Quinta, 28 Fevereiro 2019 - 18:54

Ministro do Desenvolvimento Regional garante Minha Casa Minha Vida e projetos de Petrópolis saem na frente

Ministro do Desenvolvimento Regional garante Minha Casa Minha Vida e projetos de Petrópolis saem na frente

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, garantiu que vai dar sequência a projetos do Minha Casa Minha Vida, como os que já foram autorizados para Petrópolis. Para isso, já pediu aos ministérios da Economia e da Casa Civil a antecipação de R$ 1,35 bilhão do orçamento do programa para aportar nas obras em andamento e em novas construções, entre as quais a de Petrópolis. Assim, os projetos previstos para a cidade saem na frente. A prefeitura trabalha hoje para a construção de moradias populares em terrenos no Caetitu, Mosela, Benfica e Vale do Cuiabá.

A informação foi dada logo após uma reunião com o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Cel. Alexandre Lucas Alves. No encontro, a prefeitura solicitou que o governo federal libere a Caixa para fazer a contração das unidades previstas para os terrenos.

Canuto afirmou que “em momento algum, o Ministério de Desenvolvimento Regional pensou em cancelar, suspender, acabar com o Minha Casa Minha Vida”. Ele explicou que nos dois primeiros meses do ano, a demanda por financiamento foi de R$ 300 milhões por mês, maior do que o orçamento previsto e, por isso, a intenção é antecipar o que estava previsto para o fim do ano para dar impulso ao programa já em março.

“Já foi encaminhado ao Ministério da Economia uma solicitação de antecipação de 75% dos limites de outubro, novembro e dezembro, para que sejam antecipados para março, abril, maio, junho e setembro. Com isso, a gente vai ter uma injeção de R$ 1,35 bilhão nesses meses, principalmente em março. O objetivo é compensar o que não foi feito em janeiro e fevereiro e regularizar a situação a partir de março”, afirmou o ministro.

Essas unidades são destinadas para a faixa 1 do programa, voltada a famílias de mais baixa renda (até R$ 1,8 mil por mês). É a mesma faixa de renda para a qual são destinadas as moradias que estão sendo construídas no Vicenzo Rivetti, onde a obra de 776 unidades já está 97,5%.

Atualmente, o município está fazendo o cadastramento das famílias que moram em área de risco ou que tiveram suas casas interditadas. Esse processo vai até o dia 15 de março. Até o momento, mais de 900 formulários foram preenchidos.

O cadastramento ocorre em dois locais: na sede da Defesa Civil – Rua Buarque de Macedo, 128; e no Centro de Cidadania de Itaipava – Estrada União e Indústria, 11.860. Além disso, a Secretaria de Assistência Social está realizando ações em bairros de maior vulnerabilidade.

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Dezembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo