamos junto com os condutores não só fiscalizando, como também orientando e esclarecendo dúvidas”, afirmou a veterinária.

As irmãs gêmeas Tainara e Tainã de Oliveira, de 27 anos, que trabalham há quatro anos como condutoras de Vitórias, elogiaram a iniciativa. “É importante para que possamos nos atualizar em relação às doenças que podem atacar nossos animais. São coisas que lidamos no dia a dia e as aulas nos ajudam a aprender como agir”, disse Tainara.     

O charreteiro Anderson Granja afirmou que o curso é importante também para esclarecer a população sobre os cuidados que os condutores de Vitórias têm com os seus animais. “Queremos que todos saibam que nós nos preocupamos com o bem-estar dos nossos cavalos e estamos sempre contando com o auxílio de veterinários para que os animais fiquem sempre saudáveis”, informou.    

A próxima aula, dia 16, também será sobre a saúde dos equídeos.  Logo depois, três aulas sobre a história de Petrópolis serão ministradas pela turismóloga e chefe de gabinete da Diretoria de Turismo, Raquel Neves e por fim, duas aulas preparadas pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans).

Notícias por data

« Agosto 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP