Quinta, 09 Julho 2020 - 14:52

Prefeitura e PRF firmam convênio de cooperação técnica envolvendo a Guarda Civil

O governo municipal firmou um convênio com a Polícia Rodoviária Federal nesta quarta-feira (01.07) para cooperação técnica com a Guarda Civil. Esse acordo prevê interação entre os dois órgãos de segurança nas áreas de educação (capacitação de agentes de ambas as corporações), trânsito e trabalho operacional.

Petrópolis é a cidade mais segura do estado do Rio de Janeiro, como apontou o Atlas da Violência nos dois últimos anos, levantamento feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O município aposta na integração entre os órgãos de segurança e investe, por exemplo, em monitoramento. O Centro Integrado de Operações de Petrópolis faz parte desse investimento e, agora, a PRF também vai compartilhar informações e imagens com o Ciop.

A cooperação técnica ainda vai permitir uma “integração entre os sistemas na área de tecnologia do município e da Polícia Rodoviária Federal, operações tanto para o combate ao crime como também para ações de trânsito e meio ambiente, e a área de capacitação, onde estaremos sempre disponibilizando vagas nos nossos cursos para a Guarda de Petrópolis”, como explicou o superintendente da PRF, Silvinei Vasques.

Dentro desse convênio, a PRF também contemplou o município com 30 armas e 6.500 munições, material que não poderá ser utilizado pela Guarda Civil neste momento. Antes disso, os agentes da corporação municipal deverão passar por capacitação.  A doação feita pela PRF para a Guarda Civil também aconteceu com outros municípios. Vasques considera que o equipamento recebido por Petrópolis vai proporcionar mais segurança para a população e para agentes.

“É um dia muito especial. Petrópolis é uma cidade muito segura, mas eu tenho certeza que, com mais esse equipamento, nós vamos conseguir melhorar ainda mais esses índices e trazer mais segurança para a cidadão de Petrópolis e para os agentes que estarão trabalhando com mais segurança”, afirmou.

As armas e munições ficarão sob cautela do Exército, a pedido da Guarda Civil. Esses equipamentos só serão utilizados após um longo processo de capacitação de agentes, que vão passar por exames psicotécnicos, investigação social e criminal e avaliação de ficha profissional, tudo isso para serem autorizados a passar por capacitação técnica e operacional. A autorização para uso deverá ser dada pela Polícia Federal e isso só acontecerá depois de transcorrida todas essas etapas.

Notícias por data

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo