Segunda, 20 Março 2017 - 18:44

Festa e emoção marcaram cerimônia de entrega do Prêmio Maestro Guerra-Peixe de Cultura 2017

Evento premiou os destaques da Cultura em 2016 em noite de glória no sábado (18.03), no Theatro D. Pedro.

A cerimônia de entrega do Prêmio Maestro Guerra-Peixe de Cultura 2017 foi marcada por festa e emoção na noite de sábado (18.03), quando foram conhecidos os destaques da Cultura em 2016. Para surpresa da plateia, a noite ainda teve direito à declamação de poema pelo ator Carlos Vereza, que subiu ao palco do Theatro D. Pedro - onde estreia nacionalmente seu monólogo em abril - para entregar o prêmio na categoria Teatro. O prefeito Bernardo Rossi entregou um dos prêmios da noite de festa que foi aberta pelo presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Leonardo Randolfo.

“Esse é um prêmio de extrema importância para nossa cidade e para a classe artística, pois valoriza esses talentos locais e mostra como Petrópolis é rica em cultura. Prova disso foi a Maratona Cultural, que foi um sucesso com uma programação feita com os nossos artistas locais. Todos estão de parabéns”, destacou o prefeito Bernardo Rossi, que entregou o prêmio de Notório Reconhecimento concedido ao artista plástico Luiz Áquila.

Para a entrega, o prefeito convidou o presidente da FCTP e o ator Arthur Varella para subir ao palco. “Esse prêmio tão especial tem que ter o “grand finale” com artistas. Então convido aqui grandes nomes da nossa Cultura para a entrega desse prêmio que encerra o evento com chave de ouro”, disse o prefeito.

Na abertura da cerimônia, o presidente Leonardo Randolfo destacou a importância da premiação para valorização da classe artística. “No dia do aniversário do nosso ilustre maestro Guerra-Peixe celebramos a Cultura ao nomear os destaques do ano anterior, fortalecendo a Cultura da nossa cidade. Esse é um prêmio que revela os trabalhos, produções e talentos locais e valoriza essa arte genuinamente petropolitana”, frisou Randolfo. 

Um dos momentos mais marcantes foi a entrega na categoria Teatro, que teve como convidado o ator Carlos Vereza. Os vencedores foram do grupo Teatro Circense Andança, pelo espetáculo “Da Outra Margem do Rio”.

Depois de brincar com o público, Vereza aproveitou o palco que vai receber sua estreia nacional para recitar o poema “A Flor e a Náusea”, de Carlos Drummond de Andrade. 

“Eu me sinto muito feliz de estar na terra de Frei Luiz e D. Pedro, local que tenho uma relação desde os meus 12 anos de idade, para participar desse prêmio tão especial e importante para a cena cultural petropolitana”, comentou.

Durante a cerimônia, também foram apresentados pelo coordenador e diretor artístico, Marco Aurêh, os novos membros da Comissão Julgadora que já está avaliando as obras e trabalhos de 2017. São eles: Arthur Varella, Andressa Canejo, Marcelo Fernandes e Paulo Campinho, representantes do poder público; e André Sampaio, Renata Garcia, Regina Bortoloni, Nathália Karl e Rodolfo Medeiros, representando a sociedade civil, com a maioria, de acordo com o regulamento do prêmio. A cerimônia ainda prestou homenagens aos artistas e agentes culturais falecidos em 2016 no quadro “Janela para a Saudade”.

Conheça os vencedores:

MÚSICA POPULAR
- Banda Hover, pelo álbum “NeverTrusttheWeather” 

MÚSICA ERUDITA
- Canarinhos de Petrópolis, Meninas dos Canarinhos de Petrópolis e Orquestra Filarmônica de Petrópolis, pelo concerto do oratório “A Paixão segundo São João”, de Bach

TEATRO
- Teatro Circense Andança, pelo espetáculo “Da Outra Margem do Rio”.

DANÇA
- Ballet Heloisa Schanuel, pelo espetáculo “Sonho de uma noite de verão”

ARTES VISUAIS
- Camilo Moreira - Exposição “Criando e Perpetuando Objetos”

LITERATURA
- Dom Gregório Paixão - “A Catedral de Petrópolis”

AUDIOVISUAL
- Diana Iliescu, pelo filme “Ordenha”

COMUNICAÇÃO
- Jeane Avellar – site “Petrópolis para Crianças”

PRODUÇÃO CULTURAL
- Estúdio Aldeia - Programação cultural anual

CATEGORIA ESPECIAL
- Comissão Municipal da Verdade, pela Semana da Memória, Verdade e Justiça

CATEGORIA “NOTÓRIO RECONHECIMENTO”
- Luiz Áquila – Pintor, desenhista, gravador, professor
- Maestro Gilberto Bittencourt

JANELA PARA A SAUDADE - AGENTES CULTURAIS FALECIDOS EM 2016

- Frei Antônio Moser
- Moisés Pregal
- Gian Calvi
- Marcos Balthar
- Sidônio Fernandes
- Regina Adão
- Diogo Bento
- Luís Fernando
- Marcelo Rocha
- Flora Guerra-Peixe Müller
- Maria Isabel Chermont
- BetyWatkins