Com quatro votos favoráveis e três contrários, o Conselho Municipal de Tombamento Histórico Cultural e Artístico (CMTHCA) aprovou, em reunião na manhã desta quarta-feira (21.11), o tombamento do imóvel situado na Rua Arthur Barbosa, 50, conhecido como Casa da Morte. O pedido pelo tombamento foi feito uma vez que o imóvel é apontado como equipamento usado durante o regime militar para tortura e morte de presos políticos. A decisão pelo tombamento impedirá alterações nas características do imóvel e vai ao encontro das reivindicações da Comissão Municipal da Verdade, que defende a criação de um memorial pelas vítimas. A questão foi definida com o voto do presidente do Conselho, Dalmir Caetano, uma vez que houve empate na votação dos conselheiros.

“Meu voto foi definido com base na análise técnica sobre todos os documentos apresentados no processo. Com a definição do Conselho, vamos preparar uma resolução, formalizando o tombamento do imóvel. Este documento será encaminhado ao gabinete do prefeito, para que o mesmo reconheça o tombamento, que é consumado com a publicação no Diário Oficial do Município”, explica o presidente do CMTHAC.   

A votação foi acompanhada pelo atual proprietário do imóvel, que durante o processo se manifestou pela impugnação do processo e por membros da Comissão da Verdade, que comemoraram o resultado da votação.

“O tombamento é uma vitória para todos nós, pois a Casa da Morte é reconhecida, não só no Brasil, mas em todo mundo. Todos os países por onde passo, as pessoas perguntam pela casa. A aprovação nos deixa felizes, pois é o reconhecimento à importância da valorização da dignidade da vida humana – um bem sagrado”, destacou o teólogo Leonardo Boff, que compareceu à reunião para acompanhar a votação.

A decisão pelo tombamento foi tomada após ampla discussão do assunto dentro do Conselho Municipal de Tombamento, que acompanha o assunto desde outubro do ano passado. O processo de tombamento foi instaurado a partir de um requerimento da Procuradoria Geral do Município, que deu entrada no processo administrativo requerendo o tombamento do imóvel.

 O tombamento está alinhado a uma reivindicação antiga da Comissão Municipal da Verdade.

“É uma vitória. Nossa expectativa em relação ao tombamento era muito favorável. Existe toda uma história de luta pelo tombamento da Casa da Morte, um imóvel que sediou um centro clandestino de tortura na ditadura militar”, disse o presidente da Comissão da Verdade, Eduardo Stotz, lembrando que a identificação da casa tem base no depoimento de Inês Etienne Romeu, assim como de agentes de repressão e pesquisas realizadas por estudiosos.

No parecer da Comissão da Verdade de Petrópolis, encaminhado ao CMTHAC consta que o imóvel foi utilizado pelo regime militar para torturar e executar presos políticos de todo país na década de 1970, mais especificamente entre 1971 e 1974.

O relatório sobre o processo de tombamento aponta ainda considerações do Ministério Público Federal, enfatizando que o imóvel foi identificado e reconhecido através de sentença transitada em julgado.

Depois de ganharem novos coturnos, os agentes receberam camisas, gandolas e calças

A Guarda Civil está com uniforme totalmente renovado. Depois dos novos coturnos, 210 agentes receberam camisas, gandolas e calças. A entrega foi feita pelo prefeito Bernardo Rossi, encerrando sete anos sem a renovação dos uniformes dos guardas.

Desde o início do governo, a prefeitura tem atuado para valorizar a corporação, com conserto de viaturas, melhorias na estrutura da sede da Guarda, a maior presença dos agentes na rua, o fortalecimento do grupamento de cães, a instalação da central de monitoramento e incorporação ao salário dos agentes do abono por atividade operacional, uma reivindicação da categoria.

Todas as peças foram feitas sob medida para os agentes. As camisas são azul marinho (para aqueles que fazem a segurança patrimônio público) ou branca (para quem atua na orientação do trânsito), enquanto a gandola (item da farda de forças de segurança) e a calça são em azul marinho, cor característica da Guarda.

“A farda tem uma qualidade boa e coturno, que recebemos antes, é muito confortável. Isso é muito importante para quem atua na rua. Uniforme é uma questão básica, sem um material adequado, você não consegue desempenhar o trabalho corretamente”, disse o agente Allan Ricardo Gomes, guarda há 25 anos e que trabalha na Praça da Liberdade.

O presidente da Associação dos Guardas Civis Municipais de Petrópolis (AGCMP), Luiz Fernando Neiva, afirmou que a entrega dos uniformes é uma conquista para a corporação.

“Eu disse algumas vezes para os agentes ter fé e aguardar que dias melhores viriam. A prova está aí. Não é preciso atropelar nada para que as nossas reivindicações sejam atendidas, como está acontecendo agora”, falou.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Petrópolis (Sisep), Osvaldo Magalhães, também acompanhou a entrega dos uniformes.

“Eu mesmo não acreditava que fosse sair a entrega desses uniformes, porque a crise está na nossa porta. E mesmo assim, estamos conseguindo ser atendidos. O uniforme também era uma cobrança nossa. E tenho certeza que muito mais será feito”, afirmou.

Programa do governo municipal pretende realizar 1200 cirurgias até o dia 28

Começa nesta quinta-feira (22.11) mais uma etapa do Serviço de Castração Gratuita do governo municipal. A segunda etapa da campanha deste ano será realizada no Parque de Exposições de Itaipava, com atendimentos para os animais inscritos previamente na Unidade Básica de Saúde de Itaipava. Para esta campanha estão previstos 1200 procedimentos em cães e gatos, que serão realizados até o dia 28 de novembro. A expectativa é de que 200 cirurgias sejam feitas diariamente.

A partir de amanhã, entre as 8h e 17h, uma equipe de cerca de 20 profissionais estará lotada no posto de atendimento montado no Parque de Exposições.

Esta é a segunda etapa da castração de animais urbanos feito no município e, segundo a Secretaria de Saúde, o objetivo é equilibrar o crescimento da população animal, mas principalmente, controlar as zoonoses.

Esse ano, o primeiro serviço prestado pelo município foi em julho, no bairro de Corrêas, que abrangeu os animais dos bairros do Bonfim, Castelo São Manuel, Caititu, Jardim Salvador e Glória. Na ocasião foram castrados 920 animais. “Essa é uma forma de diminuir situações de maus tratos, de zoonoses. Ajuda a minimizar o desconforto dos animais e dos próprios donos. Castrar e controlar é fundamental. Essa campanha é destinada para as pessoas que têm dificuldades de recorrer um serviço particular, pessoas de baixa renda, além dos animais de rua, desde que a pessoa que traga o animal se responsabilize por ele durante o pós-operatório”, destaca a coordenadora da ação Maria Beatriz Pelleguini, que destaca que o cadastramento pode ser feito na UBS Itaipava até que todas as vagas sejam completas: “a intensão é atender as pessoas residentes dessa região. A gente segue um roteiro de castração que começou no Quitandinha e pretende levar até a Posse”. A nova ação vai abranger animais de famílias residentes em Nogueira, Itaipava, Madame Machado, Boa Esperança e Cuibá.

O cadastramento de animais para essa campanha de castração pode ser feito até o dia 27 de novembro, um dia antes do término do período de permanência do consultório em Itaipava. Há um mês a região já vinha sendo atendida pelo programa de castração do Governo do Estado, o Ambiente Animal que, com uma estrutura um pouco menor, realizou cerca de 600 castrações. O programa encerrou os atendimentos nesta quarta-feira (21.11) e as pessoas que não conseguiram a castração por esse programa, podem fazer a inscrição na campanha municipal. “É necessário que as pessoas façam um novo cadastramento, pois são programas diferentes”, destaca Maria Beatriz.

Os interessados devem se apresentar na UBS de Itaipava, onde farão o cadastramento e serão agendadas e receberão todas as orientações para o dia da cirurgia, com dia e hora marcados.

A Comdep e a Secretaria de Obras estão atuando em conjunto nesta quarta-feira (21.11) para fazer a limpeza do pátio do Liceu Carlos Chagas. Dezoito funcionários foram mobilizados para fazer a raspagem da lama, lavagem e desobstrução de bueiros. Para que a situação não ocorra novamente, será construída uma rede de manilhas provisória para escoar a água de chuva e evitar que volte a escorrer lama para o pátio do colégio. As aulas retornam nesta quinta-feira (22.11) na unidade escolar.

Uma passagem alternativa foi criada para garantir que os alunos possam entrar no Liceu sem passar pela lama em caso chuva. Os alunos entrarão por um portão que fica próximo ao portão principal e seguirão por um corredor no terreno da escola, próximo ao muro que separa a unidade escolar do Fórum, evitando, assim, o contato com a lama. A Secretaria de Educação enviou para o Liceu Carlos Chagas um funcionário que ficará exclusivamente orientando os alunos sobre essa entrada alternativa na escola. Além da remoção da lama, oito bueiros foram desobstruídos na área.

. A empresa responsável pelo serviço no Atílio Marotti segue realizando a remoção dos escombros e está usando uma máquina para fazer a demolição do muro que caiu no trecho. Toda área está cercada por tapumes.

Reparos em ruas sem circulação de ônibus

Outro trabalho que está sendo feito em consequência da chuva dos últimos dias é a manutenção de rede pluviais em ruas onde a circulação de ônibus foi interrompida no Quitandinha e na Mosela. As ruas recebem reparos nesta quarta. A manutenção da rede de águas pluviais está sendo feita na Rua Colômbia, no Quitandinha, e também na Rua Batista da Costa, na Mosela. Os rompimentos aconteceram por causa da chuva intensa dos últimos dias. Com isso, as linhas 425 e 114, respectivamente, poderão voltar a circular no itinerário normal.

Fim de semana do Dia da Proclamação da República teve 74,4% de ocupação

Os dois feriados prolongados, Dia da Proclamação da República (15) e Dia da Consciência Negra (20), resultaram na vinda de turistas para Petrópolis, que registrou uma taxa de ocupação de 61% durante os cinco dias, de 15 a 20 de novembro, nos hotéis e pousadas de toda a cidade. Por ser nacional, o primeiro feriadão foi ainda mais movimentado, com 74,4% de ocupação, de quinta (15) a domingo (18). Baixa temporada na cidade, os números mostram que o turismo em Petrópolis tem se firmado durante todos os períodos do ano.

Os estabelecimentos do Centro Histórico e arredores têm concentrado os maiores números. Foram 63,9% de ocupação nos cinco dias do feriadão e 76% no fim de semana da Proclamação da República.

Além do friozinho, que é um atrativo para os turistas que vêm a Petrópolis, eventos como o XVII Petrópolis Gourmet, em diversos restaurantes do município; a 6ª Festa da Cultura Afro Brasileira, no Palácio de Cristal; a primeira edição do Rio Sesc Jazz, no Palácio Quitandinha; encontro de carros, no Parque Municipal, em Itaipava; além de shows, teatro e outros festivais ajudaram a trazer visitantes para a cidade nos dias de folga. A expectativa agora é para o Natal Imperial, que deverá atrair visitantes já na abertura, 30 de novembro.

A expectativa é de que, assim como no ano passado, principais fins de semana da festa cheguem a uma ocupação hoteleira de 80%. Este ano, o Natal Imperial vai até 20 de janeiro, com mais de mil horas de programação e 6 milhões de microlâmpadas decorando a cidade.

Foram quatro dias de celebração com música típica, vestimentas da cultura africana, dança e muita alegria que contagiou a todos que passaram pelo Palácio de Cristal no feriadão prolongado. A 6ª Festa da Cultura Afro Brasileira que faz parte do calendário oficial do município, recebeu mais de duas mil pessoas durante todos os dias. O evento é uma realização do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR) com o apoio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes e TurisPetro.

Na terça-feira (20.11) Dia da Consciência Negra, feriado em que se lembra a morte de Zumbi dos Palmares, um símbolo da resistência e luta pelos negros do Brasil, os representantes dos movimentos, do Compir e participantes, homenagearam o líder – que possui um busto da Praça da Liberdade – com flores e apresentação de capoeira. A demonstração fez parte da programação da festa que contou com atrações especiais para a data.

O dia começou com oficina e apresentação de atabaques – instrumento musical de percussão típico da cultura afro-brasileira, batalha de rap e roda de conversa com os jovens do Movimento Negro Unificado (MNU), além das apresentações do Coral Municipal de Petrópolis e muita animação com o Bloco Carnavalesco Guerreiros da Vinte.

“Achei tudo maravilhoso. Nosso grupo veio passar o dia em Petrópolis e fiquei muito feliz em ver uma festa com tantas coisas bonitas para se ver e tão animada, sem falar que a cidade é linda”, contou Rosalia Wandowsky Netipanyj, que mora em Rio Negrinho, em Santa Catarina.

Encerrando a festa, o cantor André Campanha levantou o público ao som de muito samba no Palácio de Cristal, remetendo a festa da Liberdade oferecida no mesmo local pela Princesa Isabel, após a abolição da escravatura.

O encerramento do projeto Petrópolis em Serenata este ano acontece no Hospital Alcides Carneiro, em Corrêas, nesta quinta-feira (22.11), às 15h. Depois de percorrer diversos bairros da cidade, os seresteiros e seresteiras fecham as apresentações de 2018 levando música aos pacientes e funcionários do maior hospital público do município. O repertório será variado, com músicas como “Chão de Estrela”, de Orestes Barbosa e Silvio Caldas, e “Deusa da Minha Rua”, de Jorge Faraj.

Esta é o oitavo ano que o Petrópolis em Serenata faz o seu encerramento no Hospital Alcides Carneiro. Para o coordenador do projeto, José Lacerda, é sempre emocionante. “As pessoas ficam muito felizes, emocionadas. A lua crescente, mesmo de partida, brilha no firmamento e ilumina os poetas, os músicos e os seresteiros que, juntos com os funcionários do hospital, estarão levando um pouco de alegria para aqueles que estão em busca de recuperação da saúde”, frisa.

Este ano, o Petrópolis em Serenata comemorou o seu 17º aniversário. Os seresteiros se reúnem mensalmente e a cada mês percorrem ruas de um bairro, comunidade ou distrito da cidade, sempre homenageando nomes que têm relação com o estilo apresentado por eles ou com a localidade.É um projeto itinerante que nasceu no dia 19 de abril de 2001, no bairro Valparaíso, com o objetivo de resgatar este estilo musical antigo, comum nas cidades do interior e também em Petrópolis. O projeto conta com instrumentistas, cantores e apoio.

No Hospital Alcides Carneiro, os seresteiros e seresteiras vão passar pelo pátio e espaços internos. “Este vai ser o evento que vai encerrar o ano, mas já estamos pensando no repertório para o ano que vem”, explica José Lacerda.

A prefeitura está fazendo o serviço de desobstrução ou substituição das canaletas por onde vai passar a fiação elétrica enterrada na Rua do Imperador. O trabalho acontece em quatro pontos ao longo da principal via do Centro Histórico, dos quais dois já estão finalizados e os demais em execução. A ação está sendo feita para permitir que o enterramento possa continuar, efetivando o investimento de R$ 6,6 milhões previsto pelo Programa de Desenvolvimento de Turismo.

Na Travessa Prudente Aguiar e em frente à Padaria Petrópolis, a desobstrução das canaletas já foi concluída. Agora, o trabalho está sendo feito próximo ao Obelisco, onde a canaleta será substituída. Esse trabalho começou a ser feito durante o feriado, mas não foi encerrado por causa da chuva, e teve sequência nesta quarta-feira. O último trecho é próximo à Farmácia Brasil.

A obra é possível graças a recursos de R$ 6,6 milhões obtidos pelo governo do estado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o Programa de Desenvolvimento de Turismo (Prodetur). Ela é um complemento do que já foi feito do lado par da Rua do Imperador em 2009.

A obra tem quatro partes e começou pela instalação de dutos na fachada das lojas. Depois, teve início a passagem dos cabos, seguida da ligação das redes de baixa e média tensão. Até aqui, já foi feito lançamento da fiação subterrânea para cerca de 15% das lojas instaladas ao longo da principal rua do Centro Histórico. A última parte será colocação das chaves de redes. Só após o enterramento dos fios é que haverá remoção dos cabos aéreos, postes e transformadores, além da instalação subterrânea de 430 metros de rede de alta tensão.

Competição voltada para moradores do Caxambu será realizado com 9 equipes e vai reunir cerca de 100 jogadores

Começa nesta quinta-feira (22.11) um torneio de futsal adulto para os moradores do bairro Caxambu no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis. A competição vai reunir 100 jogadores da localidade divididos em nove equipes e tem como objetivo integrar quem reside na comunidade através da modalidade. Até a final da disputa, que está prevista para acontecer no dia 27 de janeiro do ano que vem, serão realizadas 16 partidas em 15 horas de atividades esportivas.

As nove equipes inscritas estão divididas em três grupos de três times, que jogam entre eles. Os oito melhores colocados garantem vaga nas quartas de final. As partidas acontecem sempre às quintas-feiras, a partir das 19h. A primeira rodada conta com três disputas.

Atividades gratuitas para os moradores no CIE

Inaugurado em março desse ano pelo prefeito Bernardo Rossi, o CIE de Petrópolis oferece 12 modalidades esportivas gratuitas, que ainda contam com vagas abertas para novos alunos. Para as crianças e os adolescentes, são oferecidas aulas gratuitas de futsal, vôlei, handebol, basquete, basquete 3x3, jiu-jitsu, muay thai, karatê e capoeira, de segunda à sexta-feira, de 10h às 18h. Para os adultos, existem turmas de dança, ginástica e alongamento as segundas, terças, quintas e sextas, a partir das 18h30.

Os interessados em participar das atividades oferecidas pela prefeitura, podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou fazer contato com a unidade pelo telefone: 2233-1218.

Mais duas escolas da rede municipal receberão salas de leitura: EM Theodoro Machado e EM Amélia Antunes

Inaugurações integram programação da Festa Literária da Serra Imperial – Flisi

Os alunos da EM Professora Maria Campos passarão a contar com um espaço literário diferenciado: a Sala de Leitura Graciliano Ramos. A sala foi inaugurada nessa quarta-feira (21.11) pelo Instituto Oldemburg de Desenvolvimento. No acervo, mil livros que poderão ser usados para consulta e empréstimo. A inauguração abriu com chave de ouro a programação da Flisi - Festa Literária da Serra Imperial.

Participaram da inauguração da Sala de Leitura representantes da secretaria de Educação, a presidente do Instituto Oldemburg, Cristina Oldemburg, pais, alunos, professores e envolvidos da unidade, além da apresentação dos estudantes de música da Universidade Católica de Petrópolis (UCP). Na EM Professora Maria Campos estão matriculados 906 alunos, do 5º período da educação infantil até o 9º ano do ensino fundamental. A unidade também atende alunos da EJA – Educação de Jovens e Adultos.

Cristina Oldemburg disse que este projeto é para Petrópolis. “Esta sala é especial para o projeto. Conseguimos revitalizar a sala para que os alunos pudessem ter um espaço para leitura. O livro não é só um agente de conhecimento, ele mobilizou todo o grupo. O livro constrói, como aconteceu aqui dentro da escola”, ressaltou Cristina Oldemburg.

A diretora da EM Professora Maria Campos, Raquel Cunha, também agradeceu pela oportunidade. Na escola também foi montada uma exposição que recebeu o nome de “Vidas Secas” e retratará obras de Graciliano Ramos, através de fotografias. A mostra também faz parte da Flisi.

“É uma realização muito grande para a escola. Ver todos engajados para reformar uma sala e disponibilizar um espaço tão importante para nossos alunos. Espero que esse momento de leitura transforme muitas vidas na escola”, pontuou a diretora Raquel Cunha.

Envolvida com a Sala de Leitura, Marta Angélica Silva Cunha, que tem um filho de 7 anos que estuda na escola, contou da importância deste novo espaço. “Era um depósito e, de repente, entraram os livros. Leitura leva a gente para além da imaginação. Sempre amei livros e hoje meus filhos também adoram. O espaço de entulho passou a ser um lugar para conhecimento e isso é maravilhoso”, destacou Marta.

A inauguração da Sala de Leitura na EM DR. Theodoro Machado, no Vale do Cuiabá, será no dia 23 de novembro, às 7h30. No mesmo dia, às 8h30 será inaugura da Sala de Leitura na EM Amélia Antunes, em Madame Machado.

Equipes estarão em lojas que abrirem às portas a partir de zero hora de sexta-feira (23.11)

O Procon Petrópolis estará com fiscais de plantão para apurar denúncias sobre irregularidades durante a Black Friday em tempo real. A partir de zero hora de sexta-feira (23.11), fiscais estarão em lojas que abrirem às portas para orientar os consumidores. Já ao longo do dia, a partir das 11h e até às 17h, a equipe ficará de plantão na Praça Alcindo Sodré atendendo às demandas da população. A iniciativa visa evitar que os clientes sejam fraudados por conta de falsas propagandas nesta época do ano. Com arrecadação de mais de R$ 2.1 bilhões em todo o país em 2017, a expectativa de venda é ainda maior para este ano.

Nesta quinta-feira (22), uma equipe do Procon irá percorrer as ruas da cidade explicando à população as regras para a compra nesta época do ano. Os profissionais distribuirão cartilhas com foco em dois públicos: o primeiro são os próprios comerciantes e empresários e visa esclarecer a conduta para a venda de produtos e serviços; já a segunda tem o foco no consumidor em si, dando dicas e sugestões sobre como comprar de maneira consciente nesta época do ano. O material está disponível no www.petropolis.rj.gov.br/procon.

No ano passado as ações em torno do Procon Petrópolis tiveram efeitos positivos. Não houve, na cidade, reclamações dos consumidores em torna das compras feitas nesta época do ano. As compras nesta época do ano, no entanto, devem ser feitas com atenção para evitar que o cliente seja enganado. A orientação do Procon é que durante suas compras o consumidor fique alerta quanto a possíveis fraudes. Por gerar grande fluxo de pessoas nas lojas sejam elas físicas ou on-line, a população deve ficar de olho em alguns pontos como a reputação de loja que vai comprar, a forma de pagamento escolhida, monitorar os preços para evitar ser enganado, preços muito inferiores do praticado no mercado, entre outros.

Atividade será realizada em uma escola municipal no Alto da Serra

Participam os órgãos de pronto atendimento as ocorrências de verão

Simular a evacuação dos alunos da Escola Municipal Vereador José Fernandes, no Alto da Serra, em uma hipótese de deslizamento de terra. Com esse tema, os órgãos de atendimento que fazem parte do Plano Verão municipal participam de um treinamento organizado pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias nesta quinta-feira (22.11) às 14h. A atividade em conjunto tem como objetivo preparar e organizar as equipes para o período de fortes chuvas, que começa em novembro e vai até meados de abril. O trabalho faz parte de um conjunto de ações da Defesa Civil como foco na prevenção aos desastres de origem natural.

Com 234 áreas de risco alto ou muito alto – equivalente a 18% do município – e um déficit habitacional de 12 mil casas, o município segue trabalhando na prevenção aos desastres naturais. O simulado faz parte do trabalho de atualização do Plano Verão municipal. Os números mostram a necessidade dessa ação: no último verão, os índices de chuva cresceram 120% e a quantidade de ocorrências registradas subiu 48%.

O plano determina a função de cada órgão nos atendimentos ocasionados pelas fortes chuvas em cima das principais ameaças desta estação: deslizamento de solo ou rocha, inundações, rolamento de blocos rochosos, vendavais e tempestades de raios. O lançamento do plano acontece no dia 28 de novembro, na Casa dos Conselhos Augusto Zanatta.

Defesa Civil nas Escolas e SOS Chuvas com foco na prevenção

A inserção dos temas Defesa Civil e Educação Ambiental nas escolas da rede municipal de ensino é outra ação importante do governo municipal na prevenção aos desastres de origem natural. Ao longo deste semestre, os alunos estão desenvolvendo trabalhos de acordo com as ameaças de desastres características do verão, como deslizamentos de terra e inundações. A inclusão dos assuntos em sala de aula é inédita no país e oferece a oportunidade de os estudantes desenvolverem a percepção dos riscos do seu bairro.

Criado no ano passado pela prefeitura para impedir o avanço das ocupações e construções irregulares na cidade, o SOS Chuvas segue com vagas abertas para inscrições para novos estagiários. O programa funciona em parceria com a Universidade Católica de Petrópolis (UCP) e a Estácio de Sá, buscando reduzir os prejuízos causados pelas chuvas de verão em três áreas: Defesa Civil, Meio Ambiente e Obras. Os estudantes devem procurar pela coordenação dos cursos de arquitetura e de engenharia para participar.

Quarta, 21 Novembro 2018 18:39

Sorteio Público do Liceu tem 305 inscritos

Na próxima sexta-feira (23.11) será realizado o Sorteio Público que definirá os ocupantes das 190 vagas que o Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio está oferecendo para ingresso no 6º ano do ensino fundamental em 2019. Ao todo, 305 nomes foram cadastrados pelos pais ou responsáveis para participar do sorteio.

O Sorteio Público será realizado na quadra do Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, a partir das 15h. Cada inscrito recebeu um número e durante o evento serão sorteados 190 números. Não é necessário o acompanhamento dos pais no sorteio. Os nomes dos selecionados serão publicados no Diário Oficial e a lista também será disponibilizada no site da prefeitura.

A demanda por vagas na unidade municipal é maior que a quantidade de vagas ofertadas.

A mudança na forma de ingresso – de 2011 até 2017 a Secretaria de Educação realizou provas de admissão e os candidatos conseguiam as vagas de acordo com as notas – recebeu parecer favorável do Conselho Municipal de Educação. As matrículas dos selecionados serão feitas no próprio Liceu de 10 a 14 de dezembro.

As aulas no Liceu Carlos Chagas foram suspensas nessa quarta-feira (21.11) para a limpeza do pátio da unidade escolar após as chuvas desta terça. O pátio da escola está com equipes da Comdep e Secretaria de Obras realizando a retirada da lama, limpeza de bueiros e lavando o espaço para que as aulas sejam retomadas ainda nesta semana.

Notícias por data

« Novembro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP