Sexta, 11 Janeiro 2019 - 19:20

“Patrulha Maria da Penha” é apresentada ao Comdim pela Guarda Municipal de Duque de Caxias

“Patrulha Maria da Penha” é apresentada ao Comdim pela Guarda Municipal de Duque de Caxias

A primeira reunião ordinária do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) de 2019, foi marcada pela presença de dois agentes da Guarda Municipal de Duque De Caxias. A guarnição apresentou o projeto Patrulha Maria da Penha que acontece há 2 anos no município da baixada. O encontro ocorreu nesta quinta-feira (11.01) na Casa dos Conselhos.

Os agentes Neuseli e Alcântara contaram que o projeto teve como referência a cidade de Curitiba que implementou a ideia em 2015. A proposta consiste em acompanhar, acolher e orientar as mulheres que sofreram algum tipo de violência doméstica. A Patrulha Maria da Penha, realiza visitações periódicas à casa da vítima, principalmente as que possuem medidas protetivas. A guarnição possui um registro de todas as atendidas, para que os agentes tenham mais efetividade nos casos e preservando a vítima de ter que relatar todo o histórico do caso.

“Um pedaço de papel (medida protetiva) não protege ninguém. A Guarda vai na casa da vítima, conversa, verifica o caso antes para que a violência não se repita. A maior necessidade é a de prevenção isso faz toda diferença. Nós fiscalizamos o cumprimento da medida protetiva e assim prevenimos a reincidência da violência”, frisou a agente da Guarda Municipal de Duque de Caxias Neuseli.

A Patrulha Maria da Penha atua em Duque de Caxias em parceria com toda a rede de atendimento da cidade, todos os dias. Segundo a agente Neuseli, em dois anos de projeto, não houve perda de nenhuma mulher atendida por eles. Vale lembrar que o Brasil é o quinto país com o maior índice de violência contra a mulher.

Em Petrópolis, os trabalhos de acompanhamento de vítimas de violência domésticas são acolhidos pelo Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram). “Nosso acolhimento é realizado por assistente social, psicóloga e orientação jurídica. Acredito que o diferencial da Patrulha Maria da Penha seria o de acompanhar os casos na residência da vítima, assim prevenindo a reincidência da violência”, disse a Coordenadora do Cram e Conselheira do Comdim, Cleo de Marco.

O Comandante da Guarda Municipal de Petrópolis, Jeferson Calomeni, também participou da reunião. “A nossa guarda já apresentou este projeto para outros governos, porém somente esta gestão que se interessou. A guarnição tem vontade de colocar este projeto em prática. Temos a característica de polícia cidadã, então este trabalho com proximidade seria de grande valia para a população” disse.

Notícias por data

« Janeiro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP