Estimativa é de que mais de 2 bilhões de pessoas tenham assistido aos desfiles. Escola estará no Desfile das Campeãs, neste sábado

Mais de 2 bilhões de pessoas não só no Brasil como em mais de 100 países mundo afora acompanharam os desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro, incluindo o da Vila Isabel, que este ano levou para a Marquês de Sapucaí a história de Petrópolis e conquistou o 3º lugar no Carnaval carioca. A divulgação espontânea, sem qualquer investimento do dinheiro público da cidade, começará a ser percebida na economia do município através do turismo. A expectativa é de que, com a curiosidade despertada entre os foliões, o número de visitantes da cidade aumente entre 6% e 12% por ano. A projeção é de que a visibilidade poderá aumentar em mais R$ 92 milhões o faturamento do setor.

Com 2 milhões de turistas visitando a cidade por ano, o aumento vai movimentar hotéis, restaurantes, bares e atrativos turísticos, além de diversas áreas do setor de serviços e as que ganham com a presença de mais pessoas na cidade, como a alimentação, comércio, serviços, beleza, entre outros.

Durante o desfile, a escola falou das principais riquezas do município, como o patrimônio cultural e as belezas naturais, além da influência de imigrantes europeus, os avanços na tecnologia, passando por histórias desde antes da chegada da Família Real. Foi um desfile lindo, digno da história da cidade, que mostrou Petrópolis para o mundo. O município só tem a agradecer por essa divulgação maravilhosa para a cidade, que, com certeza, vai refletir na economia. E o melhor, sem um centavo do dinheiro público do município. Divulgações como essa fazem o turismo crescer ainda mais.

Com mais de uma hora de desfile da Vila Isabel falando exclusivamente sobre a história de Petrópolis, a transmissão ao vivo, se fosse paga, custaria mais de R$ 42 milhões, caso fosse possível converter em publicidade. Na internet, também era possível acompanhar gratuitamente o desfile e apuração dos votos. Durante a transmissão na TV aberta, apresentadores e comentaristas falaram sobre as belezas da cidade e os traços de sua história. E Petrópolis foi citada ainda por veículos de diversos estados do país e também no exterior. Em 2019, segundo a prefeitura do Rio, 2.360 profissionais de imprensa, sendo 276 da imprensa internacional, fizeram o credenciamento para cobrir o Carnaval.

Com toda a imprensa falando sobre a festa e, consequentemente, também citando Petrópolis, aumentou a procura pela cidade na internet. De acordo com o Google Trends, uma ferramenta do Google, o termo Petrópolis teve o maior pico de pesquisa dos últimos 12 meses entre os dias 02 e 07 de março, que compreende o período do Carnaval. Consultas foram registradas por internautas de diversas partes do país, incluindo Amazonas, Acre, Minas Gerais, entre outros estados.

Na Sapucaí, de acordo com a Liesa, 72 mil pessoas por noite acompanharam o evento, que é considerado o maior espetáculo do mundo. Mas, o número de pessoas circulantes pode chegar a 100 mil. “E a expectativa é de lotar também o Desfile das Campeãs, no sábado, que deverá reunir entre 72 e 75 mil pessoas”, explicou Heron Schneider, coordenador-geral de Eventos da Liesa.

Divulgação é fundamental para o turismo e, com certeza, o desfile da Vila Isabel foi um marco para a cidade. Petrópolis já é um dos principais destinos turísticos do estado e quer firmar essa vocação ainda mais em todo país.

Vila Isabel impressionou com alegorias e fantasias perfeitas

Segunda escola que desfilou na segunda-feira de Carnaval, a Vila Isabel foi a primeira do dia a ter o desfile completo transmitido pela TV aberta. A agremiação impressionou o público com grandiosas alegorias e fantasias ricas em detalhes que fizeram a arquibancada gritar “é campeã” com a passagem da escola pelo Sambódromo. Eram cinco alegorias que representavam a comitiva de D. Pedro chegando a Petrópolis; as riquezas naturais como a água; o desenvolvimento e o progresso com a chegada do trem e a mão de obra de imigrantes, como alemães e italianos; os grandes eventos no Palácio Quitandinha; e a luta dos negros e a libertação dos escravos, assinada pela Princesa Isabel. Um dos carros alegóricos chegava a 12 metros de altura.

Com o enredo “Em Nome do Pai, do Filho e dos Santos. A Vila Canta a Cidade de Pedro”, a Vila Isabel conquistou o terceiro lugar no Carnaval de 2019 e participa do Desfile das Campeãs, neste sábado (09.03).

Loja deverá ser inaugurada ainda no 1º semestre

Currículos devem ser cadastrados no site da loja

Quem está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho deve ficar atento: a Nissan Nagai está disponibilizando on-line o cadastro de currículos para as vagas que deverão ser preenchidas na nova loja da concessionária em Petrópolis. Serão contratados 20 profissionais e os interessados devem cadastrar o currículo até o dia 31 de março no site: www.nissanpetropolis.com.br.

A inauguração de mais uma concessionária na cidade é um motivo para se comemorar. A cidade foi escolhida pela sua receptividade para acolher uma nova concessionária da marca Nissan. O pontapé inicial já foi dado e a expectativa é de que a loja seja inaugurada ainda neste primeiro semestre.

Quem cadastrar o currículo poderá se candidatar para uma das vagas ofertadas: Gerente de Vendas, Consultor de Vendas, Consultor de Vendas Diretas, Recepcionista, Caixa, Assistente contábil, Serviços Gerais, Gerente de Serviços, Consultor de Serviços, Vendedor de Peças, Estoquista, Eletromecânico, Mecânico e Alinhador.

O passo a passo é simples. Na página o candidato preencherá um formulário: nome completo, e-mail, telefone celular, cargo de interesse ou, se preferir, pode anexar o seu currículo.

Além de ser um chamariz para os visitantes, a nova concessionária está privilegiando os candidatos de Petrópolis que podem inscrever os seus currículos e participar da seleção. Uma ótima notícia para o setor de serviços que está em crescimento.

A obra da Nissan está 50% finalizada. O projeto da nova loja foi apresentado para a prefeitura em fevereiro. O empreendimento terá 1.500 m² de área construída e o projeto também foi aprovado no Japão, pela Nissan.

Obras em espaços educacionais terão continuidade ao longo do ano

O atendimento nas 182 unidades da rede municipal de Educação – escolas e Centros de Educação Infantil – retornam na próxima segunda-feira (11.02), após o recesso do Carnaval, com 30 escolas que passaram por revitalizações neste início de ano. As reformas compreenderam troca de telhados, pintura, manutenção da rede elétrica e adaptações de banheiros e salas para educação infantil. Em outras 39 unidades as intervenções começam nos próximos dias – sem interferir, no entanto, na rotina dos alunos.

Esse serviço de manutenção não para. A rede municipal de ensino é muito extensa, com 182 unidades e os prédios que são variados. Hoje, a prefeitura trabalha para recuperar anos que estes espaços ficaram sem receber manutenção, por isso, o trabalho terá continuidade ao longo de todo ano. A Secretaria de Educação monitora as escolas, ouve as diretoras e atende as necessidades, de acordo com a disponibilização orçamentária.

Uma das escolas que recebeu reforma no início do ano foi a São Cristóvão, na Praça Pasteur. A escola ganhou um novo refeitório, nova cozinha e sala de leitura, além de duas novas salas de aula. Um espaço para o recreio também funcionará no 4º andar – em um salão que foi disponibilizado pela paróquia.

Já a Escola Monsenhor Cirilo Calaon, no Jardim Salvador, recebeu pintura nova, reforma nos banheiros e colocação de vasos e pias adaptados nos banheiros. Fraldários também foram construídos nas salas da educação infantil. O Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio também recebeu melhorias como pintura das salas e conserto das janelas e para garantir a reforma completa do prédio, um processo de licitação foi aberto. O CEI Déa Lúcia, na Castelânea também recebeu pintura, piso novo no solário e reforma no refeitório.

Outra unidade de ensino que recebeu reforma foi a Comac. A unidade que atende 564 alunos – sendo 198 no Centro de Educação Infantil, recebeu melhorias como trocas de janelas para melhorar a ventilação no espaço – inclusive foi aberta uma janela de 2x1 metros no berçário. Também no berçário foi construído um lactário para atendimento dos bebês e o lactário dos alunos do 1º período foi reformado. As telhas e o piso do solário foram trocadas e foram colocados corrimões nas rampas de todo o prédio. Na reforma também foi colocado gesso nas paredes e todo o CEI passou por pintura. Além disso, a Secretaria de Educação instalou telas nas janelas que ainda não tinham a proteção e também está providenciando melhorias para acessibilidade.

Foi um trabalho minucioso que contou com o apoio dos funcionários da escola. O espaço está diferente, com nova pintura, ficou mais aconchegante para os alunos. Na Comac ainda foram criados espaços diferenciados para as crianças como salinha do cinema e brinquedoteca.

Em dois anos, 81 unidades educacionais receberam melhorias

Mesmo com uma rede extensa – com 182 unidades educacionais – e que ficou sem manutenção por muitos anos, a Secretaria de Educação já realizou, em dois anos, reformas em 81 unidades educacionais –  30 só neste início de ano.

Todos as solicitações de obras enviadas pelas direções das escolas e CEIs são analisadas pela equipe da Secretaria de Educação. Aos poucos, a pasta está conseguindo atender aos pedidos de todas.

Em 2017 foram realizadas melhorias em 19 espaços e em 2018, outros 32 receberam verbas para adaptações. Nesse início de ano 30 unidades receberam melhorias que compreendem: reforma nos telhados, pintura, manutenção da rede elétrica e adaptações de banheiros e salas para educação infantil.

Além dessas reformas nas unidades escolares, o poder público está dando continuidade a obras que foram paradas na gestão passada. Uma delas é a da Escola São José do Caetitu - a unidade estava fechada desde 2016 porque o prédio estava em total abandono. Nesse ano a obra foi retomada com apoio da comunidade escolar e da Igreja: após a reforma, os alunos que, desde então estudam em Bonsucesso, poderão retornar à unidade. A obra compreende troca de telhado, rede elétrica até parte externa como a quadra esportiva. O diferencial desta obra, é adaptação do espaço – salas de aula e banheiro, com rampas de acessibilidade para cadeirantes.

Outra obra que estava paralisada desde 2016, a da EM Jandira Bordignon foi retomada e a expectativa é de que o novo prédio seja entregue ainda nesse primeiro semestre. Unidade terá 12 salas de aula e acessibilidade nos três andares, além de biblioteca e quadra poliesportiva.

Ação será realizada no dia 13 de março como parte da comemoração do Dia Internacional da Mulher

Para marcar as comemorações ao Dia Internacional da Mulher, o Centro de Saúde realiza ações focadas nos cuidados com a saúde e bem-estar da mulher. Na próxima quarta-feira (13.03) em complemento aos atendimentos agendados para o dia, serão promovidas palestras e oferecidas consultorias de beleza. As atividades serão desenvolvidas com pacientes e público em geral que comparecerem na parte da manhã e tarde na unidade, localizada na Rua Santos Dumont – 100, no Centro.

Os profissionais da rede pública estão rotineiramente atuando para a promoção da saúde e prevenção de doenças. Nesse período as ações serão intensificadas com o foco na saúde da mulher. As ações do Centro de Saúde serão voltadas para mulheres de todas as idades e contará com a participação de profissionais da unidade e parceiros.

A expectativa é de que mais de 100 mulheres participem das ações ao longo do dia. As ações serão concentradas na sala de espera de ginecologia e abordarão temas como menopausa, climatério, funcionamento dos hormônios e a importância de se adotar uma alimentação saudável. Além dos cuidados com a saúde, dicas de beleza também farão parte da programação, que oferecerá dicas de maquiagem para as participantes.

Essas ações são realizadas rotineiramente e nesse mês de março, a Secretaria de Saúde vai intensificar focando em temas considerados importantes para a saúde da mulher. Os profissionais vão orientar sobre o uso adequado dos hormônios e sobre os males que podem causar se não houver o acompanhamento adequado. Nutricionistas e enfermeiros ginecológicos farão atendimento e darão orientação às pacientes.

O objeto da ação é alertar sobre os males do uso desregrado e sem acompanhamento dos hormônios pelas mulheres. A enfermeira da unidade, organizadora da ação, Cátia Conceição, destaca que identifica o uso incorreto de hormônios, como anticoncepcionais e remédios para menopausa, em mulheres de todas as idades. A intenção é conscientizar sobre o uso correto dos medicamentos e sobre os efeitos colaterais relacionados. “A ideia é alertar para sintomas que muitas vezes não são relacionados ao uso incorretos dos hormônios. É importante conscientizar as pacientes sobre a necessidade de se manter o acompanhamento do médico rotineiramente. O evento será voltado para a saúde e beleza da mulher, quem quiser pode participar”, destaca Cátia.

A necessidade de se manter uma rotina alimentar saudável e a prática de exercícios também serão temas abordados na ação focada na saúde da mulher. De acordo coma enfermeira a atividade abordará um conjunto de ações focadas para o bem-estar da mulher.

Mais de 3 mil atendimentos na Central do Centro de Cultura

Contribuintes interessados em garantir desconto no pagamento do Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU) 2019, ainda têm tempo de garantir 5% de redução no tributo, efetuando o pagamento em cota única até o dia 20 deste mês. Em Petrópolis 116.051 imóveis são cadastrados pela Secretaria de Fazenda, sendo 93.143 deles referentes a áreas construídas e outros 22.908 referentes a propriedades de terrenos.

O IPTU é a segunda mais importante fonte de arrecadação do município, atrás somente do ISS. É muito importante que aqueles contribuintes que puderem efetuem o pagamento em cota única. É uma forma de contribuir para a qualidade dos serviços prestados pelo município e ao mesmo tempo economizar, aproveitando o desconto.

São recursos aplicados em áreas importantes para o dia a dia das pessoas, como Saúde, Educação, além de obras de infraestrutura, como a pavimentação de ruas, instalação de equipamentos urbanos, entre outros serviços.

Quem precisar retirar segunda via do boleto, pode fazer a impressão do documento de casa mesmo -  via internet. Para emitir on-line o boleto basta que o interessado  acesse o site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). Na página principal o contribuinte deve clicar no banner “IPTU 2019”.  Em seguida, para fazer a emissão do boleto, basta que o interessado informe o número de inscrição do imóvel.

Aqueles que preferem fazer presencialmente a retirada do boleto para pagamento, podem se dirigir à Central de atendimento ao contribuinte, montada no Centro de Cultura Raul de Leoni. O espaço - que fica na área central da cidade -  funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h e conta com guichês e equipe treinada para atender com agilidade o contribuinte. O atendimento é feito com sistema de senhas – com prioridade para idosos, gestantes e pessoas com deficiência.

A Central, funciona no andar térreo do prédio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, nas Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia) – Centro. No local, o contribuinte pode solicitar também a atualização do endereço para receber correspondências da Secretaria de Fazenda.  

Tanto a atualização cadastral quanto a retirada de segunda via podem ser feitas pela internet, mas, para aqueles que preferem o atendimento presencial, há a opção de atendimento no Centro de Cultura, que está funcionando muito bem. O trabalho de recadastramento de endereços, por exemplo, está dando resultado. Ano a ano, a Secretaria de Fazenda tem percebido uma redução no número de pessoas que buscam o atendimento presencial.  

“Luz Negra” conta com ensaio fotográfico de nu artístico

Aos 33 anos, a jornalista e modelo Elaine Vieira descobriu o poder e a beleza do seu corpo depois de um ensaio fotográfico de nu artístico, feito pela fotógrafa do Rio de Janeiro Paula Eliane.  Agora, no mês das mulheres, ela transformou suas fotografias em uma exposição que representa não só o empoderamento da mulher, como valoriza a beleza negra. A mostra “Luz Negra”, que conta com 30 fotografias, está em exposição na Galeria Van Dijk, no Centro de Cultura Raul de Leoni e tem entrada gratuita. Aberta nesta sexta-feira (08.03), a mostra fica até o dia 31 de março. A classificação é de 16 anos.

“Percebi que, com 33 anos, meu corpo é lindo. Antes eu não me enxergava assim, acredito que não parei para me observar, não observava meus traços, ‘só os defeitos’. Com as fotos vi quem realmente eu sou. A sensibilidade da fotógrafa destacou outros detalhes que antes eu não via”, explica a modelo, lembrando que após fazer as fotos, começou a notar o interesse também de outras mulheres.  “Vi que estava ali representando uma parcela do público que ainda vive os tabus da sociedade. Mulher, negra, careca, tatuada, com celulite, estrias, altura mediana. Essa é a nossa realidade que poucos estão acostumados a ver”, completou.   

As fotos foram feitas no mês passado e é uma forma de expressão, empoderamento e também de representatividade, valorizando a beleza negra, de acordo com Elaine: “Foi um jeito de mostrar que sou livre, e que diante de qualquer situação imposta pela sociedade tenho que me amar, e acima de tudo ser respeitada como mulher. Vejo um nu com sensualidade e sem vulgaridade. Fotografamos à noite e além da pouca iluminação, as fotografias tiveram um brilho que resultou neste ensaio maravilhoso”, destaca.  

Todas as fotografias são em preto e branco, o que dá um charme a mais para a mostra. A fotógrafa explorou jogos de luz e o resultado deverá encantar o público.

O Centro de Cultura é um dos principais equipamentos culturais do município e é muito importante receber exposições como esta, que valorizam o poder da mulher, neste mês que comemora o dia delas.

A Galeria Van Dijk, fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, 305, no Centro Histórico. A visitação pode ser feita de segunda-feira a sábado, de 10h às 17h.

Petrópolis foi a primeira cidade no interior a receber o equipamento

Visando a importância dos cursos de máquinas pesadas para o setor de indústrias da cidade, a prefeitura firmou parceria com a empresa Maq Operações, que disponibiliza as aulas de operador de empilhadeira e retroescavadeira, para o Centro de Referência da Juventude (CRJ). A medida adotada visa profissionalizar e inserir os jovens petropolitanos no mercado de trabalho e, por isso, o município assumiu a parceria com a empresa evitando a o fim do curso.

O CRJ oferece vagas gratuitas para operador de empilhadeira, operador de retroescavadeira, corte e costura e auxiliar administrativo. As inscrições podem ser feitas na unidade na Rua Santo Antônio, 248 – Alto da Serra, até o preenchimento das vagas.

No ano passado, o CRJ formou mais de 150 jovens, o que significa a importância dos cursos profissionalizantes em qualificar os petropolitanos dando uma maior oportunidade de entrar para o mercado de trabalho.

Para as inscrições, os interessados nos cursos de operador de empilhadeira e retroescavadeira precisam ter mais de 18 anos, levar identidade, CPF, comprovante de residência, além de 3 quilos de alimentos não perecíveis. Já para os cursos de corte e costura e auxiliar administrativo, os candidatos devem ter mais de 16 anos e levar identidade, CPF, comprovante de residência e uma caixa de bombom para a festa de Páscoa da comunidade. Será exigido o comprovante de escolaridade mínima de Ensino Médio incompleto para o curso de auxiliar administrativo. Outras informações podem ser conferidas no Facebook no CRJ.

“Ano passado iniciamos os cursos profissionalizantes de máquinas pesadas e foi um sucesso absoluto, conseguimos atingir o objetivo do CRJ no quesito qualificação e fomos além, abrindo portas para o mercado de trabalho. Este ano conseguimos aumentar a oferta de cursos profissionalizantes. Estamos fechando muitas parcerias devido a credibilidade que conquistamos com nossas ações sérias e eficazes na vida do jovem petropolitano”, frisou coordenadora do CRJ de Petrópolis, Carina Poirier.

O CRJ é um equipamento do Estado do Rio de Janeiro, porém a Prefeitura solicitou que o sistema fosse implantado na cidade. Então, fechado um termo de cooperação técnica entre o estado e o município Petrópolis foi a primeira cidade no interior a receber o equipamento.

Seguindo a programação das comemorações ao Dia Internacional da Mulher (08.03), o Festival “Mulher, Cinema e Debates” realizado nesta quinta-feira (07.03), pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMDIM), em parceira com Museu Imperial, Cineclube Raul Lopes e Ginja Filmes, mobilizou petropolitanas que assistiram ao filme “A esposa” e depois realizaram um debate com a participação de especialistas. Encontros como este acontecerão todas às quintas-feiras do mês de março, às 19h, no Museu Imperial.

O objetivo da mostra é fazer uma reflexão sobre os temas abordados nos filmes, oferecer entretenimento para a celebrar do mês da mulher, como também disponibilizar acesso à informação para as mulheres e ao público em geral sobre direitos, cuidados e combate à violência contra mulher.

“O Festival é uma das atividades que estão acontecendo no município para comemorar o mês das mulheres. O debate foi de grande valia para todo o público presente e sempre ressaltamos os direitos das mulheres e não a violência doméstica ou qualquer tipo de violência”, frisou a coordenadora do Gabinete da Cidadania e presidente do Comdim, Anna Maria Rattes.

O filme apresentado conta a história de Joan Castleman (Glenn Close) que é casada com um homem controlador e que não sabe como cuidar de si mesmo ou de outra pessoa. Ele é um escritor e está prestes a receber um Prêmio Nobel de literatura. Joan, que passou 40 anos ignorando seus talentos literários para valorizar a carreira do marido, decide abandoná-lo.

O debate foi mediado pela Lilia Monteiro com a participação da coordenadora do Gabinete da Cidadania e presidente do Comdim, Anna Maria Rattes; da Psicóloga e Psicanalista, Doutora em Saúde Coletiva (IMS/UERJ), Professora titular da UCP, Miriam Oliveira Mariano e psicóloga do Cram, Liane Bauer Castor Diehl.

Ação se torna permanente e acontece sempre na última sexta-feira de cada mês

Com mais de três toneladas de produtos recebidos nas três etapas realizadas até o momento, a campanha de recolhimento de lixo eletrônico da Secretaria de Meio Ambiente vai se tornar permanente – sempre na última sexta-feira de cada mês – na Praça Dom Pedro. A iniciativa coleta celulares, computadores, câmeras digitais, notebooks e tablets que estão obsoletos ou com algum defeito e que não sejam mais utilizados. A ação acontece em parceria com a Recicla Ambiental – empresa de reciclagem que vai receber o material – além da Comdep e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

De acordo com um estudo realizado pela Organização Nações Unidas (ONU) em conjunto com a União Internacional das Telecomunicações, em 2017 foram gerados 44,7 milhões de toneladas desse tipo de resíduo em todo o mundo, sendo que até 2021 esse número deve crescer 17%. Com a realização da campanha, a prefeitura está cumprindo a Política Nacional de Resíduos Sólidos. A próxima etapa acontece no dia 29 de março.

O objetivo principal é destinar de maneira correta os produtos eletrônicos que não funcionam mais ou que o proprietário quer se desfazer. É importante que a população tenha essa facilidade na hora de entregar esse material. Além de ser mensal no Centro, a Secretaria de Meio vai levar a campanha para os bairros e distritos ao longo desse ano.

Esse tipo de material contém substâncias como chumbo, mercúrio, cádmio e berílio que, ao serem descartados incorretamente, poluem a natureza. Com o apoio de uma empresa especializada, o lixo recolhido será descartado ou reutilizado de forma adequada.

Equipamentos eletrônicos podem causar a contaminação de solo e da água. É importante lembrar que esse tipo de lixo foi criado por seres humanos e que é preciso descartar de maneira correta, sem prejudicar a natureza.

“Petrópolis é uma cidade maravilhosa, que precisa ter o seu lado verde preservado”, destaca Éder Gonçalves, um dos responsáveis pela Recicla Ambiental, que realiza o mesmo trabalho em outras cidades do Estado, como Itaguaí, São Gonçalo e Niterói.

A campanha é mais uma ação do projeto Inteligência Ambiental (IA) do setor de educação ambiental, criado pela pasta 2017 com o objetivo de conscientizar a população da importância da preservação ambiental. Também são realizados trabalhos de orientação nos bairros e nas escolas, dentro do Defesa Civil nas Escolas – que engloba também o Meio Ambiente.

É preciso trabalhar desde a infância a importância de preservar a natureza. São ações importantes, como o plantio de árvores e aulas ar livre, que marcam as crianças. Os jovens são ferramenta propagadoras de informação e muitas vezes, educam os pais e adultos.

Objetivo é preparar todos os agentes para atuação baseada na Lei Maria da Penha

A Guarda Civil, em parceria com o Gabinete da Cidadania, vai promover a capacitação de todos os agentes da corporação para atendimento de mulheres vítimas de violência. Os guardas vão participar de um curso montado com base na Lei Maria da Penha e vai abordar ainda aspectos psicológicos que a vítima apresenta e que o agente deve ter. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (08.03), Dia Internacional da Mulher, pela subcomandante Cláudia da Conceição, que está se despedindo do posto ocupado nas últimas semanas.

Como último ato ainda no comando, ela anunciou o curso de capacitação, que terá início no dia 18 de março. O corregedor da Guarda, Vinícius Silva, explica os dispositivos da Lei Maria da Penha; e a psicóloga do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram), Liane Diehl, vai abordar aspectos psicológicos apresentados pelas vítimas de violência e de que maneira o agente deve estar preparado para esse atendimento. Serão montadas turmas diárias de 12 agentes durante duas semanas.

“É de extrema importância que nossa Guarda tenha essa preparação em prol da segurança das mulheres do município. Durante uma reunião do Comdim, conversei com a subcomandante sobre essa questão da violência contra a mulher e ela foi muito solícita e sugeriu este curso para os agentes. É um ganho para nossa sociedade”, contou a coordenadora do Gabinete da Cidadania e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim), Anna Maria Rattes.

A capacitação dos agentes será mais um passo para dar segurança à mulher que sofre com violência doméstica. Petrópolis conta com o Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram), que atende as mulheres vítimas de violência relacionadas a Lei Maria da Penha, quando a mulher tem algum “vinculo” com o agressor. O órgão possui uma equipe multidisciplinar e oferece gratuitamente assistência social, jurídica e psicológica para mulheres que sofreram qualquer tipo de agressão. Em 2019, nos meses de janeiro e fevereiro, o Cram realizou 103 atendimentos, entre assistências iniciais e retornos. Em 2018, foram 638 atendimentos.

“O objetivo é aprimorar a capacidade da GM atuar nas situações de violência doméstica e contra a mulher. Para isso vamos sinalizar alguns pontos importantes no acolhimento como a escuta atenta à história da mulher e sua legitimação, a importância de não tecer julgamentos prévios e a orientação inicial sobre os direitos da mulher”, explicou a psicóloga do CRAM, Liane Diehl.

No mês passado, foi divulgado um levantamento realizado pelo Datafolha, encomendado pela ONG Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), sobre o impacto da violência contra as mulheres no Brasil e os resultado foi alarmante. Em 2018, 1,6 milhão de mulheres foram estranguladas ou sofreram alguma tentativa. Vítimas que passaram por assédio representam 37,1% das mulheres no Brasil, ou seja, 22 milhões de mulheres. Os casos de violência, 42% aconteceram dentro de casa e mais da metade, 52%, não denunciou nem procurou ajuda. A pesquisa aponta que 76,4% das agressões são feitas por alguém conhecido da vítima e as mulheres negras e pardas são mais vitimadas que as brancas, e as jovens, mais do que as mais velhas.

Comandante interina agradece o apoio dos agentes

Nesta sexta, Cláudia fez questão de agradecer pessoalmente aos guardas pelo trabalho neste período. Ela também aproveitou para homenagear as agentes femininas da corporação – hoje, são 14 mulheres entre 213 agentes. A partir da próxima semana, o comandante Jeferson Calomeni retorna ao posto após férias.

“Despedidas são sempre difíceis, mas fazem parte de trajetórias profissionais. Correndo risco de ser clichê, quero deixar meus agradecimentos, pois trabalhar em equipe é saber ser parte de um todo, demonstrando capacidade de atuar com humildade, tolerância, inteligência emocional e companheirismo. O sucesso de uma equipe é reflexo da determinação de cada integrante. Meu sucesso são vocês. Assim, agradeço por tudo nos últimos 30 dias”, disse Cláudia.

Alunos do ensino fundamental da E.M. Dr. Paula Buarque participam de uma palestra e brincam com o jogo da turma do Pedrinho

Começa na próxima sexta-feira (15.03) o calendário de atividades do Defesa Civil nas Escolas pela E.M. Dr. Paula Buarque no Vale do Cuiabá – instituição de ensino polo da política pública. Os alunos do ensino fundamental vão participar de uma palestra sobre educação ambiental e bem-estar animal, além de brincar com o jogo da turma do Pedrinho, que ensina de forma lúdica as medidas adotadas em casos de ocorrências causadas pelas chuvas fortes. O programa é uma iniciativa da prefeitura que busca desenvolver a cultura de prevenção aos desastres de origem natural e de percepção de riscos nas crianças e nos adolescentes da cidade.

Até o momento, outras 10 escolas já marcaram atividades com os agentes da Defesa Civil. Além do jogo e das palestras, também serão realizados exercícios simulados de evacuação das escolas. Com 234 áreas de risco alto ou muito alto, o governo municipal investe em ações de prevenção orientando os moradores, buscando minimizar os riscos de desastres de origem natural. A atual gestão também investe na retomada de programas habitacionais.

Se o Defesa Civil nas Escolas fosse criado há 20 anos, a realidade de Petrópolis seria completamente diferente, trazendo diversos benefícios para a cidade. Além disso, a prefeitura também retomou programas habitacionais, para destinar imóveis para pessoas que vivem em área de risco ou em algum momento já foram vítimas de desastres das chuvas e perderam suas casas.

Neste ano, o programa está sendo ampliado para as escolas da rede pública e privada que contam com educação infantil. Outra novidade é a inclusão do bem-estar animal também como tema de discussão em sala de aula. Em 2018 – primeiro ano da política pública - foram realizadas 170 atividades dentro do Defesa Civil nas Escolas. O objetivo é que esse número seja ampliado ainda neste semestre, em que serão abordadas as ameaças de verão: incêndios florestais e estiagem.

A Defesa Civil abriu a política pública para todas as instituições interessadas, além das escolas da rede municipal. A ideia de transformar a forma de pensar da população passa diretamente pelo ensinamento nas escolas. É preciso trabalhar a prevenção de desastres. A criança é uma ferramenta que propaga a informação, educando os pais e os parentes.

Apesar de estar em prática há pouco tempo, o programa já rendeu um prêmio para a prefeitura. O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) vai entregar um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública. A contemplação acontece dentro da campanha nacional #EducarParaPrevenir, criado pelo órgão nacional para as melhores atividades do país focadas em ERRD – Educação em Redução de Riscos de Desastres.

Municípios vizinhos reconhecem a importância do programa

Cooperação técnica, troca de experiências entre os agentes, além do aprendizado prático sobre o Defesa Civil nas Escolas: na semana passada, representantes das Defesas Civis de Teresópolis, Areal e Nova Friburgo estiveram em Petrópolis conhecendo as ações de prevenção realizadas nos últimos dois anos. O trabalho desenvolvido com as crianças da rede municipal de ensino também esteve em pauta durante os encontros. Os municípios vizinhos conheceram o trabalho desenvolvido em Petrópolis em dezembro do ano passado, na última reunião do MercoSerra. Na oportunidade, a política pública de inserção dos temas Defesa Civil e Educação Ambiental foi apresentada para os governantes, que planejam formas de implementar a atividade em suas cidades.

Serão colocados 1,5 mil m² de grama até a próxima semana

A Comdep está fazendo o plantio de 1,5 mil m² de grama na Praça da Liberdade. O trabalho iniciado nesta sexta-feira (08.03) para a colocação de pelo menos 4 mil placas de grama vai continuar na semana que vem. Cerca de 20 funcionários atuaram no local.

A grama plantada na Praça da Liberdade é do tipo “São Carlos”, que tem como característica manter a cor verde sempre bem viva mesmo em áreas sombreadas, como acontece por causa das árvores do local. Essa grama será regada a cada dois dias para a fixação completa na terra, que deve acontecer em até 30 dias.

A Praça da Liberdade é um dos locais mais bonitos e frequentados pelos moradores da cidade e, por isso, está recebendo revitalização da jardinagem mais uma vez.

O trabalho de jardinagem na cidade continua e, além da Praça da Liberdade, também será feita revitalização dos canteiros do Palácio de Cristal e do Relógio das Flores na próxima semana.

Assim como feito no ano passado, o Palácio de Cristal vai ganhar novas mudas. O trabalho vai dar ainda mais destaque e cores para dois principais cartões postais da cidade.

A equipe de jardinagem da Comdep é responsável pelo plantio de flores em canteiros da cidade, corte de grama, poda ou corte e plantio de árvores – apenas este mês de março, esses serviços já ocorreram em 20 locais diferentes. Em 2018, o setor fez o plantio de 35 mil mudas em diversos locais, com destaque para as hortênsias, que embelezam ainda mais a cidade.

Torneio de futebol será realizado no próximo domingo no Estádio Atílio Marotti

O aniversário de Petrópolis será comemorado com muito futebol no próximo domingo (10.03). O Estádio Atílio Marotti – campo do Serrano – vai receber a Copa Cidade Imperial categoria sub-14. Organizado pelo Leão da Serra em parceria com a prefeitura e com a Liga Petropolitana de Desportos (LDP), o evento vai reunir as equipes de base do Azul Branco, Mesquita, Bangu e Duque de Caxias em um torneio amistoso a partir das 8h. Além da homenagem a cidade, a competição tem o objetivo de estimular os jovens na prática esportiva, promovendo a integração dos atletas.

Além do torneio de futebol para a criançada, a prefeitura também vai organizar uma competição de basquete, apoio a aula de dança e de ginástica, além dos espaços públicos que podem ser usados para a prática esportiva. O aniversário da cidade será comemorado de diversas maneiras, praticando esportes é uma delas.

O apoio da prefeitura aos clubes de futebol da cidade não resume a uma competição: desde 2017, o governo municipal mantém em dia o pagamento da taxa de arbitragem e da premiação dos atletas nos campeonatos municipais de futsal e de futebol de campo. No ano passado, por exemplo, as competições envolveram cerca de mil crianças e adolescentes em mais de 400 horas de atividades.

A Superintendência de Esporte e Lazer sabe do grande potencial dos jovens atletas de Petrópolis e investe no desenvolvimento deles. Os clubes são uma grande porta de entrada para as crianças e os adolescentes dentro do esporte. A ideia é sempre incentivar os jovens, para que busquem alcançar seus sonhos e objetivos.

Às 8h, o time da casa joga contra o Duque de Caxias e na sequência o Bangu enfrenta o Mesquita. O alvirrubro volta a campo contra o Serrano na continuidade da tabela, e o Mesquita joga contra o Duque de Caxias. Após uma pausa para repor as energias, os atletas voltam a campo às 13h30 para a última rodada: Serrano x Mesquita e Bangu x Duque de Caxias. As duas equipes que somarem mais pontos se enfrentam na final, marcada para começar às 15h40.

“Além de incentivar os meninos, a competição é uma maneira deles demonstrarem seu potencial para equipes de outras cidades, abrindo novas oportunidades”, explica Bruno Costa, treinador das categorias de base do Serrano.

“A ideia do clube é formar os meninos não apenas no esporte, mas se tornarem cidadãos. O investimento do Serrano nas divisões tem esse objetivo. A gente espera uma competição em alto nível no próximo domingo, nossa equipe está preparada para mais um desafio”, contou.  

Notícias por data

« Março 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP