A programação da Semana Municipal da Juventude, contará com palestras, rodas de conversas e debates abertos ao público. A primeira palestra aconteceu nesta segunda-feira (13.08), no Colégio Estadual Dom Pedro II (Cenip), com a presença dos alunos do segundo ano, com a temática “Prevenção do uso abusivo de álcool e drogas”. O próximo debate acontece nesta terça-feira (14.08), às 14h, no Centro de Cultura Raul de Leoni com o tema “Educação e cidadania”. E na quarta (15), também às 14h com quatro mesas de debate, na Casa da Cidadania,com as seguintes temáticas: “Intolerância Religiosa”, “Feminismo”, “Intolerância Racial”, e “Políticas Públicas de Gênero”.

As palestras abertas ao público acontecerão às 14h em dois locais da cidade. No dia 14.08, no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni, será debatido a temática “Educação e cidadania”, na qual profissionais da área irão dialogar com os jovens sobre a importância da educação, e da atuação da juventude na sociedade. No dia 15.08, na Casa da Cidadania, na Rua Visconde de Souza Franco, 474 – Centro, acontecerão quatro mesas de debate sobre os: “Intolerância Religiosa”, “Feminismo”, “Intolerância Racial”, e “Políticas Públicas de Gênero”. O intuito destas conversas e debates é mostrar aos jovens que temas considerados tabus na sociedade, tem espaço de diálogo.

“Todos os temas abordados nas palestras, debates e rodas de conversas, foram sugestões dos jovens que estiveram presentes na criação da semana da juventude. É muito importante ter um espaço onde os jovens possam debater sobre os diversos temas presentes em seu cotidiano”, relata o coordenador de políticas públicas para a juventude, Wesley Barreto.

A primeira palestra da Semana da Juventude, ocorrida nesta segunda-feira 13.08, levou até os alunos uma roda de conversa sobre o uso abusivo de álcool e drogas, além de dialogar sobre causas e sintomas da depressão e suicídio na juventude. Estiveram presentes cerca de 80 alunos do segundo ano, que interagiram e tiraram dúvidas sobre os temas.

Para falar sobre o assunto esteve presente a coordenadora Municipal de Políticas Sobre Drogas, Leandra Iglesias que relatou sobre a importância do diálogo com jovens: “Observo e certifico na maioria das palestras a carência dos jovens por informação e conhecimento. Eles não dialogam em casa, infelizmente não existe conversa com os pais ou parentes próximos sobre drogas e outros temas que são tabus na sociedade. Essa oportunidade de ter um espaço para debater esses temas é fundamental. São nessas ocasiões, com um especialista falando sobre o assunto, que os jovens têm a abertura para expor suas duvidas e opiniões”, explica Leandra.

O coordenador de políticas públicas destaca que é fundamental falar com a juventude sobre estes temas. “É uma oportunidade de dialogarmos sobre assuntos que eles não têm oportunidade de expor sua opinião. Procuramos profissionais que possam orientar, conscientizar, tirar dúvidas e principalmente informar da melhor forma possível a juventude que estará presente nos debates e rodas de conversa ao longo da semana”, finaliza.

Este ano a Coordenadoria de Juventude também terá um caráter solidário. Durante toda a semana da juventude (10.08 a 17.08), a coordenadoria estará arrecadando alimentos com a finalidade de doar para instituições filantrópicas. O ponto de coleta estará no Gabinete da Cidadania, localizado na Avenida Koeler, 260 – Centro, de 9h às 18h

Confira a programação:

14.08 (Aberto ao público)

14h – Debate sobre educação e cidadania

Local: Teatro Afonso Arinos – Centro de Cultura Raul de Leoni

15.08 (Aberto ao público)

14h Roda de Conversa sobre diversidade

Local: Casa da Cidadania – R. Visconde de Souza Franco, 474 – Centro

16.08

08h Plantio de mudas de Ipê e sementes para valorização do solo agredido

Local: Cascatinha

11h Doação de Sangue e Arrecadação de alimentos

Local: Hospital Santa Teresa – Rua Paulino Afonso 477, Centro 

17.08

10h – Torneio de futebol e tarde cultural com música e dança

Local: Colégio Gabriela Ministral – Posse

São 500 vagas disponíveis no site do evento

É obrigatória a doação de quatro quilos de alimentos não perecíveis

Estão abertas as inscrições para a corrida infantil da ação social Federal Kids, que acontece no dia 26 de agosto, no Quitandinha. São três percursos: 600 metros(para crianças até seis anos), 1 quilômetro (até 10 anos) e 1,5 km (até 10 anos). É obrigatória a doação de quatro quilos de alimentos não perecíveis para fazer o cadastro, que está sendo realizado no site: federalkids.com.br. A prova busca fortalecer a união entre pais e filhos, e por conta disso, os adultos correm junto com os pequenos. A ação social é uma iniciativa da Polícia Federal (PF) em parceria com o Sesc e conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer.

O evento tem como principal objetivo alertar e despertar a população sobre o crime de abuso sexual contra criança e adolescente. Por conta disso, acontecem também exposições sobre o tema e palestras para que o assunto seja discutido e conversado nas famílias. Na corrida, as crianças usam uma camisa branca, enquanto os adultos correm de verde.

“A ideia é envolver a comunidade e alertar para a prevenção, já que não há um perfil definido para o abusador que na maioria dos casos tem vínculos sociais e familiares com a vítima. Os números mostram que mais de 70% dos abusos sexuais contra as crianças e adolescentes acontecem dentro da casa da vítima”, garante o delegado da PF, Clayton da Silva Bezerra, reforçando a importância dos profissionais de ensino neste trabalho antecipado.

“Os educadores são grandes aliados para a prevenção e identificação de um abuso e agressão contra a criança. Normalmente, podem verificar uma mudança drástica de comportamento ou de postura dos jovens, além de contribuírem no acionamento de órgãos de defesa infantil”, completou o delegado.

Todas as secretarias do governo estão envolvidas na ação social e a prefeitura tem o objetivo de que o evento seja um sucesso como tem sido em outras cidades, cumprindo sua função de prevenção e combate à pedofilia. A ideia é tratar o assunto de forma antecipada, prevenindo os casos na cidade.

A prefeitura está mobilizada para essa questão tão importante que é o abuso sexual contra crianças e adolescentes. É preciso colocar o assunto em pauta para toda população. A Federal Kids vai além do incentivo à prática esportiva.

A Federal Kids já passou por Campo Grande, Volta Redonda, Búzios, Campos e o Museu Aeroespacial (Campos dos Afonsos, no Rio). Em Petrópolis, a ideia é que o evento reúna mais de mil pessoas, entre jovens e adultos. Em setembro, a ação social acontece em Macaé.

Prefeitura vai manter corte de pontos e suspender férias em janeiro

Com 1.026 profissionais da Educação em seus postos de trabalho, a prefeitura manteve nesta segunda-feira (13.08) 69 unidades da rede municipal em funcionamento a maior parte do dia.  Os profissionais da educação iniciaram retorno a seus postos de trabalho e a expectativa é de que nos próximos dias escolas paralisadas ou funcionando parcialmente estejam em plena operação. A quantidade de escolas com atendimento parcial é variável tendo em vista os turnos que funcionam e deixam de operar.  Algumas unidades encerraram o turno da tarde mais cedo. A paralisação, nesta segunda, atingiu integralmente 33 unidades. A rede tem 182 unidades com mais de 42 mil alunos.

A prefeitura mantém o corte de ponto dos servidores em greve, vai proceder a contratação de temporários e ainda suspender as férias em janeiro para reposição das aulas. Os 12 dias paralisados – contabilizados do dia 31 de julho até sexta-feira – 10 de agosto, serão descontados dos faltosos incluindo merendeiras, zeladores e demais funcionários de apoio. Vale salientar que o corte do ponto continuará a ser contabilizado para os profissionais que continuaram com a greve nessa segunda-feira (13.08).

Os pontos dos profissionais faltosos foram registrados nesta segunda-feira por  equipes de inspeção da Secretaria de Educação que estão vistoriando todas as unidades da rede, procedimento que vai ser mantido nos próximos dias.  Estão sendo contabilizadas as faltas de cada grevista. O corte de ponto tem amparo legal do Supremo Tribunal Federal que proferiu decisão neste sentido em 2016. 

Foram apurados 1.544 faltosos que terão estes 12 dias de trabalho cortados do pagamento já nos vencimentos de agosto, com data de pagamento para o próximo dia 31.

A Prefeitura vem assinalando aos representantes de servidores municipais que frente a uma dívida acumulada por gestões passadas em R$ 766 milhões, não pode conceder reajuste salarial e que a prioridade, ao sanear as contas públicas, é manter em dia os vencimentos dos servidores.    Aos pais de alunos a prefeitura tem esclarecido que a categoria está com os salários em dia e que as medidas tomadas visam garantir o cumprimento do ano letivo, sem prejuízo aos estudantes.

Os professores temporários que serão contratados serão pagos com os recursos do ponto cortado dos grevistas. A prefeitura também vai contratar pessoal de apoio temporário para zeladoria e para a merenda.  A quantidade de temporários está sendo definida de acordo com as necessidades, assim como formato de contratação e entrevistas com candidatos às vagas.

Salário dos professores está em dia

Prefeitura já antecipou 25% do 13º salário

Os salários dos professores está, rigorosamente, em dia e os esforços do governo são por manter em dia os vencimentos de todos o funcionalismo público municipal. A  folha de pagamento de mais de 4 mil  profissionais da educação chega a R$ 14 milhões mensais e alcança, por ano R$ 191 milhões.

Há informações sobre atraso de pagamento dos professores em redes sociais e a prefeitura repudia a disseminação de dados não verídicos em um momento de crise financeira em que a administração mantém, ao contrário de muitas cidades, em dia, e com rigor, o calendário de pagamento de todo o funcionalismo.

Torneio está sendo disputado por nove comunidades em três categorias

Os adultos começam a disputa nesta segunda-feira (13.08)

A quarta rodada da Copa das Comunidades reuniu cerca de 100 crianças no quadra do São Sebastião no último sábado (11.08).  O torneio é disputado por equipes de nove comunidades diferentes em quatro categorias: sub-11, 13, 15 e adultos, com os jogos sendo realizados aos fins de semana sempre em um bairro participante do torneio. O objetivo é promover a integração entre os projetos sociais realizados nos bairros da cidade, fomentando à prática esportiva através do futebol. As próximas partidas acontecem no dia 18 de agosto, na quadra do Marcelino, no Amazonas. A iniciativa conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer.

No sub-11, a liderança do campeonato está com os meninos que representam o Chapa 4. Entre os jovens até 13 anos, a equipe do bairro São Sebastião está em primeiro. No 15, o Roseiral é o time com maior de número de pontos. Ao todo, mais de 300 jovens participam do torneio e todos serão premiados no final do torneio.

“A ideia é motivar as crianças que participam de projetos sociais, além de integrar os jovens das comunidades. Teve criança dizendo que nunca havia saído do seu bairro e que conheceu um lugar novo graças ao torneio. Além da experiência esportiva, a gente acredita na transformação da vida desses jovens”, afirma Fabian Oliveira, organizador da Copa das Comunidades.  

A Superintendência de Esportes e Lazer acompanhou os jogos no sábado passado e lembra que a prefeitura promove também o Festival das Comunidades e vai atender mais de duas mil pessoas até o fim do ano com atividades esportivas e de lazer nos bairros da cidade. A ideia da prefeitura é oferecer mais esporte para os jovens das comunidades.

A iniciativa dos organizadores da Copa das Comunidades vai ao encontro do objetivo da pasta, que é oferecer mais atividades físicas para a população, começando com as crianças e adolescentes. O suporte da prefeitura à competição demonstra que acreditamos no potencial dos atletas de Petrópolis. O mais importante é a formação do ser humano, contribuindo com a inclusão social.

Categoria adulta começa nesta segunda-feira

Os adultos também participam da Copa das Comunidades. Os jogos começam nesta segunda-feira (13.08) na quadra do São Sebastião. A equipe que representa o Vital Brasil encara o Siméria de Baixo às 20h30 e na sequencia tem a partida entre São Sebastião e Taquara. Ao todo, 13 times participam da competição que acontece em turno e returno para definir o campeão.

Site da prefeitura é a ferramenta para os candidatos cadastrarem seus currículos

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem 17 vagas disponíveis nesta semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura através do site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas por intermédio do telefone (24) 2233-8113.

Vale destacar que o balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846.

Confira as oportunidades:

Ajudante de padeiro - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Almoxarife - 2 vagas - sexo masculino - Ensino fundamental e experiência

Bombeiro hidráulico - 2 vagas - sexo masculino - Experiência

Garçom - 3 vagas - ambos os sexos - Ensino médio completo e experiência

Gerente de pousada - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino técnico ou superior em Administração, Hotelaria ou Turismo, fluência em inglês e experiência

Instrumentista - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino médio completo, curso na área e experiência

Mecânico de máquinas pesadas - 1 vaga - sexo masculino - Ensino fundamental e experiência

Torneiro mecânico - 2 vagas - ambos os sexos - Curso na área

Além dessas, foram cadastradas 2 vagas para portadores de necessidades especiais. As vagas são para consultor de vendas, ambos os sexos. Para concorrer é necessário ter ensino médio ou superior em administração ou relações internacionais e apresentar laudo atualizado.

Quem ainda não conferiu a exposição “Atmosfera” tem até a próxima segunda-feira (20.08) para admirar 48 telas da artista plástica Cris Borzino. A mostra, que está no Centro Cultural Estação Nogueira, retrata nas obras carros antigos e a cidade de Petrópolis de forma lúdica, baseadas nas memórias da petropolitana.O sucesso da exposição foi tanto que a artista já pensa em uma nova mostra para o ano que vem. A entrada é gratuita.

“O retorno tem sido muito bacana, as pessoas têm elogiado, gostado do espaço”, explica Borzino, que traz em suas pinturas o objetivo de transportar as pessoas, através de memórias lúdicas, a um espaço e tempo irreal, como verdade. Em “Atmosfera” a escolha por retratar diversos carros diferentes vem das lembranças com o pai. “Ele sempre me aproximou desse mundo dos carros, me levava para exposições, me contava sobre as marcas”, explica.

Em toda a mostra, a artista conta que quis retratar suas memórias desde a infância, mas sem a preocupação de “tempo real”. “É uma atmosfera lúdica”, disse.

Cris Borzino é formada em Gravura pela UFRJ, já expôs em diversos espaços na cidade, como no Sesc Quitandinha e no Centro de Cultura Raul de Leoni, e retornou agora com esse novo trabalho. As telas foram produzidas exclusivamente para a mostra “Atmosfera”.

“O Centro Cultural de Nogueira, assim como a Galeria Peter Brian Medawar, em Itaipava, é mais uma opção para o contato com a arte e a cultura nos distritos”, destaca o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo.

O Centro Cultural Estação Nogueira fica na Avenida Leopoldina, 317, Nogueira. O local funciona de 9h às 17h, de segunda a sexta-feira; de 9h às 14h aos sábados; e de 9h às 13h no 1º e 4º domingos do mês, pontos facultativos e feriados.

Brewhood Flip the Mountain levou o público ao delírio com manobras de cincos pilotos profissionais

Principal nome do pais no freestyle motocross, Fred Kyrillos, também participou do evento

Mais de 10 mil pessoas acompanharam as duas apresentações de cinco pilotos profissionais de Freestyle Motocross (FMX) no Brewhood Flip the Mountain, festival inédito e exclusivo de Petrópolis, que foi realizado sábado (11.08) no Parque Municipal em Itaipava. O público foi ao delírio com os movimentos de Fred Kyrillos, atual campeão e principal nome da modalidade no país, que realizou manobras como o Whip, Rock Solid e o Backflip. O evento contou também com shows de bandas de Rock e Blues, Djs e praça de alimentação com food trucks. A iniciativa é da empresa paulista Youp em parceria com prefeitura, por meio da Turispetro e da Superintendência de Esportes e Lazer.

Durante a tarde, os atletas fizeram o reconhecimento da pista com uma apresentação especial, deixando um gostinho de quero mais nos espectadores que assistiram aos movimentos radicais. À noite, Fred Kyrillos aumentou a adrenalina do público presente quando fez o Backflip Superman, movimento em que ele retira os dois pés da pedaleira jogando para a parte de trás da moto. Nas manobras, os pilotos chegaram a uma altura de até 12 metros. 

“Meu filho segue os pilotos nas redes sociais e gosta de cada um deles, eu mesmo nem conhecia muito, mas fiquei impressionado com as manobras. Os caras são muito bons. Acredito que para a cidade seja importante receber atletas conhecidos em todo o mundo. Também é bacana para trazermos toda a família para assistir", explica o chefe de segurança Maicon Siqueira, de 42 anos, que trouxe o filho David, de 13, para assistir o evento.

O sucesso do Brewhood Flip the Mountain foi comemorado pela prefeitura. Além de fomentar o turismo, festivais deste tipo aquecem a economia e fortalecem o esporte na cidade. Petrópolis vem se tornando uma referência no Estado para grandes eventos esportivos.

Petrópolis está a poucos quilômetros da capital e oferece a infraestrutura para receber os mais diversos eventos, principalmente em espaços como o Parque Municipal. Em tempos de crise econômica, a prefeitura tem procurado apoiar a iniciativa privada para que tragam atrações e grandes eventos para a cidade, girando a economia, criando empregos temporários, aquecendo o turismo de uma forma geral.

O diretor da Youp, Dárcio França, garante que o evento superou a expectativa dos organizadores e destacou a importância da parceria com a prefeitura para que o festival fosse um verdadeiro sucesso. A empresa utilizou fornecedores locais para a estrutura, comunicação visual e cenografia do festival. "Ficamos surpresos com a quantidade de pessoas que acompanharam as duas apresentações. Foi um grande sucesso. Desde o primeiro momento fomos muito bem recebidos e abrimos as portas não só para o motocross, como também para eventos de skate, por exemplo, entre outros, no mesmo estilo”, disse.

O evento foi patrocinado pela marca Brewhood, que também dá apoio aos atletas da modalidade. “A Brewhood está trazendo não apenas um produto de qualidade, mas também um mix de experiências que mesmo uma pessoa que não aprecie uma cerveja vai se identificar com os pilares da nossa marca”, explica Renato Antunes, fundador e proprietário da marca.

Com mais de 45 milhões de seguidores nas redes sociais, o piloto Fred Kyrillos vai divulgar um vídeo nas principais ruas e pontos turísticos da Cidade Imperial, que será disponibilizado para milhões de amantes do esporte. A ideia é proporcionar mais visibilidade para o município.

“Acredito que tenha sido um dos festivais mais radicais que já participei, com as manobras mais difíceis da modalidade. A gente agradece o apoio da prefeitura, que abriu o espaço para o nosso esporte, que vem crescendo em todo o país. O público vibrou muito e deu ainda mais energia para os nossos movimentos no ar”, disse o piloto.

Documento será apresentado durante reunião do Comutran

35 mortes em 2017 foram consequência do trânsito

A CPTrans vai adiantar para setembro o lançamento do Anuário Estatístico de Acidentes de Trânsito de 2017. O documento reúne todos os dados relacionados ao trânsito da cidade e estava previsto para ser apresentado à sociedade durante a Conferência de Trânsito em janeiro do próximo ano, mas os trabalhos de compactação dos dados foram concluídos antes do previsto e a previsão é de apresentação do documento oficial na reunião do Comutran de setembro.

Divido em três partes, o anuário traz a evolução da frota do município nos últimos quinze anos, até 2017. Este período também é utilizado para consolidar a evolução dos acidentes nos últimos cinco anos – parte dois do documento. E, por fim, o anuário sumariza em detalhes os acidentes de trânsito de 2017, apresentando informações como as 10 vias com maior número de acidentes e os 10 bairros com maior número de acidentes, entre outros.

“O documento reúne todos os dados oficiais registrados pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), além da Secretaria de Saúde. Para este documento, pela primeira vez a CPTrans elaborou uma metodologia que analisa os acidentes pós-cena, ou seja, aquelas pessoas que não morrem na hora do acidente, mas não chegam com vida ao hospital ou não sobrevivem após dias de internação”, explica o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

Os dados

Em 2017, 35 pessoas morreram em vias urbanas do município, sendo 17 em ‘cena’ e 18 no caminho às unidades de saúde ou durante o tratamento hospitalar. A maioria dos óbitos são de homens com idade entre 21 e 30 anos. Um dado alarmante é que 37% das vítimas fatais foram em decorrência de acidentes com motocicletas – se comparamos com a frota desse tipo de veículo (17% do total), pode-se afirmar que este é tipo de veículo mais perigoso do município. Além das vítimas registradas em vias urbanos, há, ainda, outras sete mortes, considerando os acidentes em rodovias estadual e federal.

De acordo com o anuário, 2017 teve um total de 1.589 vítimas de 1.776 acidentes.  A maioria são colisões (36%), abalroamentos (17%) e choques (14%), mas um dado que chama a atenção é o número de vítimas fatais considerando o tipo de acidente: 31% são de colisão e 26% de atropelamento, sendo que a maioria deles foram na Paulo Barbosa, via que, pela primeira vez entrou na lista entre as 10 com mais acidentes.

“Segundo a seguradora responsável pelo DPVAT, são os pedestres a segunda categoria que mais indeniza em todo país. Só no primeiro semestre deste ano foram 170 mil indenizações, sendo 42.650 para pedestres por morte, invalidez permanente e despesas médicas hospitalares. As vítimas também ocupam o segundo lugar nas indenizações pagas por acidentes fatais, um total de 5.506. Além disso, mais de 32 mil pedestres foram indenizados por invalidez permanente”, explica o diretor técnico e operacional da CPTrans, Luciano Moreira.

O anuário traz, também, os dados sobre as vias com maior número de acidentes na cidade: a Estrada União e Indústria lidera, mais uma vez, o ranking entre as 10 mais. A segunda é a Barão do Rio Branco, seguida da General Rondon, Rua Bingen, Coronel Veiga, Washington Luiz, Imperador, Hermogênio Silva, Quissamã e Paulo Barbosa. O total de vítimas nestas 10 vias representou 40% do total de vítimas no município. Essas ruas também representam 20% do total de acidentes com vítimas fatais na cidade.

Analisando por bairros, o Centro é o que mais ocorre acidentes, 35% entre os 10 bairros. Itaipava (14%), Corrêas (10%). Quitandinha (10%), Bingen (7%), Posse (6%), Nogueira (6%), Alto da Serra (5%), Araras (4%) e Retiro (4%). Cerca de 65% dos acidentes de trânsito do município ocorreram nestes 10 bairros, sendo que 62% do total de vítimas de acidentes foram também dentro destes 10 bairros.

Crescimento da frota

A curva ascendente das estatísticas está diretamente relacionada ao aumento no número de veículos da cidade. A frota total registrada em Petrópolis aumentou 82,3% em15 anos, chegando a 166,9 mil veículos no final do ano passado. A taxa de motorização em Petrópolis chegou a 56 veículos para cada 100 habitantes, número superior à taxa de motorização do país que chegou a 47 veículos para cada 100 habitantes no ano estudado.

Considerando os últimos 15 anos, a frota de transporte individual (carros de passeio e motos) teve seu pico máximo no ano de 2009,representando 85% da frota total. Em 2017 esse percentual caiu para 84%, devido ao crescimento do transporte de carga, que passou de 13,9% em 2009 para 15% em 2017. A frota de motos aumentou 98% em 15 anos, chegando a 28 mil veículos em 2017.

Segunda, 13 Agosto 2018 14:29

Ciop conta com duas câmeras móveis

Equipamentos já usadas em operações de segurança e também em eventos, como a Semana da Pátria, em setembro

De maio a julho, central de monitoramento registrou 102 ocorrências criminais e de trânsito

Além de 56 câmeras espalhadas em 46 locais, o Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop) já conta com mais duas câmeras especiais. São equipamentos móveis, que podem ser presos ao uniforme do agente que faz o patrulhamento na rua, participa de operações de segurança ou monitora grandes públicos em eventos, por exemplo. Elas já têm sido utilizadas em campo e registrou, inclusive, uma prisão por tráfico de drogas em Vila Rica. O planejamento agora é tornar o uso cada vez mais presente – ela será vista em trabalho, por exemplo, nos desfiles da Semana da Pátria, no mês que vem.

Essas câmeras também filmam em alta definição, assim como os demais equipamentos espalhados na cidade. Elas podem gravar imagens com ou sem áudio por até seis horas ininterruptas e transmitem as imagens em tempo real para a central de monitoramento via internet. Também é feito o armazenamento das imagens na própria câmera para o caso do local onde está sendo utilizado não possuir cobertura de sinal – nesse caso, quando é terminada a utilização da câmera, o agente vai até a central (no Centro de Cultura Raul de Leoni) para guardar os dados. Outra possibilidade é tirar fotos

O Ciop é uma ferramenta que vem dando resultados desde o início da operação do sistema e que agora conta com mais um equipamento importante, que vai permitir não apenas visualizar as imagens do alto, mas também do chão. É mais uma forma de garantir a segurança da população, sobretudo em eventos, o que é muito importante para Petrópolis.

"Essas câmeras possuem uma presilha ajustável e podem ser presas em diferentes posições, como na gola da camisa ou na alça do uniforme, sobre os ombros, onde for melhor para cada agente trabalhar. No caso de Vila Rica, ela ficou presa no colete do agente que conduziu os cães durante a operação", conta o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni.

No último dia 26 de julho, ela estava em uso durante uma operação conjunta do canil da Guarda e a Polícia Militar para combater o tráfico de drogas em Vila Rica. A PM prendeu um homem por porte e uso de drogas. Ele seria de uma favela de Duque de Caxias e possui outras acusações de tráfico de drogas. Outros dois foram levados para prestar depoimento na delegacia. Toda essa operação foi filmada e as imagens já estão com o Ciop.

"Assim como todas as imagens de todas as outras câmeras, elas também ficam a disposição da justiça como elemento probatório e para serem usadas em investigações da Polícia Civil. E esses equipamentos também são uma forma de resguardar a própria atuação do agente durante o trabalho e garantir a segurança dele", explica o coordenador de Segurança, Maurício Borges.

102 ocorrências em dois meses e meio

O Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop) iniciou o monitoramento em meados de maio e registrou 102 ocorrências até o fim de julho. Dessas, 58 foram relativas a incidência criminal e 15 relacionados ao trânsito. As demais incluem acompanhamento manifestações, princípio de incêndio, entre outros tipos casos que foram visualizados pelas câmeras catalogados pelos agentes.

Casos relativos a suspeita de tráfico, posse ou consumo de drogas representam três em cada quatro ocorrências criminais. Mas o Ciop também já ajudou a prender uma quadrilha responsável por assaltos em Itaipava, em junho, e outros três suspeitos de pelo mesmo crime em Pedro do Rio, em julho. Outro caso de repercussão recente com participação efetiva do Ciop foi o roubo de um carro de uma concessionária na Cel. Veiga.

Na madrugada do dia 04, um veículo avaliado em R$ 70 mil foi roubado em uma ação na qual os bandidos usaram o próprio carro para quebrar uma porta de vidro. Na fuga, o carro foi identificado pela câmera que fica Praça Pasteur, o que permitiu que a Polícia Militar diminuísse o raio para busca do automóvel, que foi encontrado na Rua Sargento Fontes, na Castelânea, no mesmo dia.

O Ciop tem várias possibilidades de atuação, não apenas no flagrante de um crime, mas contribuindo para investigações, como nesses casos, em que foi possível realizar prisões e recuperar um veículo roubado. Em breve, essa capacidade será ampliada, com o segundo projeto de monitoramento, que terá a instalação de mais quarenta câmeras na cidade.

Todas as imagens são acompanhadas 24 horas todos os dias por agentes da Guarda Civil, Polícia Militar, CPTrans e Defesa Civil diariamente, além de Polícia Civil e Bombeiros, também integrados ao sistema de monitoramento.

Segunda, 13 Agosto 2018 14:27

Centenário da Casa de Santos Dumont

No mês em que o imóvel completa 100 anos, o museu em homenagem ao inventor confirma obra de melhorias

Daqui a uma semana, a Casa de Santos Dumont – hoje transformada em museu – completa 100 anos. Construída em 1918, com a obra pronta em 19 de agosto, o chalé de fachada europeia que se destaca no Centro Histórico com suas paredes brancas e janelas verdes, recebeu um presente adiantado na última semana com a assinatura do convênio para reforma no atrativo. Sem passar por uma grande obra desde a década de 1990, o projeto prevê importantes reparos, fundamentais para a preservação de seu acervo e de sua estrutura. Para marcar o seu centenário, “A Encantada” terá uma programação especial no próximo domingo, 19 de agosto, com gratuidade para os visitantes.

Outra boa notícia para o mês, no dia seguinte ( 20.08), começam no local as gravações da minissérie “Santos Dumont: mais leve que o ar”. A produção da HBO, que terá seis episódios, ajudará a divulgar o atrativo em todo país. O ator João Pedro Zappa, que participou de diversas produções da TV Globo, como “Por toda minha vida”, “Além do Tempo”, e “Os dias eram assim”, interpretará Santos Dumont em sua fase adulta. Serão três dias de gravação na “Encantada”, até o dia 22, e, no período, o atrativo ficará fechado para visitantes. Outras locações em Petrópolis também servirão de cenário para a minissérie.

“No ano em que comemoramos o centenário da Casa, também comemoramos boas notícias, como a liberação da verba federal para a reforma, que vai ajudar a mantermos o local preservado, da forma que foi deixado por Santos Dumont. Além da importância histórica e cultural que o chalé representa, sendo Petrópolis privilegiada por ter recebido aqui esse grande inventor, o museu é muito importante para o turismo do município. É o segundo museu mais visitado da cidade”, destaca o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Neste primeiro semestre, mais de 60 mil pessoas já tinham passado pelo Museu Casa de Santos Dumont. Em 2017, foram mais de 170 mil visitantes. A última grande reforma no local terminou em 1992, depois de dez meses de intervenções. E as últimas obras foram feitas em 2012. Hoje, a “Encantada” precisa de importantes reparos, previstos no atual projeto, fundamentais para a preservação de seu acervo e de sua estrutura.

Além da pintura geral interna e externa, dos reparos de reboco e da manutenção dos pisos de madeira, o projeto também prevê a troca das telhas de alumínio e de vidros das janelas. Já no Centro Cultural 14 Bis serão feitas adaptações do espaço, com a implementação de paredes para melhorar a acústica e o isolamento do som nas transmissões de vídeos para os visitantes, além da troca do piso interno, das telhas de alumínio e de uma revisão elétrica, reboco e pintura.

O próximo passo é a apresentação do projeto executivo à Caixa para que ele seja aprovado.

Casa traz inovações que atraí visitantes

Construída em 1918, poucos imaginavam que o terreno íngreme que ficava bem na entrada da Rua do Encanto, no Centro da cidade, poderia abrigar uma moradia. Visionário, o pai da aviação decidiu construir lá seu chalé, que desenhou e planejou com a ajuda do engenheiro Eduardo Pederneiras.

“A casa é um encanto. Inclusive, “Encantada” já era o nome que o próprio Santos Dumont dava pra sua casa. É um dos patrimônios mais interessantes de Petrópolis, que foge um pouco da história da Família Imperial, apesar do contato dele com a Princesa Isabel. Santos Dumont passava muitos verões na cidade, que era um costume na época. O pai dele já tinha passagem por aqui e ele tinha lembranças da vinda com o pai”, explica a historiadora Patrícia Souza Lima, autora, em parceria com o jornalista Francisco Luiz Noel, do livro “Uma Casa Muito Encantada – A invenção arquitetônica de Santos-Dumont”.

Hoje, quem sobe as escadarias e entra na imóvel consegue notar de cara que se trata de uma casa especial. Para entrar, só é possível com o pé direito, em função do formato das escadas criadas por Santos Dumont. A personalidade do inventor é facilmente notada em cada canto, desde o chuveiro aquecido a álcool, que ele mesmo inventou, aos móveis multiuso, como um gaveteiro que servia de cama e uma mesa de estudos que também era usada para fazer suas refeições.

Santos Dumont vislumbrou sua casa de veraneiro observando da janela do hotel onde se hospedava o terreno íngreme, onde se espalhava um bambuzal à beira da rua. Da imaginação, o desejo acabou virando ideia fixa. Depois de ter uma proposta recusada, a insistência do inventor venceu e ele conseguiu comprar o terreno. De uma só vez, a “Encantada” foi erguida em poucos meses. O pedido de habite-se está registrado no dia 19 de agosto, tendo sido vistoriada e liberada pela prefeitura, ocupando o número 22 da rua. O lugar tranquilo, usada por Santos Dumont, por exemplo, para observar as estrelas e para escrever o seu livro “O que eu vi e o que nós veremos”, hoje é um dos pontos mais movimentados da cidade.

“Já vim várias vezes na casa e adoro, gosto muito de Santos Dumont. Quando venho a Petrópolis passo pelo museu”, frisa a aposentada Teresa Magalhães, moradora do Rio.

O Museu Casa de Santos Dumont funciona de terça-feira a domingo, de 9h às 17h30, sendo que a bilheteria fecha às 17h. Os ingressos custam R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia). Apenas no próximo domingo (19.08) a entrada será gratuita.

Apresentações culturais aconteceram  na Praça da Inconfidência

Atrações culturais, musica, torneios de futebol e vôlei, além de rodas de conversa para conscientizar os jovens sobre o uso abusivo de álcool e drogas, e sobre sintomas da depressão na juventude, fazem parte da programação da Semana da Juventude. Com a temática “Pensando o presente, formando o futuro”, a Semana Municipal da Juventude visa dar mais incentivo e espaço ao jovem da cidade. O evento é realizado pela prefeitura, por meio da Coordenadoria de Juventude, e foi aberto na noite de sexta-feira (10.08), na Praça da Inconfidência com a participação de mais de 100 pessoas.

“Os jovens são o presente e não o futuro, por isso convidamos os jovens junto ao Conselho Municipal de Juventude para construir este evento. Ele é fruto da lei municipal 7.279 de janeiro de 2015, e visa valorizar o jovem e dar mais abertura para sua atuação na sociedade. E uma semana aberta a várias atividades esportivas, atrações culturais, eventos educacionais e debates sobre questões importantes para os jovens”, aponta o coordenador de Juventude Wesley Barreto.

A abertura contou com a participação da Banda Marcial Professora Leila de Souza Castro, do Morin, a Orquestra de Câmara de Petrópolis, além de apresentações de dança e musica.

A Banda Marcial Professora Leila de Souza Castro, da Escola Municipal Nossa Senhora da Glória deu inicio as atrações do evento. Em seguida se apresentaram cantores de Rap da cidade, a Orquestra de Câmara de Petrópolis, a 1° Companhia de Dança do passinho da Região Serrana do Rio de Janeiro, um solo de Dança Afro quem engloba jazz e dança contemporânea, além de teatro e outras atrações culturais.

O cantor de rap da cidade, Winícius Lago, que se apresentou na abertura destacou o espaço que a Coordenadoria de Juventude cedeu aos jovens. “É muito importante o jovem ter este espaço. Acho que deveriam ter mais eventos como este na cidade. A Semana da Juventude é toda semana do ano. Foi muito bom essa troca com as pessoas que estiveram aqui. Se tivessem mais eventos como este, sem dúvidas eu participaria e outros jovens também”, comenta Winícius Lagos.

Para a criação da semana os jovens foram convidados a dar a sua opinião e suas ideias. O objetivo é que a semana fosse construída para o jovem e pelo jovem petropolitano.

“O Conselho Municipal de Juventude se reuniu com a Coordenadoria de Juventude, a Prefeitura de Petrópolis, e a sociedade civil para ajudar na criação da Semana. Foram muitas reuniões e muito trabalho para tudo acontecer. Estamos só na abertura, mas já posso reafirmar que deu certo. Contamos com a população para estar presente no outros dias de evento que está com uma programação muito bacana”, conta Carem Carolina presidente do Conselho Municipal de Juventude.

“Gostaria de agradecer a todos que nos ajudaram a construir a Semana da Juventude, ao Conselho que foi parceiro em todo o processo de criação da Semana, aos voluntários, aos apoiadores da Coordenadoria, e a prefeitura que nos deu a possibilidade de realizar esse evento na praça. Contamos coma participação de todos durante toda a semana que está com uma ótima programação”, completa Wesley Barreto.

Participaram ainda da abertura o vice-presidente do Conselho Municipal de Juventude, Willian Vieira, e o vereador Leandro Azevedo, que ressaltaram a importância da juventude ter um espaço na sociedade. Entre os presentes também estiveram outras autoridades locais, jovens apoiadores da Coordenadoria, e o público que prestigiou os jovens talentos da cidade.

O coordenador de políticas públicas para a juventude lembra que este ano, a Semana da Juventude também terá um caráter solidário. “A Coordenadoria de Juventude estará arrecadando alimentos com a finalidade de doar para instituições filantrópicas”, conta. O ponto de coleta estará no Gabinete da Cidadania, localizado na Avenida Koeler, 260 – Centro, de 9h às 18h, durante toda a semana da juventude, que tem programação até o dia 17.

Confira a programação:

11.08

09h – Torneio de Futebol no bairro 24 de Maio

Local: Quadra da Escola Municipal Clemente Fernandes

13h – Torneio de Vôlei

Local: Quadra da COMAC

13.08

Roda de Conversa sobre os temas “Prevenção do uso abusivo de álcool e drogas” e “Depressão e suicídio na juventude” e Apresentação e cadastramento do Programa ID jovem

Local: 9h CENIP – 14H Cecília Meireles (Corrêas)

14.08 (Aberto ao público)

14h – Debate sobre educação e cidadania

Local: Teatro Afonso Arinos – Centro de Cultura Raul de Leoni

15.08 (Aberto ao público)

14h Roda de Conversa sobre diversidade

Local: Casa da Cidadania – R. Visconde de Souza Franco, 474 – Centro

16.08

08h Plantio de mudas de Ipê e sementes para valorização do solo agredido

Local: Cascatinha

11h Doação de Sangue e Arrecadação de alimentos

Local: Hospital Santa Teresa – Rua Paulino Afonso 477, Centro

17.08

10h – Torneio de futebol e tarde cultural com música e dança

Local: Colégio Gabriela Ministral – Posse

Concessionária deverá esclarecer cobrança

Órgão também solicitou esclarecimentos à agência reguladora

A proposta de assinatura de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para regularização na prática da cobrança do Termo de Ocorrência de Irregularidade (TOI) pela Enel, concessionária responsável pelo abastecimento de energia elétrica em Petrópolis, foi recusada. O documento proposto pelo Procon Petrópolis tinha a intenção de tornar o processo transparente, uma vez que das 261 denúncias que chegaram referentes à empresa este ano, 62 são por essa prática. Agora, o órgão de defesa do consumidor está autuado a empresa, que terá que esclarecer essa cobrança sob pena de multa, conforme estabelece o Código de Defesa do Consumidor.

De acordo com o documento, a empresa viola o CDC, ao efetuar o parcelamento unilateral sem verificar as condições econômicas do consumidor, ou seja, se aquela pessoa tem condições de pagar o que é cobrado na conta com a cota extra do TOI. Ocorre que, muitas das vezes, o cliente acaba pagando aquela conta porque acredita que terá o fornecimento da energia interrompido – serviço essencial ao seu dia a dia.

“A empresa alega que tem respaldo da ANEEL, por isso também notificamos para que a agência reguladora informe como, de qualquer forma, essa prática pode ser regular. Nossa intenção não de interromper esse tipo de cobrança, uma vez que ela é regular, mas de tornar a maneira como é feita transparente ao consumidor, para que tenha direito, inclusive, de contestar. A maneira como é feita hoje é irregular, irresponsável e arbitrária. Vamos manter o posicionamento de lutar pelo direito do consumidor”, anuncia o coordenador do Procon Petrópolis.

No termo de autuação enviado à ENEL, o Procon cita o Artigo 129 que regulamenta, de forma didática, como deve ser o procedimento de cobrança do TOI. O documento informa que na ocorrência de indício de procedimento irregular, a distribuidora deve adotar as previdências necessárias para sua fiel caracterização e apuração do consumo não faturado ou faturado de maneira equivocada. Uma cópia do termo deve ser entregue ao consumidor ou àquele que acompanhar a inspeção, no ato de sua emissão, mediante recibo, garantindo a presença de alguém residente no imóvel atestando a legalidade do procedimento.

O documento esclarece, ainda, com base na regulação para o serviço, que se o consumidor se recusar a receber cópia do TOI, a ENEL deve enviar em até 15 dias o termo, por qualquer modalidade que permita a comprovação do recebimento. Após o recebimento comprobatório, o cliente tem direito a 15 dias para informar à distribuidora a opção pela perícia técnica no medidor – e demais equipamentos quando for o caso.

“A cobrança tem ocorrido de forma arbitrária, utilizando o argumento de autoridade para cobrar diferenças do consumidor de forma unilateral, o que é ilegal. A presunção da verdade não é legitima e os argumentos alegados pela empresa para a sua cobrança não o sustentam”, explica o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá.

Qualquer dúvida, a equipe do órgão está disponível para explicações. O atendimento presencial pode ser realizado na unidade do Centro, que fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33. A unidade de Itaipava localizada no Centro de Cidadania, que fica na Estrada União e Indústria, 11.860. Já para quem quiser denunciar alguma prática abusiva pode contatar o Procon pela página do órgão no Facebook, o Procon Petrópolis; pelo site www.petropolis.rj.gov.br/procon. Há, ainda, o WhatsApp Denúncia, no número 98857-5837 ou os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477.Os telefones da unidade são: 2222-1418, 2222-7448 e 2222-7337.

Segunda, 13 Agosto 2018 14:21

Bunka-Sai termina neste domingo

Dia dos Pais comemorado com comida japonesa e tradições orientais

A 10ª edição do Bunka-Sai se despede neste domingo (12.08), Dia dos Pais. Na programação do último dia estão atividades para as crianças, apresentação de taiko, oficinas e exposição de Bonsai. Além de barracas com comidas típicas e produtos orientais. A Festa da Cultura Japonesa terminaria no último domingo (05.08), mas foi expandida a pedido da Associação Nikkei de Petrópolis e ganhou mais um fim de semana. Em todo o evento, foram mais de 50 atrações culturais que fizeram com que o público mergulhasse nas tradições japonesas.

O encerramento começa com atividades para as crianças, até 12 anos, com o mini Undokai, às 10h. São gincanas japonesas com “corrida de saco”, “corrida de três pernas”, “corrida do caranguejo”, “centopéia” e “cabo de guerra”. Mais tarde, às 12h, o público vai poder contar com apresentação de Taiko, com os grupos Wadan e Kōmyō. Logo depois, às 13h, tem palestra sobre o cultivo de Bonsai, seguido de uma oficina de origami, às 14h; oficina de kirigami, às 15h; e oficina de mangá, às 16h. Durante todo o dia, o público ainda vai poder conferir uma exposição de bonsai dentro do Palácio de Cristal.

A Festa da Cultura Japonesa começou no dia 1º de agosto e seria encerrada no último domingo. Em cinco dias de festa, foram mais de 40 atrações. A extensão do Bunka-Sai foi um pedido da Associação Nikkei de Petrópolis, em função da Semana da Cultura do Japão – que começou na terça-feira (07.08) e terminou neste sábado (11.08) na Casa Cláudio de Souza.

“Ganhamos mais três dias de festa, mas sem custos para o município. O evento tem ajudado a movimentar o Palácio e atrair turistas. É uma forma de ajudar a aquecer a economia nesse fim de alta temporada. Já na sexta-feira vimos muitos turistas passando pelo atrativo”, destaca o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Notícias por data

« Agosto 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

DO

loa 2018

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

cpge

gabinete cidadania.fw

selo acesso informacao.fw

cmv-logo