Quarta, 08 Abril 2015 - 07:34

Arte e Emoção na Galeria Van Dijk

São apenas cores e movimento sobre telas, mas capazes de mexer com a emoção do observador. O trabalho da pintora Lê Borges, em sua primeira exposição individual, está agradando em cheio os visitantes da galeria Van Dijk, no Centro de Cultura Raul de Leoni. A mostra, promovida pela Prefeitura de Petrópolis por meio da Fundação de Cultura e Turismo, foi aberta à visitação nesta terça-feira, 7 de abril, e tem 14 trabalhos em estilo abstrato, feitos com técnica de pintura fluida com tinta e massa acrílica. Vai até o dia 3 de maio, com entrada franca.

A artista – Lê Borges, ou Elaine Bordes das Graças Farsura, é uma petropolitana de 35 anos que fazia teatro, mas mudou-se 12 anos atrás para Carmo, cidade pequena no interior do estado. Ali, longe da arte que praticava, sentia a falta da expressão artística e, quase por acaso, descobriu um novo talento. “Sete anos atrás, resolvi criar um quadro para decorar minha casa, e me surpreendi com o resultado. Todos os amigos que nos visitavam também se admiravam e me estimularam a continuar pintando.” Muitos quadros depois, mais alguns cursos que posteriormente procurou fazer para se aperfeiçoar e bastante pesquisa na internet, a artista começou a apresentar as primeiras telas ao público em mostras coletivas na cidade onde mora, até chegar à atual exposição, em Petrópolis.

Lê se inspira no trabalho do russo Vassily Kandinsky, precursor do abstracionismo, e do americano Jackson Pollock, que foi uma referência no expressionismo abstrato. Foi utilizando a técnica desenvolvida por ele que ela passou a explorar seu novo campo de trabalho: “Comecei usando o gotejamento da tinta, como Pollock, e depois passei à pintura fluida em tinta acrílica”, relata. Do hábito de deitar-se no terraço de sua casa, em Carmo, para observar a infinidade de estrelas que preenchem o céu noturno longe das luzes das grandes cidades, a artista tirou a inspiração para a série de telas que compõem a mostra. Todas representam galáxias.


Explosão de Sentimentos – “Adorei a exposição”, comentou a adolescente Gabriela Guimarães, de 13 anos. “Gosto de arte, de coisas como música e pintura, e até desenhei algumas telas com guache, quando criança, estimulada pelo meu padrasto, já falecido, que gostava de pintar. Achei
muito bonitos todos estes trabalhos.”

Sua mãe, Regina Guimarães, também aproveitou para conferir a mostra e admirou o que viu: “Gosto muito de arte abstrata e achei lindos os quadros! Não tenho um conhecimento mais profundo de pintura, não sou uma especialista, mas achei que as telas retratam bem, nas cores fortes, a explosão de sentimentos, como diz o próprio nome da exposição. E são muito bonitas.”

A mostra pode ser visitada todas as tardes até o primeiro domingo de maio, com exceção das segundas-feiras, quando a galeria fecha para manutenção. De terça a sábado, o horário é das13h às 18h, e aos domingos, das 13h às 17h. O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá, 305, Centro Histórico. O telefone é (24)2233-1200. A classificação é livre.

Outras informações com o Disque Turismo: 0800 024 1516.

A comunidade de Madame Machado, em Itaipava, passará a contar nesta quarta-feira (8/4) com um Núcleo Comunitário de Defesa Civil (Nudec). A partir das 14h, moradores da região serão capacitados para atuar como voluntários da Defesa Civil, aprendendo sobre prevenção e resposta a desastres das chuvas. O curso gratuito de criação do Nudec será promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, na Cozinha Comunitária de Madame Machado, na Rua Geraldo Lourenço Dias. Não é necessário se inscrever.

A proposta do curso é deixar a comunidade mais segura em relação às chuvas. Como explicou o secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, a prevenção de desastres naturais aumenta quando há a participação do poder público e da população. “São os moradores que melhor conhecem sua comunidade. Então eles poder ajudar, e muito, a Defesa Civil a prevenir desastres das chuvas. Nós temos avançado muito em prevenção desde 2013, mas temos muito ainda a fazer. E esse trabalho fica mais produtivo quando há o envolvimento da comunidade”, disse Simão.

No curso de criação do Nudec, os moradores aprendem noções básicas de Defesa Civil, dicas de como deixar sua casa mais segura, o que fazer antes, durante e depois de chuvas fortes, entre outras orientações. Desde 2013, a Prefeitura já criou 56 Nudecs, capacitando mais de 500 voluntários.

A criação do Nudec de Madame Machado faz parte da série de ações que a Prefeitura vem fazendo na comunidade desde março. Após reunião do prefeito Rubens Bomtempo com secretários na região, ele deu início a uma série de intervenções na localidade, incluindo a inauguração de um Centro de Inclusão Digital, melhorias de iluminação, pintura da quadra e reforma do posto de saúde, entre outras medidas.

A Prefeitura realizará, nesta quinta-feira (9/4), uma audiência pública para debater a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016. O documento, que define as principais diretrizes e metas da administração municipal para o ano seguinte, será encaminhado na próxima semana à Câmara Municipal para votação. A audiência será realizada na Sala de Cinema Humberto Mauro, no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá.

A LDO representa o planejamento econômico da Prefeitura para 2016, com as metas fiscais, as prioridades, as estimativas de gastos com pessoal e encargos sociais, as disposições do município em relação à dívida pública e a alterações na legislação tributária, entre outros temas.

A LDO 2016 tem com base o Plano Plurianual (PPA) 2014-2017 e servirá de base para a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2016, a ser votada pela Câmara Municipal até o fim do ano.

“É importante que a população compareça. A sociedade deve aproveitar esses espaços de participação popular para debater políticas públicas e os rumos que o município está tomando. Participando, dando sugestões para a LDO 2016 e debatendo as nossas prioridades, a população estará ajudando o poder público a eleger as prioridades para o próximo ano no município”, disse o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Robson Cardinelli.

SERVIÇO
Audiência pública: Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2016)
Quinta-feira (9/4/2015), às 18h30
Sala de Cinema Humberto Mauro – Centro de Cultura Raul de Leoni
Praça Visconde de Mauá

A Prefeitura deu início à elaboração do Programa Engenheiro e Arquiteto de Família, que possibilitará melhorias estruturais em casas que ofereçam riscos para moradores de baixa renda. Para a elaboração e execução do programa, a Prefeitura firmou parceria com a Universidade Católica de Petrópolis (UCP), que disponibilizará estudantes de Engenharia para que, por meio de estágio, participem do projeto. A proposta é que a Prefeitura reduza os riscos de desastres das chuvas no município, com intervenções que deixem as casas mais seguras, no caso de moradores que não têm condições financeiras de contratar um engenheiro ou um arquiteto.

A ideia é que o trabalho seja realizado em conjunto por técnicos da Prefeitura, técnicos contratados especialmente para o programa e os estudantes de Engenharia. Eles terão a responsabilidade de elaborar projetos técnicos de reforma dessas casas. A Prefeitura também contará com o apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RJ), que cobrará taxas sociais, mais baratas, dos projetos técnicos.

“Esse será mais um importante passo que vamos dar em relação à Defesa Civil. Estamos falando de um programa que dará mais segurança à população, sobretudo àquelas famílias que mais precisam. Para isso, vamos estreitar os laços do poder público com a universidade. Hoje todas as médias e grandes cidades do Brasil sofrem com o problema da ocupação desordenada do solo urbano, e em Petrópolis não é diferente. Seria muito difícil para o poder público arcar sozinho com essa responsabilidade. Por isso, precisamos de parceiros”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Neste mês, Bomtempo já realizou duas reuniões com o reitor da UCP, padre Pedro Paulo de Carvalho Rosa, diretores da universidade e secretários de governo. “Estamos dispostos a abraçar o projeto, colocando todas as nossas forças à disposição”, disse o reitor da UCP.
O decreto de criação do Programa de Engenheiro e Arquiteto de Família também trará informações sobre um grupo de trabalho para discussão de detalhes técnicos do projeto, envolvendo representantes de secretarias de governo e da UCP. A proposta é que o programa seja implantado, inicialmente, em uma comunidade, para que em seguida seja levado para outras regiões do município.

“Muitas casas em Petrópolis representam risco a moradores e vizinhos por causa do baixo padrão construtivo. São casas construídas sem a orientação de um técnico responsável. Com esse programa, um engenheiro ou um arquiteto farão os projetos de reforma que dará mais segurança aos moradores. A administração do prefeito Rubens Bomtempo vem se caracterizando por atuar em várias frentes para reduzir os riscos relacionados às chuvas em Petrópolis, e essa será mais um frente importantíssima”, disse o secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão.

"Os jovens de hoje acham que estão imunes à contaminação. Se contraem o vírus, acreditam que é só tomar os remédios que poderão levar uma vida normal. Não é bem assim. Para manter o vírus HIV sob controle, tomo um coquetel de medicamentos por dia. Não é fácil. Ainda convivo com outras complicações, como crises diárias e severas de diarreia”. Foi assim, de forma direta, clara e objetiva, que o produtor cultural Rafael Bolacha falou nesta terça-feira (7/4), data em que comemora-se o Dia Mundial da Saúde, a estudantes em evento realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, em parceria com a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (Fase). A palestra, realizada no auditório da Fase, falava de responsabilidade e mostrava a importância das práticas sexuais seguras e da realização do teste rápido para detecção do vírus da Aids.

A conversa com o produtor cultural Rafael Bolacha, que faz parte do projeto “Uma Vida Positiva”, foi realizada no auditório da Fase e contou com a presença de estudantes da rede pública e privada da cidade. “Atualmente os jovens lidam com o HIV como se não fosse nada e a vinda do Rafael Bolacha tem o objetivo de revelar outra visão, da importância de se cuidar e de fazer o teste rápido”, disse a coordenadora do Programa Municipal DST/Aids e Hepatites, Maria Inês Ferreira.

Rafael Bolacha descobriu a doença em 2009 e desde então criou um blog e escreveu um livro contando sua experiência. “No Brasil, eu vejo o HIV como um problema mais social do que de saúde. Ainda estamos atrasados nesta questão. Por isso, o meu objetivo é estimular a conversa, fazer com o jovem fale sobre o assunto e que o HIV seja colocado em pauta”, comentou. “Acho que ficamos sem referência e as coisas ficaram meio mascaradas. Para a minha geração, as referências de Cazuza e Renato Russo já eram muito distantes, e a imagem deles não condiz com o momento atual da doença. Acho que hoje faltam referências no país. Isso é importante, uma vez que os jovens pensam muito nesses “modelos”. Aqui, num país que é referência no tratamento, não temos isso”.

Após a palestra, os estudantes participaram de um bate-papo com Rafael e assistiram a um espetáculo de dança contemporânea “Da Razão do Vermelho”, baseado no livro “Uma Vida Positiva”. “O espetáculo fala das relações, dos medos, das minhas experiências nos primeiros três anos após a descoberta do vírus. Expresso na dança o que escrevi no livro”, contou.

A comissão organizadora da campanha “IPTU em dia dá prêmio” está com as atenções voltadas para o próximo sorteio da loteria federal, que será realizado nesta quarta-feira (oito de abril). Isso porque os números contemplados nos dois últimos concursos, realizados nos dias 28 de março e primeiro de abril, foram acima do número de inscrições do cadastro imobiliário. Ao todo, o município conta com 641.262 inscrições e os números sorteados foram acima de 800 mil.

O regulamento prevê que, caso o número sorteado não corresponda a inscrição no cadastro imobiliário, a base será o concurso seguinte. “A combinação de números surgida nos dois últimos sorteios não era válida. Isso porque ultrapassava o número de cadastros imobiliários válidos no município. A regra é clara: se o número não for válido, vale o sorteio da Loteria Federal seguinte. O próximo sorteio é na quarta-feira. Se, mais uma vez, não tivermos contribuinte correspondente, teremos que aguardar o sorteio seguinte, no sábado. Seguimos a lei, decreto e resolução que institui a campanha e há uma comissão que acompanha os sorteios. Tudo está sendo feito de forma bastante transparente”, disse o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléia, que torce para que o vencedor seja conhecido logo. “Todos estamos esperando por isso”, avisou.

Além do secretário de Fazenda, a comissão é formada pela secretária de Controle Interno, Rosângela Stumpf; o presidente da OAB Petrópolis, Antônio Carlos Machado; e o presidente da Associação dos Profissionais Contabilistas de Petrópolis, José Carlos Machado da Silva.    

O regulamento prevê que o número contemplado consistirá na combinação dos dois últimos números do primeiro prêmio da Loteria Federal, e o último algarismo do segundo, terceiro, quarto e quinto primeiros prêmios da extração indicada, lidos nesta ordem. “É importante lembrar que, para que seja considerado apto a concorrer ao carro, o contribuinte tem que estar em dia com o pagamento do IPTU. Caso não esteja, será desclassificado e seguiremos critérios previstos no regulamento até chegar ao número do cadastro do ganhador do carro”, explicou.  

A campanha “IPTU em Dia dá Prêmio” visa estimular e conscientizar a população sobre a importância de estar em dia com o pagamento do imposto. A iniciativa, inédita deu resultados: milhares de contribuintes estiveram na secretaria para renegociar dívidas.     

Para que o número do cadastro imobiliário seja considerado válido para o sorteio do veículo, da marca Volkswagen, (modelo UP), o cidadão não pode ter débito de IPTU referente ao exercício em curso, aos anteriores e, ainda, parcelas não pagas de negociações da dívida ativa até o dia 28 de março.

A Prefeitura deu mais um passo para deixar as escolas do município mais seguras: nesta segunda-feira (6/4), pela manhã, professores e funcionários do Centro de Educação Infantil (CEI) Rosângela da Silva Leonardo, no Meio da Serra, participaram de um curso de primeiros socorros, aprendendo a fazer o primeiro atendimento às crianças, no caso de uma emergência. O curso foi promovido pela Secretaria de Proteção e Defesa Civil em parceria com a Cruz Vermelha de Petrópolis.

Os professores e funcionários aprenderam o que fazer e o que não fazer no caso de queimaduras, engasgos, fraturas, hemorragias e outras emergências, como fazer acionamento do socorro, a abordagem e o transporte da vítima, entre outras orientações. O objetivo do curso é deixar as crianças da unidade mais seguras.

“Para avançarmos em Defesa Civil, é preciso investir em prevenção e em resposta. Além de trabalharmos para evitar que um acidente ocorra, temos que estar preparados para o caso de um acidente ocorrer. E é isso que tem que ser feito em escolas e centros de educação. Além de evitar acidentes envolvendo crianças, professores e funcionários devem saber o que fazer se esse acidente ocorrer”, disse o secretário de Proteção e Defesa Civil.

O diretor administrativo da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, Gileno Alves, que ministrou o curso ao lado de integrantes da Cruz Vermelha de Petrópolis, afirmou que o próximo passo na unidade será um curso sobre o uso de extintores de incêndio. Além disso, começará a ser elaborado no CEI o Plano de Segurança Escolar da unidade.

“Esse curso foi um pedido dos próprios funcionários. Ficamos felizes com o interesse deles em deixar a unidade mais segura. Em cada curso desses, fortalecemos a cultura da Defesa Civil em Petrópolis, reduzindo os diferentes tipos de riscos que corremos”, disse Gileno Alves.

O curso se soma às outras atividades que vêm sendo desenvolvidas pela administração do prefeito Rubens Bomtempo nas escolas para fomentar a cultura da Defesa Civil entre estudantes, professores e funcionários, como a inclusão da temática da Defesa Civil no currículo escolar e a apresentação de peça teatral infantil que aborda a questão da prevenção de desastres das chuvas.

Durante a segunda etapa do serviço de castração gratuita de cães e gatos, atendimento realizado em um ônibus adaptado, 891 animais foram castrados – sendo 376 felinos e 515 caninos. A iniciativa foi da Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde. Nas duas fases 1.443 animais foram castrados.

“O serviço foi um sucesso e tivemos apoio e participação da população das quatro comunidades onde o atendimento foi realizado. Tínhamos uma previsão de 1.200 castrações e conseguimos superar esse número, atendendo mais cães e gatos. É importante ressaltar que a castração é uma determinação do prefeito Rubens Bomtempo que assumiu o compromisso de contratar o castramóvel”, disse o secretário de Saúde, André Pombo.

A primeira etapa do castramóvel aconteceu no fim do ano passado nas localidades do Quitandinha e do Alto Independência. Entre os dias 27 e 30 de novembro, foram atendidos 552 cães e gatos. A segunda fase foi realizada entre os dias 25 e 29 de março deste ano, no Vila Rica e Alto da Serra. “A intenção é continuar com o serviço que foi aprovado pela população”, concluiu o secretário de saúde.

Sábado, 04 Abril 2015 - 10:01

Festa do Chocolate com sustentabilidade

Quem visita o Palácio de Cristal no feriadão pode aproveitar a Festa do Chocolate, promovida pela Prefeitura por meio da Fundação de Cultura eTurismo, que conta com exposição e venda do artesanato petropolitano, chocolates artesanais fabricados na cidade e recreação infantil. Mas, principalmente, irá conferir o compromisso do Governo com a sustentabilidade através da decoração especial, feita com reaproveitamento de materiais. Os coelhos, ovos de Páscoa, cenouras, pirulitos, cesta de doces, árvore florida e outros, foram feitos com garrafas pet reutilizadas e sobras da espuma de estofamento, doadas por diferentes profissionais. Destinado ao lixo, todo esse material vem sendo transformado pela artesã Rafaela Ambrósio.

"São 6.700 garrafas pet", comenta a artesã, esclarecendo que 5.500 delas foram coletadas no ano passado pelas escolas da rede municipal, enquanto 1.000 foram acrescentadas neste ano pela Comdep, que as recolheu na Coleta Seletiva nos bairros. A preocupação com a reutilização faz com que esse material seja reaproveitado a cada nova festa. "Utilizadas na decoração da Páscoa de 2014, elas foram transformadas para o Natal Imperial: os coelhos viraram bonecos de neve, as cenouras foram a base para árvores de natal e assim por diante. Agora com novos formatos e cores, voltam a alegrar a Páscoa", acrescenta Rafaela.

A presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Thaís Ferreira, ressalta: "Mais uma vez repetimos a boa receita de utilizar o Palácio para festividades que reúnem as pessoas em espaços públicos com conteúdo cultural e de lazer, dando oportunidades para as pessoas se divertirem e também gerando renda para grupos de artesãos locais".

PALÁCIO DE CRISTAL EM CLIMA DE PÁSCOA

Seis associações de artesanato e mais o Fórum de Economia Solidária, além de pequenos fabricantes locais de chocolate, estão desde o último sábado, 28 de março, expondo e vendendo produtos temáticos da Páscoa, com diversas opções para quem quer presentear nessa data, a preços bem confortáveis.

As atividades de recreação vêm agradando em cheio às crianças e aos pais. Eles se divertem com desenho e recebem orelhinhas de coelho e pintura facial característica. "Estou achando ótimo", disse Iara de Souza Monteiro, que levou ao Palácio, no último fim de semana, a filha Luíza, de 3 anos. "Ela se encantou com a decoração, está muito feliz com a carinha de coelho e agora está se divertindo no desenho".

A festa está acontecendo no horário das 9h às 21h até o sábado (4/4), com recreação infantil das 14h às 17h; no Domingo de Páscoa (5/4), vai das 10h às 20h, com recreação das 11h às 14h.

O Palácio de Cristal fica na Rua Alfredo Pachá, s/nº Centro Histórico. Telefone (24) 2247-3721.

Mais informações, Disque Turismo: 0800 024 1516

O prefeito Rubens Bomtempo se reuniu nesta semana com a presidente da Associação da Rua Teresa (Arte), Cláudia Pires, para debater avanços para o polo de moda da região. Foram discutidas intervenções estruturais para a via, incluindo melhorias nas calçadas e na sinalização do trânsito, além da revitalização de lixeiras, postes e bancos, para que o mobiliário urbano acompanhe o conceito do Polo de Modas. A série de melhorias debatidas será formalizada em um documento pela Arte, para que seja entregue ao prefeito ainda em abril, quando será renovado o convênio da associação com a Prefeitura.

A proposta é que Prefeitura e empresários do Polo de Modas invistam juntos na via, buscando também outros parceiros. Também estão na pauta a instalação de filtros d’água ao longo da via, soluções para as vagas de estacionamento para clientes e ônibus de turismo, pórticos nos acessos, participação do polo de modas na divulgação de eventos culturais promovidos pela Prefeitura, entre outros avanços.

“Quando assumimos a Prefeitura, em 2013, encontramos a Rua Teresa como deixamos em 2008. Não houve qualquer avanço entre 2009 e 2012. As últimas melhorias foram as que fizemos no meu mandato anterior, com a aquisição do prédio para funcionar o Centro de Moda, onde antes funcionava uma delegacia. Na época, fizemos uma ampla reforma no espaço, para garantir infraestrutura para o comprador, com banheiros públicos, fraldário, internet gratuita, um Centro de Informações Turísticas, além de um auditório equipado. Agora, temos que dar o passo seguinte, com intervenções para revalorizar a Rua Teresa, que é um Polo de Modas fundamental para o desenvolvimento econômico de Petrópolis”, disse Bomtempo.

Para Cláudia Pires, a parceria entre poder público e empresários é essencial para gerar avanços para o Polo de Modas, com cada um sabendo o seu papel nesse processo. “Saí muito satisfeita da reunião. Quando se junta vários secretários de governo para discutir melhorias para a Rua Teresa, tudo dá certo. Vimos hoje o intuito do prefeito em melhorar a Rua Teresa. Queremos avanços em geral, na infraestrutura e na estética. Tenho certeza de que os empresários vão querer participar desse processo, até porque os benefícios serão para todos”, disse Cláudia.

Também participaram do encontro a presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Thais Ferreira; o presidente da CPTrans, Fernando Badia; o secretário de Ciência e Tecnologia, Airton Coelho; o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico e de Obras, Robson Cardinelli; e a diretora da Arte Gisele Goulart.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Julho 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo