Segunda, 11 Fevereiro 2019 - 12:14

Planejamento nutricional garante alimentação balanceada nas unidades da Assistência Social

Planejamento nutricional garante alimentação balanceada nas unidades da Assistência Social

Projetos para 2019 visam oferecer mais conscientização sobre o bom aproveitamento dos alimentos

Reeducação alimentar com foco em uma alimentação balanceada e sustentável é a meta da Secretaria de Assistência Social para o atendimento nutricional dos usuários das 12 unidades mantidas pelo setor no município. O trabalho desenvolvido foi bem avaliado pelo Conselho Regional de Nutricionistas do Estado do Rio de Janeiro que acompanha a implantação de novas iniciativas que visam ampliar os serviços de âmbito nutricional da rede. Para 2019 estão previstas a criação de uma Cozinha Comunitária e um Banco de Alimentos.

O acompanhamento nutricional é realizado nas unidades que atendem a população em vulnerabilidade social ou em situação de rua como o Núcleo de Inclusão Social (NIS), o Centro POP, as Casas da Acolhida, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Restaurante Popular. As unidades contam com nutricionistas que diariamente cuidam das refeições oferecidas aos usuários, valorizando a inserção de alimentos balanceados de acordo com a especificidade de cada ambiente.

Atualmente cerca de 2500 pessoas são atendidas e acompanhadas pelas unidades mantidas pela Assistência Social.

O balanceamento nutricional é elaborado pelas nutricionistas que avaliam as especificidades de cada lugar. Nas Casas da Acolhida são pensadas refeições promovam a reeducação alimentar com os jovens e adolescentes, em vulnerabilidade social.  No NIS, no Centro POP e no Restaurante Popular, voltados em maior parte para o público adulto, são sugeridas refeições que preconizem o cuidado com a saúde.

A Cozinha Comunitária, planejada para a comunidade do Madame Machado, terá implantação nos moldes do Restaurante Popular, com funcionamento no Centro da cidade. Vai oferecer alimentação balanceada, em valor acessível para a população. “Os cardápios são elaborados levando em conta o alimento da estação, que oferecem mais nutrientes e equilíbrio calórico”, conta a Isabela Ribeiro, coordenadora de Segurança Alimentar da Secretaria de Assistência Social, explicando a que a alimentação em todas as unidades é pensada para o ano inteiro. “Adequamos as compras dos alimentos de acordo com o planejamento nutricional pensado para as unidades”, destaca.

            Além do cuidado em oferecer uma refeição mais nutritiva e balanceada para os usuários, a preocupação também está no bom aproveitamento do alimento. Para isso, outro projeto a ser implementado é o do Banco de Alimento, que pretende formar uma rede colaborativa de fornecimento de alimentos que serão processados de forma eficiente, obtendo o maior aproveitamento nutricional possível. “A implantação desse projeto exigirá uma estrutura para o processamento dos alimentos, que poderão ser fornecidos para as comunidades e para as nossas unidades”, conta a Isabela. O Banco pretende ainda capacitar a população para melhor utilizar os alimentos, evitando o desperdício. 

 

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Maio 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo