O Feirão Limpa Nome terá início nesta quarta-feira (30.01) às 10h com 19 empresas que prometem descontos e parcelamentos especiais. Até às 16h, estandes do Itaú, Bradesco, Santander, Caixa, Oi, Vivo, Tim, Claro, Enel, Águas do Imperador, Casas Bahia, Ponto Frio, Sky, Net, TechCable, Real Modas, Stela Maris, Bico da Bota e Gisele Jeans estarão disponíveis para realizar negociação de dívidas. Mas quem não puder comparecer neste primeiro dia, haverá mais duas oportunidades de participar do Feirão: na quinta (31) e sexta-feira (1º.02), também de 10 às 16h. A ação é promovida pelo Prefeitura, por meio do Procon.

Nos três dias, o evento acontece na Casa dos Conselhos, que fica na sede da Prefeitura (Avenida Koeler, 260 - Centro). Para o primeiro Feirão, as empresas prometem ofertas exclusivas para pagamentos à vista e formas de facilitação de pagamento de dívidas em atrasos. Além disso, quem estiver com o nome negativado junto ao SPC e Serasa poderá se regularizar e ter seu nome limpo. Os acordos feitos pelas empresas serão assinados pelo Procon, que vai validar cada negociação realizada junto às empresas, como testemunha.

As senhas serão distribuídas assim que a pessoa chegar, mas uma por vez. E, por se tratar de empresas distintas, pode ocorrer de uma pessoa que chegue depois, seja atendida primeiro, por exemplo.

De acordo com o SPC Brasil, Petrópolis fechou 2018 com 36.762 pessoas com dívidas ou nome negativado, ou seja, 12,25% da população. A ação promovida pelo órgão de defesa do consumidor visa auxiliar nas tratativas entre clientes e empresas, garantindo melhores condições para que as pessoas com dívidas consigam quitar seus débitos e resolver suas pendências. Uma forma de começar o ano sem dívidas. A OAB também estará participando, auxiliando a população em caso de dúvidas jurídicas. 

Para negociar

Para a negociação, o usuário deve levar um documento de identidade com foto, CPF, comprovante de residência e os boletos das dívidas. Ao chegar na sede da Prefeitura, ele será direcionado à Casa dos Conselhos, onde as empresas estarão dispostas em estandes. O consumidor irá receber uma senha – de acordo com a empresa para a qual quer a negociação – e aguardará sua vez para ser chamado. Após a negociação o usuário terá o acordo assinado pelo Procon. Caso ele queira negociar com mais de uma empresa, ele poderá fazer após o primeiro acordo ser firmado solicitando uma nova senha.

Adaptações, pinturas e ampliação no atendimento são algumas melhorias que estão sendo realizadas em 29 unidades escolares nesse início de ano. Em dois anos a gestão  já soma 80 unidades que receberam cuidados para garantir segurança e conforto dos alunos e servidores. Estão sendo aplicados R$ 541 mil nas obras e mais intervenções serão feitas ao longo do ano.

A manutenção acontece nas 182 unidades da rede. Todas as revitalizações têm como objetivo garantir o conforto dos alunos e cuidar do patrimônio das instituições escolares que ficaram muitos anos sem receber melhorias. Aos poucos, a rede está atendendo aos pedidos das diretoras e das comunidades e dando atenção aos Centros de Educação Infantil que atendem de forma integral os alunos menores.

Das 29 unidades que estão recebendo melhorias, nove são Centros de Educação Infantil: CEI Marli Soares, CEI Professora Tina Grazinoli, CEI Casa da Solidariedade, CEI Patricia Ferreira e Silva, CEI carolina Amorim, CEI Germano Valente, CEI José Gonçalves da Motta, CEI Zilda Arns e CEI Rosângela da Silva Leonardo.

No CEI Déa Lúcia, por exemplo, as obras devem terminar nessa semana e incluem a pintura dos espaços da unidade escolar, troca de pisos do solário e reforma completa do refeitório.

“É muito gratificante ver o CEI tão bonito. Tenho certeza que os alunos vão ficar encantados e os pais também. A equipe do CEI é muito dedicada e está ansiosa para mostrar as crianças como cada cantinho está lindo”, afirmou a diretora do CEI Déa Lúcia, Raquel de Lima.

Outro espaço que está recebendo melhorias é o CEI Comac. Salas de aulas já recebem pintura nova e em uma nova etapa será revitalizado o espaço do berçário com novas janelas, pintura, criação de brinquedoteca e um auditório que também servirá como sala de vídeo.

No CEI Patricia Ferreira da Silva, mais três salas foram criadas. A ampliação garantiu o aumento na oferta de vagas: mais 20. Em 2019 o CEI terá mais uma turminha de 4º período e uma de 5º período, uma novidade. Além disso, uma sala de leitura será montada para as crianças.

“Conseguimos aumentar a capacidade de atendimento, o que é ótimo porque temos uma demanda de vaga muito grande e, além disso, criar um espaço lúdico para as crianças, com muitas almofadas e livros. Quando tiver tudo pronto, tenho certeza que eles ficarão muito felizes”, garantiu a diretora, Léa Maria Zilves.

Revitalizações começaram em 2017

Desde 2017 o poder público vem investindo em melhorias nas unidades escolares. Em 2017 foram realizadas melhorias em 19 espaços e em 2018, outros 32 receberam verbas para adaptações. Nesse início de ano, 29 estão recebendo essa atenção.

A Secretaria de Defesa Civil está com uma equipe em plantão permanente na Regional da Posse, próxima a região do Ingá. Nesta terça-feira (29.01) foi disponibilizada uma estrutura para dar apoio aos moradores na retirada de seus pertences para uma região fora da área de risco. De 9h30 até às 16h, a população pode solicitar a utilização do veículo da Defesa Civil ou o apoio dos agentes caso utilize um carro próprio. Apenas um residente da Estrada da Pedreira, região interditada na semana passada, solicitou a equipe no primeiro dia de atendimento. A expectativa é de que ao longo da semana demais moradores usem o apoio na retirada de seus pertences. São 32 casas interditadas no Ingá e todas as famílias estão alojadas em casas de parentes. 

“Os agentes foram muito solícitos e me ajudaram bastante, dando todo o suporte que eu precisava, com veículo e tudo. A presença deles traz mais segurança para que a gente busque os nossos pertences. Já avisei para os meus vizinhos para virem aqui buscar as coisas deles também”, conta Roberto José dos Santos, de 42 anos, que retirou uma bolsa com diversos documentos, plantas, mesas, pisos e o encanamento que ele comprou para uma obra que iria fazer no local.

O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Posse permanece como local de referência para o cadastro das famílias afetadas. Até o momento, a Secretaria de Assistência Social cadastrou 27 famílias - 61 pessoas. O apoio vai permitir que os moradores retirem mobiliários e pertences de maneira segura, sempre acompanhados pelos agentes.

O Cras da Posse fica na Praça do CEU Corta Rio e conta com uma equipe da Assistência Social para atender os moradores da região.

As equipes da prefeitura também permanecem no local monitorando o maciço rochoso. Na semana passada, técnicos do Departamento de Recursos Minerais do Estado do Rio de Janeiro (DRM-RJ) emitiram nota técnica recomendando a manutenção da interdição das moradias na área atingida. A Defesa Civil interditou 32 imóveis no local.

Neste momento é fundamental que a população não permaneça no local interditado e procure o Cras da Posse para o cadastro nos programas sociais da prefeitura.

Petrópolis quer ser a primeira cidade a receber o Gabinete Itinerante,   projeto do Governo do Estado que percorrerá as cidades do interior do Rio. O governador Wilson Witzel confirmou a realização do projeto durante a reunião com secretários de turismo de 75 municípios, que aconteceu nesta segunda-feira (28.01), no Rio e Petrópolis apresentou o convite para ser a primeira a receber a comitiva. A ideia é de que o Gabinete Itinerante também traga divulgação para as cidades, aumentando a visibilidade de seus atrativos e, consequentemente, atraindo novos visitantes.

No encontro, que foi realizado a convite do secretário de estado de Turismo, Otavio Leite, foram debatidas questões estratégicas para otimizar o turismo das cidades, com o objetivo de trazer mais turistas para o interior fluminense. “O Rio de Janeiro é muito mais do que uma cidade maravilhosa. São noventa e duas cidades maravilhosas e vamos explorar o potencial turístico de cada uma delas”, comentou o governador após a reunião em suas redes sociais. Ele também anunciou, durante o encontro, a transformação da TurisRio em uma agência de promoção para facilitar o apoio fornecido atualmente pela empresa de turismo estadual.

Durante a reunião, Otavio Leite discursou sobre projetos e ações já encaminhados para um futuro próximo, visando a promoção das noventa e duas cidades do Rio de Janeiro e o consequente aumento do fluxo turístico para o Estado. O Rio de Janeiro tem potencial para agradar a todos os tipos de turista, tanto os que preferem o litoral quanto a serra.

A Secretaria de Meio Ambiente promove na próxima sexta-feira (01.02) a terceira etapa da campanha de recolhimento de lixo eletrônico. Uma barraca será montada na Praça Dom Pedro, de 10h até 17h, para a coleta de equipamentos que estejam quebrados ou sem uso. O objetivo é destinar de forma correta os itens eletrônicos. A iniciativa tem o apoio da Comdep e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e da empresa Recicla Ambiental.

As duas primeiras etapas foram realizadas em dezembro e conseguiram arrecadar cerca de 300 kg de produtos. A população entregou os mais variados artigos, como telefones antigos, computadores, impressoras e fones de ouvido que serão destinados para uma empresa de reciclagem. Uma sala da Secretaria de Meio Ambiente também será destinada para receber esse tipo de material.

De acordo com um estudo realizado pela Organização Nações Unidas (ONU) em conjunto com a União Internacional das Telecomunicações, em 2017 foram gerados 44,7 milhões de toneladas desse tipo de resíduo em todo o mundo, sendo que até 2021 esse número deve crescer 17%. A ideia é que Petrópolis caminhe na contramão das estatísticas.

O lixo eletrônico pode causar a contaminação de solo e água. É importante lembrar que os equipamentos eletrônicos foram criados pelo ser humano e que precisam descartar de maneira correta, sem prejudicar a natureza.

A campanha é mais uma ação do projeto Inteligência Ambiental (IA) do setor de educação ambiental, criado pela pasta em agosto do ano passado e que tem o objetivo de conscientizar a população da importância da preservação ambiental. Com a realização da campanha, a prefeitura está cumprindo a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Materiais eletrônicos também podem ser depositados no CERT

A população também entregar o lixo eletroeletrônico no EcoCentro que funciona no Centro de Excelência e Referência Tecnológica (Cert). O espaço recebe a doação de pilhas, baterias, computadores e impressoras. Após uma reciclagem, algumas peças são reaproveitadas em computadores da própria prefeitura ou são direcionadas para projetos sociais como o do Padre Quinha.

Quando o material não pode ser reutilizado é encaminhado para o descarte correto. O EcoPonto também recebe aparelhos celulares, notebooks, computadores em geral e câmeras fotográficas. O CERT funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h30 e fica localizado na Rua Bingen, número 520.

A Secretaria de Saúde apresentou, nesta terça-feira (29.01), aos médicos do ambulatório do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE) a exigência do cumprimento da carga horária de 20 horas semanais.  A reunião teve a presença do representante do Conselho Regional de Medicina (Cremerj), Guilherme Toledo e do presidente do Conselho de Saúde, Rogério Tosta. Nesta quarta-feira (30.01) o setor de Recursos Humanos fará redimensionamento e adequação da carga horária dos médicos. Profissionais que não se adequarem poderão se desligar do HMNSE e será feita contratação emergencial

A Secretaria de Saúde identificou médicos trabalhando menos horas do que deveriam. Atendimentos eram feitos por 3 a 4 horas, porém o pagamento era feito baseado em plantão integral.  O caso que mais chamou a atenção foi de um médico contratado para 7 plantões mensais  que somam 168 horas trabalhadas, mas que cumpria menos de 23 horas em um mês, horas que eram fracionadas em vários dias.

A Secretaria está determinando que os profissionais vão precisar cumprir 20 horas semanais – que podem ser dividas em três turnos - em um total de 80 horas de atendimento mensais. Consultas e exames que deixaram de ser feitos esta semana serão remarcados. O atendimento emergencial ocorre normalmente.

Desde de outubro, quando a Secretaria deu início à reformulação do RH, que segue os parâmetros dos ministérios da Saúde e do Trabalho, os médicos passaram a registrar a carga horária trabalhada manualmente.

A adequação da carga horária será feita conforme especificidade de cada tipo de atendimento, havendo,  por exemplo, um modelo para os médicos do ambulatório de ortopedia e outro para os profissionais que realizam exames. A Secretaria está apresentando o que deve ser cumprido e esperam chegar a um acordo que possa normalizar a situação. O médico que não concordar, poderá ser substituído.

Os artistas interessados em participar das exposições que ocorrem durante o ano na Casa da Educação Visconde de Mauá já podem fazer as inscrições. Serão 10 exposições ao longo do ano. As peças ficam expostas nos espaços da Casa e ficam abertas para visitação de toda a comunidade.

“O objetivo é o de aproximar os alunos das atividades artísticas. Durante as exposições eles participam de visitas guiadas e oficinas e aprendem técnicas diferenciadas que certamente poderão ser usadas futuramente por cada um deles. Além disso, é notório que o convívio com a arte melhora as pessoas”, explica a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

Os artistas interessados devem entrar em contato com a coordenadora da grade de exposições, Andrea Marinho, de segunda a sexta-feira, de 13h às 17h, pessoalmente ou pelo telefone 2246-8659. É indicado apresentar a proposta, portfólio e fotos do material que será exposto.

“Vale salientar que a Casa recebe diariamente cerca de 300 pessoas, entre alunos, servidores e pais de alunos e eles fazem questão de visitar esses espaços”, afirma Catarina Maul.

Quem visitou as exposições na Casa da Educação em 2017 pôde conferir, por exemplo, a mostra de fotografias “Minhas Raízes, Minha História”, com retratos sobre a colonização germânica em Petrópolis; Fotos sobre o “Cotidiano’, com imagens do fotojornalista Marco Oddone, desenhos de trajes inspirados em Dom Pedro II e uma exposição de artes plásticas, do artista Rafael José Dutra. Já em 2018 a Casa recebeu mostrar diferenciadas como: "A leveza do aço em Pot-Pourri II", “Encontros e Invenções” e "Costurando o tempo II".

Vale destacar que todas as exposições têm visitação gratuita. A Casa da Educação fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 03.

O Restaurante Popular Reina de Lurdes Vieira, no Centro recebeu melhorias estruturais, além da qualidade e variedade do cardápio. São 1000 refeições servidas diariamente a R$ 1 e 500 cafés da manhã e 500 lanches da tarde a R$ 0,50. O entorno também acaba de receber bancos ao redor.

A cada dia, o local oferece um cardápio diferente, sempre contendo salada com legumes e verduras frescas da época, arroz, feijão, dois tipos de proteína, sobremesa e suco. Além das ações que acontecem durante o ano, que o restaurante recebe Chefs de cozinha que elaboraram refeições especiais.

A nutricionista do Restaurante Popular, Leticia Lima frisou que os alimentos utilizados no cardápio são escolhidos de acordo com a safra da época, assim qualificando e diversificando os alimentos oferecidos. “Escolhemos as verduras, frutas e legumes de acordo com a safra, para que o alimento tenha melhores nutrientes”, disse a nutricionista.

 “Aqui é maravilhoso, eu e meu marido almoçamos todos os dias. As refeições sempre são muito gostosas e cada dia um prato diferente. Frequento o restaurante desde que abriu e eu adoro”, contou a aposentada de 75 anos, Nazaré Nascimento.

 O espaço é referência para outras atividades oferecidas pelo município, como o baile da terceira idade.

A Comdep também instalou 12 bancos, sendo 10 com tamanho padrão e dois menores, nos arredores do local. Agora as pessoas que utilizam o serviço podem aguardar sentados à sua vez de entrar no restaurante.

Estão abertas as inscrições para a Corrida do Shopping Center Pedro II, a primeira que conta pontos para o ranking municipal dos corredores de rua neste ano. A prova será realizada no dia 23 de março, às 8h, com largada na entrada do Shopping para um percurso de sete quilômetros pelo Centro. Os interessados podem garantir sua vaga no site: www.browsports.com.br. O evento conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer e da CPTrans.

Os kits disponíveis para os corredores custam de R$ 25,90 até R$69,90. A premiação atende as três maiores equipes inscritas no evento, além dos três primeiros colocados no geral e por faixa etária. O calendário esportivo da cidade prevê mais de 100 eventos neste ano.

O evento é uma realização do Shopping Center Pedro II com produção da Brow Sports.

O objetivo é estimular cada vez mais a corrida de rua, considerado o esporte mais democrático do mundo. A corrida é uma ferramenta importante que promove o bem-estar e o lazer.

As inscrições serão encerradas uma semana antes da realização da prova, ou em data anterior a esta, caso seja atingido o limite técnico de participantes na corrida.

Com cerca de 170 atendimentos por dia, a Central de Regulação Hospitalar, responsável pelo encaminhamento de consultas nas unidades de saúde do município, passa a concentrar as autorizações de exame laboratoriais e agendamento de consultas na área de fisioterapia. Desde que recebeu a habilitação para a implantação do Ministério da Saúde, em outubro de 2018, o setor conseguiu avançar o sistema, que tem como meta mapear todas as especialidades médicas do Sistema Único de Saúde. A próxima a ser regulada é a área de psicologia.  

Em funcionamento em nova sede desde fevereiro de 2018, a Central teve modelo de implantação aprovado pelo Ministério da Saúde, que passou a destinar verba de mais de R$ 820 mil ao ano para a manutenção do sistema.

A regulação dos atendimentos de fisioterapia visa organizar o atendimento na área, que para o primeiro trimestre passará a contar ainda com o Centro Municipal de Ortopedia (CMO). Em fase de implantação no Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE), a unidade será uma referência para o tratamento de artrose.

Petrópolis é a primeira cidade da Região Serrada a ter o custeio do Ministério da Saúde para a implantação da Central de Regulação Hospitalar. Além de consultas, a Central passa a atuar na autorização e agendamento de exames laboratoriais, como de sangue, fezes e urina. O setor, além que conseguir mapear todas as demandas do município, agiliza o encaminhamento dos pacientes. A proposta é organizar os atendimentos de forma que os pacientes sejam direcionados para as unidades com maior disponibilidade.

A Central garante que os pacientes sejam direcionados para as consultas de especialidades médicas, exames e internações hospitalares respeitando a ordem de encaminhamento e os critérios de classificação de risco. Para a implantação no município, a Central teve que seguir critérios técnicos e de infraestrutura. O sistema permite o direcionamento dos pacientes para consultas e exames para a rede própria, contratada ou conveniada e organiza as internações nas unidades hospitalares disponíveis no município.

Museus mundo afora contam com coleções que, muitas vezes, faziam parte de um acervo pessoal e que junto com outros documentos contam cada vez mais histórias. Em Petrópolis não é diferente: a contribuição da população ajuda as instituições e possibilita o contato de outras gerações com o que já foi inédito em outros tempos, relacionando o passado com o presente. E é por isso que o Museu Casa do Colono quer ampliar ainda mais seu acervo com a ajuda dos moradores, e acaba de lançar a campanha “Você faz parte dessa história”. A ideia é fazer com que esse acervo doado esteja disponível para a pesquisa, para a cultura e acesso de toda a sociedade.

O objetivo da ação é captar documentos e coleções pessoais, como cartas, livros, álbuns, utensílios domésticos e de trabalho industrial e agrícola, brinquedos, mobiliário, fotografias, acessórios femininos e masculinos, e histórias de vida que representem a imigração germânica na cidade. E, como uma casa-museu, busca narrar os modos de vida, as tradições, os ofícios e os saberes, as histórias desses diversos personagens, lugares e acontecimentos históricos que marcam a trajetória de formação do município de Petrópolis e sua gente, com foco no século XIX.

“Com a implementação desse trabalho, o Museu pretende obter novas fontes documentais para extensas pesquisas sobre as diversas visões que foram construídas sobre a história da imigração germânica na cidade e no Brasil durante as décadas, e as relações sociais que eram instituídas, enriquecendo seu importante acervo, que já conta com coleções significativas”, explica a museóloga Ana Carolina Vieira.

O Museu Casa do Colono atualmente conta com mobiliário, utensílios de uso doméstico e de trabalho, reproduções fotográficas, quadros e objetos de uso pessoal que chegaram até a instituição através de doações feitas pelos descendentes de colonos germânicos, além do apoio do Clube 29 de Junho, o Instituto Histórico de Petrópolis e o Museu Imperial com empréstimo de acervos. Por lá, o visitante é recebido com uma verdadeira aula de História.

Entre as últimas contribuições está a doação do acervo pessoal da família Justen, feita pela bisneta de imigrante Sylvia Tannenbaum, que entregou uma fotografia da família e um documento do início do século XX (uma caderneta de armazém).

É importante que os moradores tenham esse sentimento de pertencimento com os bens culturais do município e continuem contribuindo para enriquecer o acervo que conta a história de Petrópolis.

Como doar?

A doação é a modalidade mais comum quando se trata de acervos pessoais e de instituições. O doador cede ao Museu interessado os documentos e objetos através de um termo doação padrão, no qual ficam estabelecidos os critérios de cessão, uso, reprodução e prazos de guarda. Além disso, o doador receberá um Certificado de Colaborador do Museu.

É fundamental que os documentos e objetos encaminhados para doação contenham identificação de pessoas, lugares, histórias e datas, pois facilita o trabalho de pesquisa. “Vale lembrar que todos os itens recebidos passarão por um processo de estudo, avaliação e seleção da equipe técnica da instituição museológica, com apoio de entidades, da sociedade civil organizada e do voluntariado para a sua validação”, explica Ana Carolina.

Para participar basta encaminhar um e-mail para  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , informando o interesse em participar da campanha, com um pequeno descritivo dos itens que deseja doar, imagens, nome completo e contatos pessoais, assim como informações sobre a família de descendência germânica que pertença. Esse material será previamente analisado e depois de 15 dias o museu entrará em contato para formalização da doação e entrega do mesmo na sede do Museu Casa do Colono.

O atrativo fica na Rua Cristóvão Colombo, 1034, Castelânea. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: (24) 2247-3715. O horário de funcionamento é de terça-feira a domingo, das 8h30 às 16h. A entrada é gratuita.

Veja o que pode ser doado:

  • Documentos e objetos relativos à imigração germânica na cidade e no país;
  • Objetos relacionados à religião e/ou a comunidade germânica na cidade;
  • Revistas, boletins, jornais e publicações sobre a história da imigração ou de imigrantes e/ou entidades germânicas, principalmente datadas do século XIX e início do século XX;
  • Documentos e objetos de instituições germânicas na cidade;
  • Material de propaganda de entidades germânicas na cidade;
  • Atas de reuniões e de assembleias de entidades diversas criadas ou com adesão de imigrantes germânicos;
  • Homenagens e comemorações;
  • Pinturas, álbuns e/ou fotografias relacionadas à sua história e coletividade, principalmente datadas do século XIX e início do século XX;
  • Documentos sonoros, iconográficos e cartográficos;
  • Histórias de vida, principalmente dos mais idosos;
  • Ferramentas de trabalho, utensílios domésticos e mobiliários em geral que demonstram os ofícios e hábitos de vida das diversas famílias de colonos germânicos, datadas do século XIX e início do século XX, ou até datação mais antiga.
  • Brinquedos, registros de brincadeiras e jogos de influência germânicas, principalmente do século XIX.

Às vésperas do início do ano letivo de 2019, a CPTrans alerta a necessidade de atualização na concessão que permite o transporte de vans, kombis e ônibus escolares para o primeiro semestre. A renovação é válida por seis meses e, desde o início do ano, apenas oito pessoas buscaram a companhia para realização do serviço – no segundo semestre no ano passado, foram emitidas 104 autorizações. Quem não tiver a autorização está passível de multa da Companhia, com fiscalizações que começam já em fevereiro para garantir a regularidade do serviço.

O calendário de fiscalização é realizado de acordo com a final da placa do veículo. Em janeiro devem ser vistoriados veículos cujas placas terminam com os números 1, 2 e 3. Esses veículos voltam a ser vistoriados, para o próximo semestre, em junho. Os veículos com placas com final 4, 5 e 6 devem fazer a vistoria em fevereiro em julho e as com final 7, 8, 9 e 0, serão em março e agosto.

O recadastramento é importante para saber exatamente quem está carregando as nossas crianças e, consequentemente, impedir o transporte clandestino. A autorização, que deve ficar na frente do veículo, neste semestre tem a cor amarela. A orientação é que as pessoas façam a contratação de profissionais regularizados. O local para execução da vistoria é a própria companhia, na Rua Alberto Torres, 115, Centro.

Para fazer a renovação é preciso que o proprietário do veículo compareça à companhia com a original e cópia da carteira de habilitação na categoria D; comprovante de residência; nada consta criminal, comprovante de inscrição de ISS; CRLV 2018 ou 2019 (de acordo com calendário de licenciamento DETRAN), além do próprio veículo que faz o transporte.

Esses veículos devem ter, no máximo, 15 anos nos casos de kombis e vans, e 20, no caso de ônibus e micro-ônibus. As taxas para renovação custam R$ 136 para veículos de até 18 lugares, e R$ 272,60 para veículos com mais de 18 acentos. Além disso, os automóveis também devem estar com a faixa amarela identificando que é ‘Escolar’, possuir o número de registro na CPTrans, além de todos os quesitos de segurança estarem em dias, bem como a documentação exigida.

Outras informações sobre o assunto podem ser obtidas pelo telefone: 2237-1703.

Confira algumas dicas na hora de contratar o transporte escolar:

Certifique-se se o transporte escolar possui o selo da CPTrans do ano vigente – renovado semestralmente e se o Cartão de Identificação do Condutor está em local visível no veículo;

Busque o máximo de informações sobre o motorista e se informe se, além do condutor, há outra pessoa no transporte que auxilie na segurança dos passageiros;

Procure saber se o motorista ou o auxiliar leva e busca os alunos até a porta da escola;

Verifique se o transporte escolar possui um cinto de segurança para cada passageiro;

Veja se o veículo que irá transportar seu filho está em bom estado de conservação e, caso seja uma Kombi, se possui a tela de proteção entre o último banco e a parte do motor.

A preparação para o início do ano letivo – dia 4 de fevereiro – começou antes em 29 escolas e Centros de Educação Infantil da rede municipal de Educação: as unidades estão recebendo melhorias nesse mês de janeiro, tudo para garantir o conforto e a qualidade no atendimento de aproximadamente 1500 alunos.

O poder público está realizando melhorias nas escolas e Centros de Educação Infantil desde o início de 2017. A rede, que estava sucateada, aos poucos está com uma nova cara, com pintura e adaptações nos espaços para garantir o conforto dos alunos e servidores, principalmente nas unidades que atenderão de forma integral, 15 escolas.

Desde 2017 foram realizadas melhorias em 80 escolas e CEIs. A rede possui mais de 180 unidades. Em 2017 foram realizadas melhorias em 19 espaços e em 2018, outros 32 receberam verbas para adaptações. Nesse início de ano 29 estão recebendo essa atenção, mas a intenção é de que as reformas continuem ao longo do ano.

Uma escola que está na fase final das obras é a Monsenhor Cirilo Calaon, localizada no Jardim Salvador. A unidade passará a atender de forma integral alunos do 1° período da educação infantil até ao 3° ano do ensino fundamental. A escola recebeu pintura nova e reforma nos banheiros, como a colocação de vasos e pias adaptados e fraldários nas salas que receberão os alunos menores, da educação infantil.

“Essa é a realização de um sonho. A comunidade está feliz, as mães que sempre pediram pelo atendimento diferenciado das crianças melhores mais ainda e os funcionários estão ansiosos. Os funcionários estão muito alegres também. Vamos abraçar esses novos alunos com todo carinho. É muito bom ver a escola toda linda esperando pelos alunos”, disse a diretora da EM Monsenhor Cirilo Calaon, Graciete de Carvalho Azevedo.

Outros espaços que passarão a atender integralmente em 2019 também receberam melhorias: EM Johann Noel (Bingen) – do 4° período da educação infantil até o 3° ano do ensino – colocação de telas de proteção e adaptação de banheiros; EM Senador Mário Martins (Caxambu) – do 4° período da educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental – construção de muro; EM Magdalena Tagliaferro (Castelo São Manoel) – do 4° período da educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental – adaptações nas salas para receber os alunos da educação infantil.

Outra escola que está recebendo reforma é a Escola São Cristóvão. Na unidade escolar a Secretaria de Educação está construindo uma nova cozinha, despensa, novo refeitório e adaptação de salas, um local para o botijão de gás também foi criado.

Equipes da Comdep recolheram mais de 45 toneladas de entulhos por todo município no último fim de semana. No Vale dos Esquilos, na via principal, a equipe recolheu um sofá que foi descartado irregularmente na via. O descarte incorreto tem acontecido com frequência na cidade de equipamentos como eletrodomésticos, móveis, lixo verde e até restos de obras. Em dois dias a Companhia percorreu 12 locais totalizando 15 viagens.

Para a executar toda a limpeza de entulho irregular, a Comdep mobiliza um caminhão, uma retroescavadeira e um caminhão pá carregadeira, para remover os materiais que geralmente são grandes e pesados. A coleta de entulho foi feita na Rua Visconde do Bom Retiro, Rua Teresa, Morin, Caxambu, Rua Dr. Sá Earp, Canto do Cemitério, Retiro, Barão Águas Claras, Vale dos Esquilos, Dr. Thouzet, Chapa 4 e Quitandinha.

A aplicação das multas também é difícil porque é preciso haver o flagrante e quem for flagrado cometendo a irregularidade é intimado a fazer a remoção imediata do entulho podendo ser multado em R$ 800. O Código de Posturas proíbe o despejo de restos de obras, mato, móveis e eletrodomésticos velhos sobre ruas e calçadas. As denúncias podem ser feitas tanto junto à Comdep pelo telefone 2292-9500 quanto com a Fiscalização de Posturas 2246-9042.

Quem tem dificuldade pode pedir a coleta gratuita pelo Disque Entulho. Os agendamentos podem ser feitos pelo 2243-7822. São coletados até 20 sacos de 25 kg cada. Desde a reativação do serviço, já foram feitas mais de 5 mil coletas gratuitas. O Disque Entulho tem rotas fixas de segunda a sexta, mas também atende outros locais de acordo com a disponibilidade.

A entrega da premiação do ranking municipal dos corredores acontece nesta terça-feira (29.01) no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni, a partir das 18h. Serão contempladas 24 faixas etárias diferentes, mais os cinco atletas mais bem colocados na classificação geral, tanto no masculino quanto no feminino, com mais de 100 esportistas agraciados pelo prêmio. Criado no ano passado pela prefeitura com a aprovação do Conselho Municipal de Esportes e Lazer (CMEL), a pontuação dos esportistas tem o objetivo de incentivar a prática da modalidade, considerada a mais democrática do mundo.

Em 2018, seis provas contaram para o ranking: Corrida do Trabalhador, Petrópolis-Itaipava, XC Run, Circuito Desafio, Petrópolis Night Run e Corrida Master. A ideia é que esse número dobre, estimulando que os atletas participem de mais eventos ao longo desse ano. A Corrida do Shopping D. Pedro, no próximo dia 23 de março, abre o calendário deste ano.

A premiação acontece em janeiro em virtude do calendário esportivo do município. No ano passado, as corridas que contaram pontos para o ranking foram até outubro, mas pode ser que nos próximos anos aconteçam até o mês de dezembro. Pensando nisso, o evento está fixado em janeiro.

Calendário esportivo municipal com mais de 100 eventos

Serão realizados mais de 100 eventos esportivos neste ano em Petrópolis. Com um calendário esportivo bastante diversificado, a cidade vai receber torneios de diversas modalidades, como lutas, corridas de rua, atividades coletivas, como dança e funcional, vôlei, natação, futebol, futsal, basquete e ciclismo. A principal novidade é uma etapa inédita da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB), nos dias 9 e 10 março, no Vale do Cuiabá, com a presença de atletas renomados da modalidade de todo o mundo, como o petropolitano Henrique Avancini. Além disso, o município volta a receber uma etapa estadual do Enduro de Regularidade e a Copa Rio de Voo Livre. São mais de 30 modalidades oferecidas e que contam com o apoio da prefeitura, por meio da Superintendência de Esportes e Lazer.

Terça, 29 Janeiro 2019 11:57

Guarda Civil atuante no fim de semana

Agentes da Guarda Civil localizaram um carro roubado na Rua Vereador Arnaldo Azevedo, conhecida como linha do trem no Alto da Serra. Os agentes chegaram até o veículo após denúncias de moradores da região, que teria um Fiat Uno de cor cinza abandonado. A ação aconteceu na manhã de sábado (26.01) durante uma ronda de rotina da patrulha. Já no domingo (27.01), um homem foi encaminhado para a 105ªDP, após quebrar uma placa, caracterizando dano ao patrimônio público, na Rua Barão do Amazonas, no Centro.

Na ação de sábado, o agente consultou a placa do veículo na Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e constatou que o veículo era roubado e que, em outubro de 2018, havia um Boletim de Ocorrência comunicando o roubo com os mesmos dados do carro localizado.

Já no domingo, a guarda foi acionada, após um homem quebrar uma placa de sinalização, próximo à Praça de Liberdade. O homem foi encaminhado para a 105ª DP, onde o caso foi registrado.

“Nosso trabalho favorece a toda comunidade e nós sempre conseguimos ajudar nas ações. Estamos juntos com o Comandante o tendo o suporte para conseguirmos melhorar um pouco mais a vida do cidadão”, ressaltou o subinspetor da Guarda Civil Paulo Cesar da Silva.

A Guarda mantém uma rotina de rondas de patrulhamento diárias, com 30 homens na rua para atuação no Centro e arredores, além de 10 agentes em atividade na 2ª Inspetoria, que atende os distritos.  A equipe vem atuando por todo município, no início do mês de janeiro, a Guarda realizou a prisão de três pessoas acusadas de furto e estelionato no Alto da Serra.

A Prefeitura está readequando o pagamento dos médicos do Hospital Nelson de Sá Earp (HMNSE) que passa a ser feito conforme a carga horária trabalhada.  Em uma auditoria interna, a Secretaria de Saúde apurou que médicos do ambulatório trabalhavam menos do que as horas estipuladas e pagas em regime de plantão.  Num dos casos, por exemplo, foi estipulado ao médico 7 plantões de 24 horas em um mês – um total de 168 horas -  e cumpridas efetivamente apenas 23 horas de trabalho fracionadas em vários dias de atendimento.  A remuneração do médico ultrapassaria R$ 16 mil, sendo que no caso, o serviço efetivamente prestado – 23h – corresponde a menos de 1 dia de trabalho em regime de plantão. As mudanças e a documentação estão sendo enviadas ao Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio (Cremerj).

A Secretaria de Saúde vai apresentar as mudanças aos 12 médicos que compõem a equipe do ambulatório. Os atendimentos precisam ser de acordo com o horário de funcionamento do ambulatório e algumas horas por dia. Os médicos podem optar pelo seu desligamento caso não concordem com a correção da carga horária  e serão substituídos.

Há casos de médicos cumprindo 3 a 4 horas por dia de atendimento e recebendo por plantão completo de 24 horas.  Todos os setores estão com  departamentos de recursos humanos agora ligados à Secretaria de Saúde e as correções serão feitas.

Referência no atendimento ortopédico no município, o HMNSE fez em 2018 mais de 80 mil atendimentos de pacientes de emergência e ambulatoriais. A unidade passou por reformulação que reduziu o tempo de espera por exames e procedimentos. Para 2019, a previsão é de que os avanços sejam ainda mais expressivos, a partir do funcionamento do Centro Municipal de Ortopedia (CMO). No local vai funcionar unidade avançada para o tratamento de artrose.

Equipes das Secretarias de Defesa Civil e Ações Voluntárias e de Assistência Social permanecerão durante toda a semana na Regional da Posse acompanhando a mudança em segurança dos moradores da Estrada da Pedreira, região interditada na semana passada pela Defesa Civil em virtude do rolamento de blocos rochosos do maciço do Ingá. Eles serão encaminhados com seus pertences para a residência de parentes ou de amigos em local fora da área de risco. O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Posse permanece como local de referência para o cadastro das famílias afetadas.

A operação foi traçada em reunião na manhã desta segunda-feira (28.01) na Regional da Posse. O apoio vai permitir que os moradores retirem mobiliários e pertences de maneira segura, sempre acompanhados pelos agentes. Até o momento, a Secretaria de Assistência Social cadastrou 27 famílias - 61 pessoas.

Existe a previsão de pancadas de chuva apenas leve, à tarde e à noite, variando de 2 a 10mm, até a próxima sexta-feira. Para o sábado e o domingo, não há previsão de chuva. Ainda assim, a equipe da Defesa Civil ficará vigilante até o final do verão.

As equipes da prefeitura também permanecem no local monitorando o maciço rochoso. Na semana passada, técnicos do Departamento de Recursos Minerais do Estado do Rio de Janeiro (DRM-RJ) emitiram nota técnica recomendando a manutenção da interdição das moradias na área atingida.

É uma medida de prevenção. É fundamental que a população não permaneça no local interditado e procure o Cras da Posse para o cadastro nos programas sociais da prefeitura.

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem 51 vagas disponíveis nessa semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura através do site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113.

Vale destacar que o balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846. Confira as oportunidades:

Auxiliar de montagem de estruturas metálicas - 4 vagas - sexo masculino - Ensino médio e experiência

Auxiliar de serviços gerais - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino fundamental e experiência

Babá - 10 vagas - sexo feminino - Ensino médio e experiência

Cozinheiro - 2 vagas - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Cuidador de idosos - 10 vagas - ambos os sexos - Ensino médio técnico ou superior e experiência

Diarista - 10 vagas - ambos os sexos - Experiência

Garçom - 3 vagas - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Representante comercial - 1 vaga - sexo masculino - Experiência, habilitação categoria AB e possuir veiculo

Serralheiro - 1 vaga - sexo masculino - Ensino médio e experiência

Servente de obras - 2 vagas - sexo masculino - Ensino fundamental e experiência

Vendedor - 5 vagas - ambos os sexos - Ensino médio, experiência na função

Além dessas, há uma vaga para deficientes. A vaga é para assistente administrativo, ambos os sexos. Para concorrer é necessário ter ensino médio, conhecimento do pacote office e experiência.


A primeira Serenata Imperial do ano já promete ser uma das mais animadas de 2019. A edição “Carnaval em Serenata” acontece no dia 21 de fevereiro, a partir de 20h, no Palácio de Cristal, e vai contar com um repertório de 76 músicas, recheado de marchinhas de Carnaval. Ao todo, o projeto conta com 15 integrantes, entre músicos, seresteiros e seresteiras, mas, por ser uma ocasião especial, desta vez o grupo será reforçado e a serenata vai contar com sopros, bateria, baixo e guitarra. A entrada é gratuita.

Além de petropolitanos, são esperados até grupos vindos de outras cidades. O cenário encantador e a música boa também atraem os turistas.

No repertório desta edição, estarão clássicos como “Pra seu governo”; “Bandeira Branca”; “Foi um rio que passou em minha vida”; “Maria Candelária”, entre diversas outras. “O ‘Carnaval em Serenata’ é sempre um dos mais animados. As pessoas não cansam de dançar. E vêm ônibus com grupos de diversos lugares, fica cheio”, destaca o coordenador do Petrópolis em Serenata, Odi Flávio Simas.

O projeto começou em 1997 e em 2014 foi criada a Associação de Seresteiros da Serenata Imperial. O objetivo é fomentar música de qualidade para o público e resgatar grandes nomes da MPB, levando alegria e “cantando o amor das mais lindas canções”, como eles dizem. Todos os eventos têm entrada franca e o público é recepcionado com um livreto contendo as letras de todas as músicas que serão apresentadas pelos seresteiros. 

O município receberá um polo de capacitação - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), em um espaço ao lado do Hortomercado Municipal em Itaipava. O projeto foi idealizado pela Prefeitura de Petrópolis em parceria com o Sindicato Rural de Petrópolis, com o objetivo de aprimorar a produção agrícola na região, assim fomentando a economia do setor. O convênio assinado pelo prefeito Bernardo Rossi na última semana garantiu recurso de quase R$ 400 mil para construção do núcleo.

Segundo dados do Censo Agro 2018, Petrópolis possui aproximadamente 15 mil pessoas vivendo na área rural, com 768 produtores. A cidade não tinha nenhuma formação técnica que pudesse aprimorar o agronegócio familiar. Estimular o crescimento do setor era uma das metas da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, através do Departamento de Agricultura. Até outubro do ano passado, foram comprados 772 quilos de legumes, frutas e hortaliças para a merenda escolar para as 184 unidades da rede municipal.

O local onde será instalado o polo, funciona hoje, o Sindicato dos Produtores Rurais de Petrópolis e terá as salas adaptadas como laboratórios, auditório, salas de informática e biblioteca. Na Escola Rural, o jovem com ensino médio poderá se especializar em curso técnico totalmente voltado para a agricultura. A especialização oferece desde a administração rural, técnicas de produção animal e vegetal, empreendedorismo, gestão de projetos a técnicas agrícolas e avanços tecnológicos

“Agora com a escola aqui bem perto da gente, ficará bem mais fácil de fazer os cursos. O Senar aqui ajuda e incentiva os filhos dos agricultores a manter o negócio da família, assim como aconteceu comigo. Trabalho com meu pai desde os 14 anos e muitos amigos meus não deram continuidade a lavoura da família. Os cursos serão ótimos para manter esses jovens no agronegócio”, frisou a produtora agrícola Giulia Bulhões da Ponte, que já fez alguns cursos no Senar no Rio de Janeiro.

Os cursos de capacitação serão muito importantes para o setor.

“O foco é capacitar mais pessoas interessadas em gerenciamento de propriedade rural, capacitação profissional. Vamos inserir o filho do produtor no gerenciamento da propriedade, para que ele tenha estabilidade e que não precise sair do ramo de família. Os produtores precisam de ajuda e capacitação para ter êxito no trabalho”, finalizou presidente do Sindicato, Henrique Mesquita da Rocha.  

A equipe da Comdep realizou a limpeza manual do túnel extravasor na Rua Souza Franco, Centro, e retirou uma tonelada de resíduos entre lixo verde e resíduos descartados pelo homem. A ação aconteceu na sexta-feira (25.01) e contou com funcionários especializados, um caminhão e uma retroescavadeira.

A limpeza manual, integra o Plano Verão do município que visa diminuir os efeitos da chuva, foi realizada por três funcionários que são capacitados para esta ação. Eles utilizaram equipamentos como facão, foice – para remover os galhos, além de trabalhar com botas e luvas de proteção para circular dentro do rio e executar o serviço com segurança.

A equipe tem o objetivo de retirar esses sedimentos que atrapalham o escoamento correto da água do rio. A presença desses resíduos, faz o rio transbordar e gera alagamento nas ruas, principalmente em época de chuvas fortes.

No ano passado, a Comdep passou em diferentes pontos do Rio Quitandinha nas ruas Cardoso Fontes, Cristóvão Colombo e Saldanha Marinho (Castelânea), General Rondon (Quitandinha), Coronel Veiga e Washington Luiz (Centro), do Rio Piabanha, na Rua Antero Silva (Esperança) e Av. Barão do Rio Branco (Centro) entre outros locais.

O Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis ficou lotado no domingo (27.01) para a decisão do torneio de futsal adulto que atendeu os moradores do Caxambu. Favorito ao título, o Liverpool venceu o 007 por 3 a 1 e se tornou campeão invicto. Artilheiro da competição com 10 gols, Pelé foi um dos destaques da final e marcou duas vezes. O goleiro menos vazado foi Bruno, do Inacreditável FC, eliminado nas semifinais. Criado pela prefeitura com o objetivo de aumentar o número de pessoas que utilizam regularmente o CIE, o campeonato foi mais uma ação criada para integrar a comunidade ao espaço. 

O município vai atender cerca de duas mil pessoas com atividades esportivas gratuitas regulares até o fim do ano em toda a cidade. A proposta é manter a população ativa, na contramão do sedentarismo.

O primeiro tempo da final foi bastante equilibrado, com poucas oportunidades para as duas equipes. O Liverpool ficou mais tempo com a bola e abriu o placar com Pelé. Na sequência, Gabriel fez boa jogada individual e de pé esquerdo empatou a partida. Após o intervalo, o camisa 10 do time campeão, Jonas de Oliveira, fez a diferença marcando um gol e dando uma assistência.

"Propomos um jogo bastante intenso desde o início e conquistamos o torneio. Nossa equipe é bastante experiente, joga junto há muito tempo e foi colocada como favorita desde o início. É bacana ver que os jovens do bairro estão dentro do ginásio, para a comunidade isso é muito importante", disse Jonas, que jogou futebol de campo profissionalmente.

"Vejo meninos com grande potencial jogando com a gente, além das crianças que treinam aqui. O esporte é uma ferramenta importante de educação. A comunidade está bastante satisfeita com todas as atividades que acontecem aqui. Nosso time mais ainda, conquistando o primeiro torneio de muitos que ainda estão por vir", comemorou o jogador.

Ao todo, nove equipes participaram da competição, que reuniu cerca de 100 moradores do Caxambu em 16 partidas de futsal. A ideia da prefeitura é utilizar o mesmo modelo de torneio em outros bairros, com o objetivo de fomentar o esporte nas comunidades da cidade.

Sobre o CIE de Petrópolis

O CIE de Petrópolis ocupa uma área de 1,6 mil m² ao lado da Escola Municipal Senador Mário Martins. O local está sendo utilizado por mais de 500 pessoas regularmente, desde crianças até idosos. São 13 modalidades esportivas, que ainda contam com vagas abertas para novos alunos.

Para as crianças e os adolescentes, são oferecidas aulas gratuitas de futsal, vôlei, handebol, basquete, bocha adaptada, basquete 3x3, jiu-jitsu, muay thai, karatê e capoeira, de segunda à sexta-feira, de 10h às 18h. Para os adultos, existem turmas de dança, ginástica e alongamento as segundas, terças, quintas e sextas, a partir das 18h30.

Os interessados em participar das atividades oferecidas pela prefeitura, devem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou fazer contato com a unidade pelo telefone: 2233-1218.

Notícias por data

« Janeiro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP