A Secretaria de Assistência Social já assinou o Termo de Aceite para o recebimento do repasse emergencial de recursos federais para a execução de ações socioassistenciais no município. O Ministério da Cidadania vai destinar R$ 2.009.700,00 que deverão ser usados em três frentes: na compra de Equipamento de Proteção Individual (EPI) para os profissionais das unidades da SAS; reforço na alimentação para idosos e deficientes; e acolhimento para pessoas que necessitam ser alojadas ou remanejadas, como pessoas em situação de rua. A expectativa é de que o recurso seja recebido nos próximos dias.

A medida tem o objetivo de aumentar a capacidade de resposta no atendimento às famílias e às pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social. 

O município vai usar o recurso dentro de um plano de ação. No caso dos EPIs, eles serão destinados para os profissionais das unidades de atendimento da SAS (420). Os valores repassados são referentes a três meses do valor de referência para cada trabalhador.

Para o reforço da alimentação, os alimentos serão prioritariamente ricos em proteína, para pessoas idosas e com deficiências no Serviço de Acolhimento Institucional e em atendimento no Serviço de Proteção Social Especial para Pessoas com Deficiência, Idosas e suas Famílias. Os valores repassados serão referentes a seis meses do valor de referência para cada pessoa atendida.

Já o recurso para o acolhimento será usado na garantia de cofinanciamento de ações da assistência social visando a emergência em decorrência da Covid-19, para pessoas que necessitem ser alojadas ou remanejadas do seu atual local de acolhimento, conforme orientação do Ministério da Saúde sobre distanciamento social; ou pessoas que se encontrem em situação de rua, desabrigados, desalojados ou em situação de imigração. Os valores repassados são referentes a seis meses do valor de referência por vaga.

As notas foram pedidas pelo órgão de defesa do consumidor para apurar denúncias de abusividade nos preços durante a pandemia da Covid-19

O Procon/Petrópolis-RJ autuou quatro mercados da rede Extra e o Mercadinho Itaipava por descumprirem o requerimento da Nota de Investigação Preliminar (NIP) para que apresentassem o registro fiscal de compra e venda de mercadorias. O órgão de defesa do consumidor recebeu denúncia de abusividade de preços e pediu as notas de itens da cesta básica para apurar se houve aumento na margem de lucro ("markup") entre os meses de fevereiro e março.

A notificação foi recebida no dia 25 de março, após reclamações de consumidores. Elas apontaram aumento de preços em itens como açúcar, óleo de soja, arroz, feijão, carnes, macarrão, batata, cebola, alho, laranja, limão, tomate, leite, papel higiênico e álcool em gel. Ao todo, 38 mercados foram intimados a apresentar a documentação das compras e vendas feitas entre os meses de janeiro, fevereiro e março.

O órgão de defesa do consumidor, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, está analisando a documentação encaminhada pelos demais mercados das nove redes que atuam na cidade.

A coordenadoria do órgão de defesa do consumidor avalia que, após as notificações aos mercados, houve redução no número de reclamações desde o início da pandemia da Covid-19.

Entrega para famílias em comunidades de Petrópolis começa nesta quinta (07.05) e terá ainda doação de máscaras, peças de roupa de inverno e mantas

A Guarda Civil arrecadou 709 kg alimentos não-perecíveis para doação a famílias de comunidades de Petrópolis. A entrega de 54 cestas básicas começa nesta quinta-feira (07.05) e será feita pessoalmente pela comandante Cláudia da Conceição – que lançou a iniciativa “Um gesto solidário”. Junto com as cestas, serão entregues também máscaras e kits com peças de inverno: touca, cachecol, meias, pantufas e mantas, tudo feito de crochê.

Todas as cestas contêm arroz, feijão, açúcar, sal, macarrão, farinha de trigo, farinha de mesa, fubá, café e extrato de tomate. Famílias com crianças vão receber mais itens, como leite e biscoito. Os “kits de inverno” serão destinados, principalmente, para idosos e pacientes oncológicos.

O sucesso da campanha só foi possível porque, além das doações individuais e agentes e amigos da corporação, a Guarda também teve o apoio do grupo Crochemigas, da Comac e de Neusa Maria Fernandes (apoiadora da corporação) com as peças de roupa, e do músico André Campanha, que divulgou a ação em uma live dele.

Além da campanha de arrecadação de alimentos, a iniciativa “Um gesto solidário” também está mobilizando agentes e amigos da corporação para doação ao banco de sangue Santa Teresa até o próximo dia 12. O objetivo é contribuir para aumentar o estoque, que também está sofrendo com a diminuição do número de doadores. A Guarda Civil orienta que as pessoas que podem, que façam a doação – tomando os devidos cuidados como o uso de máscara, evitar aglomerações e retornar para casa logo após o ato solidário. O banco de sangue funciona todos os dias, das 7h às 18h, na Rua Paulino Afonso, 477 – Bingen – ao lado do Hospital Santa Teresa.

Investimentos da prefeitura vêm garantindo a segurança dos profissionais que atuam na linha de frente do combate ao Coronavírus

Mais um carregamento de insumos básicos foi recebido pelo prefeito na manhã desta quarta-feira (06/05). Desta vez, foram 10 mil aventais de proteção descartáveis, e mais 10 mil pró-pés, equipamentos utilizados diariamente pelos profissionais em todas as unidades de saúde do município. Desde o início da pandemia, a prefeitura vem investindo na aquisição de insumos para que os profissionais que atuam na linha de frente em Petrópolis estejam protegidos em relação ao contágio acidental. Segundo a secretaria de Saúde todas as unidades de saúde da cidade estão totalmente abastecidas.

Quarta, 06 Maio 2020 18:22

Centro Pop passa por higienização

O Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua, o Centro Pop, passou por mais uma higienização nesta terça-feira (05.05). A ação está entre as medidas tomadas como prevenção ao coronavírus na cidade e contou com o apoio da CPTrans. O Centro Pop é gerido pela Secretaria de Assistência Social, que montou um plano de ação para proteger as pessoas em situação de rua em Petrópolis. Orientações, readequação dos alojamentos, monitoramento de sintomas, dormitórios para quarentena, e diversas outras medidas estão sendo aplicadas no município.

No Centro Pop, que fica no Centro, além da higienização, dois tanques foram instalados para os usuários lavarem as mãos. Logo que chegam, eles em seguida são orientados a tomar banho e trocar de roupa (doações CDDH de roupas, produtos de higiene pessoal, lanches). Os educadores também foram orientados a fornecer álcool em gel. Vale ressaltar que as abordagens sociais são realizadas diariamente, inclusive, aos fins de semana, feriados e pontos facultativos.

Além do Centro Pop, no NIS, o Núcleo de Integração Social, que fica no Alto da Serra e conta com dormitórios para as pessoas em situação de rua, uma enfermeira faz a checagem duas vezes ao dia dos usuários, com um protocolo montado, seguindo as normas do Ministério da Saúde. Outra medida adotada foram as tendas da Defesa Civil destinadas para os acolhidos recentes, sendo encaminhados para o dormitório após descarte de qualquer suspeita de contaminação.

871 cestas básicas foram entregues para famílias em vulnerabilidade social

Desde que foi lançada, no fim de março, a campanha “#Petrópolis no combate ao coronavírus. Seja Solidário” já entregou 871 cestas básicas a famílias em vulnerabilidade social, um total de 14.8 toneladas de alimentos. As doações continuam sendo recebidas nos pontos de coleta, espalhados por mercados, farmácias e petshops. Estão sendo recolhidos alimentos, produtos de higiene pessoal e ração para os animais. A ação é uma parceria da prefeitura com o Covida, a Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos (APPO) e o Multimix.

As cestas vêm sendo entregues a famílias que tiveram a renda comprometida por conta do isolamento social para prevenir a covid-19. Todas as solicitações das pessoas necessitadas passam por uma análise de técnicos da Secretaria de Assistência Social, que faz um cadastro geral das famílias. 

As doações também podem ser feitas em dinheiro, através da conta da APPO: Banco Itaú, agência 9244, conta corrente 24940-6, CNPJ: 36.548.949/0001-78. Os números de atendimento são: 08000242526 /2233-8108 /2233-8110. Uma porcentagem das doações fica para ajuda dos pacientes oncológicos e outra é revertida em compras para as famílias em vulnerabilidade social.

Durante a campanha, novos parceiros têm surgido, como a Pizzaria Sottile’s. Os pontos de coleta estão nos seguintes estabelecimentos: Armazém do Grão; Terê Frutas; DIB; Megadelli e Grandelli; Super Market; Super Bingen; Super Serra; Mercado Delei; Empório Multimix; Multimix; Xodó de Minas; Super Bingen; Rede Economia; Tá no Gosto, Bread Fruit, Green Fruit e Petro Verde.

Quarta, 06 Maio 2020 18:20

Comunicado à imprensa

A prefeitura de Petrópolis foi notificada, na manhã desta quarta-feira (06/05), sobre o falecimento de mais uma vítima da COVID-19 na cidade. O paciente tinha 46 anos de idade, residia em Nogueira, era profissional da saúde e esteve internado no Hospital Municipal Dr. Nélson de Sá Earp.

Seis lojas foram autuadas por provocarem aglomeração na porta e dentro do estabelecimento

Uma ação de fiscalização coordenada pela secretaria de Segurança, Serviços e Ordem Pública (SSOP), com apoio da Vigilância Sanitária e da Guarda Civil, fechou mais de 30 lojas no Centro Histórico nesta terça-feira (05.05). Elas funcionavam em desacordo com os decretos municipais, que visam reduzir a circulação de pessoas e evitar a disseminação da Covid-19. Seis estabelecimentos foram autuados por aglomerarem consumidores dentro e fora das lojas.

Na Rua Marechal Deodoro, fiscais de postura flagraram uma das agências da empresa de crédito pessoal Crefisa aberta e atendendo consumidores dentro do estabelecimento. A mesma situação foi identificada em outra unidade da rede, na Rua Irmãos D’Ângelo. Já na Rua do Imperador, o flagrante foi em uma loja de calçados. Além da porta aberta, consumidoras foram identificadas pelos agentes públicos experimentando calçados dentro do estabelecimento.

E ação teve como alvos ainda três lojas voltadas para a venda de cosméticos. Uma delas foi a Bela Ferraz, localizada no lado ímpar da Rua do Imperador, onde uma fila era formada na porta, organizando a entrada dos consumidores para fazer compras dentro do estabelecimento. Na Paulo Barbosa o alvo da fiscalização foi a Megavale, onde havia aglomeração de consumidores na porta da loja. Na Rua do Imperador, também por aglomeração, foi atuada a loja Ponto da Beleza.

O trabalho que foi iniciado pela manhã e que se estendeu até o fim da tarde resultou em mais de trinta estabelecimentos fechados. Na Rua Dr. Nelson de Sá Earp foi fechada uma imobiliária. Na Rua 16 de Março foram dez lojas. Só na galeria Pelegrini, foram três estabelecimentos fechados. Entre eles um salão de beleza.

 A operação iniciada hoje pela SSOP segue nos próximos dias.

Material foi enviado na última semana

Testes vão priorizar profissionais da saúde, segurança e pessoas acima dos 60 anos de idade

O prefeito foi conferir de perto, na tarde desta terça-feira (05/05), as 1.200 unidades de testes rápidos recebidos da Secretaria Estadual de Saúde, na última semana. O material vai ajudar nas novas notificações e estudos de casos na cidade, além de acelerar o processo de detecção da doença em Petrópolis. Segundo a Secretaria de Saúde, os testes serão realizados seguindo o protocolo do Estado e obedecerá a prioridades com o objetivo de dar celeridade no tratamento de categorias específicas.

De acordo com a Nota Técnica Conjunta nº 01/2020, a realização do teste rápido é exclusiva para indivíduos com quadro respiratório agudo, caracterizado por febre e acompanhado por tosse, dores de garganta e dificuldade respiratória. Ainda segundo o documento, o teste só deverá ser feito em pessoas que apresentem tais sintomas há, pelo menos, oito dias. Inicialmente, a testagem será realizada em profissionais da saúde e de segurança pública que estejam em atividade e pessoas com diagnóstico de síndrome gripal que resida no mesmo domicílio de um profissional de saúde ou segurança. Pessoas com mais de 60 anos também foram citadas no documento para a realização dos testes. Vale lembrar que, no caso destes profissionais, o teste exige realização após 72 horas sem sintomas da doença.

Segundo o Departamento de Vigilância Epidemiológica, todos os testes serão realizados no Centro de Saúde, de segunda a sexta-feira, de 08h às 16h. Os 1.200 testes recebidos pelo Estado se somam aos 4 mil que a prefeitura já havia adquirido no mês de abril.

Na opinião da secretaria de Saúde, o aumento nos índices diários informados pela prefeitura pode ocorrer ainda por outro motivo. Diariamente pelas ruas da cidade parece que as pessoas ainda não compreendem a gravidade da situação. Existe muita gente no Centro da cidade passeando e se aglomerando, sem máscaras. Por isso, a prefeitura continua alertando a população e pedindo para que todos tentem, ao máximo, fazer um isolamento social. Essa ainda é a nossa única arma na prevenção da COVID-19.

Uma operação conjunta das secretarias de Meio Ambiente e de Obras, com o apoio de homens do Grupamentos Proteção Ambiental da Guarda Civil, identificou o responsável pelo desmatamento e construção irregular em um terreno na Rua Renato Petrocchi, no Carangola. A ação foi realizada nesta terça-feira (05.05) e vistoriou ainda outros dois lotes na mesma localidade, também com obras sem as devidas autorizações da prefeitura. Houve ainda o flagrante de queima de vegetação em uma desses espaços, o que resultou em multa para o proprietário.

O responsável pelas intervenções teve a obra embargada pelos fiscais da Secretaria de Obras e não poderá executar nenhuma intervenção no local até que regularize a situação junto ao município. Ele também foi multado por conta da movimentação de terra realizada sem as devidas autorizações. O auto de infração indica ainda o corte irregular de oito árvores nativas no terreno.

"Essa é uma área densamente arborizada e a retirada das árvores sem autorização causa grandes danos ambientais. É importante destacar que o corte ou a poda de árvores precisa ser autorizado pela Secretaria de Meio Ambiente", explica o chefe de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente, Miguel Fausto.

Os fiscais flagraram ainda a queima de vegetação em uma dessas áreas, o que resultou em multa pelo responsável do espaço. "A queima de lixo, restos de vegetação ou quaisquer outros detritos é expressamente proibida no município", completa Miguel.

Na mesma rua, em outros dois lotes, houve o corte de terreno e movimentação de terra sem as devidas autorizações do governo municipal. "Qualquer intervenção, seja o corte do terreno ou movimentação de terra, precisa ser autorizada pela prefeitura, o que não ocorreu nestes casos", disse Alfredo Vieira, chefe da fiscalização de Obras.

O setor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente organiza um cronograma de vistorias em áreas verdes na cidade e também a partir de denúncias, fazendo vistorias em locais apontados pelos reclamantes. A sede no Centro Administrativo, na Av. Koeler, 87, Centro. O horário de funcionamento é de 9h às 18h, de segunda a sexta. A população deve enviar os casos de crime ambiental para o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

As denúncias para a Secretaria de Obras podem ser apresentadas pelo telefone 2233-8183 e 2233-8184 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , informando dados do denunciante (nome, identidade, CPF, endereço e telefone de contato) e do denunciado (nome ou apelido, endereço completo com ponto de referência, descrição da obra e, se houver, fotos).

Entrega começou a ser realizada na segunda (05.05) pelas equipes da Assistência Social e da CPTrans

A prefeitura começou a entrega de 8.200 máscaras para a população. Dessas, sete mil foram adquiridas pelo município (cinco mil pela CPTrans e duas mil pela Secretaria de Saúde) e outras 1.200 foram doadas por um empresário para a Secretaria de Assistência Social (SAS). A distribuição teve início na última segunda-feira (04.05), na Rua Paulo Barbosa, no Centro, pelas equipes da SAS e teve continuidade hoje (05). Esse trabalho foi acompanhado de perto pelo prefeito. A CPTrans também começou a ação ontem (04) nos terminais rodoviários.

A Secretaria de Assistência Social distribuiu as máscaras preferencialmente para as pessoas que não podem comprar. Junto com a máscara está sendo entregue um panfleto com orientações para a população sobre uso e os cuidados, como a forma certa de colocar e remover, o tempo vida útil, a lavagem das peças, entre outras informações. Também foram entregues máscaras no Cras do Retiro. 

Além disso, a SAS vai entregar o equipamento individual de segurança nas cestas básicas dos usuários do programa Criança Feliz e do Bolsa Família, além das instituições de longa permanência de idosos. Na secretaria de Saúde, a estratégia é distribuir máscaras nos PSFs e através dos agentes de saúde.

Pela CPTrans, ao todo, serão distribuídas cinco mil máscaras como parte das ações do Maio Amarelo. Todo o material será na cor que simboliza a campanha.

A prefeitura também pagou 25% do 13º salário

Mais de 400 kits de higiene com máscara, álcool em gel, lenço, luva, sabonete e uma cartilha de prevenção ao coronavírus já foram entregues para aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público do Município (Inpas). Ao todo serão 3.500 kits que chegarão às casas dos servidores. Eles também já receberam 25% do 13º salário. As ações fazem parte das medidas tomadas pelo instituto para proteger os aposentados e pensionistas da covid-19.

“Foi uma delicadeza muito grande termos recebido esses kits. Mas uma delicadeza necessária, essencial para os idosos. Um carinho especial da prefeitura pra gente”, agradeceu a professora aposentada Angela Maria Sanches. “O kit vai ser muito útil, principalmente o álcool em gel. Aqui em casa estamos tomando todas as precauções”, completou a professora Ana Paula Alves.

Além dos kits, que começaram a ser recebidos no último dia 30 – e serão todos entregues em 12 dias – R$ 2.857.952,59 já foram pagos para 3.412 aposentados e pensionistas, um adiantamento do 13º salário.

Vale ressaltar que as palestras do projeto “Café com Sabedoria” e a prova de vida estão adiadas temporariamente.

O Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) vai lançar, neste mês, o edital que vai selecionar até 100 projetos de apresentações culturais pela internet. O objetivo é levar entretenimento neste período de isolamento social e ainda valorizar artistas de Petrópolis, já que a produção de eventos está entre os setores que mais sofreram por conta da prevenção ao coronavírus. Com as produções culturais paralisadas, além de museus, teatros e o Centro de Cultura Raul de Leoni fechados, a proposta é fazer com que a oferta de conteúdo cultural continue através das plataformas digitais.

Serão aceitos projetos culturais apresentados em formato de vídeo com até 50 MB e no mínimo de 15 e máximo de 30 minutos com conteúdo cultural que seja desenvolvido por agentes do município. O valor investido será, inicialmente, de R$ 120 mil, ou seja, R$ 1.200 para cada projeto selecionado.

O vídeo deverá ser produzido individualmente, ou no máximo por dois artistas, desde que residam no mesmo endereço, e mediante apresentação de comprovante de residência de ambos. A seleção de projetos culturais será realizada em duas categorias: projetos que sejam desenvolvidos especificamente para o edital ou vídeos já veiculados anteriormente, desde que apresentados nos formatos estabelecidos pelo edital.

Serão aceitas performances musicais, cênicas, e de dança; vídeo aulas; oficinas; leitura dramatizada; recital; contação de histórias; filmes; animações; palestras sobre conteúdo cultural; entre outros. Os projetos deverão ser enquadrados em uma das seguintes áreas: Artesanato, Artes Plásticas/Visuais, Audiovisual, Bandas Marciais, Canto Coral, Culturas Afro-brasileiras, Indígenas e Populares, Cultura Germânica, Cultura Urbana, Dança, Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos, Literatura, Música, Teatro ou Patrimônio Histórico.

As inscrições serão realizadas pela internet, no site da prefeitura. O link será divulgado nos próximos dias. A seleção será conduzida pelo DELCA – Departamento de Licitações e Contratos Administrativos da Prefeitura Municipal de Petrópolis, sendo que a análise técnica dos projetos será realizada pela comissão de avaliação formada por servidores do

Dinheiro vai cobrir perdas de arrecadação tributária nos estados e municípios brasileiros

Aprovado pelo Senado, o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus vai destinar R$ 125 bilhões a todos os estados e municípios do país inteiro. O valor inclui repasses diretos e suspensão de dívidas. Petrópolis, a princípio, tem a previsão de receber R$ 28.489.921,35 desse montante. O recurso, quando liberado, ajudará as prefeituras no combate ao covid-19, ações de retomada pós-pandemia e pagamento de serviços essenciais, como salário de profissionais da saúde, hospitais, entre outras áreas. O dinheiro também vai cobrir as perdas de arrecadação tributária que, em Petrópolis, já estão próximas aos 50%.

O município não poderá utilizar esse recurso para reajuste de salários e benefícios para servidores públicos até 2022, não se habilitando para servidores das áreas da saúde e segurança pública. Também está proibida a progressão na carreira para os servidores públicos, com exceção dos servidores de cargos estruturados em carreira, como os militares. Também está vetado o aumento da despesa obrigatória acima da inflação, exceto para o combate da Covid-19. Ficam impedidos também a contratação, criação de cargos e concurso para novas vagas, exceto vagas em aberto e de chefia, e de trabalhadores temporários para o combate à covid-19.

O programa prevê que serão distribuídos R$ 60 bilhões. Desse montante R$ 50 bilhões (R$ 30 bilhões para estados e R$ 20 bilhões para municípios) serão para uso livre e R$ 10 bilhões (R$ 7 bilhões para estados e R$ 3 bilhões para municípios) exclusivamente para ações de saúde e assistência social. O recurso será pago em quatro parcelas mensais. 

O projeto também vai beneficiar os municípios com a suspensão e renegociação de dívidas com a União e com bancos públicos, além da renegociação de empréstimos com organismos internacionais que tem aval da União. Outro ponto favorável do texto é a previsão da suspensão do pagamento de dívidas previdenciárias que venceriam até o final do ano e para as cidades com regime próprio de previdência serão suspensos o pagamento da contribuição patronal, desde que isso seja autorizado por lei municipal específica.

A fórmula de distribuição entre os estados está sendo feito com base na arrecadação do ICMS, da população, da cota no Fundo de Participação dos Estados e da contrapartida paga pela União pelas isenções relacionadas à exportação. Para os municípios o cálculo será feito com base na população de cada cidade. O projeto ganhou um dispositivo que os municípios devem privilegiar micro e pequenas empresas nas compras de produtos e serviços com os recursos liberados. O valor destinado para a saúde e assistência social também seguirá o critério de liberação de valor baseado em número de habitantes.

Equipes da Guarda, Defesa Civil e Procon atuam na organização de filas nas agências da Caixa

Assistência Social distribui cartilhas de orientação e máscaras

A atuação da Guarda, Defesa Civil e Procon na organização de filas nas agências da Caixa continua nesta segunda-feira (04.05). O trabalho ocorre no Centro, no Alto da Serra e em Itaipava, e reúne 28 agentes no total. O objetivo é garantir o distanciamento entre as pessoas que estão aguardando atendimento para fazer o saque do Auxílio Emergencial criado pelo governo federal para trabalho que ficaram sem renda durante a pandemia de Covid-19. Já a Secretaria de Assistência Social (SAS) atua entregando máscaras e panfletos com orientações sobre uso e os cuidados com as mesmas. O prefeito acompanhou as equipes da SAS na Rua Paulo Barbosa.

Este trabalho repete o que foi feito no último sábado (02.05), novamente com agentes trabalhando desde 5h. Nesta segunda, o saque do benefício de R$ 600 foi voltado para pessoas nascidas nos meses de setembro e outubro. Nesta terça (05.05), o calendário para a retirada da primeira parcela é para quem nasceu em novembro e dezembro.

O prefeito se reuniu ainda com a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública e a coordenadora do Procon, para avaliar esse trabalho, que vai seguir ao longo da semana e manterá a Rua do Imperador fechada para dar mais espaço para a formação das filas. Também foram discutidos mais dois assuntos nessa reunião: o reforço de atuação nas barreiras de controle sanitário e medidas para seguir cobrando a normalização dos serviços dos Correios.

Também nesta segunda (04), a Assistência Social está atuando com 10 funcionárias no Centro, no entorno das agências e em outros pontos. A pasta está distribuindo mil máscaras preferencialmente para as pessoas que ainda não tem ou que não podem comprar. O prefeito acompanhou a ação na Rua Paulo Barbosa. Junto com a máscara está sendo entregue um panfleto com orientações para a população sobre uso e os cuidados, como a forma certa de colocar e remover, o tempo vida útil, a lavagem das peças, entre outras informações.

Mudança nos pontos de ônibus

No mês passado, representantes dos bancários haviam solicitado para a prefeitura que os pontos de ônibus que estavam na Rua Paulo Barbosa (entre o Itaú e o Santander) fossem transferidos de lugar para evitar aglomerações. A justificativa foi o grande número de pessoas nas filas dos bancos. O prefeito atendeu ao pedido e nesta segunda (04), a nova parada dos coletivos já funciona no lado par da Rua do Imperador (do outro lado da pista), na altura do número 130.

Agora as máscaras são obrigatórias não apenas para funcionários, mas também para o os consumidores

Equipes do Procon/Pertrópolis-RJ, Secretaria de Serviços e Ordem Pública – SSOP e Vigilância Sanitária montaram hoje (04.05) uma operação para fiscalizar o uso de máscaras nos estabelecimentos comerciais, com base no decreto 1.168, do dia 28 de abril. Agora, é obrigatório o uso do equipamento individual de segurança, como forma de prevenção contra a Covid-19. A medida vale tanto para funcionários, quanto para os consumidores. Também passa a ser obrigatório o uso das máscaras em transportes coletivos, táxis e transportes por aplicativos.

As equipes dos órgãos públicos percorreram os estabelecimentos comerciais em funcionamento nas principais ruas do Centro Histórico e também em bairros como o Alto da Serra e Castelânea. O objetivo era verificar o cumprimento da determinação do uso das máscaras.

O principal alvo dos fiscais na ação desta segunda-feira foram os mercados, que normalmente concentram um grande número de consumidores. Os fiscais de posturas, do Procon municipal e da Vigilância Sanitária orientaram os estabelecimentos sobre o novo decreto. No alto da Serra, apenas um quiosque, dentro de um shopping foi interditado pelo vencimento da licença sanitária e por aglomerar clientes no atendimento. Na Praça Pasteur, uma barbearia foi fechada pelos fiscais de postura.

Ambos estavam internados desde o último mês em estado crítico aguardando o resultado dos exames. Doenças pré-existentes não foram confirmadas

Mais duas mortes relativas à Covid-19 ocorreram em Petrópolis neste início de semana. A Secretaria de Saúde foi notificada na tarde desta segunda-feira (04/05). Entre os óbitos, um senhor de 81 anos de idade e morador do bairro Samambaia. O paciente deu entrada no Hospital Municipal Dr. Nélson de Sá Earp no dia 22 de abril, já em estado grave, e faleceu dia 28 do mesmo mês. A outra morte foi de uma idosa de 85 anos, moradora no Centro de Petrópolis. Ela deu entrada na emergência do Hospital Santa Teresa no último dia 29 e morreu dia 03 deste mês.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado na tarde desta segunda-feira (04/05), 186 casos negativos já foram contabilizados na cidade. Casos positivos já somam 154. Ao todo, 207 pacientes aguardam o resultado dos exames de laboratório. Em relação aos pacientes internados, são 60 até esta tarde, sendo 32 em leitos de clínica médica e 28 em unidades de terapia intensiva. Até o momento a cidade contabiliza um total de 11 mortes relativas a pacientes infectados pelo Coronavírus e mais 17 óbitos suspeitos à espera de confirmações. Ainda segundo a Secretaria de Saúde, a cidade possui 50 pacientes recuperados da COVID-19.

Os agricultores que participam das feiras livres que acontecem em Petrópolis estão reforçando a prevenção ao coronavírus. Além do distanciamento entre as barracas e disponibilização do álcool em gel para uso dos clientes, no último domingo (03.05), os feirantes também distribuíram máscaras de proteção para a população.

“Eles estão usando as máscaras e tiveram a ideia de comprar para distribuir aos clientes da feira, alertando sobre a necessidade da prevenção. Desde o início da pandemia, os feirantes estão colaborando e também incentivando as práticas de higienização necessárias”, explicou o responsável pelo Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, José Maurício Soares.

A primeira distribuição de máscaras ocorreu na feira do Alto da Serra. “Por ser uma atividade essencial e para continuar funcionando, todos os feirantes e os clientes tem que utilizar as máscaras e eles estão fazendo isso. Só no domingo foram distribuídas 100 máscaras e a ação terá continuidades nas outras feiras que ocorrem na cidade”, afirmou Luiz Henrique Lelis supervisor geral de Agricultura.

Na próxima terça-feira (50), no Centro, serão distribuídas mais 100 máscaras para a população.

Além do espaçamento maior entre as barracas, o uso de máscaras e a disponibilização de ponto para a lavagem das mãos e álcool em gel nas barracas, para fortalecer o decreto municipal que pede que aglomerações sejam evitadas, muitos produtores estão fazendo delivery. As barracas que vendem pasteis e caldo de cana também mudaram as suas rotinas: as pessoas compram os alimentos e levam para comer em casa.

Fechamento da agência provocou aglomeração em outras unidades da rede bancária

O Procon/Petrópolis-RJ, a Secretaria de Segurança Serviços e Ordem Pública – SSOP e a Vigilância Sanitária autuaram uma das agências do banco Itaú, no Centro Histórico, pela formação de aglomeração causada pela suspensão do atendimento ao público em uma das agências da Rua do Imperador. Segundo a gerência do banco, o motivo do fechamento da unidade foi um caso suspeito de Covid-19 entre os funcionários. A unidade foi intimada a reabrir e prestar esclarecimentos sobre o retorno do funcionamento da agência.

Os ficais dos órgãos públicos identificaram a aglomeração em frente a unidade da rede privada de bancos, que possui duas agências no trecho do Obelisco, no lado ímpar da Rua do Imperador. 

A gerência da unidade, que permaneceu em funcionamento no trecho, informou que o banco já contratou uma empresa para fazer a higienização do estabelecimento.

Além de intimar a reabertura, os órgãos públicos ainda orientaram o banco a refazer a sinalização do espaçamento entre os clientes na calçada da Rua do Imperador.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Maio 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo