Doses de reforço para as crianças serão preservadas nas salas de vacina

Com 87% de população de risco imunizada, a vacina contra a gripe continua disponível em 15 unidades de saúde do município. A campanha foi encerrada no último dia 15 de junho, após ter prorrogação determinada pelo Ministério da Saúde. Ao todo foram 37 dias de campanha, com imunização prioritária para a população com maior vulnerabilidade no período do inverno. Desde o dia 17 de junho, seguindo orientações do Governo do Estado, o município liberou a vacina. As doses estarão disponíveis até que os estoques se esgotem.

A Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica providencia o remanejamento das doses restantes para as salas de vacina de rotina no município. A partir de quinta-feira (27.06), a população ainda poderá encontrar as doses no Centro de Saúde, do Centro e do Itamarati; no Ambulatório Escola, em Cascatinha; no Hospital Alcides Carneiro; nas UBSs Mosela, Quitandinha, Morin, Retiro, Pedro do Rio, Itaipava e Araras; e nos PSFs do Independência, São Sebastião, Alto da Serra e Posse.

Durante o período de campanha, Petrópolis imunizou 85,6% da população de maior risco. Com a manutenção da vacina nas unidades de saúde, toda a população teve acesso às doses e o índice entre o grupo prioritário subiu para 87%. Entre os idosos a imunização foi de 92,4%; trabalhadores da saúde, de 97,5%; pacientes com doenças crônicas, de 83%; mulheres nos primeiros 45 dias de pós-parto, 80,4%; crianças, 73,8%; e gestantes, 69,4%. Entre os professores o índice de vacinação foi de 114,1%. Ao todo, Petrópolis aplicou 85.827 doses.

As salas onde ainda haverá disponibilidade de doses, até que os estoques se esgotem, são:

Centro de Saúde Coletiva - Rua Santos Dumond, 100, com horário de funcionamento das 8h às 19h.

Centro de Saúde Itamarati - Rua Bernardo Proença, n.º 32, com horário de funcionamento das 8h às 17h.

Hospital Alcides Carneiro - Rua Vigário Correa, 1345 – Corrêas, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

Ambulatório Escola FMP/FASE - Rua Hivio Naliato, 899, Cascatinha, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

PSF Alto da Serra - Rua Tereza, 2024 - Alto da Serra, com horário de funcionamento de 7:30 às 16:30

UBS Mosela - Rua Mosela, 744, com horário de funcionamento das 8h às 19h (segundas, quartas e quintas-feiras).

PSF Alto Independência - Rua José Lino s/nº, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Morin - Rua Pedro Ivo, n.º 81, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Retiro - Av. Barão do Rio Branco, 3027(ao lado da 105ª DP, com horário de funcionamento das 8h às 19h.

PSF Posse - Estr. União Indústria, n.º 33.530, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Pedro do Rio - Estr. União Indústria, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Quitandinha - Rua General Rondon, nº 400 e 490, com horário de funcionamento das 8h às 19h.

PSF São Sebastião - Rua São Sebastião, nº 625, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues, com horário de funcionamento das 8h às 16h.

UBS Araras - Estr. Bernardo Coutinho, 3435 – Araras, com horário de funcionamento de 8h às 17h

Muito mais do que fomentar a economia apenas de hotéis e de quem trabalha diretamente na Bauernfest, o evento movimenta diversas áreas, principalmente do setor de serviços do município. Do pipoqueiro a grandes restaurantes, passando pelo comércio, taxistas, artesãos, cervejeiros, entre outros, têm faturado com o aumento do número de visitantes nos 17 dias da Festa do Colono Alemão. A Bauernfest, além de ser um dos principais eventos do calendário turístico da Cidade Imperial, é, também, fundamental para a economia e importante fonte de renda para muitos petropolitanos.

Só no ano passado, a festa, que é a segunda maior do segmento no país, movimentou R$ 43 milhões e a expectativa é de que, terminada esta 30ª edição, com sete dias a mais – passando de 10 em 2018 para 17 neste ano -, o número seja ainda maior.  

Exemplo disso, Marlene Lima, que mantém uma barraca de açaí há três anos na Praça da Liberdade, destaca que a Festa do Colono Alemão faz com que as vendas aumentem, principalmente, nos fins de semana. "O movimento durante a Bauernfest costuma dobrar o nosso faturamento. Eu e minha filha trabalhamos juntas para dar conta, já que em alguns momentos fica muito cheio", disse.

Outra que está faturando é a pipoqueira Mariana Andreza Lemos, que trabalha na barraca da família também na praça há cerca de dois anos. No período da Bauernfest, ela registra o aumento de movimento em até 50%. "Já percebemos a cidade mais cheia, com uma boa movimentação na Praça, com a presença de turistas e de famílias”, destacou.

Também ganham um dinheiro extra os petropolitanos que estão alugando casas por temporada. O aposentado José Luiz Baltor, por exemplo, tem dois “lofts” próximo ao Palácio de Cristal e aproveita o período para faturar. "Construí este imóvel em anexo a minha casa para aluguel mensal. Tendo em vista a grande procura, por ser próximo ao Palácio de Cristal onde acontece a Bauernfest e a Cervejaria Bohemia, decidi abrir a residência recém equipada para aluguel por temporada na alta temporada em 2017. Em 2018 tivemos tanta procura que resolvemos construir mais uma unidade e hoje possuo dois imóveis que disponibilizo para locação”, disse.

Dentro da festa também há muito espaço para a economia familiar. Bruno Albuquerque, por exemplo, que produz algumas das sobremesas típicas, consegue complementar a renda com a festa. “A tortinha alemã é o meu carro chefe. A minha mulher faz em casa e só no ano passado vendemos mais de mil tortinhas. Esse ano a expectativa é vender ainda mais”, disse.

Animados bailões com a Banda Germânica e os tradicionais concursos de chope a metro são os destaques da programação da Bauernfest durante a semana. A partir desta quarta-feira (26.06), o público conta também com as apresentações dos grupos de dança folclórica no Palácio de Cristal. A Praça da Liberdade, outro palco da festa, também recebe atrações diárias, como shows e os Jogos Germânicos. Toda programação é gratuita. A 30ª Festa do Colono Alemão, que começou no dia 14 de junho, está em sua última semana e encerra no domingo (30).

Até sexta-feira (28), uma programação é fixa: o Palco Engelbert, dentro do Palácio de Cristal, recebe o concurso de chope a metro sempre às 20h, e a Banda Germânica às 18h e às 21h. De quarta a sexta, os grupos de dança folclórica sobem ao Palco Koblenz a partir de 19h15, nos jardins do atrativo. As barracas de alimentação, souvenir e artesanato abrem até quinta-feira (27) a partir de 11h30 e no fim de semana às 10h.

Na Praça da Liberdade, a programação é voltada para shows de bandas e artistas petropolitanos, além de convidados. Esta semana (até sexta), o Palco Koeler recebe ainda a Bauernband, a Banda do Barril e Tributo ao Scorpions. As apresentações começam sempre às 18h. E os Jogos Germânicos acontecem às 16h.No fim de semana, a programação é ainda mais intensa, começando já pela manhã.

A programação completa está disponível no site do evento: https://www.bauernfestpetropolis.com.br/ e na página do Facebook: https://www.facebook.com/bauernfest/.

Novo prédio oferece mais acessibilidade e possibilitará ampliação de serviços em saúde

O Posto de Saúde da Família Comunidade Menino Jesus de Praga, no Bingen vai funcionar em um novo local. A mudança para o novo prédio já teve início e a estimativa é de que ainda na primeira quinzena de julho, os serviços de saúde em atenção básica da região, sejam transferidos para o novo endereço, que fica a 700 metros do local anterior, em área central do bairro.

O PSF passará a funcionar na Rua João Xavier, 269, em local mais amplo e com acessibilidade para pessoas com deficiência ou dificuldade motora.

O aposentado Carlos Alberto Carvalho de Souza, que mora na rua Dias de Oliveira há 39 anos, está satisfeito com o novo prédio em que vai funcionar o PSF. "Lutamos muito para conquistar um posto para o nosso bairro e ver esse espaço novo, mais amplo, confortável e com acessibilidade, me deixa muito satisfeito", disse.

Com o novo espaço será possível ampliar os serviços em saúde oferecidos na unidade. As Práticas Integrativas Complementares estão entre os atendimentos que serão estabelecidos pela Secretaria de Saúde no local. A partir da nova unidade, os usuários terão a oportunidade de contar com tratamentos completares aos atendimentos clínicos.

O PSF Comunidade Menino Jesus de Praga funciona com equipe de estratégia da saúde da família, com capacidade de atender 3,5 mil pessoas da região. Mensalmente cerca de 200 atendimentos são realizados pela equipe que conta com médico clínico, enfermeiro, dentista, técnico de enfermagem, auxiliar de saúde bucal, agentes comunitários, além de profissionais administrativos. Além das consultas, a unidade realiza cerca de 18 mil procedimentos, entre os quais aferição de pressão, temperatura, glicemia, coleta de material para exame laboratorial, curativo e medição de peso. 

Terceira edição do evento disponibilizará serviços básicos para a população

A próxima quinta-feira (27.06) vai ser dia de Ação Social em Pedro do Rio. A Secretaria de Assistência Social levará diversos serviços, de diferentes setores do poder público, para a população local. A terceira edição do evento desse ano vai ser realizada na Escola Municipal Monsenhor João de Deus Rodrigues, Rua Dr. Barros Franco, s/n, das 10h às 15h. A Ação Social complementará as comemorações de aniversário de 15 anos da instituição de ensino que sediará a ação. Na ocasião será inaugurado o projeto energia solar e os moradores poderão fazer a troca de lâmpadas incandescentes ou fluorescentes por lâmpadas de led.

Durante as cinco horas de atendimento, serão disponibilizados atendimentos para vários serviços gratuitamente. Este ano já foram realizadas ações sociais nas comunidades do Alemão e no Caxambu, com cerca de 900 pessoas atendidas nos dois eventos. A iniciativa tem como objetivo levar até as comunidades serviços básicos oferecidos pela rede pública do município, como atendimento para aferição de pressão arterial, glicose e avaliação nutricional; realização do Cadastro Único, que dá acesso a vários benefícios sociais do município e do governo federal; orientação jurídica; emissão de primeira via de documento de identidade e carteira de trabalho; orientações sobre o combate à violência contra mulheres e crianças; e esclarecimentos de como acessar o balcão de empregos do município.  Para dar entrada em documentações é necessário levar foto 3x4.

O corte de cabelo também será ofertado pela Secretaria de Assistência Social, que conta com profissional especializado em todas as ações sociais, além dos voluntários, que se juntam em todos os eventos. No último realizado na comunidade do Caxambu, o cabeleireiro Ricardo Soares marcou presença. “Sempre participo das ações, é um trabalho muito gratificante”, destaca o cabeleireiro que chega a atender cerca de 60 pessoas, entre crianças e adultos, em cada evento pelas comunidades.

A Ação Social de Pedro do Rio vai contar ainda com a participação da Enel que dará orientações sobre o consumo consciente de energia. Na ocasião, os moradores poderão fazer trocas de lâmpadas incandescentes e fluorescentes, que consomem mais energia, pelas lâmpadas de led, mais econômicas.

Em 2018 foram realizadas 16 Ações Sociais por vários bairros da cidade. Ao todo, 10 mil pessoas foram atendidas pelos diferentes serviços oferecidos durante os eventos. Outras cinco ações já estão programadas para acontecer todos os meses, até setembro, nos bairros Meio da Serra, Boa Vista, Atílio Marotti, Amazonas e Duques.

Um espaço para hospedagem, com alojamento de pesquisadores e brigadistas, área para camping, loja de souvenir, sala de informações, possibilitando dobrar o número de visitantes - são mais de 42 mil pessoas por ano. Assim será a nova sede do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, o Parnaso, no Bonfim. A nova estrutura será semelhante à de Teresópolis. O parque está em fase final para a viabilização da área, quando dará início às intervenções do espaço.

A maior parte do território do Parnaso está na Cidade Imperial. É aqui a entrada da travessia Petrópolis-Teresópolis, considerada a mais bonita do Brasil, que atraí visitantes de todo o país. No ano passado, o parque registrou mais de 42 mil pessoas passando pela entrada de Petrópolis. 

Com a nova sede do Parnaso também será possível ampliar o número de brigadistas no local, já a parte de Petrópolis é a que mais sofre com problemas relacionados aos incêndios florestais. "Estamos em fase final no processo de desapropriação do terreno para a nova sede. O próximo passo será a implementação desse espaço. Além de recebermos mais visitantes, também teremos reforço na nossa brigada operacional, com uma estrutura que vai lembrar a sede de Teresópolis", destacou o chefe do Parnaso, Leandro Goulart.

Petrópolis tem seguido a tendência mundial de valorização do turismo sustentável, de natureza e ecoturismo. Cercado de opções para lazer e prática de esportes ao ar livre, o Parnaso é só um exemplo de que o município vem se consolidando como referência nesse tipo de atividade.

Sobre o Parnaso

O Parnaso é uma Unidade de Conservação Federal de Proteção Integral, subordinada ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Em Petrópolis, o acesso é feito por Corrêas. A Travessia Petrópolis-Teresópolis é um dos atrativos mais conhecidos do parque, feita em dois ou três dias, percorrendo 42 km de trilhas. Banhos de cachoeira e as caminhadas para apreciar a vegetação e a fauna da Mata Atlântica também estão entre as opções. Criado em 1939 para proteger a paisagem e a biodiversidade daquele trecho da Serra do Mar na Região Serrana, são 20.024 hectares protegidos nos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim. O Parque abriga mais de 2.800 espécies de plantas, 462 espécies de aves, 105 de mamíferos, 103 de anfíbios e 83 de répteis, incluindo 130 animais ameaçados de extinção. O parque funciona de 8h às 17h.

Programação especial em homenagem ao Dia do Colono

Os detalhes da vida, desafios e trabalho dos primeiros imigrantes que chegaram em Petrópolis foram destacados durante uma palestra sobre a colonização germânica em Petrópolis realizada nessa terça-feira (25.06) na Casa da Educação Visconde de Mauá. A atividade foi organizada em homenagem ao Dia do Colono, comemorado no dia 29 de junho.

Participaram da palestra – que foi seguida por uma visita guiada na Igreja Luterana – 57 alunos da EM Jandira Bordignon. “A história de Petrópolis é muito rica e a chegada dos alemães marcou época. Em 1845, por exemplo, sairam da Alemanha 13 brigues, navios, e desembarcaram no Rio, 2.318 imigrantes. Os primeiros 158 imigrantes que chegaram em Petrópolis vieram nessa época e começaram a trabalhar na cidade. Já em 1850 já eram mais de 3 mil colonos vivendo em Petrópolis”, explicou Norton Ribeiro, professor de história que ministrou a palestra.

Ainda durante o encontro, Norton falou sobre o trabalho dos imigrantes na cidade. “Ajudaram a construir o caminho que hoje conhecemos como a Serra Velha e foram fortalecendo comércio e outras atividades financeiras”, contou Norton.

Para a diretora adjunta da escola, Claudia Ribeiro, atividades diferenciadas fora do ambiente escolar também encantam os alunos. “Eles ficam animados. Acho muito interessante essa oportunidade de conhecer os detalhes da nossa história em um bate papo de fácil entendimento para os jovens. Temos uma história tão rica e devemos sempre exaltar essas particularidades”, contou.

Após a palestra os alunos realizaram uma visita guiada a Igreja Luterana, na Rua Ipiranga. Datada de 1862, é o templo religioso mais antigo de Petrópolis, erguido pelo Pastor George Gottlob Stroele, com a ajuda dos colonos alemães. “Puderam observar os detalhes da construção e tirar dúvidas sobre o trabalho dos imigrantes na construção”, explicou Norton.

A preservação das memórias foi um dos objetivos do encontro. “Importante que os jovens tenham acesso a essas informações, pesquisem e conversem sobre a história da nossa cidade, sobretudo nessa época em que salientamos a importância dos colonos para a nossa cidade”, explicou a diretora da Casa da Educação, Maria Fernanda Secco.

A Casa da Educação Visconde de Mauá passou a oferecer, nesse ano, aulas gratuitas de alemão. As vagas são destinadas A alunos de 7 a 17 anos. Os pais interessados devem fazer a matricula na secretaria da Casa da Educação, que funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, na Avenida Barão do Rio Branco, nº 03. Para a inscrição é necessário levar declaração escolar e cópias da certidão de nascimento, comprovante de residência, RG e CPF do responsável.

A Bauernfest já se aproxima de seu último fim de semana e a programação promete ser ainda mais especial, com a segunda edição do Desfile de Lanternas, no Dia do Colono Alemão, sábado (29.06), e do Desfile Folclórico, no domingo (30), encerramento da festa. As duas atrações, que acontecem por ruas do Centro Histórico, estão entre os destaques da programação da 30ª edição da Festa do Colono Alemão e abrem espaço para a participação do público.

Para participar dos dois desfiles, os interessados precisam chegar, no mínimo, com meia hora de antecedência. E no caso do Desfile Folclórico de domingo também é preciso estar trajado com roupas típicas. No sábado, ele acontece às 19h, e no domingo às 10h. Os dois desfiles também aconteceram na primeira semana do evento e estiveram entre as atrações mais elogiadas por turistas e petropolitanos.

O Desfile das Lanternas terá concentração às 18h, na Avenida Ipiranga, em frente à Igreja Luterana. O grupo sai às 19h em direção à Avenida Koeler e termina dentro do Palácio de Cristal. Serão distribuídas lanternas para os desfilantes. E, ao final, será realizado um concurso para escolher a lanterna mais bonita. O vencedor será premiado com um jantar.

Já no domingo, a concentração será a partir de 9h, na Rua da Imperatriz, em frente ao Museu Imperial. O desfile também passa pela Avenida Koeler e terá dispersão ao final da Roberto Silveira. Participam famílias de colonos, grupos de dança folclórica, a Banda Germânica, entre outros.

Iniciativa dos Clubes Rotary Petropolis Bingen, Rotary Itaipava e Projeto Água, em parceria com a Prefeitura

As escolas municipais Amélia Antunes Rabello e Johann Noel foram as primeiras da rede municipal a receber o projeto “Aquaponia” que consiste na produção de peixes – em tanques – associada à produção de hortaliças. A iniciativa, dos Clubes Rotary Petrópolis Bingen, Itaipava e do Projeto Água, em parceria com a Prefeitura, têm como objetivo promover a educação ambiental e incentivar a sustentabilidade entre os alunos através de oficinas, workshops e o acompanhamento da produção dos peixes e hortaliças nas escolas. O projeto está na fase de capacitação dos funcionários das escolas para que eles conheçam o sistema da Aquaponia. Nessa terça-feira (25.06), a capacitação foi realizada nas escolas Johann Noel e Amélia Antunes Rabello.

Peixes e hortaliças foram colocados no sistema da EM Johann Noel durante a demonstração pratica da capacitação para os servidores da unidade escolar.

Uma capacitação foi realizada nas duas escolas pelo engenheiro e Diretor Técnico da empresa Recolast Ambiental, Luiz Roberto Pelosi, que explicou o funcionamento do sistema de aquaponia na teoria e na prática. “É um sistema que vem ganhando destaque no mundo atual porque o sistema hidropônico, sem o uso do solo, pode ser praticado em pequenas áreas. As plantas recebem nutrientes essenciais a partir do cultivo dos peixes e todo o sistema privilegia o uso racional da água, uma temática que deve ser praticada”, explicou o técnico.

Na Aquaponia, a água rica em matéria orgânica que sai do tanque dos peixes, passa pelo canal hidropônico e os nutrientes contidos na água acabam funcionando como fortalecedores para o metabolismo/crescimento das hortaliças. Como contrapartida, a água sai do tanque da hidropônica limpa e retorna em boas condições aos peixes. Um sistema de captação de energia solar será o responsável pelo funcionamento da bomba e o peixe que será cultivado é a tilápia.

Para o presidente do Rotary Petrópolis Bingen, Byron Mendes, a ideia foi a de habilitar os funcionários das escolas sobre as especificidades técnicas da aquaponia e prepara-los para atividades futuras com os alunos. “Essa é uma técnica que traz diversas ações conjugadas sobre importância de educação ambiental, reutilização de águas pluviais através da aquaponia nas escolas. O sistema mantém um conteúdo pratico de sustentabilidade que, aplicado no horário escolar dos jovens, mostra importância do cultivo, manuseio e o tipo diferenciado de agricultura orgânica, ou seja, incentiva a sustentabilidade e as boas práticas”, disse.

A diretora da EM Johann Noel, Patrícia Boaventura, afirmou que os alunos estão animados. “Já temos essa preocupação de trabalhar a relação dos alunos com meio ambiente, temos uma horta, árvores plantadas pelos alunos no nosso terreno e a Aquaponia veio acrescentar. Os alunos ficaram interessados, não conheciam sistema, passaram a estudar, pesquisar sobre a técnica. A equipe da escola também está colaborando e está animada”.

O projeto, chamado “Aquaponia: Cidadania e Sustentabilidade no ambiente escolar” recebeu recursos proveniente do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal.

Um levantamento realizado pelo Procon Petrópolis constatou diferenças superiores a 100% da compra de um mesmo remédio nas farmácias do Centro Histórico. A pesquisa realizada pela equipe do órgão no último sábado (22.06) passou por seis farmácias e verificou o preço de 13 medicamentos. A maior diferença encontrada foi do Aradois com preços variando entre R$ 6,95 no local mais em conta e R$ 14,85 na drogaria mais cara.

Outra diferença alta é no preço da Neosaldina em gotas. O frasco com 15 ml varia entre R$ 16,90 e R$ 28,71 – 69,89% de diferença. Já o Torsilax apresentou variação de 66,67% com preços entre R$ 6,90 e R$ 11,50. A menor variação encontrada, no entanto, foi do Tylenol em gotas. O preço varia 16,87% custando entre R$ 20,99 e R$ 24,53 entre as farmácias pesquisadas.

A prefeitura promove a segunda edição da Copa Imperial de Mountain Bike em Secretário no dia 4 de agosto. São 500 vagas gratuitas para a prova, sendo 300 para o percurso de 50 quilômetros e 200 para os 25 quilômetros. As inscrições devem ser realizadas no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) a partir do dia 15 de julho. O evento também vai arrecadar latas de leite em pó, que serão entregues a instituições filantrópicas.

Os percursos passam por trilhas em Secretário, Madrugada, Gambá, Sardual, Amil, Anápolis, Fagundes, retornando para a Praça de Secretário, local da largada. Com a realização da prova, a prefeitura está incentivando a prática do MTB no município, além de ser uma boa oportunidade para os amantes do esporte estarem próximos dos principais atletas do país.

Além dela, seguem abertas as inscrições para a etapa em Petrópolis do Campeonato Brasileiro de Enduro de Mountain Bike, que será realizado nos dias 13 e 14 de julho no Vale das Videiras. O cadastro pode ser realizado no site oficial do evento: www.senseendurocup.com.br. Os valores variam entre R$ 229, e R$ 650 (garantindo a presença em todas as etapas).

Neste ano, Petrópolis recebeu em março uma etapa Copa Internacional de Mountain Bike reunindo mais de 700 atletas no Vale do Cuiabá. Segundo os organizadores, mais de 3 mil pessoas estiveram no município somente em função do evento e 40% deles não conheciam a cidade, movimentando a economia e fomentando o turismo na cidade.

Aposentados e pensionistas terão encontro sobre a história da cidade

A colonização germânica na Cidade Imperial será o tema do encontro Café com Sabedoria, para os aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público de Petrópolis (INPAS). A palestra será ministrada pelo supervisor da Casa do Colono, Didayr da Silva, que vai ajudar os participantes a entender a fundo como viviam os colonos que chegaram ao município a partir de 1845 para ajudar a construir a cidade. A palestra ocorre a partir das 10h desta sexta-feira (28.06), no auditório do INPAS, que fica na Rua Alencar Lima, 35, sala 311.

No encontro, o palestrante também vai falar sobre a herança deixada pelos colonos germânicos, presença marcante na vida dos petropolitanos, e que pode ser percebida nos sobrenomes, nomes de ruas, bairros, na culinária, na arquitetura e nas manifestações culturais. A palestra, aliás, é mais uma forma de levar conhecimento sobre a história do município e a importância da colonização – celebrada há 30 anos com a Bauernfest.

“Muitos petropolitanos desconhecem a história da nossa cidade, da colonização germânica. Não sabem, por exemplo, que Petrópolis foi a primeira cidade planejada e urbanizada do Brasil. Então levar esses dados vai ser importante não só para o conhecimento dos aposentados e pensionistas, mas como forma de propagação desses dados”, destaca Didayr, que trabalha na Casa do Colono há 8 anos.

A proposta de levar o tema para ser debatido com o público do INPAS tem a intenção de propagar a cultura alemã.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Junho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo