Quase um ano após a inauguração da reforma da Praça de Nogueira, o prefeito Rubens Bomtempo apresentou nesta sexta-feira (13/3) a locomotiva “A Baroneza”. A composição foi totalmente restaurada e ficará agora em exposição em frente a antiga estação de trem, atual Centro Cultural de Nogueira. Fabricada no século 19, a locomotiva será uma atração a mais ao espaço que conta com área de convivência, parquinho infantil, chafariz, novo mobiliário urbano; além de melhorias na iluminação, vias de acesso e nas calçadas.

“Com a restauração e entrega da Baroneza estamos completando a obra de revitalização da Praça de Nogueira. Estamos cumprindo um compromisso com os moradores do bairro firmado logo nos primeiros meses de governo. A locomotiva, além de dar mais charme ao local, vai induzir o turismo fortalecendo vocação turística de Nogueira”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

A locomotiva foi restaurada pelo especialista Móises Naime, que encontrou a composição há 15 anos em um depósito na região de São Cristóvão, no Rio de Janeiro. “Não é toda cidade que conta com um equipamento como esse. Por isso peço que a população olhe com carinho e cuide desse patrimônio. Coisa mais linda é um povo que tem memória”, ressaltou. O coordenador do Grupo Petrópolis de Trabalho GT-Trem e vice presidente da Associação Ferroviária, Antônio Pastori, também participou da solenidade e agradeceu a iniciativa do prefeito Rubens Bomtempo em recuperar a composição. “Ter esta locomotiva restaurada e exposta para a população é um motivo de orgulho”, disse Pastori, acrescentando que das 3.500 composições que existiam no Brasil nos áureos tempos das estradas de ferro, existem atualmente menos de 500. “Cinco dessas foram fabricadas em Petrópolis, nas oficinas do Alto da Serra”, contou.

A presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Thaís Ferreira enalteceu a história ferroviária petropolitana e a ligação das estradas de ferro com a cidade. “É merecedor um povo que tem memória e que cuida da sua história”, frisou. O presidente da Associação Ferroviária, Luiz Carlos Oliveira também agradeceu o empenho do prefeito na restauração da locomotiva e destacou que dos 28 km de estrada de ferro que existiam em Petrópolis, restam apenas 50 metros. “E eles estão aqui, nesta praça”, disse.

“É fundamental reconhecer a importância da ferrovia para o desenvolvimento deste país. Devemos muito à história da rede ferroviária”, ressaltou o prefeito. A Baroneza operou por muitos anos na Companhia Petropolitana de Tecidos e foi doada ao município pela Associação Fluminense de Preservação Ferroviária. Adquirida no final do século XIX pelo Barão Matos Vieira, recebeu este nome em homenagem a sua esposa e por sua dedicação à população local. A "Baroneza" transportava os teares e maquinário da fábrica, através da manobra de vagões de carga, no pequeno ramal, próximo à Estação Ferroviária de Cascatinha.

A locomotiva é um dos poucos exemplares ainda preservados no Brasil, relembrando tempos inesquecíveis desta antiga estação de trem na Praça de Nogueira, construída em 1908, onde atualmente funciona o Centro Cultural Estação Nogueira que abriga uma biblioteca, o Museu do Trem, um auditório e espaço para exposições e eventos culturais. É um resgate da memória ferroviária e da história da indústria petropolitana.

Faltam poucos dias para a grande premiação da área da Cultura em Petrópolis, quando serão conhecidos os escolhidos. No dia 18 de março no Theatro D. Pedro, a festa do Prêmio Maestro Guerra-Peixe de Cultura em sua sexta edição vai premiar os profissionais que mais se destacaram no ano de 2014, nas categorias: Música Popular; Música Erudita; Teatro; Dança; Artes Visuais, Literatura, Comunicação, Audiovisual, Produção Cultural; Categoria Especial e Notório Reconhecimento.

Premiação anual promovida pela Prefeitura de Petrópolis, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, acontece sempre em 18 de março, data do aniversário do maestro César Guerra-Peixe, o grande homenageado. Às 17h30 haverá a confraternização entre os indicados, a imprensa e a comissão julgadora; às 19h será a premiação e logo após, por volta das 20h30 haverá o baile com o grupo Taruíra na praça D. Pedro. Os escolhidos nas 11 categorias receberão uma estatueta confeccionada em bronze artístico – criada pelo escultor Sérgio Cestari.

O Prêmio prevê ainda o quadro Janela para a Saudade, que presta uma homenagem especial a figuras do meio cultural da cidade falecidas em 2014.  Nesta edição serão homenageados: Alfredo Catelli D´Ávila –músico; Clever Costa Castro –músico/maestro; Donato D´Angelo –médico/escritor; Fausto Fanti Jasmim –humorista; Herculano Farias Junior –escritor; Leandro Konder –professor/filósofo; Roque Navarro –fotógrafo.

Os indicados de cada categoria são selecionados por uma comissão de agentes culturais que se renova a cada ano. A comissão julgadora de 2014 é formada por: Inez Petri, Maria Luísa Rocha Melo, Leonardo Cerqueira, Mirela Guerra-Peixe, Rodrigo D´Ávila, Rosemarie Serafim, Sandra Vissoto, Tê Barbosa e William Esteves, sob a coordenação do então diretor de Cultura da Fundação de Cultura e Turismo, Claudio Gomide até o mês de setembro último e a partir de outubro pelo atual diretor, Breno Moroni.  

Cada categoria contará com um padrinho para a entrega da estatueta ao premiado. O nome escolhido este ano para receber a premiação na Categoria Notório Reconhecimento – que considera o conjunto da obra –, é o do cartunista Ziraldo. Cartunista, chargista, dramaturgo, caricaturista, escritor, cronista, pintor e jornalista, ele é morador do 1º Distrito há quase dez anos, quando decidiu ser um “petropolitano”, desfrutando com a família e os amigos das belezas de Petrópolis e sua tranqüilidade.

O maestro César Guerra-Peixe, de ascendência portuguesa, nasceu em Petrópolis em 1914 e aos sete anos já tocava bandolim. Após os estudos de teoria e solfejo vieram outros instrumentos, como o violino e sua verdadeira vocação como compositor. Estudou na Escola de Música Santa Cecília –onde mais tarde viria a lecionar violino como professor assistente – e depois completou seus estudos no Rio de Janeiro,tornando-se  professor e violinista da Orquestra Sinfônica Nacional da Rádio MEC. Autor de uma vasta obra,  consagrado como um dos maiores músicos brasileiros, compôs trilhas sonoras para filmes, bem como trabalhos no campo da MPB, fazendo arranjos sinfônicos para músicas de Chico Buarque, Luiz Gonzaga e Tom Jobim.
     

INDICADOS
    
Música Popular – Felipe Depoli (atuação em 2014)- contrabaixista; Tribo de Gonzaga (lançamento do CD A Ciranda vai rodar); Gus Monsanto (atuação 2014)- vocalista; Grupo Kawabanga (pelo show apresentado no Projeto “Música no Sesc”, no Sesc Quitandinha).

Música Erudita – Carlos Völker-Fecher (pela regência do concerto em homenagem ao centenário do Maestro Guerra-Peixe, no Sesc Quitandinha); Antonio Gastão (pela regência da Cantata de Resende no I Concerto da Temporada do Museu Imperial; Daniel Burlet (pelo concerto de piano da SAV realizado no Theatro D. Pedro); Michele Ramos (pela participação como soprano na Ópera O Diletante, no Theatro D. Pedro).

Teatro – Companhia Teatral Língua de Trapo (pela atuação em 2014); Fábio Branco (pela atuação em 2014)- ator; Benvenuto e Satura Cias. Teatrais (pela realização da peça O Flautista de Hamelin); Teatro Circense Andança (pela realização da peça Entre o Céu e a Terra).

Dança – Camilla Rangel (VIII Mostra de Dança do Studio de Dança Aline Calile no Theatro D. Pedro)- bailarina; Andreza Brites e Tiago Moraes (pela coreografia Recém Chegados no espetáculo Tour da Dança do Studio Movimento, no Theatro D. Pedro); Macilio Júnior e Jeferson Lengruber (pela coreografia Sem Preconceitos no espetáculo Tour da Dança do Studio Movimento, no Theatro D. Pedro); Studio & Cia. de Dança Hip-Boi (espetáculo Celebrando a Criação, no Theatro D. Pedro).

Artes Visuais – Roberto Pessôa (exposição O Branco sobre Branco, no Centro de Cultura Raul de Leoni)- artista plástico; Rubens Paiva (exposição O Catador de Imagens, no Centro de Cultura Raul de Leoni) – fotógrafo; Sebastião Barbosa (exposição Juventude em Ação, exposição itinerante realizada nas praças Visconde de Mauáe Rui Barbosa (praça da Liberdade ) – fotógrafo; Rodrigo CB (produção de 2014)- grafite.

Literatura – Roseni Kurányi (livro Reverendo Antônio); Andréa Pachá (livro Segredo de Justiça); Felipe Barenco (livro Fake); Verônica de Mello e Júlia Travassos (livro De um ponto eu traço o conto).

Comunicação – Revista Casa & Campo- Tribuna de Petrópolis (divulgação cultural); Revista On (divulgação cultural); Programa Arte e Cultura –Fase TV(divulgação cultural); Programa Bem Cultural – TV Vila Imperial (divulgação cultural).

Audiovisual – Marcus Freitas, Leonardo Randolfo e Arthur Varella (concepção do espetáculo de vídeo mapping Petrópolis de todos os Tempos); Aline Castella (direção de arte do documentário 1962: o Ano do Saque); José Ricardo Marques Ferreira e Ricky Ferreira (direção do filme Os sonhos se encontram no ar: a Vida e Obra de Casimiro Montenegro Filho); Márcio Nunes (produção do filme Uma jóia entre as montanhas).


Produção Cultural – 3º Conselho Espírita da Unificação – Petrópolis (evento Praça Florida de Livros edição 2014); Catarina Maul (pela atuação como produtora cultural em 2014); Grupo Solstício (Solstício do Som edição 2014); TV Cidade de Petrópolis –TVC 16 (Festival de Bandas de Rock no Theatro D. Pedro).

Categoria Especial – Espaço Cultural Arte na Avenida (cursos na área cultural); Cineclube Cinema 360 – coordenação de Aline Castela; Cia.de Teatro Livro Aberto (25 anos de atuação); Projeto do Morro – coordenação Bruno Gonçalves- dança de rua.

Notório Reconhecimento – Ziraldo – cartunista, chargista, dramaturgo, caricaturista, escritor, cronista, pintor e jornalista.

Os moradores do Independência terão a oportunidade de realizar um curso gratuito de primeiros socorros. Neste sábado (14/3), a partir das 19h, na Escola Municipal do Alto Independência, na Rua Leonor Maia, 1.670, os moradores aprenderão a fazer o primeiro atendimento em uma situação de emergência, até que o socorro profissional chegue ao local. A proposta do curso, que será ministrado por uma bombeira militar e por agentes da Defesa Civil, é deixar a comunidade mais segura e mais preparada em relação às chuvas fortes e a outros tipos de acidentes.

O curso faz parte do projeto da Prefeitura de capacitação de moradores para a prevenção de desastres. Desde 2013, a Prefeitura já criou 56 Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs), com mais de 500 moradores capacitados para atuar como voluntários da Defesa Civil. Na criação desses Nudecs, esses moradores aprenderam noções básicas de Defesa Civil e receberam dicas de prevenção de desastres das chuvas. Além disso, a Defesa Civil vem realizando outros cursos nas comunidades, em parceria com ONGs e com o Corpo de Bombeiros, sobre primeiros socorros e administração de abrigos temporários.

“É importante que a comunidade aproveite essa oportunidade e aprenda, em um curso gratuito, sobre primeiros socorros. Cada curso desse é um passo para deixar a comunidade mais segura. Para avançarmos na prevenção e na resposta a desastres das chuvas e a outros tipos de acidentes, é preciso que poder público e população atuem juntos”, disse o secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão.

Para participar, não é preciso se inscrever, basta comparecer. “Quem for vai aprender o que fazer e, principalmente, o que não fazer em uma situação de emergência. São procedimentos básicos para o caso de acidentes, mal súbitos, queimaduras, fraturas, até que o socorro profissional chegue”, disse o diretor administrativo, Gileno Alves.

SERVIÇO:
Curso de primeiros socorros
Quando: sábado (14/3), às 19h
Onde: Escola Municipal do Alto Independência, na Rua Leonor Maia, 1.670, Independência.

A Secretaria de Proteção e Defesa Civil começará a testar, nos próximos meses, a metodologia japonesa de mapeamento de risco em comunidades de Petrópolis. O objetivo é identificar as adequações necessárias para que a metodologia possa ser implantada no município. Os testes serão realizados por técnicos da Defesa Civil, do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e do Serviço Geológico do Estado do Rio (DRM-RJ). O anúncio foi feito nesta semana, em reunião técnica realizada no Rio de Janeiro, com a participação de mais de 60 especialistas em mapeamento de risco de órgãos federais, estaduais e das Defesas Civis de Petrópolis, Nova Friburgo e Blumenau (SC). O secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, participou do evento.

A implantação da metodologia japonesa de mapeamento de risco no município faz parte da parceria de quatro anos entre o governo brasileiro e a Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica) para a redução de desastres das chuvas em Petrópolis, Nova Friburgo e Blumenau (SC). A parceria teve início no fim de 2013 e tem três eixos: mapeamento de risco, alertas antecipados e planejamento urbano. Ao fim da parceria, a Jica irá produzir manuais para esses três municípios sobre esses três eixos.

“O prefeito Rubens Bomtempo aposta muito nessa parceria com a Jica. Ele já determinou que a Secretaria de Proteção e Defesa Civil se coloque à disposição à Jica para garantir que essa parceria continue avançando, possibilitando que Petrópolis reduza cada vez mais os riscos de desastres das chuvas, com medidas de curto, médio e longo prazo”, disse o secretário Rafael Simão.

A metodologia japonesa que começará a ser testada em Petrópolis consiste em uma fórmula matemática que, a partir das características do solo e das construções da região, calcula a quantidade de terra que pode se deslocar por causa das chuvas e o alcance desse deslizamento.

“A metodologia japonesa segue normas, padrões, equações matemáticas, segue uma normatização, mas que deve ser adequada para Petrópolis. Temos um solo diferente, um padrão construtivo diferente”, disse o diretor técnico da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, engenheiro Ricardo Branco.

Ricardo Branco e o geólogo Yuri Garin foram ao Japão em 2014 aprender essa metodologia. Já em 2015, entre fevereiro e março, o engenheiro japonês Yoichi Miki, consultor da Jica, veio ao Brasil ministrar novo curso sobre o assunto, e os dois técnicos da Defesa Civil participaram. No último mês, Branco e Garin ministraram o mesmo curso em Petrópolis para técnicos da Secretaria de Proteção e Defesa Civil. O evento desta semana no Rio foi coordenado pelo engenheiro japonês Miki.

Contribuintes que ainda não pagaram o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) têm, ainda, uma última chance para aproveitar o desconto de 7% oferecido pela Prefeitura para pagamento do tributo em cota única: a última etapa da campanha de cota única termina nesta sexta-feira (13/3). Para ter direito ao benefício o contribuinte não pode ter débitos com o município.

O secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa, lembrou que quem tem débitos pode comparecer à secretaria para negociar. “O importante é que as pessoas mantenham o pagamento em dia. Temos equipes das 10h às 18h para fazer o atendimento ao público, esclarecer dúvidas e concretizar a negociação”, disse, lembrando que contribuintes em dia com o pagamento do IPTU (sem débito referente ao exercício em curso, aos anteriores e, ainda, parcelas não pagas de negociações da dívida ativa até a data do sorteio) poderão participar da campanha “IPTU em Dia dá Prêmio”, criada neste ano. Ela garante a todos os contribuintes sem débitos o direito de participar do sorteio de um carro zero quilômetro. “O sorteio será no dia 28”, avisa.

O sorteio levará em consideração a extração da Loteria Federal do dia 28 de março. Para cada contribuinte participante será atribuída numeração de cadastro imobiliário correspondente. O número contemplado consistirá na combinação dos dois últimos números do primeiro prêmio e o último algarismo do segundo, terceiro, quarto e quinto primeiros prêmios da extração indicada, lidos de cima para baixo.

Segundo Patuléa, diariamente a secretaria vem fazendo mais de 200 atendimentos. Na primeira etapa da campanha para pagamento da cota única do imposto, em janeiro, quando o desconto era de 12%, mais de 40% dos contribuintes aproveitaram a oportunidade. Em fevereiro com o desconto de 10%, foram mais 20%.

A “Baroneza”, antiga locomotiva de tração a vapor que operou por muitos anos na Cia. Petropolitana de Tecidos e doada ao município pela Associação Fluminense de Preservação Ferroviária, foi restaurada pela Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, e será inaugurada nesta sexta-feira (13/3), às 19h, no Centro Cultural Estação Nogueira.

Adquirida no final do século XIX pelo Barão Matos Vieira, recebeu este nome em homenagem a sua esposa e por sua dedicação à população local. A "Baroneza" transportava os teares e maquinário da fábrica, através da manobra de vagões de carga, no pequeno ramal, próximo à Estação Ferroviária de Cascatinha.

A locomotiva é um dos poucos exemplares ainda preservados no Brasil, relembrando tempos inesquecíveis desta antiga estação de trem na Praça de Nogueira, construída em 1908, onde atualmente funciona o Centro Cultural Estação Nogueira que abriga uma biblioteca, o Museu do Trem, um auditório e espaço para exposições e eventos culturais. É um resgate da memória ferroviária e da história da indústria petropolitana.

Ao som do bolero e de diversos ritmos de salão, a edição de março do Baile da Feliz Idade fez parte das comemorações dos 172 anos de fundação de Petrópolis. O evento, que aconteceu nesta quarta-feira (11/3) no Clube Petropolitano (à Rua Roberto da Silveira, no Centro) reuniu 400 pessoas e é uma parceria entre a Prefeitura e o Projeto Maturidade.
 
“Fazemos o baile mensalmente há 14 anos e desde o primeiro mandato, o prefeito Rubens Bomtempo abraçou a causa. Recebemos caravanas de diversas cidades e todo mês os idosos esperam muito por isso”, disse a organizadora do projeto, Silvana Coelho .
 
A aposentada Noêmia Maduro é frequentadora assídua do baile. “Não perco um, venho todo mês. A gente dança, ri e também paquera um pouco”, disse. “O evento é uma terapia: escuto uma boa música e esqueço de tudo”, conta  outra aposentada Maria Antônia Pereira,  de 69 anos, e há 32 mora em Petrópolis. Ela também fala porque escolheu a cidade para viver. “Petrópolis tem muitas atrações, sempre que posso vou à peças de teatro e a bailes. É tranquila e o clima me agrada muito”, finalizou.

O Posto de Saúde da Família (PSF) da Vila Felipe se vestiu de laranja (cor alusiva ao aleitamento materno) para receber nesta quarta-feira (11/3) o título de Unidade Amiga da Amamentação (UBAAM). O certificado, concedido pela Coordenação da Área Técnica da Saúde da Mulher, da Criança, do Adolescente e do Aleitamento Materno da Secretaria de Estado de Saúde, foi entregue ao prefeito Rubens Bomtempo e à equipe do posto durante uma solenidade. Mais de 300 pessoas participaram do evento, realizado na quadra da Escola Municipal Dr. Rubens de Castro Bomtempo.

“O trabalho realizado pelo PSF do Vila Felipe é digno de registro e serve de modelo e exemplo. É extremamente importante, principalmente porque é feito em conjunto com a comunidade, com a participação efetiva dos moradores. É importante destacar também que a intersetorialidade neste projeto, com adesão da educação, saúde e dos conselhos municipais como o Comdim e CMDCA”, ressaltou o prefeito. A certificação faz parte das comemorações do aniversário da cidade, que completa na próxima segunda-feira (16/3) 172 anos.

O coordenador da Área Técnica da Saúde da Mulher, da Criança, do Adolescente e do Aleitamento Materno da Secretaria de Estado de Saúde, Egberto Porto Nogueira, entregou a certificação e ressaltou o “belo” trabalho desenvolvido pelo PSF e pela comunidade. “Este documento é reconhecimento de um esforço e de um trabalho feito pela equipe do posto. É um momento de alegria, pois são poucas unidades que conquistam este certificado”, disse.

“O processo de certificação é demorado e árduo e a comunidade está de parabéns”, destacou o secretário de Saúde André Pombo. Para o médico Pedro Paulo de Lemos, receber a certificação é gratificante. “Representa o reconhecimento de todo o trabalho desenvolvido pela equipe”. Além do PSF do Vila Felipe, outras duas unidades – Vila Saúde e Caxambu – também foram certificadas como Unidades Amigas da Amamentação.

Todo o processo de certificação durou cerca de dois anos, período em que a equipe, as nutrizes, gestantes e os familiares foram entrevistados e passaram por avaliação. Todos tiveram que estar preparados para os 10 passos de sucesso da amamentação. As ações desenvolvidas pelo PSF do Vila Felipe contam com palestras e grupos de apoio às mães e gestantes. Além das ações dentro do PSF, as orientações do programa também se estendem ao Hospital Alcides Carneiro (HAC) onde os partos pela rede pública são realizados. Na maternidade do HAC a equipe médica e as enfermeiras incentivam o aleitamento logo nas primeiras horas após o nascimento do bebê.

Além de ser a primeira vacina, o leite materno tem tudo que o bebê precisa até os seis meses, inclusive água, e é de mais fácil digestão do que qualquer outro leite; outro ponto positivo é o ato de sugar o peito, um excelente exercício para o desenvolvimento da face da criança, ajuda a ter dentes bonitos, a desenvolver a fala e ter uma boa respiração. Para as mães a amamentação ajuda na redução do peso após o parto e o útero a recuperar o seu tamanho normal, ajudando também a reduzir o risco de diabetes.

Mais de 200 animais já foram cadastrados para o serviço de castramóvel, promovido pela Prefeitura. O atendimento é realizado em um ônibus adaptado e os moradores dos bairros Vila Rica e Alto da Serra são os beneficiados nesta segunda etapa. A previsão é realizar 700 castrações gratuitas. A primeira fase da iniciativa foi realizada em novembro de 2014 nas localidades do Quitandinha e Alto Independência. Na época, 552 animais foram castrados.

O cadastramento começou na segunda-feira (9/3) no Vila Rica onde 170 cães e gatos foram cadastrados. Nesta quarta-feira (11/3) as inscrições aconteceram no Alto da Serra e seguem até o dia 13 de março. “Realizamos em novembro a primeira etapa deste projeto na região do Quitandinha e Alto Independência. Foi um grande sucesso, com a participação ativa da comunidade. Este serviço foi uma determinação do prefeito Rubens Bomtempo, que assumiu o compromisso de contratar o castramóvel. Com esta segunda etapa vamos alcançar 1.200 castrações emergenciais”, ressaltou o secretário de Saúde, André Pombo, acrescentando que a intenção é atingir principalmente a população carente.

O cadastramento está sendo realizado no Posto de Saúde da Família (PSF) do Alto da Serra, sempre no horário de 9h as 17h. Para realizar o cadastro é preciso ser maior de 18 anos e levar os documentos pessoais, comprovante de residência e carteira de vacinação do animal (caso tenha).

As castrações serão realizadas nos dias 25, 26, 27 e 28 na Praça Miguel Couto, no Alto da Serra, e no dia 29 de março na Escola Municipalizada Santa Terezinha, na Vila Rica.

O contribuinte que ainda não fez o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) deve ficar atento: ele tem só mais dois dias, até sexta-feira, dia 13 de março para pagar o tributo em cota única e assegurar o desconto de 7%. O benefício é assegurado ao contribuinte sem débitos com o município.

A dona de casa Maria Lucia da Silva esteve na secretaria para quitar o tributo e aproveitar o desconto. “Corri para aproveitar o desconto, que é muito bom. Além disso, gostei de saber que vou concorrer a um carro”, disse, se referindo à campanha “IPTU em Dia dá Prêmio”, que sorteará um carro zero quilômetro da marca Volkswagen no dia 28 de março (sábado).

Segundo o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa, na primeira etapa da campanha para pagamento da cota única do imposto, em janeiro, quando o desconto era de 12%, mais de 40% dos contribuintes aproveitaram a oportunidade. Em fevereiro com o desconto de 10%, foram mais 20%. “Estamos fazendo, em média, 225 atendimentos por dia na secretaria. O contribuinte está atendendo nosso chamado e comparecendo para pagar o imposto e também negociar seu débitos”, disse.

Patuléa lembra o pagamento do IPTU em dia possibilita que a Prefeitura faça investimentos importantes, principalmente na saúde. “Neste ano, como forma de estimular o contribuinte em débito a procurar a secretaria e regularizar sua situação, ainda lançamos a campanha “IPTU em Dia Dá Prêmio”, oferecendo a contribuintes em dia com o tributo a chance de participar de sorteio de um carro zero quilômetro”, disse Patuléa. Para participar do sorteio, o cidadão não pode ter débito de IPTU referente ao exercício em curso, aos anteriores e, ainda, parcelas não pagas de negociações da dívida ativa até a data do sorteio.

O sorteio levará em consideração a extração da Loteria Federal do dia 28 de março. Para cada contribuinte participante será atribuída numeração de cadastro imobiliário correspondente. O número contemplado consistirá na combinação dos dois últimos números do primeiro prêmio e o último algarismo do segundo, terceiro, quarto e quinto primeiros prêmios da extração indicada, lidos de cima para baixo.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Julho 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo