Com 183 unidades escolares e quase 42 mil alunos, a rede municipal de Petrópolis está em constante transformação: aumento da oferta no atendimento na educação infantil e no ensino integral, além de vagas para oficinas e cursos no contraturno escolar são alguns dos pontos que vem sendo trabalhados pelo poder público, desde 2017, para garantir cada vez mais a qualidade no ensino. Não à toa, os índices que avaliam o ensino, como o Ideb superam os números do Estado e do país.

E esses são só alguns pontos que revelam o fortalecimento da educação no município, situação diferente do cenário nacional, segundo o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), divulgado nesta semana. O Pisa é uma iniciativa de avaliação comparada, aplicada de forma amostral a estudantes matriculados a partir do 7º ano do ensino fundamental na faixa etária dos 15 anos, idade em que se pressupõe o término da escolaridade básica obrigatória na maioria dos países.

Em Petrópolis, os dados do Ideb – ano base 2017 - mostram que 23 escolas de Petrópolis ultrapassaram inclusive as metas projetadas para o ano de 2019, com relação aos resultados do 5º ano. Já com relação aos resultados do 9º ano, seis escolas também ultrapassaram a meta estabelecida para 2019. São 29 escolas, no total, que estão dois anos à frente. No cômputo geral, com índices de 5.6 nas turmas de 5º ano e de 4.3 nas turmas de 9º ano, os resultados mostram avanço de três e dois décimos em cada avaliação, respectivamente. São 41 escolas com resultados positivos entre as 77 avaliadas em Petrópolis. O resultado fica acima do obtido pelo Estado. Com relação a formação dos professores, Petrópolis também se destaca, chegando a quase totalidade dos professores com nível superior.

Sobre o Pisa

Na edição de 2018, participaram 600 mil estudantes de 15 anos de 80 países diferentes. Juntos, eles representam cerca de 32 milhões de pessoas nessa idade. No Brasil, 10.691 alunos de 638 escolas fizeram a prova em 2018. São 2.036.861 de estudantes, o que representa 65% da população brasileira que tinha 15 anos na data do exame.

O objetivo do Pisa é produzir indicadores que contribuam para a discussão da qualidade da educação nos países participantes, de modo a subsidiar políticas de melhoria do ensino básico. As avaliações do Pisa acontecem a cada três anos e abrangem três áreas do conhecimento – Leitura, Matemática e Ciências – havendo, a cada edição do programa, maior ênfase em cada uma dessas áreas – na edição de 2018, o foco foi na leitura.

Com capacidade para atender até 2.500 pessoas por mês, o Centro Municipal de Ortopedia (CMO), que funcionará no Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE), será considerado um marco no tratamento dos pacientes petropolitanos. O prefeito acompanhou nesta quarta-feira (04.12) as obras de adaptação do prédio para a abertura do centro, que além de especialidades em ortopedia, irá oferecer de forma inédita na rede o tratamento de artrose com o uso de ácido hialurônico.

Na vistoria, o prefeito verificou que os trabalhos de adaptação do prédio estão acelerados. 

O CMO será a primeira unidade da rede pública de saúde a oferecer a terapia com ácido hialurônico. O uso do produto para tratamento e prevenção da artrose evita em muitos casos, a cirurgia, trazendo mais conforto para paciente e segurança.  Dois profissionais especializados neste tipo de terapia atuarão junto aos pacientes do CMO.

            O prédio onde funcionará o CMO contará com ampla recepção e sala de espera, três consultórios, salas de exames, sala de procedimentos e banheiros. O prédio possuiu duas rampas de acesso para cadeirantes e demais pessoas com dificuldade de mobilidade. 

Além do Centro Municipal Ortopédico, o HMNSE está sendo preparado para abrir um Centro de Imagens de Diagnóstico. A Secretaria de Saúde já iniciou o processo para a aquisição de equipamentos afim de ampliar a oferta de exames na rede de saúde. “O centro de imagens contará com ultrassom, ressonância magnética, raio x e aparelho de densitometria óssea e ainda um tomógrafo. Além de atender os pacientes do HMNSE e do CMO, também atenderemos pacientes encaminhados por outras unidades da rede”, explicou Nilson Wayand, diretor do HMNSE.

A programação do Natal Imperial deste fim de semana vai contar com shows, recreação infantil, dança, banda marcial, oficina artística, além de um dos pontos altos da festa: a Parada Iluminada na Rua do Imperador. A Casa do Papai Noel, no Palácio de Cristal, já está ocupada pelo “Bom Velhinho” e promete ser outro destaque do evento. Por lá, o público encontra a maior parte das atrações culturais, além de gastronomia. As atividades do Natal Imperial, que são todas gratuitas, também são realizadas na Praça da Liberdade, a Vila Imperial.

A festa, que começou no dia 14 de novembro, conta com programação para toda a família até 12 de janeiro. As atrações culturais desta semana começam já nesta sexta-feira (06.12), com apresentação de Bê Barnes & Banda, às 19h, no Palácio de Cristal, e da banda Dois num Samba, às 20h, na Vila Imperial.

A Parada Iluminada transforma a Rua do Imperador em passarela para contar a história de Natal a partir de 19h. Entre adultos e crianças, os desfilantes vão ajudar a fazer com que o público embarque no clima de magia e sonho proposto pela festa. Este ano, as fantasias estarão mais iluminadas, a maioria com lâmpadas de LED. Outra novidade são as alas novas, como a de árvores de Natal.

Outro destaque é a Casa do Papai Noel, que funciona no Palácio de Cristal. Por lá, o “Bom Velhinho” recebe os visitantes de segunda à sexta-feira das 18h às 21h, sábados das 11h às 21h e domingos das 11h às 18h30.

Tanto no sábado, quanto no domingo, o público vai poder contar com recreação infantil com os grupos Faz de Conta, Tindolelê e Gabi Gabizoca, além de historietas de Natal, apresentação de ballet: Suíte Quebra Nozes, corais, banda marcial, entre diversas outras atrações.  Toda a programação está disponível no site: http://www.petropolis.rj.gov.br/natalimperial/.           

Casa da Princesa Isabel recebe Mastercasa Natal 2019

Neste fim de semana, também será aberta a Mastercasa Natal 2019, uma exposição com a temática natalina, que apresentará 18 ambientes residenciais e corporativos, decorados com opções distintas. Os expositores serão arquitetos, designers, profissionais destacados em seus segmentos de comércio, entre outros. Os expositores apresentarão seus espaços com diferentes linguagens, do luxo ao minimalista, do clássico ao rústico, como também decoração de mesas para a ceia de Natal.  O cenário será a Casa da Princesa Isabel e o evento é organizada pela dupla de arquitetas Kity Amaral e Cristina Chimelli. A Mastercasa Natal vai funcionar do dia 06 ao dia 15 de dezembro. O evento, organizado pela iniciativa privada, conta com o apoio da Prefeitura de Petrópolis.

 

A Praça Dom Pedro recebeu nesta quarta-feira (04.12), mais uma edição do projeto de “cinoterapia de rua”. Os dois golden retriever do Grupamento de Operações com Cães – Chico e Jujuba – que tem a missão de proporcionar alegria e descontração para pacientes em tratamento, crianças em creches e idosos cuidados em lares assistenciais foram levados para o contato direto com pelo menos 150 pessoas que passaram pelo local. O prefeito, ao lado do vice , acompanhou a ação e ainda esteve mais dois eventos realizados na praça: a Mostra de Educação Popular em Saúde e o atendimento itinerante promovido pela Comissão em Defesa do Consumidor da Alerj e pelo Procon Petrópolis.

A “cinoterapia de rua” teve início na semana passada e proporciona a oportunidade para todas as pessoas tirarem fotos, fazer carinho e brincar com os cachorros. Essas ações serão repetidas semanalmente durante o mês de dezembro – na semana que vem, por exemplo, a ideia é levar o projeto para Corrêas.

Quem teve oportunidade de passar alguns minutos com os cães foram Luís Miguel, de 11 anos, e Michael, de oito, que estiveram na Praça Dom Pedro com mãe, Viviane Azevedo da Silva, no momento da “cinoterapia de rua”. Ela gostou de conhecer o trabalho feito pela Guarda Civil.

“Acho muito bom que esses cães sejam levados para pessoas doentes, é muito legal essa ideia, acho que ajuda desenvolver o tratamento dessas pessoas. Meus filhos ficaram encantados, foi muito bom para eles”, afirmou.

Só neste ano, a cinoterapia já aconteceu mais de 50 vezes no Centro de Terapia Oncológica (CTO), em instituições de acolhimento de idosos e também em unidades escolares do município. O Grupamento de Operações com Cães da Guarda Civil existe há mais de dois anos e meio com 10 cães, sendo usados para o trabalho de proteção e contenção de confusões e brigas, detecção de drogas, armas e explosivos, resgate em escombros, além de cinoterapia.

Outros dois eventos na Praça Dom Pedro

A Praça Dom Pedro ainda foi palco de mais dois eventos nesta quarta-feira (04.12) acompanhados pelo prefeito  a Mostra de Educação Popular em Saúde e o atendimento itinerante da Comissão de Defesa do Consumidor da Alerj e do Procon Petrópolis.

A Secretaria de Saúde promoveu a Mostra de Educação Popular em Saúde, que encerrou o curso de aperfeiçoamento desenvolvido com agentes comunitários de saúde, agentes de controle de endemias, profissionais da Atenção Básica e representantes de movimentos sociais. Durante o curso, os profissionais fizeram visitas nas comunidades atendidas para levantar sugestões de práticas e projetos que podem resultar em melhoria da qualidade de Saúde da comunidade. Uma das participantes foi a agente comunitária Eliane da Costa, que atua no Retiro.

“O principal que eu identifiquei foi a necessidade de desenvolver projetos voltados para os jovens, principalmente de esporte e lazer. A partir de agora, vamos procurar parcerias dentro das próprias comunidades com pessoas que podem ensinar, por exemplo, capoeira ou judô, ou incentivar essas práticas, como uma forma de trabalhar também a questão da saúde”, explicou.

Também na Praça Dom Pedro, o Procon Móvel e a van da Comissão de Defesa do Consumidor da Alerj promoveram orientação sobre relação de consumo, direitos e deveres do consumidor e ainda recebeu reclamações. Essa é a primeira vez que a unidade móvel da Assembleia Legislativa vem para Petrópolis e, após dois dias no Centro, a iniciativa vai estar nesta quinta e sexta em Itaipava.

Com o objetivo de orientar os jovens sobre qualidade de consumo, assim como seus direitos e deveres e estimular a reflexão da educação do consumo consciente, o Procon Petrópolis, lançou nesta quarta-feira (04.12) o Procon Educa com 160 alunos da Escola Municipal Rosalina Nicolay, no Siméria. A ação se tornou um projeto de lei que já está tramitando na Câmara dos Vereadores, e em breve será sancionada.

Durante a ação, os alunos participaram de uma palestra com informações sobre o Código de Defesa do Consumidor, o funcionamento do órgão e suas finalidades. O grupo recebeu também uma cartilha informativa e uma didática com entretenimento como caça-palavra, passatempo, jogo de erros entre outros.

“Aqui na escola acreditamos que este tipo de conhecimento precisa ser inserido desde cedo. Desde pequeno eles precisam ter noção para que se tornem adultos mais atentos com a relação de consumo. Eles serão fiscaizinhos do Procon em suas casas”, destacou a diretora da Escola Municipal Rosalina Nicolay, Rose Narciso Viana Ferreira, que frisou que esta é a terceira ação do Procon na escola.

Os estudantes de 4 a 13 anos também puderam aprender brincando com o jogo de tabuleiro em tamanho real. O grupo precisa vencer os obstáculos e chegar até a casa Procon, onde busca por seus direitos. O tabuleiro possui casas com dicas de consumo consciente, projetos do Procon e condutas. Vence o jogo o primeiro que chegar a casa com a descrição: “Seu problema foi resolvido”.

Além de todas as ações de fiscalização e solidárias do Procon em toda cidade, o órgão também possui a Procon Educa, Procon nas Escolas, Escola do Consumidor, Procon Mirim e Procon itinerante, com a novidade do Procon Móvel que atenderá os bairros.

O programa Prefeitura Presente promoveu aplicação de asfalto nesta quarta-feira (04.12) no Carangola. O prefeito e o vice acompanharam o serviço na Rua Débora Couto Sucuripa. O tapa-buraco também aconteceu Caxambu, Castelânea, Retiro e Centro. Em quase dois meses, o programa já promoveu 226 ações de aplicação de asfalto em 145 ruas de 40 bairros.

A Rua Débora Couto Sucupira é atendida pela linha 529 com 13 viagens de ônibus diariamente. O morador Fábio Gonçalves elogiou o trabalho feito no local.

“Realmente estava bem ruim a rua e agora o trabalho ficou bom. Ainda vai terminar o serviço, mas está bem melhor. Para quem anda de ônibus, com certeza vai dar para ver a diferença”, disse.

A localidade Três Pedras (Caxambu), Rua Olavo Bilac (Castelânea), Vale dos Esquilos (Retiro), Rua Teresa e Washington Luiz (Centro) também receberam aplicação de asfalto nesta quarta.

Além do tapa-buraco, outros serviços de limpeza, iluminação pública, pintura de meio-fio e sinalização de vias serão reforçados nas comunidades de Petrópolis. A meta é chegar a 150 homens trabalhando nos bairros, somando ao que já é feito diariamente pela Comdep, além das secretarias de Obras e de Serviços e CPTrans.

 

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), participa da Campanha do “Laço Branco”, com uma ação de conscientização, nesta sexta-feira (06.12), a partir das 9h, na Praça Alcindo Sodré, no Centro da cidade. A equipe do Cram, que é subordinado ao Gabinete da Cidadania, irá distribuir panfletos informativos, além da presença do ônibus lilás – uma ferramenta itinerante que leva o serviço do órgão aos bairros mais distantes.

A campanha do “Laço Branco” é uma lembrança da morte de 14 mulheres no dia 6 de dezembro de 1989, em Montreal, no Canadá. Um homem de 25 anos invadiu uma sala de aula de uma escola politécnica e assassinou as mulheres por ter a ideia que mulheres não poderiam cursar engenharia, um curso segundo ele, tradicionalmente dirigido ao público masculino. O assassino se matou em seguida. A partir daí o “Laço Branco” tem o objetivo de mobilizar e sensibilizar os homens de todo o mundo, pelo fim da violência contra mulher.

Situações do cotidiano jovem como bullying, racismo, empoderamento feminino, respeito às diferenças e orgulho das suas origens foram abordados durante a apresentação especial dos alunos do curso de teatro da Casa da Educação realizada na última terça-feira (03.12). Os jovens mostraram tudo o que aprenderam ao longo do ano através de uma peça e esquetes. O público, formado por familiares e amigos, aplaudiu de pé.

Atualmente, 30 alunos participam das aulas na Casa. “A ideia da oficina foi a de mostrar os exercícios realizados pelos alunos. Muitas das falas são criações deles, que mostram situações cotidianas. Eles improvisam, criam e tem o prazer de poder mostrar no palco tudo o que aprenderam”, explicou o professor de teatro, Nilson Tassi.

“Através do teatro, esses jovens conseguem mostrar o talento, seus sonhos e suas opiniões. Por isso, a oficina aberta para o público foi tão importante. Eles subiram no palco, mostraram suas qualidades, apontaram situações cotidianas e venceram a timidez”, contou a diretora da Casa da Educação, Maria Fernanda Secco.

Mais uma apresentação especial vai ocorrer na Casa nessa semana. Na quinta-feira (05.12), às 18h30, vai ter concerto especial da Companhia Maestro Guerra Peixe – alunos das aulas de canto-coral, flauta doce, violino e viola -  participação de 38 alunos.

As apresentações serão abertas para o público. A classificação é livre e a Casa da Educação fica na Avenida Barão Rio Branco, nº03.

O dia D da campanha do Natal Solidário será na próxima sexta-feira (06.12). Equipes das secretarias de Defesa Civil e Ações Voluntárias e de Assistência Social, além de voluntários, estarão em supermercados no Alto da Serra, Bingen, Itamarati e Centro, além de uma barraca na Praça da Inconfidência, recebendo as doações de alimentos, de 8h às 20h. A meta da prefeitura é arrecadar até 10 toneladas de alimentos, podendo beneficiar 500 famílias em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa conta ainda com o apoio da Cruz Vermelha, Legião da Boa Vontade (LBV) e do Exército.

A campanha do Natal Solidário acontece até o dia 10 de dezembro e a entrega do material arrecado será no dia 19 do mesmo mês. Serão aceitos 14 tipos de alimentos que irão compor uma cesta básica, seguindo um padrão usado pela LBV em suas campanhas. As doações podem ser feitas em prédios públicos, como a Defesa Civil e o Centro de Cidadania, em Itaipava, além da sede da Cruz Vermelha, na Mosela.

A LBV, entidade brasileira de assistência social, mantém uma campanha nacional permanente de Natal, que arrecada mais de 50 mil toneladas de alimentos por ano. “Em Petrópolis, vamos conseguir ajudar até 150 famílias com a nossa própria campanha, além de apoiar mais essa iniciativa da prefeitura, com a logística e doações”, destaca Bruno Bergkirchnner, da LBV.

Locais para doação no dia D:

  • Barraca da Defesa Civil na Praça da Inconfidência
  • Super Terê Frutas (Praça da Inconfidência)
  • Super Market (Praça da Inconfidência)
  • Extra (Alto da Serra)
  • Rede Economia (Bingen)
  • Bramil (Itamarati)

 

Representantes de diversas religiões estão unidos em prol de ajudar ao próximo neste fim de ano em Petrópolis. No próximo domingo, o Palácio de Cristal recebe a ação solidária “Natal de Todas as Crenças”, a partir de 11h, que tem como objetivo arrecadar alimentos e garantir a ceia natalina de moradores das comunidades Vila das Sete Casas, às margens da BR-040, e Brisamar, em Itaguaí. A ação conta com o apoio da prefeitura de Petrópolis e faz parte do Natal Imperial.

A programação é aberta ao público e já confirmaram presença representantes da igreja católica romana, evangélicos, budistas, kardecistas, luteranos, muçulmanos, umbandistas, sufistas islâmicos, candomblecistas, metodistas e daimistas.

“Teremos momentos para a fala de cada representante religioso que estiver presente, intercalados por atos ecumênicos de união. Nossa intenção é celebrar a paz, a diversidade e o respeito. Todos são bem-vindos!”, garante Renato Prieto, ator famoso por atuações em teatros e filmes com temática espírita, convidado especial do evento.

O movimento começou num pequeno grupo de petropolitanos que se reúne com o intuito de agregar a fé ao compromisso social. A empresária Marcia de Paula e o cineasta e jornalista Roberto Faustino, dois dos organizadores do evento, destacam o pensamento do Papa Francisco como uma referência para os tempos que vivemos: “Em vez de muros, temos que construir pontes para ligar os corações das pessoas”.

O evento é uma realização da Documentária Filmes e MP Eventos com o apoio oficial da Prefeitura de Petrópolis. A Casa de Lázaro de Itaguaí e o Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis são os responsáveis pela entrega dos alimentos. As doações já começaram em dois pontos de coleta antecipada para o Natal de Todas as Crenças: Padaria Conval, Rua Gonçalves Dias, 440, no Valparaíso; e Panificação Dona Laura, Rua Montecaseros, 116.

 

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Dezembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo