Quarta, 25 Fevereiro 2015 - 08:29

Bomtempo cria agenda positiva com ambulantes

O prefeito Rubens Bomtempo e os vendedores do comércio de rua da cidade montaram uma agenda positiva para o setor durante encontro na tarde da última segunda-feira (23/2). A reunião também contou com a participação da secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Fernanda Ferreira. Entre as ações destaca-se a criação de um grupo de trabalho para a busca de financiamento para a padronização dos veículos utilizados pelos dogueiros. Além disso, melhorias na sinalização, iluminação e a revisão da atividade no Código de Posturas também foram assuntos abordados durante a reunião.

“Estamos de portas abertas para os ambulantes. Entendemos e reconhecemos a importância do trabalho de cada um para a construção da cidade. Nos encontraremos pelo menos a cada três meses para avançar nas pautas e fomentar cada vez mais a atividade”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, que anunciou ainda o lançamento, no mês de março, de um catálogo online com o registro de cada vendedor, além das informações de local, horário e produtos comercializados. O material estará disponível no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Bomtempo determinou que a CPTrans inicie imediatamente a remarcação dos espaços dos ambulantes cadastrados para trabalharem na Rua Teresa, além de placas de sinalização informando estacionamento proibido em algumas áreas. Na Praça Clementina de Jesus a iluminação será melhorada, os banheiros ficarão abertos até às 19h e a Guarda Civil irá intensificar as rondas na região.

O presidente da Associação dos Vendedores Ambulantes de Petrópolis, João Firmino, afirmou que essa foi a melhor reunião com o poder público. “Nunca fomos tão bem recebidos por um prefeito como fomos agora. Temos muitas demandas e o prefeito mostrou que conhece as nossas necessidades. Deixou as portas abertas para todos nós. As nossas reivindicações já começaram a ser atendidas e temos a certeza de que avançaremos ainda mais. Estamos muito gratos e satisfeitos com o que já está sendo realizado pela Prefeitura”.

Na próxima semana haverá nova reunião com os ambulantes na secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania. Na segunda-feira, dia 2 de março, será com os ambulantes da Praça Clementina de Jesus e da Epitácio Pessoa, às 15h. Já na terça-feira (3/3), o encontro está marcado para as 10h com os vendedores da Rua Teresa e da Praça dos Expedicionários.

A sexta edição do Prêmio Maestro Guerra-Peixe de Cultura 2015, honraria mais importante da área da Cultura em Petrópolis, vai premiar os destaques do ano de 2014 no dia 18 de março, em festa a ser promovida pela Prefeitura de Petrópolis, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, no Theatro D. Pedro. Os indicados concorrem a uma estatueta confeccionada em bronze artístico – criada pelo escultor Sérgio Cestari – em 11 categorias: Notório Reconhecimento, Música Popular; Música Erudita; Teatro; Dança; Artes Visuais, Literatura, Comunicação, Audiovisual, Produção Cultural; e Categoria Especial.

A Categoria Notório Reconhecimento considera o conjunto da obra e o homenageado deste ano é o cartunista Ziraldo, reconhecido internacionalmente. Ele é também chargista, dramaturgo, caricaturista, escritor, cronista, pintor, dramaturgo e jornalista. Ilustrações de Ziraldo já figuraram em publicações internacionais como as revistas "Private Eye" da Inglaterra, "Plexus" da França e "Mad", dos Estado Unidos. Seu maior sucesso editorial foi o livro “O Menino Maluquinho”, adaptado para a TV, o Cinema e espetáculo musical.

A cada ano é escolhida uma comissão formada por agentes culturais da terra, que assiste aos espetáculos e filmes, lê publicações, visita exposições e se reúne frequentemente para analisar as indicações. A comissão que atuou em 2014 foi composta por Inez Petri, Maria Luísa Rocha Melo, Leonardo Cerqueira, Mirela Guerra-Peixe, Rodrigo D´Ávila, Rosemarie Serafim, Sandra Vissoto, Tê Barbosa e William Esteves, sob a coordenação diretor de Cultura da Fundação de Cultura e Turismo, Breno Moroni.

INDICADOS

Música Popular – Felipe Depoli (atuação em 2014)- contrabaixista; Tribo de Gonzaga (lançamento do CD A Ciranda vai rodar); Gus Monsanto (atuação 2014)- vocalista; Grupo Kawabanga (pelo show apresentado no Projeto “Música no Sesc”, no Sesc Quitandinha).

Música Erudita – Carlos Völker-Fecher (pela regência do concerto em homenagem ao centenário do Maestro Guerra-Peixe, no Sesc Quitandinha); Antonio Gastão (pela regência da Cantata de Resende no I Concerto da Temporada do Museu Imperial; Daniel Burlet (pelo concerto de piano da SAV realizado no Theatro D. Pedro); Michele Ramos (pela participação como soprano na Ópera O Diletante, no Theatro D. Pedro).

Teatro – Companhia Teatral Língua de Trapo (pela atuação em 2014); Fábio Branco (pela atuação em 2014)- ator; Benvenuto e Satura Cias. Teatrais (pela realização da peça O Flautista de Hamelin); Teatro Circense Andança (pela realização da peça Entre o Céu e a Terra).

Dança – Camilla Rangel (VIII Mostra de Dança do Studio de Dança Aline Calile no Theatro D. Pedro)- bailarina; Andreza Brites e Tiago Moraes (pela coreografia Recém Chegados no espetáculo Tour da Dança do Studio Movimento, no Theatro D. Pedro); Macilio Júnior e Jeferson Lengruber (pela coreografia Sem Preconceitos no espetáculo Tour da Dança do Studio Movimento, no Theatro D. Pedro); Studio & Cia. de Dança Hip-Boi (espetáculo Celebrando a Criação, no Theatro D. Pedro).

Artes Visuais – Roberto Pessôa (exposição O Branco sobre Branco, no Centro de Cultura Raul de Leoni)- artista plástico; Rubens Paiva (exposição O Catador de Imagens, no Centro de Cultura Raul de Leoni) – fotógrafo; Sebastião Barbosa (exposição Juventude em Ação, exposição itinerante realizada nas praças Visconde de Mauáe Rui Barbosa (praça da Liberdade) – fotógrafo; Rodrigo CB (produção de 2014) - grafite.

Literatura – Roseni Kurányi (livro Reverendo Antônio); Andréa Pachá (livro Segredo de Justiça); Felipe Barenco (livro Fake); Verônica de Mello e Júlia Travassos (livro De um ponto eu traço o conto).

Comunicação – Revista Casa & Campo- Tribuna de Petrópolis (divulgação cultural); Revista On (divulgação cultural); Programa Arte e Cultura –Fase TV(divulgação cultural); Programa Bem Cultural – TV Vila Imperial (divulgação cultural).

Audiovisual – Marcus Freitas, Leonardo Randolfo e Arthur Varella (concepção do espetáculo de vídeo mapping Petrópolis de todos os Tempos); Aline Castella (direção de arte do documentário 1962: o Ano do Saque); José Ricardo Marques Ferreira e Ricky Ferreira (direção do filme Os sonhos se encontram no ar: a Vida e Obra de Casimiro Montenegro Filho); Márcio Nunes (produção do filme Uma jóia entre as montanhas).

Produção Cultural – 3º Conselho Espírita da Unificação – Petrópolis (evento Praça Florida de Livros edição 2014); Catarina Maul (pela atuação como produtora cultural em 2014); Grupo Solstício (Solstício do Som edição 2014); TV Cidade de Petrópolis –TVC 16 (Festival de Bandas de Rock no Theatro D. Pedro).

Categoria Especial – Espaço Cultural Arte na Avenida (cursos na área cultural); Cineclube Cinema 360 – coordenação de Aline Castela; Cia.de Teatro Livro Aberto (25 anos de atuação); Projeto do Morro – coordenação Bruno Gonçalves- dança de rua.

Notório Reconhecimento – Ziraldo – cartunista

A redução, pelo Ministério da Saúde, da quantidade de quatro vacinas distribuídas aos Estados - BCG, Dupla Viral, Tetraviral e Trípliceviral - está deixando municípios brasileiros sem doses suficientes para atender a demanda da população. Segundo a Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunização, ligada ao Ministério da Saúde, atrasos na produção e na quantidade fornecida pelo laboratório produtor, além da falta de liberação de lotes pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), provocaram o problema. Em Petrópolis, a Secretaria de Saúde já esgotou o estoque da BCG.

Segundo informações do Ministério da Saúde, as vacinas BCG, Dupla Viral, Tetraviral e Trípliceviral foram entregues aos Estados em quantidade inferior à demandada - apenas 50% do previsto. A previsão é que as próximas doses cheguem aos estados, a quem cabe a distribuição aos municípios, no dia 2 de março. No comunicado, a Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunização acrescenta, no entanto, que, para o mês de março, será distribuído apenas 40% da média mensal. Ainda de acordo com o texto, a previsão é de que a situação seja normalizada em maio.

A Prefeitura e o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) estão preparando uma programação especial para celebrar o Dia Internacional da Mulher, no dia 8 de março. As comemorações terão início pela manhã, com a Corrida da Mulher, e se estenderão ao longo do dia, com atividades para toda a família na Praça da Liberdade. A celebração será encerrada com uma atração musical.

Os detalhes da programação serão discutidos na próxima terça-feira (24/20), em reunião da comissão formada dentro do conselho para organizar os eventos alusivos à data. “Queremos a participação das mulheres e também de suas famílias. Será uma homenagem mais do que justa a todas”, antecipou a presidente do Comdim e secretária chefe de Gabinete, Luciane Bomtempo.

A Corrida da Mulher, além de servir de estímulo à adoção de hábitos mais saudáveis e à prática de atividades físicas com a família e os amigos, terá, neste ano, cunho social. Ao invés de pagar a taxa de inscrição, os participantes deverão levar uma lata de leite em pó. Tudo o que for arrecadado será doado a instituições de atendimento a menores carentes.

Luciane lembra que, além dos eventos que serão realizados no próprio dia 8, Prefeitura e conselho estão preparando uma homenagem às servidoras públicas, com o II Concurso Mulher Destaque da Prefeitura de Petrópolis. “É mais uma forma de homenagear as mulheres que dão sua importante contribuição à administração pública municipal”, lembra Luciane.

O centro cirúrgico do Hospital Alcides Carneiro (HAC) acaba de ter reativada mais uma sala.  Agora, seis estão em pleno funcionamento, número que representa o dobro das que eram utilizadas em 2013, quando o prefeito Rubens Bomtempo assumiu o governo municipal, em seu terceiro mandato. A medida garante mais agilidade no atendimento aos pacientes e na realização de cirurgias eletivas. A reativação da sexta sala do centro cirúrgico faz parte das ações de reestruturação da Prefeitura de Petrópolis no maior hospital público do município. Para se ter uma ideia da importância da unidade para Petrópolis, hoje, 72% das internações pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no município são feitas no HAC.

“Em janeiro de 2013, quando assumimos o governo, apenas três salas do centro cirúrgico estavam funcionando. Compramos equipamentos, reestruturamos o espaço e, aos poucos, fomos reativando as salas. Essa medida vai refletir diretamente na capacidade de realização de cirurgias dentro do Hospital Alcides Carneiro, aumentando principalmente o número de procedimentos eletivos”, comemorou o prefeito Rubens Bomtempo.

Os aparelhos para equipar a nova sala do centro cirúrgico foram adquiridos por meio de uma emenda parlamentar da deputada federal Jandira Feghali, no valor de R$ 1 milhão. Entre os equipamentos comprados estão o foco e a mesa cirúrgica, além de um aparelho de anestesia. Por mês, o Hospital Alcides Carneiro realiza em torno de 400 cirurgias.

“A nossa meta é chegar em 2016 com as sete salas do Centro Cirúrgico funcionando. Em dois anos de governo, estamos conseguindo mudar a cara do Hospital Alcides Carneiro, transformando profundamente a unidade, que é referência no atendimento à população petropolitana. Vamos entregar uma maternidade nova, com mais conforto e dignidade para as gestantes e também inaugurar o ambulatório, que foi reformado”, concluiu o prefeito.

A Secretaria de Proteção e Defesa Civil participou, na última semana, em Nova Friburgo, de curso sobre mapeamento de risco da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica). A proposta do curso foi trazer para a realidade brasileira a metodologia japonesa sobre como calcular as áreas onde há risco ou alto risco de deslizamentos. Em março haverá novo curso sobre o tema.

O curso faz parte da parceria de quatro anos, iniciada no fim de 2013, entre o governo brasileiro e o Japão para a prevenção de desastres das chuvas em Petrópolis, Nova Friburgo e Blumenau (SC). Participaram cerca de 20 pessoas, entre técnicos dos três municípios, do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e do Serviço Geológico do Estado do Rio (DRM-RJ).

“Essa parceria vem avançando muito e já está claro que é promissora. Depois de pouco mais de um ano de convênio, com visitas técnicas entre os dois países, já vemos os nossos técnicos aumentarem o nosso conhecimento acumulado sobre mapeamento de risco, alerta antecipado e planejamento urbano, o que possibilitará novas medidas para a redução de riscos de desastres das chuvas em Petrópolis”, disse o secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão.

De Petrópolis, fizeram o curso o diretor técnico da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, engenheiro Ricardo Branco, e o geólogo Yuri Garin. Os dois estiveram no Japão em 2014, onde aprenderam essa metodologia japonesa, em viagem custeada pela Jica.

“Iniciamos nesta semana esse processo de adaptação de metodologia para a nossa realidade. É uma metodologia que já tínhamos aprendido no Japão. No curso em Friburgo, fizemos um trabalho de escritório, analisando o mapeamento já existente no município, e depois fomos a campo, analisando alguns pontos da cidade onde houve quedas de blocos rochosos e corrida de massa para aplicarmos a metodologia japonesa”, disse Ricardo Branco.

Essa metodologia consiste em uma fórmula matemática que, a partir das características do solo e das construções da região, calcula a quantidade de terra que pode se deslocar por causa das chuvas e o alcance desse deslizamento. No Japão, os técnicos da Defesa Civil viram que, nas áreas apontadas como sendo de alto risco, é permitida a existência de casas, desde que os proprietários realizem intervenções estruturais para proteger as moradias de deslizamentos.

O contribuinte que ainda não fez o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) tem, até o dia 13 de março, a última chance para quitar o tributo com desconto. A Prefeitura oferece redução de 7% para quem optar, nesta terceira fase da campanha de recolhimento do imposto, pelo pagamento em cota única. O benefício é assegurado ao contribuinte sem débitos com o município. Quem tem dívidas deve regularizar sua situação na Secretaria de Fazenda, (Rua 16 de Março, 183, Centro), para poder pagar o IPTU com o desconto e ainda concorrer a um carro zero quilômetro.

Segundo o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa, diariamente mais de 300 pessoas estão indo à secretaria em busca de informações sobre o tributo e a negociação de dívidas. “Mais de 3.300 contribuintes fizeram o parcelamento de suas dívidas desde o início do ano. O sorteio do carro e as mensagens colocadas neste ano nos carnês, alertando sobre débitos e parabenizando quem estava em dia com o tributo contribuíram significativamente para os resultados alcançados até agora”, considerou.

A primeira fase da campanha para pagamento da cota única do imposto, com desconto de 12% no tributo, teve a adesão de mais de 40% dos contribuintes. A segunda fase foi encerrada com a adesão de mais 20%. “Os 40% dos contribuintes restantes, que ainda não pagaram o imposto, têm, agora, a última chance para conseguir o desconto. É importante que as pessoas exerçam sua cidadania, pagando os impostos em dia”, chamou.

A Secretaria de Proteção e Defesa Civil teve resultado positivo nas ações preventivas realizadas neste Carnaval: as vistorias realizadas diariamente nas barracas de Carnaval tiveram boa aceitação dos comerciantes, que cumpriram as orientações dos agentes da Defesa Civil em relação à disposição dos botijões de gás e ao uso de extintores de incêndio. Os comerciantes que não contavam com extintores foram cobrados pelos agentes e providenciaram o equipamento no dia seguinte.

As vistorias nas barracas do CarnaVerão Imperial foram uma determinação do prefeito Rubens Bomtempo, para levar mais segurança à população durante as festas. Além de atuar 24 horas dias, para o atendimento a ocorrências relacionadas às chuvas, a Secretaria aumentou o seu efetivo de plantão neste feriadão para a realização do trabalho.

“Neste Carnaval, o município deu mais uma passo para o fortalecimento da cultura da Defesa Civil. Levamos mais segurança para o Carnaval, com a exigência do extintor de incêndio, e difundimos ainda mais a ideia de que prevenção de acidentes é uma responsabilidade de todos, não só do poder público, mas também da população e de comerciantes”, disse o secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão.

Antes do Carnaval, os comerciantes receberam uma aula de noções básicas de prevenção de incêndio e sobre o uso e extintores – uma parceria entre Corpo de Bombeiros, Secretaria de Proteção e Defesa Civil e Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac).
“Felizmente não tivemos incidentes neste Carnaval, como um princípio de incêndio, por exemplo.

Mas, se houvesse, os comerciantes estariam mais preparados para lidar com a situação, pois contariam com o extintor e saberiam como utilizá-lo. Outra orientação nossa foi no sentido de colocar os botijões de gás longe da chapa e em local ventilado. Nas vistorias diárias nas barracas, fomos muito bem recebidos pelos comerciantes”, disse o diretor operacional da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, Ramon Camilo.

A Prefeitura encerrou na noite de terça-feira (17/02) a programação do CarnaVerão Imperial 2015, o Carnaval oficial de Petrópolis. O evento levou diversão e muito samba a 14 bairros da cidade. Foram mais de 40 apresentações de bandas e artistas locais, além de shows de grupos de escolas de samba do Rio de Janeiro – Imperatriz Leopoldinense, Império Serrano, Mangueira, União da Ilha e Viradouro. Apesar da chuva que caiu nos primeiros dias da programação, o público compareceu em peso aos eventos e se divertiu para valer.

Com a programação garantida nos quatro cantos da cidade, muita gente aproveitou para levar a família para a folia. Gabriela Monteiro, que mora no Rio de Janeiro, mas veio passar o Carnaval na cidade, levou os filhos para curtir a programação de Secretário. “Viemos descansar em Petrópolis, mas, assim que soube desta ideia da Prefeitura de oferecer programação também aqui, me arrumei e vim curtir. Adorei o clima familiar”, disse.

Segundo a presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis, Thaís Ferreira, crianças e adultos aproveitaram a festa. “Trabalhamos todos juntos, sob orientação do prefeito Rubens Bomtempo - Gabinete do Prefeito, Fundação de Cultura e Turismo, Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Secretaria de Saúde, Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis, Secretaria de Proteção e Defesa Civil, Secretaria de Segurança Pública e Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes – para que tudo desse certo. Esta união ficou clara nas ruas. Antes de a festa começar também nos reunimos com outros órgãos, como a Polícia Militar, e parceiros, a fim de organizar da melhor forma este Carnaval, e esse diálogo foi importante. Todos estavam presentes e atuantes”, destacou.

Thaís lembrou do apoio às ações populares comuns nesta época. “Vimos os blocos divertindo o povo e, em vários pontos da cidade, contribuímos com a infraestrutura. A população enxergou isso e aproveitou”, comemorou, citando a programação da Praça da Liberdade como um dos destaques. “A praça ficou lotada todos os dias. As crianças participaram de oficinas, assistiram espetáculos teatrais. Os adultos aproveitaram para curtir, dançar”, lembrou, fazendo referência aos shows da Tribo de Gonzaga e de bandas locais, que animaram o público todos os dias no centro da cidade.

A Fundação de Cultura e Turismo vai, agora, trabalhar no fechamento dos números do Carnaval. Na sexta-feira, levantamento feito pelo Observatório do Turismo já apontava taxa de ocupação média de 93% nos hotéis, pousadas e hostels da cidade. “Não temos dúvidas de que o resultado foi muito positivo. Esperamos ter superado esse número e chegado ainda mais perto dos 100% de ocupação”, concluiu a presidente da Fundação.

O grupo Tribo de Gonzaga deu a partida, na noite desta sexta-feira, 13, aos bailes populares nas praças de Petrópolis, dentro da programação Carnaverão Imperial, promovida pela Prefeitura. A música animou o público na Praça da Liberdade, com os ritmos nordestinos, e pôs todos para dançar. Durante o intervalo, o grupo Gotamcru tomou conta do palco e garantiu a festa. A Tribo comandará a folia no local nessas quatro noites de Carnaval, que trarão ainda um reforço de peso para o lazer das famílias: uma equipe de animadores infantis vai desenvolver atividades de recreação para os menores a partir das 18h, antecipando a entrada da banda no palco, às 20h.

A professora universitária Jaqueline Bittencourt aproveitou a brincadeira até o final, dançando com o marido Marcelo e o filho Nicolas, de 11 anos. Divertiu-se e disse estar encantada com a programação. “É maravilhosa a iniciativa de fazer coisas assim. É preciso trazer as pessoas para a rua, estimular e promover essa interação”, declarou.

A jovem jornalista Bruna também demonstrou a mesma alegria. “O baile está ótimo. É muito legal a iniciativa de fazer o Carnaval nas praças, reunindo vários pessoas de todas as classes sociais e idades – da criança ao idoso. Todos estão se divertindo juntos. Gostei muito”.

Nos bairros, também houve festa, com saída de blocos em Corrêas e no Itamarati.

Os bailes do Carnaverão Imperial começam hoje em 13 bairros, alcançando todas as regiões da cidade. A programação completa pode ser vista no site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações no Disque Turismo: 0800 024 1516.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Maio 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo