Quarta, 12 Fevereiro 2020 - 17:30

Fazenda apresenta balanço da Central de Atendimento

Do dia 2 de janeiro a 6 de fevereiro deste ano, a Central de Atendimento aos Contribuintes, espaço montado pela Secretaria de Fazenda no térreo do Centro de Cultura Raul de Leoni, realizou 1.484 atendimentos. O número é o menor dos últimos anos, e de acordo com o subsecretário de Fazenda, Robson Butturini, esse fator é positivo.

“Isso demonstra a eficiência na entrega. Durante o ano passado fizemos uma análise de todo o cadastro de imóveis para identificar quais carnês não iam pelo correio. Com isso mais de 3 mil guias, que antes não chegavam na mão do contribuinte, passaram a ser recebidos com endereço completo. Também colocamos em prática o plano de colocar o domicílio fiscal (endereço de entrega) nos imóveis territoriais que não eram postados. Por isso tivemos esse baixo número de atendimentos, já que a maioria dos carnês foram entregues, bem antes do dia do vencimento da primeira cota”, atesta.

A diminuição dos atendimentos se deve também ao trabalho realizado durante a gestão do prefeito, que investiu na fiscalização de edificações de luxo que não pagavam IPTU. A ação reconhece as construções que estão fora do cadastro, por intermédio de fotos de satélite. O lote é identificado e após esse processo um programa de imagens verifica se existe alguma construção. Com essas informações a equipe da fiscalização da Secretaria de Fazenda realiza a vistoria no local, para constatar o padrão do imóvel, medição, quantidade de pavimentos, total de área construída, entre outros.

Esse trabalho permitiu que mais de 3.800 imóveis fossem cadastrados e atualizados no sistema. “E isso proporciona batermos recordes. Só no mês passado fizemos o lançamento de R$ 1,5 milhão com IPTU que não era cobrado. Desde 2017 tivemos um incremento de receita na casa de R$ 21 milhões por ano”, afirma Butturini.

A equipe da Secretaria de Fazenda também atua em outra frente. As equipes averiguam se as edificações registradas como Imposto Territorial estão corretas, com envio de uma notificação solicitando ao proprietário a vistoria e informações sobre o lote. Caso não seja autorizada a entrada para medição, o cálculo é feito por projeção - por meio de fotos da área externa. Toda notificação tem prazo de 15 dias para que o proprietário do imóvel emita uma resposta.

“A fiscalização reflete positivamente na arrecadação. Com aumento da receita temos margem maior para investimentos na saúde, educação e infraestrutura. Com isso, Petrópolis ganha fôlego para avançar e vencer a crise”, completa Robson Butturini.  

Notícias por data

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo