Terça, 09 Julho 2019 - 18:29

Cavalo é resgatado em ação de fiscalização da prefeitura na Rua João Balter

Cavalo é resgatado em ação de fiscalização da prefeitura na Rua João Balter
O setor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente atendeu a sete denúncias de crimes ambientais somente em julho. Nesta terça-feira (09), uma ação na Rua João Balter, no Quarteirão Brasileiro, resultou no resgate de um cavalo e na destruição de quatro baias construídas irregularmente. A operação aconteceu em parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e com a Guarda Civil, sendo um desdobramento de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF) na Justiça Federal com o objetivo de restringir ocupações irregulares.

O local é uma área de zoneamento restritivo da APA-Petrópolis por causa da presença de vegetação de Mata Atlântica e de nascentes de água. A prefeitura vem trabalhando em conjunto com o ICMBio para que o local seja preservado, com as equipes de fiscalização presentes no local a cada trimestre.

"Essa é uma área com muitas nascentes e que deve ser preservada. Hoje nós conseguimos flagrar as construções e fazer a demolição", afirma o chefe do setor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente, Miguel Fausto. "O poder público agora se faz presente por meio das operações rotineiras para permitir a regeneração da Mata no local", completa Victor Paulo Azevedo, chefe substituto da APA-Petrópolis.

O cavalo resgatado foi encaminhado pela Guarda Civil para o curral municipal, em Itaipava, onde passará por exames obrigatórios para saber o estado de saúde. "Nós estávamos no local em apoio à operação e constatamos o filhote com sinais de maus tratos, imediatamente fizemos a apreensão e levamos o animal para o curral de apreensões", diz o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni.

Ainda nesta semana, será coletado sangue do cavalo para os exames de Anemia Infecciosa Equina (AIE) e de Mormo, que são obrigatórios para os animais que estão no curral. “Com o resultado, sendo negativo, acontece a ‘microchipagem’ desse animal, dando entrada oficial no curral. No futuro, quando forem adotados, podemos acionar o dono caso aconteça novamente o abandono”, explica Elisabete Amorim, coordenadora de Bem-estar Animal.

O telefone para denúncias de crimes ambientais é o (24) 2233-8180. A população também pode ir na Secretaria de Meio Ambiente, que fica no Centro Administrativo, na Av. Barão do Rio Branco, 2.846 – Centro. O horário de funcionamento é de 9h às 18h, de segunda a sexta. Para os casos de maus tratos, o morador pode ligar para a Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea): (24) 2291-1505.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Maio 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo