Fazenda já concedeu 420 isenções com base na lei 6.930/12
Força-tarefa já analisou 1,1 mil pedidos

Aos 89 anos o aposentado Elpídio Silva está aliviado por finalmente receber da prefeitura a isenção do IPTU da casa em que mora no Euclides da Cunha. A notícia pela qual o idoso esperava desde 2012, afastou uma preocupação que o acompanhou nos últimos seis anos. O pedido de isenção dele estava entre os 5 mil processos acumulados por gestões passadas na Secretaria de Fazenda e está entre os 420 que tiveram a isenção já aprovada a partir da análise de uma força tarefa criada em fevereiro pela prefeitura.

“É um alívio ter finalmente uma definição e conseguir resolver esta questão do imposto. Moro há mais de 30 anos nesta casa, meus filhos e netos foram criados lá e eu tive medo de perder o imóvel com esta indefinição. Foram muitos anos de trabalho como motorista de ônibus viajando para São Paulo, Minas, viagens longas para conseguir comprar minha casa. Estou tranquilo agora que está tudo certo”, comemora o aposentado.

“Muitas vezes ele acordava durante a madrugada preocupado, falava que nunca ficou devendo nenhuma conta e ficava com medo de perder a casa. Meu sogro perdia noites de sono por causa do imposto, porque não tinha resposta ao pedido de isenção protocolado na prefeitura. Esta isenção é um alivio pra todos nós”, conta Fernando Torre, genro do aposentado, que acompanhou todo processo na prefeitura.

Como centenas de outros idosos, o primeiro pedido de isenção do motorista aposentado foi protocolado em 2012 – ano em que foi criada a lei 6.930. A lei garante a isenção do IPTU a pessoas com mais de 60 anos que tenham renda de até dois salários e possuam apenas o imóvel em que moram.De um total de 5 mil processos acumulados ao longo dos anos, 1.100 já foram avaliados pela Secretaria de Fazenda.

O município está corrigindo agora uma covardia que foi feita com estes idosos, que vieram à prefeitura todo ano protocolar seus pedidos, apresentaram a documentação e durante todo este tempo ficaram sem resposta ou tiveram informações desencontradas que os levaram a pagar o imposto, apesar de estarem enquadrados na lei e terem direito a isenção.

O idoso conta que na confusão de informações, deixou de protocolar o pedido de isenção em 2014. No ano seguinte, ele chegou a receber uma carta da Justiça convocando para a negociação do pagamento. “Foi um susto. Negociamos, reunimos a família e pagamos aquele ano”, lembra o genro.

As informações desencontradas em gestões passadas também foram motivo para que, embora enquadrada na lei de isenção e tendo protocolado o pedido, a merendeira aposentada Eliana Maria de Souza de 68 anos pagasse o IPTU da casa em que mora nos anos de 2014 e 2015.

“Em 2012 disseram que eu teria a isenção. Em 2014, já falaram que tinha que pagar. Era muito confuso. Eu fiquei preocupada e mesmo tendo entregado a documentação, acabei pagando. Agora que definiram pela isenção, usei parte dos créditos para abater na taxa de lixo e ainda fiquei com um saldo”, conta, declarando que se sente mais aliviada. “Isso nos tranquiliza. A isenção do IPTU é uma ajuda importante pra nós que dependemos da aposentadoria. É uma despesa a menos, um dinheiro que pode ser empregado pra comprarmos remédios, por exemplo, porque com a idade a gente sempre precisa tomar mais remédios”.

570 idosos convocados a apresentar documentos

Dentre os processos avaliados pela força tarefa, 570 caíram em exigência e os proprietários foram convocados a apresentar documentos pendentes, para conseguir a isenção.

“A Secretaria de Fazenda mantém hoje uma equipe designada a avaliar estes processos que durante anos ficaram engavetados e hoje estamos dando uma resposta a estes idosos, fazendo cumprir a lei, o que é um direito destas pessoas”, afirma a secretária de Fazenda Elaine Nascimento.

A lei foi regulamentada pelo município semana passada, tornando claro todo o procedimento e os documentos necessários. Com isso todos os procedimentos estão previstos na regulamentação: quem tem o direito, a documentação necessária e como deve proceder.  Conseguir o benefício é simples: o idoso protocola seu pedido na Secretaria de Fazenda, solicitando a isenção. No local ele preenche o formulário e apresenta seus documentos. A Fazenda avalia e entra em contato com o idoso sobre o deferimento do pedido que também é publicado no Diário Oficial.

Além de estabelecer regras claras, a regulamentação pôs fim à polêmica em relação à apresentação de comprovante de declaração de Imposto de Renda.O decreto permite, por exemplo, que a partir de agora, idosos informem à Fazenda que não são obrigados a fazer a declaração junto à Receita Federal. Para isso eles passam a ter um formulário de declaração próprio disponível na Secretaria. A alteração é importante uma vez que a Lei 6930/12 atrelava a concessão do benefício à apresentação da cópia da última declaração de Imposto de Renda o que dificultava o acesso do idoso.

Sexta, 31 Agosto 2018 20:21

SAMU já capacitou 600 profissionais

Curso é referência para conhecimentos básicos em atendimento pré-hospitalar

As capacitações oferecidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) vêm se consolidando e se tornando referência para os profissionais de saúde de Petrópolis e região. Desde o começo dos trabalhos, em março de 2017, já foram 600 pessoas formadas. Os cursos são voltados para os atendimentos pré-hospitalares, com primeiros socorros, condução de veículos de emergência e riscos biológicos.

É importante que todos estão se interessando em ter mais conhecimento, o que ajuda na formação de mais profissionais, os habilitando a prestar estes primeiros socorros. A manipulação de vítimas de acidentes, por exemplo, exige muitos cuidados, sendo colocadas as equipes a diversos riscos.

É na Central de Regulação da Região Serrana do SAMU, instalada no mesmo prédio que a base do Serviço em Petrópolis, que são recebidos os chamados de urgência de seis municípios, além da cidade sede: Cachoeiras de Macacu, Cantagalo, Carmo, Guapimirim, São José do Vale do Rio Preto e Sumidouro. Em média, os atendentes recebem cerca de 2,4 mil ligações por mês. Na Central, os médicos reguladores mantêm contato constante com os enfermeiros que realizam os atendimentos em cada uma das cidades.

“Os profissionais de todas as cidades cuja regulação do SAMU é da Coordenação da Região Serrana passaram pela capacitação. É uma exigência. O médico regulador, que fica ao telefone orientando a equipe que está na rua, prestando o atendimento, tem que ter total confiança nestes profissionais e vice e versa. Deve se ter a confiança mútua e a capacitação vem para preparar estas pessoas”, conta o coordenador do SAMU, Cláudio Lázaro.

No primeiro dia da capacitação, a turma realiza uma visita a todas as instalações da base do SAMU em Petrópolis e à Coordenação do Serviço na Região Serrana. Após isso, eles passam pela apresentação sobre o que é feito na Central, em palestra ministrada pelo próprio coordenador do SAMU. Nos demais dia de curso, os profissionais recebem, na teoria e na prática, noções sobre o atendimento pré-hospitalar, como primeiros socorros em caso de acidentes, por exemplo.

“Temos, além do curso de atendimento pré-hospitalar, os cursos de capacitação para condutores de veículos de emergência e com relação aos riscos biológicos. Temos percebido interesse, também, de pessoas que não estão diretamente ligadas à Saúde, como responsáveis por academias e até um pastor, que se interessou pelo curso por lidar com um grande número de pessoas em um espaço limitado. É importantíssimo as pessoas terem essa consciência e buscarem a capacitação, que pode prevenir complicações em um atendimento de socorro”, explica o coordenador do Núcleo de Educação Permanente do SAMU, Renato Pereira.

Já foram realizadas 25 edições do curso de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) e, nesta semana, as orientações chegaram a uma turma de 23 pessoas. Foram enfermeiros e técnicos em enfermagem do Hospital Santa Teresa e profissionais das bases do SAMU de Cantagalo e Cachoeiras de Macacu.

“Os formados recebem certificado de conclusão, mas precisam passar por uma prova rígida. Nossas capacitações têm sido reconhecidas pela qualidade dos ensinamentos e por exigir comprometimento durante os cinco dias de atividades. Mas, certamente, todos saem daqui muito melhor preparados para passar pelos desafios impostos no dia a dia dos atendimentos de emergência”, completa Cláudio Lázaro.

A enfermeira Aline Cavalcante, de 25 anos, ficou surpresa com o que encontrou no curso. Além do aprendizado, ela e os demais capacitados conheceram como funciona a base do SAMU em Petrópolis e a Regulação do Serviço em toda a Região Serrana.

“Achei incrível. Não tinha ideia da grandiosidade das instalações do SAMU. Imaginava que era apenas um galpão onde são guardadas as ambulâncias, usadas nos socorros. Estando aqui dentro, além das coisas que estou aprendendo no atendimento de socorro, percebi que aqui dentro tem muito mais que imaginava. Estou saindo com um grande conteúdo”, disse.

Os cursos promovidos pelo SAMU já estão com agenda completa até junho de 2019. Para quem se interessar pela capacitação, pode entrar em contato pelo whatsapp funcional do Núcleo de Educação Permanente do SAMU, pelo número (24) 99248-4309.

Ideia é fazer o trabalho em parceria com a iniciativa privada e criar um acesso ao lado de um supermercado para reduzir quantidade de cruzamentos no local

Um projeto de parceria público-privada para aumentar a fluidez no trânsito de Itaipava está avançando. A ideia é criar um acesso entre o supermercado Bramil e um estacionamento vizinho – e, com isso, diminuir o número de cruzamentos próximo ao terminal –, continuando com duplicação de todo trecho até o Shopping Estação. Nesta sexta-feira (31.08), a prefeitura conheceu a proposta mais detalhada elaborada pelo arquiteto Aloizio Rodrigues. O próximo passo será receber todas informações necessárias para formular um orçamento para a obra.

A ideia é utilizar uma parte do terreno do supermercado e do estacionamento, que já concordaram com em ceder o espaço, e fazer uma faixa dupla entre elas. Um dos lados da rotatória próxima ao terminal seria fechada e, assim, para fazer o retorno, os motoristas passariam por esse novo acesso. Da mesma forma, que vem de Madame Machado e Vale do Cuiabá, por exemplo, também teriam que passar por esse acesso. Quem estiver na Estrada União e Indústria saindo da Posse ou de Pedro do Rio também passa por essa rua – que terá cerca de 400 metros – e depois retorna para a estrada.

Esse projeto é muito importante porque vai permitir eliminar cruzamentos e, assim, dar fluidez ao trânsito. É um presente que está sendo dado ao município e que a prefeitura vai fazer o que é necessário para que ele saia do papel.

O arquiteto detalhou informações como posição de meio-fio, de postes de iluminação e pontos de drenagem no projeto, que procurou preservar o máximo de construções já existentes ao longo de todo trecho. Esse projeto contempla baias de ônibus – para que o embarque/desembarque de passageiros não paralise o trânsito dos demais veículos – e ponto de táxi.

“A caixa de rua desse trecho é o mesmo há muito tempo e não acompanhou o crescimento da região, consequentemente, do número de veículos. Esse projeto contempla um trecho de Itaipava e outros projetos vão completar a mobilidade urbana de toda a região”, afirma o arquiteto.

Além de já estar em contato com Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica, ele vai informar à Secretaria de Obras informações sobre a quantidade de material que será necessário para asfaltamento, meio-fio, calçadas, poste e travessias de pedestre para que o município possa calcular o custo do projeto e viabilizar economicamente.

Abertura oficial da Semana da Pátria 2018

A prefeitura fez uma homenagem aos pracinhas petropolitanos durante a solenidade que marca oficialmente o início das comemorações em homenagem ao Dia da Independência do Brasil – nessa sexta-feira (31.08) na Praça dos Expedicionários.É o momento em que se reafirma o orgulho pela história do país e se relembra no monumento dos Pracinhas que petropolitanos lutaram pelo Brasil e merecem todo o reconhecimento. É um momento importante, quando se enaltece o civismo. Petrópolis enviou para a guerra 204 pracinhas e cada um deles têm a sua marca registrada na história do país.

Ao som do Hino do Brasil, foram hasteadas as bandeiras do Brasil, do Estado do Rio de Janeiro e de Petrópolis. Na ocasião,  a prefeitura colocou junto com a Guarda de Honra da Guarda Civil e o tenente-coronel Ronald Mandim, comandante do 32º Batalhão de Infantaria Leve Montanha, uma coroa de flores no monumento que homenageia aos pracinhas petropolitanos.

“Essa é uma cerimônia importante quando lembrando daqueles que lutaram pelo nosso país. Todas as crianças devem conhecer essa parte importante da história. Ainda hoje estamos no processo de construção da nossa independência e as comemorações durante a Semana da Pátria reafirmam o nosso compromisso com a nossa Pátria. O amor e orgulho que temos pelo Brasil e por Petrópolis”, afirmou o comandante do 32º Batalhão de Infantaria Leve Montanha.

Na ocasião, o professor Joaquim Eloy, do Instituto Histórico de Petrópolis, agradeceu a prefeitura pela realização da abertura da Semana da Pátria na Praça dos Expedicionários.

“Essa é uma homenagem a todos que lutaram pelo nosso país. Parabenizo a prefeitura por fazer pelo segundo ano consecutivo essa homenagem nesse monumento que foi erguido pela sociedade petropolitana em homenagem aos nossos pracinhas. Sem dúvidas todos aqueles que lutaram o fizeram de forma digna e merecem essa homenagem. O monumento homenageia os cinco pracinhas petropolitanos que morreram na guerra e foi erguido por Luis Afonso de Miranda, Alberto Becker, Paulo Gerônimo dos Santos e pelo meu pai, Joaquim Gomes dos Santos”, contou.

A cerimônia também contou com a participação de secretários municipais, vereadores e autoridades civis e militares.

Programação especial: desfile no Parque Municipal e no Centro Histórico

A programação em homenagem ao Dia da Independência, contará com desfile no Parque Municipal, em Itaipava, no dia 2 de setembro (domingo), às 9h e o tradicional desfile no Centro Histórico no dia 7 de setembro.

Nos distritos o momento cívico acontece no próximo domingo (02.09) no Parque de Exposições, em Itaipava. O evento contará com participação de 800 pessoas, entre alunos de escolas municipais, bandas marciais, escoteiros e Bombeiros Civis.

Já o tradicional desfile no dia 7 de setembro está marcado para começar às 9h com o desfile das tropas militares. Aproximadamente 1.250 pessoas participarão do desfile. A concentração dos participantes acontecerá às 8h15 na Rua Barão de Teffé com adjacências do Bosque, Rua Epitácio Pessoa e Rua D. Pedro I. O trajeto do desfile será a Rua do Imperador – lado par – na altura do Colégio D. Pedro II, com a dispersão próximo à Lanchonete Tony’s.

Partida decisiva acontece no Centro de Iniciação ao Esporte no Caxambu

Primeira fase contou com 86 gols em 16 partidas realizadas nesta semana

A final da divisão especial da Taça Brasil sub-20 de futsal será aberta ao público neste sábado (01.09) às 10h no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, que fica no bairro Caxambu. Corinthians (SP), Minas (MG), Sport (PE) e o Deportivo Imperial (RJ) - anfitrião da competição - disputam na noite anterior as equipes classificadas para a grande decisão. O torneio trouxe para o município nove equipes de oito regiões diferentes do país, sendo considerado o principal campeonato da modalidade nesta categoria no Brasil. São mais de 200 pessoas, entre atletas, comissões técnicas, arbitragem e dirigentes, participando diretamente do evento, contribuindo com a economia e com o desenvolvimento do esporte na cidade.

 Na fase classificatória foram realizadas 16 partidas que resultaram em 86 gols. O artilheiro da competição até aqui é Dill, do Madureira, com 5 bolas na rede, mas que já está eliminado do torneio. O ataque mais positivo é do time do Minas (MG), que já marcou 16 vezes. A arbitragem distribuiu 49 cartões amarelos e 3 vermelhos, com uma média de quase 4 punições por partida. Em uma semana de jogos, o torneio movimentou cerca de R$ 500 mil reais no município.

A competição tem nível nacional, com a participação de boa parte dos principais clubes de futsal do país. Torneios como esse, além de criar uma opção de lazer para os petropolitanos, também atrai visitantes, que acompanham o esporte. O CIE do Caxambu foi inaugurado neste ano com o objetivo de fomentar a prática esportiva no bairro.

Além dos benefícios para os cofres da cidade, a Taça Brasil também é uma forma de incentivo à prática do futsal no município. O evento contou também com o I Meeting Serrano de Futsal, com palestras sobre treinamento e performance, conceitos de jogo e gestão e estrutura da modalidade. Seis profissionais renomados do país palestraram sobre o desenvolvimento do futsal em todo o mundo, com foco no crescimento do esporte no Estado.

Mais de 100 profissionais de educação física da cidade participaram de um dia de grande aprendizado. O desenvolvimento dos professores garante que os jovens sejam orientados da melhor maneira possível e desenvolvam sua capacidade. A ideia da prefeitura também é contribuir na formação desses profissionais.

A tabela com os grupos e os resultados de cada partida está disponível no site da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) (www.cbfs.com.br), entidade que organiza a competição. O boletim oficial com todas as informações da Taça Brasil também está disponível na internet.

Reativação do posto da PRF também é uma reivindicação do poder público

A retirada dos entulhos da obra da Nova Subida da Serra, uma operação de tapa-buracos, a recolocação do Posto da Polícia Rodoviária Federal e a celeridade no processo que pede a suspensão do direito de concessão da Concer – atual administradora da BR-040 - foram os temas abordados durante uma reunião entre a Prefeitura e a ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres realizada na última quinta-feira (30.08) na sede da agência, em Brasília. De acordo com o poder público, a precariedade dos serviços prestados pela concessionária prejudica diretamente os empresários, afasta os turistas, encarece os fretes e afasta investidores.

Os problemas foram relatados pelo secretário de Desenvolvimento Econômico Marcelo Fiorini ao diretor da ANTT, Weber Ciloni.

Esse é um assunto que precisa de definição rápida. As péssimas condições da estrada estão afetando diretamente os moradores de Petrópolis que precisam fazer o trajeto para o Rio diariamente, os turistas e os empresários que precisam dos fretes, cada vez mais caros. A prefeitura, por meio das secretarias como de Desenvolvimento, de Obras e de Turismo, cobra definições urgentes.

Segundo Marcelo Fiorini, durante o encontro, o diretor da ANTT explicou que o processo que pede a caducidade da concessão do contrato está em andamento. “O processo está aberto, são várias etapas que contam com vistorias e análises. Além disso, solicitamos que seja feita a recomposição da estrada principalmente no trecho de descida onde alguns materiais que foram retirados durante a obra da Nova Subida da Serra estão ainda perto da estrada, tornando o trecho mais perigoso”, apontou.  

Em resposta, a ANTT garantiu que vai fazer uma vistoria no local para que as denúncias sejam relatadas e a limpeza seja cobrada da Concer. Fiorini aponta ainda que cobrou da agência o fim dos desvios. “A obra está parada, mas, alguns desvios ainda estão sinalizados com cones, o que atrapalha o fluxo de veículos. Queremos o trajeto normal enquanto as obras não forem retomadas. Também solicitamos o retorno do posto da PRF e uma operação de tapa-buracos na via”, completou.

Ainda de acordo com Fiorini, uma reunião será marcada com a PRF para que seja encontrada uma solução para a colocação de um novo posto na pista de subida. Vale salientar que no dia 1º de agosto a Secretaria de Desenvolvimento Econômico esteve na ANTT onde solicitou esclarecimentos referentes à celeridade no processo que determina a suspensão do direito de concessão da empresa Concer, atual responsável pela rodovia BR-040.

Uma Carta de Repúdio à concessionária também foi entregue à ANTT e ao Tribunal de Contas da União no inicio do mês. O documento foi confeccionado pelo MercoSerra e Sicomércio e recebeu apoio da prefeitura de Petrópolis e mais 30 instituições da cidade. A carta solicita celeridade no processo que determina a suspensão do direito de concessão da empresa e o avanço no processo da contratação de uma nova empresa para administrar a via, além da retomada das obras da Nova Subida da Serra.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, mais de 14 mil estabelecimentos entre indústrias, comércio e prestadores de serviços são diretamente afetados pelas péssimas condições da rodovia, com relação ao recebimento de matéria prima e escoação de produtos. Além disso, os cerca de 1,6 milhão de turistas que a visitam a cidade anualmente também sentem os reflexos das péssimas condições da rodovia.

Bairro irá receber serviços de iluminação pública, limpeza e manutenção viária

A prefeitura vai intensificar os serviços de manutenção viária, iluminação pública e limpeza em Santa Mônica. Além disso, o bairro vai receber uma edição do mutirão de serviços, reunindo os trabalhos das secretarias de Obras, de Serviços e da Comdep no próximo dia 17 de setembro. A prefeitura se reuniu nesta sexta-feira (31.08) com um grupo de 20 moradores. Um um muro de contenção também está previsto para começar a ser construído na Rua Neuza Goulart Brizola na semana que vem, em parceria com a própria comunidade.

No encontro, o prefeito ressaltou ações que desenvolvidas para a região de Itaipava, como implantação de um serviço de urgência e emergência e projetos para mobilidade urbana, que serão feitas em parcerias público-privadas.

É preciso agora olhar para frente. A prefeitura vai trazer o mutirão de serviços para Santa Mônica, com iluminação, remoção de entulho, manutenção viária, que já dará uma repaginada ao bairro. E vai manter o diálogo, para entender a demanda e trabalhar junto com os moradores.

O trabalho em conjunto foi acertado em uma reunião com cerca de 20 moradores da região. O advogado Rogério Guimarães foi um deles, que ressaltou a importância dessas ações para a comunidade.

“A questão da iluminação, da limpeza, da conservação da rua, é algo que o morador valoriza muito porque afeta o dia a dia dele. Então essas ações que ficaram acertadas com a prefeitura serão extremamente importantes para gente”, afirmou.

Durante o encontro, além dos pedidos, eles ressaltaram preocupação com uma obra que está sendo realizada no local e que é alvo de fiscalização pela Secretaria de Meio Ambiente. O secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio, explicou que desde o ano passado vem desenvolvendo métodos para tornar a fiscalização mais rígida e eficiente, que serão aplicados nesse caso.

O Ministério Público também tem uma ação ajuizada sobre esse caso. A Secretaria de Meio Ambiente vai expedir uma ordem de demolição e, se não for acatada, será aplicada uma multa de R$ 6 mil a R$ 20 mil.

O secretário de Obras, Ronaldo Medeiros, se comprometeu em providenciar manutenção de calçamento na Rua Neusa Brizola, que também receberá uma outra intervenção na semana que vem. A regional de Itaipava vai iniciar a construção de um muro de contenção, que terá o apoio e acompanhamento desses moradores.

O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência (CMDDPD) elegeu nesta sexta-feira (31.08) a nova presidente: Kátia Maria Piva dos Prazeres – representante da Secretaria de Assistência Social, e os 8 membros da sociedade civil: Luiz Felipe da Cruz, Maria Bernardete Sergim, Lucia Helena Nogueira Gomes, Pedro Fernandes, Vania Cristina do Nascimento, Luciano Monteiro Viana, Marcio Antonio Scardini e Rodrigo Dias. A votação aconteceu na Casa dos Conselhos, na Av. Koeler, 260 – Centro.

Os eleitos, que são participantes de instituições e pessoas físicas, irão permanecer no cargo no Biênio 2018/2020, quando irão discutir questões como inclusão social, viabilidade, acessibilidade e a defesa do direito de pessoa com deficiência, entre outras ações que são apresentadas durante as reuniões que acontecem mensalmente, na Casa dos Conselhos, também para a sociedade civil.

“Estou muito honrada por assumir a presidência do CMDDPD. As pessoas com deficiência precisam ter voz e vez, e o Conselho é um dos espaços mais democráticos onde isso se torna possível. Estaremos todos, Governo e Sociedade Civil, empenhados em contribuir para que as obrigações e garantias dos direitos fundamentais sejam promovidas”, contou a nova presidente Kátia.

Foram 14 candidatos inscritos que disputaram as cadeiras de novos membros do Conselho.  O antigo presidente que foi eleito como novo membro do CMDDPD, Luiz Felipe Cruz, contou com satisfação sobre os desafios da sua gestão. “Esse tempo à frente do CMDDPD foi um período de grande experiência. Tivemos nossos altos e baixos, mas foi bem produtivo, onde tivemos nossos projetos sendo colocados em prática”, pontuou o novo Conselheiro.

São 34 partidas em três categorias no masculino e no feminino

Começaram nesta sexta-feira (31.08) e seguem até o próximo domingo os jogos de vôlei da fase final dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (JEUPs). Serão realizadas 34 partidas em eliminatórias simples nas três categorias: sub-13, 15 e 18, tanto no masculino, quanto no feminino. Nesta etapa do JEUPs, oito equipes estão classificadas para as partidas decisivas em cada modalidade. As tabelas com os jogos de todas as modalidades disputadas estão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Após os jogos de vôlei, será a vez do futebol de campo, que começa na terça-feira (04.09) e vai até quinta (06.09), no Sesc de Nogueira. Serão realizados 27 jogos nos três dias da modalidade. O investimento no esporte estudantil garante mais saúde e qualidade de vida para os jovens, além de contribuir na formação pessoal.

O fortalecimento do JEUPs é importante para a cidade como um todo. Os jogos contribuem no fomento da prática de esportes, além de movimentar o mercado esportivo como um todo, trazendo novas oportunidades de emprego em todas as modalidades. A Superintendência de Esporte e Lazer vai trabalhar para que mais escolas participem do JEUPs no ano que vem.

A prefeitura estima que mais de dois mil alunos participem dos JEUPs em 2018. São 44 instituições participantes neste ano, três a mais que em 2017, quando 41 disputaram os jogos. Em 2016, haviam sido apenas 19 inscritos na competição. Ao todo são nove modalidades, sendo quatro coletivas: futebol de campo, futsal, basquete e vôlei; e quatro individuais: tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo.

A comissão organizadora dos JEUPs está priorizando as partidas nos fins de semana na segunda fase da competição, com o objetivo de garantir a presença dos pais nas partidas. No ano passado, a fórmula funcionou e os ginásios utilizados na competição ficaram lotados.

foram realizados jogos no Serrano e no Magnólia, além da Fábrica do Saber, sempre contando com um público muito bom. É importante a participação dos pais, motivando os filhos a participarem dos jogos. As escolas também estão aderindo a proposta de aumentar o número de jovens nas modalidades em disputa.

Os resultados de cada modalidade estarão disponíveis no site da prefeitura logo após o encerramento de cada esporte.

Mais de 150 aposentados e pensionistas do município participaram da palestra de esclarecimentos sobre a nova gestão das contas-salário que será feita pelo Santander, em meados de setembro. Por conta do alto número de interessados, o Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público do Município de Petrópolis (INPAS) disponibilizou o espaço na próxima segunda-feira (03.09), a partir das 10h, para que representantes do banco possam tirar as últimas dúvidas dos servidores. O encontro faz parte do projeto Conviver, realizado pelo Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público do Município de Petrópolis (INPAS), na sede na Rua Dr. Alencar Lima, 35, sala 205 – Centro.

A palestra foi ministrada por quatro gerentes do banco Santander – Nelson Queiroz, Alexandra Weinem, Adriana Reis e Flávia Furtado.  O grupo apresentou o cronograma de todo o processo da mudança de gestão, os benefícios diferenciados e todas as propostas da unidade financeira para esta nova etapa. Os gerentes informaram que o banco está estudando um local para abrigar um posto de atendimento exclusivo para os servidores, no Centro da cidade. O espaço dará mais agilidade e conforto aos clientes para a realização do novo processo. A equipe lembrou também que os servidores poderão iniciar o processo de abertura de conta a partir do dia 17 de setembro até 17 de outubro.

“Queremos passar as informações de forma transparente e buscamos tirar todas as dúvidas para que o processo seja bem feito.Vale lembrar que se caso o servidor não quiser ter uma conta no Santander, ele tem o direito de fazer a portabilidade para outra instituição financeira. E estaremos à disposição para esclarecer todas as dúvidas”, explicou o gerente da agência Centro Petrópolis, Nelson Queiroz.

A aposentada Glória Coelho contou que estava ansiosa para saber como seria todo esse processo de mudança de banco. “Ainda bem que o Inpas ofereceu essa palestra. Achei muito boa e consegui tirar todas as minhas dúvidas”, contou Glória.

“Gostei muito da palestra. Ainda estou pensando se vou fazer portabilidade da minha conta, mas foi ótimo porque consegui entender todo o processo e estou mais tranquila agora”, contou a pensionista Luzia Magalhães.

São cerca de 12 mil contas salário de servidores ativos, aposentados e pensionistas da administração direta e indireta do município – Secretaria de Saúde, Comdep, CPTrans e INPAS, que serão administradas pelo banco Santander nos próximos cinco anos. A instituição foi vencedora do processo de licitação e o contrato foi assinado em junho. O Santander assume a gestão das contas a partir de setembro.

Problema é causado quando mãe ingere álcool durante a gravidez

O mês de setembro é lembrado em todo o mundo pelo combate à Síndrome Alcoólica Fetal (SAF), doença que afeta bebês de mães que ingeriram álcool durante a gravidez.De acordo com dados do Ministério da Saúde, um em cada 100 bebês nascidos vivos no Brasil são diagnosticados com SAF. Em Petrópolis, cerca de 450 bebês são diagnosticados com a Síndrome por ano, em média, segundo a Coordenaria de Políticas sobre Drogas.

É preciso chamar a atenção para a prevenção ao uso de álcool na gravidez. A ingestão de bebida alcoólica pode, sim, causar a Síndrome e comprometer a saúde do bebê. Neste sentido, a Secretaria de Saúde quere promover ações que visem esta prevenção, a fim de alertar para o problema e minimizar os danos.

O álcool, quando consumido durante a gravidez, atravessa a proteção da placenta, diminuindo a quantidade de oxigênio do embrião e influenciando no desenvolvimento do cérebro da criança. A Síndrome Alcoólica Fetal é caracterizada por graves malformações no organismo do bebê, como microcefalia, retardo cognitivo (mental) e distúrbios de comportamento. Em casos mais leves, podem ser percebidos distúrbios cognitivos menos marcantes.

O município já conta com uma “Semana de Prevenção e Atenção da Síndrome Alcoólica Fetal". Ela é celebrada em novembro e o projeto, que se tornou lei em 2009, foi feito pelo então vereador e atual prefeito, Bernardo Rossi, em parceria com o vereador Marcio Muniz (lei nº 6641/2009).

Para reforçar a ideia, a Secretaria de Saúde vai realizar, no próximo dia 14, o Seminário de Prevenção da SAF, na Casa da Educação Visconde Barão de Mauá. O evento vai contar com palestras e debates sobre a prevenção à Síndrome.

“Podemos dizer que a SAF é uma das principais causas nos problemas em relação ao déficit cognitivo e problemas da criança na escola. São estas causas não-genéticas. Por isso, precisamos combater o consumo de bebidas alcoólicas, sobre tudo por jovens e mulheres. O Brasil se situa como um cenário de efetivo risco, considerando o elevado e banalizado consumo de álcool”, disse a psicóloga e coordenadora de políticas sobre Drogas no município, Leandra Iglesias.

O Seminário de Prevenção da SAF vai contar com palestras e debates sobre as formas de prevenção à doença. Um dos palestrantes vai ser o professor de medicina da UFRJ e diretor geral científico da Associação Brasileira de Álcool e Drogas, José Mauro Braz de Lima. A palestra vai ter como tema “SAF: questão de saúde pública”.

“O palestrante é pioneiro nos estudos da alcoologia e da SAF no Brasil e tem trazido fortes contribuições para os estudos sobre a neuroquímica do cérebro e o uso, abuso e dependência de substâncias psicoativas”, completou Leandra.

Atividade direcionada aos alunos da rede municipal de ensino

Para despertar nos mais jovens o hábito de prestigiar os filmes nacionais, o projeto Cineclube Mauá, da Casa da Educação Visconde de Mauá, vai oferecer até o final do ano sessões de cinema especiais com a exibição de filmes brasileiros. No próximo dia 3 de setembro serão duas sessões: a primeira às 14h com a exibição de “2 filhos de Francisco” e às 19h, com “O ano em que meus pais saíram de férias”. Participam do projeto alunos das escolas da rede municipal de Educação.

Debates são realizados ao longo das exibições e os temas principais dos filmes são comentados pelo professor de história Norton Ribeiro. Vale salientar que o projeto Cineclube cumpre a Lei nº 13.006 de 2014, que torna a exibição de filmes e audiovisuais de produção nacional obrigatória nas escolas de ensino básico.

“A intenção é a de promover o debate sobre os fatos históricos que são retratados nos filmes nacionais, chamando atenção para muitos títulos que tiveram destaque em premiações internacionais, mas, que poucos brasileiros conhecem”, explica o professor Norton Ribeiro.

Participarão das sessões aproximadamente 60 alunos da Escola Paroquial São Pedro de Alcântara – inclusive os da Educação de Jovens e Adultos. As escolas interessadas em participar das sessões do Cineclube podem fazer o agendamento através do telefone (24) 2246-8659.

“Tem sido muito importante trazer ao convívio de nossos alunos outras escolas. E melhor, para que juntos possamos discutir o cinema nacional e apreciar suas produções. Será mais um dia de glória para a Educação municipal”, diz a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

Sobre os filmes:

2 Filhos de Francisco é um filme brasileiro lançado em 2005 baseado na vida da dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano. Francisco Camargo (Ângelo Antônio) é um lavrador de Pirenópolis, no interior de Goiás, que tem um sonho aparentemente impossível: transformar dois de seus nove filhos em uma dupla sertaneja. O longa conta toda a trajetória de Mirosmar (Zezé de Camargo) desde a perda do irmão – com quem formou a primeira dupla – Emival, até a conquista do sucesso, já com o parceiro Luciano.

Já o filme “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias” é um filme de drama brasileiro de 2006, escolhido pelo Ministério da Cultura para representar o Brasil no Oscar de 2008 de Melhor Filme Estrangeiro. O longa foi um dos 9 filmes mais votados pelos membros do Oscar. Em novembro de 2015 o filme entrou na lista dos 100 melhores filmes brasileiros da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). O longa se passa em 1970 e conta a história de Mauro, um garoto de doze anos, que adora futebol e jogo de botão. Um dia, sua vida muda completamente, já que seus pais saem de férias de forma inesperada e sem motivo aparente para ele. Na verdade, os pais de Mauro foram obrigados a fugir por serem militantes da esquerda, os quais eram perseguidos pela ditadura militar, e por essa razão decidiram deixá-lo com o avô paterno. Enquanto aguarda um telefonema dos pais, Mauro precisa lidar com sua nova realidade, que tem momentos de tristeza pela situação em que vive e também de alegria, ao acompanhar o desempenho da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970.

A revisão da Lei Municipal 6.806/10, que institui o Sistema Municipal de Cultura, será tema de audiência pública, nesta segunda-feira (03.09), a partir de 16h, no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni. Pleito antigo da classe artística, na ocasião, será apresentada a minuta do texto da nova lei em substituição a atual, elaborada pela Comissão Especial formada no Conselho Municipal de Cultura, que conta com quatro representantes da sociedade civil e dois do poder público – servidores do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE).

Considerada defasada pelos segmentos culturais, o objetivo é atualizar a lei que trata do Plano Municipal, da Conferência, do Fundo de Cultura, entre outras importantes diretrizes para o setor na cidade. A ação faz parte do plano de governo da atual administração do município. “Vamos apresentar o projeto e abrir para duvidas e sugestões para, posteriormente, ser apresentado no Conselho, para que possa ser encaminhado ao prefeito”, explica Leonardo Cerqueira, presidente do Conselho Municipal de Cultura.

“É fundamental a participação da sociedade civil neste processo de revisão. Esperamos que a população compareça à audiência. É muito importante que o tema seja amplamente discutido”, completa o diretor-presidente do IMCE, Leonardo Randolfo.

Entre os avanços do novo texto está a modernização, com a inclusão de setores que antes não existiam, como as que usam novas tecnologias,  além da inclusão de novas cadeiras no Conselho Municipal de Cultura (CMC).

Petrópolis foi uma das primeiras cidades do Brasil a consolidar o seu Sistema Municipal de Cultura, um desdobramento do Sistema Nacional de Cultura, que é um instrumento de gestão compartilhada de políticas públicas de cultura entre os municípios e a sociedade civil. O objetivo é fortalecer as políticas culturais por meio de institucionalização e ampliação da participação social para promover desenvolvimento – humano, social e econômico – com amplo acesso a bens e serviços culturais.

Faltas serão abonadas com a reposição das aulas

Em mais uma reunião, nesta sexta-feira (31.08), demonstrando, mais uma vez, aos servidores da educação em greve o déficit das contas públicas que impedem recomposição salarial, a Prefeitura reiterou aos representantes da categoria a disposição da gestão em estabelecer estudos e prazos para avançar em benefícios para os servidores deste segmento. Reiterando as propostas feitas no dia anterior, a Prefeitura acordou antecipar os pagamentos de quinquênio para novembro e o enquadramento por tempo de formação para março. Todas as medidas acertadas anteriormente também foram confirmadas. 

As propostas, apresentadas em assembleia às 16h30, na Praça da Liberdade, foram aceitas e os servidores retornam ao trabalho. O pagamento dos dias que seriam descontados está atrelado à reposição das aulas, também acertado entre servidores e poder público. O pagamento da Educação, vai ser enviado à CEF ainda nesta sexta-feira com possibilidade de o pagamento já ser efetuado nas contas na segunda-feira.

Todas as propostas que eram o objetivo desde o início, e que foram, inclusive, apresentadas em audiência de conciliação no Tribunal de Justiça, foram mantidas. Isto demonstra que sempre a Prefeitura acenou com melhorias mesmo diante do impedimento de recomposição salarial frente a dívidas deixadas por gestões passadas, déficit de R$ 766 milhões.

 Além de manter um calendário de reuniões e estudos para levantar, dentro das possibilidades financeiras, pagamentos de benefícios à categoria, o acordo prevê a antecipação do enquadramento por tempo de serviço – quinquênio – que começará a ser feito entre novembro e dezembro deste ano, concessão de licenças prêmios e chamamento de concursados.

A prefeitura mantém os estudos para que as reivindicações da categoria possam ser atendidas com responsabilidade. O governo pretende antecipar o enquadramento por tempo de serviço, que estava previsto para começar no primeiro semestre de 2019 e vai constituir um grupo de estudo para analisar as demais reivindicações da categoria. Sempre com estudo e planejamento porque a prioridade é manter os salários em dia.

As demais iniciativas formalizadas durante uma reunião realizada na quinta-feira (30.08) foram reiteradas aos grevistas: um grupo de estudos será formado, com membros do governo e do sindicato da categoria, iniciando os trabalhos dia 10 de setembro. O objetivo é levantar, dentro da situação financeira da prefeitura, os benefícios que podem ser concedidos, como enquadramento por formação – que deverá começar a ser realizado em março de 2019 - e as necessidades para a implantação do 1/3 de planejamento. Também foi mantida a concessão de licenças-prêmio que o governo já estava realizando e ainda conservados os 25% de regência de classe.

Vale salientar que, das licenças-prêmio em atraso, a Prefeitura está processando 35 remanescentes da gestão anterior e outras 150 do trâmite normal estão sendo concedidas e com a expectativa de que mais 100 sejam aprovadas – em novos pedidos – nos próximos meses.  Também mais 47 concursados (31 para classes de anos iniciais e 16 para demais classes) estarão sendo chamados. Eles se unem a mais 86 já convocados pela atual gestão, encerrando, assim, o concurso de 2015 com todos sendo convocados.

A reserva de 1/3 de tempo de trabalho para planejamento das aulas e a redução para 30 horas semanais de trabalho também serão estudadas pelo governo e representantes dos servidores com a indicação do Tribunal de Justiça que o Ministério Público – que orientou suspensão de decreto e também de projeto de lei – seja consultado.

As dívidas de gestões passadas com tributos trabalhistas dos servidores somaram R$ 119 milhões, número apresentado pela atual gestão publicamente e reiteradas vezes.  São referentes a tributos como INSS, PIS e Pasep descontados dos funcionários e jamais recolhidos. Empréstimos consignados deixaram de ser pagos, havia atraso no 13º salário e férias. Em 20 meses de governo, a administração pagou R$ 68 milhões em dívidas apenas referentes ao funcionalismo e o restante foi parcelado e está sendo quitado mensalmente. Benefícios como férias e licença-prêmio foram concedidas gradualmente desde o início da gestão.

O governo mantém a responsabilidade do pagamento dos servidores em dia e continuará a austeridade nas contas públicas para garantir o funcionamento dos serviços essenciais.

Participaram da reunião ainda a representante do SEPE, Rose da Silveira, e demais diretores do sindicato.

O Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) abre, a partir da próxima segunda-feira (03.08), as inscrições para o edital de seleção pública de projetos culturais para o uso dos espaços do Centro de Cultura Raul de Leoni. Interessados que queiram fazer parte da programação, no período 08 de outubro a 22 de dezembro de 2018, devem apresentar seus projetos até o dia 28 de setembro. Estão disponíveis o Teatro Afonso Arinos, o Cinema Humberto Mauro, além das salas Sylvia Orthof, Guiomar Novaes, Multiúso e Etienne Demont

Os projetos selecionados nos termos do edital terão apoio realizado por meio de contrato de permissão de uso de espaço público, com o objetivo de receber ações que já disponham de recursos, mas carecem de espaços e infraestrutura como as do Centro de Cultura Raul de Leoni. “O espaço é um dos nossos principais equipamentos culturais e é um patrimônio de todos. Nosso objetivo é fazer com que o Centro de Cultura esteja sempre movimentado”, destaca o diretor-presidente do IMCE, Leonardo Randolfo.

A medida faz parte do conjunto de ações culturais do IMCE para enfatizar a democratização, igualdade de oportunidades e, principalmente, o acesso do público a bens, produtos e serviços resultantes da implementação dos projetos realizados. Podem participar as seguintes áreas e segmentos: Artes Cênicas (circo, dança, eventos multidisciplinares, festival, ópera, teatro); Música (série musical erudita, popular, instrumental); Programas Educativos (arte-educação, contação de histórias, oficinas, cursos); e Cinema (exibição de filmes, mostras ou festivais, eventos multidisciplinares).

A inscrição de projetos é gratuita e deve ser realizada diretamente na gerência do Centro de Cultura Raul de Leoni, que fica na Praça Visconde de Mauá, 305, Centro, de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, ou enviadas pelos Correios com data limite de postagem em 20 de setembro. Os projetos serão analisados por uma comissão do IMCE.

Atividade reunirá alunos que participam das oficinas e cursos no contraturno escolar

Desde 2017 a Casa da Educação oferece cursos e oficinas gratuitas para os alunos da rede municipal no contraturno escolar. Atualmente, mais de 800 estudantes participam das aulas de inglês, capoeira, ballet, teatro, violão, violino, viola de arco, canto coral, flauta, judô, desenho e fotografia. E para mostrar aos pais e responsáveis tudo o que foi aprendido durante esse período, será realizado no dia 6 de setembro, das 16h às 20h, o 1º Show de Talentos da Casa da Educação.

Entre as atrações, apresentações especiais do Coral dos Anjos, Coral das Princesas de Petrópolis, Orquestra da Casa da Educação, Banda da Casa da Educação e demonstração especial de Capoeira, da Companhia Musical Mestro Guerra Peixe, teatro, ballet, varal de desenhos e fotografias, Live paint, microfone livre, premiação dos guardiões da leitura, barraquinhas e brincadeiras.

“A Casa da Educação é um polo de ensino importante da rede municipal, onde os estudantes têm o contato direto com aulas diferenciadas, em um ambiente acolhedor e rico culturalmente. É importante que os pais e responsáveis por alunos da rede prestem atenção dos comunicados da Casa porque sempre há vagas para cursos e oficinas novos”, disse a secretária de Educação, Samea Ázara.

Segundo a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul o show de talentos será um momento de integração. “Quando os nossos alunos das quase 90 turmas terão a oportunidade de se estar num mesmo ambiente e comemorar o aprendizado. Com certeza, será emocionante”, disse.

Pintura ao vivo

Entre os destaques da programação está uma sessão de ”Live Paint”, pintura ao vivo, que será realizada pelo professor de desenho da Casa e especialista na arte do grafite, Rodrigo Santana CB junto com os alunos. Live Paint é uma pintura feita no momento, com o objetivo de apresentar ao público obras diferenciadas, suas formas de criação e técnicas.

“Usaremos as técnicas do grafite, spray e marcador permanente. A obra ficará na Casa. Os alunos poderão conferir de perto os detalhes dessa arte”, explica o professor.

Projeto Guardiões da Leitura

Outro destaque do Show de Talentos será a premiação dos alunos que mais pegaram livros emprestados na Biblioteca Mauá. Oito estudantes receberão um kit especial. “A intenção é a de parabenizar esses alunos e estimular os outros a usar cada vez o espaço que têm mais de 4 mil livros, de todos os tipos, justamente para chamar a atenção para a Biblioteca que é de todos”, explicou Catarina Maul.

O projeto “Guardiões da Literatura” consiste em estimular cada aluno inscrito no empréstimo de livros da Biblioteca Mauá a ler pelo menos 20 livros ao longo do ano. Os alunos que alcançam a marca de dez livros lidos são premiados com um botton: Guardiões da Leitura.

Vale salientar que os que aceitam participar do projeto deixam a sua marca registrada em um caderno especial – dos guardiões – escrevendo uma resenha sobre cada título lido.

A Casa da Educação Visconde de Mauá fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 03.

Apesar de aumento na arrecadação, município manterá austeridade em 2019

Projeto prevê corte de R$ 4,1 milhões em repasses ao legislativo

A estimativa de aumento de quase R$ 100 milhões na arrecadação do município em 2019, não garantirá mais tranquilidade na administração das contas da prefeitura. Para manter o equilíbrio financeiro no ano que vem, será necessário manter a política de austeridade, com controle rigoroso dos gastos públicos. É o que prevê o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA-2019), entregue à Câmara de Vereadores nesta sexta-feira (31.08).

O projeto da LOA apresentado ao legislativo contabiliza ainda uma redução de R$ 4,1 milhões no orçamento a ser repassado à Câmara de Vereadores. A redução leva em conta o novo índice populacional divulgado pelo IBGE que aponta que hoje o município tem 305 mil habitantes -  o que altera o percentual do orçamento destinado ao legislativo, que passa de 6% para 5% da receita corrente líquida do município, conforme prevê a Constituição Federal.

É fundamental manter a austeridade na gestão das contas em 2019, para o equilíbrio das contas. Com muito esforço, o município conseguiu pagar R$ 81 milhões em dívidas, de um total de R$ 766 milhões que deixaram de ser pagos por gestões passadas, mas ainda tem um passivo de R$ 685 milhões a ser administrado, por isso será preciso continuar enxugando os gastos.

A LOA aponta a receita e fixa despesas do município, estabelecendo que valores serão aplicados em cada uma das áreas do município no ano seguinte. A expectativa dearrecadação é de R$ 1,1 bilhão – 16,7% maior do que o deste ano. Dos R$ 100 milhões a mais de arrecadação previstos para 2019, a prefeitura vai aplicar R$ 68,3 milhões na Saúde e Educação, itens fundamentais para a população.

A pasta de Saúde, que este ano recebeu R$ 329 milhões, em 2019 contará com R$ 45 milhões a mais, alcançando R$ 374 milhões. O montante representa mais de 30% do orçamento e é mais do que o dobro do mínimo constitucional, estabelecido em 15%.  A Educação também receberá um reforço de R$ 23,3 milhões, passando de R$ 250, 7 milhões este ano, para R$ 274 milhões em 2019, além de recursos vinculados destinados a projetos de infraestrutura.

A Lei Orçamentária para 2019 prevê ainda o repasse de R$ 130 milhões ao Instituto de Previdência do Servidores (INPAS), sendo R$ 40 milhões em aportes de recursos do município. O pagamento de precatórios também causará impacto nas contas do município. Somente em precatórios judiciais serão R$ 45 milhões – o triplo do montante praticado em 2016.

“A dívida fiscal e o déficit nas contas do INPAS, por exemplo, são questões que impactam muito o orçamento. As dívidas comprometem os investimentos. São recursos que poderiam ser usados para ampliar serviços em áreas importantes, como infraestrutura, pavimentação de ruas, por exemplo, e que hoje têm de ser empregados para quitar contas que deixaram de ser pagas em governos passados”, avalia o coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica, Roberto Rizzo.

Na Câmara, o projeto será discutido pelos vereadores e levado à votação, que deve estar concluída antes do fim do ano legislativo.

Notícias por data

« Agosto 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP