O Natal Imperial vai ter, literalmente, uma grande novidade este ano. A Praça da Liberdade – que será transformada na Vila Imperial – já começou a receber a montagem de uma árvore de Natal que vai medir 35 metros de altura, o equivalente a um prédio de 11 andares. A festa, que vai até 20 de janeiro, será aberta nesta sexta-feira (30.11), com um show do padre Fabio de Melo, às 20h, na Vila Imperial.

Ao todo são 6 milhões de microlâmpadas que vão transformar a cidade em um cenário mágico de Natal junto com toda cenografia. O trabalho já está na reta final para a inauguração, que acontece às 19h30, logo após um pocket show na Praça Dom Pedro, anunciando o acender das luzes em toda cidade, pouco antes do show de Fabio de Melo.

Todas as lâmpadas são de baixo consumo de energia, de LED. A predominância é a cor branca morna (amarelada), mas a decoração contará também com outras cores e tonalidades na iluminação. O rio na Avenida Koler também será iluminado novamente, com luzes especiais junto à água. Em fachadas históricas, as luzes vão valorizar o contorno do casario. No Palácio de Cristal, que será transformado no Doce Natal, a decoração em formato de balas e doces gigantes é o destaque. Bairros também recebem decoração, com árvores natalinas marcando o clima da festa pelos quatro cantos da cidade.

O público vai perceber uma cidade ainda mais encantadora do que no Natal do ano passado. Em 2017 as pessoas já ficaram surpresas com toda decoração e este ano a expectativa é que elas gostem ainda mais.        Além da grande árvore de Natal, o Túnel de Luz da 16 de Março promete estar novamente entre os destaques da decoração e iluminação este ano. A inauguração será no sábado (1º\12), com atrações culturais.

A cidade já está com muito movimento nos hotéis e pousadas, além de muitos grupos fechados para visitar Petrópolis durante o Natal Imperial. Já temos hotéis lotados durante os fins de semana nesse período. Será um momento muito importante para economia. Apesar de toda essa crise que o país vive, o comércio, em geral, vai movimentar como nunca nesse período. Esse é um dos motivos para estarmos trabalhado em dar mais qualidade para nossos eventos”, destaca o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Montagem gerou empregos

Só a iluminação está gerando mais de 600 empregos, sendo 350 diretos, com 250 profissionais contratados para a montagem nas ruas e mais de 100 pessoas envolvidas no preparo das peças. No Centro Histórico, prédios públicos, pontos turísticos e árvores estão sendo iluminados. O trabalho já passou por ruas como a Avenida Koeler, Imperatriz, Roberto Silveira, além da Praça da Liberdade, Praça Dom Pedro, entre outros locais.

Participam do trabalho antecipado 57 órgãos que passaram por 30 horas de treinamentos

São mais de 250 pessoas de 57 órgãos diferentes que passaram por 30 horas de treinamentos para atuarem no período de fortes chuvas do município. Os dados foram apresentados nesta quarta-feira (28.11), durante o lançamento do Plano Verão 2019 de Petrópolis. Também foi mostrado um conjunto de ações de prevenção nas comunidades, além das matrizes de atividades e responsabilidades assumidas pelas instituições para casos de deslizamento de terra, inundações, rolamentos de blocos rochosos, vendaval e tempestades de raios. O objetivo é minimizar os efeitos das mudanças climáticas que aumentam os índices pluviométricos durante a estação. Neste mês de novembro, em comparação com o ano passado, os pluviômetros indicam o aumento de 112% na quantidade de chuva em algumas regiões do município.

É fundamental que as equipes que atendem a população estejam organizadas e preparadas antecipadamente. Até o fim do verão, o município vai atuar em duas frentes: prevenção aos desastres de origem natural e de resposta as ocorrências. São ações de conscientização nas comunidades e nas escolas, além do plantão permanente dos órgãos de resposta, como a Defesa Civil, CPTrans, Comdep e Corpo de Bombeiros. Além disso, também temos o SOS Chuvas e o Rio Limpo dentro das ações do eixo operacional”, pontua o prefeito Bernardo Rossi.

Organizado e atualizado anualmente pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, o Plano Verão municipal é mais uma iniciativa da prefeitura que busca reduzir o risco de desastres na cidade. Com 234 áreas de risco alto ou muito alto – equivalente a 18% do município - e um déficit habitacional de 12 mil casas, o governo municipal investe na prevenção, com ações nas escolas e nas comunidades.

“No último verão, os índices de chuva cresceram 120% e a quantidade de ocorrências registradas quase 50%. A nossa intenção é organizar os órgãos para aperfeiçoar o atendimento aos moradores da cidade. Precisamos destacar a importância de cada instituição participante, já que o Plano Verão municipal é um trabalho criado por diversas mãos”, disse o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, explicando que a população pode ter acesso aos cinco planos de contingência e suas matrizes de responsabilidade no site da prefeitura de Petrópolis www.petropolis.rj.gov.br.

Fábio Hoelz, coordenador de Educação da Rede Operações de Emergência de Radioamadores (ROER), agradeceu o convite da prefeitura para participar do Plano Verão municipal e destacou a importância do atendimento eficaz para a população. “Quanto mais rápido os órgãos sejam acionados, melhor para os petropolitanos. Essa atuação em conjunto é importante para o município como um todo. Acredito que esse plano possa fazer a diferença ao longo desse verão no município”, afirmou.

Calendário de visitação aos pontos de apoio da prefeitura

Começa nesta quinta-feira (29.11) a visita dos agentes aos pontos de apoio dos bairros que apresentam maior risco geológico e hidrológico. O primeiro local será a Escola Municipal Alto Independência, às 14h, com a entrega das cartilhas de prevenção aos desastres de origem natural. O objetivo do trabalho é reforçar a importância das sirenes do Sistema de Alerta e Alarme para os moradores das comunidades, preparando os locais de apoio para estarem abertos na estação mais crítica do ano.

“A organização destes locais é parte fundamental do nosso trabalho de resposta, permitindo que a população permaneça em um local seguro até que se retorne à normalidade em uma situação de fortes chuvas”, explica Paulo Renato, garantindo que até o final do ano mais de cinco mil cartilhas serão entregues à população durante o calendário de visitação.

O calendário da Defesa Civil segue até o dia 18 de dezembro e acontece nas 12 comunidades que contam com as sirenes do Sistema de Alerta e Alarme: Gentio, Buraco do Sapo, 24 de Maio, Alto da Serra, Bingen, Dr. Thouzet, Independência, Quitandinha, São Sebastião, Sargento Boening, Siméria e Vila Felipe.

“O objetivo é que Petrópolis passe a ser reconhecida como a cidade da prevenção de desastres. Dessa maneira, em conjunto com a população, a gente se torna uma cidade mais segura e menos vulnerável aos desastres de origem natural”, completa o secretário de Defesa Civil.

Calendário completo:

- 29/11/2018:
14h - Escola Municipal Alto Independência (Independência)
- 04/12/2018:
10h- Escola Municipal José Fernandes da Silva (Alto da Serra)
14h- Escola Municipal Dr. Rubens de Castro Bomtempo (Vila Felipe)
- 05/12/2018:
10h- Escola Municipal Ana Mohammad (Sgt. Boening)
14h- Escola Municipal Papa João Paulo II (São Sebastião)
- 06/12/2018:
10h- Escola Municipal Rosalina Nicolay (Siméria)
14h- Escola Municipal Clemente Fernandes (Alto da Serra)
- 11/12/2018:
10h- Escola Municipal Stefan Zweig (Quitandinha)
14h- Escola Municipal Marcelo Alencar (Quitandinha)
- 12/12/2018:
10h- Escola Municipal Odette Fonseca (Duques)
14h- Escola Paroquial Bom Jesus (Quitandinha)
- 13/12/2018:
10h- CEI Chiquinha Rolla (Quitandinha)
14h- Salão Paroquial São Paulo Apóstolo (João Xavier/Bingen)
- 18/12/2018:
10h- Escola Municipal Dr. Paula Buarque (Gentio/Vale do Cuiabá)
14h- Boa Esperança Futebol Clube (Buraco do Sapo)

Ação realizará teste rápido para a população que ainda participará de palestras de conscientização

O Dia Mundial de Luta contra a Aids vai ter programação neste sábado (01.12), nas unidades de saúde do bairro Vila Rica e do Itamarati. Entre às 9h e 13h, médicos e enfermeiros vão realizar palestras sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), HIV/Aids. A ação da Secretaria de Saúde vai realizar ainda testes rápidos para identificação do vírus do HIV, Sifilis, Hepatites C e B, e distribuir preservativos para a comunidade.

Anualmente a ação é realizada com o intuito de disseminar as orientações sobre os métodos de prevenção das ISTs, transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual, sem o uso de camisinha masculina ou feminina, com pessoa que esteja infectada. As ISTs são transmissíveis também de mãe para a criança durante a gestação, parto ou amamentação. “O município tem buscado sempre facilitar o acesso da nossa população a essas informações”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

No apanhado dos últimos onze anos, a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica do município, registrou 743 pessoas infectadas pelo HIV/Aids. Desse total, 492 homens, 248 são mulheres, e 3 crianças. Esse ano, foi identificada uma redução de 28% no número de casos perante 2017, quando se registrou um aumento no número de infectados pelo HIV/Aids. Até o momento, em 2018, estão notificados 61 pacientes, perante 84 do ano anterior. Em 2017, a unidade de vigilância epidemiológica, identificou um aumento de 40% em relação à média de 59,5% dos últimos 10 anos.

O município tem atuado para a conscientização da população de forma que diminuam os registros na cidade e para que as pessoas que tiveram o vírus identificado, recebam o atendimento que a cidade oferece. O Departamento de Doenças Infecto Parasitárias (DIP) e DST-Aids, que funciona no Hospital Municipal Nelson Sá Earp, conta com profissionais que diariamente fazem atendimento à população que registra casos de acidentes biológicos e violência sexual.

O município conta ainda com o programa Fique Sabendo, que atua no reforço do trabalho de conscientização nas unidades e realiza palestras em empresas e escolas. A cidade também tem atendimento diário nas unidades de saúde para a realização dos testes rápidos, com resultados apresentados em vinte minutos. “As pessoas recebem seus resultados e no caso de positivo, para as ISTs, HIV/Aids e Hepatites C e B, recebem o encaminhamento para iniciarem o tratamento”, desta a coordenadora das áreas técnicas de saúde, Patrícia Rodrigues.

As unidades que receberão as ações de conscientização na Rua A ao lado da quadra 28, no Vila Rica e na Rua Bernardo Proença,32.

Unidade de ensino se tornou CEI nesse ano

Um dos espaços educacionais que foram transformados nesse ano para garantir a qualidade no atendimento e conforto para alunos da rede municipal de Educação foi o prédio da Escola Herminia Matheus. Após uma reforma para adaptação, realizada no início desse ano, a unidade passou a funcionar como Centro de Educação Infantil e atende 117 crianças de até 5 anos integralmente. Além das atividades pedagógicas, no CEI os alunos participam de aulas de artes.

O planejamento do poder público é o de aumentar as vagas oferecidas na educação infantil em outros bairros. “Apesar das dificuldades estamos avançando e planejando reformas, adaptações e procurando espaços que possam ser transformados em Centros de Educação Infantil. Essa é a nossa maior demanda e continuaremos trabalhando para garantir o atendimento com qualidade e responsabilidade”, disse o prefeito.

A revitalização garantiu a pintura das salas de aula, fachada, troca de portas e adaptações nos banheiros. “Esse foi um passo importante principalmente para a região do São Sebastião. Para o próximo ano temos a intenção de aumentar a oferta de vagas no Centro com o prédio municipalizado do Colégio Augusto Meschck e também no Independência com a adaptação do também municipalizado Ciep Santos Dumont”, afirmou a secretária de Educação, Marcia Palma.

No CEI Herminia Matheus as crianças são atendidas integralmente. “Elas realizam aulas de arte, têm todas as refeições preparadas com muito carinho, realizamos recreações e programações diferenciadas, tudo para garantir o melhor para os pequenos. Na última semana realizamos uma visita ao Castelo em Itaipava e fizemos um piquenique saudável. Eles são muito felizes nesse espaço e os pais são muito parceiros da escola”, contou a diretora da unidade, Carla Gonçalves.

Revitalizações garantem aumento no atendimento

Para garantir o aumento na oferta de vagas em Centros de Educação Infantil a Secretaria de Educação também está adaptando o prédio da Accácio Branco, no Centro. A revitalização garantirá o aumento no atendimento do CEI Primeira Infância – de 30 para 100 crianças atendidas. Além disso, a Secretaria de Educação também planeja as adaptações no prédio da escola Augusto Meschick e no CIEP Santos Dumont. Vale salientar que em 2017 foram realizadas 19 revitalizações em espaços escolares e em 2018 foram mais de 30. Além dessas, foi retomada a obra no prédio da EM Professora Jandira Bordignon. A obra foi paralisada em 2016. No novo prédio, localizado na Avenida Getúlio Vargas, no Quitandinha, a capacidade de atendimento vai aumentar de 400 para 700 alunos. O prédio também vai contar com 12 salas de aula, biblioteca e quadra poliesportiva.

 

Mil crianças do Conselho Municipal dos Direitos da Criança (CMDA), de 15 instituições da cidade, vão acompanhar a chegada do Papai Noel em um evento promovido pelo Natal Imperial, neste sábado (1º/12), a partir de 14h, no Clube Petropolitano do Valparaíso. Os pequenos – que têm idade entre 3 a 13 anos, além de ver o “Bom Velhinho” terão recreação infantil e lanche. Logo depois, o Papai Noel segue para a Praça da Liberdade para um evento aberto ao público, com show do grupo BFF Girls, às 16h.

No Valparaíso, o evento será fechado. A festa vai contar com o apoio de diversas secretarias municipais, como o Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Turispetro, CPTrans, Secretaria de Educação, Defesa Civil, Secretaria de Assistência Social, Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública, entre outras, além do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar. Nesta terça-feira (27.11), responsáveis por cada órgão se reuniram na sede da prefeitura para organizar os últimos detalhes. O grupo Tindolelê será o responsável pela diversão da criançada.

Este ano, o Natal Imperial será aberto na próxima sexta-feira (30.11) e fica até 20 de janeiro, com mais de mil horas de programação e 6 milhões de microlâmpadas enfeitando a cidade.

Mais de 50 pessoas participaram do Fórum sobre População em Situação de Rua nesta quarta-feira (28.11) na Universidade Católica de Petrópolis (UCP), realizado pelo Gabinete da Cidadania junto a Rede Pop de atendimento. O objetivo do encontro, foi discutir de forma mais ampla as políticas que podem ser aplicadas em conjunto com as ações que já acontecem no município para esta parte da sociedade.

A primeira parte do Fórum contou com palestras que discutiram os valores dos direitos e políticas das populações em situações de rua.  

“O evento tem importância para dar visibilidade aos moradores de rua. Por isso acho que é preciso haver integração nos municípios, compartilhando conhecimento e trabalhos sempre ampliando a experiência de cada um, e todos atuando juntos em uma grande rede”, destacou a defensora pública titular do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro, Carla Beatriz Nunes Maia.

A segunda fase do encontro contou já com rodas de conversas, abrindo o espaço a ampliação das experiências em diferentes segmentos. Toda a temática foi aberta ao público.

A líder do Movimento Nacional de População em Situação de Rua da Baixada Fluminense, Vania Rosa, acredita que as melhores ações são quando há conversa direta com os envolvidos, ela ainda ressaltou que conhece com apreço a atuação dos mecanismos utilizados no município como o Centro Pop que atende com suporte a esses moradores.

“Acho que essas rodas de conversas precisam acontecer. O fórum é o espaço onde o movimento e os outros braços se reúnem. A educação e a arte são as formas mais sutis de trazer a autoestima mostrando seus direitos e apresentando os equipamentos disponíveis”, disse a líder Vania Rosa.

“Aqui é um trabalho de construção de possibilidades de uma visão mais acolhedora para os moradores em situação de rua que ainda são marginalizados. Precisamos tornar a cidade um âmbito mais junto, onde todos são cidadãos e tem os seus direitos”, destacou a coordenadora do Gabinete da Cidadania, Anna Maria Rattes.

Iniciativa garante sessão gratuita todo mês para alunos da rede municipal, idosos e jovens atendidos pela Assistência Social

O Grinch é um ser verde que não suporta o Natal. Determinado a acabar com as festas natalinas da cidade de Quemlândia, ele resolve invadir os lares dos vizinhos e roubar tudo o que está relacionado a data mais esperada do ano. As artimanhas do ser d'O Grinch encantou crianças e adolescentes que prestigiaram uma sessão especial no Top Cine no Alto da Serra nessa quarta-feira (27.11). Na ocasião, 185 crianças e alunos e adolescentes puderam assistir gratuitamente o longa, graças a uma iniciativa entre a prefeitura de Petrópolis e o Cinemaxx.

Participaram da sessão dessa quarta-feira 150 alunos das escolas municipais EM Ana Mohammad, EM Senador Mário Martins e Escola Paroquial Nossa Senhora de Fátima. Além deles, 35 crianças e jovens que participam do projeto social C3 também participarão do evento.

A diretora da Escola Paroquial Nossa Senhora de Fátima, Simone Pizzi, contou que vários alunos da unidade nunca tinham ido ao cinema. “Eles estão maravilhados com o shopping ainda mais que está tudo enfeitado de Natal. A atividade do cinema é uma oportunidade única, nossa escola fica na BR-040. Estar aqui com eles, conseguimos desenvolver questões de atenção, postura, influência do meio entre outras coisas”, ressaltou a diretora.

“Eu nunca tinha assistindo um filme no cinema. Primeira vez que vejo uma televisão desse tamanho. Estou achando tudo muito legal e aqui é muito bonito”, contou o aluno do 3º ano da Escola Paroquial Nossa Senhora de Fátima, Pedro Henrique Valença.

O projeto Cinema para Todos prevê a distribuição de 200 ingressos todos os meses. O cinema seleciona o filme e o horário da sessão e as Secretarias de Educação e Assistência Social são as responsáveis pela convocação das escolas e instituições que prestigiarão as sessões. As escolas interessadas em participar podem entrar em contato com o Departamento de Projetos da Secretaria de Educação.

Evento, que se estende até a próxima sexta-feira (30.11), vai realizar palestras com profissionais da área de saúde

Começa nesta quinta-feira (29.11) a Mostra SUS, evento que vai apresentar todas as ações realizadas pela Secretaria de Saúde no município. Durante dois dias serão realizadas palestras, exposições e atividades diversas envolvendo todas as áreas do sistema público de saúde do município. A programação tem atividades das 13h às 17h e se estende até sexta-feira (30.11), com atrações concentradas durante todo o dia na Faculdade Arthur Sá Earp Neto (Fase), na Avenida Barão do Rio Branco, 1003.

Durante o evento aberto ao público serão apresentados todos os serviços da Secretaria de Saúde abrangendo os programas de promoção, prevenção, reabilitação e cuidados com a saúde. 

Profissionais da atenção básica, das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e dos hospitais, estarão juntos apresentando os resultados das ações implementadas. Durante a mostra serão realizadas mesas de discussões que contarão ainda com a participação de profissionais do Ministério da Saúde, secretarias de saúde do Estado e de municípios vizinhos, Fiocruz e Conselho Municipal de Saúde.

Para a abertura, a Mostra SUS terá apresentação de dança para os participantes e inicia o ciclo de palestras sobre os desafios do SUS. A sexta-feira (30.11) terá a programação voltada para os debates sobre os programas de saúde implantados em Petrópolis, Rio de Janeiro, Paraíba do Sul e Areal. Ao longo do dia, diversas atividades culturais relacionadas à saúde serão desenvolvidas com os participantes.

O prefeito Bernardo Rossi acompanhou nesta quarta-feira (28.11) o trabalho do Mais Asfalto na Olga Castrioto, no São Sebastião. A manutenção viária feita pela Secretaria de Obras beneficia a passagem de três linhas de ônibus que atendem os moradores. Juntas, elas somam 39 viagens por dia. Por isso, foram aplicadas cinco toneladas de asfalto.

O programa tem até sete equipes para promover a manutenção viária na cidade. Nesta quarta, também foram atendidos Pedro do Rio, Itaipava, Carangola e Estrada da Saudade.

Em Pedro do Rio, o trabalho ocorreu em Barra Mansa, por onde passam 18 viagens da linha 701. Também houve manutenção viária em Vila Rica, Itaipava, que recebe 54 viagens da linha 713 e três da noturna 722. Já no Carangola, a Travessa Carlos Carnevalli, ponto final da linha 503, que faz 25 viagens por dia, recebeu aplicação de asfalto. No Caminho do Fragoso (Estrada da Saudade), o serviço beneficia as 37 viagens da linha 520.

Outros bairros também já estão na programação do Mais Asfalto, como Araras, Duarte da Silveira, Quitandinha, Independência, Vila Rica, Taquara e Nogueira.

Além dos bairros, o Mais Asfalto atua também nas vias de maior circulação da cidade. O programa já pavimentou quase sete quilômetros entre as ruas Santos Dumont, Souza Franco, Visconde de Bom Retiro, Aureliano Coutinho, Imperador, Dr. Sá Earp, 16 de Março, Roberto Silveira e entorno da Praça da Liberdade, no Centro.

Programação especial termina na sexta-feira (30.11)

“Florisbela, a borboleta, está sempre bem feliz, pousando de flor em flor no jardim lá da matriz. É amiguinha da lesma, do Zé Grilo, da cigarra e também das abelhinhas que com ela fazem farra”. O cordel é apenas um dos mais de 300 escritos por Isael de Carvalho, um dos palestrantes do 2º Encontro Literário da Posse, promovido pela Secretaria de Educação. A abertura do encontro ocorreu nessa quarta-feira (28.11) na Praça CEU e contou com a participação de mais de 50 estudantes de escolas da rede municipal de Educação.

A abertura oficial do evento contou com dança e café da manhã preparado especialmente para os alunos das escolas que participaram do primeiro dia de evento. São estudantes da EM Beatriz Zaleski, EM Oswaldo da Costa Frias, EM Carlos Canedo e CEI Ângela Maria.

Isael de Carvalho, morador do Brejal e integrante da Academia de Literatura de Cordel foi um dos palestrantes do primeiro dia de evento. “Apesar de me dedicar à literatura de cordel há muitos anos é a primeira vez que tenho a oportunidade de ministrar uma oficina e apresentar o meu trabalho para os moradores da minha terra, a Posse. É uma alegria muito grande e poder explicar como montar o cordel para as crianças”, disse Isael.

Ana Lúcia Souza, organizadora do evento, falou sobre a animação dos alunos. “É sempre muito divertido reunir esses jovens e poder falar sobre literatura e a importância da leitura, de conhecer as particularidades do cordel, essa paixão tão bonita e muito conhecida pelo povo nordestino”, afirmou.

A programação continua até na sexta-feira (30.11). Na quinta-feira (29.11) as atividades começam às 9h30, com apresentação dos alunos do colégio Crescer Sabendo Ser - contando a história de Lampião do Sertão e Rodolpho no violão. Às 10h ocorrerá uma palestra com a Superintendente do IPHAN - RJ, Monica da Costa. O tema será o “Reconhecimento da Literatura de cordel como patrimônio imaterial brasileiro”. Às 13h30 ocorrerá o bate-papo e oficina com a escritora Anna Vacchiano.

Na sexta-feira (30.11), às 9h30 tem bate-papo com a escritora Nathália Karl Motta e às 14h terá apresentação da Orquestra Infanto - Juvenil da Ação Social pela música do núcleo do Vale do Cuiabá - EM Padre Quinha.

A Comdep continua trabalhando para deixar a cidade pronta para o Natal Imperial que começa na próxima sexta-feira (30.11). Equipes operacionais, de obras e de jardinagem mobilizaram cerca de 55 pessoas desde o início do mês para fazer capina, remoção de entulho, varrição, instalação de lixeiras, pintura, corte de grama e plantio de mudas nos locais que receberão atrações do evento, como Centro e Quitandinha.

Na terça (27.11) e na quarta-feira (28.11), foram instaladas 33 lixeiras de postes na Rua 16 de Março. As peças são personalizadas com adesivos que incentivam o uso das coletoras por quem frequentar o espaço onde funcionará o Túnel de Luz e também para compras no comércio: “Uma cidade limpa é um presente de Natal para todos”. Elas possuem capacidade de até 15 quilos de resíduos e permitem que todos ajudem a fazer o descarte correto do lixo. Também houve troca, manutenção e limpeza das lixeiras na Praça da Liberdade.

Todo trabalho está sendo feito durante todo mês de novembro para deixar a cidade limpa e preparada para os petropolitanos que vão aproveitar toda a programação do Natal Imperial e para receber bem os turistas que virão para a cidade. A coleta de lixo será mantida e a Comdep estará de prontidão para caso sejam necessárias mais viagens de caminhões. A equipe de varrição estará antes e depois em todos os locais onde o público vai acompanhar as atrações e alguns locais ainda receberão lavagem com dois caminhões-pipas. Toda a mobilização é para deixar a cidade totalmente limpa em todos os dias do Natal Imperial.

Centro, Quitandinha e Itaipava, que são alguns dos locais com atrações do Natal Imperial, recebem coleta de lixo todos os dias.

A equipe de varrição reúne no mínimo 60 pessoas durante o dia e 20 funcionários à noite, mas alguns dos principais pontos da festa terão equipes fixas: a Praça da Liberdade, que será a “Vila Imperial” durante o evento, terá 18 pessoas trabalhando em dias de shows; no Palácio de Cristal, que vai se transformar em “Doce Natal”, terá seis funcionários para manter a limpeza diária; na 16 de Março, que tem o Túnel de Luz, são quatro trabalhadores na varrição durante todo o dia. Nas Paradas Iluminadas, serão mobilizados 30 colaboradores da Comdep para a limpeza em todo trajeto.

Cada caminhão-pipa utiliza 8 mil litros de água e vai passar por locais como o Terminal do Centro, Praça Dom Pedro, Rua da Imperatriz, escadaria da Catedral, entre outros pontos.

Ruas dos principais locais que vão receber as atrações passaram por capina manual, corte de grama, roçada em beira de rios e remoção de lixo verde. Também houve revitalização de canteiros de jardim com novas mudas e grama. Ruas como Av. Koeler e Imperatriz tiveram poda de árvores, com autorização da Secretaria de Meio Ambiente e do Iphan.

Ainda foi feita revitalização da pintura de canteiros na cor cinza, balaústre em branco, pontes de madeira em branco e vermelho, bancos de madeira em praças em marrom-conhaque – nesse caso, foi usado um esmalte sintético, o que vai permitir uma melhor conservação do equipamento do que com verniz. Esses trabalhos aconteceram em locais como Praça Dom Pedro, Praça dos Expedicionários, Bosque do Imperador, Rua Souza Franco e Washington Luiz, entre outros. Os pórticos de entrada da cidade no Quitandinha e no Bingen também receberam nova pintura, em branco e rosa grão-pará, mesma tonalidade do Museu Imperial.

Participam cerca de 50 atletas de um dia de disputas no Centro de Iniciação ao Esporte

O campeonato municipal de futsal para surdos vai agitar o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, que fica no bairro Caxambu, no próximo domingo (02.12). A competição vai mobilizar cerca de 50 atletas da cidade em três equipes, que jogam entre elas para decidirem o vencedor do torneio. Cada partida será disputada em dois tempos de 12 minutos. Em parceria com a Associação Petropolitana de Surdos (APES), a Prefeitura quer utilizar o esporte como ferramenta de inclusão social, proporcionando mais saúde e qualidade de vida para pessoas com deficiência auditiva.

Graças à parceria do governo municipal com a APES, mais de 200 atletas com deficiência auditiva disputaram a I Copa Imperial de futsal para surdos, realizada em outubro deste ano. Participaram 11 equipes do Estado de Rio de Janeiro. O time que representou o município no torneio acabou sendo eliminado nas quartas de final. Hingo Hammes, superintendente de Esportes e Lazer, enumerou as atividades oferecidas pela prefeitura para pessoas com deficiência.

No ano passado, Petrópolis recebeu uma etapa da Taça Rio de Futsal de Surdos, também graças a nossa parceria com a APES. Foi inserido o Dia de Convivência para pessoas com deficiência na programação dos Jogos Estudantis, além dos cursos de capacitação oferecidos gratuitamente para profissionais de educação física que desejam trabalhar com esse grupo de alunos.

A arbitragem do campeonato municipal de futsal para surdos será de responsabilidade da Liga Petropolitana de Desportos (LPD). Graças a uma parceria com a prefeitura, no ano passado, cinco árbitros foram capacitados para apitar jogos de atletas com deficiência auditiva. Marcelo Rosa, responsável pelas equipes de arbitragem da LPD, destacou a oportunidade de desenvolvimento dos profissionais e abertura de novas oportunidades no mercado de trabalho.

“Foi muito importante para todos os árbitros que participaram do treinamento e do torneio no ano passado. Foi uma oportunidade fantástica de crescimento e de aprendizado para todos. Também é um diferencial, que pode garantir mais espaço dentro do mercado da arbitragem em todo o Estado”, disse Marcelo.

Obra mostra propostas de Gandhi que podem ser aplicadas no Brasil

Petrópolis recebe na sexta-feira (30.11), às 18h, na Casa da Educação Visconde de Mauá, o autor do livro “Seja a Mudança – o Brasil visto e debatido a partir do legado de Gandhi”, de Leandro Uchoas. O lançamento é uma iniciativa da Prefeitura de Petrópolis por meio da Secretaria de Educação e do Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz.

O projeto para a publicação do livro ficou pronto em quatro anos, após um rico estudo do autor, que também é jornalista e educador no segmento de comunicação não violenta, na universidade Gujarat Vidyapith, fundada em 1920, pelo líder Mahatma Gandhi, na Índia. A obra é uma mostra dos problemas do Brasil atual, relacionando os pensamentos de Gandhi a temas como meio ambiente, educação, direito, tolerância religiosa, política entre outros.

“Fui para Índia fazer uma pós-graduação no berço dos pensamentos de Gandhi e comecei a trazer as reflexões para a atualidade. Lá convivi com ativistas sociais do mundo inteiro, onde também consegui levantar dados e indicadores reais dos problemas no Brasil. Foi assim que o meu primeiro livro foi nascendo”, destacou Leandro Uchoas.

O autor que tem o trabalho direto com aplicação e conscientização comunicação não violenta, conheceu o trabalho realizado pelo Programa Municipal Petrópolis da Paz, nas escolas e nas câmaras restaurativas. “Fiquei encantado quando conheci o trabalho que o Programa Petrópolis da Paz realiza na cidade. Estamos conversando e queremos realizar mais ações em conjunto”, disse o autor.

“Ele é um estudioso, será muito bem-vindo. Ele irá compartilhar sua experiência na Índia, essa forma doce de olhar para o outro sem condenar. Isso é muito importante. Leandro é um parceiro que vem como voluntário dar sua contribuição de conhecimento de justiça restaurativa para o programa Petrópolis da Paz”, pontuou a coordenadora do Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz.

Segundo o autor, o livro já foi lançado na cidade do Rio de Janeiro, Niterói, Volta Redonda, São Paulo e agora Petrópolis. O livro também está disponível da versão e-book, onde pode ser baixado na plataforma on-line.

“Estou muito feliz em estar em Petrópolis, uma cidade que eu gosto muito, tem uma importância histórica nacional rica e o que tem tudo a ver com o meu livro. Quero que o legado de Gandhi seja uma reflexão para todos para superarmos as dificuldades” finalizou Leandro.

Notícias por data

« Novembro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP