Desburocratização: mais de mil empresas conseguiram alvará on-line

Desburocratizar é a palavra de ordem da prefeitura para fortalecer a arrecadação sem aumentar impostos. Com foco na identificação dos sonegadores, a Secretaria de Fazenda vem implementando novos sistema que irão possibilitar o cruzamento de dados, viabilizando uma fiscalização mais eficiente sobre a arrecadação de tributos municipais.

Para isso, o município está firmando também convênio com a Receita Federal, que permitirá um monitoramento mais eficiente sobre operações de cartórios, que possibilitará, por exemplo, que o município tenha informações mais precisas sobre os Impostos sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). Outro sistema garantirá que o município receba mais rapidamente informações sobre o ICMS, para acompanhar diretamente o Índice de Participação dos Municípios (IPM).  

O foco da prefeitura são os grandes contribuintes como cartórios, bancos e instituições financeiras, por exemplo. São ações importantes para Petrópolis voltar a crescer. O objetivo é atualizar os cadastros e identificar os sonegadores, para aumentar a arrecadação sem que seja necessário aumentar os impostos.

A prefeitura vem implementando a modernizando a Secretaria de Fazenda, com ferramentas para desburocratizar. “Desta forma vamos conseguir cobrar os valores corretos aos grandes contribuintes, que durante muito tempo não pagaram os impostos devidos. É um trabalho fundamental para que o município possa avançar na prestação de serviços nas áreas de Saúde, Educação, e infraestrutura da cidade”, destaca a secretária de Fazenda, Elaine Nascimento.

Em outra frente de atuação, a informatização e atualização de sistemas da Secretaria de Fazenda vem agilizando a regularização de empresas, o que já resulta em mais de 1 mil alvarás emitidos pelo sistema online para que novas empresas atuem na cidade. A emissão de alvará online, que permite o licenciamento de empresas em até 72 horas, foi implementando no fim do ano passado. Antes do Regin, o empresário precisava esperar pelo menos 15 dias para a emissão do documento.

“O Registro Integrado (Regin), agiliza todo processo. O empresário tem de forma rápida, além do seu ato registrado na Junta Comercial, o CNPJ, a Inscrição Estadual, o Alvará de Localização junto à Prefeitura Municipal, o protocolo do alvará de funcionamento junto à Prefeitura, do licenciamento no Corpo de Bombeiros, da Licença Sanitária na Vigilância Sanitária e também da licença de Meio Ambiente”, explica a secretária.

Para solicitar a emissão do alvará pelo Regin, basta acessar o link do Regin no site da Jucerja (www.jucerja.rj.gov.br). Ali o empresário vai realizar a consulta de viabilidade. Após o deferimento será permitida a constituição da empresa segundo os órgãos atrelados ao sistema. Nos casos de atividades mais simples, o alvará é emitido em até 24 horas. Cabe lembrar que qualquer empreendedor pode realizar a consulta de viabilidade para constituir sua empresa. Todos os procedimentos serão através do sistema Regin. Tanto o alvará quanto a licença sanitária estarão disponíveis no site após a conclusão do processo e podem ser acessados vi internet.

Segunda, 05 Novembro 2018 19:47

Inscrições esgotadas para a Parada Iluminada

As inscrições para a Parada iluminada deste ano – parte da programação do Natal Imperial – já estão encerradas. Foram preenchidas 260 vagas por crianças e adultos que serão responsáveis por dar vida a papais e mamães noéis, anjinhos, fadas, entre outros personagens que ajudarão a contar a história da celebração na Rua do Imperador. Serão quatro desfiles, nos dias 02, 09, 16 e 23 de dezembro. Nesta edição, o Natal Imperial acontece de 30 de novembro a 20 de janeiro, com diversas atrações culturais, a maioria gratuita.

Em menos de uma semana de inscrições abertas, antes mesmo do primeiro desfile, a Parada já é considerada um sucesso. A procura foi tanta que o Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) aumentou o número de vagas de 250 para 260. O interesse dos petropolitanos já adianta que a população mais uma vez está envolvida com o Natal Imperial. É uma festa de todos e feita por todos. O município fica muito feliz em ver a expectativa dos moradores.

As Paradas Iluminadas contam com anjos, bonecas, mamães noéis, ursos, entre outros personagens que ganham vida para contar a história de Natal. Em 2017, os desfiles estiveram entre os pontos altos da festa e levaram milhares de pessoas – muitas vindas de outras cidades – para a Rua do Imperador. Além das fantasias, carros alegóricos, a trilha sonora feita especialmente para o evento e toda iluminação e decoração da cidade completam o cenário de magia e sonho proposto pelo Natal Imperial.

A estudante Tânia Leonardis Mello vai representar “Maria” ao lado de “José” durante os desfiles e já está ansiosa para o início da festa. “Eu gosto muito de participar. Além de representar Maria, que tem um significado muito importante, gosto de ver a fé das pessoas, a alegria das crianças. É emocionante, eu até acabo chorando. E a cidade também fica linda nessa época”, frisa ela.

Segundo o diretor-presidente do IMCE, Leonardo Randolfo, o público poderá esperar novidades nesta edição. “Termos novas fantasias, por exemplo, produzidas para a Parada. Além de surpresas que prometem emocionar ainda mais o público”, explica.

Adquiridos pela Prefeitura, os novos veículos garantirão as remoções simples para a UPA Centro

O Pronto Socorro Leônidas Sampaio, no Alto da Serra, e o Hospital Municipal Nelson Sá Earp (HMNSE), no Centro, passam a contar com mais duas ambulâncias, uma em cada unidade. Os veículos foram providenciados para dar suporte aos atendimentos pediátricos de urgência que precisarem ser transferidos para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Centro, que é um dos locais de referências na área de pediatria no município.

As novas ambulâncias atuarão nos casos de simples remoção dos pacientes da pediatria e até esta quarta-feira (07.11), estarão disponíveis. O Leônidas Sampaio e o Nelson de Sá Earp também passaram por reformas das áreas de urgência pediátrica, para garantir a qualidade no atendimento. Com essa estrutura, as crianças que chegarem em uma dessas unidades, receberão os primeiros atendimentos, havendo a necessidade, serão transferidas para um dos locais de referência do município, a UPA Centro. A depender da gravidade do caso, havendo necessidade cirúrgica, a UPA providenciará o encaminhamento para o HAC.

Essas novas ambulâncias são de grande importância para a agilidade do atendimento pediátrico no município. As crianças que chegarem nessas unidades, que estão totalmente reformadas, receberão os primeiros atendimentos e serão removidas para o local de referência. Essa é uma importante aquisição para a cidade.

Além do transporte pediátrico, as novas ambulâncias também poderão ser utilizadas para as demandas espontâneas que surgirem nas unidades e se enquadrarem no quadro de remoção simples. “As salas de urgência e estabilização do Pronto Socorro e do HMNSE estão funcionando com o suporte dessas ambulâncias que garantirão a fluidez dos atendimentos”, reforça a secretária de Saúde, Fabiola Heck.

A aquisição das novas ambulâncias atende ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a Prefeitura, Defensoria Pública e o Ministério Público. O suporte dos novos veículos será permanente nas referidas unidades e garantirá a devida remoção dos pacientes pediátricos à unidade de referência, após terem recebido os primeiros socorros.

Usuário terá de pagar apenas as horas utilizadas

Serviço é válido na primeira notificação do veículo, evitando que a falta de conhecimento do usuário o faça pagar a mais pelo serviço

Mudança estabelecida pela CPTrans garante aos usuários de estacionamento rotativo a suspensão da tarifa de regularização na primeira vez que a placa do veículo sofrer a penalidade. A alteração garante que petropolitanos e turistas, que desconhecem o sistema de cobrança utilizado pela SinalVida sejam penalizados com uma tarifa maior do que o tempo usado pelo veículo na vaga. Isso exime, apenas, a cobrança pela primeira vez. A alteração foi publicada no Diário Oficial do último dia 2.

Funciona da seguinte forma: o usuário que parou em uma vaga e, por algum motivo, recebeu a tarifa de regulamentação pode ir à sede da SinalVida, que fica na Estação Rodoviária Imperatriz Leopoldina, Rua Dr. Porciúncula 75, no Centro, e explicar o desconhecimento das regras de utilização. A atendente vai verificar, pelo número da placa do veículo, se essa foi a primeira vez que o veículo recebeu a tarifa e, em caso afirmativo, a cobrança será suspensa, tendo o usuário que arcar, apenas, com o período que ficou utilizando a vaga.

“Esse é um passo importante e uma informação que deve ser propagada pela população e informada aos turistas. A suspensão da cobrança no valor de 12 vezes o cobrado na tarifa só será retirado na primeira vez, sendo as restantes mantidas normalmente”, explica o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

A suspensão da tarifa só é feita na sede da SinalVida e o usuário tem o prazo de 48h a partir da emissão do bilhete indicando a cobrança da tarifa de regularização, para ir na empresa, que funcionar de segunda a sábado, de 8h às 19h (mesmos dias e horários que o estacionamento é cobrado no município).

O estacionamento rotativo opera 1.739 vagas em Petrópolis, distribuídas em 52 logradouros, no Centro, Alto da Serra, Bingen, Valparaíso e Corrêas.Para utilizá-lo a população conta com o aplicativo DigiPare, disponível para celulares com iOS e Android; o site www.estarpetropolis.com.br; por SMS pelo número 27317, por ligação 0800-941-3444, em qualquer um dos parquímetros disponíveis - sendo que esses equipamentos aceitam pagamentos em moeda e cartão de crédito e débito; no comércio local, além dos controladores – que ficam devidamente uniformizados em horário de trabalho.

Objetivo é terminar o ano com 88 gavetas novas no maior cemitério de Petrópolis; 22 ficaram prontas em outubro

Depois de finalizar a construção de 22 gavetas em outubro, o Cemitério Municipal agora tem mais 17. Os espaços de sepultamento serão utilizados já a partir desta terça-feira (05.11). As obras foram possíveis graças a uma parceria público-privada com as funerárias da cidade, que forneceram o material necessário enquanto a prefeitura entrou com a mão de obra. Essa cooperação para ampliar a capacidade do maior cemitério de Petrópolis continua e outras 16 gavetas já estão sendo feitas. O objetivo é ter 88 novas vagas até o fim do ano.

As gavetas prontas e as que estão em construção ficam na quadra 11 (fundos). A previsão é que as próximas vagas fiquem prontas ainda no mês de novembro. Depois disso, outras 33 serão iniciadas na quadra 19.

No ano passado, já haviam sido construídas 66 gavetas em parceria com a iniciativa privada e esse ano estão sendo feitas mais 88. Desde 2010 que o Cemitério Municipal não tinha a construção desse número de vagas e o trabalho feito agora é justamente para reverter esse quadro de falta de investimentos nos cemitérios da cidade.

As vagas novas estão sendo construídas para suprir a necessidade que existe desde a interdição de 315 gavetas em 2008 após um deslizamento de encosta. Uma gaveta pode ser alugada por três anos e ela é disponibilizada novamente após a exumação.

O número de exumações varia, pode ser maior ou menor a cada dia. As gavetas novas atendem à demanda que o cemitério recebe e só é possível graças à parceria com as funerárias.

O Cemitério Municipal possui 2,4 mil gavetas, além de oito mil sepulturas perpétuas e cerca de 1,2 mil covas rasas. A cidade ainda tem outros seis cemitérios: Itaipava, Secretário, Vale das Videiras, Garibu (Posse), Brejal e Quarteirão Worms (km 92 da BR-040).

12 estabelecimentos no polo de modas do Centro não disponibilizam banheiros e outros dois estavam com espaços inadequados

Equipe do órgão esteve em 26 locais na ação e 12 estavam regulares

Operação do Procon Petrópolis no maior polo de modas da cidade, a Rua Teresa, constatou que 12, dos 26 shoppings, galerias e centros comerciais visitados não estão disponibilizando o uso de banheiros aos clientes. Desse total, outros dois foram flagrados e autuados por problemas como a falta de divisão entre o feminino e masculino e outro por conta de condições impraticáveis de utilização. Na última semana, a equipe do órgão do consumidor já havia autuado outros 12 estabelecimentos no Centro Histórico, pelo mesmo problema.

De acordo com a Lei Municipal 6551/2008, shoppings, galerias e centros comerciais devem disponibilizar, de maneira gratuita, banheiros para os clientes. Nesta segunda ação, realizada na quinta-feira (01.11), que também contemplou as áreas da Marechal Deodoro, Aureliano Coutinho e Alto da Serra, 12 estavam adequadas: Centro Comercial 104, Vila da Moda 12, Imperial Shopping 533, Serra Shopping, Shopping Alexandre Fiani 53, Shopping Alcides Demori 101, Shopping 195, Centro Comercial da Moda 651, Hipershopping ABC, Shopping 608, Via Tereza 146 e Condomínio Shopping 800.

“É uma operação que será continuada no órgão de defesa do consumidor. A primeira vez que agimos em cima dessa lei foi por conta da irregularidade constada no Shopping Bauhaus, que cobrava pelo uso aos clientes. Conseguimos na justiça vencer esse caso. Agora, nossas operações vão contemplar todos os distritos da cidade para garantir com que a lei e o direito do consumidor sejam cumpridos”, explica o coordenador do órgão, Bernardo Sabrá.

Na fiscalização, o banheiro do Centro Comercial Daniel 257 só dispõe de um banheiro para o uso tanto de homens quanto de mulheres e no Shopping Vila Teresa 163, problemas com o acesso e condições de utilização foram constatados. A autuação é que esses estabelecimentos façam as devidas correções para evitar multas.

Já os estabelecimentos que não possuem banheiros para uso dos usuários são a Galeria Dantas Melo 483, Central Fashion 231, Centro Comercial José de Araújo, 217, Shopping Alexandre Mauworm 55, Shopping Teresa 45, Centro Comercial Monte Castelo 205, Galeria 92, Galeria Teresa Cristina 142, Shopping Laura Tereza 156 e Galeria Petrópolis. Ao todo, o Procon já fiscalizou 42 estabelecimentos em toda a cidade, sendo 26 notificados.

As notificações estabelecem prazo de 20 dias para a administração desses locais responderem quais medidas serão adotadas. A expectativa do órgão de defesa do consumidor é que nessas respostas estejam incluídas as soluções e adequações já providenciadas. Caso isso não ocorra, os estabelecimentos estão sujeitos a receber multas R$ 1.305,80, e caso mantenha a postura, a multa poderá chegar a R$ 13.580, conforme determina o artigo 2 da Lei nº 6551/2008. Em última instância, a desobediência pode acarretar na suspensão de alvará no shopping, galeria e centros comerciais.

 O Procon fica na Rua Dr. Moreira da Fonseca, 33, ao lado da Câmara dos Vereadores, e a unidade de Itaipava funciona no Centro de Cidadania, na Estrada União e Indústria, 11.860. Para realizar os atendimentos os usuários podem utilizar, ainda, o serviço de mensagem da página do Facebook do Procon Petrópolis, os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Os telefones da unidade em Itaipava: 2222-1418 / 7448 e 7337, ou WhatsApp Denúncia no número 98857-5837. O atendimento pelo site pode ser acessado pelo link http://www.petropolis.rj.gov.br/procon/index.php/fale-conosco.

Segunda, 05 Novembro 2018 19:37

Obra do Atílio Marotti tem sequência

A prefeitura está dando sequência no trabalho de reconstrução da servidão que desmoronou no Atílio Marotti. No local, foi instalada uma tubulação para canalizar a água que passa pela rede de manilhas que foi danificada. Nesta terça, a área será aterrada, o que permitirá o início da instalação das estruturas de contenção. A empresa responsável pelo serviço é a MacPort Estrutura.

A obra já ocorre desde o fim de outubro. Além da substituição das manilhas da rede de captação de águas pluviais, também será feito a contenção com um muro de gabião de 20 metros de extensão e cinco metros de largura e cortina atirantada.

A prefeitura está acompanhando de perto para que tudo seja feito da melhor maneira possível. O objetivo quer que tudo volte ao normal em breve, mas também o município está fazendo tudo com o máximo de segurança para os moradores e os trabalhadores. A prefeitura está dando toda a assistência aos moradores desde o primeiro dia da chuva, com reparos emergenciais e todo trabalho para que a obra pudesse começar, como está ocorrendo agora.

Na última quinta-feira (01.11), foi feita concretagem do local para proporcionar maior estabilização do solo. Para esse trabalho, a passagem de veículos pesados foi interditada.

O ônibus que atende o local está fazendo parada na Av. Barão do Rio Branco, na entrada do Atílio Marotti, e duas vans transportam os moradores até a comunidade. A coleta de lixo está sendo feita com auxílio de um carro Saveiro, que faz o transporte até o caminhão que está estacionado na entrada da comunidade. A operação dos dois serviços será mantida até a desinterdição do local. A Secretaria de Defesa Civil está avaliando, ao lado da empresa responsável pela obra, a segurança da área para liberar a passagem de ônibus e caminhões.

Este ano, a IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente recebe dois convidados especiais – o delegado da Polícia Federal Clayton Bezerra e o psicólogo Claudio Augusto Vieira da Silva, para discutir o tema “Proteção Integral, diversidade e enfrentamentos das violências”. O encontro acontece nos dias 9 e 10 de novembro na Casa dos Conselhos Ângelo Zanatta, na Av. Koeler, 260 – Centro. O credenciamento pode ser feito pelo site da prefeitura ou no dia, uma hora antes do início do evento.

Na sexta-feira (09.11) o delegado da Polícia Federal Clayton Bezerra apresenta e explana sobre o tema, com o objetivo de dar clareza aos participantes, para que possam construir propostas voltadas para o princípio da proteção integral de crianças e adolescentes nas políticas públicas, fortalecendo as ações de enfrentamento às violências, para serem apresentadas na Conferência Estadual no próximo ano.

“Precisamos despertar a população de Petrópolis para discutir sobre o crime de abuso sexual contra as crianças e adolescentes. Mais de 70% dos casos de abuso acontecem dentro da casa da vítima. Essa situação traz para família um medo e uma vergonha e faz com que o crime seja subnotificado, ou seja, as pessoas não vão até uma unidade da polícia para fazer a denúncia”, destacou o delegado da Polícia Federal, Clayton Bezerra.

O primeiro dia do evento ainda conta com a abertura solene realizada pelo presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Petrópolis (CMDCA), Renan Campos; e com o Momento Cultural oferecendo uma apresentação do coral da Creche São Charbel.

“A Conferência Municipal é o espaço onde novas possibilidades de melhorias aparecem e onde são construídas as propostas que serão levadas para a Conferência Estadual. Estamos focados em ações de fortalecimento em prol dos direitos das crianças e adolescentes”, pontuou o presidente do CMDCA Renan Campos.

Já no sábado (10.11) o psicólogo Claudio Augusto Vieira da Silva irá apresentar e debater sobre os cinco eixos temáticos da Conferência: garantia dos direitos e políticas públicas integradas e de inclusão social; prevenção e enfrentamento da violência contra crianças e adolescentes; orçamento e financiamento das políticas para crianças e adolescentes; participação, comunicação social e protagonismo de crianças e adolescentes e espaços de gestão e controle social das políticas públicas de crianças e adolescentes.

“Os eixos temáticos são considerados em todas as Conferências nas etapas estaduais e municipais. Eles serão motivos de avaliação e aprovação das propostas em nível nacional. Os municípios devem aproveitar e fazer suas escolhas para que essas propostas sejam efetivadas na cidade, mesmo que não estejam nas etapas. A Conferência é o momento onde o município cria suas próprias propostas e isso é muito importante” destacou o Psicólogo Claudio Augusto que ressaltou que Petrópolis é um dos primeiros municípios do Brasil a ter um Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente.

No total, o município apresentará 25 propostas que serão aprovadas pela plenária e encaminhadas para a Conferência Estadual.

Após a definição das propostas, o grupo define os Delegados que irão representar a cidade na Conferência Estadual que acontece em julho de 2019. A lista será composta por 13 delegados municipais representantes Conselheiros de Direito, Conselheiro Tutelar, Movimento Social, Sistema de Justiça, Crianças e Adolescentes, Rede de Atendimento e Universidades públicas ou Privadas.

O treinamento acontece no Centro de Cultura Raul de Leni às terças e quintas

O torneio será disputado em dezembro em São Paulo e reúne os principais atletas do país

Dedicação nos treinamentos para representar bem a cidade e conquistar uma medalha inédita para o município. A rotina de trabalho do petropolitano Luiz Felipe da Cruz Silva, o Felipinho, está intensificada para a disputa do Campeonato Brasileiro de bocha adaptada na categoria BC4, que acontece entre os dias 13 e 17 de dezembro em São Paulo. Ele conquistou uma vaga na principal competição da modalidade do país após o atleta Renato Faria Júnior - que ficou em segundo lugar no torneio Regional Leste - ter sido considerado "não elegível" para a categoria pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes (ANDE).

A equipe de Petrópolis de bocha adaptada realiza os treinamentos no Centro de Cultura Raul de Leoni todas as terças e quintas-feiras entre 14 e 17h, graças a parceira da Superintendência de Esportes e Lazer com a Associação Petropolitana dos Deficientes Físicos (APDEF). O trabalho de preparação está sendo intensificado por causa da participação do atleta no Campeonato Brasileiro. Felipinho quer demonstrar o potencial da equipe da cidade no Campeonato Brasileiro, e para isso, tem se dedicado ao máximo no dia a dia.

“É um grande sonho disputar o Campeonato Brasileiro da minha categoria. Vamos intensificar ainda mais o treinamento para chegar bem preparado para a competição que reúne os melhores atletas do país. A cada dia sinto que estou me aperfeiçoando mais para o torneio”, explica Luiz Felipe, destacando a importância da rotina de treinos que acontecem desde o ano passado, por causa da parceria da APDEF com o governo municipal.

“A rotina de treinamentos é importante para que a gente não perca o ritmo e chegue nas competições no nosso melhor, sempre bem preparados. Desde o ano passado, contamos com o apoio da prefeitura e acreditamos que vamos representar a cidade da melhor maneira possível na competição. Quem sabe eu não consigo trazer uma medalha inédita para a cidade?”, projeta Luiz Felipe, que é portador da síndrome de Mórquio.

A prefeitura aposta em parcerias para o fomento ao esporte em todo o município. A parceria com a APDEF traz mais oportunidades para os atletas com deficiência que treinam na cidade. A Superintendência de Esportes e Lazer destaca a importância da participação de um atleta da cidade em uma competição nacional, abrindo mais espaço para outros atletas de Petrópolis.

Todo o treinamento da equipe é recompensado com a oportunidade de disputar uma competição de nível nacional. É um grupo importante para a cidade e que precisava do apoio. A pasta segue trabalhando pelo fomento ao esporte no município, apoiando as mais diversas modalidades, em parceria com as associações e projetos sociais.

Sobre a bocha adaptada

A bocha adaptada é um esporte que consiste no lançamento de bolas coloridas e vence o jogador que alcançar o maior número de bolas próximas à bola branca, que funciona como uma referência. São quatro categorias: BC1, BC2, BC3 e BC4, que são divididas de acordo com a limitação de cada atleta. A categoria de Felipinho não permite nenhum auxiliar, apenas um suporte para as bolas.

“Na minha classe, os atletas possuem algum tipo de dislexia de moderada a severa com controle mínimo nas extremidades das mãos, e ainda, com limitações de tronco e pouca força funcional nos quatros membros. Não temos um auxiliar, só um cesto para colocar as bolas. O treinamento está sendo bastante especifico, me deixando confiante em um bom resultado”, explicou.

Centro de Referência e Excelência Tecnológica

Petropolitanos já podem ser inscrever para as oficinas gratuitas que são oferecidas no CERT - Centro de Referência e Excelência Tecnológica que funciona no Bingen. Estão sendo disponibilizadas vagas para os cursos: Educação Orçamentária, Pacote Office, Montagem e Manutenção de Micros e Escrita Criativa.

Podem participar das aulas jovens a partir de 12 anos de idade. As inscrições podem ser feitas diretamente no CERT que funciona na Rua Bingen, n° 520, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

Mais uma vez estão sendo disponibilizados cursos gratuitos em um equipamento público com o objetivo de fomentar o conhecimento tecnológico na cidade. Petropolitanos não podem perder essa chance. O investimento em conhecimento pode garantir melhores oportunidades no mercado de trabalho.

O curso de educação orçamentária ocorre às quartas-feiras em dois horários: das 14h às 15h e das 19h às 20h. O curso de montagem e manutenção de micros também ocorre nas quartas-feiras, das 14h às 15h. Já as aulas do pacote Office acontecem nas sextas-feiras, das 9h30 às 10h30 e o curso de escrita criativa nas segundas-feiras, das 14h às 15h.

“Vale salientar que, além dos cursos gratuitos, o CERT é um importante instrumento de recuperação de eletrônicos da prefeitura de Petrópolis. Só nesse ano foram realizados 190 atendimentos nas secretarias e Centros de Inclusão Digital”, explica do secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

No CERT também funciona o EcoPonto – local onde podem ser depositados lixos eletrônicos como máquinas fotográficas, computadores e impressoras.

“Desde o início do ano, já foram depositados no CERT quase 2 mil quilos de material eletrônico que passam por uma triagem e são encaminhados para o descarte correto, para garantir que esse material não polua o meio ambiente”, contou o diretor do Departamento de Políticas Públicas de Ciência e Tecnologia, Marcelo Simões.

O Certo funciona na Rua Bingen, nº 520. Informações adicionais podem ser adquiridas através do telefone 2249-5900.

As datas das partidas finais serão definidas pelos organizadores do torneio em parceria com as equipes finalistas

Estão definidas as finais do torneio infantil da Copa das Comunidades. No sub-11, o Siméria enfrenta o Montese. Na categoria até 13 anos, o Vila Unida será o adversário do Taquara. No 15, duelam Vila Unida e Roseiral. A data dos jogos ainda serão definidas em conjunto pelos organizadores e equipes, em partidas de ida e de volta nos bairros dos finalistas. A iniciativa conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer.

A prática esportiva é fundamental na prevenção de diversos tipos de doenças, trazendo mais saúde e qualidade de vida para a população. A Copa das Comunidades segue a proposta da nossa gestão, de estimular as crianças e adolescentes na prática de atividades físicas. A ideia é incentivar que o esporte faça parte do dia a dia dos jovens.

Na categoria sub-11, a equipe do Chapa 4 terminou a primeira fase em primeiro, com 20 pontos, mas foi eliminada nos pênaltis pelo Montese. No 13, a liderança ficou com os meninos que representam o Roseiral, que fez 22 pontos, mas que perdeu também na semifinal, perdendo para o Vila Unida. No 15, o Vila Unida avançou como o time com mais pontos e conquistou uma vaga ao vencer o Siméria de Baixo por 3 a 2 nas semifinais.

Mais de 500 pessoas estão envolvidas na Copa das Comunidades, que vai contabilizar mais de 100 horas de atividades físicas até o final do ano. Somando as três categorias, a Copa das Comunidades teve 105 partidas realizadas na primeira fase e nas semifinais. Os jogos foram realizados aos sábados, sempre em um bairro participante diferente.

O torneio funciona como um estímulo para as crianças e adolescentes que fazem parte dos projetos sociais de futebol que existem na cidade. Além disso, a prática esportiva é fundamental na prevenção de doenças, garantindo mais saúde e qualidade de vida, além de contribuir na formação do indivíduo. A Superintendência de Esporte e Lazer vai trabalhar em parceria com os organizadores para aumentarmos o número de bairros participantes no ano que vem.

Inscrições abertas para a Copa as Comunidades nas categorias sub-9 e 17

Estão abertas as inscrições das equipes nas categorias sub-9 e 17 da Copa das Comunidades. O torneio de futebol society será disputado a partir da segunda semana de novembro, com os jogos sendo realizados sempre aos sábados, em cada uma das comunidades participantes. Os interessados em participar do torneio podem entrar em contato pelo telefone: (24) 97402-7107.

“Precisamos estimular a prática esportiva nos bairros da cidade. Graças ao apoio da prefeitura, vamos conseguir premiar todos os participantes no final do torneio. Além do incentivo, também é uma forma de contribuir na formação desses jovens. A ideia é aumentar o número de participantes nos próximos anos”, disse Fabian Oliveira, organizador da Copa das Comunidades.

Estudo sobre as metas propostas no Plano Municipal de Educação será apresentado

A Pré-conferência da Educação será realizada nessa terça-feira (06.11) no Salão Nobre da UCP, a partir das 13h, deverá contar com a participação de 201 pessoas, que se inscreveram previamente. Na ocasião, serão apresentados os estudos sobre o Plano Municipal de Educação – estabelecido em 2015. Durante a Pré-conferência também serão escolhidos os delegados que terão poder de voto na Conferência da Educação que será realizada nos dias 13 e 14 de novembro.

Participarão da Pré-conferência representantes de docentes, não docentes, pais/comunidade, alunos, gestores, Secretaria de Educação, COMED e profissionais da educação da rede privada. Eles fizeram uma inscrição prévia no site da prefeitura para participar das discussões. As pessoas que não fizeram inscrição, mas, que ainda assim quiserem prestigiar o evento, poderão assistir como ouvintes. Serão cem vagas disponibilizadas para ouvintes.

Esse é um momento importante para que todas as pessoas que participam das discussões referentes à Educação, principalmente com relação ao Plano Municipal de Educação, suas metas e estratégicas de cumprimento.

Na Pré-conferência serão apresentados os estudos técnicos das 20 metas formalizadas no Plano Municipal de Educação. Os estudos sobre as técnicas começaram em 2016. Nesse ano, grupos de discussão começaram a montar as notas técnicas e a Pré-Conferência será realizada para apresentação desses estudos. Para facilitar as discussões, as metas foram separadas em eixos: Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos, Educação Superior, Valorização Profissional e Financiamento, Formação Docente, Educação, Infantil, Educação Especial e Gestão Democrática.

“A Pré-conferência será importante para que todos possam acompanhar o cumprimento das metas previstas no Plano Municipal de Educação. Agradecemos aos servidores que participaram dos grupos de estudo e terão papel importante na Pré-conferência”, afirma a secretária de Educação, Marcia Palma.

Sobre o Plano Municipal de Educação:

O artigo 4º da Lei Municipal nº 7.619 de 26 de dezembro de 2017 prevê que as metas estabelecidas no Plano Municipal de Educação – criado em 2015 – devem ser discutidas em Conferência, a cada três anos.

O Plano Municipal de Educação estabelece metas e previsões de cumprimento para assuntos importantes na educação como a erradicação do analfabetismo, universalização do atendimento escolar, manutenção   e desenvolvimento do ensino fundamental, da educação infantil e da educação inclusiva, valorização dos profissionais de educação e fortalecimento  da  gestão  democrática  da educação.

Segunda, 05 Novembro 2018 19:14

Balcão de empregos tem 17 vagas disponíveis

Site da prefeitura é a ferramenta para os candidatos cadastrarem seus currículos

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem 17 vagas disponíveis nessa semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura por intermédio do site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas por intermédio do telefone (24) 2233-8113.

Vale destacar que o balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846. Confira as oportunidades:

Atendente comercial - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo

Auxiliar de serviços gerais - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo e experiência

Cozinheiro - 1 vaga - ambos os sexos - Experiência

Fiscal - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Garçom - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino médio completo e experiência

Gerente de loja - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Gestor de frente de loja - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo ou cursando

Inspetor - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio completo, habilitação categoria D

Instrutor - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio, habilitação categoria D

Líder de limpeza - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Líder de monitoramento - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Mecânico diesel - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Além dessas foram cadastradas 4 vagas para portadores de necessidades especiais. Uma é para o cargo de assistente de reparos, ambos os sexos. Para concorrer é necessário ter ensino médio completo e curso no SENAI - ajustador mecânico, tornos, fresas, solda e mecânico, além de laudo médico atualizado. As outras 3 vagas são para promotor de vendas, ambos os sexos. Nesse caso, é necessário ter ensino médio completo, habilitação categoria A e laudo atualizado.

Petrópolis está mostrando ao país como superar a crise, garantir salário dos servidores e retomar obras e desenvolvimento.  Os próximos rankings de instituições que medem os avanços econômicos e de qualidade de vida dos municípios já vão sinalizar isso. Mas, hoje, o petropolitano vê, na prática, o que está sendo feito. O país tem hoje 2,7 mil obras paralisadas, segundo a Confederação Nacional da Indústria, mas Petrópolis recuperou R$ 134 milhões de recursos federais e retomou 13 obras com recursos próprios e em parceria com a União.  Boa parte das prefeituras fluminenses está com salários atrasados dos servidores e Petrópolis, ao contrário, tem salários em dia, 13º garantido e está dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal.

A Confederação Nacional dos Municípios aponta que 63% das prefeituras do país fecharam o exercício no vermelho. Na contramão, Petrópolis fechou o ano pagando dívidas – R$ 68 milhões de um total de R$ 119 milhões deixados pela gestão passada só com servidores – parcelou dívidas expressivas com parceiros fundamentais, como o Hospital Santa Teresa que já acumulava R$ 13 milhões referentes a serviços que deixaram de ser pagos em 2016. A prefeitura mantém fornecedores em dia e regularidade nos serviços essenciais à população.

Os salários nestes dois anos de gestão estão rigorosamente em dia. E agora, que a prefeitura conseguiu respirar melhor, começamos a avançar em benefícios aos servidores. Cidades das regiões serrana e metropolitana do Rio tem salários atrasados e pagamentos a fornecedores suspensos.

Petrópolis, em 2016, deixou de figurar no ranking das 15 cidades do estado no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM). No próximo ranking já estaremos de volta, essa é a meta porque retomamos obras e serviços, em especial na Educação e na Saúde”, afirma o prefeito Bernardo Rossi listando melhorias em 53 escolas, a UPA de Itaipava, e investimento de R$ 13 milhões no Hospital Alcides Carneiro, além da retomada de 14 intervenções do PAC das Encostas, realizado com aporte de R$ 60 milhões do governo federal.

Na prática, a população sentiu os efeitos das melhorias no dia a dia. Hoje, a merenda nas escolas é de qualidade e farta, a alimentação dos hospitais também é de primeira, o município está concluindo 766 casas populares, as primeiras do MCMV na cidade e asfaltando ruas centrais e fazendo manutenção viária nos bairros. São R$ 7 milhões só em asfalto.

Petrópolis também cobra dos municípios vizinhos pelo atendimento que moradores de outras cidades estão vindo buscar aqui. Pacientes da Baixada e até da Região dos Lagos procuraram a saúde pública em Petrópolis. Em 2017 o número de atendimentos de pessoas vindas de outros municípios foi três vezes maior que 2016 – foram 13.308 pacientes no ano passado, contra apenas 3.737 do anterior. Somente na maternidade do Hospital Alcides Carneiro (HAC), única da rede pública, chegam em média 82 mulheres por mês em trabalho de parto. A maior quantidade de pacientes é da baixada fluminense. 

Folha de pagamento de R$ 535 milhões em dia

Com uma folha de pagamento anual de R$ 535 milhões Petrópolis também mantém salários em dia rigorosamente, já quitou R$ 9,2 milhões de 13º, vai depositar outra parcela no dia 30 de novembro (mas trabalha para antecipar a data) e conclui o pagamento dos benefícios em dezembro.

O município tem orgulho de ter cada um dos servidores ativos e inativos recebendo sem atraso estes dois anos de gestão.

A prefeitura está liberando os 60 primeiros enquadramentos de um total de 2.662 servidores que terão o benefício concedido nos próximos meses. O enquadramento do quinquênio foi antecipado, e o município continua liberando as licenças prêmios.

A prefeitura vai incorporar o abono por atividade operacional aos salários de 210 guardas civis. A reivindicação é antiga e vinha sendo estudada pelo governo municipal desde o ano passado. A gratificação foi criada em 1999 como forma de evitar as faltas, no entanto, o abono não contava para outros benefícios trabalhistas, como 13º salário, férias e não entrava no cálculo para aposentadoria dos agentes, o que muda com a incorporação.

A prefeitura vem trabalhando para regularizar, férias dos profissionais da Saúde. Para fazer os pagamentos de férias do ano passado, a atual administração precisou regularizar as férias pendentes dos profissionais da saúde referentes 2016, além de ter colocado em dia outros direitos trabalhistas como as férias de cerca de 200 guardas civis, por exemplo. Pagamento do 13º salário de 2016 e consignados também foram pagos no ano passado.

Cartas já estão disponíveis na sede do órgão

O Natal de 330 crianças das escolas Marcello Alencar e Odete Fonseca começou mais cedo este ano. Os estudantes das duas instituições foram provocados, no começo do mês passado, a escreverem cartinhas para o Papai Noel. É que o “bom velhinho”, a exemplo de 2017, promete passar pelo Procon Petrópolis mais uma vez para fazer a alegria da criançada: é o início da campanha Natal Solidário, que este ano vai atender ainda mais crianças que no ano passado, quando 296 estudantes foram contemplados.

As cartinhas já estão disponíveis na sede do Procon, na Rua Moreira da Fonseca, 33, ao lado das Câmeras dos Vereadores para que a sociedade civil e empresas possam apadrinhar. Os remetentes são crianças humildes com idades entre 4 e 15 anos, que, em alguns dos casos, não terão sequer um presente dado pela família ou qualquer outra pessoa. Para muitos, a chance de ter um Natal um pouco mais feliz.

A diretora da E.M. Governador Marcello Alencar, Bianca Tamancold Lucz, contemplada este ano conta que as crianças ficaram empolgadas a expectativa de enviar as cartinhas para o Papai Noel e ter seus pedidos atendidos. “Temos crianças entre 6 e 15 anos, do ensino fundamental I que são muito carentes, então a ideia de ter um presente nesta data e um presente que elas realmente queiram é incentivo”, destaca.

Renata Corrêa da Silva, diretora adjunta da E.M. Odette Fonseca, no Duques, elogia a ação. “A escola está inserida e uma comunidade muito carente e participar desse projeto já desperta o espírito de Natal. Com certeza, este fim de ano será inesquecível para todos”, conta.

No ano passado, a ação nas Rosalina Nicolay e Hildebrando de Carvalho contou com ônibus iluminado e Papais Noéis levando os presentes. De carrinhos a espadas, de bicicletas a bonecas, de skates à roupas e piscinas, cada um deles teve seu desejo atendido e com um largo sorriso e forte abraço agradeceu a cada pessoa da equipe do Procon. Este ano, a exemplo do ano passado, a entrega dos presentes será em uma dia de muita festa e alegria, que ainda serão definidos com as duas novas escolas contempladas.

Restaurantes e lojas têm decoração especial mirando o público da festa

A menos de um mês para a abertura do Natal Imperial em Petrópolis – que este ano vai de 30 de novembro a 20 de janeiro - lojas e restaurantes já começam a entrar no clima da festa. São papais noéis, anjos, bonecos de neve, presépios e iluminação especial que já começam a aparecer nas fachadas, vitrines e até no interior dos estabelecimentos da cidade. No Quitandinha, um tradicional restaurante fez um investimento nunca feito antes visando o público da festa. No geral, a expectativa é de que o movimento aumente em torno de 15% em relação ao mesmo período do ano passado e que a decoração especial atraia ainda mais clientes.

Desde o ano passado, dezembro – mês em que o turismo costuma ser mais forte nas regiões litorâneas - começou a se tornar alta temporada também em Petrópolis, no meio da Região Serrana, graças à decoração, iluminação e programação do Natal Imperial. Para 2018, a expectativa é de que o público supere a edição anterior, quando passaram pela festa mais de 330 mil pessoas. Com tanta gente circulando pelas ruas, o comércio pega carona no evento e completa o cenário de magia e encantamento na Cidade Imperial.

A ideia é fazer com que toda população se envolva. É uma festa de todos, que traz recursos para o município, aquece a nossa economia. E é muito importante que todo comércio esteja envolvido, que entre no clima do nosso Natal. A população já entendeu a importância da festa para o desenvolvimento da nossa cidade e está caminhando junto com a prefeitura para melhorar cada vez mais o evento.

No Quitantinha, Leonardo Lira, auxiliar administrativo do restaurante Pavelka, um dos mais tradicionais na cidade, inaugurado em 1952, explicou que o estabelecimento resolveu apostar alto no Natal este ano e já está todo decorado. “Foi o maior investimento em decoração pro Natal da história do restaurante, pensando no público que vem para o Natal Imperial. No ano passado o movimento já foi muito bom e este ano esperamos que seja ainda melhor. Nosso principal público é de turistas e os visitantes que passam por aqui já estão adorando, perguntando sobre a festa”, explica.

O restaurante, que fica na entrada da cidade, enfeitou todo o estabelecimento com iluminação, Papai Noel e boneco de neve gigantes, árvore de natal, entre outros. Até a casinha do cachorro e a árvore do estacionamento ganharam enfeites especiais.

Nos distritos, a Iluminarium Velas e Decorações está entre as lojas que saíram na frente no Natal este ano.  Com a loja parecendo um verdadeiro cenário encantador de Natal, o proprietário, Manoel Bello, espera aumentar em 15% as vendas em relação ao ano passado. “O Natal Imperial atrai muita gente, em 2017 vimos um movimento muito grande, com a cidade lotada, inclusive com os próprios moradores saindo, indo pras ruas. A festa é muito importante, podemos chegar ao nível de Gramado, que inclusive começou depois de Petrópolis”, frisa.

O Natal é uma das nossas principais festas para atrair visitantes. O município vai expandir o evento este ano e contamos com o envolvimento de todo o comércio. Não só com a decoração, mas também atendendo bem o turista. É fundamental que essas pessoas se sintam acolhidas na cidade e que queiram voltar.

16 de Março também deverá apostar em decoração

Já na 16 de Março, como tradição, o comerciante Pedro Cabral foi um dos que saiu na frente com os produtos e a decoração de Natal em sua loja, a Ferragens 16 de Março. Sucesso em 2017, a rua deverá receber novamente o Túnel de Luz, um dos destaques da festa. “O ano passado foi muito bom, se conseguirmos o mesmo movimento este ano vamos estar muito felizes. O Natal é muito importante, atrai muita gente. Aqui, o Túnel de Luz trouxe muito movimento”, explica.

A maioria das lojas da rua ainda não expôs suas decorações, mas já estão com os preparativos a todo vapor para transformar a 16 de Março em um grande cenário a céu aberto de Natal.

Prefeitura ampliou o número de equipes de manutenção viária para sete e, com isso, atendeu 74 ruas de 33 bairros em outubro

Desde o início do mês de outubro, 74 ruas de 33 bairros da cidade receberam o serviço de manutenção viária. O serviço realizado em outubro beneficiou 128 linhas de ônibus que fazem 2.662 viagens por dia. Isso foi possível graças a ampliação do número de equipes de trabalho do programa Mais Asfalto, que tem sete equipes atuando todos os dias para melhorar a malha viária do município. O foco dessas turmas é beneficiar as vias que servem de itinerário para o transporte público – trechos que ficaram mais de sete anos sem sequer receber recapeamento.  

São cerca de 45 homens que fazem a aplicação de asfalto não apenas em buracos, mas trechos mais longos em cada rua - o que é chamado de "pano de asfalto". Cada equipe usa cinco toneladas de asfalto em cada bairro, o que ultrapassa 500 toneladas de material usados na via da cidade entre os dias oito e 31 de outubro.

Todo trabalho feito  agora é para reverter o quadro de sete anos sem investimentos pesados na manutenção viária da cidade. Isso causou um enorme prejuízo à malha viária do município, que tem uma enorme frota de veículos circulando todos os dias e 350 ônibus rodando nos bairros. As condições precárias das ruas de Petrópolis estavam trazendo um grande prejuízo para a população, já que muitas linhas tinham que alterar o itinerário normal. Por isso que foi reforçado o Mais Asfalto, especialmente nas comunidades, para modificar completamente esse panorama.

O trabalho de manutenção viária já ocorre o ano inteiro. Apenas no primeiro semestre, ruas de 50 bairros e localidades receberam o serviço. Agora, o trabalho foi intensificado especialmente nesse período anterior ao fim de ano e às chuvas de verão.

A manutenção viária beneficia quem usa o transporte público de diversas maneiras. Primeiro, por evitar alterações no itinerário normal e, assim, que os moradores sejam atendidos corretamente. Depois, porque reduz a chance de quebras dos veículos ou a necessidade de viagens mais lentas, o que gera atrasos. A viagem fica mais confortável para o passageiro e também dá mais segurança ao motorista. Já foram atendidos 33 bairros desde a ampliação do Mais Asfalto em todos os distritos e os moradores de outros podem ter certeza que a prefeitura também vai levar o programa para a sua rua.

Comunidades atendidas

Apenas em outubro, a manutenção viária ocorreu em ruas de Alemão, Alto da Serra, Araras, Bairro da Glória, Bela Vista, Bonfim, Carangola, Cascatinha, Castelânea, Castelo São Manoel, Caxambu, Centro, Corrêas, Duarte da Silveira, Estrada da Saudade, Fazenda Inglesa, Itaipava, Mosela, Neylor, Nogueira, Nova Cascatinha, Posse, Quarteirão Brasileiro, Quarteirão Ingelheim, Quissamã, Quitandinha, Retiro, Roseiral, Samambaia, Santa Mônica, São Sebastião, Siméria, Valparaíso e Vila Felipe.

O trabalho ocorreu desde vias com poucas viagens por dia até ruas que recebem intenso fluxo de transporte público nas comunidades diariamente, como é o caso da Padre Feijó (Alto da Serra), por onde passam 14 linhas; Cardoso Fontes (Castelânea), destino de 16 linhas; Fonseca Ramos (Centro), caminho de 18 linhas; Rua Quissamã (Quissamã), rota de 10 linhas; Gonçalves Dias e Visconde de Itaboraí (Valparaíso), itinerário de 16 linhas.

Quem também gostou da passagem do Mais Asfalto por comunidades foi o morador Jonatas Barcelos, do Quarteirão Brasileiro, onde a manutenção viária na Rua Professor João de Deus beneficiou quem usa a linha 507, com 23 viagens diárias.

“O ônibus pode subir e descer tranquilo agora. Agradeço o serviço ao prefeito Bernardo Rossi que veio ajuda a gente. Isso vai ajudar os idosos, os estudantes que dependem dos ônibus e também as famílias que precisam passar aqui porque não quebra seu carro, o asfalto vai ajudar muito”, disse Jonatas.

No Siméria, por exemplo, o trabalho na Rua Manoel Francisco de Paula melhorou as condições de 59 viagens de quatro linhas. A moradora Eliete Nogueira agradeceu e lembrou outra importância do serviço no bairro.

“O Siméria tem a pista de voo livre, que é um ponto turístico e muita gente vem de carro para cá. Então passar de carro rua cheia de buracos é ruim. Por isso que é tão importante para o bairro esse serviço”, falou Eliete.

Vias de grande movimento também foram asfaltadas

O trabalho do Mais Asfalto é realizado em duas frentes: além de atender bairros e comunidades com a manutenção viária focada nos ônibus, o programa ainda fez a pavimentação de 6,2 km de vias com intenso fluxo de veículos no Centro.

A Rua Dr. Sá Earp é o local mais recente que recebeu o trabalho, concluído na madrugada da última quinta-feira (01.11). No local, foram asfaltados 1,3 km, ampliando a pavimentação do circuito entre Centro e Alto da Serra. Antes, as ruas Santos Dumont, Souza Franco, Visconde do Bom Retiro e Aureliano Coutinho foram pavimentados. Todo esse circuito soma 4,3 km e recebe mais de 800 viagens de 25 linhas de ônibus todos os dias.

A Rua do Imperador também foi asfalta depois de 10 anos sem investimentos. Foram 1,9 km de pavimentação de todo trecho da principal rua do Centro, que tem fluxo de 22,8 mil veículos por dia, sendo 4 mil viagens de 112 linhas de ônibus.

São dois lados do programa, que se complementam, porque oferecem para o petropolitano melhores condições no bairro onde ele mora e também no Centro, que é o local de maior movimento durante todo dia, seja pelo comércio, pelos pontos turísticos, pelas universidades e por outras razões. Então já foram feitas reformas da Rua do Imperador, de todo circuito que leva ao Alto da Serra e já estão programados outros locais para as próximas semanas.

Dois dos próximos locais de grande movimento que receberão nova pavimentação são a 16 de Março e a Nelson de Sá Earp. A Rua 16 de Março é um dos mais importantes locais de comércio da cidade e tem movimento de quase cinco mil veículos por dia. Já a Nelson Sá Earp recebe diariamente 22,5 mil veículos é uma das principais alternativas para quem vai para Mosela, Bingen, Valparaíso e Quitandinha.

Secretaria de Obras acompanha concretagem para estabilização da rua

O secretário de Obras, Ronaldo Medeiros, acompanhou nesta sexta-feira (02.11) os serviços de reconstrução no Atílio Marotti. O local passou por concretagem na noite de quinta (1º.11), com o objetivo de dar maior estabilização à área de deslizou em uma forte chuva no mês de março. O serviço teve início horas depois que a Defesa Civil interditou a passagem de veículos pesados, assim como coletivos, pelo local. A rua segue interditada até que seja finalizado o trabalho de estabilização.  A via foi sinalizada e dois agentes da CPTrans fazem a orientação do trânsito. Para facilitar o acesso à comunidade duas vans foram disponibilizadas para o transporte de moradores. O ônibus está fazendo parada na Av. Barão do Rio Branco, onde passageiros embarcam nas vans. Na segunda-feira (05.11), a Defesa Civil fará uma nova vistoria no local. 

Também na segunda, o trabalho vai entrar na etapa de substituição das manilhas quebradas.  A obra de reconstrução teve início há 10 dias. Ela prevê a reconstrução da rede de captação de águas pluviais. Durante a vistoria desta sexta, foi constatado que outras manilhas estavam danificadas, o que só possível visualizar com início da movimentação da obra. 

Todas as medidas emergências foram tomadas com engenheiros da Secretaria, acompanhando esta situação. Com as intervenções, foi possível constatar manilhas 100% quebradas, provavelmente há anos, o que causou o descalçamento da rua dia após dia. Com a concretagem, a rua está mais estabilizada. A prefeitura está dando toda assistência aos moradores desde o primeiro momento da chuva. 


Logo no primeiro dia após a chuva foi feito um desvio para evitar que continuasse a cair água no local, o que poderia causar novos deslizamentos. Com base no laudo da Defesa Civil, fizemos todo estudo técnico necessário para iniciar a obra de reconstrução, e continuamos acompanhando de perto para que tudo ocorra da melhor forma possível e fique pronto o quanto antes.


Além do novo sistema de drenagem, também será feito um muro de gabião com uma cortina atirantada no local. O trabalho está sendo executado pela empresa MacPort Estrutura. 

Notícias por data

« Novembro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo