Meta é economizar R$ 60 milhões por ano

Corte de 40% a 10% nos salários do prefeito, vice, secretários e cargos comissionados

Para evitar um colapso total nas contas do município, a prefeitura está aplicando um pacote de austeridade na administração. O objetivo é economizar R$ 60 milhões ao ano para equilibrar as contas públicas municipais. O pacote estabelece corte de até 25% em todos os contratos com o município; redução de despesas com aluguéis, telefones e combustíveis; maior fiscalização sobre bancos e cartórios para aumentar recolhimento do ISS em até 12% ao ano e mudanças de pagamento de horas extras na Educação.  O pacote foi apresentado pela equipe econômica do governo em entrevista coletiva à imprensa nesta quinta-feira (05.10), no Palácio Sérgio Fadel.

O pacote prevê o corte de 40% nos salários do prefeito e vice-prefeito. Secretários e cargos comissionados também terão salários cortados entre 10% e 30%. O projeto que estabelece o corte de salários, assim como os demais que são necessários para viabilizar as medidas adotadas pelo governo estão sendo encaminhados à Câmara de Vereadores. O pacote prevê ainda corte de pagamentos de horas extras -  com exceção da Saúde e da Defesa Civil, em casos de emergência.

As dívidas acumuladas por gestões anteriores somam R$ 766 milhões – um impacto anual de R$ 102 milhões somente com os débitos já parcelados pela atual gestão. Uma situação insustentável. O governo está adotando medidas duras, mas não existem outras alternativas para reestruturar as contas e recuperar as finanças do município. Se nada for feito imediatamente, haverá um colapso financeiro agora e a cidade se tornará ingovernável nos próximos anos.

Dentro das medidas anunciadas está a adoção do sistema de ponto eletrônico (biometria) – processo já implantado na Secretaria de Saúde e que será estendido a todas as demais repartições públicas, o que permitirá maior rigor no cumprimento da jornada de trabalho.Consta ainda no pacote, o projeto encaminhado à Câmara de Vereadores, para Extensão de Trabalho por Jornada, que prevê mudanças para o pagamento de horas extras na educação. No modelo atual o professor dobra o seu salário, independente do cumprimento das horas. Com a mudança, cada profissional passará a receber efetivamente pelas horas trabalhadas – uma economia mensal de R$ 1,2 milhão.

As medidas de austeridade abrangem ainda projetos que interferem na arrecadação do município, entre os quais o projeto de Regularização da Cobrança de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), já entregue na Câmara de Vereadores para ser discutido e votado. E a adoção de mais rigor na cobrança de ISS sobre os maiores devedores, entre os quais bancos e cartórios. O município trabalha ainda para atualizar a Planta Genérica de Valores, o que permitirá uma atualização no IPTU de imóveis no município. São duas vertentes: economizar, cortar gastos e aumentar a arrecadação. São medidas necessárias para o município. Todas foram planejadas com cuidado para que possamos equilibrar as contas.

O foco é equilibrar as contas e recuperar a capacidade financeira da prefeitura para que o município volte a crescer. São medidas de austeridade, que, frente à situação de caos financeiro nas contas, não podem mais ser adiadas. No início do governo, foi adotado um primeiro pacote, cotadas despesas e, assim, reduzido os gastos. O município tem buscado recursos federais para não parar os investimentos, mas com o passar dos meses o levantados os dados foi apontando uma situação financeira ainda mais crítica, o que nos levou a adotar medidas ainda mais duras. O desafio que a realidade das contas impõe é grande, mas com muita disposição, e o esforço dos secretários e de toda equipe, será superado este momento e a cidade conseguirá avançar.           

Economia de R$ 1 milhão com redução de salários em 3 meses

Corte de 40% e 30% nos salários de prefeito, vice e secretários 

O corte de salário do prefeito, vice-prefeito, secretários e funcionários em cargos comissionados resultará ao fim de três meses em uma economia de R$ 1 milhão para os cofres do município. O pacote prevê o maior percentual de corte – 40% -  nos vencimentos do chefe do executivo. O salário do prefeito passará de R$ 14.784,00 para R$ 8.870,40. O vencimento do vice-prefeito sofrerá corte de 30% passando para R$ 7.947,88. Os secretários terão corte de 30% e o salário ficará reduzido para R$ 6.865,71. Para funcionário de cargos comissionados, a redução prevista varia de 20% a 10%, com salários variando entre R$ 2,4 mil e R$ 6,2 mil. Todos os salários mencionados são valores brutos, incidindo ainda descontos de encargos trabalhistas.

Município negociou dívidas, mas rombo financeiro alcança R$ 766 milhões

As negociações feitas pelo atual governo para pagamento e parcelamento de R$ 284 milhões - parte da dívida deixada pelos antigos gestores, que alcança R$ 766 milhões - garantiu a manutenção de serviços essenciais, como a merenda para alunos das 186 unidades educacionais, além de a continuidade de atendimento no Hospital Santa Teresa, remédios e insumos em unidades da rede pública, entre outros serviços importantes.

Algumas contas precisaram ser acertadas de imediato, para que a prefeitura não parasse. A administração pagou ‘à vista’ R$ 27 milhões para garantir os serviços essenciais para a população. Ainda há muito trabalho a ser feito para que o município possa superar este rombo financeiro. Diante do quadro atual, não existe outra alternativa que não seja apertar ainda mais o cinto, adotando medidas austeras.

Somente com precatórios, dívidas fiscais e contratos, o montante em dívidas acumuladas por administrações passadas é de R$ 202 milhões. Na Saúde, o rombo deixado foi de R$ 97 milhões – sendo 25,4 milhões em dívidas já negociadas com entidades como o Hospital Santa Teresa, Clínico de Corrêas, o Centro de Tratamento Oncológico e as UPAs. Dívidas da CPTrans e Comdep somam R$ 287,5 milhões, pendências judiciais somam R$ 128 milhões.

As dívidas parceladas geram um impacto anual de R$ 102 milhões no orçamento. Isso significa que todo mês a prefeitura precisa desembolsar R$ 8,3 milhões para pagar despesas que deveriam ter sido quitadas à época, mas foram deixadas para trás. São recursos que poderiam estar sendo investidos em melhorias nos serviços para as pessoas e que hoje é preciso empenhar para pagar o que deixou de ser pago no passado.

Quinta, 05 Outubro 2017 10:55

Conselho Municipal de Saúde debate UPAs

Em reunião extraordinária nesta terça-feira (03.10), o Conselho Municipal de Saúde debateu o processo de contratação das equipes e funcionamento das unidades. Após uma transição iniciada há 14 dias as UPAS – Cascatinha e Centro – estão com os atendimentos normalizados e com equipes completas para atendimentos à população.

Estavam presentes na reunião, além dos conselheiros, membros da Cruz Vermelha, do Ministério Público do Trabalho, representantes dos Sindicatos dos Enfermeiros e dos Médicos, além das equipes que atuam nas unidades de pronto atendimento.

Durante a reunião, foi reforçado que está sendo cumprindo o papel do município em fiscalizar e notificar o consórcio quanto aos procedimentos insatisfatórios encontrados ao longo do período de transição.

Tudo o que está sendo apontado pelo Conselho Regional de Medicina, Sindicato dos Médicos e Comissão da Saúde da Alerj, inclusive os que ainda não foram oficializadas à Secretaria, já estão sendo analisadas e tomadas as providências cabíveis, mantendo a transparência que o governo adotou em relação à transição.

A Cruz Vermelha reconheceu que a responsabilidade do pagamento das rescisões cabe à entidade. “Nós reconhecemos que o pagamento é de responsabilidade nossa e ele será feito, o que buscamos junto ao município é uma forma de renegociarmos as dívidas de gestão passadas”, afirmou Renan de Souza e Silva, representante da Cruz Vermelha.

O Ministério Público do Trabalho orientou o município a acompanhar todo o processo de contratação por parte do Consórcio Saúde Legal, o que está sendo feito desde o início da gestão, dia 21. O Consórcio Saúde Legal se prontificou a prestar qualquer esclarecimento à justiça respeito sobre a forma de contratação.

“O Conselho ficou de nos mandar uma notificação com alguns questionamentos que iremos responder prontamente conforme manda a legislação. Reafirmamos o compromisso junto à população que seguiremos todos os requisitos do contrato e manteremos a qualidade dos atendimentos que a UPA sempre teve”, afirma Cassiano Silva, representante do Consórcio Saúde Legal.

Município tem 21 mil veículos aptos a serem vistoriados.

Petrópolis vai receber, mais uma vez, uma ação itinerante do Detran, na próxima terça-feira (10.10), no Parque Municipal de Itaipava, para realização de vistoria em veículos. As marcações devem ser realizadas no site do órgão, pelo www.detran.rj.gov.br. A ação acontece após solicitação da Prefeitura para minimizar a demanda de veículos que necessitam do serviço no município. Atualmente, há cerca de 21 mil veículos em Petrópolis aptos à vistoria, ou seja, que realizaram o pagamento do IPVA e ainda não foram licenciados.

Desses 21 mil veículos, 8 mil já tiveram o vencimento da placa. O horário das vistorias será de 9h às 18h. Para esta ação só serão atendidos os veículos que realizarem o agendamento. Para a realização da vistoria, o proprietário deverá comparecer ao local com o IPVA paga e o documento do carro. Após a realização da vistoria, o documento – Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) - será entregue a partir do dia seguinte na Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) da cidade, localizada na Avenida Dom Pedro I, nª 226.

“Estamos fazendo todos os esforços para atender os cidadãos petropolitanos com um serviço de qualidade e eficiência. Os proprietários podem realizar a vistoria em qualquer posto do Detran no Estado. Mesmo assim, estamos invertendo a lógica do atendimento e levando o Detran para perto novamente. Queremos facilitar e desburocratizar o atendimento”, destaca Vinicius Farah, presidente do Detran-RJ.

Crédito: Alexandre Simonini/Detran-RJ

Evento acontece dias 7 e 8 de outubro na Praça de Nogueira.

Petropolitanos e turistas poderão prestigiar os produtos produzidos em Nogueira e região no próximo fim de semana, dias 7 e 8 de outubro, durante a Biofeira Cultural de Nogueira, que vai ocorrer na praça principal do bairro. A iniciativa é da Associação Pró-turismo de Nogueira (Proturno). A feira contará com a venda de produtos da agricultura orgânica, música, artesanato e alimentos como geleias, biscoitos, doces e sorvetes artesanais. O evento tem o apoio da prefeitura de Petrópolis por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. A expectativa é de que a feira receba 2 mil visitantes.

A Biofeira Cultural de Nogueira é uma iniciativa de moradores do bairro que acreditam no potencial do lugar e almejam incentivar a venda de produtos locais, artesanais, orgânicos e agroflorestais em busca de promover valores para qualidade de vida e movimentar a microeconomia.

“Esse é mais um evento que busca evidenciar a produção agrícola do município. Muitas famílias vivem da produção e esse tipo de feira ajuda no movimento financeiro. O mais importante é ver uma associação atuante que busca a melhor forma para mostrar tudo o que a região tem a oferecer para os turistas”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

O evento deverá ter três edições, sendo que a primeira ocorre nesse fim de semana e as seguintes a cada segundo final de semana do mês -  dias 10, 11 e 12 de novembro e 8, 9 e 10 de dezembro.

“Biofeira de Nogueira é uma iniciativa recente da comunidade local, com o apoio da Prefeitura. O objetivo é a venda de produtos locais, artesanais, orgânicos e agroecológicos. Será mais uma oportunidade de os produtores locais apresentarem os seus produtos a um público cada vez mais interessado em conhecer a sua origem”, afirma Celso Albuquerque, diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

A feira contará com 20 barracas para expositores de artesanato, produtos naturais, vestuário e gastronômico, cervejas artesanais e flores. “Visamos fomentar a economia local e o empreendedorismo, visto que estamos agregando diversos segmentos de expositores com suas produções artesanais e locais. Na parte de divulgação e promoção de boas ideias e projetos sociais e ambientais contamos com a participação do SESC, do comitê pró Jardim Botânico de Nogueira, do projeto Arca, entre outros. Os moradores de Petrópolis devem prestigiar o evento e valorizar os produtos da nossa cidade. Esta feira incentiva a conservação ambiental se preocupando com a qualidade da produção do que será exposto. Para demonstrar nossa preocupação com o meio ambiente faremos um plantio simbólico na Praça de Nogueira”, explica Carolina Xavier, da comissão organizadora da Biofeira Cultural de Nogueira.

Os expositores já confirmados venderão produtos diversos como geleia caseira, croissant, pão de batata, palito de chocolate, palha italiana pudim, queijadinha, bolos caseiros, sorvete artesanal, suco naturais feito, queijos, manteigas e chutneys.

Confira a programação do evento:

Sábado:

9h abertura
10h - Atividade infantil
12h - Música com DJ Marcelo Clark
15h30 - música ao vivo com Chico YTaboas
17h30 - DJ Marcelo Clark / Capoeira Nogueira
18h - Apresentação de capoeira
19h - Música ao vivo Forró do Encantado
21h - DJ Marcelo Clark

Domingo:

9h - abertura Tai Chi Chuan
10h - Atividade infantil - Petrópolis para Criança
11h - Atividade infantil
12h - DJ Marcelo Clark
15h - Música ao vivo - Suzy & Dino
17h - Encerramento do evento

Open de Judô e etapa regional de Karatê devem reunir mais de 2 mil pessoas.

Petrópolis recebe até o final do ano mais duas competições importantes do calendário estadual de artes marciais: o V Open de Judô, no dia 14 de outubro, e a etapa regional de Karatê, no primeiro fim de semana de novembro. Além deles, está previsto para dezembro o Torneio Imperial de Judô no Centro Cultural e Esportivo na Fábrica do Saber. Os dois eventos devem receber mais de 2 mil pessoas. A cidade já recebeu este ano eventos de Jiu-jitsu e Submission, no Esporte Clube Corrêas, e tem muita tradição em todas essas modalidades.

O superintendente de Esportes e Lazer do município, Hingo Hammes, destacou que a cidade quer abraçar eventos de grande porte, que tragam benefícios esportivos e para Petrópolis de uma maneira geral. Além disso, Hingo lembrou que as artes marciais são muito tradicionais na cidade.

“Além de agregar no meio esportivo, movimenta a cidade e contribui com o turismo, ajudando a fortalecer a economia como um todo. A nossa cidade tem um enorme potencial para receber este tipo de evento e a prefeitura vai contribuir oferecendo a melhor estrutura possível para os organizadores. Petrópolis tem um grande numero de praticantes das mais diversas artes marciais e dessa maneira incentivamos os atletas da cidade”, garante Hingo.

O V Open de Judô vai reunir mais de 2 mil pessoas no Petropolitano Foot-ball Club, no Valparaíso. Atletas de seis estados diferentes e de todos os municípios do Rio participam do evento. O professor Carlo Henrique Gomes, o Carlão, é um dos coordenadores do torneio e explica que “no ano passado o evento foi um grande sucesso”. Ele acredita que agora não será diferente. "Estamos preparando uma estrutura para receber um grande número de atletas”, disse.

A etapa regional de Karatê, organizado pela Federação de Karatê do Estado do Rio de Janeiro (FKERJ), funciona como seletiva para o Campeonato Estadual, que acontece em dezembro, e os organizadores estimam a presença de 300 atletas. As atividades acontecem nos dias 4 e 5 de novembro no Centro Cultural e Esportivo Fábrica do Saber, no Estrada da Saudade. Desde 2014 a cidade não recebe um evento oficial da modalidade.

“A última vez que organizamos um evento em Petrópolis foi em 2014. A cidade conta com atletas com um grande potencial de desenvolvimento. Acredito que a presença de uma competição oficial vai abrir as portas para os praticantes na cidade”, afirma Manoel Varella, representante da Federação.

A FKERJ também vai oferecer um congresso técnico, no dia 23 de setembro, no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni, para todos os professores de Karatê da cidade. “Esperamos que todos participem. Eventos como esse trazem inúmeros benefícios para a cidade e, em especial, para os praticantes da modalidade. Vamos levar o convite para todos os professores do município”, completa Hingo.

 

Vagas para curso gratuito de informática.

O curso “Tecnologia e Cidadania para Idosos” está com inscrições abertas. Direcionado para o público com mais de 55 anos, as aulas são resultado de uma parceria entre o Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal (NTM-Petrópolis) da Secretaria de Educação e o Instituto Nacional de Seguridade Social – Gerência Petrópolis – INSS. As aulas ocorrerão na Casa da Educação Visconde de Mauá.

O projeto consiste em promover a capacitação para o uso das ferramentas disponíveis na Internet para o serviço público e as redes sociais. O foco é ensiná-los a usar o site do INSS, o aplicativo “Meu INSS”, criar e utilizar e-mail, Facebook, WhatsApp, conhecer o site da Prefeitura de Petrópolis, do Corpo de Bombeiros e alguns de seus recursos.

Segundo o Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal, podem se inscrever pessoas acima de 55 anos. Serão 15 alunos por turma, com carga horária de três horas semanais, durante quatro semanas. O início está previsto para o dia 10 de outubro e término para o 9 de novembro. As aulas serão oferecidas em dois dias: terças e quintas feiras, das 16h30 às 18h.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone 2291-3840, diretamente com o Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal – NTM-Petrópolis, das 10h às 17h. O NTM fica na Casa da Educação Visconde de Mauá (Av. Barão do Rio Branco, nº 03), Centro, mesmo local onde serão oferecidas as aulas.

Esse é um curso importante para quem deseja conhecer as ferramentas que estão disponíveis para facilitar a vida das pessoas. O curso pode ser feito por qualquer pessoa interessada, não é só para os profissionais da rede.

O curso será ministrado pelas professoras Luciana Jordão (NTM) e Cristina Moura (INSS).

Com apoio da Prefeitura, por meio da TurisPetro e IMCE, evento começa na sexta-feira (06.10) e segue até domingo (08.10).

Muito rock’n roll, delícias da culinária de rua, a produção local da cerveja artesanal e, claro, a protagonista do evento, muitas motocicletas, de todos os tipos e modelos. É o 8º Imperial Moto Fest que agita o fim de semana no Parque Municipal, em Itaipava, com uma programação gratuita para o público. Com apoio da Prefeitura, por meio da TurisPetro e Instituto Municipal de Cultura e Esportes, realizado pela Associação de Motociclistas de Petrópolis (AMP), o evento começa na sexta-feira (06.10) e vai até domingo (08.10). A expectativa, segundo os organizadores, é superar a edição do ano passado, podendo atrair até 30 mil pessoas.

O evento é realizado desde 2010, quando foi criada a associação em prol da festa, que é uma verdadeira reunião dos apaixonados pela máquina sobre duas rodas em um intercâmbio entre moto clubes de várias regiões do país. Hoje, Petrópolis conta com mais de 40 moto clubes, 11 deles associados à AMP. De acordo com os organizadores, na edição passada de 20 mil a 25 mil pessoas passaram pelo parque nos três dias de evento. Foram 720 moto clubes de diversas regiões do país cadastrados que participaram da festa com motociclistas do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiânia, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Recife, Natal, Bahia, Brasília, entre outros.

Neste ano a programação cultural dará destaque à prata da casa com diversas bandas locais, valorizando o que a Cidade Imperial tem de melhor. Na primeira noite, na sexta, tem as bandas Dita, às 20h, e West Gang Motorcycle Rock Band, às 22h30. Já no sábado (05.10) a animação começa às 13h com a Plataforma 16; Vulgo Rock Blues, às 15h; Allira, às 17h; às 19h tem a Propina Rock; Segredo de Estado, às 21h; e encerrando a segunda noite, às 23h, a banda Faixa Etária. No último dia tem A-BR 80’s, às 12h; Trisônica, às 14h; e fechando a festa, às 16h, a banda Stigma. Nos intervalos o DJ Marco Rock comanda a diversão do público.

“É um evento muito importante e de cunho turístico, pois movimenta a cidade como um todo, com um público de fora vindo aproveitar o hotel, restaurante e lojas daqui. Mas também como uma opção de lazer para o petropolitano, que geralmente é o grande público no domingo, vindo prestigiar a festa”, comenta o presidente da AMP, Jorge Fernandes.

O Imperial Moto Fest é mais um evento que consolida o viés turístico e potencial de fomento do segmento com ações em parceria entre poder público e iniciativa privada.

“Já temos uma cidade incrível, atrativa a todo público. Mas sabemos que esses eventos agregam valor ao nosso turismo, sendo um importante fomentador. Nosso trabalho tem sido aprimorar os nossos eventos e apoiar, junto à iniciativa privada, eventos para enriquecer o nosso calendário. Assim, oferecemos mais opções aos nossos moradores, visitantes e é mais uma maneira de atrairmos mais público para a nossa cidade, beneficiando a nossa rede hoteleira, o comércio da cidade, restaurantes e os polos de moda”, observa o secretário da TurisPetro, Marcelo Valente.

Eleitos na Conferência Municipal de Economia Solidária, os sete representantes da sociedade civil tomaram posse de suas funções nesta segunda-feira (02.10), em evento realizado na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta. O Conselho tem como desafio trazer para Petrópolis um dos oito Centros Públicos de Referência, colocando a cidade como representante da região serrana. Os centros fazem parte do Plano Estadual de Economia Solidária e serão divididos entre as oito regiões geopolíticas do Estado.

Tomaram posse Marli de Souza Santos da Cooperativa de Trabalho D’Esperança de Reciclagem;  Cassia Nilce dos Santos Hammes, da APDV;  Maria de Lourdes Thomas de Souza; Cláudia Cristina Pires, da Comac; Edna Quieroga da Amaquas; Maria Lopes Plesky de Siqueira da Associação Solidária Serra das Artes e  Marcelo Valverdes Xavier da ONG Raízes do Ofício – eleito presidente.

“Trabalhamos para tirar a lei do papel e consolidar a Economia Popular, com produtos certificados e discussão de políticas públicas para estímulo e valorização do segmento, o que deve acontecer com mais eficiência” disse o presidente eleito.

O Conselho Municipal de Economia Popular é formado por 14 representantes, sendo sete do poder público. O governo abriu mão de estar na presidência para que a gestão do primeiro biênio consolide a união entre a sociedade civil e o poder público. Foi criada uma comissão certificadora, que tem como trabalho garantir que quem participe do conselho realmente atue na área.

Retirada de lixo, folhagem e pedras ajudam a prevenir alagamentos na cidade.

Ao longo de nove meses de trabalho, a Secretaria de Obras já promoveu a desobstrução de galerias pluviais e limpeza de ralos em mais de 230 locais em toda cidade. Só em setembro, 20 ruas do Centro, Bingen, Mosela, Siméria, Quarteirão Ingelheim, Castrioto, entre outros, tiveram a retirada de lixo, folhagem e pedras que atrapalham o fluxo de água.

O trabalho integra o Plano Verão, que organiza ações preventivas e de resposta dentro de cinco eixos: inundações, deslizamentos de terra, rolamentos de blocos rochosos, vendaval e tempestades de raio. Com a retirada desses materiais do caminho da água da chuva, diminui o risco de alagamentos pela cidade.

Esse é um serviço que tem uma grande importância para cidade por causa da quantidade de chuva que cai no verão. É usado um caminhão que suga todo lixo e que faz a desobstrução dos bueiros. O trabalho é para que a água tenha para onde escoar e, assim, evitar o transbordamentos.

O vento e a própria água de chuva acabam empurrando esses materiais, que ficam presos nas bocas de lobo e bueiros. A maior parte do serviço tem sido feita pela equipe de manutenção viária no período noturno para não atrapalhar o fluxo de veículos na cidade.

Outro serviço desenvolvido é o de manutenção de rede, que já ocorreu em mais de 220 locais. Geralmente, são demandas por trocas de manilhas, problemas que são constatados pelos moradores em casos de vazamentos de água ou por buracos na rua. A pressão da causa ou mesmo o desgaste dessas peças é o que gera a situação. Nesses casos, é possível entrar em contato com as equipes de manutenção viária pelos telefones: 2246-8620 / 2246-8621 (Centro e arredores); 2246-8701 / 2246-8625 (Distritos); ou 2246-8702 (Posse).

Evento vai debater o tema “A Defesa Civil e os saberes: experiências e desafios” em três eixos: comunitário, profissional e científico.

Está definida a programação do I Colóquio de Defesa Civil, que acontece de 9 a 11 de outubro. O evento discute o tema “A Defesa Civil e os saberes: experiências e desafios” em três eixos: comunitário, profissional e científico. Participam profissionais das áreas de Defesa Civil, professores universitários e é aberto à população. A inscrição é um pacote de fralda infantil, que pode ser nos tamanhos M, G ou XG, para a campanha de arrecadação organizada pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias. Os interessados em participar devem fazer o cadastro no site da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase), local que recebe o Colóquio. 

No primeiro dia de atividades será oferecido um coquetel, além de palestras com o secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz, com a supervisora da FMP/Fase, professora Maria Isabel de Sá Earp e com Sebastião Guerra, coordenador do projeto Fortalecendo a Resiliência aos Desastres na Região Serrana do Rio de Janeiro.

“Estamos trabalhando, desde o início da gestão, pensando na prevenção dos desastres. Será um evento modelo para todo país. A participação da população, que tem o saber da comunidade, é tão importante quanto a dos professores, que realizam diversos estudos nessa área. Esperamos que o Colóquio agregue valor a todos os participantes”, afirma Paulo Renato Vaz. 

Na terça-feira (10.10), acontecem os debates do eixo científico, com a participação de oito professores doutores de seis universidades diferentes. Já na quarta (11.10), o eixo profissional oferece palestras de técnicos de Defesa Civil das cidades de Petrópolis, Nova Friburgo, Teresópolis, Juiz de Fora e Rio de Janeiro. No mesmo dia, o evento abre espaço para o saber comunitário, com debates sobre a participação da mulher na redução do risco de desastres e a formação de Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs).

“Todos os conhecimentos são importantes. O I Colóquio de Defesa Civil vai reunir as mais diversas experiências e saberes com o objetivo de fortalecer a nossa cidade”, afirma Paulo Renato

O I Colóquio de Defesa Civil de Petrópolis segue o Marco de Sendai para a Redução do Risco de Desastres de 2015-2030, do qual o Brasil é signatário, e que prevê a aproximação dos órgãos de Defesa Civil com as universidades e centros de pesquisa, como forma de aprimorar as ações de prevenção de desastres tendo como foco principal a preservação da vida do ser humano. A programação completa, com todos os participantes e horários está no site da FMP/Fase:http://www.fmpfase.edu.br/curso/20173_Evento/6317DefesaCivil2017/

Evento, que também terá o Palácio de Cristal na programação, acontece de 18 a 22 de outubro.

A sétima arte toma conta da Cidade Imperial, neste mês, com o II Festival Imperial de Cinema de Petrópolis que acontece de 18 a 22 de outubro, com apoio da Prefeitura. Além do Palácio de Cristal, o principal espaço cultural de Petrópolis, o Theatro D. Pedro também será palco do evento que vai oferecer mostras variadas de filmes, oficinas, workshops e debates. A abertura do festival será no TDP, às 20h30, com exibição do principal filme da programação: João, O Maestro. Com direção de Mauro Lima, produção da LC Barreto e a atuação magistral de Alexandre Nero como protagonista, o filme conta a emocionante história do maestro João Carlos Martins.

Em sua segunda edição, o Festival Imperial de Cinema de Petrópolis espera superar o público do ano passado – de 7 mil pessoas – com estimativa de atingir 20 mil pessoas, segundo os organizadores, com uma programação aberta e gratuita. O evento surgiu com o objetivo de formar plateia e difundir o cinema nacional. E parte desta programação será oferecida no Theatro D. Pedro com sessão infantil, educacional e debate nos dias 19 e 20, sempre às 15h, 18h e 21h.

Além da abertura, no dia 18, tem exibição no dia 19 dos filmes Os Saltimbancos Trapalhões – Rumo a Hollywood; Como Nossos Pais e Não Devore Meu Coração, respectivamente. Já no dia 20 a exibição será do filme D.P.A – Detetives do Prédio Azul, às 15h; e às 21h do filme Bingo, O Rei Das Manhãs. A produção é uma cinebiografia de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa matinal do SBT durante a década de 1980.

Antes, às 18h, o público poderá participar do painel Relação Brasil-África e a Sétima Arte. Nele será promovido um debate sobre as perspectivas de coprodução cinematográfica e intercâmbio cultural entre o Brasil e os países da África, no âmbito da cooperação técnica, identidade cultural e busca por temáticas contemporâneas de interesse mútuo. Em seguida terá cabine do filme O Encontro Improvável.

Além do Palácio de Cristal e Theatro D. Pedro, o II Festival Imperial de Cinema de Petrópolis também estará no Museu Imperial e Universidade Católica de Petrópolis (UCP).

"Cidade para Todos" levará os participantes dos grupos de convivência dos CRAS a passeios pela cidade.

Ampliar o acesso à cultura e ao lazer junto à população idosa é uma das metas da prefeitura. Em meio à programação da Semana do Idoso, a Secretaria de Assistência Social lançou o projeto “Cidade para Todos” que levará os participantes dos grupos de convivências dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) a passeios culturais e de lazer pela cidade.

A iniciativa começou pelo CRAS Retiro, que possui um grupo de convivência onde é oferecido palestras, roda de conversa, oficinas de artesanatos, entre outras atividades para idosas da comunidade. Em curto prazo o projeto será realizado nas oito unidades dos CRAS do município.

O passeio do ‘Cidade para Todos’ começou às 9h desta quarta-feira (04.10) pelo Palácio de Cristal, depois o grupo seguiu para a Casa de Santos Dumont, Museu Imperial, Parque Cremerie e Palácio Quitandinha. A psicóloga do CRAS Retiro, Carla Beatriz dos Santos disse que o roteiro foi montado pelas próprias idosas.

“Nossa pedagoga, Simone, faz um trabalho com elas e identificou que muitas não conheciam alguns pontos turísticos. Conseguimos uma parceria com o Instituto Municipal de Cultura e Esporte e com outros parceiros para viabilizar o passeio. Levamos lanche e o almoço será no Restaurante Popular. Quem não pôde vir lamentou, mas nós iremos fazer outras atividades em breve”, antecipa Carla Beatriz.

A moradora da Comunidade São Luiz, Rosângela Regina de Souza, comemorou o lançamento do projeto. Ela explica que alguns pontos turísticos ela visitou pela primeira vez.

“Eu fiquei encantada com a Casa de Santos Dumont, com o vídeo que mostraram da história dele e ainda ganhamos um lápis de brinde. Estou muito feliz, está sendo ótimo o passeio. Eu já conhecia o Palácio de Cristal mas hoje estou conhecendo muita coisa nova”, disse Rosângela Regina de Souza.

Sandra Mendes Nogueira do Quarteirão Brasileiro e Ângela Maria dos Santos Almeida do Atílio Marotti também apoiaram a iniciativa da prefeitura. “Maravilhoso, a van buscou a gente na porta do Cras e nos levou de volta também. Teve lanche, amamos o passeio e não vejo a hora de ter outro”, comemoram.

Atividades da Semana do Idoso acontecem até o dia 16

A abertura oficial da Semana do Idoso aconteceu na terça-feira (03.10) no Terra Santa com homenagem a 100 idosos. A programação contou ainda com a apresentação do Coral Protempore, regida pelo Maestro Paulo Afonso e uma atividade de ginástica, com uma equipe de Educação Física da Universidade Estácio de Sá e uma Tarde de Prêmios, que distribuiu prêmios aos idosos a cada rodada.

As atividades da Semana do Idoso serão realizadas até 16 de outubro, quando encerra com uma Tarde Musical com o grupo Serenata Imperial, na Casa Cláudio de Souza, a partir das 16h30. As atividades continuam já na quarta-feira (05.10) com a Olimpíada da 3ª Idade, que será realizada a partir das 13h, no Centro Esportivo Fábrica do Saber. No mesmo dia, no Terra Santa, será realizado uma Oficina “Projeto Cinema, Memória e Bem-Estar”, com os idosos do Projeto Fórmula do Bem-Estar do Terra Santa, a parir das 14h. Na sexta (06.10), no Restaurante Popular, acontece o Baila Comigo, às 16h. A dança contagia ainda na quarta-feira (11.10), com o Baile da Feliz Idade, às 15h, no Petropolitano.  A série de eventos é promovida pela Prefeitura e pelo Conselho Municipal da Pessoa Idosa.

Atrativo que conta a história da colonização alemã em Petrópolis recebeu 652 visitantes a mais que no mesmo período do ano passado.
Atividades lúdicas para a criançada e público que visita o museu dão ainda mais vida ao espaço cultural.

Exemplar da colonização alemã em Petrópolis, o Museu Casa do Colono registrou aumento na visitação do atrativo de janeiro a setembro. Foram 652 visitantes a mais que o mesmo período do ano passado, quando 10.522 pessoas passaram pelo local. Uma programação especial com atividades lúdicas, como espetáculos e contação de histórias, voltada para grupos escolares e público em geral contribuiu para o aumento na visitação, que em nove meses foi de 11.174 visitantes.

“Esse crescimento no público que estamos registrando representa também uma atenção especial da atual gestão com o museu, dando a importância devida que ele tem. Não apenas com uma programação especial para o público e grupos escolares, mas também na divulgação da casa como um dos principais atrativos turísticos da cidade, que o museu é, mas antes não era divulgado”, afirma o coordenador do museu, Didair da Silva.

E neste mês em que é comemorado o Dia das Crianças, a garotada pode curtir o atrativo que tem visitação gratuita. Ele funciona de terça a domingo, das 8h30 às 16h. Quem quiser programar o passeio e contar com uma visita ainda mais especial, monitorada, pode agendar pelo email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo telefone (24) 2247-3715.

O Museu Casa do Colono é um lugar para o público conhecer como eram os costumes e hábitos dos nossos colonizadores. A casa reconta, por meio dos utensílios, objetos e cada detalhe, um pouco da nossa origem e por isso a importância desse equipamento para a cultura da nossa cidade e no roteiro turístico.

 

Secretaria de Saúde está cumprindo uma determinação do Ministério Público Federal e do Trabalho.

Nestes primeiros dias de implantação do ponto eletrônico, os profissionais da Saúde precisaram se adequar à nova prática de registro de cumprimento de carga horária trabalhada. O ponto eletrônico foi implantado na última segunda-feira (01.10) em todas as unidades de saúde e no Centro Administrativo da prefeitura, onde está localizado a Secretaria de Saúde. Todos os funcionários, entre servidores e cargos comissionados, inclusive médicos, estão registrando os horários de entrada e saída, além dos intervalos de almoço diariamente.

“No início foi um pouco confuso, a gente se esquecia de marcar o ponto na entrada, ou na volta do almoço, agora os próprios amigos do setor se ajudam a lembrar. Acredito que é uma forma justa de termos nossos direitos garantidos”, avalia Cleide das Graças Andrade, Servidora da Saúde há 30 anos.

A medida também agradou os usuários dos postos e unidades de Saúde. A aposentada Maria Nadir Cunho de Souza é usuária da UBS do Retiro e explica que por muitas vezes ficava aguardando a consulta médica por mais de duas horas.

“Era muito complicado porque a gente chegava até mais cedo e o médico não estava no posto. Eu já tive uma consulta uma vez que vim 4 horas da tarde só fui atendida no terceiro turno do posto, depois das 7 horas da noite. Agora as coisas vão melhorar, acho que eles vão ter mais compromisso com os horários”, disse a aposentada.

A morada do Atílio Marotti, Gicelia de Araújo pede à Secretaria de Saúde que fiscalize a pontualidade dos médicos nas unidades e aprovou o novo sistema de cumprimento da carga horária.

“Minha nora tem plano de saúde e sofre com os atrasos dos médicos, aqui no SUS eu já tinha perdido as esperanças. É um dia perdido vir para consulta, pois chegamos e ter que esperar muito tempo até ser atendida. É muito bom ter esse ponto, mas espero que a prefeitura fiscalize para que eles cumpram o horário”, afirma Gicelia de Araújo

Sobre o ponto Biométrico:

A secretaria de Saúde implantou o registro de ponto nos 37 postos de saúde da família e nas 8 Unidades Básicas de Saúde, além da Coordenação de Epidemiologia, Laboratório Escola da Fase, em Cascatinha, Centro Odontológico, Vigilâncias Sanitária e Ambiental com o Sistema Próprio de Controle de Ponto (SPCP) instalados nos computadores para que o servidor registre a presença por um sistema no computador fornecendo o número da matrícula.

Os aparelhos de biometria  estão instalados no Centro Administrativo (Secretaria de Saúde), Hospital Municipal Nelson de Sá Earp, Centro de Saúde, Samu, Pronto Socorro Leônidas Sampaio e Hospital Alcides Carneiro para cadastro dos funcionários.

É uma orientação em escala nacional em muitos estados e municípios feitos pelo Ministério Público, para dar mais transparência ao gerenciamento do setor público.

Na gestão passada já havia orientação dos MP estadual, do trabalho e federal – em inquérito – determinando a medida que não chegou a ser executada. Com a medida, quem ganha é a população, pois terá o horário de atendimento, principalmente médico regularizado cumprindo a carga horária pactuada no contrato de prestação de serviço junto à Secretaria. Dessa forma, haverá mais organização, controle e qualidade de gestão.

HMNSE - No Hospital Nelson de Sá Earp a biometria tem validade já em outubro, porém em novembro a escala de plantões será alterada. No HMNSE, os enfermeiros cumpriam carga horária de 24 horas com folga de 72 horas e, em alguns casos, de um dia de trabalho por quatro de folga.  Com a biometria, haverá alteração de carga horária de 12hx36h ou o cumprimento de 24 horas por três dias de folga.  O prazo até novembro para que os funcionários se adequem é um pedido do Sindicato dos Servidores Municipais (Sisep) feito à Secretaria de Saúde.

Notícias por data

« Outubro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

DO

loa 2018

plano-plurianual-final

iptu

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

cpge

selo acesso informacao.fw