Um ato de repúdio à Concer, a concessionária responsável pela administração da BR-040, foi realizado terça-feira (07.08) à noite no CIT – Centro de Informação Turística do Quitandinha. Durante o evento, que reuniu mais de 100 pessoas, a prefeitura sinalizou o apoio ao MercoSerra – agência de fomento que reúne Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo - pela elaboração de uma carta de repúdio direcionada à concessionária. O documento foi entregue, na última semana, na ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres, ao Tribunal de Contas da União e à Secretaria Nacional do Programa de Parcerias e Investimentos.

A Concer sempre lesou os petropolitanos. Essa luta é antiga e é importante que os empresários e o MercoSerra entrem nessa briga em prol dos petropolitanos. A prefeitura ingressou na justiça com ação para a suspensão do pedágio para os petropolitanos e, agora, com o auxílio dos empresários, tem certeza que terá mais força para reivindicar os direitos da cidade.

A Carta de Repúdio foi assinada por mais de 30 representantes de instituições e relata a situação caótica e insustentável em que se encontra a BR-040, no trecho que liga Rio de Janeiro à Juiz de Fora – principalmente na subida da serra de Petrópolis, principal eixo de mobilidade urbana que faz a ligação para o Rio de Janeiro. A carta solicita celeridade no processo que determina a suspensão do direito de concessão da empresa e o avanço no processo da contratação de uma nova empresa para administrar a via, além da retomada das obras da Nova Subida da Serra.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini, que também é integrante do MercoSerra e presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio), lembrou que o pedágio cobrado é um dos mais do país. “Cobrança absurda e a estrada em péssimas condições, sem segurança. Pedimos a caducidade do contrato com a concessionária e a suspensão da cobrança do pedágio. O prejuízo para Petrópolis é grande, principalmente para os polos de moda que perdem compradores por conta da precariedade da subida da serra”, disse.

Jorge Lisboa, da Associação Brasileira dos Caminhoneiros, disse que toda a classe apoia o movimento de repúdio. “O pedágio caro e as péssimas condições da estrada ocasionam prejuízos incalculáveis para os caminhoneiros. O preço do pneu de um carro pode ser de R$ 300 e o pneu de um caminhão ultrapassa R$ 1 mil reais. E por causa da estrada, o que mais vemos são caminhoneiros precisando trocar pneus e enviar os caminhões para a oficina. Isso não é justo. Estamos pedindo aos caminhoneiros que assinem essa carta e faremos o possível para auxiliar o ato do MercoSerra”. 

PMP apresenta projeto para reforma dos CITs – Os cinco Centros de Informação Turística de Petrópolis poderão ser reformados em 2019, através de uma emenda parlamentar. O assunto também foi abordado durante o ato de repúdio. Na ocasião, o senador Eduardo Lopes, solicitou ao município um projeto de recuperação dos CITs. Só no ano passado os CITs no Quitandinha, Praça da Liberdade, Palácio de Cristal, Bingen e Itaipava  atenderam 35.441 turistas, entre eles 3.201 estrangeiros de países como Argentina, França, Inglaterra, Portugal, entre outros. “Os CITs são espaços importantes para o recebimento do turista na nossa cidade. Além do acolhimento, os visitantes conseguem obter todas as informações sobre os pontos turísticos e históricos de Petrópolis. A emenda será importante principalmente para equipar os CITs”, explicou Marcelo Florêncio, presidente do COMTUR – Conselho Municipal de Turismo. 

Almoços especiais, Bunka-Sai e passeios por parques da cidade estão entre as alternativas para comemorar a data 

Com a previsão de tempo firme para domingo (12.08), opções não vão faltar em Petrópolis para aproveitar o Dia dos Pais fora de casa. A expectativa é de que os restaurantes aumentem em até 30% o movimento se comparado a outros domingos comuns, principalmente para o almoço. Alguns estabelecimentos, como no Centro e no Valparaíso Gourmet, preparam promoções especiais para a data. Para os que preferem comemorar nos atrativos turísticos, a cidade ainda oferece uma opção a mais neste Dia dos Pais com o Bunka-Sai, que acontece no Palácio de Cristal com as delícias da culinária típica do Japão e programação cultural. Os parques, como da Ipiranga, de Itaipava e o Cremerie também estão entre as opções para o passeio em família.

De acordo com o secretário da Turispetro, Marcelo Valente, a expectativa é de que toda cidade esteja movimentada. “Além dos próprios moradores, que devem aproveitar os espaços públicos e atrativos para passear com suas famílias, devemos receber também visitantes. Muitos petropolitanos que não moram na cidade, por exemplo, retornam em datas como essa para comemorar com os pais. Esperamos que o Bunka-Sai fique movimentado durante todo o dia”, frisa ele.

Para os restaurantes, a data está entre as melhores do calendário, atrás apenas do Dia das Mães e do Dia dos Namorados. No Centro, restaurantes tradicionais preparam pratos especiais. Já no Valparaíso, pelo menos dois restaurantes criaram promoções: o Japa Temaki, especializado na culinária japonesa, vai dar de presente um Grand Gateau de Eski-Bom na compra um combinado de 20 peças. Já a Pizza Doc, para agradar os amantes da cerveja, terá um desconto no chope.

De acordo com a empresária do ramo Ângela Brum, que é diretora financeira e integrante da comissão de gastronomia do Petrópolis Convention & Visitors Bureau, a expectativa é boa para a data. “O apelo maior é sempre para o Dia das Mães, mas o Dia dos Pais também é muito bom, uma das melhores datas. As famílias gostam de se reunir”, explica.

Para quem quiser passar um Dia dos Pais diferente, embarcando na cultura japonesa, pode passar pelo Bunka-Sai. A festa, que será encerrada neste domingo no Palácio de Cristal, conta com barracas de comida típica para um perfeito almoço em família com as delícias da culinária oriental. Além dos já conhecidos sushi, yaksoba, harumaki, entre outros, é possível encontrar até hambúrguer ao estilo japonês, feito com salmão. Quem quiser esticar o dia por lá ainda pode aproveitar a programação cultural, que terá Undokai – gincanas para as crianças; Taiko; palestra sobre o cultivo de Bonsai; oficinas de origami e kirigami.

Os filhos que começarem a comemoração mais cedo, já no sábado (11.08) podem passear os pais e curtir as manobras radicais no Brewhood Flip the Mountain, que acontece no Parque Municipal, em Itaipava. O festival, inédito, montado exclusivamente para Petrópolis, vai contar com demonstrações de Freestyle Motocross (FMX), de seis pilotos profissionais, além de shows de bandas de Rock e Blues, Djs e praça de alimentação com food trucks.

Outra opção é aproveitar os parques da cidade. O Parque Natural da Ipiranga, inserido na Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, conta com trilhas para caminhadas leves e espaços livres para o lazer, com funcionamento de 8h às 17h. No Quitandinha, as famílias podem aproveitar também o contato com a natureza e ainda desfrutar das áreas de lazer do Parque Cremerie, aberto de 8h às 17h. E em Itaipava, o Parque Municipal oferece quadras de esporte, ciclovia, aluguel de bicicletas, lanchonete e área para caminhada. Ele abre de 7h às 18h. 

Comércio também fica movimentado com a data

Além dos restaurantes, o comércio também tem motivos para comemorar neste período. As vendas devem aquecer a economia por causa da homenagem aos pais. “O Dia dos Pais é, tradicionalmente, uma data muito boa para o comércio. As lojas dos pólos de moda estão na época de liquidação nesse período, o que pode aumentar consideravelmente as vendas. A tendência é de que a procura por presentes aumente até o sábado”, destaca o secretário de Desenvolvimento, Marcelo Fiorini, lembrando que muitas lojas também já estão lançando suas coleções novas.

Próxima atividade vai ser no dia 25, no Duarte da Silveira 

A Secretaria de Assistência Social já definiu o calendário de ações sociais para este semestre. Serão cinco atividades, uma em cada mês. A próxima está marcada para o próximo dia 25 de agosto e a comunidade atendida vai ser a do bairro Duarte da Silveira. Posse, São Sebastião, Chapa 4 e Bonfim também vão receber a Ação Social da prefeitura até dezembro.

Já foram realizadas 11 edições da Ação Social. O evento é um sucesso, com mais de 11 mil pessoas que foram atendidas com os serviços disponibilizados por meio de parceria com empresas e órgãos públicos. O objetivo é fortalecer estas ações para que elas possam chegar a outras regiões do município, atendendo ainda mais pessoas.

As ações sociais são marcadas pela parceria entre as secretarias, órgãos públicos e as associações de moradores dos bairros. Graças à união, as mais de 11 mil pessoas puderam ser atendidas com emissão de 2ª via de RG, orientações sobre os trabalhos das secretarias e departamentos da prefeitura, corte de cabelo e atividades com danças e esportes.

“É fundamental a integração entre as secretarias na realização das ações sociais. Isso tem sido um diferencial para que as ações tenham este sucesso. Além disso, temos as parcerias com as associações de moradores, que nos permitem conhecer as demandas das comunidades e oferecer os serviços de acordo com o que elas realmente precisam", frisa a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

Além do Duarte da Silveira, no próximo dia 25, a Ação Social da prefeitura vai estar na Posse, no dia 29 de setembro; São Sebastião, no dia 20 de outubro; Chapa 4 (Valparaíso), no dia 10 de novembro; e Bonfim, no dia 8 de dezembro.

Os trabalhos para elaboração do Plano Verão 2019 foram iniciados nesta quarta-feira (08.08) durante reunião na Sala de Cooperação da Defesa Civil. O encontro teve o objetivo de mostrar algumas metodologias para a prevenção das principais ameaças: deslizamento de solo ou rocha, inundações, rolamento de blocos rochosos, vendavais e tempestades e raios. O lançamento do Plano Verão está marcado para o dia 28 de novembro, na Casa dos Conselhos, na Av. Koeler.

Os trabalhos começaram cinco meses antes do verão, já que 2018 foi 120% mais chuvoso que 2017. A finalidade é articular as melhores estruturas entre os órgãos e instituições envolvidas, na prevenção de possíveis desastres, e, assim, com um trabalho em conjunto, obter um resultado mais efetivo para o município.

“O Plano Verão já virou uma tradição na cidade, marca o nosso trabalho com planejamento e grande antecipação aos períodos sazonalmente conhecidos como críticos para os desastres. Então, estamos iniciando os trabalhos de elaboração que irão durar todo o semestre”, explica o Secretário da Defesa Civil e Ações Voluntarias, Coronel Paulo Renato Vaz.

A ação trabalha com duas vertentes: o Eixo Operacional, onde serão realizadas reuniões setoriais, planos de contingências, construção de matrizes – cada órgão executando uma ação; brigada operacional, drones e exercícios simulados. A outra vertente, é o Eixo Comunitário, onde terão continuidade as ações do Colóquio de Defesa Civil, SOS Chuvas, núcleos com as associações de moradores e a primeira política pública do Brasil, a Defesa Civil nas Escolas.  

“Nossa luta é fazer com que as pessoas entendam que Defesa Civil somos todos nós. Cada um que trabalha fazendo prevenção, está fazendo Defesa Civil”, pontuou o secretário.

O Comandante do 26ª Batalhão da Polícia Militar de Petrópolis, Oderlei Santos, comentou sobre a importância da reunião. “Toda ação preventiva é fundamental para o dia-a-dia do cidadão. O Plano Verão, diante do histórico de Petrópolis se faz muito importante e a Polícia Militar estará sempre pronta para ajudar a Defesa Civil e Ações Voluntárias”, contou o Comandante.

Estiveram presentes, a secretária de Assistência Social, Denise Quintela; secretária de Educação, Samea Ázara; o Comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni e representantes da Secretaria de Saúde, Instituto Municipal de Cultura e Esporte, Comdep, CPTrans, além do Corpo de Bombeiros, Forças Armadas, Enel, Águas do Imperador, Inea, Roer, LBV, e toda a equipe da Defesa Civil. 

Número é 25% maior que o da campanha do ano passado 

A campanha para recolhimento de agasalho do Procon Petrópolis terminou nesta quarta-feira (08.08) com a entrega de 260 itens à Clínica de Paralisia Cerebral Dr. Pinto Duarte, no Morin. Com essa entrega, a companhia contabilizou a doação de 560 itens durante a Campanha Aqueça um Coração – número 25% superior à iniciativa realizada pelo órgão de defesa do consumidor no ano passado.

A doação realizada nesta quarta vai beneficiar a cerca de 60 crianças atendidas na instituição. O local oferece tratamento à crianças com portadores de doenças neurológicas em seu processo de reabilitação. A instituição, mantida por doações, já atua há 60 anos no município e as entrega dos agasalhos serão essenciais para aquecer as crianças no inverno.

“São pessoas muitas vezes, de famílias extremamente carentes em que essas doações poderão auxiliar muito. Trabalho com o meu filho, André Felipe, no atendimento às crianças e temos consciência de que quão importante isso será no dia a dia”, explica o diretor da empresa, o neurologista Luiz Felipe Pinto Duarte.

Ao longo da campanha, o Procon Petrópolis entregou doações à Pestalozzi e à APAE. Foram 300 itens doados (150 para cada). Foram cobertores e casacos encaminhados pela população ao órgão de defesa do consumidor que faz o repasse do material.

O coordenador do Procon, Bernardo Sabrá, explica que as doações só são possíveis graças ao apoio da população, que adere às causas propostas pelo Procon e fazem a entrega dos materiais. Foi assim na campanha Aqueça um Coração do ano passado e na campanha de Natal, por exemplo.

“Encerramos a campanha com chave de ouro. Este ano a população abraçou a causa mais uma vez e conseguimos aumentar o número de itens arrecadados. Toda a equipe está muito feliz com a iniciativa, em ter conseguido fazer esses repasses. A campanha continua no ano que vem tornando o inverno das pessoas um pouco mais quente”, destaca Sabrá. 

Para quem já está com saudade do Bunka-Sai, a festa da cultura japonesa retorna neste fim de semana, com as já tradicionais barracas de comidas típicas e programação cultural. Organizado pela Associação Nikkei de Petrópolis, com o apoio da prefeitura, de sexta-feira (10.08) a domingo (12.08), o público vai poder conhecer um pouco mais sobre as tradições e costumes dos japoneses, através de oficinas, artes marciais, exposições, apresentação de taiko, entre outros. 

Na sexta-feira, a festa abre a partir de 12h e vai até meia noite. No dia seguinte, a festa abre às 10h e fecha no mesmo horário. E, no encerramento, o funcionamento será de 10h à meia noite. “A extensão da festa é mais uma opção de atrativo para moradores e turistas. Tivemos uma festa linda, com cinco dias de programação, e agora estamos apoiando a associação com mais três dias de evento. Temos certeza de que será mais um sucesso”, destaca o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

A programação conta com exposição de Bonsai todos os dias, com a venda das plantas no domingo. Na sexta-feira, os apaixonados pela cultura japonesa vão poder contar com apresentação de judô e palestra sobre educação ambiental. Já no sábado, haverá oficinas de mangá e origami, festival de judô do judoca petropolitano Matheus Domingos Moreira, além de aikido. No domingo, a festa é encerrada com oficinas de mangá, origami e kirigami, Undokai (gincanas japonesas), apresentação de taiko e palestra sobre o cultivo de Bonsai.

O Bunka-Sai começou no dia 1º de agosto e seria encerrado no último domingo (05.08). Em cinco dias de festa, foram mais de 40 atrações. A extensão da festa foi um pedido da Associação Nikkei de Petrópolis, em função da Semana da Cultura do Japão – que começou nesta terça-feira (07.08) e vai até sábado (11.08) na Casa Cláudio de Souza. O Bunka-Sai está sendo organizada com o apoio da prefeitura, apesar de não ser custeada pelo município. 

O número de atropelamentos em Petrópolis cresceu de 11,98% entre 2016 e 2017. Os dados são do anuário estatístico de acidentes de trânsito, produzido pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), que consolida os números relacionados a sinistros no município. No Dia Mundial do Pedestres, comemorado nesta quarta-feira (08.08), o alerta é quanto ao crescimento deste número.

Dos 1.776 acidentes registrados, a maioria são colisões, choques ou abalroamento. Porém, ao analisar o documento percebe-se que mais da metade dos acidentes com vítimas fatais – 35 ao todo em locais sob jurisdição municipal – foram ocasionadas em colisões e atropelamentos. Diante disto, é possível afirmar que este tipo de acidentes são os que constitui menor probabilidade de sobrevivência.

“De acordo com a seguradora responsável pelo Seguro DPVAT, os pedestres são a segunda categoria que mais indeniza. Só no primeiro semestre deste ano, em todo o país, foram 170 mil indenizações, sendo 42.650 para pedestres por morte, invalidez permanente e despesas médicas hospitalares. As vítimas também ocupam o segundo lugar nas indenizações pagas por acidentes fatais, um total de 5.506. Além disso, mais de 32 mil pedestres foram indenizados por invalidez permanente”, explica o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

De acordo com o Anuário, a Paulo Barbosa é a via onde ocorreu, proporcionalmente, o maior número de atropelamentos na cidade no ano passado. Dos 23 acidentes registrados na rua, sendo nove com vítimas, sete foram de atropelamento. A via, aliás, figura pela primeira vez no ranking de vias com maior índice de acidentes: 3% do total das 10 com maior número de acidentes.

“O projeto de reurbanização da Paulo Barbosa leva em conta esses novos dados. Então, a ideia é trabalhar a segurança viária com as alterações que estão sendo propostas para esta região. É importante, no entanto, que o pedestre também tenha atenção ao trânsito. Diminuir essas estatísticas é uma responsabilidade de todos”, explica o diretor-presidente da CPTrans, Luciano Moreira.

Segundo a CPTrans, um dos os principais motivos para a falta de atenção dos pedestres na rua está a utilização do celular. Ao digitar, ler mensagens, falar e até ouvir músicas com o fone de ouvido, a pessoa acaba se distraindo, o que pode ser fatal. Por isso, a indicação é usar o aparelho de forma moderada e responsável. 

O departamento de obras da Comdep fez a instalação de cerca de 150 novas lixeiras de poste na cidade em 2018. O trabalho segue sendo realizado e passou pelo Terminal de Itaipava e pelo Palácio de Cristal nesta semana. Além disso, também é feito o reaproveitamento daquelas que não foram totalmente destruídas e que podem ser consertadas – mais de 100 dessas lixeiras já foram recuperadas e reinstaladas.

Em geral, as lixeiras novas substituem as que foram alvo de vandalismo – foram queimadas, pichadas ou até mesmo furtadas. As peças danificadas são levadas para avaliação do departamento de obras na própria sede da Comdep para determinar se podem ser recuperadas ou não.

Essas lixeiras menores ficam espalhadas de forma que as pessoas possam encontrar com facilidade por onde passam e descartem uma quantidade pequena de lixo de forma adequada. Dessa forma, a população também pode contribuir para deixar a cidade limpa.

As lixeiras de poste têm capacidade de 15 quilos e são presas com fita metálica e presilhas de aço. A instalação é realizada por um funcionário que utiliza um alicate específico para o serviço e conta com um ajudante. Só no ano passado, foram instaladas 450 lixeiras desse tipo. 

Cidade bem cuidada: prefeitura trabalhando nos bairros

 A Comdep fez capina e roçada em Av. Koeler, Honduras, Itaguaí, Colômbia, Horácio Magalhães, Rua das Castanheiras, Uruguai, Pedras Brancas, Independência e Estrada Ministro Salgado Filho. O serviço aconteceu ainda na Rua Colômbia com ajuda de uma miniescavadeira.

Também houve coleta de entulho em Dr. Thouzet, Rua São Paulo, Taquara, Bairro Mauá, Independência e Castelo São Manoel.

O Rio Quitandinha passou por limpeza em diferentes pontos na Rua Saldanha Marinho.

A varrição aconteceu em ruas de Centro, Itamarati, Quissamã, Cascatinha, Alcobacinha, Bela Vista, Boa Vista, Estrada da Saudade, Mosela, Bingen, Morin, Alto da Serra e Quitandinha.

A Secretaria de Obras fez manutenção de rede de águas pluviais em Rua João Barcellos (Itamarati), Rua Paulista (Castelânea) e Rua Thomas Cameron (Valparaíso). Também houve manutenção de calçamento na Rua Pedro Elmer e Rua Guilherme Wilbert.

A manutenção de iluminação pública foi feita em Vila Felipe, Alto da Serra, Morin, Vila Militar, Mosela, Posse, Quitandinha, Corrêas, Duarte da Silveira, Bairro Castrioto e Castelânea. 

Setor de ensino da corporação já esteve em duas empresas e deve falar para funcionários de mais duas 

O setor de ensino da Guarda Civil promoveu duas palestras para funcionários de empresa da cidade para trabalho sobre segurança no trabalho, com foco na prevenção de acidentes de trânsito. Quase 70 pessoas da Xerium Technologies e da Águas do Imperador acompanharam as sessões de conversa, principalmente das áreas de produção e operacional. Na semana que vem, o mesmo assunto será abordado para trabalhadores da Universidade Estácio de Sá e da Editora Vozes.

Hoje, a Guarda Civil mantém um efetivo de pelo menos 15 agentes para fazer a orientação do trânsito na cidade todos os dias. Esse número aumenta quando há grandes eventos ou necessidade de reforçar a escala, porque mais de 90% da corporação é capacitada para atuar nesse serviço.

Por isso, as palestras deles foram muito bem recebidas por essas empresas. No caso da Xerium, por exemplo, o trânsito é justamente o foco da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat).

“Foi muito positivo para nós para reforçar o comportamento seguro no trânsito. A dinâmica da palestra não foi de impor medo, mas de mostrar o que fazer para prevenir ou para socorrer em caso de acidente. Nós já tivemos casos recentes de acidentes e usamos esse exemplo para conversar durante a palestra. Eu acredito que uma palestra como essa pode ajudar a zerar os acidentes de trânsito na empresa”, destaca o almoxarife da Xerium, Marcos Felipe Correa.

Na Águas do Imperador, o objetivo foi ampliar as ações de conscientização para os motoristas que passaram a prestar serviço para a concessionária mais recentemente.

“Às vezes um motorista pode iniciar o trabalho sem ter a adequada preparação e esse grupo foi muito receptivo. Acho que a palestra vai ter um impacto muito positivo, os funcionários saíram com a visão mais consciente e um olhar mais cuidadoso no trânsito. Deixamos uma porta aberta para os guardas voltarem e falarem de outros temas, porque o trabalho de conscientização tem que ser constante”, fala a laboratorista do setor de qualidade da concessionária, Leila Castro, que é líder do setor de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Sustentabilidade (SSMAS) da empresa.

Durante a conversa com os funcionários, os agentes trataram de educação nos trânsito e primeiros socorros. O objetivo foi mostrar como identificar diferentes cenários de acidentes, as condições das vítimas e quais as formas corretas de fazer o acionamento do socorro.

“Foram palestras produtivas, montamos um material com vídeos e fotos de exemplos práticos mostrando diversas possibilidades de acidentes no trânsito e explicando o que deve ser feito nesses casos, o que o Código de Trânsito Brasileiro diz e as atualizações mais recentes dos protocolos de acionamento dos órgãos de emergência, para que eles estejam mais familiarizados com os procedimentos corretos”, diz o chefe do setor de ensino, Leandro da Silva.

“Essas palestras são principalmente de conscientização e elas podem fazer a diferença na atuação diária desses funcionários, porque muitas vezes as pessoas só mudam de hábitos quando é mostrado exemplos práticos”, explica a agente Adriana Vital, que também faz parte do setor de ensino e ministrou uma das palestras. 

Com o objetivo de estimular a prática de atividades esportivas nos bairros, a prefeitura através da Superintendência de Esportes e Lazer, oferece neste sábado (11.08), às 9h na Rua Espírito Santo, no Quitandinha, mais uma ação do programa Festival das Comunidades. Estão incluídos na programação jogos, de futsal e basquete.

O Festival das Comunidades atende jovens de sete e 15 anos e todos que participam do evento, são premiados no final dos jogos, como estímulo para que a prática de exercícios seja continua. A expectativa é que até o fim do ano, mais de duas mil pessoas sejam alcançadas pelos programas de atividades físicas que são oferecidas pelo município gratuitamente. Todas as atividades são acompanhadas por dois professores de educação física, garantindo mais segurança aos participantes.

O objetivo do Festival das Comunidades é que a prática de atividades físicas seja regular entre os jovens no município. É importante que essa nova geração aprenda que é uma questão de saúde se manter ativo. Pensando nisso, a Superintendência de Esporte e Lazer criou um calendário para atender a todos na cidade.

O programa Festival das Comunidades já atendeu a mais de 400 pessoas e já foi realizado na Comunidade do Alemão, no João de Deus, na Oswaldo Cruz, Chácara Flora, Gaspar Gonçalves e São Sebastião. O próximo Festival acontece em setembro na Mosela.

Os interessados em participar podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou fazer contato com a unidade pelo telefone: 2233-1218.

Objetivo é esclarecer deveres e direitos do comércio e dos clientes

Equipe do Procon Petrópolis realizou nesta quarta-feira (08.08) uma ação com foco no Dia dos Pais. A equipe percorreu 23 lojas do Centro Histórico verificando se os estabelecimentos cumprem às leis proteção ao consumidor e se ofertas anunciadas pelos estabelecimentos são cumpridas. A iniciativa teve foco em lojas esportivas, eletrônicos, de acessórios e moda masculina – locais recorrido para a compra de presentes nesta época do ano. Além disso, o órgão também verificou se esses locais possuíam o Código de Defesa do Consumidor e o livro de reclamações em locais aparentes.

Nesta quinta (09), a equipe vai punir as lojas que não se adequarem às legislações consumeristas. Elas deverão apresentar o CDC, livro de reclamações, cartazes informativos sobre a presença de ambos, além de manter os produtos de suas vitrines com preços e estar com as regras para pagamento no cartão devidamente explicadas. Os casos irregularidades serão multados, uma vez que o órgão já terá explicado como funciona a legislação.

 “A intenção é que o maior número de pessoas saiba como agir na hora de comprar um produto ou adquirir um serviço. O órgão de defesa do consumidor deve agir orientando a população, evitando, assim, futuras dores de cabeça por conta de falta de conhecimento. Também estivemos nas lojas porque, muitas vezes, o próprio comerciante desconhece sobre suas obrigações legais, além de verificar se os estabelecimentos cumprem com a leis sobre abrangem o CDC”, destaca o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá.

Na sexta-feira (10.08) a equipe estará na Praça Alcindo Sodré entre 13 e 17h orientando consumidores sobre seus direitos e deveres, principalmente na hora da aquisição de bens para uma terceira pessoa. Os fiscais irão fornecer informações sobre a obrigatoriedade de trocar produtos que apresentem vícios ocultos no momento da compra, por exemplo, além de a garantir legal de bens de consumo não duráveis, que deve ser de 30 dias e, para bens duráveis, de 90.

O órgão mantém equipes nas duas unidades, que ficam Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores, e em Itaipava, na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Locais onde a população pode fazer denúncia e tirar dúvidas sobre as relações de consumo. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470/ 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

.

A programação da Semana Municipal da Juventude, contará com rodas de conversas e debates com temáticas escolhidas pelos jovens da cidade. Nos dias 13, 14 e 15 de agosto, discussões sobre o uso abusivo de álcool e drogas, debates sobre educação e cidadania, e mesas de conversas sobre feminismo, igualdade racial e intolerância religiosa estarão presentes na programação. A abertura da semana da juventude acontece nesta sexta-feira (10) às 18h, na Praça da Inconfidência, com apresentações culturais.

A primeira roda de conversa acontecerá no dia 13.08, e discutirá “Prevenção do uso abusivo de álcool e drogas”, ministrada pelo psicóloga Leandra Iglesias. Coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Drogas (CAPS AD III), e pela psicóloga Vitoria Guterres; e “Depressão e suicídio na juventude”, ministrada pela psicanalista Patrícia Gomes. As temáticas serão debatidas às 9h no CENIP, às 14h no Ciep Cecília Meireles, e às 18h no Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, no Centro. Na ocasião, também será apresentado aos jovens o Programa ID jovem

“As temáticas para os debates da semana da juventude surgiram por meio da sugestão dos jovens de movimentos estudantis, da juventude religiosa e partidária, e a sociedade civil. É muito importante ter um espaço onde os jovens possam debater sobre os diversos temas presentes em seu cotidiano. As rodas de conversa serão um meio de orientação, conscientização e discussão da importância da educação no país, compreensão da diversidade de gênero, religiosa e racial, e o dever dos jovens como cidadão”, explica Wesley Barreto, coordenador de políticas públicas para a juventude.

Nos dias 14 e 15 de agosto as rodas de conversa serão abertas ao público. Com o tema “Educação e cidadania”, no Teatro Afonso Arinos, dia 14.08, às 14h, alguns representantes da educação da cidade estarão presentes dialogando com a juventude. No dia 15.08, às 14h, na Casa da Cidadania acontecerão quatro mesas de debate sobre os temas: “Intolerância Religiosa”, “Feminismo”, “Intolerância Racial”, e “Políticas Públicas de Gênero”.

A programação da Semana da Juventude ainda contará com diversas atrações culturais, torneios de futebol e vôlei. Este ano, a semana também terá um caráter solidário. A Coordenadoria de Juventude estará arrecadando alimentos com a finalidade de doar para instituições filantrópicas. O ponto de coleta estará no Gabinete da Cidadania, localizado na Avenida Koeler, 260 – Centro, de 9h às 18h, durante toda a semana da juventude. 

Confira a programação:

10.08
18h – Abertura da Semana Municipal da Juventude
Local: Praça da Inconfidência

11.08
09h – Torneio de Futebol no bairro 24 de Maio
Local: Quadra da Escola Municipal Clemente Fernandes
13h – Torneio de Vôlei
Local: Quadra da COMAC

13.08
Roda de Conversa sobre os temas “Prevenção do uso abusivo de álcool e drogas” e “Depressão e suicídio na juventude” e Apresentação e cadastramento do Programa ID jovem
Local: 9h CENIP – 14H Cecília Meireles (Corrêas) – 18h Liceu (Centro)

14.08
14h – Debate sobre educação e cidadania
Local: Teatro Afonso Arinos – Centro de Cultura Raul de Leoni

15.08
14h Roda de Conversa sobre diversidade
Local: Casa da Cidadania – R. Visconde de Souza Franco, 474 – Centro

16.08
08h Plantio de mudas de Ipê e sementes para valorização do solo agredido
Local: Cascatinha
11h Doação de Sangue e Arrecadação de alimentos
Local: Hospital Santa Teresa – Rua Paulino Afonso 477, Centro

17.08
10h – Torneio de futebol e tarde cultural com música e dança
Local: Colégio Gabriela Ministral – Posse

 

Notícias por data

« Agosto 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

DO

loa 2018

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

cpge

gabinete cidadania.fw

selo acesso informacao.fw

cmv-logo