Segunda, 16 Dezembro 2019 - 15:42

Guarda Civil e protetores lançam projeto "Como proteger seu animal do barulho de fogos"

Guarda Civil e protetores lançam projeto "Como proteger seu animal do barulho de fogos"

Nas próximas semanas, Grupamento de Operações com Cães, veterinários e outros parceiros vão divulgar dicas de como preparar os cães para a hora da queima de fogos

Todo fim de ano traz a mesma preocupação para quem cuida de animais: os fogos de artifício. O barulho produzido pelos explosivos pode causar medo dos bichinhos e trazer consequências graves, como a tentativa de fuga, agressividade e até mesmo a morte deles. Por isso, a partir desse domingo (15.12), o Grupamento de Operações com Cães da Guarda Civil, junto com protetores, veterinários e ONGs ligadas à causa animal lança o projeto “Como proteger seu animal do barulho de fogos”, com dicas sobre treinamentos, medicamentos e outras ações para minimizar o pânico que eles sofrem.

O projeto vai contar com pelo menos quatro vídeos que serão divulgados ao longo do mês. O primeiro está sendo disponibilizado neste domingo com a veterinária Priscila Viveiros Mesiano falando sobre medicamentos que podem ser usados, de acordo orientação médica, para acalmar os bichos.

Os próximos vão tratar de dessensibilização sistemática – treinamento para que os animais possam se acostumar com o barulho –, com o coordenador técnico do Grupamento de Operações com Cães, Leandro Lopes; legislação específica sobre o tema, com o coordenador operacional do canil da Guarda, Vinicius Silva; e como agir em caso de fobias e fugas, com o protetor Domingos Galantes.

“Todos esses assuntos estão em vídeo que vamos disponibilizar nas páginas do canil no Facebook e no Instagram e também vamos divulgar essas dicas direto com a população, já neste domingo na Cãominhada Natalina, e também nas edições da cinoterapia de rua”, conta o coordenador técnico do canil da Guarda, Leandro Lopes.

A Cãominhada Natalina vai acontecer na Rua 16 de Março, às 10h. A cinoterapia de rua está programada esta semana para terça-feira (17.12), no Calçadão do Cenip. Todos os vídeos poderão ser assistidos no Facebook (Grupamento de Operações Com Cães GCM Petrópolis) e no Instagram (Cães GCM Petrópolis).

O Grupamento de Operações com Cães da Guarda Civil existe há mais de dois anos e meio com 10 cães, sendo usados para o trabalho de proteção e contenção de confusões e brigas, detecção de drogas, armas e explosivos, resgate em escombros, além de cinoterapia. O canil fica na sede da Guarda e é cuidado por 11 agentes.

Audição sensível

A audição de um cão, por exemplo, é mais desenvolvida do que a de um ser humano. O pet consegue ouvir o mesmo barulho a uma distância quatro vezes maior e capta sons em mais frequências do que a capacidade humana. Por isso, o barulho de fogos de artifício pode levar o animal a produzir mais hormônios ligados ao estresse.

No fim de novembro, uma cadela da Polícia Federal do Espírito Santo sofreu uma parada cardíaca e morreu por causa de fogos de artifício usados na comemoração da vitória do Flamengo na Libertadores. Esse caso mostra como a questão dos fogos pode ser grave.

Por isso, o Grupo de Operações com a Cães reuniu os demais parceiros para alinhar essas ações que começam a ser divulgadas esta semana.

“O ideal seria, na noite de fogos, preparar um ambiente seguro para os cães e para os gatos ficarem abrigados longe de perigo e coisas que eles possam se cortar, como copos de vidro, por exemplo. Se possível, um local longe do barulho, colocar cobertores em janelas e portas. Verificar se não há nada que possa ocasionar um acidente, que são muito comuns, assim como também é comum acontecer fugas”, fala a veterinária Priscila Viveiros Mesiano, que está no primeiro vídeo do projeto “Como proteger seu animal do barulho de fogos”.

Uma forma de tentar acostumar cães, gatos e outros animais com o barulho de fogos é realizar treinamentos simples, que podem ser feitos através de brincadeiras como fazer o animal estourar bexigas, ou mesmo colocando sons em aplicativos de vídeos e músicas perto deles.

Mais uma recomendação é colocar uma identificação na coleira do animal, para que seja possível fazer o resgate e devolvê-lo ao dono em caso de fuga.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Julho 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo