Só na área odontológica são 52 consultórios

O novo prédio do ambulatório-escola da Faculdade de Medicina/Fase, inaugurado nesta sexta-feira (05.04) e conveniado com a Prefeitura vai ampliar de 90 mil para 150 mil o número de atendimentos pelo SUS por ano em Petrópolis somente na parceria com a faculdade. O prédio tem dois andares exclusivos para Odontologia, mais 19 consultórios de várias especialidades médicas. O investimento no prédio é de R$ 15 milhões.

Na área de odontologia o ambulatório será mais uma opção aos usuários da rede que atualmente, pelo município, já contam com dois Centros de Especialidade Odontológica e com as unidades básicas de saúde que prestam atendimento no município. Dois dos sete andares do novo prédio são voltados para a área de Odontologia. Foram criados 52 consultórios com salas exclusivas para a realização de exames de imagem, além da área de próteses e laboratório de pesquisas.

 Toda a estrutura já está disponível aos estudantes e usuários da rede pública de saúde. A partir de parceria com a prefeitura, a faculdades tem o credenciamento para realizar atendimentos pela rede.

Na ocasião, o corpo docente e discente da instituição participou de uma visita guiada para a apresentação das novas instalações que ampliarão os atendimentos do Ambulatório Escola. A unidade registra um atendimento de 92 mil pacientes ao ano e com a ampliação, esse número pode aumentar em mais 50%. Além dos consultórios odontológicos, haverá mais 19 para atendimento dos pacientes da Clinica Médica, Enfermagem, Nutrição entre outras especialidades.

A unidade contará com suporte para a realização de procedimentos cirúrgicos e com uma sala de urgência, para os primeiros socorros em caso de intercorrências durante os atendimentos. Uma sala especializada em curativos também funcionará na unidade.

A diretora da FASE, Maria Isabel de Sá Earp Chaves, destaca que toda a atuação no município é integrada ao Sistema Único de Saúde e reforça que a grande novidade é a área odontológica, que vai permitir acesso a atendimentos desde baixa complexidade até procedimentos mais avançados.  A faculdade, além de formar profissionais, tem o compromisso de atuar junto à população.

“Aqui nesse prédio temos investimento não só na área tecnológica, com equipamentos de última geração, mas um espaço adequado para ensinar, aprender e principalmente, esse novo empreendimento vai beneficiar muito a população. Esse espaço é ampliado para incluir a odontologia, com serviços  de  imagens odontológicas, pequenas cirurgias, mais espaços para as clínicas de medicina e inclusive a radiologia”, destaca Maria Isabel.

A faculdade já trabalha em conjunto com o município em cinco unidades básicas de saúde, além da atuação dos profissionais da Faculdade de Medicina no Hospital Alcides Carneiro. 

Irregularidades em 30 imóveis podem chegar a R$ 500 mil por ano

A Prefeitura está apertando o cerco aos condomínios de alto padrão onde há construções de mansões e casas de luxo, mas o imposto recolhido é registrado apenas como ITR (Imposto Territorial Rural). A irregularidade na legalização permite distorções grandes no valor do imposto a ser recolhido que deve ser o IPTU (Imposto Predial, Territorial e Urbano). Há casos em que o proprietário recolhe um valor mensal de R$ 140,00 de ITR. E com a edificação, o proprietário deveria quitar em torno de R$ 20 mil por ano. Com 30 notificações em operação recente a Secretaria Fazenda identificou que mais de R$ 500 mil podem ter deixado de ser recolhidos por ano por estes proprietários

Para fazer a fiscalização, o município está utilizando a tecnologia, com programas específicos de sondagem e imagens além de pesquisa em solo.

Na primeira etapa, as equipes fiscalizaram 3 condomínios nos distritos, alcançando mais de 400 lotes territoriais vistoriados quando foram emitidas cerca de 30 notificações. A equipe identifica o lote, verifica em um programa de imagens se há construção naquela determinada área e então realiza a vistoria no local, que tem o objetivo de constatar o padrão do imóvel, medição, quantidade de pavimentos, total de área construída entre outros.

As notificações informam ao proprietário que a área é registrada como ITR, mas que a Secretaria de Fazenda verificou que há edificações e solicita informações e vistoria interna do lote, para que seja feita a medição do imóvel.

No caso de não autorização de entrada para medição o cálculo do valor a ser lançado no imposto é feito por projeção (fazem fotos de áreas externas) o trabalho é feito em parceria com a Coordenadoria de Planejamento e Gestão estratégica, que tem imagens das áreas. As notificações dão prazo de 15 dias para que o proprietário retorne o comunicado. Todo processo de atualização do cadastro acontece no período de cerca de um mês.

Ainda segundo o poder público, o IPTU é um recurso fundamental para custear merenda para os alunos da rede, pavimentação de vias públicas, compra de medicamentos entre outros serviços e muito importante que o contribuinte esteja com o seu cadastro imobiliário atualizado. Com esta fiscalização, o município consegue identificar construções que não constam no cadastro do município, causando um déficit grande de arrecadação e prejudicando o planejamento anual da cidade.

Projeto, que vai de 06 a 18 de abril, comemora 10 anos e terá “Festival da arte do bem”

A Praça Florida de Livros, que está em sua 10ª edição neste ano, abre a programação no sábado, na Praça D. Pedro, com o objetivo de divulgar a doutrina espírita de diversas formas, como através de livros e atrações culturais. Em 2019 uma das atividades do evento acontece em um dos principais pontos turísticos da cidade, o Palácio de Cristal, com o “Festival da arte do bem”, no dia 10 de abril, às 20h. Haverá apresentação de coral e declamação de poesia, com entrada gratuita.

Todo o evento terá bate-papos, palestras, feira de livros, oficinas, contação de história, seminários, entre outros, que acontecem não só na Praça D. Pedro como em diversas casas espíritas de Petrópolis e de São José do Vale do Rio Preto. O evento é promovido pelo 3º Conselho Espírita de Unificação (CEU) e conta com o apoio da prefeitura de Petrópolis.

“Estamos muito animados para mais esta edição. Quando fizemos a primeira, nem imaginávamos que chegaríamos à 10ª. O Praça Florida conta com 19 casas espíritas de Petrópolis e São José. O objetivo e divulgar doutrina espírita através da venda de livros, troca de livros e da arte. A parte da arte acontece no Palácio de Cristal, com coral e poesias”, explica Neusa Guitarelli, que faz parte da comissão organizadora.

Este ano, o escritor homenageado é o professor Álvaro Chrispino e o tema é “Vim para que todos tenham vida”. Tanto na Praça D. Pedro quanto no Palácio de Cristal o evento poderá atrair não só petropolitanos, como também turistas.

A programação completa do evento pode ser conferida na internet, na página do Praça Florida de Livros no Facebook: https://www.facebook.com/pg/PracaFloridaDeLivros/ .

98% dos municípios estão negativados e impedidos de receber verbas da União

Dos 5.568 municípios, 98% estão negativados pelo Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc). Petrópolis faz parte do rol de 116 cidades que estão ‘no verde’: com todos os documentos e contribuições verificadas pelo Cauc entregues. Assim, o município está apto a celebrar convênios e receber verbas da União.

Segundo a prefeitura, a meta é que Petrópolis esteja em dia sempre para que possa ter cada vez mais convênios com o governo federal que possibilitam ampliar programas e obras. Vale salientar que a crise econômica do país e o rombo de R$ 766 milhões nas contas municipais não foram impedimento para a gestão tornar Petrópolis

Petrópolis está em dia com os 15 itens analisados pelo Cauc como recolhimento de contribuição do FGTS, pagamentos de financiamentos com a União e a correta aplicação de recursos na Saúde e Educação.

De acordo com levantamento realizado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), o número expressivo de municípios “negativados” foi puxado pelo Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO), o qual inclui o envio dos demonstrativos exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) ao Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi) da Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

Evento acontece de 19 a 21 de abril, com entrada gratuita e reunindo a bebida e gastronomia

Os amantes do café – bebida indispensável no dia-a-dia dos brasileiros – já têm lugar certo para degustar versões especiais dele em um dos cenários mais bonitos de Petrópolis. Entre os dias 19 e 21 de abril, chega ao Palácio de Cristal o Festival de Café de Petrópolis, com gastronomia, oficinas e programação cultural. A feira, que tem entrada gratuita, vai contar com cerca de 40 expositores e não só com diversos tipos de café, mas também com iguarias que combinam com a bebida e até chope e chocolates feitos com café.

Esta é a primeira feira de cafés especiais do país aberta ao grande público e já teve outras duas edições, chegando agora à Cidade Imperial. O objetivo é promover a cultura da bebida e contribuir para que mais pessoas conheçam e apreciem o bom café, com a ideia de reunir produtores. O evento conta com o apoio da prefeitura de Petrópolis.

Atualmente, o café é o segundo produto mais negociado no mundo, atrás somente do petróleo. Estimativas mostram que 500 bilhões de xícaras de café são tomadas por ano em todo mundo, a maioria delas no café da manhã. Por isso, a expectativa é de evento lotado reunindo não só a bebida como diversos outros atrativos para o público.

“Nossas primeiras edições foram um grande sucesso. Conseguimos oferecer tudo que os apreciadores de café mais gostam em lugares especiais. Nesta não será diferente, Petrópolis é uma cidade linda e histórica. Combinações perfeita para tardes regadas à música, gastronomia e cafés”, explicou Luiz Villela, um dos organizadores do evento, junto com Leonardo Lanzettae Carla Borges Marçal.

OFICINAS (Gratuitas):

  • Barista na Prática com Barista Lui (TecknoCoffee)
  • Métodos de Preparo com Emerson Nascimento
  • Preparo de Drinks com cafés com Cris Dória (Casa do Barista)

SERVIÇO:

Festival do Café

  • Data: 19, 20 e 21 de abril
  • Horário: 10 às 18h
  • Local: Palácio de Cristal - Petrópolis

https://www.festivaldocafe.com/

Sistema foi implantado no município como mais um meio de garantir o funcionamento dos serviços

Em quatro meses de implantação, a Ouvidoria da Secretaria de Saúde resolveu 80% dos registros feitos no sistema. Desde novembro de 2018, quando foi lançado, o canal de comunicação recebeu 200 notificações feitas pelos telefones 2233-8888 e 136 ou pelo endereço eletrônico O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . O serviço foi criado para estabelecer mais um espaço de acolhimento de denúncias, reclamações, sugestões e elogios relacionados à rede pública de saúde.

O canal de comunicação com o usuário da rede garante maior agilidade para a solução dos casos registrados. O prazo de conclusão dos atendimentos varia de 24 horas a 15 dias, para situações mais imediatas. A depender da prioridade de cada caso será apresentada uma solução em 30, 60 e até 90 dias.

Os registros feitos pelo 2233-8888 e endereço de e-mail, são recebidos e tratados de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. O canal do Disque Saúde 136, do Ministério da Saúde, funciona 24 horas por dia. Os registros feitos por esse meio são encaminhados para a Ouvidoria SUS e como todos os casos, são acompanhados e regulados para que sejam resolvidos dentro dos prazos adequados.  

A Ouvidoria da Secretaria de Saúde foi implantada nos moldes do sistema Ouvidor SUS, do Ministério da Saúde e segue os mesmos padrões de prioridade para as resoluções dos casos. Na época da implantação no município, foram identificadas 350 demandas em espera de solução. Todas foram sanadas.

A dona de casa Maria Aparecida Ferreira Roza, de 78 anos, há um mês recorreu ao sistema para solucionar questões relativas ao agendamento de consultas e exames. Em 15 dias conseguiu ser atendidas em todas as solicitações. “Já consegui marcar todas as minhas consultas e exames. Estou com todos os pedidos em dia”, conta a usuária da rede pública que mora no bairro Atílio Marotti.

Dos casos registrados, a maior parte foi de reclamações e denúncias para casos de assistência à saúde. No sistema foram computados casos na área farmacêutica, odontológica, transporte, serviços de urgência, entre outros. A maioria dos casos está resolvida. Dos registros, 79% são realizados pelo telefone fixo, o restante se divide entre os atendimentos presenciais, por e-mail, pelo formulário do Ouvidor SUS, acessado pelo site do Ministério da Saúde (http://ouvprod01.saude.gov.br/ouvidor/CadastroDemandaPortal.do) e uma menor parte por carta.

A Prefeitura está reunindo os charreteiros – atividade de tração animal encerrada com 117 mil votos da população em um plebiscito – para uma apresentação das ações que o poder público vai desempenhar para que eles tenham uma nova atividade econômica.  Na terça-feira (09.04), de 10 às 17h, no Espaço Empreendedor, na Barão do Rio Branco, órgãos públicos e parceiros vão estar disponíveis para atender individualmente cada família. Intermediar vagas para o mercado formal, ajudar a abrir negócios e acessar financiamentos, requalificar profissionalmente, estágios em empresas e formação educacional serão oferecidos aos charreteiros e seus dependentes.

CIEE, Secretaria de Educação, Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Secretaria de Serviços e Ordem Pública, Secretaria de Assistência Social e AgeRio vão ter representantes no Espaço do Empreendedor para explicar e dar acesso imediato ao que os charreteiros desejarem. Este é o primeiro atendimento e, posteriormente, de acordo com o que for escolhido, haverá seqüência até que o serviço seja concluído.

O convite aos charreteiros está sendo feita várias formas: por telefone, com correspondência entregue em mãos e ainda por email.

Em uma das ações, os charreteiros serão apoiados na formação de currículos e envio a empresas, com a prefeitura intermediando a busca de vagas – de acordo com o perfil de cada um.  Já há charreteiros que se anteciparam e recorreram à prefeitura para vagas em empresas de transporte urbano, inclusive.

Os charreteiros também podem optar em uma cessão de comércio ambulante e representantes da Secretaria de Serviços e Ordem Pública (SSOP) participarão deste encontro já para mostrar como funciona a concessão. O Detra também irá apresentar, com parceria com o Sebrae, como abrir seu próprio negócio e ainda como se tornar Microempreendedor Individual (MEI), atividade que vem se desenvolvendo no município.

Outra ação é intermediar junto a Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro (Age-Rio) microcrédito que pode chegar a R$ 15 mil (divididos em várias etapas conforme o negócio for evoluindo).

A Prefeitura também coloca à disposição dos charreteiros e suas famílias o Ensino de Jovens e Adultos (EJA) para quem quiser melhorar sua formação educacional, completar estudos e ainda ter uma melhor qualificação para o mercado de trabalho. Vagas de estágio serão oferecidas por meio do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) aos filhos de charreteiros.

Também serão oferecidas vagas de informática, nível básico, nos Centros de Inclusão Digital (CIDs) e educação orçamentária no Centro de Excelência e Referência Tecnológica (CERT) podendo ser aberta uma turma especial.

A partir deste encontro, de apresentação, os charreteiros passam a ser atendidos individualmente pelos setores.

Ações oferecidas aos charreteiros:

  • Intermediação junto às empresas para vagas de trabalho formal
  • Cessão de licença para comércio ambulante
  • Licenças de Microempreendedor Individual (MEI)
  • Microcrédito (até R$ 15 mil) pela AgeRio
  • Curso para abertura de negócios pelo Sebrae
  • Vagas de estágio no CIEE
  • Matrículas no Ensino de Jovens e Adultos (EJA)
  • Formação em informática básica nos CIDs
  • Formação em educação orçamentária no CERT

ONG pode ficar com cavalos

A Fórum Animal, organismo que reúne 117 ONGs de atenção aos animais, já assinalou que quer ficar com os cavalos que faziam o trabalho nas vitórias da cidade.  A possibilidade de adoção também está sendo apresentada aos charreteiros e a prefeitura vai intermediar para que seja feita de forma legal. São 37 animais que seguiriam para santuários e não seriam mais usados em trabalho de tração.

A prefeitura levou o programa Mais Asfalto para cinco bairros nesta sexta-feira (05.04). O trabalho ocorreu em ruas de Castelo São Manoel, Castrioto, Bingen, Duarte da Silveira e Nogueira. Os locais atendidos beneficiam 72 viagens de quatro linhas de ônibus.

As ruas Visconde de Taunay e Henrique de Souza, ambas no Castelo, foram duas das atendidas com manutenção viária. Foram utilizadas 12 toneladas de asfalto para melhorar os locais que servem de itinerário das linhas 609 e 619 (esta última com circulação apenas à noite). São 46 viagens diárias realizadas no bairro.

Segundo a prefeitura, o trabalho de manutenção viária não para, o serviço tem várias equipes atuando todos os dias para reverter o quadro de falta de investimentos que a cidade viveu nessa década. Um dos focos principais do programa Mais Asfalto é as ruas usadas pelo transporte público.

Outro local atendido foi a Rua Jorge Justen, no Bingen, caminho das 21 viagens diárias da linha 130. Na Duarte da Silveira, o serviço ocorreu em mais um trecho da Rua Mário Gelli, que é caminho de cinco viagens da linha 117. O Mais Asfalto ainda passou por Rua Wenceslau Dias, no Bairro Castrioto, e nas ruas Bolívia e C (Nogueira).

Em três meses, a Secretaria de Obras já atuou em ruas de Alto da Serra, Araras, Bairro Esperança, Bela Vista, Bingen, Carangola, Castelânea, Castelo São Manoel, Castrioto, Caxambu, Centro, Chácara Flora, Corrêas, Duarte da Silveira, Estrada da Saudade, Independência, Itaipava, Meio da Serra, Morin, Mosela, Nogueira, Quarteirão Brasileiro, Quitandinha, Retiro, Roseiral, Samambaia, Santa Mônica, Sargento Boening, Siméria, Valparaíso e Vila Felipe.

Já são 31 bairros atendidos e aproximadamente 100 ruas com manutenção viária já realizada este ano.

A Escola Municipal Germano Valente no Centro da cidade, recebe pela primeira vez as ações do Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz. Os encontros que começaram no mês de março, irão perdurar por todo o ano, quando os alunos e docentes estarão envolvidos com atividades que promovem a paz social e a inclusão. As reuniões acontecem uma vez por semana, com o objetivo de buscar soluções para os conflitos e mudança por meio da educação.

As escolas Municipais Governador Marcelo Alencar, Amélia Antunes Rabello e Liceu Carlos chagas já recebem a mediação escolar, onde os estudantes desenvolvem habilidades sócio emocionais, introdução a ferramentas de mediação de conflitos, além da parte prática com teatro, dinâmicas e prática da cultura de paz. O programa acontece em parceria com a Secretaria de Educação, desde 2017, através da Lei n° 7.532.

Este ano o programa irá atender também crianças com 6 anos de idade, para que a cultura da paz já comece a ser trabalhada e ampliada não só nas escolas, mas também nas comunidades.

“As turmas formadas no ano passado, estão envolvidas nas ações que desempenharão na escola este ano para semeadura da cultura de paz. Vamos semear e sabemos que a colheita é certa, mas ainda vamos regar e cuidar muito para que floresça”, frisou a pedagoga e psicóloga e responsável pelo Departamento da Mediação Escolar, Vanessa Siqueira.

Cursos do Programa Petrópolis da Paz

No dia 09 de abril começa o curso mediação escolar, atendendo ao plano municipal de educação. O curso atende a membros de equipe gestora, como diretor e orientador da rede municipal.

O curso online de introdução à Mediação de conflitos também está disponível através do www.ead.petropolis.rj.gov.br

“Estamos muito felizes com a adesão da rede e acreditamos que trocaremos muitas experiências que contribuirão para a construção da cultura de paz”, disse a pedagoga e psicóloga e responsável pelo Departamento da Mediação Escolar, Vanessa Siqueira.

A Secretaria de Saúde conta agora com o site próprio, que vai promover mais acesso e agilidade aos serviços oferecidos na rede pública de saúde. O Portal de Serviços www.smspetropolis.net.br foi nesta sexta-feira (05.04) e já está disponível para a população. A ferramenta possibilita acompanhar as solicitações de agendamento de consulta e exames nas unidades da rede. A página virtual oferece ainda acessibilidade aos usuários com deficiências visuais e auditivas às informações sobre os serviços disponibilizados pelo município.

Já em funcionamento o site pretende ser mais um canal de comunicação da rede de saúde pública com os usuários. Desenvolvido pelo próprio setor de informática da Secretaria de Saúde, o sistema já oferecia parte dos serviços pelo aplicativo SUS Petrópolis,que funcionava em aparelhos Android. A partir da restruturação, o sistema agora também está compatível para os dispositivos IOS.

Segundo a prefeitura, a ferramenta é muito importante para facilitar e agilizar o acesso da população aos serviços do município. Além da novidade, o poder público mantém o Alvará Online, pela Secretaria de Fazenda e central de monitoramento.

Pelo site, informando o número da solicitação para marcação de consultas ou exames, o usuário conseguirá saber se os agendamentos foram efetivados. O código do procedimento solicitado, é fornecido ao usuário no momento que é atendido em uma das unidades. Depois do primeiro atendimento, o andamento das marcações pode ser acompanhado pelo site. No caso de divergências nos pedidos, o usuário recebe informação com orientação para que compareça à unidade relacionada.

As pessoas que não conhecem o funcionamento da rede, têm informações de como é ingressar em um atendimento na rede pública. É explicado sobre onde devem comparecer, quais documentos são necessários, além de apresentar o endereço e localização no mapa, de toda as unidades de saúde do município. O auxílio para a localização nas unidades oferece ainda as coordenadas por GPS, caso o usuário acesso o serviço pelo aplicativo.

Essa ferramenta auxiliar na agilidade na busca por atendimento. Em caso de emergência, a pessoa moradora ou visitante da cidade, consegue saber qual é a unidade mais próxima. Pelo aplicativo, os usuários também passarão a receber alertas sobre campanhas de vacinação, mutirões entre outras ações ligadas à área da saúde, realizados no município. O site foi elaborado com os preceitos de usabilidade, sendo de fácil entendimento e rápido acesso aos usuários; é responsivo, sendo multiplataforma, adaptado a qualquer dispositivo; e de acessibilidade, disponibilizando os programas específicos para o acesso de deficientes visuais e auditivos.

Representantes dos municípios de Angra dos Reis, Arraial do Cabo, Paraíba do Sul, Belford Roxo, São João da Barra, Silva Jardim, e São Francisco do Itabapoana estiveram nessa sexta-feira (05.04) em Petrópolis para conhecer a estrutura de trabalho realizado pela Coordenadoria da Juventude Na ocasião, eles receberam informações sobre as ações de educação, esporte, cultura e lazer, implantadas nas comunidades, escolas e universidades de Petrópolis, pela Coordenadoria da Juventude.

O Superintendente de Juventude de Paraíba do Sul, André Salgueiro, falou sobre a importância do encontro: “Os projetos e ações desenvolvidos pela Coordenadoria de juventude em Petrópolis, tem sido referência entre os gestores do estado. Hoje, além de conhecer, pretendo fazer uma parceria para levar as ações para meu município. Tenho o intuito de implementar o Conselho Municipal de Juventude, um plano municipal de políticas para a juventude similar com o que existe na Coordenadoria de Juventude, além de ações voltadas para a educação dos jovens”.

Entre secretários, gestores e assessores, estiveram reunidas 20 pessoas na Casa dos Conselhos. Durante o encontro forma apresentados os cursos educacionais que realiza em parceria com a Fundação Ulisses Guimarães, o Conselho Municipal de Juventude e as ações que a coordenadoria realiza, nas comunidades, escolas e universidades com o objetivo de aproximar os jovens de atividades culturais e esportivas.

Areal quer implementar o Defesa Civil nas Escolas com base no trabalho desenvolvido em Petrópolis

Profissionais da prefeitura de Areal estarão em Petrópolis aprendendo na prática como é o funcionamento do Defesa Civil nas Escolas. A equipe vai conhecer o trabalho desenvolvido pelos alunos do C.E.I. Jorge Rolando da Silva, no Morin, antes de participarem de uma capacitação oferecida pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias. Pioneiro no país e premiado nacionalmente, o programa desenvolvido nas salas de aulas da rede municipal está servindo como referência para municípios vizinhos, que planejam formas de implementar o programa em suas cidades. A visita dos agentes acontece no dia 15 de abril, a partir das 9h.

Pioneiro no país, o Defesa Civil nas Escolas insere o assunto no ambiente escolar, oferecendo a oportunidade de crianças e adolescentes desenvolverem a cultura de prevenção aos desastres de origem natural e de percepção de riscos. Em março, representantes de 18 cidades que fazem parte do Conselho Gestor de Defesa Civil das Regiões Norte e Noroeste do Estado (Cogesdec) estiveram em Petrópolis conhecendo o programa, que foi apresentado no mesmo mês no Encontro Regional de Defesa Civil Serrana, em Teresópolis, para outros 20 municípios.

No ano passado – primeiro ano da política pública – foram realizadas 170 atividades dentro do Defesa Civil nas Escolas, com a participação de 103 colégios da rede, oito particulares e um estadual. Apesar de estar em prática há pouco tempo, o programa já rendeu um prêmio para a prefeitura. O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) vai entregar um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública.

Atividade disponível para alunos da rede municipal

Coordenação motora e criatividade são alguns dos pontos estimulados através da pratica do desenho e esse é um dos cursos oferecidos na Casa da Educação Visconde de Mauá que ainda possuem vagas disponíveis para alunos da rede municipal de Educação. Os interessados podem fazer a inscrição na secretaria da Casa da Educação – de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Informações adicionais através do telefone 2246-8659.

As aulas ocorrem nas terças, quartas e sextas-feiras com os professores Rodrigo Santana CB e Alexandre Rivero. Nas terças há uma turma das 14h às 15h30 e na quarta, duas turmas: 9h30 às 11h e 14h30 às 16h. Já na sexta-feira são três turmas: 13h às 14h30; 14h30 às 16h e 16h às 17h30.

“Nas aulas de desenho os alunos podem aprimorar, além da coordenação motora, a observação na hora de copiar um desenho e exercitam a criatividade e interpretação de textos nas atividades de criação de desenho baseados em trechos de livros”, explica o professor Rodrigo Santana CB.

Os alunos do professor Rivero estão aprendendo técnicas de composição artística. “Além disso, estamos realizando oficina de mangá, técnicas de reprodução de modelos, luz e sombra”, conta Alexandre Rivero.

A Casa da Educação fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 03. A secretaria da Casa funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Para fazer a inscrição é necessário levar declaração escolar e cópias da certidão de nascimento, comprovante de residência, RG e CPF do responsável.

Iniciativa da prefeitura em parcerias com universidades

Objetivo: conhecer projetos estudantis com soluções inovadoras

 Para conhecer os projetos criados nas universidades de Petrópolis, a prefeitura lançou o projeto “Pitch Inova Petrópolis”. Os estudantes das instituições CEFET, FASE e UFF poderão inscrever seus trabalhos de iniciação científica, interdisciplinares, os de extensão e os trabalhos de final de curso. Uma banca de especialistas, investidores, gestores do poder público e privado vai analisar as criações e as melhores poderão ser colocadas em prática pela prefeitura ou compartilhadas e articuladas junto aos diversos segmentos econômicos da cidade. As inscrições dos projetos deverão ser feitas até o dia 26 de abril, nas próprias universidades. Os projetos serão previamente selecionados por cada universidade e depois serão encaminhados para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

A inscrição deverá conter a descrição do contexto do projeto, o problema a ser resolvido, a solução encaminhada, os dados resumidos e coletados, proveniente da solução proposta, as possíveis áreas de aplicação e as questões em aberto.

Nesta primeira edição serão selecionados 24 projetos. Pela FASE podem participar cursos de Administração, Enfermagem e Medicina (6 a 8 projetos); pelo CEFET os Cursos de Computação, Turismo e Licenciatura em Física (6 a 8 projetos) e, pela UFF, engenharia de produção (6 a 8 projetos). Os projetos também deverão seguir as características: ter sido apresentado e/ou desenvolvido nos últimos cinco anos e que trate de soluções de problemas da cidade, turística, gerencial, gestão pública, saúde, transporte dentre outros.

A apresentação será realizada pelos inscritos no projeto para professores e consultores de diversos segmentos econômicos e profissionais no Espaço Empreendedor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico no dia 29 de maio. Cada estudante ou grupo terá seis minutos para a apresentação. A banca de consultores terá 4 minutos para análise, questionamentos e orientações.

Segundo Levi Pereira de Souza, coordenador do curso de Administração (graduação e pós-graduação presencial e EAD) e dos Cursos Superiores em Tecnologia de Gestão da FMP/FASE – RJ, a relevância e aprendizado dos alunos de gestão em participar do evento está na possibilidade de terem contato com as novas realidades organizacionais e de negócios, onde a atitude empreendedora e a inovação nos produtos e processos passam a ser um dos requisitos de qualificação profissional.

“Eventos como o Pitch Inova Petrópolis, ajudam a fomentar a cultura empreendedora e a mudança na prática de gestão, uma vez que os novos cenários organizacionais exigem desafios como visão para oportunidades, flexibilidade e dinâmica nas tomadas de decisão, compreensão sistêmicas dos processos, empatia, soluções inovadoras e sustentabilidade. A aproximação da academia com o poder público e a credibilidade de boas práticas de gestão são tendências que não podem ser mais negligenciadas”, afirma Levi.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Petrópolis possui aproximadamente 15 mil alunos nos cursos de gradação matriculados e 2500 alunos concluintes todo ano.

“Este fato reforça a capacidade produtiva e inovadora de nossos jovens que estão se qualificando para esta nova economia e suas ideias, iniciativas e a construção de novos conhecimentos deve ser destacada. Criar um ambiente de valorização destas propostas e sua respectiva articulação com os demais atores produtivos da sociedade, possibilita nutrir e fomentar a cultura do empreendedorismo intensivo em conhecimento na cidade e ajuda na criação de soluções de alto valor agregado. É o que estamos precisando para manter nossa juventude qualificada na cidade", conclui Marcio Campos, responsável pelo projeto.

Futebol society, corrida de rua e o Circuito Imperial de Lazer devem movimentar mais de 500 pessoas

Os eventos esportivos agitam o próximo fim de semana em Petrópolis. No sábado (06.04) acontece o segundo jogo da final da Copa das Comunidades na categoria sub-17 entre as equipes do Vale do Carangola e do Bairro da Glória, às 15h, na quadra comunitária do bairro localizado em Corrêas. Já no domingo, a prefeitura promove o Circuito Imperial de Lazer em Itaipava, com atividades esportivas e lazer para todas as idades, de 10h às 15h. No mesmo dia, será realizada a etapa da Corrida Contra a Fome do grupo Nós Fazemos a Diferença, que vale pontos para o ranking municipal.

O segundo jogo da final da Copa das Comunidades na categoria sub-17 promete ser bastante disputado: na partida da semana passada, o Vale do Carangola venceu por um a zero e garantiu a vantagem do empate. Com mais de 200 atletas envolvidos nesta idade, o torneio conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer.

Em homenagem ao Dia Mundial da Saúde – comemorado na mesma data – a prefeitura vai promover o Circuito Imperial de Lazer Parque Municipal em Itaipava. A programação para as crianças conta com estafetas, gincanas e brincadeiras, além de iniciação esportiva, com vôlei e futsal. Já os adultos, podem participar de um aulão de ritmos, aeroboxe, yoga, alongamento e aferição de pressão e de glicose. A Academia da Saúde também vai funcionar com exercícios para os idosos.

Além de Itaipava, o Circuito Imperial de Lazer funciona normalmente na Rua do Imperador – de 9h às 14h – e na Av. Barão do Rio Branco – de 7h às 14h. São mais espaços para a prática esportiva, que também servem como áreas de lazer para os petropolitanos. Também no domingo, acontece a Corrida Contra a Fome do grupo Nós Fazemos a Diferença, valendo pontos para o ranking municipal.

Equipe técnica da Secretaria de Saúde e direção do hospital acompanharam os atendimentos dos pacientes 

As obras no setor de urgência do Hospital Alcides Carneiro estão avançando e foram vistoriadas pela equipe técnica da Secretaria de Saúde e direção da unidade, que também acompanharam o funcionamento dos setores do hospital nesta quinta-feira (04.04). Todas as dependências foram visitadas e o encaminhamento dos pacientes foi acompanhado. O hospital conta no momento com 254 pacientes internados, dos quais 48 são da maternidade. De quarta-feira até a manhã desta quinta, 13 partos e 19 cirurgias foram realizadas.

Além das obras na urgência o hospital recebe a maior intervenção de sua história com a aplicação de R$ 13 milhões, parceria com a Faculdade de Medicina de Petrópolis/Fase para vários setores, principalmente maternidade e pós-cirúrgico.

O hospital está funcionando muito bem. As pessoas estão sendo bem atendidas. O retorno dos pacientes é muito positivo. A prefeitura investe quase 40% do orçamento do município da saúde.

A visita da equipe técnica teve início pelo setor de urgência, que passa por reformas para adequações de normas da vigilância sanitária. Também esteve no Centro de Imagem que  realiza mensalmente cerca de cinco mil exames, entre os quais tomografias, ressonâncias magnéticas, ultrassonografias, raios x, mamografias entre outros. 

Pela maternidade, a equipe acompanhou o atendimento das pacientes que já tiveram seus bebês nos últimos dias e das que já estavam em trabalho de parto. Mensalmente são realizados cerca de 300 partos na unidade, que passa por reforma para a ampliação da maternidade. Ainda no primeiro semestre serão concluídas as obras, feitas com parte dos recursos obtidos através de parceria com a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FASE), que destina cerca de R$ 13 milhões ao hospital.

As intervenções visam a criação de mais 20 leitos e quatro salas de parto, do tipo PPP (pré-parto, parto e pós-parto); o centro obstétrico e a ampliação de mais três leitos de UTI. Com esse acréscimo, o hospital passará a contar com 20 leitos de UTI cirúrgicos.

O hospital tem avançado na qualidade do atendimento da população e na capacidade técnica, reestruturando os leitos e a dinâmica de atendimento, para ser uma referência na cidade e complementando a rede.

Programa criado pela atual gestão busca reduzir os prejuízos causados pelas chuvas de verão com ações nas comunidades

Os estagiários voluntários do SOS Chuvas acompanharam as equipes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias nas vistorias realizadas na manhã desta quinta-feira (04.04). Dessa maneira, os estudantes de arquitetura, engenharia e biologia inscritos no programa ganham conhecimento prático e aprendem como funciona o trabalho dos técnicos nas comunidades, ajudando a reduzir os prejuízos causados pelas chuvas de verão. As ocorrências atendidas contaram com o apoio da Secretaria de Assistência Social, que realiza o cadastro das famílias caso seja necessário.

Um imóvel foi interditado na Rua Lopes Trovão, após a queda de uma barreira na semana passada. A proprietária do imóvel, Adriana dos Santos Neves, fez o cadastro com as assistentes sociais e será encaminhada para o programa Minha Casa Minha Vida. "O atendimento foi excelente. Eles foram muito solícitos e explicaram toda a situação. Acho que a integração entre os profissionais e os estudantes é importante, já que os mais jovens estão empolgados para aprender e ver como funciona", destacou.

Estagiário da Defesa Civil, o estudante de engenharia Sidney Luiz de Azevedo participou das vistorias e destacou a oportunidade de aprender mais sobre a cidade. "Alguns bairros eu não conhecia e passei a ver como é a realidade. Além do conhecimento técnico, também tem a parte humana, do contato com as pessoas", disse.

Criado pela atual gestão para impedir o avanço das ocupações e construções irregulares na cidade, o SOS Chuvas conta com estudantes das universidades Estádio de Sá e UCP que se colocaram à disposição da prefeitura para trabalhar nas áreas de Defesa Civil, Obras e Meio Ambiente. Os técnicos da prefeitura fazem a capacitação dos estagiários em cada semestre para garantir que eles preparados para as atividades.

A prefeitura pretende tornar Petrópolis uma cidade resiliente, reforçando na população a cultura da prevenção a fim de reduzir os danos provocados pelas chuvas de verão em construções e ocupações irregulares. Essa união entre o poder público e as universidades, que é a mão de obra capacitada, é muito importante, pois os alunos estão em campo conhecendo a realidade da cidade.

As ações do programa são direcionadas para a articulação e mobilização comunitária, com a distribuição de panfletos informativos e de orientação nos bairros; fiscalização e controle da ocupação desordenada e de proteção ambiental. No trabalho realizado em campo, os estagiários estão sempre acompanhados por um responsável técnico.

Profissionalmente é indiscutível o ganho dos estudantes, pois acompanham profissionais competentes da prefeitura, desde geólogos, engenheiros e arquitetos. Eles vão além das paredes da sala de aula, conhecendo como funciona na prática.

O programa da prefeitura segue aberto para os estudantes interessados em participar ao longo deste ano. Os alunos devem procurar a coordenação de seus cursos para se inscreverem. Após o cadastro na universidade, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias vai direcionar os alunos para as áreas que desejam atuar.

Unidade é uma das 15 escolas da rede municipal que oferecem ensino diferenciado

Língua Portuguesa, Matemática, Artes, Inglês, Iniciação Científica, Saúde e Vida e Corpo e Movimento. Essas são as atividades oferecidas para os 134 alunos da EM Senador Mário Martins, escola no Caxambu, que passou a atender integralmente os alunos da unidade escolar nesse ano de 2019. A EM Senador Mário Martins é uma das 15 escolas que oferecem o atendimento que proporciona atividades diferenciadas, mais refeições na escola e um ambiente seguro. Em toda a rede municipal já são 1.668 alunos beneficiados com a educação integral.

A educação em tempo integral está prevista no Plano Nacional de Educação. O investimento na educação em tempo integral coloca Petrópolis no rumo certo, porque o Plano Nacional estipula que, até 2025, pelo menos 50% dos alunos da rede precisam estar em escolas de tempo integral. Essa mudança na rede municipal vem acontecendo gradativamente. Em 2017, eram quatro escolas que ofertavam esse tipo de atendimento, agora, em 2019, a prefeitura aumentou esse número para 15.

A EM Senador Mário Martins foi toda preparada para atender os alunos de forma integral: salas temáticas foram criadas, criando ambientes mais interessantes e confortáveis para as crianças. “Temos salas de arte, iniciação científica, inglês e outros espaços que foram ajustados para receber os alunos. A dinâmica é diferente. Os estudantes visitam as salas de acordo com a oficina, o que torna o aprendizado mais interessante e a permanência na escola mais atrativa”, explicou a orientadora da EM Senador Mário Martins, Monique Lima.

A diretora da EM Senador Mário Martins, Maria Elisabete Cabral, destaca ainda as atividades mais apreciadas pelos alunos. “Eles estão amando as aulas de inglês e também gostam muito da oficina de Corpo e Movimento. Os profissionais que vieram trabalhar na escola são muito bons. Acreditamos que a educação integral pode ter um reflexo positivo no aprendizado pedagógico”, afirmou.

Bete, como é conhecida a diretora, conta ainda sobre a mudança na rotina da escola. “Todos nós estamos nos adaptamos a essa nova realidade, o aprendizado é diário e a aceitação da comunidade foi muito boa. A mudança foi boa principalmente para as mães que precisam trabalhar e não tinham onde deixar os filhos. Agora, elas sabem que eles estão na escola e aprendendo coisas novas”, contou.

Na EM senador Mário Martins, os 134 alunos – matriculados do 4º período da educação infantil até o 5º ano do ensino fundamental - entram 7h30 e saem 16h. Na escola eles têm acesso a quatro refeições: desjejum, lanche da manhã, almoço e lanche da tarde. É uma escola que se tornou integral nesse ano, mas, já está se tornando referência no atendimento por causa das boas práticas.

Adiel Lima, de 10 anos, é aluno do 5º ano e adora as aulas de matemática. “Gosto muito da escola e poder ficar mais tempo com os professores foi uma mudança legal. Estou aprendendo mais coisas com eles”, contou.

15 escolas oferecem atendimento integral

Passaram a atender de forma integral em 2019 as escolas: EM Johan; EM Luiz Carlos Soares; EM Senador Mário Martins (Caxambu); EM Monsenhor Cirillo Calaon (Jardim Salvador) e EM Magdalena Tagliaferro (Castelo São Manoel).

Além das cinco novas escolas que passarão a atender de forma integral em 2019, já oferecem esse tipo de atendimento as unidades escolares: Ana Mohammad (Sargento Boening), Soroptimista (Pedras Brancas), Leonardo Boff (Duarte da Silveira / Contorno), Colégio Gunnar Vingren (Valparaíso), Professor Nilton São Thiago (Nogueira), São Francisco de Assis (Moinho Preto), São João Batista (Duarte da Silveira), Dom Pedro de Alcântara (BR-040). Além dessas, duas escolas oferecem atendimento integral a partir de projetos distintos: Escola Santo Antônio do Vale do Cuiabá / Padre Quinha e o Centro Educacional Comunidade São Jorge.

Os pais que quiserem informações sobre o funcionamento das escolas que funcionam integralmente podem procurar o Departamento de Inspeção Escolar da Secretaria de Educação – 2246-8675.

Pela terceira vez, Petrópolis está entre os destinos turísticos divulgados na World Travel Market (WTM) – na edição Latin America -, uma das maiores e melhores feiras de turismo do mundo. O evento, que começou na terça-feira (02.04) e termina nesta quinta (04), acontece em São Paulo e conta com a participação da Turispetro no estande do Ministério do Turismo, na parte da Região Sudeste. Ao longo de três dias, 8 mil visitantes influentes e 600 empresas expositoras fazem networking, negociam e se atualizam com  as últimas notícias do setor.

A Turispetro vem apresentando aos participantes alguns dos principais atrativos da cidade, como o Tour da Experiência, os Circuitos Cervejeiros, pólos de compras, ecoturismo, turismo rural, religioso, cultural e histórico, além da gastronomia e a rede hoteleira que o município oferece. Divulgação é fundamental para o turismo. E o setor é algo que a prefeitura aposta muito, porque é um dos caminhos para o desenvolvimento de Petrópolis.

A World Travel Market oferece os principais eventos mundiais ao setor de turismo. Um dos seis integrantes do portfólio WTM, a WTM Latin America já está, em 2019, em sua sétima edição. A feira proporciona conteúdo e oportunidades de negócios, capaz de atrair mais grupos de turismo para a Cidade Imperial.

Desde a criação da Turispetro, o município vem fortalecendo a participação em feiras e grandes eventos de turismo pelo país, como a WTM. Isso traz mais visibilidade, reafirma Petrópolis como um dos principais destinos turísticos do país e dessa forma a pasta também fica por dentro dos rumos do setor de viagens e turismo.

“Mulher 365” tem foco no empoderamento feminino

O combate à violência contra a mulher e o empoderamento feminino são os focos da campanha “Mulher 365”, realizado pelo Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram). A iniciativa dá continuidade ao trabalho de conscientização realizada durante todo mês de março, com ações de enfrentamento acontecendo todos os meses ao longo do ano.

A Campanha “Mulher 365” irá percorrer as escolas da rede municipal com palestras e atividades voltadas ao combate da violência contra mulher. Serão realizadas panfletagens nas ruas para mostrar os ciclos de violências domésticas, e para apresentar as ferramentas de acolhimento que o município oferece para essas vítimas.

“As ações do mês da mulher foram tão positivas, que decidimos continuar com durante todo o ano. Acredito que nossa equipe nas ruas, irá mostrar que existe um local de acolhimento, que existe uma luz no fim do túnel. Essas vítimas precisam saber que a cidade oferece esse conforto com um Centro onde a equipe formada por mulheres abrace todas as causas”, destacou a coordenadora do Cram, Cleo de Marco.

A campanha acontece em parceria com o Gabinete da Cidadania, Secretaria de Educação, Secretaria de Assistência Social, Secretaria de Saúde, Caps Ad III, Conselho Municipal dos Diretos da Mulher e a 106ª Delegacia de Polícia, em Itaipava.

O Cram possui uma equipe multidisciplinar e oferece gratuitamente assistência social, jurídica e psicológica para mulheres que sofreram qualquer tipo de agressão. O órgão também possui o Ônibus Lilás, um equipamento do município, de atendimento itinerante para as mulheres que não têm acesso a sede do Cram, geralmente as áreas rurais. Nos três primeiros meses de 2019, o Cram já realizou mais de 163 atendimentos, entre assistências iniciais e retornos.

O município possui também a Sala Violeta inaugurada no Fórum em Itaipava, como mais um suporte de atendimento na rede, para a vítima de violência. O objetivo é garantir a segurança e a proteção das mulheres vítimas de violência doméstica, acelerando o acesso à Justiça. Todo o processo deve ser concluído em cerca de quatro horas. As obras da Sala Lilás, que será implantada no Instituto Médico Legal (IML) de Petrópolis, já começaram. O novo setor será voltado para o atendimento especial às mulheres vítimas de violência, com espaço reservado e profissionais especializados.

“O município hoje oferece toda assistência para esta mulher vítima de violência. Alcançamos várias conquistas desde o acolhimento até o trabalho jurídico em proteção à esta mulher. O caminho é longo, mas já somos vitoriosas”, disse a coordenadora do Gabinete da Cidadania, Anna Maria Rattes.

Segundo a coordenadora do Cram, Cleo de Marco, as mulheres estão unidas contra a violência doméstica. “Essa semente que plantamos, tenho certeza que as mulheres poderão colher autonomia, respeito, liberdade pelas próprias vidas”, finalizou.

A CPTrans concluiu a revitalização das faixas de pedestres na Barão do Rio Branco. Ao todo, foram pintadas sete faixas e dois redutores de velocidade nesta quarta-feira (03.05). O serviço, que está sendo feito continuamente em Petrópolis. A prioridade são os pontos próximo as unidades de educação e saúde, mas a companhia também atua nas vias mais movimentadas garantindo a segurança na travessia dos pedestres.

O serviço realizado na Barão do Rio Branco contemplou ambos os lados da via, que somadas, dão cerca de sete quilômetros. Durante a aplicação da tinta, o trânsito foi colocado em meia pista, no entanto, não alterou o fluxo, uma vez que a pintura foi feita no horário entre picos.

Esse é um trabalho de manutenção continuada que deve ser feito para garantir maior segurança aos pedestres. A CPTrans mantém equipes, também, nos bairros, executando o serviço de sinalização principalmente nas áreas de maiores demandas e próximo às escolas, garantindo a segurança dos estudantes.

Academia da Saúde realiza atividades extras no domingo para conscientizar sobre a importância do cuidado com a saúde

O Dia Mundial da Saúde será comemorado no próximo domingo (07.04) com muita atividade na Academia da Saúde do Parque Municipal de Itaipava. As atividades desenvolvidas pelo serviço, que oferece atendimento complementar e alternativo à rede de Atenção Básica da Secretaria de Saúde, serão oferecidas das 9h às 15h, gratuitamente na unidade do Parque. A ação acontece como uma das atrações do Circuito Imperial de Lazer e realizará diversas atividades esportivas e recreativas com o público.

Com funcionamento de segunda a sexta-feira, a Academia da Saúde vai realizar atividade extra no domingo, para comemorar a data e conscientizar a população sobre a importância da prática de atividades no cuidado da saúde e melhoria de qualidade de vida. Essa será uma importante iniciativa para a conscientização da população. A cidade oferece várias alternativas para promover um cuidado preventivo para a saúde e as Academias da Saúde desempenham um importante papel em conjunto com a rede de saúde do município.

No espaço da Academia da Saúde serão realizadas diferentes ações. Os profissionais das unidades básicas de saúde atuarão em parceria com aferição de pressão arterial, teste de glicemia e orientações para o planejamento familiar. Os profissionais de Educação Física e terapeutas que atuam na academia realizarão aulas de yoga, alongamento e ginástica funcional. A proposta é oferecer um dia de conscientização e muito lazer. Mostrar que cuidar da saúde também pode ser prazeroso. O município vem atuando cada vez mais no alerta para a importância da aquisição de hábitos de promoção e  cuidado preventivo da saúde.

O município conta com quatro unidades de Academia da Saúde. Além da localizada em Itaipava, outras três funcionam nos bairros Castelo São Manuel, Vale do Carangola e Cremerie, todas com ações interligadas às unidades de saúde dos bairros. Em suas rotinas, as academias também oferecem atendimento de Fisioterapia, Biopilates e Jump. As Práticas Integrativas Complementares (PICs) também são oferecidas aos usuários da rede pública de saúde, que podem associar os tratamento alternativos, aos cuidados que recebem nas unidades de saúde. É disponibilizado ao público tratamentos como de shiatsu, acupuntura, fitoterapia, florais, shantala, entre outros.

“As academias visam contribuir para uma mudança de estilo de vida, gerando melhoria na qualidade de vida da população. É importante que as pessoas entendam da importância de manter o corpo em movimento e a mente precisa estar saudável”, destaca Márcia Verônica Ferreira, coordenadora das Academias da Saúde.

As academias atendem mensalmente cerca de 250 pessoas, das 8h às 17h. Para cada unidade são oferecidas atividades de acordo com a demanda da região. Para ser usuário do espaço, basta apresentar o Cartão SUS, a cópia do documento de Identidade e atestado médico, que comprove a aptidão para prática das atividades oferecidas.

O programa Mais Asfalto realizou manutenção viária em ruas de quatro bairros nesta quinta-feira (04.04). O trabalho ocorreu no Duarte da Silveira, Bela Vista, Bairro Castrioto e Nogueira. Outro local atendido foi a Estrada União e Indústria, no trecho entre Ponte Branca e Corrêas. As ruas atendidas nesta quinta recebem movimento de 38 linhas de ônibus e 872 viagens para atender os usuários do transporte público da cidade.

Uma das prioridades do Mais Asfalto é melhorar as condições de ruas que servem de itinerário para os ônibus. Todos os dias são colocadas diversas equipes para reverter o quadro de falta de investimento na malha viária da cidade e esse trabalho proporciona uma viagem de ônibus mais confortável e segura, evita quebras dos coletivos e atrasos de horário.

Na Rua Mário Gelli, no Duarte da Silveira, vai permitir o retorno da circulação da linha 117, que passa cinco vezes pelo local diariamente.

No Bela Vista, o serviço ocorreu na Rua Timóteo Caldara, beneficiando a linha 303, que faz 43 viagens todos dias.

O serviço também foi feito na Rua Wenceslau Vieira Dias, Bairro Castrioto, e na Rua Bolívia, em Nogueira.

Na Estrada União e Indústria, o serviço aconteceu entre a Ponte Branca e Corrêas. O trecho tem movimentação de 35 linhas de ônibus diariamente, somando 800 viagens, além de 24 viagens da linha 660, que circula apenas aos domingos. O trabalho no local também é feito para prevenção de acidentes, enquanto a prefeitura aguarda o início da manutenção da pista por parte do Dnit, serviço que é cobrado pela prefeitura desde o ano passado.

Em três meses, a Secretaria de Obras já atuou em ruas de Alto da Serra, Araras, Bairro Esperança, Bela Vista, Bingen, Carangola, Castelânea, Castrioto, Caxambu, Centro, Chácara Flora, Corrêas, Duarte da Silveira, Estrada da Saudade, Independência, Itaipava, Meio da Serra, Morin, Mosela, Nogueira, Quarteirão Brasileiro, Quitandinha, Retiro, Roseiral, Samambaia, Santa Mônica, Sargento Boening, Siméria, Valparaíso e Vila Felipe.

Em pouco mais de três meses do ano, já foram atendidas quase 100 ruas com o serviço. O Mais Asfalto já passou por 30 bairros da cidade esse ano e o objetivo é levar para cada vez mais locais e, assim, beneficiar um número ainda maior de moradores.



Alvará Online - BANNER

Notícias por data

« Abril 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30          

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo