Resolução será criada formalizando a decisão que diz respeito à rede municipal de Educação

O Conselho Municipal de Educação – COMED - aprovou nessa terça-feira (23.06) de forma inânime o cômputo de horas letivas a partir do uso da plataforma “Educa em Casa”. A decisão se refere a rede municipal: os alunos estão realizando as atividades propostas pela Secretaria de Educação desde o início do uso da plataforma, em 20 de abril. O assuntou foi abordado durante uma reunião extraordinária realizada de forma remoto.

A plataforma, que está armazenada no site governamental do município e foi criada sem custos para o poder público, é atualizada semanalmente pela equipe da Secretaria de Educação e conta com atividades para educação infantil, ensino fundamental e médio, além da EJA – Educação de Jovens e Adultos. A plataforma também tem conteúdo especifico para a educação especial.

Através de votação, o COMED também validou como 100 horas letivas o uso da plataforma desde que foi criada e disponibilizada para a rede municipal -  em 20 de abril - até essa semana. A decisão será formalizada através de uma resolução.

Vale lembrar que os alunos que não tem acesso à internet, ou, tem dificuldade de acesso, estão recebendo as atividades de forma impressa respeitando as normas sanitárias. A Secretaria de Educação está acompanhando a evolução do uso da plataforma a partir da devolutiva das equipes gestoras das unidades escolares. A plataforma está disponível através de um link no site da prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br.

Estabelecimentos devem seguir as determinações da Vigilância Sanitária, previstas em decreto, para prevenção do contágio do novo Coronavírus.

Nesta terça-feira (23.06), uma nova ação de fiscalização da operação “Faça Sua Parte” teve como foco os salões de beleza, que voltaram a funcionar neste processo de retomada gradual das atividades comerciais. Fiscais do Procon, Vigilância Sanitária e Secretaria de Segurança, Serviços e Ordem Pública – SSOP (com apoio da Guarda Civil) percorram estabelecimentos no Centro Histórico, orientando sobre as medidas de saúde de pública, que devem ser adotadas para evitar a disseminação da Covid-19.

Cerca de trinta estabelecimentos foram visitados pelos agentes públicos, nas Ruas Irmãos D’Ângelo, 16 de Março, Nelson de Sá Earp, Imperador, Paulo Barbosa, Travessa Vereador Prudente Aguiar e Porciúncula. “O primeiro ponto que estamos cobrando é a utilização da máscara, tanto de funcionários, quanto clientes. A utilização do álcool em gel 70% para higienização das mãos, que deve ser colocado de preferência na entrada do estabelecimento, para que a higienização ocorra antes do ingresso no local. O tapete com hipoclorito, também ajuda nesse processo de higienização de quem chega ao estabelecimento. Depois é importante que se calce o protetor para os sapatos”, informa Mariana Reis, fiscal da Vigilância Sanitária.

Depois de passar 85 dias com o salão fechado, se preparando para a retomada da atividade, a Ana Lúcia Baião, dona de um salão de beleza, treinou os profissionais para a nova realidade sanitária e preparou o estabelecimento para se adequar às medidas estabelecidas em decreto.

“Primeiro, acho importante dizer que era necessário fechar o comércio. Se o prefeito não tivesse decretado, eu mesma teria fechado o salão, em função do risco de contaminação. Nesse período, nós nos adequamos. Higienizamos o salão, criamos protocolos. Cada cliente que chega usa sapatilha, álcool em gel disponível para os clientes. Não estamos servindo café e água. Ainda estamos trabalhando com agendamento, para evitar que o salão fique cheio. Me preocupo muito com os funcionários, para que ninguém adoeça. Estamos tomando todos os cuidados para evitar que aconteça um novo pico da doença e tenhamos que fechar novamente”, revela a comerciante.

Segundo o Procon, lembra ainda que a ação nos salões teve como principal objetivo conscientizar os comerciantes a retomarem os serviços de forma segura para eles e para os consumidores.

Petrópolis recebeu novos equipamentos para o Centro de Referência Especializado da Assistência Social, o CREAS. São computadores, projetores, TVs, bebedouros, aparelhos de ar condicionado, entre outros. O material é referente ao convênio com o Ministério da Cidadania. Além de melhorar a qualidade do serviço no CREAS que funciona no Centro Histórico, os equipamentos também serão usados no Centro que está sendo planejado para atuar nos distritos. Os itens foram adquiridos a partir de emenda parlamentar.

O CREAS oferta serviços voltados para pessoas e famílias em situação de risco social, por violação de direitos. São pessoas que sofreram ou sofrem com violência física, psicológica e negligência; discriminação sexual ou racial; cumprimento de medidas socioeducativas, entre outras. Atendimentos que são gerados por demandas espontâneas da população, através de denúncias feitas na própria unidade ou pelo Disque 100 e por casos que são encaminhados pela Vara da Infância, Juventude e Idoso.

Entre os itens adquiridos estão refrigerador, fogões, impressoras, projetores, TVs LED, telas de projeção, bebedouros, aparelhos de ar condicionado, mesas, cadeiras executivas e computadores. O CREAS funciona na Rua Dom Pedro, 353, Centro.

Sirenes móveis reforçam a importância do isolamento social

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias realizou a operação Alerta Coronavírus na Mosela nesta terça-feira (23.06). Com o apoio de um veículo operacional equipado com as sirenes móveis, os agentes reforçam a importância do isolamento social e pedem que a população use máscaras. A ação fortalece o trabalho de prevenção realizado pelo município, com o objetivo de evitar a contaminação por Covid-19.

A ação aconteceu nas ruas Cândido Portinari, Batista da Costa, Mario Gelli e Luiz Winter. Na semana passada, a operação foi realizada nas ruas Nova, 24 de Maio, Gonçalves Dias e na Euclides da Cunha, além do Quissamã, Itamarati, Corrêas, Nogueira e Cascatinha. As mensagens pedem para que a população, se possível, fique em casa.

Na outra semana, o trabalho havia acontecido na Mosela, Moinho Preto, Jorge Justen, João Xavier, Capela, Brejal, Posse, nas ruas do Imperador, 16 de Março e Paulo Barbosa, Bosque do Imperador, Praça da Inconfidência, além do Capitão Paladini, Olga Castrioto, ponto final do Vital Brasil e Siméria.

A operação Alerta Coronavírus é permanente e conta com o apoio de quatro veículos operacionais equipados com as sirenes.

Outra ferramenta usada para reforçar os apelos por higiene pessoal e distanciamento social é o alerta de WhatsApp da Defesa Civil. As mensagens estão sendo enviadas diariamente para os usuários cadastrados. O número é o (24) 98863-5497.

O prefeito acompanhou a higienização das ruas no Vale do Carangola nesta terça-feira (23.06). O serviço realizado pela Águas do Imperador contou com aplicação de hipoclorito de sódio 0,5%, um tipo de alvejante que elimina vírus e bactérias presentes em superfícies. O serviço, que em parceria da prefeitura com a concessionária, é mais uma medida preventiva do governo municipal ao coronavírus – vetor da Covid-19.

Desde o início da pandemia, a Águas do Imperador já percorreu mais de 800 km de ruas – passando por todos os bairros da cidade – aplicando mais de 1,9 milhão de litros de hipoclorito de sódio. Ontem, por exemplo, o serviço de limpeza aconteceu na Rua Teresa (entorno da praça e em frente ao BNH do Alto da Serra) e na Rua Chile, no Alto da Serra.

O secretário da Associação de Moradores do Vale do Carangola, Jésus da Silva Vicente, destacou a importância da limpeza para o bairro. "A gente tenta conscientizar os moradores, falando da máscara e do álcool em gel, mas a higienização ajuda muito. Dessa maneira, a prefeitura faz a parte dela, e a gente busca fazer a nossa", disse.

A Comdep também promoveu ações de higienização nesta semana. Ontem (22) à noite, o serviço aconteceu nos terminais rodoviários de Corrêas e Itaipava e em frente a UPA Itaipava. Nesta terça, a limpeza será realizada no Quitandinha, Pontes do Fones, Castelânea, Praça Pasteur, Duas Pontes e Centro (ruas do Imperador, 16 de Março e Irmãos D'Ângelo).

Se fazendo passar por fiscal da Vigilância Sanitária, homem tem abordado comerciantes e pedido dinheiro

Na última semana, a fiscalização de posturas do município – órgão vinculado à Secretaria de Segurança, Serviços e Ordem Pública – SSOP e a Vigilância Sanitária receberam denúncias sobre a atuação de um homem se fazendo passar por fiscal da Vigilância Sanitária Estadual, abordando comerciantes e pedindo dinheiro. O caso foi relatado à instituição estadual e a fiscalização municipal alerta os petropolitanos sobre o golpe.

O coordenador da Vigilância Sanitária do município, José Roberto Pereira, informa que já recebeu quatro denúncias sobre a tentativa de atuação do estelionatário no comércio local. “A vigilância Sanitária não faz nenhum tipo de solicitação de dinheiro. Quando emitimos o auto de infração, o caso passa a ser acompanhado pela Secretaria de Fazenda. Nenhum um fiscal tem autonomia no processo a partir do momento que é gerada a infração que pode resultar em multa”, ressalta.

O chefe da Fiscalização de Posturas, Hailton Lima, diz que o caso já foi reportado à Vigilância Sanitária Estadual. Ele lembra ainda que não é a primeira vez que esse tipo de golpe é identificado no Estado. “Um tempo atrás, uma quadrilha adotou o mesmo procedimento, utilizando o nome da Vigilância Sanitária para aplicar golpes em comerciantes”.

Desta vez, os criminosos utilizam o momento da pandemia da Covid-19. “É importante que o comerciante que for abordado desconfie, entre em contato com a coordenação da Vigilância ou de Posturas. Mas, também, que procure a Polícia Civil e denuncie. Assim o caso pode passar a ser investigado também pela polícia”, pontua.

Local foi criado nesse ano e já tem 91 crianças matriculadas

A rede municipal de Educação ganhou, nesse ano, um reforço importante no oferecimento de vagas para a educação infantil. Só no primeiro semestre – antes do início da pandemia do coronavírus – três novos espaços já tinham começado a funcionar na rede, com a oferta de mais de 500 vagas. Um deles, o CEI Professora Anna Maria Nardi, no Quissamã, foi inaugurado oficialmente nessa terça-feira (23.06) pelo prefeito, através de live no Facebook. O CEI Professora Anna Maria Nardi já tem 91 crianças matriculadas, do berçário até o 5º período da educação infantil.

O CEI ganhou o nome da professora da rede municipal, Anna Nardi, que trabalhou muitos anos no Departamento de Inspeção Escolar e ajudou o município a construir várias legislações educacionais. O CEI possui berçário, sala de estimulação, solário, área de convivência, refeitório, lactário, elevador e banheiros em todas as salas de aula – 11, além de capacidade de atendimento de até 130 crianças. “O lugar é lindo, confortável e foi carinhosamente preparado por toda equipe do CEI para atender as crianças, que já estavam em adaptação. Tenho certeza que, após a pandemia, elas retornarão e serão muito felizes no CEI”, completou Bernardo Rossi.

Para se tornar um CEI, o imóvel ganhou telas de proteção, pintura e adaptação para deficientes – como um banheiro específico, além do elevador. Brinquedos didáticos novos, cadeiras, mesas e cadeirinhas de alimentação também foram entregues no local que, possui, ainda, um sistema de luz solar.

A diretora do CEI Professora Anna Maria Nardi, Andresa Chaves, ressaltou a importância do bom atendimento para as crianças que estão na educação infantil. “É a fase da descoberta e todos os estímulos contribuem para o desenvolvimento da criança, principalmente o cognitivo. O CEI foi todo preparado pensando nisso e tenho muito orgulho de fazer parte dessa história”.

Ampliações e novos CEIs garantem aumento na oferta de vagas

Desde 2017 o poder público vem investindo no aumento da oferta de vagas na educação infantil. Ampliações e abertura de novos Centros de Educação Infantil – realizadas antes da suspensão das aulas devido à prevenção ao coronavírus - garantirão que até o final do ano sejam contabilizadas na rede municipal a criação de mais de duas mil vagas nos CEIs.

Além dos novos CEIs que foram abertos nesse ano pelo poder público – CEI Monsenhor Paulo Daher (Centro), CEI Anna Maria Nardi (Quissamã) e CEI Dagmar Rolando (Corrêas), a Secretaria de Educação também aumentou o número de vagas ofertadas em espaços já em funcionamento em bairros como Bingen, Centro e Jardim Salvador. Um outro CEI, o Boa Vista, este em fase final de obras.

Os fiscais intimaram o fechamento de duas lojas que abriram fora do horário permitido

Um bar foi multado no Edifício Municipal

Nesta segunda-feira (22.06) foi realizada mais uma ação de fiscalização da operação “Faça Sua Parte”, com atuação da Secretaria de Segurança, Serviços e Ordem Pública – SSOP, Procon, Vigilância Sanitária, Guarda Civil e Defesa Civil. Duas lojas foram flagradas em funcionamento, antes do horário estabelecido no plano de retomada do comércio. Ambas foram intimadas a baixar a porta pela fiscalização, que flagrou ainda um bar em funcionamento, o que ainda não é permitido. O estabelecimento foi multado.

Os ficais de posturas, defesa do consumidor e vigilância sanitária percorreram as principais ruas do Centro Histórico, verificando se os estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar estão cumprindo as regras determinadas pelo poder público. No entanto, flagraram em funcionamento, pela manhã, uma loja, na galeria Vila Rica, na Rua Paulo Barbosa, que só poderia começar a atividade comercial a partir das 13h. Uma loja de roupas, localizada na Rua do Imperador, também abriu cerca de uma hora antes do permitido.

Entre os estabelecimentos que ainda ignoram as medidas de proteção da população contra a Covid-19 estava um bar, localizado no Edifício Municipal, na Rua Souza Franco.

“O bar estava aberto, em meia porta, com pessoas dentro, consumindo bebidas alcoólicas”, informou o chefe de Fiscalização de Posturas, Hailton Lima, que informou que o estabelecimento foi autuado pela SSOP e multado em R$ 800. “O valor da multa será o dobro, em caso de novo flagrante de desrespeito aos decretos municipais para a pandemia”.

O principal objetivo da fiscalização neste momento é garantir que os estabelecimentos que retomam as atividades estão seguindo os protocolos de saúde. 

O plano de retomada das atividades está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br/coronavirus) e traz todas medidas que devem ser adotadas por cada tipo de estabelecimento para a reabertura em segurança para funcionários e clientes. As equipes de fiscalização estarão na rua permanentemente para orientar a população e coibir irregularidades.

Encontros online com profissionais da rede municipal de Educação

Para aproximar os profissionais que atuam na rede municipal, tirar suas dúvidas e ouvir as sugestões, enquanto as aulas continuam suspensas na rede municipal de Educação, devido as ações de prevenção ao coronavírus, a Secretaria de Educação continua realizando periodicamente as Rodas de Conversas Remotas – Movimento de Escuta. A ação, do Departamento de Ensino Fundamental, tem contado com a participação de professores e gestores das unidades da rede.

A última roda contou com a participação da professora Marta Relvas – membro da Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento. Na ocasião, Marta refletiu como o cérebro vivência as mudanças em um contexto diferenciado como a pandemia e fortaleceu a importância da resiliência nesse momento tão delicado.

“Nosso cérebro necessita aprender em situações mais complexas. Precisamos nos preparar para retornar para uma escola mais humanizada e isto necessitará de um movimento de escuta dos nossos pares, equipe da escola e das crianças.  Nosso cérebro é tão cognitivo quanto emocional e não existe aprendizagem que não passe pelas emoções”, disse Marta.

Marta Relvas ressaltou, ainda a importância de se manter o vínculo entre alunos e escola e também o trabalho realizado através do “Educa em Casa”.

“O espaço escolar proporciona o convívio com o outro e com as escolas fechadas é necessário manter o vínculo de alguma forma. Fiquei impressionada com a proposta do site Educa em Casa. Muito além dos conteúdos, o site é um espaço motivador. Com atividades de investigação, propostas lúdicas e preocupação socioemocional, o espaço é convidativo e fortalece os vínculos que precisam ser mantidos”, acrescentou Marta.

O próximo encontro do movimento de Escuta será realizado no dia 26 de junho com as equipes gestoras das escolas.

“Também estamos realizando o movimento de escuta com os professores regentes. Mais uma forma de nos aproximarmos dos profissionais, escutar os seus anseios, tirar as dúvidas e explicar como os estudos acerca da educação estão sendo realizados pela equipe técnica da Secretaria de Educação”, explicou a chefe do Departamento de Ensino Fundamental, Gloria Maria Vargas.

Marcelo Fiorini é o novo secretário de Meio Ambiente. Ele assume o cargo no lugar de Fernando Fortes, que permanecerá atuando no governo em cargo ainda não definido. Fiorini é bacharel em Direito pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP) desde 1987. Foi secretário de Desenvolvimento Econômico de janeiro de 2017 até junho deste ano

Nova etapa do serviço que torna a rede de iluminação pública do município mais eficiente é programada para iniciar semana que vem

50 ruas de 26 bairros estão incluídas no cronograma

O programa Petrópolis Iluminada deu início nesta segunda-feira (22.06) à quarta fase do serviço de instalação de luminárias de LED. A novidade é o avanço dos trabalhos para as comunidades: 1.773 mil luminárias que serão colocadas em 50 ruas de 28 bairros. O primeiro local atendido foi o São Sebastião. Esse trabalho torna a rede de iluminação pública mais eficiente, porque a tecnologia do LED permite iluminar mais com menor consumo de energia e menor demanda de manutenções. O Departamento de Iluminação Pública estima uma economia anual de mais de R$ 100 mil com essa medida.

Esta é a quarta fase do serviço de instalação de LED em Petrópolis. Desde 2018, 735 luminárias foram instaladas em 34 ruas do Centro. Nesta segunda, foram realizadas 10 trocas de lâmpadas comuns por LED na Rua São Sebastião. Nos próximos dias, o trabalho será realizado também na Praça João Augusto Borba, Praça Frei Leão, Rua Indaiá, Rua Vital Brasil e Rua Capitão Paladini.

O levantamento feito pelo Departamento de Iluminação Pública das lâmpadas comuns (vapor de sódio) com potências que variam entre 70 e 250 watts, para luminárias de LED entre 50 e 180 watts. Com isso, a redução de consumo de energia anual estimada é de 441 Kw/h.

A tecnologia possibilita, ainda, menor necessidade de manutenções. Isso porque ela tem maior durabilidade. Uma lâmpada de vapor de sódio de 250 w, por exemplo, tem vida útil de 32 mil horas e demanda um reator que dura 20 mil horas (em média). Já uma luminária de LED com 180 w dura 50 mil horas (em média).

Cabe ressaltar que todo estudo do Departamento de Iluminação Pública levou em consideração os índices de iluminação estabelecidos pela ABNT para cada tipo de rua.

O planejamento do serviço de instalação das luminárias de LED se estende até novembro. Além do São Sebastião, também estão incluídos no cronograma: São Sebastião, Posse, Atílio Marotti, Bairro da Glória, Independência, Comunidade do Neylor, Carangola, Comunidade do Alemão, Itaipava, Madame Machado, Morin, Quissamã, Castelânea, Sargento Boening, Chácara Flora, Alto da Serra, Estrada da Saudade, Cascatinha, Pedro do Rio, Dr. Thouzet, Valparaíso, Bairro Esperança, Nogueira, Boa Vista, Mosela, Quarteirão Brasileiro, Siméria e Quitandinha.

O prefeito acompanhou o serviço de higienização no Alto da Serra nesta segunda-feira (22.06). A ação contou com aplicação de hipoclorito de sódio 0,5%, um tipo de alvejante que elimina vírus e bactérias presentes em superfícies. Essa é mais uma medida adotada pela prefeitura para o combate ao coronavírus em Petrópolis.

A limpeza aconteceu na Rua Teresa (entorno da praça e em frente ao BNH do Alto da Serra) e na Rua Chile. 

A concessionária já percorreu mais de 700 km de ruas – passando por todos os bairros da cidade – aplicando mais de 1,8 milhão de litros de hipoclorito de sódio. Na semana passada, na sexta (19), a Águas do Imperador percorreu o Bela Vista, Duques e Jardim Americano.

A Comdep também promoveu ações de higienização nesta segunda. Durante o dia, o serviço foi realizado no Quissamã, Itamarati e Cascatinha. À noite, a ação acontece nos terminais rodoviários de Corrêas e Itaipava e em frente a UPA Itaipava.

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Junho 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30          

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo