Vendedores estão atuando nas Praças Quatorze Bis, Princesa Isabel e Visconde de Mauá

 

Quem passa pelas praças no entorno da Bauernfest pode observar que as cores da Alemanha estão enfeitando as barracas dos ambulantes. Tudo para entrar no clima da festa e chamar a atenção dos moradores e turistas. Os produtos disponibilizados atendem todos os gostos: artesanato, cervejas artesanais e novidades no cardápio.

 

Até domingo, os ambulantes continuarão nesses espaços. Na Praça Visconde de Mauá, nas barraquinhas da economia solidária, podem ser encontradas peças de artesanato e até antiguidades. Na Praça Princesa Isabel, culinária diversificada e artesanato. Já na Praça 14Bis, a culinária é o destaque: tem food trailer, moto trailer e opções para todos os bolsos.

 

Monalisa Pontes está trabalhando em um food trailer especializado em produtos defumados, na Praça 14 Bis. Segundo ela, os frequentadores do espaço estão aprovando os quitutes servidos. “Está muito interessante. O movimento está bom e esperamos que, com o feriado, melhore ainda mais. O sanduíche que está fazendo mais sucesso é o de pernil defumado. O espaço ficou legal e os petropolitanos estão tendo a oportunidade de conhecer coisas novas durante a festa”, disse.

 

Maçã do Amor, morango do amor e algodão doce são os mais procurados na barraca de Rosemere Regina da Costa. “Estou feliz por ter esse ponto fixo de venda durante a festa. Os clientes também estão gostando, é uma oportunidade única”.

 

Os frequentadores também estão satisfeitos. “Está tudo muito bem organizado e gostoso. Vale a pena prestigiar os produtos que estão sendo vendidos na Praça 14 Bis”, contou Márcio do Nascimento.

 

Nesse ano, os ambulantes passaram por uma capacitação e aprenderam novas receitas. Eles também receberam dicas da Vigilância sanitária sobre armazenamento correto dos alimentos. “Tudo foi preparado para valorizar o trabalho deles e os nossos espaços públicos”, explicou o diretor do departamento de Trabalho e Renda, Gil Magno.

 

Iniciativa tem apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Foco em resultados & Hands On - Monte sua máquina de vendas, estrutura comercial e estratégia de marketing e de vendas. Esses são os objetivos do Beezup - Programa de aceleração em vendas, que começará em Petrópolis no dia 20 de março. A realização é do Distrito de Inovação e Sustentabilidade, com apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Serratec, Rio Info e Programa Ciência em Movimento. Interessados em participar devem entrar em contato por meio do email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O programa, que é voltado para empresas estabelecidas e startups em tração que desejam incrementar suas vendas, terá a duração de seis semanas. Entre os assuntos abordados no curso estão os conceitos de Lean Startup: aprender, construir e medir; e a metodologia hands on, que consiste em planejar, criar, colocar a “mão na massa” e construir. O programa foi desenvolvido pela Beez Studio, que tem grande expertise em aceleração de negócios.

O programa é dividido em 12 encontros que ocorrerão no Serratec.

Evento acontece dias 7 e 8 de outubro na Praça de Nogueira.

Petropolitanos e turistas poderão prestigiar os produtos produzidos em Nogueira e região no próximo fim de semana, dias 7 e 8 de outubro, durante a Biofeira Cultural de Nogueira, que vai ocorrer na praça principal do bairro. A iniciativa é da Associação Pró-turismo de Nogueira (Proturno). A feira contará com a venda de produtos da agricultura orgânica, música, artesanato e alimentos como geleias, biscoitos, doces e sorvetes artesanais. O evento tem o apoio da prefeitura de Petrópolis por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. A expectativa é de que a feira receba 2 mil visitantes.

A Biofeira Cultural de Nogueira é uma iniciativa de moradores do bairro que acreditam no potencial do lugar e almejam incentivar a venda de produtos locais, artesanais, orgânicos e agroflorestais em busca de promover valores para qualidade de vida e movimentar a microeconomia.

“Esse é mais um evento que busca evidenciar a produção agrícola do município. Muitas famílias vivem da produção e esse tipo de feira ajuda no movimento financeiro. O mais importante é ver uma associação atuante que busca a melhor forma para mostrar tudo o que a região tem a oferecer para os turistas”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

O evento deverá ter três edições, sendo que a primeira ocorre nesse fim de semana e as seguintes a cada segundo final de semana do mês -  dias 10, 11 e 12 de novembro e 8, 9 e 10 de dezembro.

“Biofeira de Nogueira é uma iniciativa recente da comunidade local, com o apoio da Prefeitura. O objetivo é a venda de produtos locais, artesanais, orgânicos e agroecológicos. Será mais uma oportunidade de os produtores locais apresentarem os seus produtos a um público cada vez mais interessado em conhecer a sua origem”, afirma Celso Albuquerque, diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

A feira contará com 20 barracas para expositores de artesanato, produtos naturais, vestuário e gastronômico, cervejas artesanais e flores. “Visamos fomentar a economia local e o empreendedorismo, visto que estamos agregando diversos segmentos de expositores com suas produções artesanais e locais. Na parte de divulgação e promoção de boas ideias e projetos sociais e ambientais contamos com a participação do SESC, do comitê pró Jardim Botânico de Nogueira, do projeto Arca, entre outros. Os moradores de Petrópolis devem prestigiar o evento e valorizar os produtos da nossa cidade. Esta feira incentiva a conservação ambiental se preocupando com a qualidade da produção do que será exposto. Para demonstrar nossa preocupação com o meio ambiente faremos um plantio simbólico na Praça de Nogueira”, explica Carolina Xavier, da comissão organizadora da Biofeira Cultural de Nogueira.

Os expositores já confirmados venderão produtos diversos como geleia caseira, croissant, pão de batata, palito de chocolate, palha italiana pudim, queijadinha, bolos caseiros, sorvete artesanal, suco naturais feito, queijos, manteigas e chutneys.

Confira a programação do evento:

Sábado:

9h abertura
10h - Atividade infantil
12h - Música com DJ Marcelo Clark
15h30 - música ao vivo com Chico YTaboas
17h30 - DJ Marcelo Clark / Capoeira Nogueira
18h - Apresentação de capoeira
19h - Música ao vivo Forró do Encantado
21h - DJ Marcelo Clark

Domingo:

9h - abertura Tai Chi Chuan
10h - Atividade infantil - Petrópolis para Criança
11h - Atividade infantil
12h - DJ Marcelo Clark
15h - Música ao vivo - Suzy & Dino
17h - Encerramento do evento

Mobilidade, transporte, cultura e turismo estão no rol de projetos apresentados

Projetos para o desenvolvimento de Petrópolis e que podem ser financiados pelo BNDES foram apresentados a técnicos do Banco de Desenvolvimento pelas pastas de Cultura, Turismo, Transporte e Desenvolvimento Econômico. Pela primeira vez técnicos do BNDES ligados à presidência do Banco mostraram, em uma reunião técnica de trabalho, como obter os financiamentos e também conheceram os projetos que podem ter aplicação de recursos com linhas especiais de financiamento. A reunião foi realizada nesta quinta-feira (18.01) na sede da prefeitura com a presença de José Talarico, assessor especial da presidência do BNDES. “Petrópolis é uma cidade importante e é fundamental essa aproximação com o Banco. É uma oportunidade para nós, também”.

À frente da Cultura, Leonardo Randolfo apresentou um projeto que prevê a reforma completa do Centro de Cultura Raul de Leoni, incluindo as galerias, Biblioteca Municipal, teatro, digitalização de obras raras da biblioteca e modernização dos equipamentos. Já a equipe da CPTrans mostrou o Plano Integrado de Mobilidade Urbana que prevê a implantação de meios otimizadores no sistema de transporte, criação de pontos de transferências em localidades com grande número de linhas e corredores operacionais, além da ligação Bingen-Quitandinha e reforma dos terminais rodoviários.

A Secretaria de Obras apontou a necessidade de prevenção de desastres naturais (contenções) e compra de maquinário. Já a Secretaria de Desenvolvimento Econômico abordou os projetos de construção de um centro de convenções, a da Cooperativa de Processamento Alimentar, a criação de um polo de audiovisual, a implantação do projeto “Cidade Inteligente”, Energia limpa e atualização dos sistemas de informação da prefeitura. A Secretaria de Fazenda solicitou informações sobre a possibilidade da captação de recursos para pagamento de precatórios do município.

A cidade agradece ao BNDES que prontamente respondeu ao pedido da prefeitura e trouxe sua equipe até Petrópolis. A cidade viveu muitas dificuldades no último ano, mas tem projetos importantes que deseja colocar em pratica para promover melhorias não só na prestação de serviços da prefeitura, mas, também, obras e revitalizações que ficarão na história da cidade.

Uma comissão foi montada com integrantes do BNDES e prefeitura municipal com o objetivo de estudar os projetos criados pelas secretarias e as chances de viabilização de financiamento por parte do BNDES.

Essa é uma primeira reunião para que as equipes conheçam os projetos. Outras serão marcadas, com os representantes de cada área para um melhor entendimento de cada projeto e alinhamento do pedido de financiamento.

O assessor especial da presidência do BNDES, José Talarico, agradeceu a recepção da prefeitura e disse que a equipe técnica do banco está à disposição para ajudar na implantação dos projetos. “O BNDES tem linhas de crédito para micro e pequenos empresários, mas, também, está colocando em pratica a filosofia de que o banco tem que estar onde a sua ajuda é necessária, por isso é muito bom estar aqui, conversando sobre projetos que podem ajudar a Petrópolis”.

A equipe técnica do BNDES, formada por Luciane Gorgulho – chefe do Departamento de Economia da Cultura e Camila Sumiê, do Programa BNDES nos municípios mostraram de que forma os secretários podem solicitar o financiamento para os projetos. “A recuperação de acervos de época é uma ótima iniciativa. O departamento de economia de cultura tem como missão promover o desenvolvimento do país por meio dos instrumentos que utilizam a cultura”, explicou Luciane.

Camila Sumiê explicou que o BNDES financia os tipos de projetos apresentados e orientou a equipe a escolher os projetos mais importantes, priorizando as necessidades. “O impacto social de cada projeto deve ser levado em consideração. Em outras reuniões vamos nos aprofundar nos projetos e discutir a viabilidade de cada um”.

O prefeito Rubens Bomtempo enviou para a Câmara de Vereadores nesta quarta-feira (26/07) projeto de lei com a troca de finalidade (desafetação) da rua que corta a Feirinha de Itaipava. Caso seja aprovado, o projeto vai atender a um pleito antigo dos empresários do local, garantindo melhorias na estrutura e mais qualidade no atendimento aos visitantes. 

“Queremos contribuir para o desenvolvimento econômico e social do empreendimento”, disse o prefeito Rubens Bomtempo, lembrando que a medida pode fortalecer o chamado turismo de compras, além de gerar mais receita para o segmento e, consequentemente, mais emprego e renda para a região. “A feirinha cresceu muito e, com a qualificação do espaço, terá condições de atrair ainda mais visitantes”, completou o prefeito. 

O presidente da Associação dos Comerciantes da Feirinha de Itaipava, Sérgio Costa, o G-Tão, comemorou a notícia e agora aguarda a decisão da Câmara. “Estamos aguardando a medida há mais de quatro anos e, em menos de seis meses de governo, o prefeito nos atendeu e já deu andamento no processo. Estamos mais confiantes”, garante G-Tão. Com a liberação da rua, poderemos colocar em prática nosso projeto de revitalização de todo o espaço”, garantiu.

O prefeito Rubens Bomtempo conseguiu tratamento prioritário para a ligação Bingen-Quitandinha, durante audiência na última quarta-feira (22/05) com o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, em Brasília. Este é o lote número 5 do projeto da nova subida da Serra apresentado à ANTT pela Concer e um pleito antigo da cidade. Bastos se prontificou em priorizar o pedido e em cerca de dois meses, a Agência terá condições de liberar os recursos.

“Saio daqui confiante. Sempre acreditei na construção de um modelo de parceria público-privada em que prevaleça o interesse da cidade. O povo petropolitano é o vencedor”, disse Bomtempo. O prefeito destacou que a cidade já passa por um momento histórico com a duplicação da subida da serra e trazer como prioridade o chamado lote 5 do projeto é mostrar que a realidade do município foi observada. Bomtempo também solicitou à ANTT que a Concer possa utilizar mão-de-obra de Petrópolis, favorecendo a economia local. “Estou feliz em poder dar esta boa notícia e em perceber a boa vontade da ANTT”, completou.

“O prefeito conduziu muito bem a reunião e a ANTT entendeu que a ligação é prioridade. Essa obra foi incluída por Bomtempo quando ele era prefeito em 2007. Eles atenderam o nosso pedido de antecipar essa etapa da obra”, comemorou o vereador Roni Medeiros, presente à reunião em Brasília junto com o vereador Maurinho Branco. “A ligação Bingen-Quitandinha é significativa para a cidade. Atende a uma antiga reivindicação da população, vai desafogar o trânsito, beneficiar os distritos e ainda fomentar o desenvolvimento econômico da cidade”, disse Maurinho.

Bomtempo já confirmou com o presidente da Concer, Pedro Johnson, a autorização dos lotes 1 e 3, que correspondem, respectivamente, às obras situadas em Duque de Caxias, entre os kms 103 e 97, com a implantação do sistema viário de Xerém, e a construção do túnel rodoviário com 4.618 metros de extensão entre os quilômetros 87,5 e 80, em Petrópolis. O projeto completo prevê ainda a duplicação de 15 quilômetros do atual trecho de descida da serra. No lote 4, está prevista a construção do trecho final da nova subida da serra e de sua ligação com a entrada de Petrópolis pela atual pista de subida no km 82, além da construção e alargamento de obras de artes especiais.

O projeto da nova subida da serra representa um investimento considerável para a infraestrutura de transportes do Brasil, já que a BR-040 opera como um importante corredor para o desenvolvimento econômico da cidade e do país.

O prefeito Rubens Bomtempo garantiu com a Caixa Econômica Federal a prorrogação da permanência do caminhão da CEF na cidade até 17 de junho. A unidade móvel está instalada desde 16 de abril na praça Dom Pedro e já atendeu 1,2 mil empresários da cidade em busca de financiamento por conta dos prejuízos com as chuvas. O número de funcionários para o atendimento aos empresários também foi ampliado. De acordo com o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa, um total de 512 pedidos de empréstimos está em tramitação para avaliação e outros 92 já foram aprovados e encaminhados ao BNDES para liberação. Os números totalizam cerca de R$ 90 milhões em pedidos de financiamento. A facilidade no acesso às linhas especiais para as empresas petropolitanas afetadas pelas chuvas vem atraindo empresários de todas as regiões do município, em um esforço para que a cidade se levante economicamente. A linha de crédito prevê empréstimos de até R$ 500 mil por empresa (crédito limitado a 60% da receita operacional bruta), com juros de 5,5% ao ano. “O foco é o desenvolvimento econômico. O prefeito Rubens Bomtempo está comprometido com os empresários petropolitanos e com o progresso da cidade”, disse o secretário de Fazenda.
Sexta, 26 Abril 2013 - 20:02

Bomtempo cria a Nota Imperial

Uma realidade em todo o Brasil, a Nota Fiscal Eletrônica finalmente sai do papel em Petrópolis. Através de decreto municipal, o prefeito Rubens Bomtempo cumpre o compromisso assumido com empresários e cria a Nota Imperial. A partir de maio a Secretaria de Fazenda inicia o cadastro dos empresários que irão emitir o documento.

“A lei, 6.307 foi implementada, na segunda gestão do prefeito Rubens Bomtempo, mas o governo passado não teve a competência de regularizar gerando transtornos e atraso para o empresário da cidade, além de uma significativa perda na arrecadação para os cofres públicos”, explicou o secretário de Fazenda Paulo Roberto Patuléa, ressaltando que Petrópolis foi um dos primeiros municípios do país a criar a nota fiscal eletrônica.    

A regulamentação da Nota Imperial garante benefícios a todos os envolvidos, para os que a emitem e a recebem, entre eles a redução de custos na impressão, aquisição de papel, na armazenagem de documentos fiscais, além da simplificação de obrigações. “Para a sociedade vai refletir na redução do consumo de papel, com impacto positivo em termos ecológicos. Já para os contabilistas, na facilitação e simplificação da escrituração fiscal e contábil”, disse Patuléa.

No tocante ao Poder Público, os benefícios são expressivos, graças à melhoria no processo de controle fiscal, diminuição da sonegação e da informalidade propiciando uma maior arrecadação municipal do ISS (Imposto Sobre Serviços) sem nenhum aumento na carga tributária.

O atendimento aos contribuintes para a Nota Imperial será iniciado na primeira semana de maio, na sede da Secretaria de Fazenda, na Rua 16 de março, 183 – 2º andar, das 10h às 18h30. O telefone de contato é 2246-8336.

O prefeito Rubens Bomtempo se reuniu, na noite de quinta-feira (17/7), com empresários de Itaipava para debater medidas para o desenvolvimento da região, entre elas a criação de um centro de convenções. Cerca de 100 representantes do comércio e do ramo hoteleiro de Itaipava estavam presentes, além de secretários de governo. Bomtempo também ouviu sugestões e pedidos dos empresários sobre o trânsito na região. Nova reunião sobre o tema foi marcada para o dia 5 de agosto.

Para o prefeito, o debate foi positivo por ter sido propositivo. Uma das sugestões apresentadas foi a de criar horários de ônibus para atender funcionários dos restaurantes de Itaipava de madrugada. Já ficou definido que CPTrans, empresas de ônibus e representantes dos restaurantes se reunirão para definir o assunto. Também foi sugerida uma reformulação na sinalização no trânsito para turistas em Itaipava. Bomtempo afirmou que a Prefeitura e a iniciativa privada poderão, em parceria, garantir esse avanço para a região.

“Chega de Itaipava só crescer. Tem, agora, que se desenvolver, o que são coisas diferentes. Estou feliz por ver que estamos no caminho correto. Agora temos que juntar esforços para atender as propostas apresentadas aqui”, disse Bomtempo. “Nos últimos 15, 20 anos, houve um crescimento muito acentuado da iniciativa privada no terceiro distrito. E o poder público não teve pernas para acompanhar esse crescimento. Cabe a nós agora acelerar o máximo possível”.

CENTRO DE CONVENÇÕES – Uma emenda parlamentar de 2011 possibilitou que o município recebesse R$ 500 mil do Ministério do Turismo para a elaboração do projeto do centro de convenções em Itaipava. Pelo não cumprimento dos prazos pelo governo anterior, os recursos quase foram perdidos, sendo essa mais uma emenda recuperada pelo atual governo. Em 2013, a Prefeitura realizou licitação para a elaboração do projeto, que deve estar concluído ainda neste ano. A parcial do projeto foi apresentada na reunião pela empresa que venceu a licitação. O financiamento da construção ainda será debatido. O prefeito Rubens Bomtempo afirmou que não descarta uma parceria público-privada (PPP).

A proposta é que o centro de convenções tenha capacidade para duas mil pessoas, em uma área de 20 mil metros quadrados dentro do Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes (Itaipava), que tem cerca de 150 mil metros quadrados. O projeto prevê 500 vagas no estacionamento.

Sábado, 07 Dezembro 2013 - 09:33

Bomtempo inaugura CID e MEI no distrito da Posse

O prefeito Rubens Bomtempo inaugura na manhã deste sábado (6/12) a Sala do Empreendedor na Comunidade (Secom) e o Centro de Inclusão Digital (CID) no distrito da Posse. A iniciativa vai garantir acesso a formalidade aos microempreendedores da região, além da realização de cursos de informática.

a Sala do Empreendedor na Comunidade foi criada em agosto pelo prefeito Rubens Bomtempo, e tem como objetivo cadastrar profissionais autônomos que trabalham na informalidade, como microempreendedores individuais (MEI), por meio da Lei 7058. “A nossa expectativa é positiva para o MEI da Posse. Acreditamos que pelo menos 100 novos cadastros serão realizados”, disse o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa.

O distrito da Posse será a terceira comunidade beneficiada com o programa, que teve início no Morin onde 69 microempreendedores se cadastraram e já passou pela Vila Rica, com 95 cadastros. O Secom e o CID vão funcionar na Estrada União e Indústria, em um imóvel ao lado do Centro de Educação Infantil Angela Maria da Conceição Silva.  O cadastramento do MEI segue até o dia 20 de dezembro, funcionando de segunda a sexta-feira entre 10h e 17h.

Pagina 7 de 34

Notícias por data

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo