Terça, 06 Fevereiro 2018 - 19:16

Reserva de recursos e cinto ainda mais apertado: prefeitura estima 2018 ainda como ano difícil e mantém economia nos gastos públicos

Além de uma reserva de R$ 40 milhões para pagar serviços básicos à população e salários dos servidores – recursos que não poderão ser usados com outros gastos e já estão bloqueados no orçamento deste ano -  a prefeitura vai apertar ainda mais o cinto. A cidade venceu o difícil ano de 2017, mas ainda está longe de respirar com alívio. Então, a economia continua. A economia, em 2017, chegou a R$ 60 milhões, com redução de contratos, alugueis e combustíveis.

Ao mesmo tempo em que busca aumentar arrecadação com a cobrança de grandes devedores como bancos e cartórios, a prefeitura vai continuar economizando. A média em todas as licitações foi a redução de 30% nos contratos e o cinto vai ficar ainda mais apertado. A contenção de gastos também vai ter continuidade com consumo de combustíveis, telefonia e redução de horas extras com exceção da saúde e defesa civil.

Usando exemplos práticos entre os novos serviços licitados, a iluminação pública tem hoje economia anual de R$ 2 milhões; as UPAs operam com economia de R$ 20 milhões por ano e todos os contratos antigos foram renegociados. A meta é aumentar a qualidade dos serviços e reduzir custos. São novos tempos também para a iniciativa privada que presta serviços e fornece ao poder público, uma adequação na economia em todo o país.

A continuidade da economia ainda decorre da situação de dívidas deixadas por gestões passadas. São R$ 766 milhões em dívidas que vão impactar a economia pública por até 20 anos. A prefeitura vai diluir e pagar estas dívidas para não comprometer não apenas esta gestão, mas gestões futuras. No início da gestão, em 2017, a prefeitura pagou “à vista” R$ 28 milhões em dívidas e tem parcelados outros R$ 284 milhões.

Petrópolis vai avançar em obras e programas com recursos federais. Por isso, a prefeitura está com frequência nos ministérios apresentando projetos e requerendo verbas e emendas. Os recursos próprios serão usados no custeio da estrutura que a cidade tem, na quitação das folhas de pagamento, no remédio no posto e na merenda na escola.

Responsabilidade e transparência estão sendo fundamentais na informação à população. O petropolitano reconhece o esforço e está ajudando em reverter estas dívidas. Não só pessoas físicas, moradores. Mas empresas também que estão lado a lado com o governo. Ainda há muito trabalho a ser feito para que o município possa superar este rombo financeiro, mas a cidade vai conseguir avançar.

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Dezembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo