Famílias vão assinar todos os contratos e começam a organizar o processo de mudança já no dia seguinte com eleição dos síndicos

No dia do aniversário de 177 anos da cidade, na próxima segunda-feira (16.03), o presente será a entrega do conjunto habitacional do Vicenzo Rivetti. Após pouco mais de três anos da retomada da obra, todas as 776 famílias beneficiadas vão assinar os contratos para realizar o sonho de receber de volta a casa própria. A partir disso, haverá a eleição dos síndicos – já no dia seguinte – e a organização do processo de mudança das famílias, que pode levar até um mês e meio.

Nestes últimos dias antes do evento da próxima segunda-feira (16.03), a prefeitura está realizando uma série de ações no entorno do local para deixar tudo pronto. Nesta quinta (12.03), a calçada foi construída ao lado da entrada de dois dos condomínios, uma equipe preparou calçamento e também houve a instalação de ponto de ônibus. Foram feitos capina e plantio de mudas, além da sequência da limpeza dos apartamentos. Ainda foram feitas instalações de postes de iluminação pública.

O Vicenzo Rivetti é o maior conjunto habitacional já feito na história de Petrópolis. Essas moradias vão ser entregues para pessoas que estão esperando há mais de 30 anos, desde a chuva de 1988, e também para vítimas da tragédia de 2011. 

O conjunto habitacional do Vicenzo Rivetti é destinado para pessoas que ficaram desabrigadas por causa de chuvas no município e que se enquadram na faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida, com renda familiar de até R$ 1,8 mil por mês. São 18 blocos construídos em três condomínios – dois deles com 300 unidades e o último, com 176. Os apartamentos possuem 49 m² e contam com dois quartos, sala, cozinha/área de serviço e banheiro. Os condomínios ainda vão contar com áreas de lazer infantil (parquinho e quadra esportiva) e salão de festas. Das 776 moradias, 3% serão destinadas para famílias que possuem pessoas com deficiência.

Ele começou a ser construído em 2013, mas as obras foram paralisadas pela empresa anterior já no ano seguinte. Só em 2017, já no governo Bernardo Rossi, os trabalhos ganharam ritmo, quando tinham apenas 5% de conclusão.

O município é responsável pela infraestrutura de entorno, como o arruamento e construção da rede de esgoto; pela implantação equipamentos comunitários – creche e UBS; e ainda com o trabalho na área social de capacitação profissional dos futuros moradores e orientação para gestão dos condomínios.

Eleição de síndicos e mudança das famílias

Já na terça-feira (17.03), serão eleitos os síndicos dos três condomínios. Essa eleição será organizada pela empresa que realiza o trabalho de gestão condominial, a AJR. Com os nomes definidos, a empresa vai auxiliar na formalização legal do condomínio, como criação de CNPJ e abertura de conta bancária. Os síndicos serão os primeiros beneficiários a se mudar para o conjunto habitacional e, em seguida, eles vão organizar o cronograma de mudança de cada família.

Esse procedimento é necessário porque o Código Civil prevê que não pode haver um condomínio sem representação legal. É o síndico que responde legalmente e pela administração dos condomínios.

Neste período, os ajustes que foram apontados pelos moradores durante as vistorias prévias aos apartamentos serão providenciados pela AB Construtora.

Petrópolis não possui nenhum caso confirmado da doença. Quatro pacientes se encontram em observação aguardando resultado dos exames

A Secretaria de Saúde tem acompanhado de perto todos os casos suspeitos de contaminação por coronavírus na cidade. Até o momento, unidades de saúde, públicas e privadas, já registraram oito casos em Petrópolis. Quatro deles são referentes ao mês de fevereiro. Destes todos já obtiveram resultados negativos pelos laboratórios do Estado. Em março, mais quatro casos ainda aguardam confirmação. Um casal que realizou uma viagem ao Egito, com escala nos Estados Unidos no regresso ao Brasil, permanece internado no Hospital Santa Teresa (HST). Nesta terça-feira (11/03), uma mulher de 57 anos que retornou de Portugal e fez escala em Madrid deu entrada na UPA Centro com quadro suspeito. Ela foi prontamente atendida e liberada para isolamento domiciliar. Também nesta terça-feira (11/03) um homem de 68 anos recém chegado de Orlando, nos Estados Unidos, deu entrada no HST, atendido e aguarda, em casa, o resultado dos exames.

Mesmo sem a obrigatoriedade por parte do Ministério da Saúde em relação a um plano de contingência, a Secretaria de Saúde já montou o documento. O plano prevê as ações a serem tomadas, desde medidas de orientação para a prevenção, até o atendimento. Ainda nas próximas semanas, entram em funcionamento unidades centralizadas de atendimento aos pacientes com suspeita de coronavírus. Serão pontos de apoio de 40 metros quadrados montados no estacionamento do Centro de Especialidades Maria Célia Machado, que fica ao lado da UPA Centro, e funcionará durante 24 horas com equipe especializada contendo um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e um socorrista com ambulância. O protocolo do Ministério da Saúde aponta que são considerados casos suspeitos de coronavírus os pacientes que apresentem febre, tosse, dores no corpo, secreção nasal e histórico de viagem aos países onde já foram registrados casos de transmissão da doença entre pessoas.

O plano conta, também, com todo o esquema que será aplicado para monitoramento dos casos suspeitos que poderão ser cuidados em casa, da internação e isolamento de pacientes em casos mais graves, atuação das unidades e equipes de saúde em caso de surto do coronavírus, entre outros procedimentos que poderão ser colocados em prática de acordo com as necessidades apresentadas.

O plano faz uma escala de situação que pode surgir apresentando resposta a cada uma delas. O telefone 192 do SAMU poderá ser acessado para dúvidas de pacientes com suspeita da doença.

A programação do aniversário da Cidade Imperial, na segunda-feira, dia 16 de março, vai contar também com uma apresentação de samba com a escola Império de Petrópolis. O show, gratuito, acontece na Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia), a partir de 19h. Não só no dia do aniversário, mas durante todo o fim de semana, uma programação cultural especial é realizada em diversos pontos do Centro Histórico.

A Império de Petrópolis foi a representante da cidade no Carnaval carioca e vai apresentar parte do que mostrou na avenida. Com um enredo que falou sobre a cerveja, a agremiação conquistou os jurados e subiu de categoria. O grupo ficou entre as oito classificadas para passar do Grupo de Avaliação ao Grupo de Acesso da Intendente Magalhães, em Madureira, que é a base para as escolas do grupo de acesso do Sambódromo.

Solenidades

Na segunda-feira, as solenidades começam com uma missa celebrada pelo Bispo Diocesano de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, às 9h30, na Catedral São Pedro de Alcântara. Em seguida, às 10h30, acontece uma homenagem a Júlio Frederico Koeler, na Praça Princesa Isabel, seguida de uma homenagem ao Imperador D. Pedro II, na Praça D. Pedro, às 11h, e, logo após, o parabéns para a cidade, às 11h30.

Petrópolis Sommer Festival

Já na sexta-feira (13) será aberto o Petrópolis Sommer Festival, com uma temática totalmente germânica que vai desde a sua decoração e ambientação, passando por diversas atividades culturais, como dança folclórica, desfiles temáticos, jogos típicos, concursos, até gastronomia, cervejas locais, chope a metro, entre outras atrações que resgatam as tradições dos colonizadores. O evento acontece até o dia 16 de março, na Rua Alfredo Pachá, no Centro, com entrada gratuita.

Praça Visconde de Mauá com Deguste, feira EcoSol e shows

Também na sexta, abre a edição “Viva Petrópolis, da Deguste, em comemoração ao aniversário da cidade. O evento, que acontece também no sábado, conta com cervejas artesanais, gastronomia, música e recreação infantil, na Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia).

No mesmo espaço, só que também no domingo e na segunda acontece a feira EcoSol, com diversos produtos locais. Além disso, a prefeitura promove na praça uma série de atividades: no domingo tem oficina de percussão e ritmos nordestinos, às 14h; oficina de dança com forró e passinho, às 15h, Forrozeando, às 16h; e tributo a George Benson, às 19h.  Já no domingo tem Coral Pró Tempore, às 10h; Forró dá Choro (roda de forró com chorinho), às 14h; Bloco Fole & Folia, às 16h; Grupo de Passinho da Serra, às 17h20; Fole & Folia novamente, às 18h, e encerrando com a Império de Petrópolis, às 19h.

Bandas Marciais

Tradicionais em Petrópolis, as bandas marciais também fazem parte da programação. No domingo, tem apresentação da Banda Musical Euterpe, às 10h, no Alto da Serra. Na segunda, no mesmo horário tem apresentação da Banda Marcial Frei Aniceto, nas escadarias dos Correios; Banda Marcial Imperial Petropolitana na Praça da Liberdade; Banda Wolney Aguiar na Praça D. Pedro; e Banda Musical 1º de Setembro na Praça Paulo Carneiro.

Comunidade Católica Jesus Menino celebra 30 anos

Também no fim de semana de aniversário da cidade, no domingo (15), o Parque Municipal, em Itaipava recebe um grande evento, das 9h às 18h, que vai reunir cantores da música católica para celebrar os 30 anos da Comunidade Católica Jesus Menino. Na programação estão cantores renomados da Igreja Católica, como Thiago Brado, Ghislaine Cantine, Italo Villar, banda Anjos de Resgate, Totô da banda Expresso HG, entre outros. Marcos León e Guto Brinholi, também produtor do documentário Human Life, serão atrações internacionais no evento. Além desses artistas, várias bandas e cantores da Diocese de Petrópolis e de outros estados do país estarão presentes.

Ginásio atende mais de 800 pessoas mensalmente e pode receber até duas mil

O Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, no Caxambu, está com vagas abertas para novos alunos nas 14 modalidades oferecidas no espaço. Os interessados podem se inscrever diretamente no ginásio, que fica na Rua Flávio Cavalcante, sem número, ou através do telefone: 2233-1218. Atualmente, são mais de 800 pessoas - entre adultos e crianças - atendidas mensalmente e o local pode receber até duas mil.

Diariamente são oferecidas aulas de futsal, vôlei, handebol, basquete, basquete 3x3, jiu-jitsu, muay thai, karatê, judô e capoeira, de segunda à sexta-feira, de 10h às 18h, para o público infantil. Para os adultos, existem turmas de dança, ginástica, alongamento e de bocha adaptada. A comunidade conta também com um horário para o futsal adulto masculino, atendendo a um desejo antigo dos moradores do Caxambu.

Nesta terça-feira (12.03), de 9h às 10h, aconteceram aulas de futsal e de ginástica. "Enquanto meu filho está jogando bola, eu faço meus exercícios. Já estou aqui no CIE há quase um ano e só posso agradecer. Precisava melhorar minha saúde por recomendação médica e aqui é maravilhoso, já que somos acompanhados de profissionais capacitados", disse Silvana Oliveira, moradora do Caxambu.

Além do CIE, a atual gestão já entregou as quadras comunitárias dos bairros Morin e Pedras Brancas. Estão em obras os espaços na Comunidade do Alemão, Vila São José, Posse e Oswaldo Cruz. No Vale do Carangola e no Amazonas (Quitandinha), os trabalhos terão início em breve. Também irão passar por intervenções as quadras no Independência e Bairro da Glória.

As escolas da rede municipal também realizarão a partir deste mês, atividades focadas no direito das mulheres. O objetivo, segundo a Secretaria de Educação é o de divulgar o "Programa Maria da Penha vai à escola" e a campanha "Agosto Lilás", aprovados pela Lei nº 7767 de 25 de fevereiro de 2019 e que fortalecem as ações direcionadas ao público feminino.

De acordo com a Secretaria de Educação o objetivo é o de conscientizar os jovens sobre o respeito as mulheres através de palestras, debates, encontros, panfletagem, eventos e seminários que também divulgarão a Lei Maria da Penha.

O programa se inicia em março e terá sua culminância em agosto quando todo o município será convidado a aderir à campanha “Agosto Lilás”.

Vale salientar que em 2016 a Lei Maria da Penha completou 10 anos de existência, desde então, o mês de agosto foi escolhido para receber a campanha Agosto Lilás. O objetivo é informar e sensibilizar toda a sociedade sobre a Lei Maria da Penha e as formas de combate à violência contra a mulher.

Calendário começou na última quinta-feira (05.03) na E.M. Paulo Freire

Uma semana após a abertura do calendário de atividades, 18 trabalhos já foram desenvolvidos para o Defesa Civil nas Escolas. Nesta quinta-feira (12.03), os agentes estiveram na E.M. Jandira Bordignon, no Quitandinha, e no CEI Professora Tina Grazinoli, no Centro, desenvolvendo as tarefas relacionadas ao programa. Mais de 50 alunos participaram do jogo da turma do Pedrinho e de palestras com os temas Defesa Civil e Educação Ambiental.

Na quarta (11), as equipes estiveram na E.M. Marcelo Alencar, no Espírito Santo, na E.M. Stefan Zweig, no Quitandinha e na E.M. Prefeito Jamil Sabrá, no Centro, realizando as atividades do programa. O calendário começou com a entrega de quatro trabalhos desenvolvidos na E.M. Paulo Freire.

Neste semestre, todas as escolas da rede municipal irão realizar trabalhos envolvendo as ameaças de inverno: incêndio florestal e estiagem. As estaduais e particulares também estão sendo convidadas. 

Ainda neste mês, a Secretaria de Defesa Civil vai premiar as escolas que foram destaque no ano passado. Ao todo, 49 instituições produziram quatro ou mais atividades em cada semestre e são consideradas escolas ouro. Outras 17 fizeram três trabalhos e são prata e 19 são bronze, já que desenvolveram duas tarefas sobre as ameaças de cada estação.

Programa genuinamente petropolitano, o Defesa Civil nas Escolas envolveu 212 instituições de ensino no ano passado, sendo 180 da rede municipal, 30 particulares e outras duas estaduais, em 1.239 atividades. Pioneiro no país e referência no Estado na prevenção de desastres, a atividade está alinhada à estratégia internacional de redução do risco de desastres das Organizações das Nações Unidas (ONU).

Outro reconhecimento importante é que o município foi selecionado para sediar o encontro da ONU sobre escolas seguras e cidades resilientes no Brasil. As Nações Unidas ainda irão anunciar a data do evento, que acontecerá neste ano.

Foco na Educação Patrimonial

A comemoração pelos 177 anos de Petrópolis vai contar, também, com uma exposição de fotos tiradas por alunos de dez escolas da rede municipal. Após participarem de oficinas e aulas práticas sobre educação patrimonial, os estudantes foram incentivados e eternizar nas fotografias, paisagens da cidade. O resultado poderá ser apreciado durante a mostra que recebeu o nome “Amo minha cidade, amo meu distrito”, que será aberta oficialmente no dia 17 de março, às 14h, na Praça CEU, na Posse.

Além de fotos, um vídeo mostrando a participação dos estudantes nas oficinas e nas aulas práticas de fotografias também será divulgado durante a abertura da exposição.

Participaram da atividade alunos das escolas: EM Oswaldo da Costa Frias, Escola Municipalizada Moysés Furtado Bravo, EM Beatriz Zaleski, EM Hildebrando de Carvalho, EM Félix Wan Erven de Barros, EM Arnaldo Dyckerhoff, Escola Municipalizada Avelino de Carvalho, EM Taquaril – na Posse e, também, estudantes da EM Carlos Canedo, em Pedro do Rio; EM Augusto Pugnaloni, de Itaipava.

A atividade, de acordo com a Secretaria de Educação, tem como objetivo provocar uma maior reflexão crítica sobre a diversidade, a beleza e a riqueza do patrimônio cultural e natural brasileiro.

Atividades vão abrir 315 vagas em consultas especialmente voltadas às mulheres

Em um trabalho inédito na cidade, o Hospital Alcides Carneiro (HAC), referência na saúde de Petrópolis, vai abrir a marcação de consultas especiais voltadas ao público feminino. A atividade faz parte das comemorações ao mês da mulher. Serão, ao todo, 315 vagas para consultas no ambulatório, sendo 285 distribuídas para cardiologia, ortopedia, cirurgia geral, cirurgia plástica, nutrição, clínica médica e coleta de preventivo realizado por enfermeiros. Logo após, mais 30 vagas serão disponibilizadas para dermatologia clínica.

O trabalho conta com o apoio da Secretaria de Saúde, Secretaria de Assistência Social e APPO. O mutirão terá início no próximo dia 19 de março às 17h, e vai contar com ações diferenciadas, como reiki, shiatsu e corte de cabelo. De acordo com a diretora administrativa do hospital, Adriana Vogel, uma excelente oportunidade para as mulheres que precisam de uma consulta nestas especialidades.

“É importante, também, ressaltar o acesso que esse mutirão noturno proporciona às pessoas que trabalham em horário comercial e não podem comparecer aos nossos mutirões aos sábados. Além de ser um evento direcionado ao cuidado com a saúde da mulher petropolitana”, disse.

Em 2020 o hospital já tem um quadro pré-programado relativo aos mutirões. Em março foram iniciadas as cirurgias urológicas. No próximo mês, em abril, será a vez das cirurgias de vesícula. Maio será a vez das cirurgias de hérnia e, junho, cirurgias de tireoide. Outras novidades são relativas a projetos na infraestrutura hospitalar e atendimento aos pacientes.

Entender a cultura como um direito de todos; reconhecer a prática cultural como uma importante atividade econômica para o município; promover a produção e o acesso cultural em todas as suas formas considerando a diversidade. Esses são alguns dos parâmetros que permeiam o Plano Municipal de Cultura, que, após 10 anos, está sendo revisado para que seja criado um novo documento. Para isso, é necessário entender a atual realidade e as necessidades de cada área dentro da cultura, como artes plásticas, música, dança, entre diversas outras, que, agora, começam a ser convocados para reuniões de trabalho que vão traçar os rumos do setor na cidade.

O Plano Municipal de Cultura de Petrópolis, criado em 2010 pela lei 6806, é decenal e, por isso, é necessário que agora, em 2020, seja realizado mais que uma revisão, ou seja, um processo de elaboração de um novo plano. O trabalho aborda três aspectos básicos: o diagnóstico, as diretrizes e o funcionamento do Sistema Municipal de Cultura. A ação faz parte do plano de governo da atual administração do município.

Entre os avanços do novo texto está a modernização, com a inclusão de setores que antes não existiam, como as que usam novas tecnologias, além da inclusão de novas cadeiras no Conselho Municipal de Cultura (CMC). 

Petrópolis foi uma das primeiras cidades do Brasil a consolidar o seu Sistema Municipal de Cultura, um desdobramento do Sistema Nacional de Cultura, que é um instrumento de gestão compartilhada de políticas públicas de cultura entre os municípios e a sociedade civil. O objetivo é fortalecer as políticas culturais por meio de institucionalização e ampliação da participação social para promover desenvolvimento – humano, social e econômico – com amplo acesso a bens e serviços culturais.

Depois da elaboração da minuta do texto do novo plano, uma audiência pública será realizada para que toda a população também tenha voz. Em seguida, a minuta ficará disponível no site da prefeitura e será aberto o prazo para o recebimento de críticas, correções e sugestões, que serão analisadas pela comissão responsável. Com a proposta finalizada, ela será encaminhada ao conselho Municipal de Cultura para aprovação em plenária. Em seguida, deve ser apresentado uma minuta de projeto de lei para o prefeito, para que envie para a Câmara. Como o plano atual é anexo de uma lei, somente por outra lei poderá ser modificado.

“Vale lembrar que a comissão responsável está finalizando o planejamento interno e, em seguida, dará início às convocações. Cada representante das cadeiras do Conselho Municipal de Cultura auxiliará na convocação de seu segmento, mas é imprescindível a presença do maior numero de agentes culturais possível, de modo que os interessados podem também serem agentes multiplicador para divulgar a reunião”, explica Marcos Pinho, um dos membros da comissão.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Março 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo