Segunda, 28 Janeiro 2019 09:58

Dias de sol enchem Petrópolis de turistas

Turismo é sucesso o ano inteiro na Cidade Imperial

Quem pensa que apenas o friozinho da Serra encanta os turistas está enganado, os dias de calor e céu azul na Cidade Imperial também têm atraído os visitantes. Mesmo durante a semana, os espaços reservados para ônibus e vans de turismo no Centro Histórico, por exemplo, estão sempre ocupados com grupos vindos de todas as partes do Brasil e até de fora. Mas é no fim de semana que o município fica ainda mais cheio. Neste mês, em todas as sextas-feiras, sábados e domingos o Disque Turismo, da Turispetro, registrou taxas de ocupação superiores a 60%, com alguns hotéis e pousadas chegando a ocupação máxima. A gente não tem mar, mas tem cachoeiras, e, por isso, os distritos também têm ficado movimentados neste período.

Do circuito religioso ao ecoturismo, passando pelo de compras, histórico-cultural, cervejeiro, entre outros, opções não faltam em Petrópolis para agradar quem vem conhecer o município. Durante a semana, é maior o número de grupos que fazem o chamado “bate e volta”, quando os visitantes se hospedam em outras cidades e passam um dia aqui, mas a prefeitura vem trabalhando para mudar essa realidade. É o município é referência em segurança, temos uma rede hoteleira preparada e polos gastronômicos incríveis. Por isso, um dos nossos focos é trabalhar para manter o turista na cidade. Com medidas como o fortalecimento dos eventos temos conseguido mudar isso.

Com museus, casarões históricos, igrejas e uma infinidade de atrativos turísticos, principalmente o Centro Histórico tem ficado movimentado o ano inteiro. O assistente social João Batista Evaristo, morador de Niterói, veio esta semana para passear em Petrópolis e disse ter adorado encontrar a cidade com o céu azul. “Eu não gosto de frio, fujo de frio e gosto da baixa temporada. Vim com um amigo conhecer um roteiro diferente em Petrópolis, conheci o Parque Municipal (da Ipiranga), vou assistir ao Sarau Imperial. Estou gostando muito, tirei muitas fotos. Deve ser a sétima ou oitava vez que venho a Petrópolis e cada vez a gente se surpreende, cada vez vai conhecendo coisas novas. A cidade é muito bonita, muito bem cuidada, conservada, eu acho que é um exemplo de turismo para o Brasil”, disse.

“Aqui em Petrópolis tem muitas árvores, e ameniza o calor. Estou de férias e vim passear, é tudo muito bonito aqui”, explica a farmacêutica Delzuita Pinheiro, de São João de Meriti.

Agências de turismo de cidades vizinhas, principalmente do Rio, têm faturado com a venda de passeios para a Cidade de Pedro. Segundo o motorista de ônibus Marcelo Gandra, ele costuma subir a Serra cerca de 20 vezes por mês. Nesta quinta-feira (24), ele veio com uma excursão de mais de 20 estrangeiros – com argentinos, peruanos e turcos – e alguns brasileiros.

“Os turistas gostam muito do Museu (Imperial). E 90% são católicos, então gostam muito da Catedral também. Mas o circuito turístico engloba também o Palácio de Cristal, a Cervejaria (Bohemia), e eles gostam também de caminhar na cidade e ver a arquitetura, os casarões que eram habitados por barões. E, no Rio, a propaganda é muito em cima disso, da história da cidade. O que eles mais gostam é conhecer a história da cidade onde D. Pedro II morou. E mesmo com esse calor o turismo não baixou, a temperatura não influencia quem procura o turismo cultural”, disse ele.

“Achei o Museu (Imperial) muito lindo. Não conhecia a história do Brasil”, disse a argentina Liliana Delmase, que fazia parte do grupo.

Categoria A no Mapa do Turismo Brasileiro, Petrópolis tem o turismo como um de seus pilares da economia. Em 2018, o setor ganhou destaque no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) com a geração de 943 novas vagas de emprego na categoria de “Serviços”, que inclui hotéis e restaurantes. A meta da Turispetro para este ano é continuar fazendo o trade crescer.

Letícia Jochim divide o seu tempo entre o trabalho e a família, restando pouco tempo para treinar

Surpresa pelo resultado, ela garante que nunca imaginou conquistar o título geral

A rotina é normal de uma mulher que divide o seu tempo entre o trabalho e a família, mas os resultados são de uma atleta profissional. Letícia Jochim, de 41 anos, é empresária e passa a maior parte do dia dentro da petshop ao lado do pai, dono do comércio. Mãe de dois filhos - um de 11 e outra de sete anos – ela consegue ajudar os pequenos com os deveres de casa, além das tarefas domésticas e de, como garante, ainda cuidar do marido. Em meio a tantas obrigações, ela encontrou espaço para uma válvula de escape: a corrida de rua. Praticante da modalidade há quase três anos, Letícia surpreendeu as atletas profissionais e conquistou o primeiro no lugar geral no feminino no ranking municipal de corrida, criado no ano passado pela prefeitura com o objetivo de incentivar a participação dos atletas nas provas que acontece na cidade.

"Não faço dieta e consigo treinar, no máximo, duas vezes por semana na academia. Comecei a correr por causa do meu corpo, estava muito insatisfeita. Não imaginava que os resultados pudessem surgir assim desse jeito, em pouco tempo. Nem passava pela minha cabeça ficar em primeira no ranking da cidade", conta Letícia, que encontrou na modalidade algo para distrair a cabeça dos problemas do dia a dia.

"Fico muito feliz em conseguir os resultados, mas não coloco isso como obrigação não. Desde que comecei a participar das provas eu consigo pegar algum lugar no pódio, já devo ter quase 30 troféus, além das medalhas também. O mais importante para mim é a competição comigo mesma, sempre buscando dar o meu melhor em cada prova que eu disputo", garante ela, que se coloca como uma atleta amadora em meio a grandes profissionais.

Entre os homens, o vencedor geral foi José Gutemberg Ferreira, da Pé de Vento. O treinador da equipe, Dr. Henrique Vianna, destaca que a criação do ranking municipal ajudou a incentivar os atletas a participarem das provas que acontecem em Petrópolis. "O corredor desenvolve também na questão disciplinar. Não adianta só estar bem preparado para apenas uma corrida, já que existe uma sequência que conta pontos", explica.

A entrega da premiação do ranking municipal dos corredores acontece na próxima terça-feira, dia 29 de janeiro, no Centro de Cultura Raul de Leoni às 18h. Serão contempladas 24 faixas etárias diferentes, mais os cinco atletas mais bem colocados na classificação geral, tanto no masculino quanto no feminino, somando mais de 100 esportistas agraciados pelo prêmio.

O município começa o ano premiando os corredores que participaram dos eventos da cidade no ano passado. A cidade está preparando um calendário com mais de 30 modalidades esportivas diferentes, com cerca de 100 eventos previstos. Desde o início do nosso governo, criamos várias de atividades nos bairros e nas comunidades, além de etapas de competições importantes, graças as parcerias público-privada. Com o incentivo ao esporte, a cidade vai alcançar ainda mais pessoas neste ano.

No ano passado, seis provas contaram para o ranking: Corrida do Trabalhador, Petrópolis-Itaipava, XC Run, Circuito Desafio, Petrópolis Night Run e Corrida Master. A ideia é que esse número dobre, estimulando que os atletas participem de mais eventos ao longo desse ano. A premiação em janeiro acontece em virtude do calendário esportivo do município.

O município vai anunciar, no dia 29, as corridas que valem para o calendário deste ano. Em 2018, as corridas que contaram pontos para o ranking foram até outubro, mas pode ser que nos próximos anos aconteçam até dezembro. Dessa maneira, consideramos que janeiro é o melhor mês para a entrega da premiação.

Os cadastrados podem ser selecionados para receber uma das 1.028 unidades habitacionais

“Moro com meu filho em área de risco, minha casa já foi interditada, mas não tenho como morar em outro lugar”, conta a dona de casa, Cristina Machado da Silva, 55 anos, moradora do Vital Brasil, no São Sebastião. Ela é uma das 47 mil pessoas que vivem em área considerada de risco na cidade e tem o perfil para se cadastrar no programa Minha Casa Minha Vida. Foi o que a dona de casa fez neste sábado (26.01) durante o atendimento da prefeitura pelos bairros no fim de semana. As equipes da Assistência Social deram orientações para a população e fizeram os registros de pessoas no perfil do benefício.

Os atendimentos neste sábado e domingo (27.01), foram direcionados para os bairros Independência, Quitandinha e São Sebastião. É muito importante essa conscientização. As pessoas precisam fazer o cadastro. Petrópolis ficou muito tempo sem uma política habitacional, agora está avançando. São vários chamamentos no Caetitu, Benfica, Mosela, Vale do Cuiabá, que vão contabilizar mais de mil unidades habitacionais para a cidade, mas a pessoa tem que ter o cadastro.

A cidade tem atualmente 1000 pessoas cadastradas no auxílio aluguel social e Petrópolis tem 234 áreas de risco. As novas unidades habitacionais vão garantir a segurança da população. Petrópolis já tem a aprovação para a construção de 1.028 imóveis. Entre as localidades onde serão construídas as novas moradias, estão as regiões de Benfica, que receberá 120 imóveis; Vale do Cuiabá, 140; Mosela, 48 e Caetitu, com 720 apartamentos. Essas construções são voltadas especificamente para atender a demanda das vítimas de calamidades, que ainda não conseguiram recuperar suas moradias.

O chamamento da população que vive em área de risco teve início em dezembro de 2018 e até o momento 620 pessoas cadastradas.

Para garantir que o maior número de pessoas em situação de risco seja inserido no programa, além do serviço nos bairros, o atendimento é feito em pontos fixos. Até o dia 15 de fevereiro as pessoas podem procurar um dos postos instalados na sede da Defesa Civil, na Rua Buarque de Macedo, 128 – Centro e no Centro de Cidadania de Itaipava, na Estrada União e Indústria, 11.860.

As ações realizadas durante o fim de semana nos bairros contribuíram para o esclarecimento da população. A moradora do Independência, Lohaine de Souza, 26 anos, foi ao local para saber quais documentos precisa apresentar. “Minha casa tem estrutura abalada, já foi interditada. Preciso de um local seguro para morar com meus filhos”, destaca a doméstica que tem quatro filhos.

Os agentes da Assistência Social orientam sobre quais documentos são necessários. Ao chegar nos pontos de cadastramento, os agentes avaliam o perfil da pessoa que para se cadastrar precisa apresentar documentos comoIdentidade, CPF e Certidão de Nascimento ou Casamento (adultos); comprovante de residência, como conta de luz, telefone e água; e Certidão de Nascimento, para as famílias que tenham menor de idade.

O cadastramento continuará com reforço pelos bairros nos dias 2 e 3 de fevereiro nos postos de saúde do Alto da Serra e da Estrada da Saudade, e no Centro de Referência de Assistência Social de Corrêas. Nos dias 9 e 10 de fevereiro, as equipes estarão no Centro de Cidadania de Itaipava, na Igreja São Pedro em Pedro do Rio e no CEU da Posse.

Segunda, 28 Janeiro 2019 09:48

Quadra do Morin é inaugurada após reforma

Equipamento esportivo ganhou instalação de cobertura e iluminação e melhorias no piso e no alambrado

Mais uma quadra esportiva reformada pela prefeitura foi entregue aos moradores, neste sábado (26.01). A quadra Cruzeiro do Sul, que ganhou telhado e melhoria no piso, foi inaugurada. Agora, ela ficará à disposição da comunidade e dos alunos da Escola Municipal Luiz Carlos Soares.

A prefeitura tem feito um trabalho de levar o esporte para dentro da comunidade. E esse ação ocorrer em outros locais: na Posse, por exemplo, a quadra está ganhando grama sintética e cobertura. São várias comunidades onde a Prefeitura está incentivando o esporte. Porque quem pratica esporte, da criança ao idoso, tem mais saúde, ou seja, o município está trabalhando a saúde.

A reforma da quadra aconteceu a partir de uma emenda de R$ 487,5 mil e contrapartida de R$ 150 mil (R$ 637,5 mil). Ela começou no início de 2016 e foi paralisada alguns meses depois por falta de pagamento de R$ 3,1 mil pela gestão passada. O município honrou o pagamento e permitiu a retomada da obra.

A quadra ganhou cobertura com telha de alumínio, o que vai permitir que os frequentadores possam utilizar o espaço sem ficar expostos ao sol e mesmo em dias de chuva. O piso, com 38 metros de comprimento e 18 metros de largura (quase o tamanho máximo de uma quadra oficial) foi totalmente refeito. O alambrado também foi trocado e ainda foi instalada iluminação, o que vai permitir a utilização também no período noturno.

Também foram feitas outras melhorias pela prefeitura, como instalação de novo calçamento no acesso ao equipamento esportivo, pintura da arquibancada que fica ao lado da quadra e limpeza de todo entorno.

Antes dela, a quadra de Pedras Brancas também foi inaugurada após reforma completa, que contou com a instalação de telhado. O espaço já conta inclusive com um núcleo do Agita Petrópolis oferecendo aulas de futsal para até 60 crianças e adolescentes até 15 anos.

A cidade ainda terá reforma nas quadras de Cascatinha, Taquara, Bairro da Glória, Madame Machado, Amazonas, Carangola, Comunidade Oswaldo Cruz, Vila Rica, Comunidade Alemão e Vila São José. Na Posse, a obra de reforma já está com a fundação pronta e, com isso, já será iniciado a etapa de montagem da estrutura metálica que servirá de suporte para o telhado.

Esse é o terceiro equipamento esportivo coberto que está sendo entregue na cidade, primeiro foi o Centro de Iniciação ao Esporte, no Caxambu, depois a quadra de Pedras Brancas. A quadra poderá ser usada não apenas para os projetos esportivos da comunidade, mas também pela Escola Luiz Carlos Soares, para as suas aulas de educação física e para os eventos de lazer que a escola vai promover.

O jogo de inauguração da quadra reuniu os times de futebol feminino do Guerreiras e do Pequenas. O treinador do Guerreiras, Fábio Barbosa, contou que ficou mais de dois anos sem ir à quadra e ficou impressionado com o que viu.

“Essa quadra sempre foi largada. Tinha mais de dois anos que eu não vinha aqui e estou voltando hoje. Eu fiquei impressionado com o que vi, eu realmente não esperava que fosse ficar tão bom assim. A quadra é importante não só para a comunidade, mas para essas meninas do time de futebol feminino. Minha intenção é abrir também um time masculino aqui no bairro. A gente vai aproveitar bastante isso daqui”, falou.

A atleta do Pequenas, Isabela Oliveira, também gostou do que viu.

“É muito importante ter espaços como esse, em que a gente vai poder jogar mesmo se tiver chovendo, mesmo se tiver um pouco mais escuro. A quadra ficou muito boa”, afirmou.

A inauguração da quadra contou com a presença de diversos secretários municipais, vereadores e lideranças comunitárias.

Guarda Civil, Polícia Militar, Fiscalização de Posturas, Vara da Infância e Juventude e Conselho Tutelar realizaram mais uma edição do choque de ordem em ruas do Centro na noite dessa sexta-feira (25.01). Foram  feitas algumas abordagens e registradas cinco ocorrências de menores consumindo álcool, durante a ação. Os agentes passaram pela Rua Nelson de Sá Earp e entorno da Praça da Liberdade.

O trabalho dessa sexta teve como um dos focos coibir o envolvimento de menores de 18 anos com bebidas alcoólicas e drogas. O canil municipal foi acionado para o serviço de detecção e adolescentes que foram flagrados consumindo bebidas alcoólicas foram abordados e levados até a Praça 14 Bis, onde foi montado um posto de atendimento da Vara da Infância e do Conselho Tutelar.

“O nosso trabalho aqui tem como principal função manter a integridade de adolescentes, a proteção deles contra álcool e drogas. Então a partir do momento que a gente identifica, por exemplo, algum menor de 18 anos com bebida, a gente aciona o responsável, que vai ter que ir ao local e ele será notificado. Fazendo isso, a gente está coibindo e pretende acabar com essa situação de alguns jovens em vulnerabilidade”, disse a conselheira tutelar, Mérilen Dias.

Essa foi a terceira edição do choque de ordem este mês. A ação feita nessa sexta foi fruto de articulação entre as forças de segurança, órgãos da prefeitura e poder judiciário. Além de uma tenda, também foi levado para a Praça 14 Bis o ônibus de videomonitoramento. A Nelson de Sá Earp foi gradeada para evitar ocorrências de estacionamento irregular.

“Esse é um trabalho integrado que já ocorre sempre e que foi reforçado para essa edição. Apesar da chuva, ainda encontramos casos de menores de 18 anos com bebidas, o que os coloca em situação de vulnerabilidade. Por isso, o poder público está se fazendo presente para, como em todas as outras edições do choque de ordem, proteger a todos e garantir que a diversão de algumas pessoas não signifique qualquer problema para outras pessoas”, afirmou o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.

A Guarda Civil esteve presente com 15 agentes, cinco carros e uma moto, além da cadela Scolt para detecção de drogas. A Polícia Militar deslocou cerca de 25 homens e seis viaturas. A Fiscalização de Posturas teve três fiscais e um veículo à disposição. Vara da Infância e Juventude e Conselho Tutelar estiveram presentes com seis pessoas e um automóvel.

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Janeiro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo