Os órgãos de segurança atuaram durante toda esta segunda-feira (30.03) para garantir que não fossem realizadas manifestações vetadas pela justiça. Polícia Militar e Guarda Civil mantiveram agentes e viaturas pela manhã e no meio da tarde em diversos pontos do Centro, como a Praça da Liberdade, Barão de Amazonas, Praça 14 Bis, Praça da Confluência, Barão do Rio Branco, 13 de Maio, Praça Princesa Isabel (em frente à Catedral São Pedro de Alcântara), além de um reforço no efetivo que está atuando no controle sanitário nos pórticos do Bingen e do Quitandinha. Só a Guarda mobilizou 30 agentes ao longo do dia.

Duas carreatas foram convocadas para esta segunda-feira contra as medidas adotadas em Petrópolis e diversos municípios do Brasil para evitar aglomerações, entre elas, o fechamento do comércio e antecipação das férias escolares. Essas manifestações, marcadas para várias cidades no país, não foram autorizadas justamente por causar aglomeração e aumentar os riscos de propagação do Coronavírus – vetor da Covid-19.

Nesta segunda-feira, o prefeito anunciou que ampliou o prazo de algumas das medidas adotadas há duas semanas. A suspensão das aulas das redes públicas e privadas e de eventos, além do fechamento de espaços como cinemas, parques e teatros, entre outros, permanecem até dia seis de abril. Comércio e academias também continuam fechados.

Uma dessas carreatas previa concentração na Praça da Liberdade e iria se dirigir até a prefeitura para pedir a suspensão dos decretos estabelecidos pelo prefeito. Outra sairia do Quitandinha em direção ao Centro. No entanto, nenhum dos dois eventos aconteceram.

O juiz da 4ª Vara Cível, Alexandre Teixeira, determinou que os órgãos de segurança destacassem efetivo e reboque para esses locais para impedir a manifestação. Caso a determinação fosse descumprida, os participantes poderiam ser enquadrados no crime de desobediência, bem como do Art. 268, do Código Penal - Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Serviço foi transferido para a unidade de Corrêas na última semana devido à centralização de referência ao COVID-19 no HMNSE

A visita foi realizada na manhã desta segunda-feira (30/03) e teve como objetivo auxiliar o fluxo de pacientes e verificar o funcionamento do atendimento no local. Na última semana, a prefeitura transferiu o serviço de ambulatório e urgência de ortopedia para o HAC com o propósito de esvaziar o HMNSE, atual referência nos casos de Covid-19.

“Precisei do atendimento e já sabia que a ortopedia estava aqui no HAC. Vim direto e fui muito bem atendido. Vale a pena deixar o HMNSE para os casos de coronavírus. Nem eu, nem minha família, temos que reclamar dos atendimentos”, disse Ivan Soares, morador do bairro Mosela.

Segundo a prefeitura, os atendimentos de ortopedia serão mantidos no HAC por tempo indeterminado.

Confirmações chegaram na tarde de hoje. Ao todo, seis pacientes testaram positivo para a COVID-19

 Mais dois resultados positivos de Coronavírus foram recebidos na tarde desta segunda-feira (30.03) pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Petrópolis. Os dois pacientes são do sexo masculino e moradores da cidade. Um deles voltou recentemente de uma viagem a Londres, na Inglaterra, e chegou a ser internado no Hospital Samaritano, unidade privada na cidade do Rio de Janeiro. O paciente teve alta médica na tarde desta segunda-feira e já se encontra em isolamento domiciliar. O outro paciente também mantém isolamento domiciliar.

Estimativa é imunizar, aproximadamente, mil idosos entre 70 e 79 nesta quinta-feira. Estoques foram reabastecidos na cidade.

Petrópolis recebeu mais 11.900 doses da vacina contra a gripe nesta quarta-feira (25/03) para suprir a grande demanda em alguns postos da cidade. Mesmo com um cronograma projetado para atendimento inicial a idosos com idade entre 70 e 79 anos, a procura foi grande por parte de pessoas acima dos 60. 

Desde às 7h desta quinta-feira (26/03) já havia carros ao longo da rua Estados Unidos, no bairro Quitandinha. “Chegamos às 07h15 pra conseguir ficar bem no começo da fila. Mas já tinham 18 carros na frente. Não podemos perder a oportunidade que a prefeitura disponibilizou”, afirmou o comerciante Márcio dos Santos, de 77 anos.

Até o momento a cidade contabiliza um total de 64 casos suspeitos. Destes, 51 aguardam resultados dos exames realizados em laboratórios do Estado. Três casos testaram positivo para o coronavírus e apenas um óbito ocorreu. A prefeitura mantém os decretos e pede para que as pessoas saiam de casa apenas se houver grande necessidade.

Vale lembrar que idosos acima dos 80 anos têm um telefone à disposição para agendamento e atendimento domiciliar. O número é o 0800 092 1234, funcionando 24 horas.

Alimentação reforçada para crianças de até cinco anos

O prefeito conferiu, nessa quinta-feira (26.03) a entrega de alimentos não perecíveis para crianças que estão matriculadas nos Centros de Educação Infantil da rede municipal de Educação. Mais de 6 mil crianças de até cinco anos receberão o reforço na alimentação graças a iniciativa da prefeitura. No CEI Frei Leão, na Vila Felipe, 71 embalagens com produtos foram entregues aos pais. Já no CEI Professora Sonia Scudese foram 71.

Nos conjuntos há alimentos não perecíveis como arroz, macarrão, leite, biscoito, feijão e farinha. Para os alunos que estão no berçário será disponibilizada a formula infantil. Vale salientar que a relação dos alimentos foi montada pela equipe da Gerência de Alimentação Escolar e leva em consideração a idade das crianças.

A prefeitura também explicou que a prefeitura já está programando ajuda para os demais alunos da rede.

As mil refeições diárias do Restaurante Popular já estão sendo entregues com a opção de levar também os lanches de café da manhã e da tarde, todas de uma única vez. A medida faz parte das ações que vêm sendo tomadas pelo município para evitar a proliferação do coronavírus em Petrópolis. O novo formato faz com que os idosos, principal público do espaço, fiquem menos tempo nas ruas. Nesta quinta-feira (26.03), o prefeito acompanhou o trabalho no local. A distribuição, desde o início da semana passada, também já vem sendo feita em material descartável para evitar aglomeração.

Agora, o Restaurante Popular funciona a partir de 10h e fica aberto até o fim da distribuição das mil refeições diárias. As pessoas podem retirar, na porta do local, os kits com o almoço – com a quentinha, uma fruta ou doce – e os cafés da manhã e da tarde, com um pão e uma fruta cada.

A aposentada Regina Igrejas Martins é uma das clientes fiéis do Restaurante Popular e exemplo de quem precisa sair de casa para buscar a refeição. “Achei bom esse formato. Eu não saio, mas não tenho ninguém pra pegar pra mim. Então, assim, eu só pego e volto pra casa”, explica.

Outra medida adotada para evitar que o idoso saia de casa é a possibilidade de alguém mais jovem buscar a quentinha por ele. “A pessoa pode vir, trazer apresentada a identidade do idoso, e levar duas quentinhas: a dele e a do idoso, justamente pra reduzir o fluxo de idosos nas ruas”, acrescenta a coordenadora do Restaurante Popular, Débora da Cruz. 

O trabalho em conjunto entre Secretarias de Saúde e Assistência Social pretende atender, emergencialmente, até vinte pessoas simultaneamente

A ação surgiu da necessidade no atendimento emergencial a quem não tem onde fazer quarentena: as aproximadamente 150 pessoas que vivem nas ruas do Centro da cidade e bairros de Petrópolis. Segundo a Secretaria de Assistência Social, eles representam, atualmente, o lado frágil num momento delicado da saúde. 

Nesta quinta-feira, a prefeitura de Petrópolis teve a colaboração da Mitra Diocesana, que cedeu uma casa onde cerca de 20 pessoas poderão permanecer em quarentena para evitar uma possível disseminação do coronavírus. O local possui cômodos que, mesmo sendo capazes de abrigar um grande número de pessoas, será dividido e espaçado de acordo com as orientações médicas indicadas para evitar o risco de contaminação.

Para o prefeito, um verdadeiro presente num momento tão difícil para a cidade. Ele agradeceu muito ao Bispo de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, e ao padre Luís Mello, por terem cedido gentilmente o local para pessoas que precisam tanto de atenção.

Além disso, a casa vai contar com equipes de segurança da Guarda Civil Municipal para evitar o trânsito de pessoas durante o período de quarentena. Vale lembrar que até o momento não existem casos suspeitos de contaminação pelo vírus entre as pessoas em situação de rua na cidade.

Equipamento da Defesa Civil orienta moradores a permanecerem em casa

A prefeitura segue orientando os moradores a permanecerem em suas residências. Nesta quarta-feira (25.03), as sirenes móveis da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias estiveram na Comunidade do Alemão e do Neylor, Atílio Marotti, Vale do Carangola e Bairro da Glória. A ação reforça o trabalho de prevenção realizado pelo governo municipal, com o objetivo de evitar a proliferação do coronavírus (Covid-19).

Além das quatro sirenes móveis, os 20 conjuntos do Sistema de Alerta e Alarme instalados em 12 comunidades de Petrópolis também emitem mensagens de orientação. Os equipamentos tocam nos bairros diariamente às 10, 16 e 20h. 

Os locais que contam com as sirenes fixas são: Gentio, Buraco do Sapo, 24 de Maio, Alto da Serra, Bingen, Dr. Thouzet, Independência, Quitandinha, São Sebastião, Sargento Boening, Siméria e Vila Felipe. Todos os equipamentos estão funcionando normalmente.

A operação com as sirenes móveis começou no último fim de semana e já passou por Araras, Secretário, Posse, Centro, Cascatinha, Itamarati, Corrêas, Nogueira, Alto da Serra e São Sebastião. Outros locais serão atendidos nos próximos dias. O apelo é para que as pessoas permaneçam em casa.

Outra ferramenta importante que está sendo usada para reforçar os apelos por higiene pessoal e distanciamento social é o alerta de Whatsapp da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias. As mensagens estão sendo enviadas diariamente. O número é o (24) 98863-5497. São mais de sete mil cadastros em pouco mais de um ano.

Objetivo é reforçar a alimentação de alunos da rede

A prefeitura iniciou a entrega de alimentos não perecíveis para os responsáveis pelos alunos que estão matriculados nos Centros de Educação Infantil do município. Nessa quarta-feira (25.03) pais e responsáveis pelos alunos do CEI Primeira Infância, no Centro já puderam buscar os produtos. Só nessa creche são 125 embalagens com alimentos para alunos entre 1 e 5 anos. A intenção da prefeitura é de que mais de 6 mil alunos receberem esse reforço na alimentação.

No CEI Primeira Infância, 16 crianças que estão no berçário receberam a formula infantil.

Stefani Helena da Fonseca Berti, mãe da Helena do 1º período, disse que toda ajuda é muito benvinda. “Nesse momento de crise, que a gente não sabe como vão ficar as coisas, e os preços subiram, vamos precisar de toda ajuda. Eu agradeço ao prefeito pelo que está sendo feito”.

O pai do Thales, do 3º período, Marcos Paulo Soares, afirmou que a decisão do prefeito Bernardo Rossi de reforçar a alimentação das crianças foi muito boa. “Estamos passando por uma fase muito ruim e essa ajuda vem em boa hora”.

A diretora do CEI Primeira Infância, Claudenir de Souza Dias, destaca que a aceitação dos pais está muito positiva. “As famílias estão agradecendo muito, muitas até pediram para adiantar a entrega por já estarem em uma fase difícil”

Alimentos não perecíveis

Nos conjuntos há alimentos não perecíveis como arroz, macarrão, leite, biscoito, feijão e farinha. Para os alunos que estão no berçário será disponibilizada a formula infantil. Vale salientar que a relação dos alimentos foi montada pela equipe da Gerência de Alimentação Escolar e leva em consideração a idade das crianças.

Distribuição

A distribuição será feita da seguinte forma: os gestores dos espaços educacionais serão os responsáveis pela entrega para as famílias – A Secretaria de Educação solicitou que os responsáveis sejam recebidos com horários pré-agendados, por turma, para evitar aglomerações. Os pais também assinarão um documento com data e dia em que receberam os alimentos.

Segundo o planejamento da Secretaria de Educação, após a entrega nos CEIs, os alimentos serão distribuídos nas escolas que atendem educação infantil e posteriormente, nos demais espaços educacionais da rede municipal de Educação.

Diariamente, são recebidas mais de 300 mensagens de texto e ligações denunciando preços abusivos e o descumprimento dos decretos municipais

No dia 17 de março, o decreto municipal número 1.089 suspendeu por 15 dias o atendimento ao público na agência do Procon/Petrópolis. Uma medida para prevenção no contágio e no combate da propagação do coronavirus (Covid-19). Ainda assim, o atendimento à população está garantido pelos canais do Procon (telefone e WhatsApp). Em pouco mais de uma semana foram mais de 3 mil denúncias recebidas. Uma média diária de 300 atendimentos.

Na ação conjunta com as delegacias do Retiro e e de Itaipava - da Polícia Civil, realizada na quarta-feira (18.03), mais de 50 farmácias foram fiscalizadas. O Procon/Petrópolis vem apurando os preços praticados no álcool em gel e nas máscaras, itens cuja demanda cresceu no cenário de pandemia.
 
As farmácias ainda lideram o ranking de reclamações nesse período de combate ao Covid-19, mas os mercados também tem sido alvos das denúncias. Especialmente, no que diz respeito aos preços que vem sendo praticados desde que foram adotadas medidas para mitigar a circulação das pessoas. Produtos da cesta básica, como arroz, óleo e leite foram denunciados pelos consumidores por custarem hoje mais do que na última semana. Com base nas denuncias o Procon/Petrópolis tem apurado e intensificado a fiscalização. Até agora, 12 mercados foram notificados e intimados a apresentar as notas de compra e venda.
 
Para denunciar irregularidades, a população pode entrar em contato pelo telefone (24) 2246-8477 ou pelo WhatsApp, no no número (24) 98857-5837 (apenas mensagem de texto). É importante que o consumidor encaminhe o endereço ou nome do estabelecimento e se possível foto e nota fiscal do produto.
Pagina 5 de 1459

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Abril 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo