Intenção é evitar aglomerações por causa do risco de contaminação pelo coronavírus

O prefeito anunciou - durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira (13.03) - as medidas que serão tomadas pela prefeitura como forma de prevenção por causa do risco de contaminação pelo coronavírus. O município está se antecipando e adiando os eventos que contariam com grande público por, pelo menos, 30 dias. O prefeito também anunciou o adiantamento de 15 dias das férias escolares e o pagamento de 25% do 13º salário dos aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público do Município de Petrópolis (Inpas). Além disso, na UPA Centro, será mantido um ponto de apoio para atendimento 24 horas das pessoas com suspeita da doença. Na cidade, há seis casos suspeitos, aguardando a confirmação dos exames. Ainda será criado um grupo de notáveis com a participação de profissionais da área de saúde e infectologistas da rede pública e privada.

O prefeito montou um gabinete de crise pela manhã com todo o secretariado e com o presidente da Câmara Municipal para discutir as ações emergenciais a serem adotadas. Os eventos relacionados ao aniversário da cidade estão suspensos, dentre eles as solenidades oficiais – exceto a missa celebrada pelo Bispo Diocesano de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, às 9h30, na Catedral São Pedro de Alcântara -, a Deguste, o Petrópolis Sommer Festival, além do evento em comemoração aos 30 anos da Comunidade Católica Jesus Menino, no Parque Municipal, em Itaipava. Projetos financiados pelo Fundo Municipal de Cultura também foram adiados.

Ainda na manhã de hoje (13), o prefeito esteve reunido com profissionais de saúde de unidades públicas e privadas. Na oportunidade, foi apresentado o Plano de Contingência da Secretaria de Saúde. O chefe do executivo anunciou ainda que vai antecipar 25% do 13º salário dos aposentados e pensionistas do Inpas e a distribuição de kits de higiene pessoal para esse grupo.

Apesar de não ter nenhum caso confirmado, seguindo a orientação da Secretaria de Estado de Saúde, o município já está se preparando para atender casos de todos os níveis. Quem apresentar problemas respiratórios e demais sintomas da doença, deve ir para o ponto de apoio da UPA Centro. O espaço vai funcionar 24 horas e os atendimentos serão realizados pelas equipes do SAMU, para que não ocorra desfalque de profissionais nos hospitais. O telefone do SAMU é o 192 e a população pode ligar para esclarecer dúvidas e obter mais informações. Saúde também está preparando o segundo andar do DIP com leitos específicos - caso seja necessário a internação mais grave de pacientes. Vale salientar que, em 80% dos casos, as pessoas podem ficar em quarentena domiciliar.

A Secretaria de Saúde também já capacitou servidores para dar suporte nos atendimentos. Além disso, na última semana, realizou reuniões com as diretorias dos hospitais particulares e repassou as normas e orientações para atendimento dos pacientes que procurarem auxílio nos equipamentos particulares. Os idosos podem procurar atendimento nas unidades de saúde mais próximas de suas casas para orientações caso seja necessário.

As férias escolares da rede municipal serão antecipadas para a próxima terça-feira (17.03) e valem por 15 dias.  Com relação as escolas particulares, o governo ainda vai se reunir com representantes das unidades para definição. A Educação suspendeu ainda os cursos e reuniões com servidores da rede. A contação de história que acontece no Museu Casa do Colono foi temporariamente suspensa. O Centro de Cultura Raul de Leoni está fechado para exposições, ensaios e visitas. Já a Biblioteca Municipal está funcionando para empréstimo de livros.

A Secretaria de Assistência Social está suspendendo as reuniões de CadÚnico e dos Grupos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). O Restaurante Popular, por se ter uma grande concentração de público idoso, passará a entregar as refeições em material descartável para evitar a aglomeração nos espaços. O cardápio será reforçado nutricionalmente, já que a maioria dos usuários é formado por idosos. No caso do Programa Criança Feliz será providenciado o álcool em gel para às famílias e máscara para que as visitadoras usem nas visitas. A Assistência ainda vai suspender as ações sociais e as visitas domiciliares por um mês. Havendo necessidade o acompanhamento deverá acontecer por telefone. Sendo assim, ainda haverá o acompanhamento das famílias, minimizando os riscos. 

A CPTrans vai solicitar as empresas de ônibus que reforcem a limpeza dos veículos três vezes ao dia, além da distribuição de álcool gel nos terminais rodoviários de Cascatinha, Corrêas e Itaipava. As vistorias dos táxis também serão adiadas. A Defesa Civil vai realizar ajuda humanitária - no atendimento no ponto de apoio na UPA Centro. O Whatsapp da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias será usado para enviar mensagens de prevenção ao coronavírus. Caso seja necessário, também será feito a distribuição de material orientativo nos bairros. Quem quiser se cadastrar é através do número 98863-5497.

As aulas do Agita Petrópolis e da Academia da Saúde estão suspensas temporariamente. O Circuito Imperial de Lazer está mantido por acontecer ao ar livre.

Vicenzo Rivetti

As 776 famílias que receberão as casas do conjunto habitacional do Vicenzo Rivetti vão assinar os contratos na próxima segunda-feira (16.03). Por causa das medidas determinadas pela prefeitura com o intuito de evitar aglomerações (em função da pandemia da Covid-19, a infecção pelo novo coronavírus), a prefeitura organizou uma programação para que cada beneficiário compareça para realizar o procedimento.

Assinatura de contratos – conjunto habitacional do Vicenzo Rivetti

10h – Todos os moradores do Térreo

11h – Todos os moradores do Subsolo

12h – Todos os moradores do 1° andar

13h – Intervalo

14h – Todos os moradores do 2° andar

15h – Todos os moradores do 3° andar

16h – Todos os moradores do 4° andar

 

Sinais clínicos e epidemiológicos:

Segundo protocolo do Ministério da Saúde são pacientes suspeitos de coronavírus pessoas que apresentem sintomas como febre, tosse, falta de ar e dor no corpo e que tenham viajado para países onde foram confirmados casos da doença.

 

Prevenção ao coronavírus:

Lavar as mãos com água e sabão com frequência e evitar levar as mãos aos olhos, nariz e boca;

Quando não for possível lavar as mãos, usar o álcool gel 70º para a higienização;

Não compartilhar objetos pessoais como toalha, copos, talheres, pratos e garrafas;

Ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz.

Usar lenço descartável;

Evitar locais aglomerados e sem ventilação;

Evitar contato próximo com pessoas com sintomas da doença.

As 776 famílias que receberão as casas do conjunto habitacional do Vicenzo Rivetti vão assinar os contratos na próxima segunda-feira (16.03). Por causa das medidas determinadas pela prefeitura com o intuito de evitar aglomerações (em função da pandemia da Covid-19, a infecção pelo novo coronavírus), a prefeitura organizou uma programação para que cada beneficiário compareça para realizar o procedimento.

As equipes que vão colher as assinaturas estarão no condomínio 3. No local, serão instaladas três tendas, cada uma correspondente à um dos três condomínios. A partir das 10h, serão recebidas todas famílias que vão morar nos andares térreos (de todos os blocos). Às 11h, será vez dos moradores dos subsolos. E ao meio-dia, quem vai ficar no primeiro andar. As equipes de atendimento farão um intervalo às 13h e retornam às 14h para recepcionar aqueles que vão ocupar o segundo andar. A programação tem sequência às 15h, para quem vai viver no terceiro andar e finaliza às 16h, com os beneficiários que foram sorteados para o quarto andar. Veja o cronograma completo abaixo.

Vale lembrar que, após a assinatura dos contratos, estão programadas outras etapas até a mudança de todos os moradores, um processo que pode demorar até um mês e meio.

Já na terça-feira (17.03), serão eleitos os síndicos dos três condomínios. Essa eleição será organizada pela empresa que realiza o trabalho de gestão condominial, a AJR. Com os nomes definidos, a empresa vai auxiliar na formalização legal do condomínio, como criação de CNPJ e abertura de conta bancária. Os síndicos serão os primeiros beneficiários a se mudar para o conjunto habitacional e, em seguida, eles vão organizar o cronograma de mudança de cada família.

Esse procedimento é necessário porque o Código Civil prevê que não pode haver um condomínio sem representação legal. É o síndico que responde legalmente e pela administração dos condomínios.

Neste período, os ajustes que foram apontados pelos moradores durante as vistorias prévias aos apartamentos serão providenciados pela AB Construtora.

Assinatura de contratos – conjunto habitacional do Vicenzo Rivetti

10h – Todos os moradores do Térreo

11h – Todos os moradores do Subsolo

12h – Todos os moradores do 1° andar

13h – Intervalo

14h – Todos os moradores do 2° andar

15h – Todos os moradores do 3° andar

16h – Todos os moradores do 4° andar

Prefeito frisou que a atual situação é séria e requer atenção máxima por parte de todos

Na manhã desta sexta-feira (13.03), na sede da prefeitura, o prefeito esteve reunido com médicos e enfermeiros responsáveis pelas principais unidades de saúde da cidade. O objetivo foi alinhar as ações no momento em que a cidade espera receber pacientes suspeitos de contaminação com o coronavírus. O prefeito afirmou que a situação é séria e que deve receber toda a atenção por parte da população e do poder público neste momento.

Na próxima quarta-feira (18.03), será aberto um ponto de apoio no estacionamento do Centro de Especialidades Maria Célia Machado, que fica ao lado da UPA Centro. O local funcionará durante 24 horas com equipe especializada contendo um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e um socorrista com ambulância. O protocolo do Ministério da Saúde aponta que são considerados casos suspeitos de coronavírus os pacientes que apresentem febre, tosse, dores no corpo, secreção nasal e histórico de viagem aos países onde já foram registrados casos de transmissão da doença entre pessoas.

Os níveis da doença estão divididos em zero, 01, 02 e 03 vinculados ao Ministério da Saúde. O nível zero é onde não existem casos confirmados registrados e os suspeitos são provenientes de outros locais. O nível 01, caso atual do município do Rio de Janeiro, está relacionado às transmissões locais, ou seja, pessoas que contraíram o vírus mesmo sem sair da cidade ou país. O nível 02 da escala se refere a transmissão sustentada, onde não se consegue reconhecer a fonte inicial da transmissão. O nível 03 da doença prevê ações das forças armadas e utilização de táticas avançadas no tratamento de pacientes.

Na reunião, alguns médicos se mostraram apreensivos com a situação e afirmaram que medidas duras devem ser tomadas imediatamente. “Estamos num momento crucial em relação à toda essa situação. A hora é de tomar medidas agressivas para que consigamos reduzir ao máximo o número de pessoas contaminadas na cidade”, comentou o diretor executivo do Hospital Santa Teresa (HST), Leonardo Menezes.

De acordo com médicos infectologistas presentes na reunião, os idosos são, hoje, o maior grupo de risco para a doença. “Nosso foco inicial deve ser o cuidado com os idosos. O organismo deles é extremamente frágil aos sintomas e o quadro pode ser agravado devido à insuficiência respiratória. Devemos dar muita atenção às crianças como principais vetores do coronavírus. Elas são capazes de contrair o vírus e quase não apresentarem sintomas, ou seja, um verdadeiro perigo ao resto da família”, afirmou o infectologista Marco Liserre.

Com o objetivo de frear uma possível disseminação da doença na cidade, a prefeitura de Petrópolis vai antecipar as férias escolares nas unidades do município a partir da próxima terça-feira (17).

 Outras medidas serão tomadas pela área de saúde na cidade, tais como alertas nos meios de comunicação, informativos ostensivos sobre formas de contágio, sintomas e maneiras de se proteger do vírus, além da diminuição no número de cirurgias eletivas que demandem recuperação nas UTI´s dos centros hospitalares. Vale lembrar que o canal de informação para o público é o 192. Através dele os petropolitanos poderão tirar suas dúvidas sobre o coronavírus.

 Prova organizada pela prefeitura está agendada para o dia 1° de maio

A primeira prova do ranking municipal será a Corrida do Trabalhador no dia 1° de maio. A mudança acontece em virtude do adiamento do Circuito de Corrida e Caminhada Energia em Movimento, que seria realizado no dia 5 de abril, para 13 de setembro. O calendário completo está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Para este ano, passaram a contar pontos o Circuito Bike Trail, em agosto, e o Desafio do Castelo, em novembro. A Petrópolis Night Run, que acontece no dia 26 de setembro, voltará a contar pontos, mas dessa vez, no percurso de 10 quilômetros. As outras provas do ranking municipal são: Corrida do Trabalhador, Petrópolis-Itaipava, Love Run, Fire Run, Corrida Master e a WTR Serra do Mar.

Criado pela atual gestão municipal e com a aprovação do Conselho Municipal de Esportes e Lazer (CMEL), a pontuação dos esportistas incentiva a prática da modalidade. Segundo o prefeito Bernardo Rossi, a novidade também fortalece os grupos de corrida da cidade.

Além das provas que contam pontos para o ranking de corrida de rua, até o momento, outros 38 eventos esportivos estão previstos para 2020. A programação esportiva completa do município está disponível no site da prefeitura.

Cônsul geral do país no Rio de Janeiro visitou a cidade nesta sexta-feira

 O cônsul geral da Angola no Rio de Janeiro, Mateus de Sá Miranda, visitou, pela primeira vez, nesta sexta-feira (13.03) a Cidade Imperial. A vinda do diplomata veio após um ofício enviado pela prefeitura a diversos consulados informando a intenção de ser realizada no município uma Festa das Nações, promovida pela iniciativa privada com o apoio do poder público. Ele percorreu alguns dos principais atrativos turísticos da cidade e participou de uma reunião na sede da prefeitura.

“É uma cidade interessante, que pela primeira vez eu visito. E, pelo o que pude ver, achei algo extraordinário, começando pela estrutura arquitetônica, casas muito bem conservadas. Não tive tempo suficiente para conviver com a população, mas me parece ser uma população que sabe receber as pessoas, aconchegante”, disse o cônsul.

A visita do diplomata a Petrópolis foi uma forma de entender melhor de que forma a Angola pode participar da Festa das Nações. A ideia do evento – criado pela iniciativa privada, ainda sem data para acontecer – é ampliar e dar visibilidade à diversidade cultural na cidade. “A nossa vinda resulta em um sentimento de aproximação”, completa o cônsul.

“Quando a gente fala das nossas raízes, a cultura alemã, italiana, entre outras, são importantes, mas temos que lembrar também das outras. Quando a cidade foi colonizada, tivemos não só imigrantes desses países, mas também mão de obra escravizada vinda da parte central da África. A comunidade negra veio daquela região. A ideia do festival é recuperar essas raízes”, explica Thaís Ferreira, uma das coordenadoras do festival, que também participou do encontro na prefeitura.

Intenção é de que seja aberto um novo CEI na localidade nesse ano

A prefeitura pretende abrir um novo Centro de Educação Infantil no Meio da Serra. O assunto norteou um encontro entre a secretária de Educação e moradores da localidade, realizado na última quinta-feira (13.03). Na ocasião, a equipe da pasta fez um atendimento prévio para a elaboração de uma lista de espera com os nomes das crianças que precisam de matricula em um espaço que ofereça educação infantil.

O encontro foi realizado na EM Pedro Amado e reuniu cerca de 60 pessoas. A Secretaria de Educação pretende ampliar o atendimento nos espaços educacionais já existentes na região, além de instalar um Centro de Educação Infantil – a secretaria já visitou alguns espaços e está fazendo o levantamento de adequações e documentos necessários para a abertura de um CEI.  Vale salientar que, para sediar um centro de educação infantil, o imóvel tem que atender exigências da lei e possuir espaços adequados para as crianças. Tudo isso cercado de segurança para melhor atender alunos na faixa etária da educação infantil.

“A reunião foi muito esclarecedora e importante para a comunidade. Continuaremos acompanhando o trabalho da secretaria”, contou Daniela Souza.

Vale salientar que, no final de 2016 o governo passado inaugurou uma creche na localidade - o CEI Esmeralda Cabocla. O espaço foi fechado em janeiro de 2017 após uma vistoria realizada, na época, pela secretaria de Educação, SEPE (Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação), COMED (Conselho Municipal de Educação) e CAE (Conselho de Alimentação Escolar). No imóvel inaugurado no final de dezembro de 2016, a inspeção escolar não encontrou encanamento de água e, além disso, foi constatado que a rede de esgoto foi canalizada para ser despejada diretamente no leito de um riacho, ou seja, não possuía condições de atender crianças.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Março 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo