Na primeira Feira de Empregos realizada pela prefeitura de Petrópolis, 700 vagas oferecidas por 31 empresas foram disponibilizadas. Foram 3,5 mil pessoas que participaram de entrevistas de empregos e 3,5 mil entregaram os seus currículos. Todos os currículos serão disponibilizados no Balcão de Empregos da Prefeitura e quem não conseguiu fazer entrevista será encaminhado para empresas participantes e outras que também queiram mão de obra. Isto vai acontecer ao longo do mês de novembro e todos os currículos entregues terão esta atenção individualizada. A partir do próximo ano serão programadas Feiras de Empregos setoriais - com foco em áreas específicas como hotelaria, comércio, tecnologia e indústria.

Ainda há demanda de empresas que necessitam de mão de obra e a prefeitura vai ajudar a intermediar este contato com quem busca emprego. Os eventos setoriais vão facilitar esse entrosamento.

Petrópolis recebeu também pessoas de outros municípios. Foram registrados candidatos de Magé, Rio, Teresópolis e Piabetá. Quem não teve oportunidade de participar da Feira de Emprego deve cadastrar o currículo no Balcão de Empregos da prefeitura.

Priscila da Fonseca está em busca de uma vaga de vendedora. Ela afirma ter feito contatos interessantes durante a feira. "Foi muito importante ter vindo. Gostei muito de conhecer os processos seletivos das empresas e agora já penso em tentar uma chance em outras vagas", disse.

Gabriel de Oliveira aguarda por uma recolocação. "Gostei muito do atendimento e estou saindo da feira com muita fé. Acho que uma das vagas será minha. Essa foi uma iniciativa importante da prefeitura, mostra que estão buscando ajudar aqueles que estão à espera de uma recolocação.

Vale ressaltar que quem não pode comparecer à Feira de Empregos deve mandar o cadastro atualizado no Balcão de Empregos. Semanalmente, são cerca de 20 vagas divulgadas e o próprio sistema do Balcão de Empregos encaminha os currículos para as empresas de acordo com as especificações das vagas que estão em aberto.

O Cadastro no Balcão de Empregos deve ser feito no site da prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br . Em média, o Balcão recebe 500 novos currículos por mês. Nesse ano foram 208 vagas divulgadas e 1.402 candidatos encaminhados para entrevistas. Informações adicionais podem ser obtidas através do telefone: (24) 2233-8113. O DETRA funciona na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846.

Agora será feito o registro dos imóveis em cartório para concluir o processo de regularização fundiária

Os moradores do Condomínio Sérgio Fadel, no Samambaia, assinaram no domingo (11.11) as escrituras dos imóveis que estão passando pelo processo regularização fundiária. Das 60 residências, os proprietários de 53 entregaram o documento, que agora será encaminhado para registro em cartório, último passo para entrega definitiva do título de posse. As restantes poderão fazer a assinatura no Centro Administrativo.

As famílias que moram há 23 anos no local estão em processo de regularização desde 2015. Desde o início da gestão do prefeito Bernardo Rossi, o trabalho foi acelerado graças à cooperação técnica firmada pelo município junto com o Instituto de Terras e Cartografias do Estado do Rio de Janeiro (Iterj). No ano passado, os cerca de 250 moradores passaram por confirmação de cadastros e as casas tiveram levantamento topográfico concluídos. No último domingo, as escrituras foram levadas pela Secretaria de Obras, Habitação e Regularização Fundiária até o Condomínio.

A escritura é o reconhecimento definitivo do direito dessas pessoas que moram há mais de 20 anos no Condomínio. Ainda no início do ano passado a prefeitura se aproximou do Iterj para que isso que estamos vendo agora, esse momento tão próximo da entrega do título de posse, pudesse acontecer. É um sonho que está cada vez mais próximo de se tornar realidade.

O Condomínio Sérgio Fadel foi construído para os desabrigados da chuva 1988 e inaugurado sete anos depois, em 1995. No entanto, não houve cessão do imóvel, o que só está sendo feito agora.

“Quem não estava em casa no momento em que levamos as escrituras, seja porque estavam trabalhando ou outro motivo, podem procurar o Departamento de Habitação e Regularização Fundiária no Centro Administrativo de 9h às 18h para fazer a assinatura e o próprio departamento vai encaminhar para o cartório concluir o registro”, explicou o diretor de Habitação e Regularização Fundiária, Antônio Neves. O Centro Administrativo fica na Av. Barão do Rio Branco, 2.846 – Centro.

A líder comunitária Lucimar Gomes Neto, uma das primeiras moradoras do condomínio, trabalha por melhorias há bastante tempo. No domingo, ela ajudou a chamar os moradores e levou a equipe do Departamento de Habitação até as casas de quem tem dificuldades de locomoção, como pessoas idosas.

“Para gente é uma vitória muito grande. Essa é uma luta de muito tempo. Nós já passamos por muita coisa, recadastro, confirmação de documentos, e agora estamos mais próximos de encerrar esse processo”, disse ela.

O trabalho feito pela prefeitura junto ao Iterj no Condomínio Sérgio Fadel é o mesmo que já acontece em outras localidades e que alcança cerca de 1,5 mil famílias. Na Vila São José, no Bingen, por exemplo, o processo está fase de elaboração das escrituras para serem assinadas pelos moradores e feito o registro em cartório. Moradores de área de Atílio Marotti, Vicenzo Rivetti, Pedras Brancas, Siméria, Alto da Derrubada, Castelo São Manoel e Vale do Carangola estão passando por confirmação de cadastro e documentos e levantamento topográfico.

Mais 20 cirurgias estão programadas para o segundo dia de mutirão no hospital

O Hospital Alcides Carneiro (HAC) se prepara para o segundo mutirão de atendimentos deste mês, na próxima quarta-feira (14.11). Para este dia, estão agendadas 20 cirurgias urológicas para pacientes pré-agendados. O objetivo é acelerar a realização de procedimentos de pacientes que estão na fila de espera na rede pública de saúde. A iniciativa tem como foco a campanha do Novembro Azul, preconizando o cuidado com a saúde de forma geral. 

Os mutirões são de grande importância para agilizar os atendimentos e diminuir a fila de espera dos pacientes da rede pública de saúde. No último sábado,  um grande número de médicos voltados para a realização de procedimentos em pacientes pré-agendados. No primeiro dia de mutirão, 27 cirurgias foram realizadas com a parceria de 40 médicos. Esse mesmo quantitativo de profissionais é previsto para as cirurgias de quarta-feira.

Os atendimentos serão realizados durante todo o dia e grande parte das cirurgias será para procedimentos de vasectomia. Outros pacientes que aguardam para demais intervenções urológicas também foram chamados. O mutirão também contemplará pacientes que aguardam pela realização de exames médicos como ultrassonografia de próstata, ressonância magnética, tomografia computadorizada.

Estão previstos 60 exames clínicos nas especialidades destacadas. O foco é a humanização dos atendimentos, contribuindo para celeridade dos atendimentos de pacientes que poderão seguir com seus tratamentos de forma mais rápida.

Força tarefa da Fazenda segue analisando pedido de isenção de IPTU

Seis anos após dar entrada no pedido de isenção do pagamento de IPTU, o motorista de ônibus aposentado Elpídio Silva, de 89 anos, comemorou o recebimento da Certidão Negativa do imóvel em que mora com a família. O documento foi entregue no início deste mês. O aposentado é um dos quase 5 mil idosos que desde 2012 esperavam uma resposta do município ao pedido de isenção, protocolado com base na Lei 6.930.

“Sr. Elpídio está feliz da vida com a certidão negativa”, conta Fernando Torre, genro do aposentado, que acompanhou todo processo na prefeitura. “É um alívio ter uma definição e conseguir resolver esta questão do imposto. Moro há mais de 30 anos nesta casa, meus filhos e netos foram criados lá e eu tive medo de perder o imóvel com esta indefinição. Foram muitos anos de trabalho como motorista de ônibus viajando para outros estados, viagens longas, muito trabalho para conseguir comprar minha casa. Fico tranquilo agora que está tudo certo”, disse o aposentado quando recebeu a notícia da isenção.

O aposentado está entre os 420 que tiveram a isenção aprovada em análise de uma força tarefa criada em fevereiro. A Secretaria de Fazenda está corrigindo uma covardia que foi feita com os idosos, que esperam desde 2012 por este benefício. São pessoas que foram à prefeitura todo ano protocolar o pedido, apresentaram a documentação e durante muito tempo ficaram sem resposta ou tiveram informações desencontradas que, em alguns casos, os levaram a pagar o imposto apesar de estarem enquadrados na lei e terem direito à isenção.

Dos 5 mil processos acumulados na Secretaria de Fazenda, 1.100 já foram avaliados pela força tarefa. Destes, 570 caíram em exigência e os proprietários foram convocados a apresentar documentos pendentes, para conseguir a isenção. A equipe da Secretaria de Fazenda segue analisando os demais processos.

A Lei 6.930, foi criada em 2012 e garante a isenção do IPTU a pessoas com mais de 60 anos que tenham renda de até dois salários e possuam apenas o imóvel em que moram.

Em julho a lei de isenção de IPTU aos idosos foi regulamentada pelo prefeito Bernardo Rossi, tornando claro todo o procedimento e os documentos necessários. A regulamentação estabelece quem tem o direito, a documentação necessária e como o idoso deve proceder.

Conseguir o benefício é simples: o idoso protocola seu pedido na Secretaria de Fazenda, solicitando a isenção. No local ele preenche o formulário e apresenta seus documentos. A Fazenda avalia e entra em contato com o idoso sobre o deferimento do pedido que também é publicado no Diário Oficial.

A regulamentação pôs fim à polêmica em relação à apresentação de comprovante de declaração de Imposto de Renda, pois permite, por exemplo, que idosos informem à Fazenda que não são obrigados a fazer a declaração junto à Receita Federal. Para facilitar o processo a Secretaria de Fazenda passa a disponibilizar um formulário de declaração próprio. A alteração é importante uma vez que a Lei 6930/12 atrelava a concessão do benefício à apresentação da cópia da última declaração de Imposto de Renda o que durante anos dificultou o acesso dos idosos ao benefício.

CPTrans já oficiou concessionária do município para que não realizem obras durante os dias 52 dias de festa

A Prefeitura está solicitando às concessionárias do município que evitem realizar obras que necessitem de intervenções viárias entre os dias 30 de novembro e 20 de janeiro, dias do Natal Imperial. A intenção é que tanto os acessos da cidade quanto os trechos urbanos fiquem livres de obras eletivas neste período evitando congestionamentos, a exemplo do que aconteceu em 2017 quando a Concer realizou reparos na pista subida da serra deixando centenas de turistas engarrafados durante horas para chegar ao município.

A CPTrans já oficiou a Concer, DER, Águas do Imperador, Oi e Enel para que evitem obras. No ano passado, o município recebeu durante 36 dias de festa, cerca de 330 mil pessoas. Só de ônibus de turismo foram mais de 800 – pessoas vindas de todos os cantos do país para prestigiar o Natal Imperial. O planejamento de trânsito, apesar do grande número de veículos, funcionou bem e a expectativa deste ano é melhorar ainda mais.

Entre as medidas planejadas estão a ampliação das vagas em frente ao Museu Imperial e no entorno do Palácio de Cristal; a reserva dos estacionamentos dos dois lados da Avenida Tiradentes, em frente à Catedral São Pedro de Alcântara; nova sinalização e novo regulamento para a Praça 14 Bis, inclusive com a ampliação do horário destinado exclusivamente para ônibus de turismo; área específica para estacionamento no Quitandinha, entre outras.

O Natal Imperial é um dos principais eventos da cidade e estamos planejando o esquema de trânsito para que tanto turistas quanto petropolitanos aproveitem a festa sem qualquer problema. No ano passado, a festa garantiu a injeção de R$ 220 milhões na economia do município e foi um dos principais eventos da cidade, com restaurantes, hotéis e comércio lotados durante todo o mês de dezembro

A celebração do Dia da Consciência Negra está com programação ampla no município

Petrópolis está recheada de atrações durante o feriado prolongado do mês de novembro. O Palácio de Cristal será palco da 6ª Festa da Cultura Afro Brasileira, que começa no sábado (17.11) e vai até terça-feira (20.11), dia que é celebrado a Consciência Negra em todo Estado do Rio de Janeiro. Serão quatro dias com uma programação ampla e temática valorizando a cultura afro, das 10h às 22h. O evento faz parte do calendário oficial do município e é uma realização do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR) com o apoio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes e TurisPetro.

A abertura solene do evento que celebra Zumbi - líder do Quilombo dos Palmares, está marcada para às 17h, em seguida o espetáculo teatral “A escrava Isaura” e fechando o dia com apresentação do “Samba Amigo”. As festividades começam, no entanto, mais cedo, às 10h. Entre as atrações estão exposições de artesanatos, roda de conversa, apresentações teatrais e musicais, oficina, desfiles, roda de capoeira, batalha de rap e passinho, entregas de moções, coral, bloco carnavalesco entre outros.

“O Compir quer celebrar a semana da Consciência Negra com o evento destacando a diversidade da cultura afro brasileira. Teremos a Roda de Conversa, um espaço especialmente dedicado ao debate que promovam a promoção da igualdade racial. O dia 20 está com programação ampla e com a participação dos movimentos negros do município”, destacou a presidente do Compir, Edna Queiroga

No domingo (18.11) os petropolitanos e turistas poderão participar das rodas de conversas com temas: “Importância das Culturas Afro Brasileiras de Cabo Verde e Moçambique e “Kwanza, Congresso Pan Africano e Movimento Equilibrador”. No início da tarde, a festa conta com oficinas de abayomi, dança do ventre, desfile e às 20h, participação especial do cantor Gabriel Silva com um grande show musical.

Já na segunda-feira (19.11) a programação da festa começa animada com aula de zumba e oficina de Macramê. No período da tarde, a roda de conversa reúne as pessoas abordando o tema “Papo Afro”. Logo em seguida, apresentação de dança do ventre, Contação de história e ainda apresentação do Duo Dandara e Tainara Galdino. Fechado a programação do dia, o grupo Magia encerra a noite com muito samba.

O último dia do evento – dia em que se celebra o símbolo da resistência, Dia da Consciência Negra (20.11), além de toda a programação durante todo o dia, às 15h acontece a celebração ao Busto de Zumbi dos Palmares, na Praça Rui Barbosa, mais conhecida como Praça da Liberdade. Às 19h o bloco carnavalesco Guerreiros da Vinte se apresentam no Palácio de Cristal e encerrando com chave ouro toda a programação, às 20h participação do André Campanha.

PROGRAMAÇÃO

SÁBADO – 17.11.2018

10h- Abertura Exposição de Artesanatos / Abertura Exposição de Trabalhos Manuais

10h15 - Roda de Conversa “Economia Solidária – A cor do Trabalho”

17h - Abertura Oficial

18h - Espetáculo Teatral “A Escrava Isaura”

20h - Apresentação “Samba do Amigo”

DOMINGO – 18.11.2018

11h - Roda de Conversa “Importância das Culturas Afro brasileira, de Cabo Verde e de Moçambique”

14h - Roda de Conversa “Kwanza, Congresso Pan Africano e Movimento Equilibrador”

15h - Oficina Abayomi

16h - Apresentação Dança do Ventre

17h - Entrega de Moções Congratulatórias do COMPIR

19h - Desfile Beleza Negra – Agência Brsete

20h - Apresentação “Gabriel Silva”

22h - Encerramento

SEGUNDA FEIRA – 19.11.2018

10h - Aulão de Dança Zumba

11h  - Oficina Macramê

15h - Roda de Conversa “Papo Afro”

16h - Apresentação Dança do Ventre

17h - Contação de Histórias “Projeto Oorum Maiê”

17h30 - Apresentação Duo Dandara e Tainara Galdino

20h - Apresentação “Magia”

22h - Encerramento

TERÇA FEIRA – 20.11.2018

10h - Roda de Conversa “Matriz Africana”

11h - Oficina de Atabaques

12h - Apresentação de Atabaques

14h - Oficina de Turbante / Roda de Samba / Batalha de Rap / Apresentação Dança de Rua / Batalha de Passinho / Roda de Conversa “Cultura Afro brasileira” / Roda de Capoeira

15h - Celebração ao Busto de Zumbi dos Palmares – Praça Rui Barbosa

16h - Plantio de Camélias – Petrópolis da Paz

16h - Roda de Conversa “Reflexão Resistência da População Negra” - MNU

17h - Performance “Projeto Axé”

17h30 - Performance “Contos Africanos” 

18h - Apresentação Coral Municipal de Petrópolis

19h - Bloco Carnavalesco Guerreiros da Vinte

20h - Apresentação “André Campanha”

22h - Encerramento

Duas ruas com intenso fluxo de ônibus foram atendidas pelo Mais Asfalto nesta segunda-feira (12.11) no Centro. O programa promoveu a manutenção viária das ruas Cel. Veiga e Washington Luiz. Essas ruas servem de rota para 67 linhas de ônibus, que fazem 1.335 viagens por dia. Além disso, elas recebem movimento de 16 mil até 22 mil veículos por dia.

Por isso, foram utilizadas cinco toneladas de asfalto, a partir da entrada da Comunidade do Gulf. O programa Mais Asfalto tem até sete equipes atuando todos os dias na manutenção viária da cidade.

O taxista Wilson Esteves também entende a importância do serviço.

"Realmente muito importante, tinha trechos com muito buracos. Acho muito bom que estejam fazendo isso", disse.

O programa também passou pela Rua Euclides de Oliveira, no Meio da Serra, que é conhecido como Horta. Pela via passa a linha de ônibus 413, Lopes Trovão, que faz 15 viagens por dia.

Além dos bairros, o Mais Asfalto atua também nas vias de maior circulação da cidade. O programa já pavimentou quase sete quilômetros entre as ruas Santos Dumont, Souza Franco, Visconde de Bom Retiro, Aureliano Coutinho, Imperador, Dr. Sá Earp e 16 de Março no Centro. O trabalho também vai passar pela Rua Nelson Sá Earp, que recebe diariamente 22,5 mil veículos. A via é uma das principais alternativas para quem vai para Mosela, Bingen, Valparaíso e Quitandinha.

Onze instituições totalizando 13 delegados irão representar o município na Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, que acontece em julho do ano que vem. Os selecionados, e mais 25 propostas, foram aprovados durante IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente que aconteceu no último fim de semana na Casa dos Conselhos.

As instituições selecionadas para enviar um delegado para representar o município na Conferência Estadual foram: Projeto Social Aprendendo a Brincar, Seelyg, Grupo Assistencial SOS Vida, Associação Creche São Cherbel, Sadias, Comac, OAB, Fórum das Associações Moradores de Petrópolis, Conselho Tutelar, Conselho de Direito e Poder Público.

Durante a conferência foram discutidos cinco eixos temáticos, e de cada um saíram cinco propostas, totalizando 25 sugestões que serão encaminhadas para a comissão da Conferência Estadual, onde serão avaliadas, com possibilidade de serem aprovadas para a Conferência Nacional que acontece em outubro de 2019. Entre elas são: criar o Programa Municipal de acesso ao primeiro emprego ao adolescente em vulnerabilidade social, uso consciente de novas tecnologias e aprimorar o diálogo entre a rede de atendimento socioassistencial entre outras.

Foram dois dias de evento, que contaram com a participação especial de dois palestrantes:  o delegado da Polícia Federal, Clayton Bezerra e o psicólogo Claudio Augusto Vieira da Silva, que abordaram temas de violência contra criança, além das apresentações dos corais infantis Orquestra de Cidadania Sinfônica de São Charbel e Projeto C3. Mais de 100 pessoas participaram dos dois dias de Conferência.

“Aqui representamos as crianças e seus anseios para serem discutidos e esse espaço é de suma importância para todos inclusive para o município. Nos eixos de política pública queremos levar a questão da educação das criança”, contou educadora social e vice-presidente da Seelyg – instituição associada ao CMDCA, Ana Eleutero.

O festival de teatro Scena Serrana, que foi resgatado pelo Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) em parceria com o segmento de teatro da cidade, levou mais de 600 pessoas para os espetáculos, performances e oficinas que aconteceram de 08 a 11 de novembro, no Centro de Cultura Raul de Leoni e no Theatro D. Pedro. O evento teve a participação de quase 80 artistas.

“O clima todo do festival foi muito bacana. Atingimos os objetivos de público e de autoestima dos artistas. Por isso, o segmento já está projetando a edição de 2019, maior e mais representativo, que com certeza iremos apoiar. Foi uma troca de experiências maravilhosa e um intercâmbio com artistas de outros locais”, explica o superintendente de Cultura do IMCE, Arthur Varella.

O Scena Serrana foi aberto com o monólogo “Urbana”, da atriz Glaucy Fragoso, e encerrado com o espetáculo “E-Existir”, da Cia Teatro Livro Aberto. Mas, ao longo da programação, entre os destaques estava a peça “Brimas”, com direção de Luiz Antônio Rocha; “O Velório”, do Grupo e Teatro da Melhor Idade, entre outros. Os espetáculos infantis também fizeram sucesso e contaram com a presença de alunos da rede municipal.

“O festival está sendo uma sementinha que foi plantada. A comissão toda e os artistas que participaram estão muito felizes”, explica a atriz Tatiana Mesquita, que fez parte da comissão organizadora, ao lado de Elisabeth Silveira, Pedro Fernandes, Márcia Ganen e Simone Gonçalves

Criado no início da década de 1980, o Scena Serrana foi considerado um dos maiores movimentos teatrais da cidade. A programação contou com quase 20 atrações, entre peças, shows, exibições de filmes, entre outros. Para o segmento, o período dos anos 1980 até o início dos anos 1990 foi a melhor fase do teatro na cidade e o objetivo é se inspirar naquela época para continuar fortalecendo o atual festival.

Data limite para inscrição será 29 de novembro

A Pré-matricula para os alunos que ainda não fazem parte da rede municipal de Educação começa nessa terça-feira (13.11) no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) e segue até o dia 29 de novembro. Serão aceitas inscrições para 4º e 5º períodos da educação infantil, 1º ao 9º ano do ensino fundamental e I a IX Fase da Educação de Jovens e Adultos – EJA Noturno.

Para a efetivação da Pré-matrícula são necessários os dados pessoais do aluno (nome, data de nascimento, filiação, endereço e telefone), além do ano / período de escolaridade do aluno e CPF do responsável. Os pais também poderão escrever o nome de duas opções de escolas desejadas. Vale destacar que a prioridade é de se matricular o aluno em unidades próximas das residências.

O resultado será disponibilizado no site da prefeitura no dia 14 de dezembro. O período de matriculas direto nas escolas vai ocorrer de 17 a 20 de dezembro.

A Secretaria de Educação fica na Rua da Imperatriz, nº 193, Centro e Polo de Educação Visconde de Mauá na Estrada União e Indústria, nº 11.590, sala 105. Informações adicionais também podem ser adquiridas através dos telefones: 2246 - 8683 e 2246-8685.

Equipe do Procon Petrópolis flagrou sete agências bancárias com tempos de espera em fila pelos clientes que extrapolam o que é determino pela legislação. A ação do órgão de defesa do consumidor ocorreu nesta segunda-feira (12.11) em agências do Centro Histórico. As filas chegavam a 1 hora e 26 minutos de espera. A Lei Municipal 5.763/2001, estipula aos bancos o período de até 15 minutos para atendimento ao público em dias normais e de 30 minutos em vésperas e pós-feriados.  

Maior tempo de fila foi encontrado no Santander de Paulo Barbosa com tempo de espera de 1 hora e 26 minutos. Outras duas agências da rede também foram notificadas com espera de 47 e 22 minutos. Agências do Bradesco, Caixa Econômica Federal e Itaú também receberam notificação com tempos de 30, 28 e 26 minutos, respectivamente. Em uma agência do Banco do Brasil o tempo de espera chegava a 35 minutos. Outras quatro agências fiscalizadas estavam garantindo o tempo de até 15 minutos na visita dos fiscais.

De acordo com a legislação municipal, a agência é advertida pela primeira vez sem a necessidade de aplicação de multa. Se o caso se repetir, ela é multada em 200 UFPS e se o problema ocorrer outra vez o valor dobra. Após seis fiscalizações, como medida punitiva, o Procon pode suspender o alvará de funcionamento do banco

Dados do Procon apontam a redução no índice de notificações às agências bancárias do município relacionados ao tempo de espera na fila: no início das ações do órgão de defesa do consumidor, em janeiro do ano passado, o problema era constatado em 55% das fiscalizações, agora, esse número é de apenas 17%. A intenção do Procon é reduzir ainda mais esse índice, garantindo ao consumidor o tempo adequado para seu atendimento.

Em Petrópolis, o ranking do Procon sobre as empresas e/ou serviços mais reclamados é composto por três, de sete bancos entre as 10 mais reclamados e todos eles estão entre as 30 empresas que mais geram dores de cabeça aos clientes. Quase 20% das reclamações protocolados no Procon são relacionadas a instituições financeiras, perdendo, este segmento, apenas, para o de telefonia no quesito de reclamações. Entre as queixas estão o tempo de espera nas filas, dificuldade no atendimento, cobranças indevidas em cartão de crédito, valor de tarifas cobradas pelos bancos, entre outros.

Quem quiser denunciar alguma prática abusiva pode contatar o Procon pela página do órgão no Facebook, o Procon Petrópolis; pelo site www.petropolis.rj.gov.br/procon. Há, ainda, o WhatsApp Denúncia, no número 98857-5837 ou os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Atendimento presencial pode ser realizado na unidade do Centro, que fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33. A unidade de Itaipava localizada no Centro de Cidadania, que fica na Estrada União e Indústria, 11.860. Os telefones da unidade são: 2222-1418, 2222-7448 e 2222-7337.

Primeira ação ocorreu nessa segunda-feira (12.11): mais de 700 vagas foram divulgadas por 31 empresas

A prefeitura vai promover em 2019 feiras de emprego setoriais com foco em áreas específicas como hotelaria, comércio, tecnologia e indústria. O objetivo será o de promover a divulgação de ofertas de empregos nas empresas petropolitanas, aproximando os recrutadores das pessoas que estão em busca de uma recolocação no mercado de trabalho. O ponta pé inicial desse trabalho teve início nessa segunda-feira (12.11) durante a primeira Feira de Empregos, ocorrida na Casa dos Conselhos. Mais de duas mil pessoas participaram da feira, organizada pelo poder público e os conselhos de Trabalho e Renda de Economia Solidária. Ao longo do dia 31 empresas recolheram currículos, conversaram com os candidatos sobre os processos seletivos e divulgaram cerca de 700 vagas de emprego, em estrutura montada pela prefeitura com estandes.

A prefeitura manteve na Casa dos Conselhos mais de 30 pessoas na organização do evento – capitaneado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Diante da procura acentuada pela Feira manteve uma ambulância de prontidão no Samu e montou estruturas de apoio nos jardins da sede do executivo. Distribuição de água também foi feita para quem aguardou o atendimento.

A fila não desanimou Joel dos Santos. Procurando uma recolocação no mercado de trabalho há seis meses, Joel, que tem 52 anos, espera conseguir uma vaga de vigia ou porteiro e voltar a ter a carteira assinada. “Entreguei vários currículos, fui muito bem atendido e agora ficarei na espera. Valeu à pena muito a pena participar da feira porque pude conhecer um pouco mais sobre os processos seletivos das empresas da cidade”, disse Joel.

Marcelo Esteves, representante da empresa TO Brasil recolheu currículos de pessoas que se candidataram a algumas vagas disponibilizadas pela empresa. “Todos os documentos serão analisados com calma. A feira foi uma grata surpresa. Ficamos muito felizes com o resultado porque conseguimos encontrar currículos que estão de acordo com o que a empresa espera. Agradecemos e parabenizamos a prefeitura por essa iniciativa”, contou Marcelo. A TO Brasil está procurando mão de obra para as áreas de Engenharia da Computação, Ciência da Computação, Análise de Sistemas, Informática, Gerência de Redes, Sistemas de Informação, Contabilidade, Economia, Estatística e Engenharia de Produção.

Pablo Pôssas, coordenador comercial da UNOPAR também divulgou as vagas que a universidade têm disponíveis na área comercial e de call center. “Nesse fim de ano sempre contratamos mão de obra para auxiliar no aumento da demanda. O mais interessante é que algumas dessas vagas que surgem como temporárias acabam se tornando efetivas, ou seja, analisamos o trabalho da pessoa e fazemos questão de mantê-la no nosso quadro. Foi importantíssima a participação nessa feira. Conseguimos atualizar nosso cadastro de currículos e tenho certeza que conseguimos ajudar algumas pessoas”, contou.

Michel Palhares tem 18 anos e está em busca de oportunidade no setor comercial. “Estou muito feliz. Sai daqui até mais leve porque fui bem atendido, conheci os processos seletivos das empresas onde eu gostaria de trabalhar e tive a oportunidade de expressar toda a minha vontade de começar a trabalhar logo. Valeu a pena”.

Paulo Renato de Carvalho é professor e mudou para Petrópolis no início de 2018. “Mudei em busca de novas oportunidades e tenho fé que vou conseguir uma vaga no mercado de trabalho. O mais importante foi poder conversar direto com os recrutadores e entender o que as empresas realmente esperam dos candidatos. Tenho certeza que terei uma boa notícia nos próximos dias”.

Quem não pôde participar da feira de Empregos deve cadastrar o currículo no Balcão de Empregos da prefeitura. “Divulgamos vagas para áreas diferentes toda a semana e é por isso que todos os que estão em busca de uma oportunidade devem cadastrar o currículo. O Balcão seleciona os currículos de acordo com as especificações das vagas oferecidas e encaminha o contato das pessoas para as empresas”, explica o diretor do Departamento de Trabalho e Renda da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Gil Magno.

Por causa do Natal, outros setores devem aumentar as contratações até o fim do ano. “Nesse caso podemos destacar o comércio e as redes hoteleiras e gastronômicas que, juntas, costumam contratar até 600 pessoas nesse período especifico do Natal. A programação do Natal Imperial que atrai muitos turistas para a cidade também aumenta a confiança no investimento em mão de obra dos empresários”, explica Marcelo Fiorini.

O Cadastro no Balcão de Empregos deve ser feito no site da prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br . Em média, o Balcão recebe 500 novos currículos por mês. Nesse ano foram 4.796 currículos cadastrados, 208 vagas divulgadas e 1.402 candidatos encaminhados para entrevistas.

Prova contou com um percurso de 8,5 quilômetros em um percurso pelo Centro Histórico

A primeira etapa do Circuito de Corridas do Bramil reuniu mais de 300 pessoas no domingo (11.11) em Petrópolis. A prova teve um percurso de 8,5 quilômetros para os corredores e 4 para quem participou da caminhada. Entre os homens, Marciel Miranda venceu com o tempo de 23 minutos e 48 segundos. No feminino, quem levou a melhor foi Isis Costa, da Jotaefe, que completou a corrida em 30 minutos e 18 segundos. A próxima etapa será realizada em Volta Redonda, dia 25 deste mês, e o encerramento do circuito acontece em Três Rios, no dia 15 de dezembro.

A equipe Jotaefe contou com 36 atletas inscritos e conquistou 14 pódios na prova. Segundo o coordenador da equipe, Jorge Freire, o resultado conquistado está dentro do esperado e o objetivo é que mais corredores participem das próximas provas. “A prova foi muito bem organizada, farta de produtos depois de terminada, bastante segura e bem sinalizada, com muita alegria e um percurso muito bom. A Jotaefe compareceu com atletas desde os 24 até mais de 70 anos. Como sempre, estivemos presentes em várias faixas de premiação. Vamos aumentar o número de participantes no próximo evento", afirma Jorge.

A Pé de Vento também comemorou os resultados conquistados na corrida. Entre os homens, dos cinco melhores colocados na prova, quatro são da equipe do treinador Henrique Viana. “O resultado foi muito bom. Gostei do desempenho dos meus atletas. A prova foi bem organizada também. Já conversei com nossos corredores e vamos nos preparar ainda mais para os próximos desafios”, disse.

Sobre o circuito

O Circuito de Corridas do Bramil acontece em três cidades: Petrópolis, Volta Redonda e Três Rios. A ideia dos organizadores é reunir mais de 5 mil corredores, impactando cerca de 10 mil pessoas, somando todos os municípios. O circuito foi criado com o objetivo de estimular a atividade física, proporcionando mais saúde e qualidade de vida para os participantes.

Atrações não vão faltar esta semana no Theatro D. Pedro para quem quiser curtir um bom espetáculo. Tem comédia, música e dança, e teatro de absurdo, que são opções, inclusive, para o feriadão de Dia da Proclamação da República (15.11). Na programação estão a peça Irmãs Gêmeas, dirigida pelo humorista Gustavo Mendes (intérprete da presidenta Dilma); um stand up comedy com Pedro Manso, que terá a participação de Miguel Marques; o espetáculo “Histórias e Canções”, do Espaço de Artes Kairóz, que relembra grandes musicais; e a peça Piquenique no Front, do Arte na Avenida. Os ingressos antecipados podem ser adquiridos na bilheteria do teatro.

Para começar bem o feriadão, nada melhor do que uma boa comédia. Nesta quarta-feira (14.11), a dica é a peça Irmãs Gêmeas, às 20h. O espetáculo conta a história de Ednel e suas duas irmãs gêmeas, Conceição e Edmara.  Ednel um Ator-Cantor apaixonado por Cauby Peixoto, que está sempre participando de testes e nunca é aprovado. Conceição, uma professora da rede pública que mostra através do humor a indignação da classe e relata situações hilárias vividas dentro de uma sala de aula. Edmara, mais conhecida como mãe Foicinha, uma cartomante charlatã que vive passando a perna nos outros. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). A classificação é de 14 anos.

Já na quinta (15.11), é dia de “Show Pedro, Pedra Rara”, o stand up comedy de Pedro Manso, às 20h. A direção é de Tom Cavalcanti e texto de Pedro Manso e Tom Cavalcanti. A abertura será com o humorista Miguel Marques, da Super Rádio Tupi, da Patrulha da Cidade, com o show “Chegando Junto”. Os ingressos custam R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia). A classificação é de 14 anos.

No sábado (17.11), o Espaço de Artes Kairóz apresenta o espetáculo de música e dança “Histórias e Canções”, às 20h. Cerca de 70 pessoas, entre crianças e adultos estarão em cena relembrando grandes musicais como “A Bela e a Fera”, “Mamma Mia”, “Noviça Rebelde”, entre outros. Os ingressos podem ser adquiridos por R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) e a classificação é livre.

Para fechar o fim de semana, no domingo (18.11) tem a peça Piquenique no Front, de Fernando Arrabal, com adaptação e direção de Leticia Laranja. O espetáculo, que começa às 18h, é do grupo de teatro adolescente do Arte na Avenida. Piquenique no Front, um clássico do teatro do absurdo, conta de forma bem humorada, original e absurda, a história do soldado incompetente Zapo que, em combate, recebe num domingo a inesperada visita dos seus irmãos, para um piquenique em pleno front de batalha. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). A classificação também é livre.

Objetivo da prefeitura é dar mais agilidade aos processos de licenciamento ambiental

Com o objetivo de atender de forma mais rápida e eficaz os pedidos de licenciamento ambiental, a prefeitura convocou mais dois engenheiros para o quadro técnico da Secretaria de Meio Ambiente. Dessa maneira, o município passa a contar com 12 profissionais especializados na pasta, atendendo de forma mais ágil as demandas do setor. No início da atual gestão, o Meio Ambiente contava apenas com quatro funcionários habilitados para responder as solicitações, o que prejudicava o andamento dos requerimentos. 

Neste ano, o setor de licenciamento ambiental já atendeu a 429 pedidos, entre autorizações para a instalação de novas empresas, licenças de operação e de recuperação. Com a presença de mais dois técnicos, a pasta vai aumentar a efetividade do serviço.

Também nesta gestão foi reativado o setor de fiscalização ambiental. Desde janeiro do ano passado, foram atendidas mais de 1.600 denúncias em 23 meses de trabalho. Neste período foram entregues 180 multas e 380 notificações. De todos os casos, cerca de 48% são de desmatamento. Outros 20% foram de queimadas. Outra denúncia comum é a falta de licenciamento, com 10%.

O setor de fiscalização recebe por dia, em média, três denúncias de desmatamentos pela cidade. Por conta da demanda, o setor organiza um cronograma de visitas na cidade e também a partir de denúncias, fazendo vistorias em locais apontados pelos reclamantes.

Os telefones para denúncias são o (24) 2233-8180 e (24) 98828-8633. A população também pode ir à sede da Secretaria de Meio Ambiente, que fica no Centro Administrativo, na Av. Barão do Rio Branco, 2.846 – Centro. O horário de funcionamento é de 9h às 18h, de segunda a sexta.

Unidade terá funcionamento de segunda a sexta, das 8h às 16h

O novo polo do Núcleo de Assistência Farmacêutica (NAF), inaugurado em Corrêas, já está aberto para o fornecimento de medicamentos aos usuários cadastrados. A unidade oferece melhor estrutura para o atendimento das cerca de 2000 pessoas cadastradas no sistema. O polo oferece mais de 300 tipos de medicamentos, determinados pelo Ministério da Saúde e demais classificados como necessários pelo Município. A expectativa é de que cerca de 80 pacientes sejam atendidos diariamente. A unidade terá funcionamento de segunda a sexta, das 8h às 16h

Antes, o polo que dava o suporte ao atendimento ao segundo distrito, funcionava na farmácia do ambulatório do Hospital Alcides Carneiro (HAC), o que não possibilitava um atendimento personalizado. “Aqui temos uma estrutura muito mais adequada ao público e aos funcionários”, destaca a secretária de Saúde, Fabíola Heck. O novo polo conta com cinco atendentes e uma farmacêutica, que contribuirão para melhor informar os usuários sobre os medicamentos solicitados. O NAF disponibiliza desde a medicação básica da rede pública de saúde, a medicamentos indicados por mandato judicial ou por demanda administrativa.

A caseira, Maria de Fátima Fonseca, 60, mora em Fagundes e antes tinha que usar três conduções para chegar à unidade do HAC. Agora ela destaca que está bem mais acessível. “Melhorou 100%. Eu tenho problemas nas pernas e era muito trabalhoso ir todos os meses ao Alcides Carneiro, aqui é muito mais fácil”, destaca Maria de Fátima. Para a aquisição de medicamentos no NAF, os usuários precisam estar cadastrados no sistema e apresentar o receituário médico atualizado.

No local, os atendentes oferecem todas as informações necessárias e orientam o público a sempre ligar para a unidade, antes de se deslocar até o polo, para verificar a disponibilidade da medicação indicada. A costureira Floripes Aparecida Soares, 53, antes de chegar na unidade, buscou se informar para receber as orientações necessárias. “Uso o serviço mensalmente, consegui parte dos medicamentos e está sendo muito mais fácil agora”, destaca.

A lista de medicações disponível no NAF, pode ser consultada através do site da Prefeitura http://www.petropolis.rj.gov.br/pmp/ e também estará relacionada em uma cartilha, que será fornecida aos profissionais da rede médica do município. Para efetuar o cadastro no sistema do NAF, o usuário deve se dirigir ao polo de atendimento do Centro da cidade, localizado na Rua Epitácio Pessoa. As consultas sobre a disponibilidade da medicação podem ser feitas pelo telefone 2221-0811.

Trabalho começa já na próxima semana na Praça da Liberdade e no Palácio de Cristal

As mais de 6 milhões de lâmpadas que serão responsáveis por criar um cenário mágico em Petrópolis durante a programação do Natal Imperial já começam a ser instaladas nesta terça-feira (13.11). O serviço vai gerar mais de 600 empregos, sendo 350 diretos, com 250 profissionais contratados para a montagem nas ruas e mais de 100 pessoas envolvidas no preparo das peças. A iluminação e programação conta com patrocínio de empresas e parceiros já anunciados como Sesc e Sony Musica.

 No Centro Histórico, prédios públicos, pontos turísticos e árvores serão iluminados. Em fachadas históricas, as luzes vão valorizar o contorno do casario.Bairros também recebem decoração, com árvores natalinas marcando o clima da festa pelos quatro cantos da cidade. Este ano, a iluminação se estende até Itaipava.

A iluminação é um dos pontos altos do evento, que este ano vai de 30 de novembro a 20 de janeiro, com mais de mil horas de programação cultural. Moradores e turistas ficaram encantados com as luzes no ano passado e agora não será diferente. Com a decoração ainda maior, a festa promete atrair mais visitantes.

Na próxima semana, a trabalho começa em dois dos principais pontos do Natal Imperial: a Praça da Liberdade, que se transforma na “Vila de Natal”, com atrações culturais e gastronomia; e o Palácio de Cristal, que será o “Doce Natal”, um verdadeiro paraíso das guloseimas, com doces, balas e pirulitos gigantes enfeitando os jardins do palácio, além de shows e comidas típicas dos colonos da cidade. A montagem continua gradativamente até o fim do mês por todo município.

Mais uma vez, a iluminação será destaque da festa. Haverá novamente o Túnel de Luz da Rua 16 de Março, por exemplo, que nesta edição terá 120 metros de comprimento e vai receber mais efeitos especiais, que só serão revelados durante o evento. As pessoas vão sentir ainda mais aquele clima de magia proposto pelo Natal Imperial.

Todas as lâmpadas serão de baixo consumo de energia, de LED. A predominância é a cor branca morna, que combina com o clima da Cidade Imperial, mas a decoração contará também com outras cores e tonalidades na iluminação. O rio na Avenida Koeler, no Centro, também será iluminado novamente, com luzes especiais junto à água. Toda iluminação e decoração serão monitoradas 24 horas por dia para garantir que todo material fique em perfeito estado até o fim do evento.

Nos distritos, além das árvores natalinas, o destaque será Itaipava. A região recebe uma decoração especial, com postes e ponte recebendo elementos luminosos.

O Natal Imperial é uma das nossas principais festas, uma das nossas ferramentas para atrair turistas. A expectativa é a melhor possível para o período. E toda iluminação na cidade será responsável por boa parte da vinda dos visitantes. Já temos diversas excursões e grupos agendados para visitar a Cidade Imperial.

Serviços gratuitos e sem agendamento

Quem está pensando em abrir o seu próprio negócio e tem dúvidas sobre a documentação necessária e até mesmo se o empreendimento pode ou não funcionar em determinada área da cidade pode tirar essas e outras dúvidas no Espaço Empreendedor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Criado para facilitar a vida de quem busca empreender na cidade, o EE têm registrado um número significativo de atendimentos a cada mês: em agosto foram 1076 atendimentos. Este ano já são 6,7 mil atendimentos.

Do total de registro no mês de agosto, 794 foram referentes à Jucerja (Junta Comercial do Rio de Janeiro) como solicitação de alvará, autenticação de livro, informações sobre MEI e protocolo. Outros 282 foram atendimentos referentes a atividades de outras secretarias como consulta ao Mais Valia (Secretaria de Obras), Departamento de Trabalho e Renda (35), Incentivos fiscais (Secretaria de Desenvolvimento Econômico) e Protocolo Geral (199).

O produtor rural Márcio Ferreira procurou o Espaço Empreendedor para fazer uma consulta sobre vender, no futuro, seus produtos como microempreendedor. "Fui muito bem atendido. Busquei informações sobre o MEI e também solicitei uma consulta de viabilidade. É importante esse ponto de atendimento onde podemos tirar todas as dúvidas no mesmo local”, elogiou.

6700 atendimentos em 2018

Levando em consideração o número de atendimentos realizado nesse ano – de janeiro a agosto - o EE já contabilizou 6700 registros. Considerando o número registrado em dezembro de 2017 – 423 atendimentos – o aumento tem sido significativo ao longo dos meses de 2018: Em janeiro de 2018 foram 612 atendimentos; em fevereiro passou para 533; em março foram 741; em abril, o volume foi 985; em maio, 826; em junho registro de 833 atendimentos e, em julho, foram 1.124 registros, a maior quantidade mensal do ano.

No EE os empresários têm acesso a vários serviços como: Informações sobre alvará, Autenticação de livro, Consultoria Jurídica, Jucerja, Microempreendedor Individual, Nota Fiscal Eletrônica, Registro de empresas, Viabilidade, Mais Valia (Secretaria de Obras), Departamento de Trabalho e Renda, Incentivos fiscais (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), Posturas e IPTU (Secretaria de Fazenda), atendimento ao produtor rural, Protocolo Geral, Secretaria de Assistência Social e Secretaria de Meio Ambiente. Os empresários podem, ainda, cadastrar as vagas disponíveis nas empresas no Balcão de Empregos do Detra – Departamento de Trabalho e Renda.

Ainda segundo Fiorini, as ações do poder público em prol da desburocratização dos serviços já renderam frutos. “Petrópolis ganhou um certificado entregue pelo governo do Estado - por causa da simplificação de procedimentos para registro empresarial, além do 2º lugar no Programa Cidades Empreendedoras, uma ação do Sebrae que estimula a criação de iniciativas para a desburocratização dos serviços”.

O Espaço Empreendedor funciona no Centro Administrativo Frei Antonio Moser, que fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2.846. O funcionamento é de segunda a sexta, das 10 às 17h.

500 vagas serão divulgadas durante o evento na Casa dos Conselhos

Quem está em busca de recolocação no mercado de trabalho tem um encontro marcado nesta segunda-feira (12.11) na Feira de Empregos que será promovida na prefeitura. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, aproximadamente 700 vagas serão divulgadas na feira por 31 empresas. É a primeira vez que uma feira nesse estilo e com esse número de vagas é realizada pelo poder público com o auxilio dos empresários e COMTER – Conselho Municipal de Trabalho e Renda e CESP – Conselho de Economia Solidária Popular.

A feira vai ocorrer das 9 às 17h na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanatta. A prefeitura recomenda que os interessados se inscrevam no Balcão de Empregos da prefeitura – link disponibilizado no site da prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br e também levem os seus currículos. A prefeitura vai disponibilizar, na ocasião, espaços para que entrevistas e processos seletivos sejam realizados no local.

Vinte e seis empresas já confirmaram presença na feira. Entre elas, Rede Pousadeiros, Feirinha de Itaipava, Turb, Comércio da Rua Teresa, Unopar, Bohemia e Armazém do Grão.

A TO Brasil, empresa especializada em recrutamento também vai participar da feira. Na ocasião, a TO Brasil vai divulgar vagas nas seguintes áreas: Engenharia da Computação, Ciência da Computação, Análise de Sistemas, Informática, Gerência de Redes, Sistemas de Informação, Contabilidade, Economia, Estatística e Engenharia de Produção. As contratações fazem parte do programa Jovens Talentos, onde o profissional receberá capacitação intensiva enquanto participa de projetos, liderados por profissionais seniores.

“Achei excelente a ideia dos organizadores, cujo objetivo é contribuir para uma melhor integração dos profissionais no mercado de trabalho. A feira aproxima as empresas daqueles que estão em busca de uma oportunidade de trabalho, dessa forma os candidatos têm a oportunidade de conhecer as empresas e suas ofertas em um só local. Esse contato direto olho no olho com os participantes do evento, é uma forma de transmitir seriedade e transparência dos nossos serviços”, explica o representante da empresa, Marcelo Esteves.

A empresa Serviplan – que atua no ramo de conservação e limpeza - também participará da feira. No evento eles terão oportunidade de atualizar o banco de currículos da empresa e deixar a mostra as 14 vagas que estão precisando ser ocupadas.

“A ideia de se estruturar uma feira de empregos foi excelente. Teremos a oportunidade de conhecer pessoas novas, atualizar nosso cadastro de currículos e mostrar que há vagas para serem preenchidas. As vezes a vaga existe e não encontramos profissional ideal para preenche-la”, contou Anderson Oliveira, coordenador de RH da Serviplan. Segundo Anderson, atualmente, na empresa, há 3 vagas técnicas e 11 vagas operacionais precisando de ocupação.

Final de ano promissor

Segundo o Departamento de Trabalho e Renda da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o número de Carteiras de Trabalho emitidas nos últimos meses pode ser um reflexo positivo da geração de empregos. De janeiro a outubro, foram aproximadamente quatro mil carteiras de trabalho emitidas.

“As empresas petropolitanas terão a oportunidade de destacar suas vagas e orientar os candidatos sobre a necessidade de especialização para cada cargo, segundo as especificações da empresa. Isso é muito importante porque contribui para esse cenário de movimento econômico. Estamos observando que o número de vagas ofertadas tem aumentado nesses últimos meses e a quantidade de carteiras de trabalho emitidas nesse ano através do Departamento de Trabalho e Renda também revela o otimismo dos empresários”, explica o diretor Gil Magno.

Vale destacar ainda que, um dos grandes motivadores para o aumento na oferta de vagas no final do ano é o Natal.

Divulgação de cursos gratuitos

Outros serviços também serão ofertados durante a Feira de Empregos como a expedição de Carteira do Trabalho, cadastro de currículos no Balcão de Empregos e concessão de microcrédito pela AgeRio. Além disso, será realizada a divulgação de cursos gratuitos de qualificação e requalificação profissional oferecidos pela Setrab, Faetec, Sistema S (Sebrae, Senai, Senac), incluindo cursos alfabetização de jovens e adultos (EJA) e de graduação superior oferecidos pelas universidades locais.

Cadastro gratuito de vagas e currículos no Balcão de Empregos

Vale salientar que a prefeitura mantém um canal direto de cadastro de currículos e de vagas das empresas petropolitanas – Balcão de Empregos. Em média, o Balcão recebe 500 novos currículos por mês. Nesse ano foram 4.796 currículos cadastrados, 208 vagas divulgadas e 1.402 candidatos encaminhados para entrevistas. Durante a feira a equipe do Detra estará fazendo o cadastro no Balcão de quem ainda não se inscreveu no canal.

“É importante que os petropolitanos que estão em busca de uma nova oportunidade no mercado de trabalho se inscrevam no Balcão de Empregos e mantenham as informações atualizadas. As empresas interessadas em cadastrar suas vagas também podem procurar o Detra. O serviço é totalmente gratuito”, explica Gil Magno.

Hospital realizará mais dois mutirões em novembro para o atendimento de pacientes pré-agendados

O Hospital Alcides Carneiro (HAC) realizou neste sábado (10.11), o primeiro mutirão de atendimentos do mês de novembro com foco na campanha do Novembro Azul, preconizando o cuidado com a saúde de forma geral. Foram programadas 27 cirurgias, das quais 10 otorrino pediátricas e 17 de colangiopancreatografia retrógrada (CPRE). A ação contou com o apoio de cerca de 40 médicos do hospital e parceiros da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), vindos de São Paulo, Brasília, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

De acordo com a coordenadora do Centro Cirúrgico do HAC, Rosângela Amaral, os atendimentos desse mutirão ajudam a diminuir a fila de espera de pacientes da rede pública. Entre os agendados, estão pacientes que aguardam por procedimentos que são definitivos para a melhora do quadro clínico ou necessários para o andamento de tratamentos médicos. “Temos pacientes aqui na fila de espera e hoje conseguimos atender uma boa parte. Até o final do ano pretendemos fazer mais duas ações para atender todos os pacientes”, ressalta Rosângela. No mutirão deste sábado, 10 crianças foram atendidas.

A filha de quatro anos da auxiliar administrativa, Michele Souza Domingues, 36 anos, foi uma das agendadas para a cirurgia otorrino pediátrica. “Desde que ela nasceu eu fui informada que ela precisaria da cirurgia. Minha filha tem muitos problemas respiratórios. É uma alívio poder fazer essa cirurgia hoje e resolver o problema dela”, destaca a mãe. Para o procedimento de CPRE, que atua na quebra ou remoção de pedra na via biliar ou realização de biopsia para análise de tumores, o hospital recebeu pacientes vindos inclusive de outras regiões. A professora aposentada, Laura Simões Bezerra, 54, é de Juiz de Fora e foi indicada para fazer o procedimento no HAC. “Esse é um exame muito caro e que não é disponibilizado na minha cidade. Fui indicada para vir a Petrópolis por conta do mutirão”, destaca a paciente.

Para os procedimentos de CPRE, o hospital contou com uma equipe de 20 profissionais da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), que além de médicos, trouxe os equipamentos necessário para fazer os procedimentos. O presidente estadual da SOBED, Djalma Ernersto Coelho Neto, ressalta a importância do mutirão contemplar essa especialidade médica. “O que o hospital está fazendo aqui é um marco. É a primeira vez que esse tipo de ação é feita no Brasil para essa patologia. Temos comumente mutirões de câncer de colo do útero, de mama e etc, mas para essa especialidade clínica, não se faz. Essa é uma carência para o SUS”, ressalta Djalma, acrescentando que para esse procedimento existe equipamento específico, que é uma alternativa à cirurgia: “esse equipamento possibilita o procedimento endoscópico, menos agressivo e contribui para a melhoria da qualidade de vida do paciente”. O equipamento possibilita o tratamento do câncer de pâncreas ou a retirada do cálculo das vias biliares.

O coordenador endoscopista do HAC, Miguel Koury Filho, destaca que o procedimento de CPRE não é muito comum e que é um grande benefício para a cidade contar com a parceria da equipe médica: “a partir dessa parceria temos a possibilidade de ter esse aparelho disponível para os procedimentos que serão realizados hoje”. Foram disponibilizados dois aparelhos para os procedimentos de CPRE, realizados em duas salas preparadas para receber os 17 pacientes. No próximo dia 14, o HAC fará um novo mutirão. Para este, estão programadas até o momento, 20 cirurgias urológicas.

Corte de cabelo, emissão de documentos, dança e esporte

Emissão de carteira de identidade civil, solicitação de isenção para segunda via de documentos, orientação sobre microcrédito e atendimento jurídico gratuíto foram alguns dos serviços ofertados nesse sábado (10.11) durante a Ação Social promovida pela prefeitura através da Secretaria de Assistência Social no Duarte da Silveira. Aproximadamente 400 pessoas prestigiaram o evento que ocorreu na Escola São João Batista.

Durante a Ação Social, os moradores puderam, ainda, receber orientações sobre o Cadastro Único, CRAM, aferição de pressão, ID Jovem, puderam cortar o cabelo gratuitamente e ainda participar de um aulão de capoeira. Os alunos do Colégio São João Batista também participaram da festa: apresentaram as suas coreografias preparadas para celebrar a chegada da primavera.

“Agradecemos o apoio das demais secretarias envolvidas. É sempre muito gratificante participar dessas ações, tendo em vista que a prefeitura fica mais próxima das comunidades. Muitas vezes, alguns moradores têm dificuldades para se locomoverem ate às secretarias para buscar orientações. Desta forma, trazemos os serviços e as orientações até eles.

Orientação sobre o cadastro de currículo no Balcão de Empregos da prefeitura e solicitação de microcrédito através da AgeRio também foram disponibilizados na Ação Social. Jane Lúcia da Rocha aproveitou a oportunidade para cadastrar o currículo do filho no Balcão de Empregos e ainda recebeu um corte de cabelo.

“Acho muito importante esse tipo de ação. A comunidade fica distante do Centro e por isso algumas pessoas têm dificuldade em conseguir alguns serviços. Eu adorei o atendimento e ainda aproveitei para cortar o meu cabelo. Na próxima semana terei a formatura da minha filha e agora já estou bonita, preparada para a festa. Foi ótimo poder economizar com isso”, disse.

Ana Lúcia Mendes, moradora da comunidade há 10 anos também cortou o cabelo e mediu a glicose. “Esse cuidado é importante e poder ter acesso a esse serviço perto de casa é melhor ainda. Fiquei muito feliz com o atendimento e ainda mais com o corte de cabelo novo”.

A diretora da Escola São João Batista, Vania Campos, exaltou a participação dos 70 alunos da escola e dos pais. “Ficamos muito felizes em abrir a escola para essa Ação Social. As crianças puderam brincar, desenhar e ainda apresentaram as danças da nossa Festa da Primavera. Toda iniciativa que incentiva a visita dos pais no ambiente escolar é muito importante. Toda a equipe ficou muito animada”.

As ações sociais são marcadas pela parceria entre as secretarias, órgãos públicos e as associações de moradores dos bairros. Além do Duarte da Silveira, a Ação Social da prefeitura vai estar na Posse, no dia 24 de novembro, e no Bela Vista, no dia 8 de dezembro.

Ação foi realizada em conjunto por Guarda Civil, Polícia Militar, Fiscalização de Posturas e Vara da Infância e Juventude

Guarda Civil, Polícia Militar, Fiscalização de Posturas e Vara da Infância e Juventude realizaram mais uma edição do choque de ordem entre a noite desta sexta-feira (09.11) e madrugada de sábado (10.11). A ação registrou 26 ocorrências de trânsito e a estabelecimentos comerciais que estavam descumprindo o Código de Posturas do município. A atuação ocorreu tanto no Centro quanto nos distritos e reuniu 22 agentes entre 21h e 02h.

O choque de ordem passou por Centro, Alto da Serra, Quissamã, Cascatinha, Nogueira, Itaipava e Cel. Veiga. Foram 19 notificações de veículos por estacionamento proibido e uma moto recolhida pela PM porque o condutor não tinha habilitação.

Na Rua Teresa, um bar foi multado por falta de alvará. Em Cascatinha, outro bar foi notificado pelo mesmo motivo e ainda foi orientado a não promover apresentações com música ao vivo sem prévia autorização. Em Nogueira, outro estabelecimento foi punido por causa de som acima do limite permitido para o período noturno. Em Itaipava, uma boate sofreu a mesma sanção por causa de som em alto volume e uma casa de shows foi intimada a providenciar uma adequada proteção acústica. Na Cel. Veiga, mais um bar multado por uso de som sem autorização.

A Guarda Civil mobilizou sete agentes e três viaturas para o choque de ordem. A Polícia Militar trabalhou com sete homens e dois veículos. A Fiscalização de Posturas teve quatro fiscais e um carro disponível, mesmo efetivo da Vara da Infância e Juventude.

“Desde que o choque de ordem foi implantado no ano passado, a intenção é sempre proporcionar um ambiente que seja melhor para aqueles que estão querendo se divertir e ter o seu momento de lazer, sem que isso atrapalhe o direito daqueles que não estão naquele contexto, ou seja, que um morador seja incomodado com som alto ou que o trânsito fique prejudicado por causa de estacionamento irregular, por exemplo”, ressaltou o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.

Essa foi a quarta edição do choque de ordem em 2018, que alcança 125 ocorrências no total. A ação foi implementada no ano passado, que registrou 150 ocorrências em seis oportunidades, a maior parte por estacionamento irregular, som alto, venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos e tráfico de drogas.



Notícias por data

« Novembro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP