Segunda, 08 Julho 2019 19:03

Petrópolis terá escola militar em 2020

Pleito do prefeito junto ao governo do Estado, a cidade terá em 2020 uma escola militar. O anúncio foi feito nesta segunda-feira  (08.07) à tarde em reunião com secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes e o deputado estadual Sergio Fernandes, na sede da Secretaria de Estado de Educação, no Rio.

Petrópolis é a terceira cidade do Estado a ter uma escola militar.

Caberá à prefeitura a cessão de um prédio e o custeio de água e luz. O quantitativo de alunos atendidos e as turmas serão estabelecidos de acordo com o espaço que será disponibilizado.

De acordo com o Secretário de Educação, Pedro Fernandes, o Governo do Estado vai dar o suporte necessário para o projeto. “A matriz de ensino será através da Base Nacional Comum Curricular, com oferta de atividades diferenciadas no contraturno”, explica. A meta do governo é ter mais 27 escolas militares no Estado.

Neste ano, duas novas unidades militares já foram inauguradas: em Volta Redonda, o Primeiro Colégio do Corpo de Bombeiros Militar funciona no Ciep 403 – Maria de Lurdes Giovanetti, que estava desativado e foi doado pela Secretaria de Estado de Educação. Já o Segundo Colégio do Corpo de Bombeiros Militar, em Miguel Pereira, foi instalado no Ciep 494 – Alexandre Carvalho, apontado pela Prefeitura da cidade.

Já o deputado Sérgio Fernandes destaca que a unidade será uma escola a mais. “Não haverá fechamento de nenhuma unidade, nem substituição de uma escola tradicional para uma militar. É uma nova unidade, ela se soma à rede estadual em Petrópolis. Isso é muito importante frisar, porque são mais vagas, mais opção em educação”, destaca.

Mais serviços e equipamentos é o que estão previstos para o Hospital Alcides Carneiro em 2020. As obras de reforma – um investimento de R$ 13 milhões com verbas da Faculdade de Faculdade de Medicina de Petrópolis / Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/FASE) pela utilização da unidade como hospital-escola -  seguem em ritmo acelerado. A principal delas é a ampliação da maternidade, mais 3 leitos de UTI adulto e ainda 10 leitos de UTI pediátrica, mas a Prefeitura já planeja mais melhorias além das obras físicas. Em reunião na manhã desta segunda-feira (08.07) com a direção da FASE e do HAC, o prefeito mapeou as metas para as próximas etapas.

O planejamento para o ano que vem prevê a criação de um Banco de Leite, conclusão da construção da Sala Lilás, para atendimento especializado a mulheres vítimas de violência, reforma no setor de radiologia e reforma da cozinha. A aquisição de equipamentos também está no cronograma. Para 2020 estão previstos novos aparelhos de ultrassom, ecocardiograma, dois gastroscópios, dois colonoscópios, montagem de duas salas de cirurgias, dois carros de anestesia e instrumentos cirúrgicos.

“É um desafio estar em obras sem interromper o funcionamento do hospital. E tudo está sendo feito neste sentido, de manter as ampliações, as intervenções sem impacto no atendimento”, completa Filipe Fortuna, diretor-presidente do Sehac, serviço que administra o hospital.

Afonso Chaves, diretor da Faculdade de Medicina/Fase, considera que o planejamento vai facilitar a execução das obras “assim como a equipagem vai dar mais celeridade a diagnóstico e conforto aos pacientes. Estamos focados em melhorar”, afirma.

No momento são realizadas as obras para a implantação de um Centro Obstétrico, que terá quatro salas de parto (1 de pré-parto; 2 de parto; 1 de pós parto) e 10 leitos de apoio para o acolhimento de gestantes. As melhorias fazem parte do plano estratégico da Secretaria de Saúde que tem, entre suas metas, oferecer melhores estruturas para a realização de partos humanizados. Mensalmente são realizados cerca de 300 partos e atendidas 1600 pacientes na unidade. Em 2018 foram realizados 3118 partos.

A previsão é de que essa parte da obra seja entregue no final do segundo semestre desse ano. A ampliação da maternidade também está sendo feita, com estimativa de conclusão no primeiro semestre de 2020. Serão criados mais 20 leitos no setor que atualmente funciona com 44.

A ampliação de leitos de pós cirúrgico também está prevista para a próxima etapa das obras. A unidade funciona com sete unidades do tipo e passará a ter 10. A área de urgência também recebe melhorias, com recursos do próprio hospital. O setor passa a contar com mais acessibilidade e passou por adequações, com a instalação do oxigênio para todos os leitos.

O prefeito visitou na manhã desta segunda-feira (08.07) as novas instalações do Ambulatório Escola da Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/FASE). Inaugurada em março, a nova estrutura, com mais consultórios e acessibilidade, realizou no mês de junho mais de 7.800 atendimentos em consultas, exames e procedimentos - 37% a mais do que o registrado com a antiga estrutura. Em odontologia, que também contou com reestruturação de todo o setor, houve um aumento de 38% nos atendimentos do primeiro semestre desse ano.

E não é para menos: em um prédio de sete andares, novo, o número de consultórios e de serviços oferecidos aumentou. São 62 médicos para o atendimento em 20 especialidades. A estrutura tem 18 consultórios para atendimento dos pacientes, conta com suporte para a realização de procedimentos cirúrgicos e com uma sala de urgência, para os primeiros socorros em caso de intercorrências durante os atendimentos. O centro odontológico tem 52 consultórios e oferece suporte de 19 profissionais para a realização de tratamentos básicos de rotina a procedimentos mais avançados.

Diretor da Faculdade de Medicina/Fase, Afonso Chaves, frisa que o objetivo é manter a qualidade permanentemente. “É uma premissa da Faculdade de Medicina e esta nova instalação vai ao encontro do que queremos: um ambiente de bom atendimento, com oferta de exames e consultas. É um orgulho para a nossa instituição.

A dona de casa Anabel Pires, de 39 anos foi uma das que aprovou a nova estrutura. “É a primeira vez que venho depois da inauguração, estou gostando muito da estrutura”, destaca.  A boleira, Sandra Regina Cezário, de 54 anos já está sendo acompanhada pela odontologia e está aprovando. “Estou achando o atendimento muito bom, estou conseguindo fazer todo o meu tratamento aqui”, conta.

O prefeito sancionou a lei que cria o Fundo Municipal de Turismo (Fumtur). O objetivo é captar e centralizar recursos financeiros destinados ao desenvolvimento do setor na cidade, com melhoria na infraestrutura da recepção turística e no incremento da oferta de informações ao turista e aos operadores do setor, em projetos compartilhados com a iniciativa privada. Nota A no Mapa do Turismo Brasileiro e tendo o setor como um dos principais pilares da economia, o município tem avançado na área a cada dia. São mais de 2 milhões de turistas por ano.

O texto final do Fundo Municipal de Turismo foi aprovado pelos vereadores em junho e sancionado nesta sexta-feira (05.07) pelo prefeito. 

O fundo vai reunir recursos como 50% da receita da bilheteria do Museu Casa de Santos Dumont; 100% das receitas provenientes do uso dos espaços públicos geridos pelo turismo;  captação de recursos federais e estaduais; convênios destinados ao fomento do turismo; dotações consignadas na Lei Orçamentária Anual (LOA), entre outros.

Os recursos do FUMTUR serão aplicados em projetos que têm como objetivo fomentar e estimular o turismo em Petrópolis, além de aquisição de material para os projetos, equipamentos e infraestrutura para atendimento aos visitantes, entre outras atividades. A gestão do fundo fica a cargo da Turispetro. A execução das ações e projetos desenvolvidos e fomentados pelo fundo serão acompanhadas pelo Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

As abordagens a pessoas em situação de rua, realizadas pela Secretaria de Assistência Social, em parceria com a Defesa Civil e Ações Voluntárias, foram intensificadas neste fim de semana, quando os termômetros registraram temperatura mínima de 3ºC (domingo, 07.07, às 5h30, com sensação térmica de 0º), segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. A ação, que faz parte da Operação Inverno, registrou de quinta-feira a domingo o acolhimento de 20 pessoas em situação de rua, fazendo pernoite no Núcleo de Assistência Social (NIS), no Alto da Serra.

Até o dia 30 de junho, foram encaminhadas 155 pessoas em situação de rua, dessas, 131 aceitaram o pernoite no NIS. Desde o início do ano, 2.109 abordagens foram feitas pela cidade. As vagas foram ampliadas para o acolhimento da população em risco social, que aceitar o atendimento. Mais 18 dormitórios foram instalados em tendas na área externa do prédio. A Operação Inverno começou no dia 11 de junho e as abordagens são realizadas diariamente por toda a cidade, de 9h às 21h, com o objetivo de tirar as pessoas em vulnerabilidade das ruas.

Ano passado, a Operação Inverno garantiu 1.178 pernoites durante os meses de frio intenso. As pessoas encaminhadas para a unidade de acolhimento recebem lanche noturno e café da manhã. Durante o dia, eles são orientados a buscarem atendimento no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), localizado na Rua Souza Franco. No local, os usuários recebem toda a assistência necessária durante o dia. É disponibilizada estrutura para banho, alimentação e local para o armazenamento de pertences.

Centro Referência Especializado para População em Situação de Rua

A mesma estrutura de serviço e auxílio oferecida todos os dias no Centro Pop está disponível para as pessoas que são acolhidas durante a Operação Inverno. Os profissionais do Centro Pop agilizam a obtenção de documentos, quando o usuário não os possui, e promovem ações para que seja feita a reinserção da pessoa à sociedade, reintegrando-a, quando possível, ao ambiente familiar e ao mercado de trabalho. Aos que residem fora da cidade, é oferecida a possibilidade de retorno para o local de origem. Quando há interesse, o usuário recebe a passagem para voltar para casa.

O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pelo – Departamento de Trabalho e Renda (Detra), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico - tem 62 vagas disponíveis nesta semana. Os candidatos devem cadastrar os seus currículos na prefeitura pelo site www.petropolis.rj.gov.br. Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113.

O balcão de empregos realiza a divulgação das vagas e os encaminhamentos dos candidatos para processo seletivo, sendo assim, fica a cargo do empregador a responsabilidade pelas entrevistas e possíveis contratações. O Detra fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 2.846. Confira as oportunidades:

Ajudante de eletricista - 2 vagas - Experiência em montagem de tubos eletrodutos, montagem elétrica e instalação de antenas.

Consultor de vendas - 50 vagas - Ensino médio completo, ser comunicativo, dinâmico e ter facilidade com vendas

Eletricista de manutenção - 1 vaga - Ambos os sexos - Desejável ensino superior, experiência em montagens e manutenção preventiva e corretiva em máquinas e equipamentos

Estagiário de Segurança do Trabalho - 1 vaga - ambos os sexos - Cursando técnico em Segurança do Trabalho

Garçom - 4 vagas - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Oficial de manutenção predial - 1 vaga - ambos os sexos - Ensino médio e experiência

Programador - 1 vaga - ambos os sexos - Experiência comprovada em programação

Servente de obras - 2 vagas - sexo masculino – Experiência

Nos últimos dois anos, o número de incêndios florestais em Petrópolis caiu 28,4%. Buscando reduzir ainda mais os casos no município, que conta com unidades de conservação federais, estaduais e municipais, além de uma grande extensão de APA (Área de Preservação Ambiental), o Ministério Público Federal (MPF) começou a planejar junto com órgãos municipais, estaduais e federais, a Operação Abafa II. O primeiro encontro para alinhamento de trabalho foi realizado nesta segunda-feira (08.07) e já definiu que serão entregues notificações preventivas em pelo menos, 10 regiões indicadas pelo Corpo de Bombeiros como de maior incidência de queimadas. Além disso, outras medidas preventivas também podem ser adotadas dentro da ação, que será realizada durante todo período de estiagem – até o início de outubro.

A Operação Abafa foi realizada de maneira inédita no ano passado, quando foram entregues 186 notificações preventivas aos incêndios florestais na Posse, Taquaril e em Secretário. "Estamos mapeando os locais com mais casos de incêndio florestal para realizarmos a operação, que será ampliada para mais regiões neste ano", explica o tenente-coronel Gil Kempers, comandante do 15° Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Petrópolis.

Segundo dados do Corpo de Bombeiros, a iniciativa já apresentou resultado positivo: em 2016 foram 258 casos de incêndios florestais, contra 98 no ano passado. "Além da entrega das notificações, podemos incluir outras ações de prevenção, como a criação de trilhas de acesso e de aceiros. Dessa forma, a operação será fortalecida", pontua o procurador da República, Charles Stevan da Mota Pessoa.

Além da Operação Abafa, outras medidas de prevenção para as ameaças de inverno acontecem em Petrópolis. Dentro do Plano Inverno municipal, acontece a Blitz Verde e o mapeamento de área susceptíveis aos incêndios florestais.

Somente em junho, o Corpo de Bombeiros registrou 34 casos de incêndios florestais em Petrópolis. Com as ações previstas, a prefeitura espera a redução deste número.

Participaram da reunião no MPF representantes da Secretaria de Meio Ambiente, Polícia Militar, APA-Petrópolis, Revis Serra da Estrela, Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Reserva Biológica Estadual de Araras (Rebio Araras) e do Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso).

Com as obras de reforma e restauração prestes a começar, o Theatro D. Pedro recebe nesta terça-feira (09.07) um abraço simbólico comemorativo, a partir de 12h. O ato é organizado por um grupo que está criando a “SATHE”, Sociedade de Amigos do Theatro Dom Pedro, e conta com o apoio do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE). Na última semana, a prefeitura definiu – através de licitação – a empresa que ficará responsável pelas obras. O serviço vai custar R$ 1.686.000,00 e têm previsão de começar já no segundo semestre deste ano. O prédio não passava por grande reforma desde 2003.

“O abraço será em prol do teatro, que ficou fechado por muito tempo. Ficamos muito satisfeitos com o resultado da licitação e o abraço será quase que uma festa. Estamos comemorando esse resultado. A criação da SATHE tem como objetivo ajudar o poder público na administração do teatro. Podemos facilitar muita coisa, sem burocracia, desde pequenas ações a grandes projetos”, frisa o arquiteto Luciano Cavalcanti de Albuquerque, que deve presidir a entidade.  

A SATHE tem como finalidade angariar fundos e participar de outras associações e entidades, publicar obras artísticas alusivas ao Theatro D. Pedro, incentivar a conservação e preservação ao teatro, entre outras ações.

Durante o abraço simbólico, também deverão ocorrer intervenções artísticas, como a declamação de um poema.

Inaugurado em 2 de janeiro de 1933 pela família D'Ângelo, atualmente, o teatro conta com 500 lugares divididos em plateia, balcão e camarotes. O teatro foi construído unindo estilos arquitetônicos e decorativos de art-nouveau e art déco. A decoração interna reúne estilos geométrico, mitológico e futurista, como flores com corolas viradas para baixo. O espaço passou por pequenas intervenções também entre os anos de 2009 e 2011.

Petrópolis já tem data marcada para celebrar a influência italiana na cidade com a Serra Serata. De 18 a 22 de setembro, o Palácio de Cristal vai se transformar em uma verdadeira “piazza italiana”, valorizando a tradição e os costumes presentes em seus mais de 115 mil descendentes de imigrantes. E, claro, a gastronomia, reconhecida como uma das mais apreciadas no mundo todo, não poderá faltar. Para isso, a prefeitura está lançando edital para a licitação das barracas de alimentação da festa, que chega a sua décima edição em 2019.

As empresas ficarão responsáveis pelo preparo, serviço e comercialização de alimentos e produtos tipicamente italianos, além de souvenirs, espalhadas por sete barracas. O pregão acontece no dia 23 de julho, às 13h, no Centro Administrativo da prefeitura. As barracas têm lance mínimo estimado em R$ 2.351,92 para as de 4x4m; e R$ 611,50 para as que medem 2x2m. O edital completo será disponibilizado a partir desta quarta-feira (10.07), no site da prefeitura:www.petropolis.rj.gov.br.

Para que a festa não perca sua característica de preservação da cultura e do folclore italianos, o cardápio de produtos a serem comercializados deve ser tipicamente italiano, conforme cardápio sugerido pela Casa D’Itália. Nele estão delícias como: pizza, foccacia,bruschetta, polenta, spaghetti, gnocchi, risotto, frittata, entre outros.

A Serra Serata se originou da Festa Italiana, que teve suas quatro primeiras edições em Cascatinha, distrito onde muitos imigrantes se estabeleceram para trabalhar na Companhia Petropolitana de Tecidos. Além do apelo turístico que a festa ganhou, o evento tem grande importância pela participação de imigrantes italianos no desenvolvimento de Petrópolis.

O edital para a inscrição no Conselho Municipal de Inovação está disponível no site: www.petropolis.rj.gov.br/inovacao/conselho. As inscrições começaram nesta segunda-feira (08.07) e seguem até o dia 31 de julho. A documentação dos inscritos deverá ser entregue das 9h às 18h, de segunda à sexta feira, na Casa dos Conselhos. A eleição dos conselheiros ocorrerá no dia 16 de agosto. A criação do instrumento está prevista na Lei da Inovação, criada pelo poder público e que é pioneira no Estado.

O Conselho será deliberativo e terá como atribuições formular, propor, avaliar e fiscalizar as ações e políticas públicas de promoção da inovação para o desenvolvimento do município. No edital, disponível no endereço eletrônico, estão todas as informações sobre o processo de eleição. Os representantes das entidades que não fazem parte do governo e que quiserem votar e concorrer a uma vaga no conselho deverão entregar as inscrição em envelope lacrado endereçado a “Comissão Eleitoral do Conselho Municipal de Inovação” com a seguinte documentação: cópia do estatuto social ou documento legal que comprove a existência da entidade; ata de eleição da atual diretoria da entidade ou documento legal que comprove os representantes da entidade e ficha de inscrição devidamente assinada pelo representante legal da entidade.

O conselho contará com seis representantes do poder público municipal e seis representantes de entidades não governamentais. De acordo com o estabelecido na Lei Municipal nº 7.799/2019, a Lei da Inovação, as seis entidades não governamentais deverão ser eleitas em Fórum próprio, nos seguintes segmentos: três membros representativos das  instituições de ensino superior, tecnológico e profissionalizante estabelecidos no município e três membros representativos de associações empresariais, entidades representativas de categoria econômica, agentes de fomento, instituições públicas e privadas que atuem em prol da ciência, tecnologia e inovação, representantes de parques tecnológicos, incubadoras de empresa, representantes de fundos de investimentos  e/ou empresas de iniciantes Startups.

No dia 5 de agosto será realizada a análise da inscrição pela comissão eleitoral e homologação das entidades. Já entre os dias 6 e 8 agosto será o período para entidades entrarem com recursos. O Fórum de eleição será realizado no dia 16 de agosto, das 16h às 19h, na Casa dos Conselhos, com a votação entre os pares. A posse dos novos conselheiros será realizada no dia 28 de agosto.

Vale salientar que a condução do processo de eleição estará a cargo da Comissão Eleitoral para a eleição do Conselho Municipal de Inovação, formada a partir da Portaria nº 03/2019 da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. A Comissão permanecerá em atividade desde a posse dos seus membros até a nomeação dos candidatos (as) eleitos (as) para o Conselho Municipal de Inovação – CMI, que será feita através de portaria do Prefeito.

A solidariedade ganhou espaço em meio às comemorações do aniversário da Guarda Civil. Nesta segunda-feira (08.07), a corporação abriu mais uma campanha de doação ao Banco de Sangue Santa Teresa. Os agentes que puderem doar estão convidados a participar, assim como os amigos da instituição. A meta, como nas outras iniciativas do mesmo tipo, é aumentar o estoque do banco de sangue, que precisa de uma média de 70 a 80 doadores por dia.

Cada doação de uma bolsa de 470 ml de sangue é dividida em quatro fragmentos, cada uma com tempo armazenagem diferente. As plaquetas, por exemplo, que são usadas para coagulação, são guardadas por apenas cinco dias e, por isso, é necessário um fluxo constante de doadores. O banco de sangue atende à demanda gerada pelas duas UPAs do município, o CTO, o Hospital Unimed e o Hospital Santa Teresa, este último, referência no atendimento à vítimas de acidentes.

O captador de doações do Banco de Sangue Santa Teresa, Rodrigo Moreira, agradeceu a Guarda por mais uma campanha promovida pela instituição.

“Essa é uma ajuda sempre importante porque a gente precisa receber doações constantemente. Então essa mobilização que a Guarda sempre faz é importantíssima e salva vidas. O comandante Jeferson Calomeni sempre mobiliza e incentiva a corporação e isso ajuda a manter os estoques saudáveis. Só posso agradecer e convidar a todos que querem participar a seguirem esse bom exemplo”, diz.

Desde 2017, essa já é a oitava grande mobilização para doação de sangue feita pela Guarda. As campanhas vêm ocorrendo sempre no período anterior ao Carnaval, na época do aniversário da instituição e antes das festas de fim de ano.

“Essa campanha é fundamental, já que cada doação pode salvar até quatro vidas. Ela faz parte da nossa programação de comemoração de aniversário de 95 anos e eu convido a todos que podem participar para que venham e doem sangue, salvem vidas”, afirma o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni.

A campanha terá sequência até o próximo domingo (14.07). Quem quiser participar em nome da Guarda é só comparecer ao Banco de Sangue Santa Teresa entre 7h e 18h, na Rua Paulino Afonso, 477 – Bingen. Podem doar qualquer pessoa entre 18 e 60 anos, em bom estado de saúde e com mais de 50 kg. Jovens de 16 e 17 anos só podem doar acompanhados dos responsáveis. Para a doação, não é necessário fazer jejum, mas é recomendado não ingerir alimentos gordurosos três horas antes ou consumir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores ao ato. As restrições são apenas a diabéticos e pessoas que fizeram tatuagem ou colocaram piercing há menos de um ano ou fizeram procedimentos (como endoscopia) seis meses antes da doação.

Agente há 11 anos e doador frequente, Marcelo Jorge Nunes fez questão de participar desta campanha.

“É super importante a participação na comemoração do aniversário e também numa campanha solidária como essa. Não tem como estar aqui e não pensar nas pessoas que estão precisando de sangue e que a gente também pode precisa um dia. Nossa presença aqui também pode estimular outras pessoas a doarem”, ressalta.

Outro agente que fez a doação foi Sérgio Ricardo Machado, que tem 12 anos de corporação e sempre contribui com o estoque do banco de sangue. Mesmo de folga, ele compareceu logo na abertura da campanha.

“Essa campanha mostra que o guarda se preocupa em fazer o bem. Não apenas em fazer cumprir as leis, mas fazer ações voluntárias também”, acredita.

A programação de aniversário da Guarda Civil ainda inclui o encerramento da arrecadação de alimentos destinados a instituições de caridade; um culto evangélico na Igreja Metodista Wesleyana Central; uma confraternização entre as agentes; a solenidade na própria sede para adesão ao Estatuto Geral das Guardas; a sessão solene na Câmara de Vereadores; e a demonstração do trabalho feito pelos cães do canil na Praça da Liberdade.

A escolinha oficial de basquete do Flamengo está com 50 vagas para novos alunos para o segundo semestre. O núcleo atende crianças e adolescentes, de oito até 18 anos, no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber. As aulas acontecem às quartas (de manhã e de tarde) e sextas-feiras (tarde) com carga horária de 12 horas semanais. As inscrições podem ser realizadas na sede da Superintendência de Esportes e Lazer, que fica na Praça Visconde de Mauá, no Centro, ou no local em que ocorre a atividade.

O time carioca enxerga em Petrópolis uma possibilidade de encontrar novos talentos para o basquete. É feito o acompanhamento do desenvolvimento técnico dos alunos, além do clube disponibilizar o suporte necessário para os treinamentos, como uniforme, bolas e o lanche. Pode ser a oportunidade para um jovem da cidade se tornar atleta profissional da modalidade.

Inaugurada pela atual gestão, em 2017, o núcleo do Flamengo em Petrópolis funciona graças a uma parceria da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer, com o time carioca e a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude. O objetivo é que os jovens pratiquem e tenham mais acesso ao esporte, prevenindo doenças, garantindo mais saúde e qualidade de vida.

Além da escolinha, o governo municipal também mantém em aberto as inscrições para as atividades do programa Agita Petrópolis. A prefeitura mantém parcerias com projetos sociais e também oferece diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. Voltou a ser realizado neste ano o Festival das Comunidades - projeto itinerante pelas quadras comunitárias nos bairros da cidade.

A campanha do agasalho da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias arrecadou cerca de duas mil peças de frio. O material foi entregue nesta segunda-feira (08.07) para a equipe técnica da Secretaria de Assistência Social, que vai distribuir as doações para instituições de acolhimento do município. Esta foi a terceira edição da campanha, que arrecadou, aproximadamente, o mesmo número de peças no ano passado e em 2017.

Na sexta-feira (05), aconteceu a Festa Julina solidária da Defesa Civil, encerrando a ação de inverno. A doação de um agasalho serviu como ingresso para o público, que contou com barracas de salsichão, pipoca, cachorro-quente, canjica, bolos, pastel e refrigerante, além de música ao vivo.  A campanha contou com o apoio da GE Celma, da Legião da Boa Vontade e do Centro de Cidadania.

A GE Celma vai entregar 600 peças de frio para a Defesa Civil nesta semana. Já a LBV, no dia da Festa Julina solidária, fez a doação de 35 cobertores novos. Segundo Pedro Paulo Torres, relações institucionais da instituição, campanhas como essa estimulam o amor ao próximo e o espírito de solidariedade. "A gente precisa se colocar no lugar do outro e cada vez mais ajudar quem mais precisa", frisou.

A campanha do agasalho faz parte do conjunto de ações do Plano Inverno municipal, que busca enfrentar as ameaças da estação com ações em dois eixos: operacional e humanitário. Também está prevista uma ação inédita da Defesa Civil no Dia dos Pais, no Sanatório Oswaldo Cruz (SOC) em Corrêas, nos próximos meses.

Desde o início da atual gestão, a Defesa Civil já promoveu campanhas do agasalho com mais de seis mil peças de frio entregues para instituições de acolhimento; arrecadou chocolates colaborando com a Páscoa da Sociedade Pestalozzi; distribuiu rosas em lares de idosos da cidade no Dia das Mães, organizou a doação quatro campanhas no Banco de Sangue Santa Teresa, além de entregar fraldas no Dia das Crianças para a Creche Santo Antônio, da Paróquia de Santo Antônio e Santo Agostinho em Nogueira.

Corporação completa 95 anos na próxima sexta-feira (12.07) e promoveu a atividade neste domingo (07.07) entre o Circuito de Esporte e Lazer e o Parque Ipiranga

A semana de comemoração dos 95 anos da Guarda Civil teve início na manhã deste domingo (07.07) com uma caminhada dos agentes e amigos da corporação entre o Circuito de Esporte e Lazer, na Av. Barão do Rio Branco, e o Parque Ipiranga. A atividade esportiva reuniu cerca de 50 pessoas, que fizeram o percurso de 2,5 km e ainda puderam conferir uma apresentação do trabalho desenvolvido pelo canil da Guarda. O evento foi apenas o primeiro de uma série que vai preencher a semana e envolver a população até o próximo domingo (14.07) - o aniversário acontece na sexta (12.07).

"A Guarda Civil de Petrópolis é uma das mais antigas do Brasil e chega aos 95 anos cada vez mais fortalecida e com papel ainda mais importante para nossa cidade. A Guarda vem tendo uma participação muito grande na segurança do nosso município e está ainda mais próxima da população. O nosso compromisso é de ampliar ainda mais as condições de trabalho de todos os agentes e os bons resultados de todos os serviços prestados pela Guarda", destaca o prefeito Bernardo Rossi.

A ideia da caminhada veio a partir da intenção de incluir, na comemoração do aniversário, uma atividade esportiva. O objetivo que é esse evento seja ampliado e possa se tornar uma tradição na cidade.

"A partir de agora a gente começa a se preparar para o centenário da Guarda e nós queremos que a partir do ano que vem essa caminhada possa ser também uma corrida que faça parte do calendário esportivo da cidade. Nesse aniversário de 95 anos a gente só pode agradecer o reconhecimento que temos recebido sobre a nossa importância para o município. Nós temos mostrado com o nosso serviço de que, de fato, a Guarda está inserida no contexto da segurança pública. Ao longo dos últimos anos, cada guarda se capacitou para chegar no momento que a corporação vive hoje", ressalta o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni.

A caminhada foi puxada pelo golden retriever Chico, cão que faz o trabalho de cinoterapia. No Parque Ipiranga, foi a vez da pastora holandesa Scolt fazer uma simulação de detecção de drogas. Ainda neste espaço, os participantes puderam fazer uma confraternização com uma mesa de frutas.

Quem participou de todo evento foi a professora Adriana Rangel. Para ela, o trabalho da Guarda Civil é ainda importante pela atuação da Ronda Escolar - por isso, fez questão de marcar presença no evento.

"Quero parabenizar a Guarda Civil pelos 95 anos de prestação de serviços a Petrópolis. Tenho 28 anos de rede municipal de educação e só tenho a agradecer pelo apoio à segurança das escolas e aos nossos alunos. Minha vinda aqui é questão de gratidão. Achei ótima a iniciativa da caminhada, que venham acontecer outras e que a população petropolitana venha estar junto da    Guarda Civil nessas atividades", disse.

As comemorações do aniversário da Guarda vão atravessar a semana. Já nesta segunda (08.07) terá início a campanha de doação ao Banco de Sangue Santa Teresa, em que Guarda convida cada agente e a população que pode doar a fazer parte da ação. No dia seguinte, será finalizada a campanha de arrecadação de alimentos, que será destinada a instituições de caridade. Ainda na terça, será realizado um culto evangélico na Igreja Metodista Wesleyana Central.  Na quarta, será realizada uma confraternização entre as agentes femininas, que servirá de comemoração também ao primeiro ano de subcomando de Cláudia da Conceição, primeira mulher a alcançar o posto na história da corporação.  Na sexta, dia do aniversário, a Guarda promoverá uma solenidade na própria sede, oportunidade em que será feita adesão ao Estatuto Geral das Guardas. Mais tarde, haverá uma sessão solene na Câmara de Vereadores.

Prefeitura já concedeu 1.602 novos alvarás para novos empreendimentos este ano

Em 2018, o número total de alvarás emitidos foi 3.195, um aumento de 58% em relação a 2017

O perfil da economia de Petrópolis nos últimos anos é de empresas menores, em maior quantidade e de segmentos diferentes do que era comum nas últimas décadas. E em todas as áreas há crescimento de novas empresas seja na indústria, no comércio e em prestação de serviços. Este ano, até junho, foram criadas 26 indústrias, 82 lojas e 38 pontos de prestação de serviços. Além desses, mais 1.089 registros de Microempreendedor Individual (MEIs) em várias áreas. São 1.602 novos alvarás no total apenas este ano.  No período de janeiro de 2017 a junho deste ano são 62 novas indústrias, 505 lojas e 338 pontos de prestação de serviços além de 4.153 MEIs.

Petrópolis recebe mais de de 1,5 mil novos postos de trabalho considerando todas estas atividades só nos primeiros seis meses do ano. Os segmentos que mais têm surgido na cidade: a indústria da alimentação tem se mostrado forte e o comércio tem se expandido para regiões fora do Centro e também se ‘agrupado’ em determinadas áreas. O Valparaíso, além da gastronomia, se tornou ponto de muitas pousadas; Quitandinha de venda de veículos, por exemplo. E no trecho entre Corrêas e Nogueira uma pulverização de serviços.

Em 2017 foram criados 2.019 novos negócios. No ano passado a quantidade subiu para 3.195 novos empreendimentos, o que representa um aumento de 58%. O levantamento leva em consideração o número de novos empreendimentos nos setores industrial, comércio e serviços.

Entre as novas indústrias, destaque para os segmentos de alimentação e bebidas com 11 empresas e ainda de confecção e vestuário, com 7 empresas apenas nos seis primeiros meses deste ano.

Neste levantamento os novos negócios estão já estabelecidos e sendo produtivos.  E ainda há os que estão em fase de instalação. É o caso do Shopping Petrópolis com complexo de lojas, cinemas e apart-hotel que terá 3 mil postos de trabalho.

O Turismo é um dos impulsores do reaquecimento da economia. Trouxe resultados imediatos em dois anos e meio com a cidade tendo boa visibilidade no país atraindo cada vez mais visitantes e, conseqüentemente, fazendo surgir mais negócios de todas as áreas um positivo ‘efeito colateral’. E muita gente saiu da informalidade ou deixou o emprego formal e toca agora o próprio negócio. Desde 2017 são 4.153 microempreendedores individuais formalizados na cidade

Surgem novas áreas de comércio e serviços

“Acreditamos muito no crescimento econômico de Petrópolis, fizemos um estudo e foi por isso que escolhemos a área entre Corrêas e Itaipava para abrir um empreendimento. Estamos satisfeitos com o resultado e temos a expectativa de dobrar o número de pessoas atendidas em pouco tempo. Empreender ainda é um bom negócio, temos que acreditar. Petrópolis é uma potência”. O depoimento, do empresário Daniel Wayand, um dos proprietários do Crossfit Crown, recém instalado na Estrada União e Indústria, mostra um pouco do perfil de empreendedores que estão apostando em novos negócios em Petrópolis.

A academia de Crossfit de Daniel Wayand abriu em maio, no Centro Empresarial CorrêasMall e já está atendendo 80 alunos. “Conciliamos outros serviços para chamar ainda mais atenção do público. Estamos felizes em empreender em Petrópolis. Acreditamos na cidade e estamos felizes com o resultado”.

Antonio Alves e Monica de Fonseca, da Bili Pet, loja especializada em produtos pets, também decidiram empreender em Petrópolis. A loja, aberta no CorrêasMall, em março, já vem conquistando clientes fiéis. “Estamos apostando nos novos clientes que os condomínios que estão sendo construídos na região podem trazer para a nossa loja. Também apostamos no conforto porque a área tem grande estacionamento e o empreendimento vai receber novas lojas e poderá funcionar como um ponto de referência na região com comércio de qualidade”, contou Monica de Fonseca.

E foi pensando em empregar até oito pessoas, que o empresário André Freitas também alugou um espaço em Corrêas para abrigar uma drugstore, bem no estilo americano, com oferecimento de remédios, produtos naturais e complementos. A expectativa é de que a loja seja aberta em setembro.

“A intenção é a de contratar entre 6 e 8 funcionários justamente para oferecer um atendimento diferenciado. Estudamos o mercado e percebemos que não existe esse tipo de negócio nessa região. Queremos atender público de Itaipava, Corrêas e Nogueira e a expectativa é a melhor possível. Petrópolis tem um mercado em crescimento e estamos apostando nisso”.

“Os pedidos de alvará mostram que os novos empreendedores estão apostando no mercado financeiro, estabelecendo até cronograma com perspectiva de crescimento, uma ótima notícia para economia petropolitana”, afirmou a secretária de Fazenda, Elaine Nascimento.

Em Corrêas, o Centro Comercial Prado, também recebeu novas lojas nos últimos meses. O chef executivo Marcos Ribeiro atua em dois restaurantes que foram abertos em março, Katsura e Bom Appetti. São oito funcionários e cada loja. “O movimento está bom. Os moradores da região estão prestigiando as lojas. A gastronomia é um setor que está em constante evolução e, por estarmos atentos ao mercado, acreditamos muito que o movimento deve aumentar nos próximos meses. Estamos sempre nos reinventando para agradar os clientes e conquistar cada vez mais admiradores”, disse Marcos Ribeiro.

Em Itaipava, a Drogaria Venâncio, que foi aberta em maio, emprega 23 pessoas e comemora o aumento do movimento a cada dia – cerca de 250 pessoas passam pela loja em dias movimentados.

“O movimento está ótimo. A escolha do local para sediar uma nova farmácia da rede foi acertada. Recebemos muitos clientes do Rio de Janeiro e estamos satisfeitos com o movimento, sempre acreditando que deve aumentar porque as pessoas gostam da loja, das promoções e sempre dizem que vão retornar”, disse a farmacêutica Ana Luiza Lopes.

Novidades no Centro Histórico

No Centro Histórico, a expectativa é a inauguração de um complexo com apart-hotel que está na fase final de construção. O empreendimento prevê 776 vagas de estacionamento, Centro de Convenções e 3 mil empregos diretos quando o – Shopping Petrópolis -  iniciar seu funcionamento.

A obra, que está em fase final, tem hoje 200 operários trabalhando e segue em ritmo intenso. Com 60 mil metros quadrados o empreendimento, instalado na Rua Marechal Deodoro, é um complexo com áreas integradas que unem um apart-hotel com 60 quartos, 113 salas comerciais, 128 lojas, praça de alimentação, cinco salas de cinema -  com capacidade para mil pessoas.

Período deverá receber mais de 1 milhão de turistas

Expectativa da Turispetro é de que 80% dos leitos de hotéis e pousadas da cidade estejam ocupados nos fins de semana de inverno

Melhor período para o turismo de Petrópolis, se engana quem pensa que a alta temporada terminou junto com a Bauernfest. Até agosto, o município espera receber milhares de visitantes que vêm em busca do friozinho da Serra neste inverno e lotam hotéis e pousadas por todo município. Entre maio e agosto a expectativa é de que passem pela Cidade Imperial mais de 1 milhão de turistas. Muitos vêm atraídos também pelos diversos eventos que pipocam neste período, principalmente os festivais de inverno e gastronômicos. Só este mês, tem Festival Sesc de Inverno, Serra Wine Week, Festival de Fondues, Racletes, Caldos e Cremes, Festival Harmonia, AgroSerra, festas julinas, entre outros. Em agosto, o destaque é o Bunka-Sai.

Nota A no Mapa do Turismo Nacional e um dos principais indutores do turismo no estado, Petrópolis tem encontrado no setor uma importante ferramenta para aquecer a economia. Só com a Bauernfest, foram R$ 55 milhões injetados, com a vinda de mais de 450 mil pessoas para o evento, em 17 dias. 

Com uma média de 2 milhões de visitantes por ano, Petrópolis recebe metade desse público nesses quatro meses de temperaturas mais baixas. A programação cultural é um dos principais aliados dos circuitos turísticos para atrair público de fora da cidade.

Em restaurantes, hotéis e pousadas, a gastronomia e os vinhos são os destaques da estação mais fria do ano. Já estão abertos, por exemplo, o Serra Wine Week, evento que reúne vinhos a preços promocionais escolhidos por renomados sommeliers, de 04 a 14 de julho, em 20 estabelecimentos; e o Festival de Fondues, Racletes, Caldos e Cremes de Petrópolis, de 1º a 31 de julho, com 37 estabelecimentos participantes, menus especiais e oficinas gastronômicas gratuitas.

Ainda voltado pra gastronomia, de 26 a 28 de julho, o distrito de Secretário recebe o AgroSerra - da Roça ao Prato, que nasceu com o objetivo de valorizar pequenos empreendedores na região. O evento vai contar com oficinas, degustação, programação cultural, entre outros. Entre os destaques está a participação do chef Roberto Ravioli, do programa da TV Globo, É de Casa.

Para o que procuram mais agitação, o Festival Sesc de Inverno, de 19 a 28 de julho – e que tem o apoio da Prefeitura - vai reunir literatura, cinema, música, teatro, dança, circo e artes visuais, com grandes shows em Petrópolis, como Titãs, Anavitória, Vanessa da Mata, Elza Soares e MV Bill. O evento acontece no Sesc Quitandinha e Nogueira, além do Parque Municipal, em Itaipava, entre outros espaços públicos. E por falar no Parque Municipal, nos dias 27 e 28 deste mês, o lugar recebe o “Harmonia”, evento que mescla arte, música e gastronomia. O festival vai contar com grandes chefs de cozinha e atrações culturais que têm como objetivo mexer com todos os sentidos do público. Entre as atrações já confirmadas estão o renomado chef francês Frederic Monnier e a cantora Mart’nália.

Durante todo o ano, Petrópolis conta com intensa programação cultural, com eventos de todos os segmentos, festivais e festas temáticas, como o Bunka-Sai, em agosto, o Serra Serata, em Setembro, e o Natal Imperial, entre novembro e janeiro.

Contratada, empresa não realiza os eventos de maneira adequado e nem devolve o valor pago pelos clientes

Da expectativa de uma festa dos sonhos à frustração de ser vítima de um golpe. Assim é a situação de pelo menos oito pessoas que buscaram o Procon Petrópolis na tentativa de garantir seu evento ou ter de volta o valor pago à empresa Luiza Lima Eventos ME. Falta de respostas da empresa, inclusive ao órgão de defesa do consumidor, foi o que motivo de o caso ser levado à polícia. Nesta sexta-feira (05.07), uma notícia-crime foi entregue na 105ª Delegacia de Polícia, com base no artigo 171 do Código Penal, por crime de estelionato.

Uma das vítimas da empresa, foi Virginia Castro, que amargou um prejuízo superior a R$ 14 mil. Ela fez a contratação da festa de 15 anos da filha um ano e meio antes da data do evento, realizando o pagamento, conforme acordado, mas, às vésperas da data, foi informada por uma terceira pessoa que os serviços contratados não seriam cumpridos. No pacote pago à Luiza Lima Eventos estavam incluídos o serviço de buffet e decoração.

“Fechei em janeiro de 2018 o contrato para a festa em junho de 2019. Era um sonho que estava disposta a realizar para minha filha e, mesmo tendo me programado com muita antecedência, me vi em apuros. Na contratação, a empresa incluiu o serviço de cerimonial que depois disse não estar no pacote e disse que iria oferecer o serviço de open bar de brinde. Com todo o valor já pago, tentava, em vão, contatar a empresa, que nunca respondia. Faltando uma semana é que fomos saber que não teríamos o que foi contratado”, conta Virgínia.

Com os convites enviados aos convidados, a alternativa de Virgínia foi pegar um empréstimo e viabilizar a festa para garantir que a festa acontecesse e, desde então, ela tenta conseguir o valor ressarcido com a empresa que descumpriu o contrato. A vítima foi até o Procon para denunciar a situação e já levou o caso à polícia. Como ela, outros casos de festas de 15 anos e até casamentos foram relatos ao órgão. Denúncia que vão da falta de comunicação pela prestadora dos serviços, até o descumprimento de contrato entregando um serviço muito inferior ao acordado pelas partes.

A denúncia encaminhada à 105ª Delegacia de Polícia, pelo coordenador do Procon, Bernardo Sabrá, toma como base o artigo 171 do Código Penal, por crime de estelionato, que tem como punição reclusão de cinco anos e multa. O Código de Defesa do Consumidor prevê que se o contrato não for cumprido, o consumidor poderá exigir obrigação da sua realização, se for antes do evento, nos termos do contratado; aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente ou rescindir o contrato, com direito à restituição da quantia paga, monetariamente atualizada.

“É obrigação da empresa, caso o serviço contratado apresente problemas de qualidade, que a empresa reexecute os serviços, sem custo adicional e quando cabível ou restitua de forma imediata a quantia paga. Caso o contrário, o contratante pode entrar até com dano moral e material”, explica o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá, solicitando que se outras pessoas que tiverem sido lesadas pela empresa busquem o Procon para denunciar.

O clima frio não desanimou o público da Festa Julina das escolas da rede municipal e instituições do CMDCA – Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, que ocorreu neste final de semana no Parque Municipal, em Itaipava. Nos dois dias o público lotou a área destina à festa, prestigiou as apresentações de dança dos alunos e aproveitou para degustar as delícias preparadas especialmente para a festa.

Mais de 300 crianças, de várias unidades escolares e instituições participaram das danças caipiras. Além disso, a criança pôde brincar no pula-pula e escorrega gigante, disponibilizado gratuitamente para os visitantes.

Bruna Fontainha, mãe de Lucas e Théo, de quatro e sete anos, alunos da Escola Beatriz Zaleski, também aprovou a programação. "Adorei a festa, é uma oportunidade de confraternizar entre outros colégios. O Lucas não queria dançar, mas, entrou na última hora e adorou. O Théo estava super ansioso, ensaiou a semana inteira", disse.

Letícia Carvalho, mãe de Rihanna Carvalho, de nove anos, aluna da Escola Amélia Antunes Rabelo, destacou a empolgação da criança. "Foi muito legal, eu gosto muito desse tipo de festa. Ela falou a semana toda da festa, estava muito animada. Ficou um pouco tímida com as pessoas olhando, mas, dançou bem", falou.

Durante os dois dias de evento foram arrecadados alimentos não perecíveis que serão doados a instituições da cidade.O levantamento do que foi arrecadado será apurado e divulgado.

Notícias por data

« Julho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo