Com recursos do convenio entre FMP/FASE e HAC obras serão concluídas em agosto

Entre as intervenções para ampliação e melhorias de setores e serviços do Hospital Alcides Carneiro está a obra de reestruturação do Instituto Médico Legal (IML), que fica em prédio ao lado do hospital. Iniciada no final do mês de fevereiro, a obra segue em estágio avançado. No local estão sendo construídas sala para a adaptação de um aparelho para realização de laudos periciais e a Sala Lilás, voltada ao atendimento especializado e humanizado às mulheres vítimas de violência física e sexual. A previsão é de que em agosto as novas instalações sejam entregues.

A primeira parte da obra será entregue no final do mês de maio e permitirá que o município passe a contar com tecnologia avançada para a realização de periciais pelo IML. O município foi contemplado pela Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro com a concessão de equipamento de alto custo, o Flatscan, que garantirá mais dinamismo e precisão para as análises criminais realizadas pelos peritos. Petrópolis é um dos oito municípios contemplados a receber o aparelho adquirido por meio da verba do Gabinete de Intervenção Federal.

A contrapartida da prefeitura para a aquisição do equipamento foi de oferecer espaço adequado para a instalação do Flatscan. O aparelho digital, permite o scanner de raio-x para o laudo pericial, voltado para as investigações de suspeitas de homicídios ou de confirmação de causa de morte. A obra é realizada a partir dos recursos oriundas da parceria firmada entre a prefeitura e a Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/FASE). No local são investidos cerca de R$ 200 mil.

Ainda com os recursos do convênio com a instituição de ensino, é construída a Sala Lilás. Para a criação do setor, estão sendo destinados cerca de R$ 70 mil. Além da ampliação do prédio para comportar as novas instalações, a obra do IML providenciará melhorias de acesso ao local. A partir das intervenções, a estrutura permitirá que os atendimentos sejam feitos de forma mais adequada, com áreas distintas para vítimas e detentos. A unidade terá área específica para a acomodação de detidos criminais para a realização de perícias; instalação de laboratório para análise de material colhido em cenas criminais; ambiente reservado para o atendimento de pessoas vítimas de acidentes ou agressões; e passará a ter espaço adequado para uso dos profissionais da unidade.

A Sala Lilás funcionará em área reserva e será mais um equipamento do município somado à rede de setores voltados para o acolhimento da mulher vítima de agressão. O espaço, que funcionará ligado ao IML, com estrutura que garantirá atendimento humanizado às vítimas.

O espaço exclusivo dentro do Parque Municipal em Itaipava para os produtores rurais da cidade, está fazendo sucesso entre os visitantes. O Galpão do Produtor Rural, tem cerca de 30 expositores com as mais diversas fabricações artesanais e naturais, além das informações sobre o turismo ecorural no município. O local reúne produções de cinco comunidades do município - Caxambú, Bonfim, Brejal, Taquaril e Jacó. O local fica aberto de 8h às 20h e funciona até domingo (05.05).

Quem visitar o espaço poderá experimentar iguarias como mel, geleias, compotas, hortaliças, antepastos, embutidos, doce de leite, caldo de cana, milho, biscoito artesanato, plantas todas produções frescas vindas das comunidades rurais da cidade. O espaço conta também locais de informações institucionais do Inea, Emater, GT Rural, Núcleo de Defesa Animal do Estado, além da presença do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), que produzem em pequena quantidade.

O objetivo do Galpão do Produtor Rural é levar uma pequena amostra do que é produzido em Petrópolis. O produtor de lúpulo, Bruno Marzulo, contou que o local é uma grande oportunidade. “Eu produzo lúpulo e isso é novo aqui na cidade, passei pelo processo experimental e hoje vejo que posso produzir aqui. O Galpão é uma oportunidade de divulgar meu produto que não serve só como ingrediente da cerveja, mas para gastronomia, cosméticos e medicamentos”, contou o produtor.

“Aqui na exposição conseguimos ganhar visibilidade do nosso trabalho, mostrando um pouquinho no Brejal, que é uma região bem rural e linda. Queremos fomentar a região para as pessoas saberem de onde vem os produtos que elas consomem. Nós somos retirantes urbanos”, contou o produtor Reinaldo Tenório que é arquiteto e veio morar com a esposa Sandra Loreiro no Brejal e se sentem realizados trabalhando na comunidade rural. O empreendimento do casal participa do Caminhos do Brejal, que faz parte do Turismo Rural que está sendo ampliado no município.

A 30ª Expo conta com exposições e campeonatos de cavalos de raça

Na área da agropecuária, a Expo conta com a exposição e campeonato de cavalos das raças Campolina e Pampa. São 108 animais vindos de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, participando do evento, movimentando a festa, trazendo visitantes e aquecendo a economia local. Os cavalos são julgados pelos quesitos andamento - marchas, morfologia, harmonia e estilo.

“O nível da competição este ano está bem alto, estamos julgando as categorias e os melhores participarão da grande disputa. São cavalos de alto padrão e com qualidade”, contou o jurado João Augusto Varella, que veio de Cruzilhas no Sul de Minas Gerais para participar do evento com os cavalos. A grande final acontece neste sábado (04.05).

O sertanejo vai invadir a 30ª Expo Agropecuária neste sábado (04.05), com a apresentação do cantor Felipe Araujo. Ele promete contagiar o público no Parque Municipal, em Itaipava, com hits como “Atrasadinha”, a partir de meia noite. Nesta sexta-feira (03.05), quem comanda o palco é o DJ Alok, considerado o ícone da música eletrônica. Desde quarta-feira (1º), o palco principal da festa tem recebido grandes artistas e, nesta quinta (02), quem não deixou ninguém parado foi Thiaguinho. Com uma mistura de romantismo, pagode e samba, o ex-integrante do Exaltasamba, cantou os maiores sucessos da carreira como “Acredito no Amor”, “Energia Surreal” e “Desencana”. O público curtiu também as canções do álbum ao vivo “Tardezinha” que já é uma sensação em todo país.

Neste sábado é dia de apresentação do sertanejo Felipe Araujo. O artista tem quatro CDs lançados e mais de 200 milhões de views no lançamento da música “Atrasadinha”, hit que o consagrou no hall sertanejo. Em 2018, em apenas um dia, o cantor alcançou um milhão de acessos no YouTube com o clipe da música “Amor da Sua Cama”, protagonizado pela Carol Nakamura e Felipe Titto. O público pode esperar ainda os sucessos “Espaçosa demais” e “Ainda Sou Tão Seu”.

Ele sobe ao palco à meia noite. Mas não será a única apresentação do dia. No palco “Talentos de Petrópolis” tem show com Grupo Caxote (19h); Fred e Ramon (20h30); e Lucas Israel (22h).

Show do Thiaguinho animou a galera no Parque

O Parque Municipal em Itaipava ficou lotado nesta quinta-feira (02.05), segundo dia da Expo Petrópolis. O público curtiu os maiores sucessos do pagode com o show do Thiaguinho no palco principal, além da apresentação da banda Samba do Amigo, no palco Talentos Petrópolis, onde os artistas locais se apresentam.

“Eu estou adorando a programação, adoro samba, pagode e este ano são muitos shows que eu gosto. Hoje é o primeiro dia que eu venho e estou me divertindo. Estarei aqui o final de semana inteiro com certeza”, contou a moradora do Vale do Carangola, Marciliana Nunes.

O espaço conta com atrações para toda família, como parque de diversões, Galpão do Produtor com produtos rurais, gastronomia e exposição de cavalos. Ao fim da apresentação, o cantor Thiaguinho deixou um recado para o público petropolitano.

“Quero agradecer o convite para estar na Expo Petrópolis, é um prazer. Já estive aqui várias vezes e sempre fui muito bem recebido e tenho certeza que este foi um show especial. Obrigada pelo carinho e eu adoro Petrópolis”, declarou.

Uma agência da Caixa Econômica Federal foi autuada nesta sexta-feira (03.05) por deixar os clientes esperando por mais de 15 minutos para atendimento. Na fiscalização, a equipe do órgão de defesa do consumidor demorou 33 minutos para ser atendida – 18 a mais que o permitido em lei. Ao longo do dia, 15 agências foram fiscalizadas no Centro da Cidade. O número baixo de irregularidade é visto como prática de adequação das agências para melhorar o atendimento diante das ações fiscalizatórios que ocorrem constantemente no município.

O tempo médio de espera das outras 14 agências foi de 6m, com o período de espera máximo de 14 minutos. Desde 2017, incursões aos bancos da cidade realizadas pelo Procon já somam 248 visitas e, em 50 casos, o órgão flagrou o tempo acima do permitido.  Quando a fiscalização flagra a irregularidade por mais de cinco vezes, a agência pode ter seu alvará de funcionamento suspenso até que comprove ter capacidade de atender o que preconiza a legislação.

O Procon Petrópolis entrou com uma representação no Ministério Público Estadual pedido reparação para consumidores que esperam em filas de bancos mais tempo que o previsto em legislação. Na representação, o órgão levou em conta mais de 18 anos de descumprimento da legislação por parte dos bancos na cidade. Até então, as multas aplicadas eram direcionadas ao fundo do Procon e o recurso usado, apenas, em ações voltadas à melhoria nas relações de consumo. Agora, a tentativa é que o próprio consumidor seja reparado pelo dano sofrido.

Em Petrópolis, a lei que embasa as ações do Procon é 5.763/2001. Segundo ela, cabe às agências disponibilizar pessoal suficiente para atender em até 15 minutos seus clientes em dias normais e em até 30 minutos em dias anteriores e posteriores a feriados.

Agências apresentam melhorias

As ações enérgicas do Procon têm apresentado resultados positivos para a população. Representantes do Santander informaram que realizaram a contratação de 12 novos funcionários, instalaram uma miniagência na sede da prefeitura e adquiriram dois terminais de autoatendimento na agência da Av. Koeler. Os representantes anunciaram, ainda, que irão ampliar o horário de atendimento, começando a receber os clientes meia hora mais cedo.

No caso do Bradesco, o representante da regional, informou que foi realizado a contratação de seis novos atendentes para agência 401, dois para a agência General Osório e também realizaram a implementação de dois novos terminais de autoatendimento de depósito imediato na agência 401.

Podem se inscrever alunos da rede municipal entre 7 e 17 anos

Alinhado à sua colonização, a Prefeitura de Petrópolis está oferecendo cursos de alemão na Casa de Educação Visconde de Mauá a partir deste mês. As aulas são direcionadas para alunos da rede municipal de ensino com idade entre 7 e 17 anos. As inscrições podem ser feitas na secretaria da casa, localizada à Avenida Barão do Rio Branco, nº3, de segunda a sexta, de 9h às 18h. As aulas serão realizadas nas sextas-feiras: na parte da manhã das 9h às 9h45 e das 9h50 às 10h35 e na parte da tarde das 13h30 às 14h15 e das 14h20 às 15h05.

A ação é resultado de uma parceria com Marcos Carneiro, integrante de um grupo que incentiva a cultura alemã.  “O oferecimento de aulas de alemão na Casa da Educação é, para mim e para minha esposa, Elisabeth Graebner a realização de um sonho. Desde 2017 acompanhamos os projetos que ensinam alemão e são bem-sucedidos no Rio, sempre pensando que um dia isso iria acontecer na nossa cidade do coração. Em breve queremos que esse projeto alcance outras escolas municipais e quero ainda ouvir nas ruas pessoas conversando em alemão entre si e jovens conseguindo boas oportunidades de trabalho e intercâmbio na nossa pátria irmã. Como os alemães costumam dizer, a Alemanha é um país empreendedor e de oportunidades para quem quiser colaborar e tiver capacidade intelectual”, comenta Marcos Carneiro.

Neste primeiro momento estão sendo oferecidas 50 vagas, em quatro turmas. Para a inscrição é necessário levar declaração escolar e cópias da certidão de nascimento, comprovante de residência, RG e CPF do responsável.

“Estamos de braços abertos para receber esses alunos nas aulas de alemão. Já é comprovado que o ensino de novas línguas tem reflexo positivo na questão pedagógica dos alunos e vale salientar que as aulas serão desenvolvidas de maneira lúdica, com linguagem do cotidiano, realizando vivências nos diversos espaços da Casa não só nas salas de aula”, explica a diretora da Casa da Educação, Maria Fernanda Secco.

Casa da Educação é referência em cursos e oficinas gratuitas

As aulas de alemão serão mais um curso ofertado para os alunos da rede municipal. Na Casa já são atendidos estudantes nos cursos de: ballet (4 a 16 anos), desenho (8 a 17 anos), capoeira (4 a 12 anos), fotografia (5º ao 9º ano), inglês (5º ao 9º ano), judô (7 a 14 anos), musicalização infantil (4 a 5 anos), prática de conjunto (8 a 18 anos), teatro (6º ao 9º ano), violino (8 a 17 anos) e violão (8 a 17 anos).

Além desses, há cursos e oficinas que são realizadas através de parcerias e que aceitam alunos de outras redes são: Companhia Musical Maestro Guerra Peixe - violino (4 a 17 anos), Canto Coral (7 a 17 anos) e flauta (7 a 17 anos); Orquestra Jovem de Violões Raphael Rabello - violão (8 a 18 anos, desde que passem pelo teste de nível) e Coral dos Anjos - pessoas de todas as idades.

Com objetivo de inserir as mulheres vítimas de violência doméstica no mercado de trabalho, o Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM) oferece na quarta-feira (08.05) um curso de auto maquiagem como mais uma opção para as assistidas do órgão. O curso faz parte da Campanha Mulher 365, que realiza ações de conscientização durante todo o ano e, este mês, em homenagem ao Dia das Mães.

A Campanha Mulher 365 visa ampliar a conscientização da violência contra mulher. Segundo dados Dossiê Mulher divulgado esta semana pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), em 2018 Petrópolis registrou 2.647 casos de violência sendo que 59,4% aconteceram na residência da vítima. A equipe do CRAM realiza palestras nas escolas, instituições, empresas, universidades, além das ações de panfletagem e o ônibus lilás, uma ferramenta utilizada para levar os serviços do órgão às mulheres da área rural.

Vale salientar que o município conta com dois canais voltados à mulher: o próprio Cram, subordinado ao Gabinete da Cidadania, e o Núcleo de Atendimento à Mulher (Nuam), ligados às delegacias da cidade.

Ampliando a rede de atendimento, essa vítima pode contar também com a Sala Violeta que fica no Fórum de Itaipava, onde ela consegue uma medida protetiva de urgência em apenas 4 horas. Além da Sala Lilás, que está sendo implantada no Instituto Médico Legal (IML), com objetivo de preservar a vítima com espaço reservado e com profissionais especializados, para que as análises periciais sejam realizadas de forma adequada.

Para denunciar ou solicitar informações, pode ligar para o telefone 2243-6152 ou comparecer à sede do Cram, na Rua Santos Dumont, número 100, no Centro. O funcionamento é de segunda a sexta, de 8h às 17h. Em casos de emergência, a mulher pode ligar em qualquer horário para o número (24) 98839-7387, disponibilizado pelo órgão. Caso se sinta violentada de alguma forma, a mulher pode contatar a Polícia Militar pelos números 2291-5071, 2242-8005 ou 180, além de poder contatar via WhatsApp a emergência da Polícia Militar, pelo número (24) 99222-1489, além da Guarda Civil pelo 153.

Competições reunirão mais de 700 alunos da rede municipal

Futsal, handebol, voleibol, basquete, futebol de campo, tênis de mesa e queimada são as modalidades que farão parte das competições da 4ª edição dos Jogos Estudantis dos Distritos, que foi aberta oficialmente nessa sexta-feira (03.05) durante uma solenidade no Liceu São José de Itaipava.

Os primeiros jogos já foram realizados: basquete feminino e masculino, sub-13 e sub-15. A próxima disputa será no dia 7 de maio, na Escola Municipalizada Santa Terezinha quando serão disputadas as partidas de voleibol masculino e feminino, sub-13 e sub-15.

A expectativa é de que mais de 700 alunos participem das competições que ocorrem em algumas das escolas participantes da edição: Theodoro Machado, Amélia Antunes, Paula Buarque, Celina Schechner, Augusto Pugnaloni, Liceu São José de Itaipava, Santa Teresinha, Dr. Barros Franco, Monsenhor João de Deus Rodrigues, Beatriz Zaleski, Moyses Furtado Bravo, Nilton São Thiago e Avelino de Carvalho.

Nesse ano, o JEDs também traz uma novidade: alunos que integram o projeto ISE – Projeto Inclusão Social e Esportiva também participarão dos jogos, a iniciativa recebeu o nome de ParaJeds. Esses alunos participarão das competições de natação, bocha e atletismo. O ParaJeds vai ocorrer no dia 14 de junho às 9h na EM Monsenhor João de Deus Rodrigues.

As modalidades são realizadas em um único dia e os jogos acontecem uma vez por semana. A competição tem o apoio da Superintendência de Esportes e Lazer da prefeitura. No dia 19 de junho ocorrerá a cerimônia de encerramento dos JEDs, às 9h, na sede social do esporte clube Pedro do Rio.

Um dos coordenadores do JEDs, o diretor da EM Monsenhor João de deus Rodrigues, Ney Marcos de Paula, afirma que o objetivo das competições é o de realizar a integração entre os alunos. “Oportunidade para eles se conhecerem e trocar informações sobre as atividades esportivas. Estamos animados e felizes com a integração dos alunos do projeto ISE, nesse ano, na competição”, garante o diretor.

Programação prevê palestras mensais e atendimento individual

Para incentivar o ambiente empreendedor na área de tecnologia, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico fechou uma parceria de cooperação técnica com a TI Rio - Sindicato das Empresas de Informática do Estado do Rio de Janeiro. A ação prevê palestras mensais e atendimento individual com especialistas da área no Espaço Empreendedor. O primeiro encontro será realizado no dia 7 de maio.

O calendário prevê palestras sobre os encontros da Rio Info no interior do Estado e assuntos diversificados como e-social, responsabilidade social, contribuição sindical e participação empresarial, Nova Lei Trabalhista, Ciência de Dados, Inteligência Artificial e demais tecnologias emergentes.

O acordo de cooperação tem como objetivo estimular o apoio à qualificação e ao fomento do ambiente empreendedor e de inovação das empresas de TI em Petrópolis. A área está em constante crescimento no país e em Petrópolis encontra um ambiente de negócios estimulador: segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o setor de tecnologia cresce cerca de 10% ao ano e emprega duas mil pessoas na cidade.

O termo de cooperação prevê encontros nas primeiras terças-feiras de cada mês, das 11h às 15h no Espaço Empreendedor que fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2846.

“É importante que empresas participem dos encontros. A TI Rio é o sindicato das empresas de informática do Estado e está sempre atenta às novidades da área, dificuldades e o que deve ser feito para se conquistar estabilidade nesse mercado”, confirma o diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Desenvolvimento, Marcelo Simões.

"A Mentoria Empresarial da TI Rio em parceria com a PMP é uma oportunidade de as empresas da cidade terem acesso a vários temas importantes e contemporâneos. A questão da interiorização dos mercados, e-social, responsabilidade social, reforma trabalhista, inteligência artificial entre outros são alguns destes temas. É uma oportunidade para as empresas se atualizarem nesses assuntos", salientou Marcio Campos do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Desenvolvimento.

Confira a programação:

7 de maio - Encontros Rio Info Interior com Alberto Blois, diretor da TI Rio

4 de junho - e-social com Candida Machado, assessoria jurídica da TI Rio

2 de julho - Responsabilidade Social, com Benito Paret, presidente da TI Rio e Martha Affonso, coordenadora executiva da TI Rio

6 de agosto - Mentoria para empresas maduras e iniciantes com Alberto Blois, diretor da TI Rio

3 de setembro - Contribuição sindical e participação empresarial com Candida Machado

1º de outubro - Nova lei Trabalhista com Candida Machado, assessoria jurídica da TI Rio

5 de novembro - Ciência de dados, Inteligência Artificial e demais tecnologias emergentes com Newton Fleury

Iniciativa da Prefeitura acontece na Casa da Educação Visconde de Mauá

O músico carioca Paulão 7 Cordas foi o escolhido para se apresentar na próxima edição do projeto “Conversas Musicais”, que será promovido na Casa da Educação, na próxima segunda-feira (06.05), às 14h. Criado em 2017, o “Conversas Musicais” tem como objetivo promover a interação entre os alunos da Casa da Educação – que participam de aulas de canto, flauta doce, violão, violino e coral – e os músicos que se dedicam à arte.

Paulão 7 Cordas é natural da cidade do Rio de Janeiro. Começou sua carreira aos 20 anos de idade acompanhando Nélson Cavaquinho. Desde menino teve estudos musicais tocando clarinete e mestre de banda João Gonçalves. Em 1976, foi membro do conjunto do bandolinista Walter Moura, no qual tocou violão de seis cordas, e mais tarde, violão de sete cordas. Também participou de gravações e shows de sambistas do Rio de Janeiro, foi diretor musical e arranjador de diversos shows e discos dos músicos da MPB como, Zeca Pagodinho, Wilson Moreira, Argemiro da Portela, Nei Lopes, Xangô da Mangueira, João Nogueira, Roberto Silva, Tia Surica, Cristina Buarque, e outros. Atualmente trabalha como diretor musical com o sambista carioca Zeca Pagodinho.

“É uma boa oportunidade para os alunos tirarem suas dúvidas sobre música e também conhecer um pouco da rotina dos artistas que se dedicam a arte. O projeto tem apresentações mensais e as escolas interessadas em participar podem entrar em contato com a Casa da Educação Visconde de Mauá”, afirma a diretora da Casa da Educação, Maria Fernanda Secco.

Para o professor de história e um dos idealizadores do projeto Conversas Musicais, Norton Ribeiro, vale a pena conhecer o artista que já trabalhou com grandes compositores e intérpretes do Brasil.

“É uma referência do samba e do violão sete cordas, que certamente trará muito conhecimento para quem gosta de música, aprecia o violão e o samba como parte de nossa identidade cultural. Tenho certeza que será uma tarde divertida”, disse.

A Casa da Educação Visconde de Mauá fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 03. O projeto “Conversas Musicais” já recebeu artistas como Garrido, Depoli e d'Avila Trio, Suzane Werdt e Marcelo Buddy. O projeto foi criado por Catarina Maul e pelos professores Lucas Gotelip e Norton Ribeiro.

Uma turma de 25 alunos do Colégio e Curso PRW conheceu na manhã desta sexta-feira (03.05) o monitoramento dos rios realizado pelos agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias dentro do Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop). Os jovens também visitaram a sede da Defesa Civil, onde conheceram a estrutura e puderam conversar com a equipe operacional e técnica da pasta. A atividade faz parte do Defesa Civil nas Escolas, programa que insere a prevenção aos desastres de origem natural no ambiente escolar.

Durante a visita, os alunos conheceram sobre o funcionamento do Ciop, que conta com 56 câmeras instaladas permitindo o monitoramento em tempo real, 24 horas por dia, de 46 locais diferentes. Entre eles, regiões com um grande histórico de alagamentos e inundações, como o Rio Quitandinha, na altura da rua Coronel Veiga. Na sede da Defesa Civil, os estudantes conversaram com os técnicos e com os agentes operacionais da pasta.

“É importante que os nossos alunos conheçam a estrutura da Defesa Civil, aprendendo como funciona o trabalho de monitoramento e também de prevenção. A discussão em sala de aula muda um pouco a forma de pensar do jovem, que passa a entender a importância de se prevenir. Estamos em uma cidade com grande histórico de tragédias, então precisamos tratar desse tema desde a infância”, afirmou o coordenador do Colégio e Curso PRW, Wendell Bull Arguinson.

Em 2018 – primeiro ano de funcionamento da política pública - foram realizadas 170 atividades dentro do Defesa Civil nas Escolas, com a participação de 103 colégios da rede, oito particulares e um estadual. Neste ano, programa foi ampliado para as escolas da rede pública e privada que contam com educação infantil. Outra novidade é a inclusão do bem-estar animal como tema de discussão em sala de aula. Neste semestre serão abordadas as ameaças de inverno: incêndios florestais e estiagem.

 Apesar de estar em prática há pouco tempo, o programa já rendeu um prêmio para a prefeitura. O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) vai entregar um pluviômetro semiautomático e um kit educativo para serem usados dentro da política pública. “O reconhecimento nacional é a prova que estamos no caminho certo. Precisamos pensar no presente um futuro resiliente para Petrópolis”, completou o secretário de Defesa Civil.

Com 35 pessoas atendidas na turma de ginástica de 8h às 9h no Centro de Cultura, o Agita Petrópolis no Centro terá seu horário estendido às terças e quintas-feiras com a expectativa de atender até o dobro do número de alunos. A dança também será incluída nesta atividade, atendendo ao pedido dos inscritos nas aulas. Os interessados em participar podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, no mesmo local onde funciona o núcleo, ou ligar para o telefone (24) 2233-1218.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que 62% dos brasileiros - entre jovens e adultos - não praticam qualquer atividade física. O município quer seguir na contramão desses números e investe para que mais pessoas tenham acesso ao esporte. São 16 bairros atendidos pelo Agita Petrópolis, beneficiando cerca de duas mil pessoas regularmente. Quem participa do programa no Centro, já sente os benefícios da prática esportiva regular.

 "Me sinto como parte de uma família nas aulas. Além disso, a ginástica me dá ainda mais disposição", contou Ângela Luíza Valério, que está sempre acompanhada da irmã, Maria Regina Valério, nas aulas. "O médico recomendou e assim que as atividades começaram eu corri para me inscrever junto com ela. Para a nossa saúde, o esporte é muito importante", disse. 

O Agita Petrópolis oferece de maneira gratuita aulas de ginástica, alongamento ou dança no Contorno, Centro, Cascatinha, Vila Rica, Bairro da Glória, Caxambu, São Sebastião, Alto da Serra, Retiro, Bataillard, Oswaldo Cruz e Madame Machado. No Meio da Serra e no Pedras Brancas, são turmas de futsal e no Siméria e Contorno de futebol society. Na Estrada da Saudade, o basquete e o vôlei acontecem na Fábrica do Saber. A prefeitura também estuda a inclusão de um núcleo em Itaipava, no Parque Municipal.

Além do programa regular, o governo municipal também mantém parcerias com projetos sociais e trabalha de maneira integrada entre as pastas, oferecendo diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. A prefeitura também volta a realizar neste ano o Festival das Comunidades – programa itinerante pelas quadras comunitárias nos bairros da cidade.

Notícias por data

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP