Encontro contou com a presença do promotor de Justiça da Infância e Juventude

Uma reunião marcou, nesta segunda-feira (06.08), na Faculdade Arthur Sá Earp (FMP/Fase), a apresentação do projeto de melhorias e ampliação do Hospital Alcides Carneiro (HAC). O encontro contou com a participação do promotor de Justiça da 2ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude da Comarca de Petrópolis, Odilon Lisboa Medeiros, e diretores da Fase, que vai investir R$ 12 milhões nas reformas.

A prefeitura está mostrando aos entes públicos e à população o que quer fazer para melhorar o atendimento no Hospital Alcides Carneiro. A Faculdade é uma grande parceira da prefeitura e o município está muito feliz em poder fechar este convênio que vai permitir uma intervenção que vai beneficiar imensamente a população.

A previsão é que as obras sejam iniciadas em 60 dias. Estão previstas reformas das enfermarias, ampliação de leitos na urgência e na Unidade Pós Cirúrgica (UPC), além de um novo Hemocentro e uma Casa de Partos, que estão no plano operativo. O plano vem sendo discutido desde o ano passado no Conselho de Saúde e no conselho do Sehac (Serviço Social Autônomo Hospital Alcides Carneiro), que administra o hospital.

Muito importante que o Ministério Público está, assim como a prefeitura, buscando defender o Sistema Único de Saúde. Tanto o MP quanto a Faculdade têm sido grandes parceiros neste sentido, para fazer um Sistema que atenda a todos, buscando sempre melhorá-lo.

O projeto, que tem o valor exato de R$ 11.214.412,16, inclui aquisição de gerador; ampliação da central de esterilização de materiais, Casa de Partos, reforma das enfermarias de clínica cirúrgica feminina e clínicas médicas feminina e masculina, reforma dos corredores, reforma da enfermaria de ginecologia, obra para ampliação de três leitos da UPC e obras de ampliação de três leitos na urgência. Ele ainda permitiráa adaptação para criação de um novo hemocentro, conclusão da obra do telhado da UTI neonatal, instalação de elevador, reforma de telhados da farmácia e arquivo geral, reforma na cozinha, novo circuito de ar e máquina com filtros no centro cirúrgico,Sistema de Gestão Hospitalar e Sistema de Gestão de documentos.

“A parceria da FASE com a prefeitura é antiga, desde a década de 70, e sempre nos motivamos pelo objetivo de fortalecer a instituição, vendo as necessidades do hospital.Desejamos realizar as intervenções sempre com a ideia de gerar o menor transtorno possível à rotina da unidade. Temos trabalhado para que as obras se iniciem em no máximo 60 dias”, pontuou o diretor da FASE, Afonso Chaves.

A quadra esportiva da Posse está passando por uma reforma que vai transformar o local. O equipamento esportivo vai ganhar grama sintética e cobertura. A obra está em fase inicial e mobiliza até seis funcionários, entre os trabalhadores no próprio espaço e os que preparam os materiais utilizados.

A quadra fica ao lado do Centro de Esportes Unificado (CEU) da Posse. Todo alambrado foi retirado e, no lugar, foi instalado um tapume de proteção. A primeira fase da obra é a fundação para levar as colunas de sustentação do telhado. Em seguida, será feito o piso cimentado. As telhas de alumínio serão instaladas antes da colocação do gramado sintético. A última parte prevê itens como iluminação, dois degraus de arquibancada e urbanismo no local.

A cidade tem quase 50 quadras de esportivas em comunidades. A quadra da Posse está passando por reforma graças a um convênio com o Ministério do Esporte, assim como vai acontecer com várias outras. Isso é fundamental para proporcionar para os moradores locais ainda melhores para a prática esportiva e atividades de lazer.

A previsão é que a reforma seja concluída ainda em 2018, o que já deixa os usuários da quadra na expectativa de poder usar um espaço ainda melhor para jogos e campeonatos. É o caso do estudante Igor Solano, de 20 anos, que frequenta a quadra desde criança.

“Acho que é a melhor coisa que poderia acontecer. A quadra era uma poeirada e as vezes não dava para fazer nada. Vai melhorar bastante e, com a cobertura, será melhor ainda. Todo mundo que joga aqui gostou quando ficaram sabendo da reforma”, conta.

A cidade ainda terá reforma nas quadras de Cascatinha, Taquara, Bairro da Glória, Madame Machado, Amazonas, Carangola, Comunidade Oswaldo Cruz, Vila Rica, Comunidade Alemão e Vila São José. Elas vão passar por processo de sondagem para conhecer as características dos terrenos onde acontecerão as reformas.

Segunda, 06 Agosto 2018 20:44

Bunka-Sai terá mais um fim de semana

Festa da cultura japonesa continua de 10 a 12 de agosto com comidas típicas e programação cultural

Os apaixonados pela cultura japonesa terão mais uma oportunidade de embarcar nas tradições milenares da Terra do Sol Nascente. A Associação Nikkei de Petrópolis decidiu estender a programação do Bunka-Sai, que continua no próximo fim de semana, entre os dias 10 e 12 de agosto. Por mais três dias, o público vai poder continuar contando com as barracas de comida típica e atrações culturais. A festa, que começou na quarta-feira (1º.08) e seria encerrada neste domingo (05.08), mostrou um pouco da arte de trabalhos manuais e minuciosos dos japoneses, a influência na cultura pop, as artes marciais e as delícias da comida oriental.

Em mais uma edição de sucesso do evento, moradores e visitantes mergulharam nas tradições da cultura do país que teve sua primeira delegação diplomática em Petrópolis em 1897.Este ano, as comemorações marcam também os 110 anos da imigração japonesa no Brasil. O evento mostrou o sucesso da programação cultural da cidade. Petrópolis recebeu aqui pessoas até de fora da cidade que vieram especialmente para a festa. A cidade está muito feliz de homenagear essa cultura e, ao mesmo tempo, movimentar o município.

A extensão da festa foi um pedido da Associação Nikkei de Petrópolis, em função da Semana da Cultura do Japão – de 07 a 11 de agosto na Casa Cláudio de Souza - e será organizada com o apoio da prefeitura, apesar de não ser custeada pelo município. A prefeitura vai ceder o espaço do Palácio de Cristal para que a festa continue. “A comunidade japonesa pediu e nós vamos fazer essa parceria. Será um evento sem gasto para o município. Desde o ano passado, temos procurado fazer parcerias para aumentar os eventos e movimentar ainda mais o município. E estamos trazendo mais uma festa de qualidade, exaltando essa cultura tão importante”, frisa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Além de petropolitanos, a festa também atraiu muitos turistas, principalmente no fim de semana. A representante comercial Maria Isabel Lourenço e o comerciante Dirceu Ribas, moradores do Rio, aproveitaram a folga de domingo para passear em Petrópolis. “Nós gostamos muito daqui e sempre subimos para as festas. Gostamos muito dos eventos culturais do município. E adoramos essa festa do Japão”, disse Maria Isabel. “Pelo menos uma vez por mês a gente vêm a Petrópolis”, completou Dirceu.

Desde quarta-feira, Petrópolis contou com um pedacinho do Japão dentro do Palácio de Cristal. Foram mais de 40 atrações, envolvendo esportes, apresentações musicais, concursos, danças folclóricas, oficinas, exposições, palestras, entre outros. Além das 10 barracas de alimentação, produtos alimentícios japoneses pra levar pra casa, artesanato e souvenir. Mas a comida típica esteve entre os destaques da festa. “Gosto muito da cultura japonesa, já cheguei até a fazer aula de taiko, mas a comida é o que me atrai mais”, disse o diretor de empresa João Junior. “Éramos do Rio e agora estamos morando em Petrópolis, mas já conhecíamos a festa antes de vir pra cá. A gente gostou e voltou”, completou a mulher dele, a nutricionista Daniele Salzmann.

No fim de semana o Palácio de Cristal esteve lotado por conta da festa. Entre os destaques estavam as demonstrações de artes marciais, no sábado, inclusive, com a presença primeira técnica mulher à frente da seleção masculina de judô, a japonesa Yoko Fujii. “É a segunda vez que venho e gosto muito. É muito importante essa troca de cultura para que as pessoas conheçam e respeitem culturas de outros países. E poder mostrar um pouco do judô é muito legal porque muitas pessoas gostam, mas não têm a chance de experimentar, e aqui a gente mostrou que não precisa ter força para praticar”, disse. O evento também contou com a participação do judoca petropolitanos Matheus Domingos Moreira.

Mas as apresentações no palco também chamaram a atenção do público, como os grupos Rio Nikkei Taiko e KaminariTaiko, que impressionaram a plateia com seus tambores. Os concursos de Cosplay e de fotografia de cerejeiras, além do “Kimono Show”, mostrando um pouco das tradições japonesas no vestuário, também estiveram entre os destaques.  As oficinas, como de mangá, origami e ikebana, ainda ajudaram o público a interagir com a cultura japonesa.

“Vivemos, em cinco dias de festa, um pouco das tradições milenares do Japão. É muito importante que as pessoas conheçam a cultura de outros povos, valorizem e respeitem. Temos em Petrópolis influências de diversos países diferentes e ter um pouquinho dessa cultura tão rica, tão bonita, como a do Japão, é um privilégio”, destaca o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo.

15 postos participam da campanha que espera imunizar 14 mil crianças

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite teve início nesta segunda-feira (06.08) e vai até o próximo dia 31. Em Petrópolis, a Secretaria de Saúde espera imunizar 14 mil crianças entre um ano e menores de cinco, que são o público alvo da estratégia da Campanha. Quinze salas de vacinação participam da campanha, que vai ter o Dia D de imunização no dia 18, com mais 14 postos disponibilizando a vacina.

Todas as crianças desta faixa etária devem ser vacinadas, mesmo as que já tenham sido imunizadas anteriormente. A maior prevenção é a vacina. Os pais devem se conscientizar que precisam levar os filhos para tomar a vacina e ficar imune. É importante também manter o Calendário Nacional de Vacinação atualizado.

A exemplo do Brasil, Petrópolis também tem registrado baixa procura pela atualização do Calendário Nacional de Vacinação, que reúne informações sobre as vacinas ofertas pelo SUS. É o caso da poliomielite, por exemplo, que fechou o ano passado com 71% do público vacinados. 

As vacinas são seguras e estimulam o sistema imunológico a proteger a pessoa contra doenças transmissíveis, porém para algumas delas a cobertura vacinal é baixa. Na rotina de imunização contra a poliomielite, a vacina deve ser administrada com as três primeiras doses aos dois, quatro e seis meses de idade, com reforços aos quinze meses e quatro anos.

O Brasil não registra casos de poliomielite desde 1990. Em 1994, o país recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) o Certificado da Erradicação da Transmissão Autóctone do Poliovírus Selvagem. No entanto, apesar da erradicação ter sido feita há 28 anos, o Brasil mantém a vacina no calendário nacional.

Outra doença alvo da campanha em todo o país é o sarampo. Há 26 anos Petrópolis não registra casos da doença. Apesar disso, o município conta com unidades básicas de Saúde, de urgência e emergência e hospitais em contato constante realizando monitoramento para rápida atuação em caso de suspeita da doença.

“Pela imunização de rotina, a vacina triviral, que previne contra sarampo, caxumba e rubéola, deve ter primeira dose aplicada quando completado um ano de vida, com reforço com um ano e três meses. Quem não está no público alvo da campanha e já tem doses de acordo com o calendário de vacinas não precisa ser vacinado novamente”, explica a diretora de Vigilância em Saúde, Elisabeth Wildberger. A aplicação da triviral fechou o ano passado com 73% de cobertura.

O administrador Dante Holzer, de 43 anos, levou o filho Natan, de quatro, para vacinar na manhã desta segunda-feira (06.08). Nem o frio e a chuva foram capazes de evitar que Dante aproveitasse o primeiro dia de campanha para imunizar o filho.

“Acho importante, pois, mesmo se tratando de doenças consideradas erradicadas, devemos prevenir para que elas não retornem. Sabemos que o Brasil recebe muitas pessoas de fora, mas não sabemos que tipos de políticas em Saúde os demais países fazem. Então, já aproveitei este primeiro momento para vir aqui e vaciná-lo”, contou o administrador.

Confira a lista com as salas de vacinação:

PSF Alto da Serra

PSF Posse

PSF São Sebastião

UBS Alto Independência

UBS Morin

UBS Mosela

UBS Itaipava

UBS Pedro do Rio

UBS Quitandinha

UBS Retiro

Centro de Saúde Coletiva

Centro de Saúde no Itamarati

Ambulatório Escola

Epidemiologia (ao lado do Hospital Municipal Doutor Nelson de Sá Earp)

Hospital Alcides Carneiro (HAC)

"Parabéns para organização pelo cuidado com todos os detalhes da prova, desde a sinalização do percurso, até os pontos de apoio de hidratação para os participantes. Sem falar que o caminho definido foi muito bonito. Uma excelente iniciativa da Prefeitura", destacou a vencedora da categoria feminina, da distância de 25Km, Camila Andrade de Assumpção, que é natural de São José do Vale do Rio Preto-RJ e veio para cidade especialmente para a prova.

A Copa Imperial de Mountain Bike, aconteceu na manhã deste domingo (05.08), e lotou a Praça de Secretário com os parente e amigos dos 300 atletas inscritos, sendo 100 para a prova de distância de 25Km e 200 para distância de 50Km. A competição faz parte do programa Agita Petrópolis, realizado pela Prefeitura de Petrópolis junto com a Coordenadoria de Esportes. Também estiveram presentes como apoio, equipes da Defesa Civil, Guarda Municipal E CPTrans.

Os percursos da Copa passaram por trilhas em Secretário, Madrugada, Gambá, Sardual, Amil, Anápolis, Fagundes e os participantes contaram com dois pontos de apoio de hidratação, onde foram distribuídas bebidas tônicas, água, além de frutas. Todos os participantes receberam medalha de participação.

É muito bacana o clima da Copa Imperial de MTB, com atletas e família. Foram 300 inscrições gratuitas e todo esse empenho para incentivar a modalidade em nossa cidade, que possui grandes nomes como Henrique Avancini. A prefeitura oferece diversos eventos esportivos como Agita Petrópolis, o Festival das Comunidades e os jogos estudantis, com um único objetivo: que todos pratiquem alguma atividade física.

O objetivo do evento é fomentar a pratica de MTB no município, como mais uma atividade esportiva acessível para as pessoas. Porém, a Copa Imperial recebeu não só atletas amadores, mas também profissionais. O grande destaque da competição foi o ciclista profissional, Wolfgang Soares Olsen de 25 anos, que foi o campeão da distância de 50km. O atleta completou o percurso em 01:42:33, e ele se prepara para na semana que vem participar do Campeonato Brasileiro de MTB.

"Eu treino em média 5 vezes por semana e pedalo um total de 350Km. Eu descobri o esporte aos 14 anos em uma competição, por isso acho essa iniciativa da Prefeitura excelente, de trazer os atletas e as pessoas para conhecerem mais a modalidade! Petrópolis é um celeiro de talentos. O percurso foi bem surpreendente para mim e serviu como preparação para semana que vem. Que esses eventos esportivos possam descobrir mais talentos para o MTB", pontuou Wolfgang.

Segundo Wolfgang, para praticar o MTB é preciso ter um material de qualidade e seguro. As sapatilhas são especiais com "taco", uma espécie de trava que fixa os pés nos pedais, capacete, luva, betelle - um short que possui um suspensório que possibilita maior mobilidade, além da bike que é de fibra de carbono, mais leve, resistente com absorção de impactos e que custa em média R$ 20 mil. 

O evento contou com a participação da atual campeã PanaAmericana e Brasileira de MTB, Giuliana Salvini Morgen, de apenas 15 anos, e com o anfitrião que já participou de mais de 40 competições, Tadeu Abdu de 61 anos. "Pedalo há mais de 10 anos por incentivo do meu filho. Hoje participei da distância de 50 Km. Andar de bike é um hobby muito bom", contou.

Colocação dos atletas gerais de distância de 25km

1ª - Mauro Pereira  - 00:55:01

2ª - Rodrigo Cordeiro Ioras - 00:56:34

3ª - Bruno Araujo da Costa - 00:57:05

4ª - Luciano Nascimento - 00:58:13

5ª - Uilian Gonçalves Mendes - 01:00:04

Colocação dos atletas gerais de distância de 50km

1ª - Wolfgang Soares Olsen - 01:42:33

2ª - José Vitor de Souza - 01:46:58

3ª - João Eduardo Cerqueira - 01:50:37

4ª - Mauro Lara - 01:50:37

5ª - Albert Morgen Junior - 01:57:47

 

Confira todas as classificações no site da Prefeitura.

Trabalho são realizados por até 20 funcionários para concluir as 144 unidades

Os trabalhos para finalizar as obras no conjunto habitacional da Posse estão ocorrendo em até três turnos. São mobilizados até 20 funcionários, contando as intervenções realizadas nas unidades de responsabilidade do Estado e do município – 144 moradias no total. O esforço é para concluir os apartamentos que ainda não haviam sido entregues e para reformar aqueles que apresentaram infiltrações e vazamentos após a entradas dos moradores, em 2016. A prefeitura esteve no local com o subsecretário de Estado de Habitação, Carlos Ramos, para vistoriar as intervenções nesta segunda-feira (06.08).

As unidades que são responsabilidade do governo do Estado (72 moradias) já estão passando por acabamentos internos, finalizando pintura e realizando testes de hidráulica e elétrica. Também será feito plantio de grama e calçamento. A empresa responsável mantém 12 homens trabalhando no local.

Já na parte da prefeitura (72), um bloco já teve concluída pintura, parte hidráulica, ligação de esgoto e instalação de louças. Em outro, está sendo feita aplicação de gesso e finalizadas as instalações elétricas e de cerâmicas. Para isso, oito funcionários atuam no local.

“As obras estão andando bem rápido, os funcionários são bons e estão fazendo um trabalho maravilhoso. Já vi funcionários de noite e isso é muito bom para gente”, disse a confeiteira SaraiaGomens, que mora no conjunto habitacional.

O operador de produção Ioderlan dos Santos Silva é um dos que esperam a finalização das obras para receber as chaves. Ele também percebeu o bom andamento dos trabalhos.

“Deu uma acelerada e tem evoluído bastante. É um alívio para quem espera com toda dificuldade para receber os apartamentos. O importante é que essa vai ser minha e vai ficar do meu jeito quando eu vier morar aqui”, afirmou.

O que a prefeitura mais quer é que as obras sejam encerradas o mais breve possível para que essas famílias possam morar na Posse. É uma obra extremamente importante e que vai representar o fim de uma espera de muito tempo para os futuros moradores.

“Da parte do Estado, está faltando pequenos acabamentos e fazer o plantio da grama. É uma obra que teve uma grande evolução desde o início do ano, quando o serviço teve início, e que está cada vez mais perto da hora de entregar as chaves”, falou Carlos Ramos.

Segunda, 06 Agosto 2018 20:39

Nota de cancelamento

A ação do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CRAM), que é subordinado ao Gabinete da Cidadania, marcada para esta terça-feira (07.08) foi cancelada devido ao tempo ruim e previsão de mais chuvas para amanhã.

O Cram realiza orientação jurídica, acompanhamento social e psicológico e trabalha em parceria com as delegacias de Petrópolis para atender à mulher em situação de violência – seja ela moral, verbal, patrimonial, física ou sexual.

Para denunciar ou solicitar informações, pode ligar para o telefone 2243-6152 ou comparecer à sede do Cram, na Rua Santos Dumont, número 100, no Centro. O funcionamento é de segunda a sexta, de 8h às 17h. Em casos de emergência, a mulher pode ligar em qualquer horário para o número (24) 98839-7387, disponibilizado pelo órgão. Caso se sinta violentada de alguma forma, a mulher pode contatar a Polícia Militar pelos números 2291-5071, 2242-8005 ou 180, além de poder contatar via WhatsApp a emergência da Polícia Militar, pelo número (24) 99222-1489.

Uma reunião do corpo técnico da Secretária de Defesa Civil e Ações Voluntárias, com representantes da Secretaria de Obras e Meio Ambiente, definiu a abertura de novas vagas para estagiários nesse semestre, para o programa SOS Chuvas, em parceria com as Universidades Católica de Petrópolis e Estácio de Sá. O encontro aconteceu nesta segunda-feira (06.08) na sede da Secretária de Defesa Civil e Ações Voluntárias.

O número de vagas será definido pelas coordenações das instituições de ensino, que encaminharão para a secretaria os estudantes que se candidatarem. As oportunidades são para alunos de Arquitetura e Engenharia, que serão divididos igualmente entre cada órgão municipal.

“É importante trazer os estagiários para as ações. Precisamos aumentar o nosso nicho no trabalho de prevenção. O foco é a não expansão das áreas de risco no município. O programa SOS Chuvas trabalha justamente com a fiscalização, mobilização e conscientização comunitária”, pontuou o Secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz articulador do projeto.

O programa SOS Chuvas foi desenvolvido em 2017 com o objetivo do trabalho em conjunto das secretarias, impeçam o avanço das ocupações e construções irregulares na cidade, e reduzam os danos humanos, materiais e ambientais, além dos prejuízos socioeconômicos causados pelas chuvas de verão.

As ações do programa são direcionadas para os trabalhos de articulação e mobilização comunitária, com distribuição de panfletos informativos; fiscalização e controle da ocupação desordenada e fiscalização de proteção ambiental. Cada Secretaria vai utilizar os universitários dentro da sua atribuição.

“A ideia do SOS Chuvas é que ele contribua para a criação de uma cultura preventiva e de resiliência no município. Os estagiários vão a campo com as ações, sempre com o acompanhamento de um técnico, para orientar os moradores sobre construções seguras, acondicionamento correto do lixo e colhendo informações da comunidade, para auxiliar o poder público nas fiscalizações”, disse o secretário.

A Prefeitura de Petrópolis, através da Coordenadoria de Juventude, realiza entre os dias 10 a 17 de agosto a Semana Municipal da Juventude. O evento, tem foco nos jovens entre 15 e 29 anos de idade, e possui programação diversificada e repleta de atrativos esportivos, culturais e educacionais em vários locais da cidade para englobar a todos os jovens petropolitanos. A abertura acontecerá nesta sexta-feira (10.08) às 18h, na Praça da Inconfidência.

Por meio da temática “Pensando o presente, formando o futuro”, a Semana Municipal da Juventude contará com rodas de conversa para conscientizar os jovens sobre o uso abusivo de álcool e drogas, e sobre sintomas da depressão na juventude. A programação também trará debates sobre diversidades culturais e a conquista do espaço do jovem na sociedade.

O coordenador de juventude, Wesley Barreto, comenta sobre a construção da semana da juventude e a programação: “A semana da juventude acontece pela lei municipal 7.279 de janeiro de 2015. Que garante a juventude uma semana com atividades educacionais e culturais. A semana foi construída junto aos diversos movimentos de juventude da cidade: ONGs, movimentos estudantis, juventude religiosa e partidária, e a sociedade civil. Para que fosse uma semana democrática, feita pelos jovens e para a juventude da cidade. Durante toda a programação realizaremos diversas atividades em toda a cidade.  Tenho certeza que a semana será um sucesso”.

Este ano, a semana também terá um caráter solidário. A Coordenadoria de Juventude estará arrecadando alimentos com a finalidade de doar para instituições filantrópicas. O ponto de coleta estará no Gabinete da Cidadania, localizado na Avenida Koeler, 260 – Centro, de 9h às 18h, durante toda a semana da juventude.

Confira a programação:

10.08

18h – Abertura da Semana Municipal da Juventude

Local: Praça da Inconfidência

11.08

09h – Torneio de Futebol no bairro 24 de Maio

Local: Quadra da Escola Municipal Clemente Fernandes

13h – Torneio de Vôlei

Local: Quadra da COMAC

13.08

Roda de Conversa sobre os temas “Prevenção do uso abusivo de álcool e drogas” e “Depressão e suicídio na juventude” e Apresentação e cadastramento do Programa ID jovem

Local: 9h CENIP – 14H Cecília Meireles (Corrêas) – 18h Liceu (Centro)

14.08

14h – Debate sobre educação e cidadania

Local: Teatro Afonso Arinos – Centro de Cultura Raul de Leoni

15.08

14h Roda de Conversa sobre diversidade

Local: Casa da Cidadania – R. Visconde de Souza Franco, 474 – Centro

16.08

08h Plantio de mudas de Ipê e sementes para valorização do solo agredido

Local: Cascatinha

11h Doação de Sangue e Arrecadação de alimentos

Local: Hospital Santa Teresa – Rua Paulino Afonso 477, Centro

17.08

10h – Torneio de futebol e tarde cultural com música e dança

Local: Colégio Gabriela Ministral – Posse

Segunda, 06 Agosto 2018 20:33

Concursos movimentaram o Bunka-Sai

Festa escolheu a melhor fotografia de cerejeira e o melhor cosplay desta edição

A programação do Bunka-Sai deste ano contou com atrações que fizeram o público não só conhecer, mas também interagir com a cultura japonesa. Entre os destaques estavam os concursos que elegeram a melhor fotografia de cerejeira e o melhor cosplay da noite, além das oficinas de origami, ikebana, pipas e mangá.  Em cinco dias de festa – de quarta-feira (1º.08) a domingo (05.08), o Palácio de Cristal recebeu atrações que ajudaram o público a entender mais sobre os costumes e as tradições – muitas milenares – dos orientais. 

No domingo, as cerejeiras foram as estrelas da noite com o 1º Concurso Municipal Amador de Fotografias de Cerejeiras, premiando duas categorias: infantil e adulto. As sakuras, como são chamadas pelos japoneses, são um símbolo do Japão. No país, aliás, eles têm um festival chamado “Hanami”, onde os japoneses apreciam as belezas das cerejeiras. Por aqui, elas também estão espalhadas pelos quatro cantos da cidade. Na categoria adulto, a vencedora, Sonia Monteiro, fez a foto da janela de casa, em Corrêas.

“Sempre fico de olho pela janela para ver quando elas vão florescer. Tinha feito essa foto no ano passado e resolvi me inscrever. Amo a cultura japonesa, já até estudei japonês e já conheci o Japão”, disse ela, que ganhou como prêmio um rodízio de comida japonesa com acompanhante no restaurante Sakura.

Já na categoria infantil a vencedora foi a estudante Eduarda Haddock, de 13 anos. “Fiz a foto no condomínio onde moro, no Samambaia. Sempre gostei muito de tirar foto e fui incentivada pela minha mãe e por uma amiga a participar do concurso”, explicou Eduarda, vencedora de uma bolsa de seis meses de curso prático de desenho de mangá.

No sábado, entre os destaques das atrações também esteve um concurso de cosplay que reuniu diversos personagens do mesmo palco. A vencedora foi Isis Platz, vestida de Fionna, do anime Hora de Aventura. “Sou apaixonada pela cultura japonesa e sempre venho em todas as festas do Bunka-Sai, sempre com uma personagem diferente. Acho os japoneses um povo muito educado, organizado, gosto tudo da cultura deles”, frisa.

Já as oficinas também estiveram lotadas durante toda a programação da festa. O estudante Victor Stumpf, por exemplo, participou da oficina de mangá e disse ter adorado. “Eu já costumo desenhar, amo mangá e resolvi participar pra me divertir. Amo a cultura japonesa, gosto de tudo deles”, disse. “Na oficina a gente ensina a forma básica para desenhar um personagem. Depois a pessoa pode continuar praticando em casa”, explicou o professor de mangá Felipe Fernandes.

O Detra – Departamento de Trabalho e Renda da Secretaria de Desenvolvimento Econômico mantém, em parceria com a Fundação Leão XIII, o serviço de isenção na emissão de segunda via de documentos para as pessoas que recebem até dois salários mínimos. Os interessados devem buscar atendimento no Centro Administrativo Frei Antônio Moser.

Vinculada à SEASDH – Secretaria de Estado de Ação Social e Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro – a Fundação Leão XIII atua estrategicamente no enfrentamento da pobreza e risco social, coordenando e executando programas e projetos sociais, em consonância com a Política de Assistência Social.

Segundo a Fundação Leão Leão XIII, foram realizados 114 atendimentos em janeiro, 102, em fevereiro, 60 em março e 50 em abril, além de 80 em maio, 35 em junho e 85 em julho.

“O processo de requerimento de documentos é simples e os servidores que atuam no Detra estão à disposição para retirar dúvidas e auxiliar no preenchimento das informações. Essa é uma parceria importante porque sabemos que muitas pessoas não têm condições de pagar pela requisição de segunda vias de alguns documentos”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Para pedido de isenção da segunda via da carteira de identidade é necessário levar a certidão original de casamento ou nascimento. Para a isenção da segunda via de certidão de nascimento, casamento ou óbito pede-se xerox ou documento com dados da certidão.

Já para a habilitação para casamento civil os interessados devem levar as certidões de nascimento ou de casamento. Caso sejam divorciados, é necessário a atualização dos documentos referente aos últimos seis meses antes do casamento; Identidade; CPF e comprovante de residência.

Para a segunda via de certificado militar pede-se identidade e para pedidos de isenção de multas para os que não votaram na eleição também é necessária a apresentação da Identidade.

“Os interessados devem procurar o DETRA. O Detra funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h no Centro Administrativo que fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846”, afirmou o diretor do departamento de Trabalho e Renda, Gil Magno.

O Departamento de Trabalho e Renda fica no Centro Administrativo Frei Antônio Moser (Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846).

5ª etapa aconteceu, neste sábado (04.08), em 11 postos

A Campanha de Vacinação Contra a Raiva Animal imunizou 5,7 mil cães e gatos do primeiro e segundo distritos. A quinta etapa da Campanha aconteceu neste sábado (04.08), com 11 postos de vacinação (fixos e volantes) espalhados pelo Castelo São Manoel, Nogueira, Águas Lindas, Calembe, Corrêas, Bonfim, Bairro da Glória, Estrada Mineira (Corrêas), Samambaia, Loteamento Samambaia, Itamarati, Alcobacinha, Bela Vista, Bairro Esperança, Provisória e Floresta.

É preciso manter a doença afastada do município e, para isso, é preciso conscientizar a população que imunize os seus animais de estimação. São mais de 30 anos sem registro da doença em animais e a cidade nunca teve casos em humanos. Vale salientar que quem não conseguiu acompanhar a etapa perto da sua casa, pode procurar os postos nas próximas fases para que os animais recebam as doses. Se a campanha ainda não chegou ao seu bairro, pode aguardar, pois ainda terá duas etapas e todas as regiões serão atendidas.

A campanha, que teve início em abril, chega ao fim em novembro. Em Petrópolis, não há casos registrados de raiva em animais domésticos há mais de 30 anos.  Foram aplicadas 5.722 doses da vacina. A raiva é uma doença grave de origem viral transmitida, em geral, por mordidas de animais infectados, arranhões ou mesmo lambidas. A meta é imunizar, pelo menos, 28,6 mil animais em todo o município.

O cronograma segue a programação iniciada no ano passado, ou seja, os animais estão sendo imunizados na mesma época obedecendo ao intervalo de aplicação das doses que é de um ano.  A Coordenação de Vigilância Ambiental também promoveu capacitação às equipes fornecendo as orientações a serem adotadas durante a campanha, como, por exemplo, não vacinar animais doentes ou debilitados. A vacinação é aplicada em animais a partir dos 3 meses de vida e em plenas condições de saúde.

"Só não fazemos a imunização caso eles estejam debilitados ou doentes como, por exemplo, com diarreia ou vômitos. A vacina não apresenta contraindicação", explica a coordenadora da Vigilância Ambiental, Maria Beatriz Fagundes Pellegrini.

Quem aproveitou a campanha para imunizar seus cachorros foi o casal Christina Noren e Michael Flynn, que tem casa de veraneio em condomínio na comunidade do Calembe. Eles levaram os cães Cameleta e Nine, de três anos, para tomar a vacina.

"Nós vimos vários vizinhos com os cães na rua e me contaram sobre a vacinação. Perguntei onde era o posto e consegui chegar a tempo. Acho muito bacana ter essa facilidade de vacinar meus cães perto de casa, é importante manter o controle dessa doença", afirmou ela.

A sexta etapa da Campanha de Vacinação Contra a Raiva Animal está prevista para o dia 22 de setembro e vai atender os moradores do Centro, Morin, Caxambu, Carangola, Retiro, Jardim Salvador, Coronel Veiga, Quitandinha, Valparaíso, Estrada da Saudade, Cascatinha e Alto da Serra.

O município ofereceu diversas atividades físicas tanto para o público infantil, quanto para os adultos.  Na sexta-feira (03.08), a Coordenadoria de Esportes inaugurou as aulas de zumba, que acontecem no Centro de Referência da Juventude (CRJ), no Alto da Serra. A aula contou com mais de 20 mulheres, que fizeram as inscrições para a atividade que é permanente – toda sexta-feira às 17h30.

O município ofereceu várias atividades para a comunidade neste fim de semana. O objetivo é atender todas as comunidades com a prática de esportes, que é sinônimo de bem-estar e a certeza de uma vida mais saudável. Teve atividades para as crianças no Bunka-sai, a Superintendência de Esporte e Lazer inaugurou aulas de zumba no Alto da Serra e domingo foi o dia da Copa Imperial de Mountain Bike em Secretário.

Segundo a professora Daniele Oliveira, a prática da zumba é uma excelente atividade física que envolve não só o corpo, mas também a mente das pessoas. “A gente trabalha no projeto sempre com uma boa resposta dos alunos, e a dança sempre tem uma grande procura. O Agita Petrópolis chega no bairro Alto da Serra com as aulas continuas. Estamos com uma boa expectativa”, contou a professora.

 “Primeira vez que eu faço aula de zumba, eu vim aqui no CRJ para ver outro curso e vi as aulas de zumba. Fiquei muito animada”, comentou a moradora do Alto da Serra, Fernanda dos Santos Bernardes.

A coordenadora do CRJ Carina Poirier contou que sempre recebeu uma demanda grande para aulas de zumba no espaço. “A parceria com a Coordenação de Esportes possibilitou atender os pedidos da comunidade para as aulas de zumba. Fiquei muito animada com a parceria com o programa Agita Petrópolis. Mais uma atividade para a população”, disse a coordenadora.

Atividades para as crianças

Já no sábado (04.08), mais de 20 crianças curtiram as brincadeiras de origem nipônica oferecidas no espaço Undokai. A ação aconteceu durante todo o fim de semana, na tradicional festa da cultura japonesa – Bunka-Sai, no Palácio de Cristal. A garotada brincou de corrida do saco, centopeia, corrida do carangueijo, cabo de guerra e corrida de três pernas.

Segundo a tradição japonesa, as atividades Undoukai são apenas para as crianças, com o objetivo de interação com toda a comunidade. Diferente das competições esportivas tradicionais, um undoukai é um evento informal, para a família.

“Viemos para Petrópolis comemorar o aniversário de 9 anos da minha filha. É nossa primeira vez aqui e estou achando a cidade linda. Cheguei aqui me surpreendi com a Bunka-sai, eu sou apaixonada pela cultura japonesa. O mais legal é que a decoração e as atrações nos colocam muito em contato com a história do Japão. É muito importante as crianças terem acesso a essas informações culturais. Elas estão se divertindo muito com as brincadeiras” contou a consultora de marketing, Juliana Leal, que mora em Ipatinga em Minas Gerais.

Site da prefeitura é a ferramenta para os candidatos cadastrarem seus currículos

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem 18 vagas disponíveis nessa semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura por intermédio do site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas por intermédio do telefone (24) 2233-8113.

Vale destacar que o balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846. Confira as oportunidades:

Bombeiro hidráulico - 2 vagas - sexo masculino - Experiência

Estoquista - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Gerente de pousada - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino técnico ou superior em administração, hotelaria ou turismo e experiência

Instrumentista - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino médio completo, curso na área e experiência

Jovem Aprendiz - 3 vagas - ambos os sexos - Ensino médio e interesse por rotinas administrativas

Operador de caixa lotérico - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino médio e disponibilidade de horário

Torneiro mecânico - 2 vagas - ambos os sexos - curso na área e experiência

Vendedor - 5 vagas - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Iniciativa visa garantir ao consumidor compras sem dores de cabeça

O Procon Petrópolis vai realizar ao longo desta semana uma série de atividades voltadas à precaução e fiscalização de irregularidades visando a garantia da tranquilidade para as compras de Dia dos Pais. A programação começa nesta terça-feira (07.08) e culmina na sexta (10) com uma ação itinerante na Praça Alcindo Sodré, a partir das 17h. Serão ações educativas e de fiscalização voltada ao comércio e, também, com o foco no próprio cliente.

Já nesta terça-feira, uma cartilha será disponibilizada no www.petropolis.rj.gov.br/procon voltada, principalmente, aos comerciantes. O documento terá dicas sobre as regras das vendas e os direitos e deveres tanto das empresas quanto dos clientes. Na quarta (08), lojas esportivas, de acessórios e moda masculina serão visitadas pelas equipes do Procon para uma ação educativa. A intenção é explicar as regras de consumo, de acordo com cada tipo de comércio oferecido.

“Temos o viés de educar e orientar antes de realizar a fiscalização. Esse tipo de ação também foi realizado no Dia das Mães e Dia dos Namorados, por exemplo, e o resultado foi muito positivo: não tivemos nenhum caso de problemas devido às compras realizadas nesta época do ano. Isso é uma resposta muito positiva uma vez que mostrar que o comércio local está alinhado às regras do Código de Defesa do Consumidor”, explica o coordenador do órgão, Bernardo Sabrá.

Após as ações educativas, já na quinta, a equipe vai punir as lojas que não se adequarem às legislações consumeristas. Elas deverão apresentar o CDC, livro de reclamações, cartazes informativos sobre a presença de ambos, além de manter os produtos de suas vitrines com preços e estar com as regras para pagamento no cartão devidamente explicadas. Os casos irregularidades serão multados, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor.

Já na sexta-feira (07.08), a ação itinerante vai contar com a equipe do órgão esclarecendo dúvidas e explicando às regras do CDC à população. A atividade será a partir de 13h, na Praça Alcindo Sodré, no Centro.

Confira algumas ficas importantes para as compras:

- Todos os estabelecimentos comerciais de bens e serviços do estado do Rio de Janeiro são obrigados a possuir e disponibilizar o Código de Defesa do Consumidor e o livro de reclamações do Procon, ao consumidor que desejar registrar sua queixa.

- Os estabelecimentos comerciais são obrigados a ter fixado em local visível, e de fácil acesso, um cartaz com informações pertinentes à disponibilidade do CDC, e do livro de reclamações, bem como informações dos contatos do Procon.

- Os preços de produtos e serviços deverão ser informados adequadamente, de modo a garantir ao consumidor a correção, clareza, precisão, ostensividade e legibilidade das informações prestadas.

- Os estabelecimentos comerciais, de acordo com a lei 13.455/2017, ficam autorizados a diferenciar os preços de seus bens e serviços oferecidos em função do prazo, ou do instrumento de pagamento utilizado pelo consumidor.

- Os estabelecimentos comerciais não podem condicionar produtos à determinadas formas de pagamento, sendo certo que a escolha da forma de pagamento é opção do consumidor;

- Os estabelecimentos comerciais não podem estabelecer preços mínimos para pagamento na modalidade de cartão.

- O fornecedor deve informar, em local e formato visíveis ao consumidor, eventuais descontos oferecidos em função do prazo ou do instrumento de pagamento utilizado.
- Estabelecimentos comerciais são obrigados a trocar os produtos que apresentem vícios ocultos no momento da compra. Se o estabelecimento assume o compromisso de troca independente de vício no produto, fica obrigado a realizar a troca.
- A garantia legal para bens de consumo não duráveis é de 30 (trinta) dias, e para bens de consumo duráveis de 90 (noventa) dias.
- Na dúvida sobre o que comprar, algumas pessoas optam pelo "vale presente". É importante definir com o lojista, e anotar na nota fiscal, de que forma será restituída eventual diferença de valores entre o vale presente e a efetiva aquisição do produto. O estabelecimento é obrigado a restituir a diferença em moeda corrente, contravale ou de forma a complementar o valor para aquisição de outro produto. Defina e registre, por escrito, em que consiste o vale presente (tipo de artigo, tamanho, cor, marca, etc.) e se existe um prazo para usá-lo;
- Nas compras feitas fora do estabelecimento comercial (por telefone, em domicilio, telemarketing, catálogos, Internet, etc.) exija o comprovante da data de entrega que foi combinado. O prazo de desistência da compra, nesses casos, é de sete dias da assinatura do contrato ou do recebimento do produto. Para maior segurança, o consumidor deve efetuar o cancelamento por escrito.

 Festa da Cultura Japonesa movimentada durante todo fim de semana

A programação do Bunka-Sai neste domingo (05.08) tem atraído centenas de pessoas para o Palácio de Cristal. Com uma manhã típica de inverno, sem chuva e de céu azul, o dia começou com demonstrações de artes marciais, como jiu-jtuso e aikido. Desde cedo, petropolitanos e turistas também aproveitavam as delícias da culinária japonesa. Até o encerramento da programação, no fim da noite, o público ainda vai contar com apresentações culturais, concurso de fotografia, cosplay, entre outros.

A festa da cultura japonesa, que começou na última quarta-feira (1º.08), celebra a especial relação entre Petrópolis e a Terra do Sol Nascente e ainda comemora os 110 anos da imigração japonesa no Brasil. Quem passou pelo atrativo não dispensou os elogios. As amigas inseparáveis Neuza Rodrigues e Silvia Crivellaro estavam entre o público apaixonado pelas tradições milenares dos orientais.

“Adoro tudo. Tenho uma amiga japonesa e estou fazendo fotos de tudo pra mandar pra ela. Estamos passando uma manhã japonesa, já tiramos fotos das cerejeiras no Museu Imperial e depois viemos para o Palácio”, disse Neuza. “Nós estamos sempre juntas e participamos de todas as festas. Viemos na do colono alemão e agora nessa”, completa Silvia.

Movimentado, tanto jardins quanto o interior do Palácio estiveram lotados durante toda manhã. As apresentações de artes marciais foram o destaque e chamaram a atenção dos visitantes.

Já no sábado, o Teru Teru Bōzu afastou a chuva e o público pôde curtiu um dia de céu azul na festa. Na cultura japonesa, o Teru Teru Bōzu é um bonequinho feito de papel ou pano branco, que é pendurado nas janelas com a  função de pedir dias ensolarados, especialmente para aqueles considerados especiais com atividades ao ar livre. Durante todo o dia, os apaixonados pela cultura oriental puderam contar com oficinas, gincana para crianças, apresentações culturais e exposições.

Entre as atrações, a primeira técnica mulher à frente da seleção masculina de judô, a japonesa Yoko Fujii fez uma demonstração das principais técnicas do esporte – que contou com a participação do judoca petropolitano Matheus Domingos Moreira - e disse ter ficado honrada de participar da festa. “É a segunda vez que venho e gosto muito. É muito importante essa troca de cultura para que as pessoas conheçam e respeitem culturas de outros países. E poder mostrar um pouco do judô é muito legal porque muitas pessoas gostam, mas não têm a chance de experimentar, e aqui a gente mostrou que não precisa ter força para praticar”, disse.

Já a noite, a apresentação do grupo Rio Nikkei Taiko impressionou a plateia com seus tambores. Entre os destaques também esteve um concurso de cosplay que reuniu diversos personagens do mesmo palco. A vencedora foi Isis Platz, vestida de Fionna, do anime Hora de Aventura. “Sou apaixonada pela cultura japonesa e sempre venho em todas as festas do Bunka-Sai, sempre com uma personagem diferente. Acho os japoneses um povo muito educado, organizado, gosto tudo da cultura deles”, frisa.

Quem encerrou a noite foi o “Kimono Show”, com a apresentação de 12 modelos mostrando seus kimonos casuais e formais. Durante a atração foram apresentados costumes japoneses, como comprimentos, uso do leque, uso da sombrinha, de bolsas, entre outros. Fechando com chave de ouro se apresentaram uma noiva e sua madrinha com trajes japoneses.

Programação de domingo vai até a noite

Quem ainda não conferiu o Bunka-Sai tem até a noite deste domingo para aproveitar a cultura japonesa no Palácio. Ainda dá tempo de acompanhar a apresentação musical de Kaminari Taiko, às 13h; oficina com o Dobraduras da Serra, às 14h; oficina de mangá, às 15h; canções japonesas com Noboru Fujita e Cant’Vox, às 14h30; Kaminari Taiko, às 16h; Concurso de Fotografia de Cerejeiras, às 17h; apresentação de cosplay, às 18h; e Bon-Odori fechando a noite, às 19h. 

“A festa está linda, tem atraído centenas de pessoas que ficam encantadas com a cultura japonesa”, destaca o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo. “Temos visto não só muitos petropolitanos aproveitando o evento, como também muitos visitantes”, completa Marcelo Valente, secretário da Turispetro.

Avaliação é feita no Espaço Empreendedor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Empreendedores de Petrópolis podem aproveitar o microcrédito disponibilizado pela AgeRio (Agência Estadual de Fomento) para alavancar os seus negócios: o Programa de Microcrédito Produtivo Orientado (MPO) oferece financiamentos que podem chegar a R$ 15 mil, com taxas a partir de 2,98% ao mês. A disponibilização do serviço em Petrópolis é resultado de uma parceria com a prefeitura através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Técnicos especializados estão recebendo os pedidos de microcrédito e realizando a consulta de viabilidade no Espaço Empreendedor – Centro Administrativo Frei Antonio Moser. Os valores dos empréstimos ofertados variam entre R$ 500 e R$ 3 mil, dependendo da necessidade do solicitante.

O recurso pode ser investido em itens como capital de giro, compra de mercadorias, aumento de estoque e em melhorias no empreendimento. O MPO é um programa que visa promover o desenvolvimento da economia local, através do incentivo aos pequenos empreendimentos.

Interessados devem buscar atendimento no Espaço Empreendedor, que funciona no Centro Administrativo Frei Antônio Moser – de segunda a sexta, das 10h às 17h - na Avenida Barão do Rio Branco, n° 2846, telefone (24) 2233-8136, ou enviar e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

“O processo é muito simples. O empreendedor solicita o empréstimo e o técnico avalia a necessidade do valor. É uma boa oportunidade para aqueles que desejam investir no próprio negócio. Para a cidade, representa movimento na cadeira econômica. Agradecemos à AgeRio pela parceria em prol do desenvolvimento econômico da nossa cidade”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Pode conseguir o microcrédito qualquer pessoa que tenha uma atividade regularizada, mesmo em casa. A taxa é de 2,98%. Os documentos exigidos são identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante de titularidade bancária, foto do empreendimento (tirada na visita) e certificado de MEI (se for o caso). Para o avalista é necessário identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante de renda, identidade e CPF do cônjuge (se houver)

“A exigência é mínima em relação ao avalista na operação, não precisando apresentar bens como imóveis ou veículos”, explicou Leonardo Sindorf, um dos agentes e dos responsáveis pelos contratos.

Cid Xavier é um microempreendedor que se dedica a venda de alimentos congelados. Com a intenção de aumentar a sua renda, decidiu investir na compra de maquinário e resolveu solicitar o microcrédito da AgeRio. “Fui muito bem atendido no Espaço Empreendedor e sem burocracia consegui o crédito que eu precisava. Pretendo investir nesse primeiro momento em maquinário e, em outra oportunidade, pretendo averiguar a possibilidade de outro microcrédito para completar o meu planejamento e, dessa forma, aumentar ainda mais as minhas vendas”, contou.

“No Espaço Empreendedor o interessado consegue todas as informações referentes ao microcrédito de forma rápida. É importante que os interessados em aumentar os seus negócios aproveitem essa oportunidade única”, disse Eduardo Barbosa, diretor do Departamento de Desenvolvimento Econômico da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Na próxima terça-feira (07.08) o Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CRAM), que é subordinado ao Gabinete da Cidadania, comemora os 12 anos da Lei Maria da Penha. O evento acontece de 9 às 16h, na Praça Alcindo Sodré, no Centro. A ação conta com atividades direcionadas às mulheres como aulas de zumba, capoeira, contação de histórias com a boneca de abayomi, danças e o ônibus lilás também estará presente com a equipe do CRAM à disposição com atendimentos, esclarecimentos e assistência sobre violência doméstica.

O Cram realiza orientação jurídica, acompanhamento social e psicológico e trabalha em parceria com as delegacias de Petrópolis para atender à mulher em situação de violência – seja ela moral, verbal, patrimonial, física ou sexual.

Os atendimentos do Cram, em 2018, apresentaram um crescimento expressivo em relação aos números do ano passado. De janeiro a julho de 2017 foram 213 atendimentos. Já no mesmo período em 2018, foram 371 atendimentos, o que significa um crescimento de 158, só no primeiro semestre. Os dados apontam que as mulheres estão mais confiantes e seguras para denunciar todos os tipos de violência. No mês de julho o CRAM realizou dois atendimentos para transexuais que também são protegidos pela Lei Maria da Penha.

"O trabalho desenvolvido pela equipe do Cram está sendo muito satisfatório e com resultados. O Cram humanizou os atendimentos. As vítimas se sentem confortáveis em voltar e dar continuidade a assistência. Os números de ligações também aumentaram. Nós conseguimos remanejar essas mulheres para as redes como CRAS, Saúde Mental, CAPS, Petrópolis da Paz com pacificação restaurativa, entre outras. Quando elas percebem que existe assistência para elas, então retornam”, contou a Coordenadora do CRAM Cléo De Marco.

A psicóloga do Cram, Liane Diehl explicou que existem três tipos de retorno de assistência: o retorno das mulheres que são efetivamente acompanhadas pelo Cram, o retorno intermitente e por fim o retorno esporádico. “No primeiro caso, encontramos as mulheres que estão frequentando o centro de referência, seguindo as orientações, e participando do grupo de apoio. No segundo caso, estão as mulheres que vem ao Cram ocasionalmente, quando tem alguma necessidade específica, como tirar dúvidas sobre o processo penal, ou buscar algum tipo de encaminhamento. No terceiro caso, o retorno esporádico, encontramos mulheres que que acabaram desenvolvendo algum tipo de “convivência” com a situação de violência, ou até repetindo o padrão de relacionamento violento com outros parceiros”, pontuou a psicóloga.

Segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP), o Dossiê Mulher de 2018 que relaciona dados de crimes relacionados à violência contra a mulher, assinala que no ano base, de 2017,  em Petrópolis foram registrados 2.595 casos. Os números mostram que deste total  37,3% das mulheres sofreram violência psicológica; 35,5% violência doméstica; 17,1% violência moral;  5,9% violência sexual e 4,1% violência patrimonial.

Ainda de acordo com ISP, boa parte dos crimes contra as mulheres são cometidos por pessoas com algum grau de intimidade ou proximidade com a vítima. Entre 2013 e 2017, ao todo, foram 225.869 pedidos de medida protetiva realizadas no estado do Rio de Janeiro, pela Polícia Civil para preservar a integridade física da vítima e de seus familiares, o que representa uma média diária de 123 solicitações nos últimos cinco anos.

Segundo a Delegada da 106ª DP de Itaipava, Juliana Ziehe, todo plantão tem uma policial mulher especialmente para atender as vítimas da Lei Maria da Penha, além de ser responsável pelos registros de crimes sexuais. O crime será investigado pela agente, que dará o apoio para a vítima de encaminhá-la para o IML e os órgãos de assistência. “É muito importante que as mulheres façam o registro na delegacia. Para que a vítima receba todos os benefícios previstos pela lei, ela precisa comparecer a uma sede policial. Não podemos esquecer que temos um núcleo de atendimento à mulher na 105ª DP, em Petrópolis”, ressaltou a delegada.

Sobre a Lei

A Lei Maria da Penha foi sancionada no dia 07 de agosto de 2006, após uma árdua luta da farmacêutica nascida do Ceará, para ver seu agressor condenado. Maria da Penha ficou paraplégica após levar um tiro de espingarda do marido e ainda depois sofrer uma tentativa de homicídio, quando ele tentou eletrocutá-la. O objetivo da lei é proteger a mulher da violência doméstica e familiar.  A legislação atende pessoas que se identifiquem com sexo feminino, heterossexuais, homossexuais e mulheres transexuais que estejam em situação de vulnerabilidade em relação ao agressor.

Mudanças que a Lei proporcionou

- Prisão do suspeito de agressão

- Violência doméstica passou a ser um agravante para o aumento de pena

- Não pode substituir pena por doação de cesta básica ou multas

- Ordem de afastamento do agressor à vítima e seus parentes

- Assistência econômica no caso da vítima ser dependente do agressor

Para denunciar ou solicitar informações, pode ligar para o telefone 2243-6152 ou comparecer à sede do Cram, na Rua Santos Dumont, número 100, no Centro. O funcionamento é de segunda a sexta, de 8h às 17h. Em casos de emergência, a mulher pode ligar em qualquer horário para o número (24) 98839-7387, disponibilizado pelo órgão. A mulher pode ainda contatar a Polícia Militar pelos números 2291-5071, 2242-8005, além de poder contatar via WhatsApp a emergência da Polícia Militar, pelo número (24) 99222-1489.

Ruas de 50 bairros ou localidades receberam o serviço da Secretaria de Obras

O trabalho de manutenção viária pela Secretaria de Obras aplicou mais de 300 toneladas de asfalto em ruas de 50 bairros e localidades apenas no primeiro semestre desse ano. O serviço ocorre com frequência e na primeira metade do ano passou tanto pelos distritos quanto por ruas de grande movimento. Nas ruas Souza Franco e Santos Dumont, por onde 800 viagens de ônibus são feitas diariamente, por exemplo, foi feita a substituição total do pavimento. Além disso, a prefeitura vem buscando recursos para poder estender a atuação também para outras vias importantes da cidade.

Todos os cinco distritos já receberam melhorias das condições de ruas pelo programa “Mais Asfalto”, que conta com investimentos próprios em manutenção viária e também verbas do governo federal para reformas maiores em vias de grande circulação de veículos.

 prefeitura tem buscado recursos para poder investir nos locais onde o fluxo de veículos é maior e dar melhores condições a elas, o que traz impacto não apenas na redução de acidentes, mas também na própria fluidez do trânsito, sendo bom para o transporte público e para todos os motoristas.

Entre os projetos que a prefeitura já captou recursos para pavimentação estão a reforma das ruas Barão de Amazonas, Monsenhor Bacelar e Rocha Cardoso. O trecho é uma importante ligação entre o Centro e bairros como Valparaíso e Quitandinha, servindo de itinerário para 24 mil veículos diariamente. O transporte público é responsável pela movimentação em horários de pico e pelo local são 1,2 mil viagens de ônibus por dia.

A Secretaria de Obras fez manutenção desse trecho no primeiro semestre, mas essa reforma será mais ampla, não apenas substituindo o pavimento, como também fazendo o nivelamento de caixas de passagem, regulagem de meio-fio, nova sinalização. Essa será uma obra de maior porte.

A prefeitura também recebeu recursos para obras na Castelânea e no Carangola. No primeiro caso, serão feitas melhorias em 500 metros de extensão de na Rua Professor Cardoso Fontes, desde o Sargento Boening até a Praça Pasteur. Esse trecho recebe 19 linhas de ônibus e serve de trajeto para alcançar o Alto da Serra, Quitandinha e Centro.

Já no Carangola, a obra vai fazer pavimentação para dar mais um acesso aos moradores do Vicenzo Rivetti, permitindo ligar o local a Corrêas. São 800 metros de rua.

Isso vai ser ainda mais importante por causa do Minha Casa Minha Vida no bairro, que terá mais de 3 mil pessoas circulando diariamente. Então será mais uma alternativa para quem quiser ir em direção aos distritos.

Souza Franco e Santos Dumont receberam “fresagem”

Locais como a Rua Souza Franco e a Rua Santos Dumont também receberam melhorias. Esses locais passaram um processo de “fresagem”, que consistiu na retirada da capa de asfalto anterior – que já estava em condições precárias, com muitos buracos e rachaduras – para colocação de nova camada de material. Esse serviço aconteceu principalmente no período noturno, quando o trânsito é menos movimentado, e trouxe um impacto grande para usuários do transporte público: ambas as ruas são itinerário de 25 linhas que levam passageiros para a região do Alto da Serra em mais 800 viagens por dia.

Paralelo a essas obras maiores, a Secretaria de Obras mantém ainda a rotina de manutenção viária nos bairros. O trabalho é realizado por duas equipes de sete funcionários, que atuam com apoio de caminhão e rolo compressor. Também é feito o serviço de manutenção de calçamento, que consiste no reposicionamento de paralelos soltos ou que tiveram afundamento.

De janeiro a julho, as equipes de trabalho passaram por ruas de Águas Lindas,Alcobacinha, Alto da Serra, Araras, Bairro da Glória, Bela Vista,Bingen, Bonfim, Brejal,Caetitu, Carangola, Cascatinha,Castelânea, Castelo São Manoel, Caxambu, Centro,Chácara Flora, Corrêas, Duarte da Silveira, Duchas, Duques, Estrada da Saudade, Fazenda Inglesa, Floresta,Independência, Itaipava, Itamarati,Madame Machado, Manga Larga, Meio da Serra, Moinho Preto, Morin, Mosela, Nogueira, Nova Cascatinha, Pedro do Rio, Posse, Quarteirão Brasileiro, Quarteirão Ingelheim,Quarteirão Italiano, Quissamã, Quitandinha, Retiro, São Sebastião, Secretário, Siméria, Valparaíso, Vila Felipe, Vila Rica e Vista Alegre.

 

 

Esta é a segunda ação do tipo, neste ano, beneficiando mais de 800 pessoas

Mais 420 pessoas foram atendidas no mutirão de consultas pré-agendadas, realizado no Ambulatório do Hospital Alcides Carneiro (HAC), neste sábado (04.08). Este foi o sétimo mutirão do HAC, sendo o segundo de consultas. Com esta segunda ação, são 840 as pessoas beneficiadas, com atendimento agendado e ágil, em apenas um dia.  

O município reduziu a fila para cirurgias e exames no Hospital Alcides Carneiro. Quando foi iniciada a atual gestão, fila de mais de 5 mil pessoas que vinham aguardando por mais de dois anos para a realização de Ressonância Magnética, por exemplo, foi encontrada. Com muito trabalho, a atual administração conseguiu reduzir a fila.

Ao todo, foram 80 consultas de cirurgia geral, além de cardiologia com risco cirúrgico, proctologia, otorrinolaringologia, neurologia, oftalmologia, dermatologia, ginecologia e cirurgia plástica, que tiveram 40 consultas cada, e ginecologia pré-operatória, com 20.

O compromisso da atual gestão é facilitar o acesso a estas consultas, exames e entrega de resultados. Este trabalho é fundamental para um rápido diagnóstico e início de tratamento o mais breve. Trinta profissionais atuaram durante o mutirão.

O Ambulatório ofereceu, ainda, exames, como eletrocardiogramas e de sangue. Os casos em que houvesse necessidade, os pacientes também puderam ser encaminhados para realização de ressonância magnética no Centro de Imagens do HAC. Esta é a segunda ação deste tipo, neste ano. No primeiro mutirão de consultas, em maio, 420 pessoas foram atendidas em seis especialidades. A ideia é atender a demanda diária, concentrando as consultas em um único dia.

“Já promovemos, só neste ano, mutirões de cirurgia geral, cirurgia vascular e de exames de endoscopia, além do mutirão noturno de cirurgia urológica, que, em apenas uma noite, 20 pessoas puderam passar por procedimentos. Queremos continuar com esta ideia dos mutirões, que é uma forma de atender um número grande de pessoas em apenas um dia”, afirmou o diretor presidente do HAC, Filipe Furtuna.

O Ambulatório do Hospital Alcides Carneiro fez 69,4 mil atendimentos, em 2017, 6% mais que no anterior, que fechou com 65,3 mil consultas realizadas. Em 2018, de janeiro até o início de junho, quase 38 mil pacientes foram atendidos.

A diarista Laurineide da Silva, de 53 anos, é paciente do Ambulatório e vai todas às terças-feiras para fazer acupuntura. “Achei incrível esta ideia. Olha quantas pessoas puderam ser atendidas aqui! Quero parabenizar toda a equipe que trabalha na unidade, porque sempre sou muito bem recebida. Não tenho problemas para marcar as consultas, sou sempre atendida com agilidade”, comentou a moradora do Valparaíso.

A unidade oferece, ao todo, 30 especialidades médicas – urologia, endocrinologia, reumatologia, entre outras. Para o primeiro atendimento na unidade, é preciso ter um encaminhamento fornecido pelo médico no Posto de Saúde da Família (PSF) ou Unidade Básica de Saúde (UBS). Esse encaminhamento é regulado pela Secretaria Municipal de Saúde para agendamento junto ao hospital.

 

Notícias por data

« Agosto 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

DO

loa 2018

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

cpge

gabinete cidadania.fw

selo acesso informacao.fw

cmv-logo