Mais de 1,2 mil pessoas estão envolvidas no “Exercício Simulado de Emprego da Força de Apoio à Defesa Civil”, que tem como base o 32º Batalhão de Infantaria Leve de Montanha, na Vila Militar. O prefeito conheceu a estrutura montada para o treinamento nesta quinta-feira (03.10). A atividade está estruturada dentro de um cenário fictício de calamidade pública, e entre os desastres simulados, estão o atendimento de vítimas em áreas contaminadas por substâncias químicas e radioativas, feito no Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE), e atingidas por deslizamento de terras, no Vale do Cuiabá. Essa é a segunda vez que o exercício acontece fora de uma cidade capital - em 2017, também foi realizado em Petrópolis.

Além dos militares, participam do exercício outras 15 agências de pronta resposta em casos de calamidade pública. O objetivo deste trabalho é organizar o atendimento dos moradores em casos de desastres de origem natural. O prefeito foi recebido pelo general Júlio César de Arruda, comandante Militar do Leste. O chefe do executivo destacou que, dentro da sua gestão, a cidade está recebendo pela segunda vez uma atividade como essa. 

Na ocasião, o prefeito também solicitou que a cidade tenha um polo do Instituto Militar de Engenharia (IME) e que o Exército volte com o Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR) para o município. 

"O Comando Militar do Leste é um braço forte, mas também uma mão amiga. Esse treinamento está muito próximo da realidade e essa operação de apoio à Defesa Civil será importante para os próximos anos. É interação, apoio, sem vaidade, pensando no próximo ", disse o general Arruda.

No Vale do Cuiabá, as equipes envolvidas no treinamento fizeram o resgate de duas vítimas de um deslizamento de terra.

O exercício termina na sexta (4), quando os órgãos envolvidos no treinamento farão um relatório final com os resultados obtidos. "Vamos levantar todos os dados do exercício e fazer uma avaliação do resultado final. É um treinamento importante não apenas para o município, mas também, para todo o Estado do Rio de Janeiro", disse Carlos Cinelli, coronel chefe da seção de comunicação social do Comando Militar Leste.

Oficiais do exército realizam atividade simulada para o socorro em casos de acidente com material químico

O Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE) concluiu nesta quinta-feira o exercício simulado para o treinamento de situações de catástrofes naturais. A iniciativa visou preparar as equipes do exército para atuar em apoio ao Corpo de Bombeiros, SAMU e Defesa Civil em casos de resgate de vítimas e segurança de áreas afetadas pelos desastres ambientais, com contaminação por substâncias químicas e radioativas. Ao todo, 43 militares participaram da ação voltada para a verificação do nível de contaminação, identificação de vítimas, coleta de análise de material químico e descontaminação do ambiente.

O exercício simulado teve início na última quarta-feira (02.10), quando o cenário foi de resgate a paciente em área do hospital afetada pelo desastre ambiental, também responsável por vazamento de substâncias químicas e radiação. Durante toda a manhã o HMNSE viveu situações semelhantes ao que seria em caso de desastre, com montagem de estrutura para o isolamento de área afetada por material químico e radioativo, coleta de substâncias para análise e descontaminação da área e de todos os profissionais envolvidos na operação.

Todo o trabalho foi feito com os oficiais do Batalhão de Defesa Química Biológica, Radiológica e Nuclear, do Corpo de Bombeiros e do 32º Batalhão de Infantaria Leve. A área reservada para a realização do exercício foi preparada com materiais que simularam o vazamento do material químico. Os oficiais atuaram como em situação real, com o uso dos equipamentos de proteção individual (EPIs) apropriados para a situação. A atividade contou ainda um laboratório leve de identificação, usado para reproduzir a dinâmica de como o material é levado para análise.

Mais um modelo de veículo turístico, em substituição às charretes de tração animal, foi testado em Petrópolis: nesta quinta-feira (03.10), a CPTrans acompanhou três “Tuktuks” pelas ruas do Centro Histórico. Cada veículo tem capacidade para transportar duas pessoas e utiliza uma motocicleta 150 cilindradas. A iniciativa do executivo em substituir as tradicionais charretes é inédita no país. O fim do uso dos cavalos para tração dos veículos foi escolhido por 117 mil pessoas em um plesbicito realizado no ano passado.

Esta é a quinta empresa a fazer os testes, de um total de 12 cadastradas. Eles são realizados de acordo com um calendário organizado pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes, que acompanha cada teste, assim como uma comissão especial formada especificamente para acompanhar a concorrência.

“Depois que recebemos o interesse das empresas, notamos que tem outros modelos, que podem atender diferentes localidades. Vimos a possibilidade de fazer um trabalho mais amplo, não só para atender o espaço em frente ao Museu Imperial. Ou seja, uma abrangência muito maior, de abrir um leque de oportunidades para melhorar e expandir o turismo da cidade, com mais opções de passeios e experiências”, explica Ellen Tardelli, assessora de projetos da PMP.

Após homologação do resultado do plebiscito pelo TSE, a prefeitura decretou a extinção da atividade, em março desse ano. O dono da empresa que testou os três modelos de Tuktuk explica que a expectativa é boa para o serviço. “É um veículo que já funciona em outras cidades do país, como em Campos do Jordão, São Paulo e em alguns lugares do nordeste. Ele te uma capota totalmente removível, e temos um espaço atrás que pode ser usado tanto para malas, quanto para cadeira de rodas. A ideia é andar a no máximo 20 km/h, para o turista apreciar a paisagem, ver os atrativos da cidade”, explica o proprietário da empresa, Henry Moura Lippi.

A verificação prática e operacional desta empresa segue pelos próximos 15 dias, podendo ser prorrogado a critério da CPTrans. Após a realização dos testes, as empresas terão que apresentar o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) – que deve contemplar preferencialmente a utilização da mão de obra dos antigos condutores das vitórias de tração animal.

Nesta quinta-feira, ao passar pela Catedral São Pedro de Alcântara, turistas que visitavam o local aprovaram a ideia. “Nós adoramos, somos de Salvador e lá também estão implementando este tipo de modelo de transporte”, disse o professor Alexandre de Freitas. “Achei uma super de uma ideia. Sou uma apaixonada por Petrópolis”, completou Tania Teixeira, guia de turismo.

Creche vai atender até 90 crianças e tem 74% da construção já concluída

As obras de construção do Centro de Educação Infantil (CEI) na comunidade Boa Vista, na Estrada da Saudade, estão em estágio avançado. O trabalho já alcançou o patamar de 74% de conclusão, e tem previsão de entrega até o fim do ano. O local vai atender até 90 crianças no ano que vem. Nesta quinta-feira (03.10), o prefeito companhou a sequência do serviço no local.

O CEI Boa Vista integra o planejamento do município de ampliar o número de vagas em creche em 2 mil até o fim de 2020. Para isso, já foi inaugurado um centro de educação infantil em junho, na Rua 24 de Maio, e abertas vagas em duas creches no Centro. Até o ano que vem, a cidade terá novos espaços criados em diversas comunidades: Bingen, Centro, Jardim Salvador, Independência, Cascatinha, Itaipava, Castelo São Manoel, Carangola e Alto da Serra.

Atualmente, 15 funcionários da RR Fênix, empresa responsável pela obra, trabalham no local fazendo revestimento das salas, pintura, limpeza e colocando forro. Nas últimas semanas, o trabalho foi na preparação das instalações elétricas – que já têm toda a fiação pronta – e hidráulicas – que estão adiantadas. Na semana que vem, o trabalho já passará para o telhado. Depois, serão colocados pisos, louças e mobiliários.

O novo CEI vai atender, do berçário ao quinto período, crianças na faixa etária de zero a cinco anos. O espaço terá quatro salas e um berçário, além de fraldário, lactário, banheiros (incluindo um adaptado para crianças com deficiência), rampa de acesso para o andar superior, cozinha, refeitório e secretarias. A estrutura de todos os cômodos já está pronta.

Morador do Boa Vista, Jecy Ventura está na expectativa pelo nascimento do segundo filho. Ele ainda não sabe se é menino ou menina, mas já tem certeza de que será na creche construída no bairro onde ele vive há 28 anos que poderá dar os primeiros passos para educação do bebê que está por vir.

“Vai ser de muita importância essa creche porque tem muitas crianças por aqui, vai ser um apoio legal para a comunidade. Tem gente aqui que está ansioso para a inauguração da creche. Tenho certeza que ela vai ser muito importante para todos nós”, afirma.

A má publicidade de informações referentes a taxas cobradas e serviços oferecidos por duas agências do BMG em Petrópolis foram os motivos para que ambos estabelecimentos fossem autuados em ação realizada pelo Procon no ‘Dia D do Combate ao Empréstimo Abusivo’. Ao todo foram seis estabelecimentos visitados: além das duas do BMG, Crefisa, Agibank, Help e Zapp. A fiscalização foi realizada entre esta terça-feira (02.10), Dia do Idoso, e quarta (03) e ocorre em conjunto com cerca de outros 40 Procons de todo o país.

Na fiscalização realizada em Petrópolis, todos os estabelecimentos foram notificados por conta ausência de contrato de permissão para execução de serviços financeiras – que as empresas informaram ter, mas precisam recorrer às suas respectivas matrizes e contadores. Além disso, não havia painel com informação ostensiva e legível sobre a prévia autorização do Branco Centro do Brasil e do Sistema Financeiro Nacional para que esse tipo de transação fosse realizada. Outro problema é a falta de indicação para atendimento preferencial.

O Procon Brasil enviou uma nota técnica orientando os órgãos sobre os procedimentos que deveriam ser adotado no Dia D, bem como orientações que devem ser repassadas aos idosos e aposentados, como o cadastramento de todos os telefones nos bloqueios de telemarketing; sempre antes de contratar um empréstimo conversar com um familiar e avaliar a real necessidade de contratação; manter uma planilha organizada de despesas e orçamento familiar; e, em caso de dúvidas buscar apoio do Procon.

Quem for vítima de alguma irregularidade deve buscar o Procon para ser orientando. O órgão fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33, no Centro. Em Itaipava o núcleo de atendimento ao consumidor fica no Centro de Cidadania, no número 11.860 da Estrada União e Indústria. Denúncias podem ser feitas pelo WhatsApp no número (24) 98857-5837.

A inteligência artificial é um ramo de pesquisa da ciência da computação que busca, através de símbolos computacionais, construir mecanismos e/ou dispositivos que simulem a capacidade do ser humano de pensar e resolver problemas. Pensando em conscientizar os empresários petropolitanos sobre as novidades nessa área e as oportunidades que o mercado oferece e que podem ser úteis para as empresas, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico vai realizar, através do Departamento de Ciência e Tecnologia, um encontro onde será debatido o tema: "O que a inteligência artificial pode fazer pelo seu negócio". As inscrições já estão abertas e o evento será realizado no dia 9 de outubro na Sala Multimídia do Museu Imperial

Os interessados devem confirmar a inscrição através do email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O evento é aberto a todos empresários e conta com a participação de empresários do segmento de Inteligência Artificial, de representantes institucionais da TI Rio e de pesquisadores da UCP.

Confira a programação (sujeita a alteração):

09h - Recepção

09h15 - Abertura

09h30 - José Carlos Tavares, UCP, "Descobrindo perfis de consumidores no e-commerce com uso de Inteligência Artificial."

09h50 - Newton Fleury, TI Rio / Jussemantica, "Será que precisamos de inteligência artificial? O exemplo no setor jurídico "

10h10 - Giovane Quadrelli, UCP, Aplicação da IA nas empresas"

10h30 - Adozindo Neto: Robot Genesis, "Como a IA pode alavancar o seu negócio"

10h50 - Maria Luiza, LAB245, "A Inteligência Artificial na gestão de processos e de documento"

11h10 - Mesa de debates

12h - Encerramento

O próximo domingo (06.10) será dia de caminhada ecológica para um grupo de 45 pessoas na trilha da Pedra do Cuca, no Vale das Videiras. Promovido pela Secretaria de Meio Ambiente, o passeio guiado tem percurso aproximado de quatro quilômetros e meio e deve durar cerca de duas horas.  Cada participante deve levar comidas leves, como frutas e barras de cereais, além de água, boné e protetor solar. A previsão é de sol pela manhã e chuva no fim de tarde, sem prejudicar a caminhada.

O ponto de encontro dos inscritos no passeio é a Praça Dom Pedro às 8h30. Um ônibus da Cidade das Hortênsias, parceira da prefeitura na ação, leva todos os participantes até o início da trilha. No local, também será realizada a instalação de uma placa de educação ambiental. A iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente quer sensibilizar os petropolitanos sobre a importância de preservar a natureza. São mais de 400 pessoas envolvidas nos passeios já realizados. 

As caminhadas ecológicas são usadas como atividade de educação ambiental em diversas cidades do país. Em Petrópolis, o circuito pelas trilhas começou em maio. "A proposta é que as pessoas conheçam esses locais e ajudem a preservar. Essa também é uma forma de trabalhar educação ambiental no âmbito da comunidade", explica Anderson Campos, coordenador de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente.

Com as caminhadas, a prefeitura quer aproveitar as belezas naturais de Petrópolis e reforçar a importância da preservação ambiental. A iniciativa conta com o apoio técnico da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, Cruz Vermelha, Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Além desta atividade, a pasta investe em outras ações de conscientização, especialmente, nas salas de aula da rede municipal.

Treinamento foi voltado para os médicos e equipes de enfermagem da rede pública

O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) realizou na manhã desta quinta-feira (03.10) mais uma capacitação para os profissionais de saúde da rede pública, sobre a prevenção de acidentes de trabalho com exposição à material biológico. O treinamento teve a participação de 75 profissionais das unidades de saúde, UPAs do Cento e Cascatinha, Pronto Socorro do Alto da Serra e Hospital Municipal Nelson Sá Earp (HMNSE). Realizado no Departamento de Doenças Infecto Parasitárias (DIP) o evento foi voltado para médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e auxiliares de serviços gerais.

Esse foi o segundo treinamento específico para prevenção de acidentes biológicos realizados esse ano. O primeiro foi voltado para os profissionais do Hospital Alcides Carneiro (HAC).

O direcionamento da capacitação para os profissionais da área de saúde se deu ao se identificar o número de ocorrências de acidentes de trabalho notificadas pela Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica. Desde o início do ano até o mês de setembro foram registrados 160 casos de acidentes com material biológico, desses, 40% evolvendo técnicos de enfermagem e 23% médicos. 

A capacitação de profissionais em empresas é atividade de rotina do Cerest, que esse ano começou a atuar com a prevenção de acidentes biológicos. “Sabemos da correria na rotina do trabalho nas unidades de saúde e nos hospitais e que os acidentes podem acontecer inevitavelmente. Aqui alertamos sobre a importância do uso dos equipamentos de proteção e medidas que devem ser tomadas no caso de acidentes”, destaca o coordenador do Cerest, Gustavo Cabral. 

A prefeitura fez a remoção de 80 toneladas de entulho em Pedro do Rio. Em dois dias, a Secretaria de Serviços atuou em cinco locais diferentes: no centro do distrito, no Alto Pegado, no Paiolinho, na Estrada União e Indústria e no viaduto que leva à BR-040.

O trabalho de remoção de restos de obras, lixo verde, móveis e eletrodomésticos é feito tanto pela SSOP quanto pela Comdep e deu destinação correta – ou seja, o aterro de Pedro do Rio – neste ano para 93 mil toneladas de entulho até agosto.

O Código de Posturas proíbe o despejo de entulho em ruas e calçadas e determina que o caminho correto é levar os resíduos volumosos para o aterro de Pedro do Rio. Quem for flagrado cometendo a irregularidade é intimado a fazer a remoção imediata e pode ser multado em R$ 800. A população pode apresentar denúncia da irregularidade tanto pelo telefone da Comdep (2292-9500) quanto junto à Fiscalização de Posturas (2246-9042).

O Disque Entulho faz a coleta gratuita de até 20 sacos de 25 kg de entulho e dá a destinação correta para o material. Os agendamentos podem ser feitos pelo telefone 2243-7822.

Evento será na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanata

Está marcada para o dia 7 de outubro, a partir das 8h30, a II Conferência Municipal de Economia Popular e Solidária – COMESOL, que terá como tema: “O Plano Municipal de Economia Popular Solidária de Petrópolis”. O evento contará com intervenção cultura, apresentação do Plano Municipal de Economia Popular Solidária de Petrópolis e eleição dos conselheiros da sociedade civil. A conferência será realizada na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zanata.

Serão sete eleitos para as cadeiras da sociedade civil: um representante de Empreendimento Econômico Solidário da área de Cooperativas de Catadores; três representantes de Empreendimento Econômico Solidário das áreas de Produtos e Serviços; um representante de Empreendimento Econômico Solidário da área da Cultura e dois representantes de Entidades de Apoio e Fomento à Economia Popular Solidária. Os conselheiros da gestão pública, serão indicados pelo poder público. A eleição dos representantes da sociedade civil para a composição do CESP será realizada no dia da conferência, a partir das 13h.

“A conferência mostrará os caminhos da economia solidária, possibilidades de geração de renda, tendências e a necessidade de valorização desse segmento que se destaca no desenvolvimento econômico”, afirma o presidente do conselho, Gil Magno.

Confira a programação:

08h30 - Credenciamento e café;

09h30 – Abertura Solene;

09h45 – Composição da Mesa;

10h – Intervenção Cultural;

10h30 – Leitura e aprovação do Regimento Interno;

10h45 – Apresentação do Plano Municipal de Economia Popular Solidária de Petrópolis;

11h30 – Intervalo;

12h – Eleição dos Conselheiros da Sociedade Civil;

12h30 – Homologação da Eleição e Posse dos Conselheiros da Sociedade Civil;

13h – Encerramento com intervenção cultural.

Professores da rede municipal já podem se inscrever para a Roda Literária "Tecendo fios, bordando sentidos" que será realizada no dia 9 de outubro, ás 14h, no Palácio Itaboraí. Os interessados deverão fazer a inscrição pelo telefone 2231-8912 até o dia 8 de outubro. A iniciativa é do Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação e o objetivo é o de promover possibilidades de trabalho para a atuação com os alunos em sistema de inclusão por meio da literatura. O evento será ministrado pela professora mestre Flávia Justen.

O Parque Municipal, em Itaipava, já recebe os últimos preparativos para a 10ª edição do Imperial Moto Fest, evento tradicional na cidade, que chega a reunir mais de 35 mil pessoas, entre petropolitanos e turistas. O encontro de motociclistas e apaixonados por esses veículos em duas rodas acontece de sexta-feira (04.10) a domingo (06), com uma estrutura que conta com barracas temáticas, área de camping, praça de alimentação, shows com muito rock’nroll, concessionárias, venda de peças e assessórios, entre outras atrações. A entrada é gratuita.

Organizado pela Associação de Motociclistas de Petrópolis – que reúne oito moto clubes da cidade, o evento conta com o apoio da prefeitura, através da Turispetro e do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE). A expectativa é a de receber visitantes dos quatro cantos do país. “No ano passado, foram quase 700 motoclubes inscritos, com motociclistas vindo do Sul, do Nordeste, do Centro-Oeste, de diversos lugares do país. A expectativa é ótima para mais uma edição do evento”, explica o tesoureiro da associação, Luiz Fernando Lima.

Para quem vem de fora, o Imperial Moto Fest vai contar com uma área de camping com chuveiro quente e aquele tradicional café da manhã – que começa sempre às 7h30, tudo gratuito. O evento será aberto oficialmente às 18h30 na sexta com a apresentação de duas bandas. No sábado (05), o encontro acontece durante todo o dia, até às 21h30, com o início das apresentações às 10h30. No total serão sete bandas. Já domingo, o dia também começa cedo no parque, com o evento de 7h30 às 18h e apresentação de quatro bandas.

O evento é realizado desde 2010, quando foi criada a associação em prol da festa, que é uma verdadeira reunião dos apaixonados pela máquina sobre duas rodas em um intercâmbio entre moto clubes de várias regiões do país.

A mostra “O que me vem à cabeça quando penso em Petrópolis”, em exposição na Galeria Peter Brian Medawar, que fica no Parque Municipal, em Itaipava, foi prorrogada até o dia 27 de outubro. O público terá uma oportunidade a mais para conferir os trabalhos dos alunos das oficinas do curso de pintura Processos Criativos, no Sesc Quitandinha, que têm a Cidade Imperial como tema central. A entrada gratuita.

A exposição é coletiva e conta com obras de onze artistas: Bia Penna, Cal Guimarães, Cristina Lima, Débora Castilho, Isabela Bentes, Lu Santana, Paulo Campinho, Regina Kronemberger, Rose Lima, Shirley Kling e Vera Matheus. A mostra também já passou também pelo Centro de Cultura Raul de Leoni e chegou aos distritos no início do mês de setembro.

As obras surgiram a partir das oficinas do curso que aconteceram entre o final de 2018 e o início de 2019, ministrados pelo animador cultural do IMCE e artista plástico, Paulo Campinho.

Vale lembrar que a Galeria Peter Brian Medawar fica na Estrada União e Indústria, 10.000. O horário de visitação é de segunda-feira a domingo, das 9h às 17h.

Quinta, 03 Outubro 2019 19:14

Casa da Educação terá Festa da Primavera

Programação especial no sábado, dia 5 de outubro

Música, dança e exposições marcarão a Festa da Primavera, que será realizada neste sábado (05.10) na Casa da Educação Visconde de Mauá. A programação, aberta ao público, começará às 10h e será a culminância dos projetos realizados com os 850 alunos que participam de cursos e oficinas no contraturno escolar no polo de ensino da Rede Municipal de Educação.

A programação da Festa da Primavera começará às 10h e contará com apresentações especiais montadas com os alunos da Casa. Além disso, durante toda a programação os visitantes terão a oportunidade de verificar as exposições dos projetos realizados pelos alunos das turmas de desenho, alemão e inglês.

A Festa da Primavera contará ainda com concurso para escolha da pequena notável e apresentações de karatê e judô, além de espetáculo especial com o Coral dos Anjos.

A diretora da Casa da Educação, Maria Fernanda Secco destaca os projetos realizados: “A Festa da Primavera é a culminância dos projetos desenvolvidos ao longo do 3º bimestre. No decorrer dos meses de agosto e setembro, Linda Batista, Jackson do Pandeiro, Nelson Gonçalves e Carmem Miranda foram os artistas estudados e que serão homenageados. Teremos muita música, cor e dança para apresentar”.

A Casa da Educação fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 03.

As inscrições para a 10ª edição da Corrida Master de Petrópolis – prova que vale pontos para o ranking municipal – seguem até o dia 15 de outubro. Os atletas interessados em participar podem garantir sua vaga pela internet (www.peixepersonal.site) ou presencialmente na loja 22 do Shopping Pedro II. O valor dos kits varia de R$ 40 até R$ 70. O evento será realizado no dia 20 de outubro, às 8h, com largada acontecendo na Rua Bingen, 50. A corrida conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer e da CPTrans.

O percurso de seis quilômetros tem sequência pela Rua Paulino Afonso, entrando na Rua Francisco Manoel e retornando na primeira ponte, pegando as Ruas Carlos Gomes e Bingen, retornando na ponte da Rua Bingen no sentido Centro, retornando ao local de largada. O trânsito na região vai ficar todo em meia pista para a segurança dos atletas. A expectativa é de mais de 300 pessoas participando do evento.

O ranking municipal foi criado no ano passado com o objetivo de aumentar o número de participantes das corridas na cidade, além de fortalecer os organizadores dos eventos.

Ainda contam pontos para o ranking municipal neste ano a Petrópolis Night Run (26 de outubro) e a WTR Serra do Mar (23 de novembro). A Corrida do Shopping Pedro II, Corrida Contra a Fome, Corrida do Trabalhador, Petrópolis-Itaipava, Love Run e a XC Run já foram realizadas. O resultado parcial do ranking municipal dos corredores e o calendário esportivo completo, com todos os eventos previstos para Petrópolis neste ano, estão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Outubro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo