A prefeitura está atendendo os pontos críticos das estradas vicinais de todo município. O prefeito esteve nesta quinta-feira (19.09), na Rua Arnaldo Dyckerhof – eixo principal da estrada do Brejal, onde uma Força Tarefa composta por secretarias, agentes regionais e Comitê das Estradas, está realizando a manutenção de 5 Km da estrada.

O trabalho no Brejal está sendo executado por uma equipe de mais de 10 funcionários, com máquinas patrol e retroescavadeira para agilizar o serviço. A Força Tarefa irá atender ainda as regiões do Taquaril, Bonfim, Caxambu, Vale das Videiras e Mãe D’Água.

Segundo o morador do Brejal, Valmir Rodrigues Soares, a manutenção da estrada vai beneficiar toda a região. “A estrada boa, melhora o deslocamento dos moradores, dos caminhões com produtos locais, todo tipo de transporte sai ganhando com este trabalho. Tenho certeza que vai melhorar muito”, contou o morador.

Edital da seleção está disponível no site: www.petropolis.rj.gov.br/inovacao/conselho

Foram escolhidos os integrantes do Conselho Municipal de Educação. A votação, ocorrida na última quinta-feira (19.09), no Sicomércio, definiu as instituições de ensino e organizações empresariais que passaram a integrar o conselho, que será deliberativo e foi criado através da Lei da Inovação. O instrumento contempla objetivos como, formular, propor, avaliar e fiscalizar as ações e políticas públicas de promoção da inovação para o desenvolvimento do município.

As instituições de ensino escolhidas para integrarem o conselho foram: UFF, Fiocruz e CEFET. Já as organizações empresariais foram: Serratech, LNCC e Museu Imperial. O conselho também contará com a participação de seis integrantes do poder público, representantes das secretarias municipais: Desenvolvimento Econômico, Saúde, Educação, Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica, Turispetro e Meio Ambiente

O edital do Conselho Municipal de Inovação está disponível no site: www.petropolis.rj.gov.br/inovacao/conselho.

A posse dos integrantes do conselho será realizada no dia 30 de setembro. O local e a hora serão divulgadas posteriormente.

Sobre a Lei da Inovação:

A Lei da Inovação prevê a criação de instrumentos que fortalecerão o setor, como o Sistema Municipal de Inovação (SMI), o Conselho Municipal de Inovação (CMI), o Fundo Municipal da Inovação (FMI), o Selo de Inovação de Petrópolis e o Plano de Sustentabilidade e de Inovação do Executivo Municipal.

O Conselho Municipal de Inovação (CMI) também terá como meta, promover a democratização do conhecimento, sugerir políticas de captação e alocação de recursos para as finalidades da lei e fiscalizar e avaliar o correto uso dos recursos do Fundo Municipal de Inovação, além de propor ao Executivo Municipal o aperfeiçoamento profissional e a introdução de métodos de trabalho e técnicas operacionais, visando à qualificação da esfera pública municipal na prestação de serviços públicos com aplicação de inovação.

A lei também prevê a difusão da promoção da cultura empreendedora e de inovação nas escolas públicas e unidades de educação na cidade, permitindo que a administração pública apoie programas que desenvolvam os conhecimentos, as habilidades e as atitudes de empreender e inovar.

Um grupo de 30 alunos do Centro Educacional Comunidade São Jorge, no Alto Independência, plantou três mudas de Ipê Amarelo nos jardins da Prefeitura na manhã desta sexta-feira (20.09). O prefeito Bernardo Rossi participou da atividade com as crianças, dando continuidade as ações do governo municipal em comemoração ao Dia da Árvore, no sábado (21). Os estudantes também assistiram a uma aula de educação ambiental ministrada por técnicos da Secretaria de Meio Ambiente.

Após o plantio, as crianças aprenderam os benefícios proporcionados pelas árvores e os cuidados necessários para que as plantas se desenvolvam adequadamente. Segundo Cecília Pinheiro, professora da escola, os alunos do bairro já estão inseridos em questões ambientais importantes, como o descarte correto do lixo doméstico.

"Também levamos as nossas crianças para o Museu do Artesanato e foi uma experiência incrível para eles. Além disso, eles estão produzindo um filme sobre lixo e reciclagem, que vai ser rodado dentro da própria comunidade", contou Cecília. "As árvores daqui são enormes e bonitas. Quero voltar aqui e ver a que plantamos assim também", disse Natan Macedo, de 10 anos.

“Muita gente joga lixo em qualquer lugar e isso prejudica a natureza. Foi muito legal aprender a plantar uma árvore, quero fazer isso no meu bairro também”, afirmou Daniel dos Reis, de 11 anos. Na ocasião, os alunos também abraçaram uma árvore no jardim da prefeitura, abrindo a campanha #EuPlanteiAbraços da Secretaria de Meio Ambiente.

“Através das redes sociais, queremos mobilizar um grande número de pessoas. É só tirar uma foto plantando ou abraçando uma árvore e participar”, aponta Anderson Campos, coordenador de Educação Ambiental. No sábado, a Secretaria de Meio Ambiente vai doar mudas na Praça Dom Pedro, de 9h às 13h, dando continuidade as ações.

Lei nº 7.840 foi publicada no DO de 17 de setembro de 2019

Campanhas educativas na unidade escolar e na comunidade e o estabelecimento de metas para redução da violência contra profissionais da educação são medidas previstas na Lei nº 7.840, que foi publicada no Diário Oficial do dia 17 de setembro de 2019. Sancionada pelo prefeito, a lei estabelece medidas e procedimentos para os casos de violência contra profissionais da educação ocorridos no âmbito das unidades de ensino da rede pública municipal e da rede particular localizadas no município.

Segundo a lei, considera-se  violência  contra  o  profissional  da educação qualquer ação ou omissão decorrente, direta ou indiretamente, do exercício de sua profissão, que cause violência física,  psicológica  –  constrangimento, humilhação, manipulação,  isolamento,  vigilância  constante,  perseguição, insulto, chantagem, ridicularização - patrimonial  –  retenção,  subtração,  destruição  parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho,  documentos  pessoais,  bens,  valores  e  direitos ou recursos econômicos, moral  –  entendida  como  qualquer  conduta  que  configure calúnia, difamação ou injúria.

A lei prevê também que seja estimulada nas escolas e na comunidade atividades que congreguem educadores, alunos e membros da comunidade, no intuito de combater a violência contra os professores que nelas trabalham e a implantação de medidas preventivas e cautelares em situações nas quais professores estejam sob risco de violência que possa comprometer sua segurança. A Lei também estabelece que sejam considerados profissionais da educação: os docentes, servidores de suporte pedagógico, inspetores de alunos, orientadores educacionais, coordenadores pedagógicos, supervisores de ensino e demais servidores que desenvolvam suas atividades no ambiente escolar ou que desenvolvam  trabalho  pedagógico ainda que fora do ambiente escolar.

O profissional da educação vítima de violência deverá procurar a direção da unidade escolar que deverá instaurar processo administrativo para apurar o ocorrido e o poder executivo, no âmbito de sua competência, regulamentará o  procedimento no qual tramitarão os processos administrativo nestes casos, inclusive sobre a forma de apuração dos fatos pelo órgão competente, as medidas punitivas imputáveis ao infrator, prazos, dentre outras necessidades de regulamentação.

Com uma voz única e reconhecida em diversos países pelo mundo, o cantor italiano Eros Ramazzotti será homenageado dentro da Serra Serata pela banda A Rebelião. O show acontece neste sábado (21.09), às 21h, no Palácio de Cristal, onde o evento acontece desde a última quarta-feira (18) e vai até domingo (22). A Festa Italiana de Petrópolis, que homenageia a influencia dessa cultura na Cidade Imperial, conta com danças folclóricas, teatro, atividades para as crianças e gastronomia típica. A entrada é gratuita.

Estrela internacional, Ramazzotti é conhecido pelo pop romântico e o rock italiano. Ele já vendeu mais de 55 milhões de discos em sua carreira. Mas, além da homenagem a ele, o sábado terá intensa programação ao longo de todo o dia. Entre as atrações estão contação de história, stand de figurino, perfomance Comédia Dell’arte, oficina de pintura de máscaras, danças folclóricas, entre outras.

Quem passar pela festa durante o fim de semana vai poder contar ainda com o ator Tatá Francisco recebendo os visitantes em sua estilizada “gôndola” e também o casal em perna de pau Raul e Iza Lima. Uma performance de violinos também acontece entre as mesas do evento, nos jardins do Palácio.

Evento realizado a cada dois anos levará propostas a serem debatidas em âmbito estadual e nacional

Cerca de 240 pessoas são esperadas na XII Conferência Municipal de Assistência Social que segue neste sábado (21.09) com palestras e debates sobre “O direito do povo com financiamento público e participação social”. O evento será realizado no Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), no Quitandinha, das 9h às 18h e discutirá propostas a serem levadas para as conferências estadual e nacional. Além dos cadastrados, o evento é aberto ao público que queira acompanhar os debates dos assuntos que visam fortalecer a política pública para o suporte a pessoas em risco social.

A estimativa é de que a participação supere ao de anos anteriores, o número de inscritos esse ano é maior que da edição passada, quando houve a presença de 170 pessoas.

No município, através da Secretaria de Assistência Social, 24,5 mil famílias, que representam 77 mil pessoas, estão inseridas no Cadastro Único (CadÚnico) para benefícios sociais. Elas encontram suporte nos 9 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) que trabalham para a ressocialização da população atendida. A partir do Cadúnico, a população em risco social é direcionada a programas que atendam as necessidades momentâneas, de acordo com o perfil social. Atualmente 12 mil famílias estão inseridas no Bolsa Família; 3700 pessoas recebem no Cartão Imperial; 3000 pessoas estão cadastradas no Benefício de Proteção Continuada (BPC); 1100 pessoas são atendidas pelo aluguel social do município e estado; entre outros.

E é o direito a esses e demais serviços que será debatido por profissionais da área. Realizada a cada dois anos, a Conferência é aberta para a sociedade civil, profissionais de Assistência Social, representantes de entidades e organizações relacionadas, representantes dos poderes executivo, legislativo e judiciário, educadores e participantes de conselhos.

O tema apresentado para a discussão pretende debater sobre a garantida do direito da população com o financiamento público e participação social por meio das entidades representativas da sociedade civil. A partir das discussões será definida proposta de ação a ser levada para as conferências estadual e federal. “Esse será o momento para fortalecer parcerias para a aplicação de políticas públicas”, destaca o presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Rodrigo Lopes. A partir das discussões será definida proposta de ação a ser levada para as conferências estadual e federal.

O Theatro D. Pedro, importante equipamento cultural e histórico de Petrópolis que começa a ser reformado ainda este ano, recebeu uma vistoria técnica do Inepac – Instituto Estadual do Patrimônio Cultural, nesta sexta-feira (20.09). A empresa que será responsável pelas obras já assinou o contrato com a prefeitura e aguarda a liberação da verba para o início dos trabalhos. Há mais de 15 anos sem passar por uma grande reforma, o serviço vai custar R$ 1.686.000,00, com a maior parte do recurso proveniente de emenda parlamentar.

O novo diretor geral do Inepac, Claudio Prado de Mello, acompanhado da chefe do escritório técnico regional do órgão em Petrópolis, Patrícia Carvalho Hugueney, e do diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), conheceu os espaços que serão reformados e elogiou o prédio: “É um lugar muito bonito, um teatro que conseguiu manter suas características originais”, disse Mello.

Em julho, a empresa Studio G apresentou o menor preço para as obras de reforma e restauração do teatro e venceu o pregão. O valor teto foi de R$ 1.993.927,68 e a licitação foi concluída com um custo 15% menor do que o previsto. O projeto contempla a revitalização de infraestrutura, como a revisão das instalações elétricas, recuperação do sistema de ar condicionado, adequação para acessibilidade, conserto de infiltrações, entre outras melhorias. Além disso, a obra vai contar com a implantação do sistema de prevenção e combate a incêndio e pânico.

“Termos o apoio dos órgãos e muitas pessoas olhando e cuidando do teatro é fundamental”, completa a gerente do teatro, Débora Lattouf.

A visita também foi acompanhada pelo arquiteto Luciano Cavalcanti de Albuquerque, da diretoria de patrimônio cultural e natural do Inepac, que lidera ainda um grupo que está criando a “SATHE”, Sociedade de Amigos do Theatro Dom Pedro. “O estatuto já está pronto e sendo enviado ao cartório. Vamos acompanhar de perto as obras. Inclusive estamos sendo produzido um livro sobre a história do teatro, que vai conter informações e fotos desta obra”, destaca.

Principais atrativos reformados

Nota A no Mapa do Turismo Nacional, Petrópolis tem o circuito histórico-cultural como o carro chefe do setor. Com 2 milhões de visitantes por ano, a cidade busca preservar seus museus e prédios históricos com obras de reforma e restauração que estão prestes a acontecer, não só no Theatro D. Pedro, como no Palácio de Cristal e no Museu Casa de Santos Dumont. Para completar, esta semana o município recebeu outra boa notícia: o Ministério da Cidadania informou a liberação de R$ 3,4 milhões para a recuperação do Palácio Rio Negro, importante atrativo turístico do Centro Histórico, conhecido por ter abrigado diversos presidentes da República.

A equipe de Educação para o Trânsito da CPTrans esteve em portas de restaurantes que oferecem serviços de delivery para conversar com os motofretistas. Foram quase 30 profissionais abordados durante a ação, que ocorreu na noite desta quinta-feira (19.09). A iniciativa faz parte das atividades pela Semana Nacional de Trânsito e ocorre, também, na noite desta sexta (20). A iniciativa visa alertar os motociclistas sobre o alto índice de acidentes envolvendo a categoria. Durante a ação, os profissionais da companhia alertaram sobre a importância de seguir as legislações de Trânsito e a utilização de equipamento de segurança.

A abertura da 2ª Semana de Mediação de Conflitos realizada pelo programa Petrópolis da Paz acontece neste sábado (21.09), às 10h, na Universidade Católica de Petrópolis, no campus da Benjamin Constant. A solenidade conta com a presença do advogado, especialista em arbitragem, mediação e negociação, professor e coordenador da Comissão de Mediação do Centro de Arbitragem e Mediação da Câmara de Comércio Brasil Canadá, Adolfo Braga Neto, que ministrará a palestra sobre “Administração Pública”, além do lançamento do seu livro “Mediação Familiar”.

O evento acontece até o dia 29 de setembro, com uma ampla programação, recebendo profissionais renomados da área de mediação de conflitos, também em locais como a Casa dos Conselhos; na Universidade Estácio de Sá; na Unopar; na Casa Claudio de Souza; na quadra da Comac, e na Casa da Educação. Os interessados em participar das palestras que são gratuitas,  podem se inscrever pelo link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScpIVassd1JDZ9MqzDKZHbLyasXyyimTDILElWjuyG4P0kTMA/viewform?vc=0&c=0&w=1.

“O objetivo da Semana é oferecer para as pessoas a oportunidade de conhecerem mais sobre a mediação e seus benefícios, além de mostrar todo o trabalho que o município realiza, gratuitamente à população, neste segmento. O evento acontece de forma inédita no país”, destacou a coordenadora do Petrópolis da Paz, Elsie-Ellen Carvalho.

O Programa Petrópolis da Paz realiza a mediação no município, em três segmentos: a escolar nas unidades de ensino da cidade; a comunitária e a Justiça Restaurativa - com a primeira Câmara Pública de mediação do país, que já atendeu mais de 150 casos. A mediação de conflitos consiste em dialogar com as partes, alcançando um resultado positivo para ambos, sempre de forma positiva e cooperativa.

Apresentação dos trabalhos será no Sesc Quitandinha

Cinquenta e nove equipes de dez municípios participarão da etapa Estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica 2019 que será realizada no próximo domingo (22.09), no Sesc Quitandinha. Uma equipe da Faeterj Petrópolis, que tem apoio da prefeitura através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, também participará da competição.

No evento, organizado pela OBR Rio e Faeterj, Petrópolis concorre com o grupo “Sir Breguete” que é composto por Lucas Muniz, Bianca Guarizi e Christian Moreira.

Os alunos petropolitanos que participarão do evento estão no último ano do ensino médio técnico em Tecnologia da Informação do Centro Profissional em Tecnologia da Informação da Faetec Petrópolis. Eles ganharam a medalha de ouro na etapa regional da Olimpíada Brasileira de Robótica e estão confiantes com a etapa estadual da olimpíada.

“Como Instituição pública de ensino, acreditamos que esse tipo de evento proporciona o aprendizado na prática, que é o que estimulamos no laboratório de robótica. Para Petrópolis, abrigar um evento como esse mostra a importância da cidade na área da inovação científica e tecnológica e consolida a cidade como grande polo de talentos”, afirma Lucimar Cunha, diretora da Faeterj Petrópolis.

A etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica 2019 vai ocorrer das 8h às 18h. O evento conta com a participação de estudantes de ensino fundamental, médio ou técnico de escolas públicas e privadas de todo o país e tem como objetivo divulgar a robótica, suas aplicações, possibilidades, produtos e tendências.

Pagina 1 de 1324

Notícias por data

« Setembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo